quarta-feira, 18 de outubro de 2017

“Não chame meninas de princesas”, diz campanha da Avon

Uma campanha da Avon tem gerado polêmica nas redes sociais por pedir aos pais que não chamem suas filhas de “princesas”, dizendo que o elogio não faz bem para as meninas.
O documentário “Repense o Elogio”, exibido também durante o Programa Fantástico que defendeu a ideologia de gênero, tem recebido milhares de comentários negativos. No Youtube o vídeo tem mais de 60 mil “não curti” e apenas 2 mil curtidas.
Com pouco mais de 2 minutos, o documentário mostra mulheres dizendo que o elogio de princesa a faziam se sentir mal quando eram crianças. Por não serem brancas de cabelos lisos, muitas afirmaram que não se sentiam bonitas.
Crianças também participam do documentário, refutando que ser chamada de princesa é algo bom. A marca tenta dizer que enquanto as meninas são chamadas de “princesas” e “bonitas”, os meninos são elogiados por palavras como “forte” e “corajoso”, o que contribuí para que a mulher seja considerada mais fraca que os homens.
O mais interessante é que no vídeo um menino aparece vestido de princesa, defendendo a ideologia de gênero onde ele pode ser uma princesa e não um príncipe.
Assista:
Fonte: JM Notícia

Em guerra civil há anos, Somália ainda enfrenta a perseguição religiosa

Em guerra civil há anos, Somália ainda enfrenta a perseguição religiosa
A organização extremista Al-Shabaab foi apontada pelo governo da Somália como responsável pela explosão que deixou pelo menos 300 mortos e centenas de feridos na capital do país, Mogadíscio.
O ataque, que aconteceu no sábado, 14,  em uma movimentada área da cidade, é o mais letal da história do país desde que o grupo surgiu, há cerca de dez anos.
A explosão foi tão forte que destruiu hotéis, edifícios do governo e restaurantes. "Foi a maior explosão que eu já vi na vida. Destruiu toda a área", disse uma testemunha.
"O incidente de hoje foi um ataque horrível do Al-Shabaab contra civis inocentes", disse o presidente Mohamed Abdullahi Mohamed à imprensa local.
O Al Shabaab tem ligação com o grupo extremista Al Qaeda e, juntos eles realizam os maiores ataques a civis em vários países da África, como Somália, Quênia e República Centro Africana. Um dos ataques mais violentos do grupo havia sido cometido contra uma faculdade cristã em Garissa, no Quênia, em 2015, deixando cerca de 150 estudantes mortos.
Mas não é a primeira vez que os cristãos africanos são atacados por grupos radicais extremistas. A Somália, por exemplo, há anos passa por uma crise social e política desencadeada por uma guerra civil.
Segundo a Portas Abertas, organização que apoia o cristão perseguido no mundo, a Somália ocupa a segunda posição na Lista Mundial da Perseguição, pesquisa que elenca os 50 países no mundo em que ser cristão pode custar a vida.
Segundo a Constituição somali, o islã é a religião oficial do Estado e a prática de qualquer outra crença é proibida. O islamismo está firmemente estabelecido e a Somália se tornou um porto seguro para extremistas. Quem deixa o islã e se decide pelo cristianismo enfrenta enormes problemas, incluindo assassinatos, o que se tornou bastante comum por lá.
A perseguição aos cristãos quase sempre vem acompanhada de violência extrema, e eles são expostos a todo tipo de perigo, podendo até mesmo ser executados. A vida social em uma igreja é simplesmente impossível.
Um pesquisador de campo da Portas Abertas disse, porém, que apesar de tudo os cristãos somalis são muito perseverantes. “Entre os tempos mais difíceis de perseguição e execuções de cristãos, eles permaneceram firmes, agarrando-se secretamente à fé cristã”, conclui.

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Com ataque à Globo, Domingo Espetacular debate a arte com apologia à pedofilia


Programa Domingo Espetacular, na Record TV
Programa Domingo Espetacular, na Record TV
O debate sobre as exposições de arte com apologia à pedofilia e outros temas no Brasil marcou um novo capítulo da guerra infindável entre as emissoras Globo e Record TV.
Uma semana após o programa Fantástico veicular reportagem classificando os opositores a essas produções como “intolerantes”, a emissora do bispo Edir Macedo veiculou matéria expondo a opinião de especialistas criticando essas iniciativas.
Domingo Espetacular salientou em sua reportagem que a concorrente foi parcial em sua abordagem, e que isso foi repudiado pela população com a hashtag #GloboLixo no Twitter, uma rede social com mais de 300 milhões de usuários no mundo todo e onde o assunto se tornou um dos mais comentados.
Durante a matéria, o filósofo Joel Pinheiro da Fonseca destacou que há um abismo entre o que a elite cultural do país – grande parte empregada da Globo – entende como pensamento contemporâneo, e o que a maioria da população compreende como adequado e aceitável.
“Você tem no Brasil, faz tempo, uma elite cultural, artística, intelectual. Você tem artistas, jornalistas, professores, o pessoal de [Ciências] Humanas, que sempre teve um pensamento, e valores, muito diferentes do grosso da população brasileira. Valores ultra-progressistas com relação à expressão individual, à sexualidade, e um milhão de temas assim”, contextualizou Fonseca.
A postura arrogante dessa classe artística, que se mobilizou através do movimento 342 Artes para rotular negativamente quem se opôs a essas exposições, demonstra uma postura política e de distorção dos fatos, já que a reprovação popular não pode ser considerada censura: “Se a gente não gostou de uma expressão artística, a gente tem é que criticar mesmo. E isso não significa censurar ou proibir uma expressão de arte”, opinou o escritor Leandro Narloch.
Record TV frisou ainda que o líder do movimento, o cantor Caetano Veloso, cometeu um crime décadas atrás, ao tirar a virgindade de Paula Lavigne, quando esta tinha apenas 13 anos de idade. A reportagem chamou atenção para o fato de que o crime prescreveu.
Psicólogos e especialistas em Direito também foram ouvidos, e todos destacaram que essas exposições funcionam como apologia à pedofilia porque, na forma infantil de compreender as coisas, a liberdade para interagir com um homem nu, por exemplo, pode funcionar como autorização para que o oposto também aconteça, tornando a situação um cenário de oportunidade para pedófilos.
Assista:
Fonte: Gospel +

Novos ataques de extremistas da etnia fulani a cristãos em Jos

Novos ataques de extremistas da etnia fulani a cristãos em Jos
Nos últimos dez dias, pastores de cabras fulani têm aterrorizado comunidades cristãs nos arredores de Jos. O número de mortos chega a 40 e milhares de pessoas fugiram, deixando sua casa e aldeia para trás. O último ataque foi a uma comunidade predominantemente cristã chamada Mai Farin Mota, a oeste de Jos, no estado de Platô. O ataque durou cerca de seis horas, sem nenhuma resposta do exército ou polícia, apesar de ligações frenéticas pedindo ajuda.
De acordo com a agência de notícias Global Christian News, na última quarta-feira, eles atacaram Jebu Miango, um vilarejo a 10 km de Jos, matando três pessoas e destruindo várias propriedades. O ataque provocou um protesto de mulheres que levou a um confronto com a polícia. Na manifestação, as mulheres vestiam preto, carregavam folhas, e protestavam contra o exército, acusando os soldados de complacência.
Gindau James, um morador de Miango, diz que as mulheres afirmavam que “não precisavam de soldados que nunca protegiam nenhuma aldeia de ataques, mas que sempre apareciam horas depois dos ataques”. Os soldados foram forçados a deixar seu posto avançado, e todos se retiraram. A saída dos soldados pode ter desencadeado os ataques dos pastores de cabras da etnia fulani. E há rumores de que os mesmos estão planejando outro ataque pesado em Jos.
Pedidos de oração
- Interceda para que Deus sustente a igreja de Jos com sua graça, guardando e fortalecendo os cristãos, bem como os de toda a região do Cinturão Médio da Nigéria.
- Clame para que o Senhor intervenha nessa situação, dispersando os agressores.
- Ore também para que agências de segurança façam o que puderem para evitar que mais vidas se percam.

Ideologia de gênero: Avon não quer que você chame sua filha de “princesa”

O documentário “Repense o Elogio”, usado pelo Fantástico como base de sua matéria que mostrava a ideologia de gênero como “brincadeira de criança” foi patrocinado pela Avon.
A empresa de cosméticos nos últimos anos já vinha fazendo campanhas que apostavam no “gênero neutro” para maquiagem e no chamado marketing de lacração, que usa pautas liberais como mote principal.


Após a repercussão negativa da matéria do Fantástico e da campanha fracassada do sabão em pó OMO os internautas conservadores estão denunciando a Avon por ter bancado a produção do documentário dirigido por Estela Renner.
No Youtube, o vídeo já acumula quase 10 mil “não gostei”. Na descrição, afirma que o objetivo é fazer “a reflexão sobre a maneira como os filhos e filhas são elogiados”. Contudo, há cenas onde claramente promove uma troca de lugares, com meninos se vestindo como meninas e meninas rejeitando a feminilidade.
O material também tem um viés feminista, nada apropriado para crianças, onde mostra que as meninas deveriam receber os mesmos elogios. Ou seja, ao invés de “lindas, princesas e delicadas”, deveriam, como os meninos serem “fortes, inteligentes e corajosas”.


No finalzinho  do documentário, a mensagem deixada na tela é clara:  “o que você diz às meninas hoje, influencia quem elas serão amanhã.”

sábado, 14 de outubro de 2017

20170818 114920

“A Rede Globo é um demônio dentro das nossas casas”, diz bispo católico

Bispo da Diocese de Apucarana (PR), Dom Celso Antônio Marchior
Bispo da Diocese de Apucarana (PR), Dom Celso Antônio Marchior
O bispo da Diocese de Apucarana (PR), Dom Celso Antônio Marchior, pediu aos seus fiéis que se unam aos evangélicos para derrotarem “o espírito diabólico” que está sendo espalhado pela Rede Globo contra a família e contra os cristãos.
O religioso chegou a afirmar que os católicos não deveriam assistir as novelas da emissora carioca. “Nós, católicos, não deveríamos mais assistir nenhuma novela da Rede Globo. Aliás, nós, católicos, não deveríamos assistir mais a Rede Globo, porque a Rede Globo é um demônio dentro das nossas casas”, declarou ele.
O áudio deste sermão foi compartilhado pelo WhatsApp e podemos ouvir ao fundo o público batendo palmas pela declaração do religioso que se referia às reportagens da última semana, onde o programa Fantástico defendeu exposições que vilipendiaram símbolos cristãos e ainda ligou evangélicos ao tráfico de drogas do Rio de Janeiro.
“Cuidado, pois a Palavra de Deus diz na II carta de Paulo aos Coríntios que o diabo tem poder de se transformar em um anjo de luz para enganar, se possível, até os eleitos”, declarou o bispo. “A Rede Globo é uma rede manipuladora que está nos conduzindo para o abismo, para a destruição”, completou.
Dom Celso declarou que recentemente esteve conversando com o pastor Valdir e o pastor Daniel, da Assembleia de Deus, para que os cristãos se unam contra a emissora que tem pregado contra a religião e a família.
Fonte: JM Notícia

´Estamos parando os ataques aos valores judaico-cristãos´, avisa Trump


O presidente Donald Trump falou sobre as decisões de sua administração diante de um encontro de conservadores na capital Washington, nesta sexta-feira (13). Diante da plateia da 12 ª Cúpula Anual do Eleitores de Valores, ele garantiu: “estamos parando os ataques aos valores judaico-cristãos”.
´Estamos parando os ataques aos valores judaico-cristãos´, avisa TrumpEm seu discurso, Trump garantiu ainda que “nos últimos 10 meses, cumprimos uma promessa após a outra”, passando a citar os pontos altos de seu governo. Lembrou que nomeou um juiz conservador e pró-vida para a Suprema Corte: Neil Gorsuch.

“Para proteger o nascituro, restabeleci uma política estabelecida pelo presidente Ronald Reagan. Para proteger a liberdade religiosa, incluindo grupos como esse, assinei uma nova ação executiva durante o Dia Nacional de Oração”, pontuou.
Trump também mostrou contrariedade à Emenda Johnson, lei que proíbe igrejas de se envolverem em atividades políticas, prometendo que enquanto for presidente, “não permitirá que o governo censure os sermões, ou direcione nossos pastores, nossos ministros religiosos ou nossos rabinos”.
“Estas são as pessoas que queremos ouvir e elas não serão mais silenciadas”, continuou Trump, sob aplausos da plateia. Destacou ainda que está lutando contra leis moralmente frouxas instituídas por Barack Obama, como a que obrigava instituições religiosas a violarem seus princípios tendo de oferecer a possibilidade de aborto aos empregados, como medida de saúde pública.
O presidente disse ainda estar cientes das lutas de ativistas cristãos conservadores. Por isso, garantiu que, dentro do possível, está fazendo esforços contínuos para “parar os ataques aos valores judaico-cristãos”.
O presidente do Family Research Council, Tony Perkins, afirmou que ele e outros líderes conservadores estão “agradecidos por ouvir de um presidente que está cumprindo as promessas que fez durante a campanha”.
“A ordem executiva do presidente Trump sobre a liberdade religiosa e as ações de acompanhamento contra o aborto demonstram que ele está empenhado em desfazer as políticas anticristãs da administração anterior e restaurar a verdadeira liberdade religiosa”, comemorou. 

PROMOFÁCIL - PROMOFÁCIL - PROMOFÁCIL CANAL PROMOFÁCIL

PROMOFÁCIL NÃO É MELHOR QUE NINGUÉM , SOMOS APENAS DIFERENTE .
VEM COM A GENTE .
A PUBLICIDADE QUE FUNCIONA DE VERDADE , COM PREÇOS IMBATÍVEIS . CONHEÇA NOSSOS COMBOS .

ACESSE  E  CONHEÇA   https://business.facebook.com/PromoFacilOficial/ 



quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Rio de Janeiro terá `Dia do Avivamento´ Proposta de vereador foi sancionada por Marcelo Crivella e entra no calendário oficial da cidade


O prefeito do rio de Janeiro Marcelo Crivella (PRB) sancionou uma lei que adiciona ao calendário da cidade o “Dia do Avivamento da Rua Azusa”.
Rio de Janeiro terá `Dia do Avivamento´O projeto original, do vereador João Mendes de Jesus propõe que todo dia 14 de abril seja comemorado o início do movimento liderada pelo pastor William Seymour, num prédio da rua Azusa, em Los Angeles no ano de 1906.
O vereador justificou que pediu o reconhecimento “Pela importância de termos datas comemorativas que expressem a nossa fé ou nos tragam a lembrança dos feitos de Deus e do povo que expressa essa fé ao longo da história”.
Além da Universal, o texto que apresenta a proposta de inclusão no calendário da cidade cita o trabalho de diferentes igrejas pentecostais, incluindo Assembleias de Deus, a Igreja do Evangelho Quadrangular; Brasil para Cristo; Deus é amor e Igreja Internacional da Graça

Religiões de matriz africana exigem o fim das igrejas nos presídios

Integrantes da umbanda e candomblé na ALERJIntegrantes da umbanda e candomblé na ALERJ
Grupos de matriz africana se reuniram na última quinta-feira (5) em uma audiência pública com o presidente da Comissão de Defesa de Direitos Humanos e Cidadania, deputado Marcelo Freixo (Psol), na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).
Durante a sessão, os grupos entregaram um documento repudiando casos de intolerância religiosa, enumerando dez reivindicações para evitar o “surgimento de novos ataques”. Uma delas é o fechamento imediato das igrejas nos presídios no Rio de Janeiro.
“Os ‘traficantes evangélicos’ — os mesmos que vem destruindo templos e aterrorizando afro-religiosos — são arregimentados no cárcere e recebem anotações por ‘bom comportamento’ por suas conversões”, argumenta a carta em um pedido feito ao Tribunal de Justiça do Estado.
Os representantes das religiões de matriz africana pedem ainda que os ministros religiosos que promovem a perseguição contra grupos como umbanda, candomblé, batuque e Tambor de Mina, sejam acionados por crime de ódio e enquadrados na Lei de Segurança Nacional.
Entre os outros pontos citados no documento estão a promoção de políticas públicas e reparação das vítimas expulsas “de seus territórios sagrados e de culto pelos traficantes evangélicos”, fazendo menção aos casos de destruição de terreiros por líderes do tráfico.
Contradição
Embora os grupos de matriz africana utilizem como argumento a defesa pela liberdade religiosa, seu pedido apenas destaca a intolerância religiosa contra o cristianismo, que tem um trabalho consolidado dentro dos presídios.
A presença de missionários evangélicos é disparadamente numerosa nas prisões cariocas, se comparada a outras religiões. Dentre as 100 instituições aprovadas pela Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) para fazer assistência espiritual nos presídios do Rio em 2015, 81 são igrejas evangélicas — 47 de denominação pentecostal, 20 de missão e 14 de outras origens.
“Esta predominância acompanha uma tendência de crescimento dos evangélicos na sociedade, apontada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na pesquisa, percebemos que tanto para os detentos quanto para os funcionários das penitenciárias, a presença religiosa tem um efeito apaziguador e calmante em um ambiente muito tenso”, destacou o pesquisador Clemir Fernandes.
Fonte: Guia-me

Dove é acusada de racismo em campanha e pede desculpas

Propaganda da Dove acusada de racismoPropaganda da Dove acusada de racismo
Na sequência de fotos divulgada na página britânica da Dove, uma mulher negra, veste uma blusa marrom, que tira para revelar ser uma mulher branca. Tudo ao lado da foto de um sabonete da marca, dando a entender que a moça virou branca após se limpar com ele – o que passaria a mensagem de que a pele negra é suja, enquanto a branca seria limpa.
Internautas ficaram indignados com o anúncio e começaram a protestar. “Eles queriam dizer que era para todas as pessoas, mas acabaram irritando uma parte da população. Nós. Vamos só esperar pelo pedido de desculpas, agora”, comentou uma mulher negra.
O anúncio foi tirado do ar e a Dove publicou em seu Twitter um pedido de desculpas: “Uma imagem que postamos recentemente no Facebook errou ao representar mulheres de cor. Nós nos arrependemos profundamente da ofensa causada”.
Entre as manifestações de indignação dos internautas, foi lembrado que em 2011 a empresa foi acusada de racismo por uma campanha com o mesmo teor. A imagem com “antes” e “depois”, também dá a entender que a mulher negra seria o “antes” e a branca o resultado final do uso do produto.
Já em 2015, a Dove foi centro de outra polêmica ao lançar um bronzeador que era recomendado para uso em peles “de normal a escuras”, o que sugere que a pele escura não seria normal.
Fonte: UOL

Renato Cardoso, genro de Edir Macedo, é o novo comandante da Igreja Universal

Renato Cardodo e Cristiane Cardoso (genro e filha de Edir Macedo), apresentadores do Programa Love School (Escola do Amor)Renato Cardodo e Cristiane Cardoso (genro e filha de Edir Macedo), apresentadores do Programa Love School (Escola do Amor)
A Igreja Universal, uma das maiores redes de igreja do mundo, está passando por uma reestruturação no seu comando. Com isso, anuncia-se a chegada de Renato Cardoso (na foto ao lado da esposa e filha de Edir Macedo, Cristiane Cardoso) ao posto de comandante geral da igreja em todo o planeta, atrás apenas de Edir Macedo que é o dono.
Com essa chegada, o bispo de 45 anos, que é genro de Macedo, já começou a trocar algumas peças na igreja, a começar pelo “afastamento” daqueles que, eventualmente, poderão atrapalhar o seu governo.
Uma das primeiras ações de Renato foi tirar Honorilton Gonçalves do comando da Igreja Universal de Salvador, sendo transferido para a África. Isso ocorreu porque o bispo em questão tinha fama de questionador, e costumava emitir opiniões acerca das decisões tomadas internamente, algo que poderia desmoralizar Cardoso em algum momento, que preferiu não correr esse risco.
A transferência de Honorilton Gonçalves para a África não é um sinal de desprestígio, diferentemente de sua ida para Salvador, em 2013, quando foi afastado da vice-presidência artística da Record, cargo que ocupou durante quase uma década. Na época, esperava-se que ele assumisse uma posição de maior poder dentro da igreja.
Segundo membros da Universal, Gonçalves está indo para fora do Brasil justamente para ficar longe do centro de decisões da igreja, para deixar Renato Cardoso trabalhar em paz. Ele tem fama de contestador. Sua transferência, bem como a de Clodomir Santos, é mais uma movimentação no jogo de xadrez do poder dentro da Universal do que um castigo. Também serve para mostrar que quem manda agora é Cardoso.
O bispo Clodomir Santos foi mandado para os Estados Unidos, devendo cuidar de todas as igrejas por lá. A mudança foi anunciada pelo próprio Edir Macedo, em uma conferência feita com os lideres de todas as igrejas no Brasil.
Nova igreja
A nomeação de Renato Cardoso para a segunda posição mais importante da Igreja Universal já vinha sendo preparada desde maio do ano passado. Para fontes ouvidas pelo Notícias da TV, ele representa uma nova fase para a igreja.
Aos 45 anos, Cardoso é visto como um pastor moderno, que troca o discurso dogmático pelo apoio espiritual prático, aconselhando casais, por exemplo, como faz com sua mulher, Cristiane Cardoso, filha de Edir Macedo.
Esses aspectos também são apontados como seus pontos fracos. O fato de ser parente de Macedo pode se tornar uma fragilidade, algo que pode fazer sua liderança ser questionada _o que justifica ainda mais a transferência de Honorilton Gonçalves para a África.
Cardoso também é criticado por pastores mais tradicionais por causa de seu “estilo”  arrojado (ele não usa gravata, por exemplo) e por não ter uma história de vida marcada pelo sofrimento.
Procurada, a Igreja Universal, via assessoria de imprensa, não confirmou nem negou as mudanças em sua cúpula.
Fonte: Famosos na Web e Notícias da TV

Fantástico, da Rede Globo, defende ideologia de gênero como “brincadeira de criança”

Programa Fantástico, da Rede Globo, defendendo a ideologia de gêneroPrograma Fantástico, da Rede Globo, defendendo a ideologia de gênero
O programa “Fantástico” deste domingo (8) abordou a ideologia de gênero como uma “brincadeira de criança”, conversando com pais e especialistas que são contra separar o que é “de menino” e “de menina”.
Dizendo que essas separações são “ultrapassadas”, o programa mostrou que há uma série de pessoas criando seus filhos sem gênero para que eles decidam o que querem ser, ignorando a própria biologia que já determina o que cada criança é.
“A gente não coloca a criança numa caixa, deixa livre para ela ser o que quiser”, disse Ane. Ela e seu esposo, Tiago, criam seus dois filhos de um modo diferente, sem separar masculino e feminino.
O casal faz parte de um documentário dirigido por Estela Renner, “Repense o Elogio”, para a cineasta é proibido chamar uma menina de princesa, pois isso fortalece o estereotipo de ser “loira, delicada, branca e de olho azul”.
Renner acredita que as crianças devem ser elogiadas com palavras capazes de libertar a criança para que ela seja “quem nasceu para ser”.
Os especialistas mostrados na reportagem também assinam o pensamento em prol da ideologia de gênero, como o psiquiatra Alexandre Saadeh, da USP, que declara que crianças devem ser o que quiserem.
Uma escola no Rio de Janeiro, dirigida por Mariana Carvalho, já ensina para as crianças que não há um padrão a ser seguido, dizendo que as crianças não precisam de regras e que podem fazer o que quiserem. “O que importa é ser feliz”, conclui a diretora.
Vereador de Niterói critica reportagens do Fantástico
Em seu Facebook, o vereador de Niterói, Carlos Jordy (PSC), criticou as reportagens do “Fantástico” deste domingo dizendo elas promoveram “um verdadeiro show de horrores”.
Uma das matérias criticadas pelo parlamentar foi esta sobre crianças sendo criadas sem gêneros, uma matéria que para ele é uma “preparação para a lavagem cerebral”.
“Mais uma vez, ideologia de gênero. Mostram pais que dizem que deixam seu filhos livres para serem o que quiserem, que querem que eles sejam felizes e por isso não definem para eles que existem brinquedos nem modos de agir específicos de meninos ou de meninas”, escreve.
A segunda reportagem do programa da Globo falava sobre intolerância, colocando “traficantes evangélicos” destruindo imagens de centros de umbanda no Rio de Janeiro. A mesma reportagem ainda defendeu a mostra “Queermuseu” dizendo que as obras expostas não fazia apologia aos crimes de zoofilia, pedofilia e vilipêndio.
“A Globo demorou a falar sobre esses casos grotescos, pois percebeu a reação da população, que é majoritariamente contra a pedofilia, zoofilia e o desrespeito às religiões, mas isso estava sendo uma ameaça a sua agenda globalista e sua instrumentalização para redefinir os conceitos morais da sociedade. Agora ela mostrou sua face e partiu para o ataque. E nós vamos ficar parados? É hora de agir ou daqui a alguns anos estaremos sendo processados por ser contra ideologia de gênero, presos por sermos contra a pedofilia e repreendidos por preconceito com a zoofilia”, declarou o vereador.
Assista:
Fonte: JM Notícia

domingo, 8 de outubro de 2017

COVARDIA - NO BRASIL PRENDEM UMA SENHORA QUE ROUBOU POR FOME , MAS MANTEM POLÍTICOS LADRÕES SOLTOS . Mulher de 84 anos é detida furtando comida

Mulher de 84 anos é detida furtando comida  OBS . NÃO ESTOU DEFENDENDO O ERRO , MAS SIM O FATO  DA IDADE E  A NECESSIDADE .

Entre os produtos estão uma bandeja de carne moída, um pacote de leite em pó, iogurte e filtro para café

Uma mulher de 84 anos e a filha dela de 45 anos foram detidas furtando alimentos em um supermercado de Santa Bárbara D’Oeste. Entre os produtos estão uma bandeja de carne moída, um pacote de leite em pó, iogurte e filtro para café.

Os policiais relatam que chegaram ao local após solicitação de funcionários. Eles informaram que duas mulheres haviam subtraído os produtos e escondido dentro de uma bolsa. Ao saírem do supermercado foram abordadas e durante vistoria os itens foram localizados. O representante do supermercado informou que tais produtos não haviam sido pagos. Indagadas, as duas justificaram que estavam passando necessidade. As duas foram presas em flagrante e ficaram à disposição da Justiça.


CREIO QUE A  JUSTIÇA SOLTE AS MESMAS , OU PRENDAM TAMBÉM TODOS POLÍTICOS LADRÕES QUE ESTÃO SOLTOS POR AI .
Resultado de imagem para POLITICOS ACUSADOS QUE ESTÃO SOLTOS

http://correio.rac.com.br/_conteudo/2017/10/campinas_e_rmc/494518-idosa-de-84-anos-e-detida-furtando-comida.html#

Roberto Torrecilhas .

Pastor cria `garagem de Deus´ e faz doação de carros para viúvas e mães solteiras


Há seis anos atrás, o pastor Chris Williams estava voltando da igreja numa noite chuvosa em Montgomery, no Texas, quando avistou uma mãe e criança de sua igreja na beira da rodovia. Depois de oferecer carona, ele perguntou o que elas faziam ali.
“Elas me disseram que seu carro tinha ficado na loja por meses e não podiam pagar para tirar”, disse Chris, de 49 anos, ao site People. “Então eu decidi descobrir uma maneira de realizar o meu sonho de abrir uma oficina gratuita”.
Depois de fazer empréstimos e campanhas de doações, meses mais tarde Chris abriu a “Garagem de Deus”, um serviço de reparação de automóveis que trabalha gratuitamente para mães solteiras, viúvas e esposas de militares em campo.
Pastor cria `garagem de Deus´ e faz doação de carros para viúvas e mães solteirasDesde 2012, com a ajuda de voluntários, o grupo já reparou mais de 200 carros, sem nenhum custo e doou mais de 100 veículos restaurados para as mulheres necessitadas. O pastor decidiu ajudar as mulheres porque, ao longo dos anos, ouviu histórias de concessionárias e oficinas que tentam tirar proveito de mães solteiras e viúvas.
“Infelizmente, há pessoas que enganam praticamente qualquer pessoa. Além disso, os reparos do carro são muito caros, ainda mais onde eu vivo, que é uma área rural”, lamenta Chris. “Então, se você não tem carro, você não consegue um emprego. E se você não tem um emprego, você não pode comprar um carro. É um dilema cruel”.
Atualmente, o pastor conta com um grupo de cinco a dez homens voluntários que aparecem na Garagem de Deus para usar peças adquiridas através de doações. “Não há alegria maior do que ver uma mãe finalmente conseguir ir dirigindo para casa”, disse o voluntário Harvey Yaw, de 67 anos.
Para Shelby Grimet, de 25 anos, receber de presente um carro mudou todos os aspectos de sua vida como mãe solteira. “Foi difícil conseguir um emprego, porque eu não tinha como chegar lá”, disse a mãe de Rylan, de 5 anos. “Levaria uma eternidade para chegar a algum lugar de ônibus”.
Graças a iniciativa de Chris, ela conseguiu um emprego num museu e consegue passar mais tempo de qualidade com seu filho. “A garagem de Deus nos deu liberdade e tirou muito do nosso estresse. Todos os dias, eles estão mudando a vida das pessoas. Eles certamente mudaram a minha”, afirmou.
Finais felizes como de Shelby são a razão pela qual Chris e seus voluntários, muitas vezes, trabalham até tarde da noite. O pastor lembra quando deu a uma mãe solteira com três filhos as chaves de um carro grande e velho, se sentindo triste por não conseguir nada melhor.
“Era tão grande que parecia um barco”, comenta Chris. “Mas quando eu entreguei as chaves, uma de suas meninas começou a chorar, estendeu a mão e agarrou minha camisa. Ela me perguntou: ‘Você sabe o que isso significa? Significa que a mamãe pode me levar à escola e ao médico’. Foi uma experiência incrível e emocionante. Eu tive que continuar enxugando os olhos naquela noite”.

Líderes independentistas da Catalunha prestam depoimento e crise com Madri aumenta

Líderes independentistas da Catalunha prestam depoimento e crise com Madri aumenta
Líderes independentistas catalães comparecem nesta sexta-feira (6) à justiça espanhola para prestar depoimento pela acusação de sedição, o que deve aumentar a crise entre Madri e a Catalunha, que avança em seu projeto de declaração de independência.
A pior crise política em décadas na Espanha não dá trégua. Enquanto as autoridades da Catalunha mantêm o projeto de secessão após o referendo de autodeterminação do último domingo, que afirmam ter vencido, o governo central do primeiro-ministro Mariano Rajoy descarta qualquer diálogo até que os independentistas abandonem suas ambições.
Neste contexto, o comandante da polícia catalã, Josep Lluís Trapero, e os líderes de duas associações independentistas importantes, Jordi Sánchez e Jordi Cuixart, comparecem à Audiência Nacional de Madri.
Eles chegaram ao local acompanhados por um pequeno grupo de deputados catalães independentistas e do País Basco, tanto nacionalistas de direita como da esquerda separatista.
Os deputados não foram autorizados a entrar no edifício. Um deles exibiu a cédula de votação do referendo de autodeterminação aos policiais que protegiam o local.
A vice-comandante de Trapero, Teresa Laplana, comparecerá por videoconferência, por questões de saúde.
Os quatro prestam depoimento ao tribunal por suposta sedição - delito que pode resultar em uma pena de prisão de 10 anos para cidadãos comuns e 15 anos no caso de autoridades.
Investigação
A investigação está relacionada com manifestações realizadas diante de uma dependência do governo catalão em Barcelona nos dias 20 e 21 de setembro, quando a Guarda Civil realizava uma operação no local.
Os manifestantes danificaram veículos da Guarda Civil estacionados diante do prédio e impediram a saída dos agentes por várias horas.
Jordi Sánchez, da Assembleia Nacional Catalã, e Jordi Cuixart, da Omnium Cultural, discursaram, em cima de um dos veículos, para a multidão e pediram uma "mobilização permanente", de acordo com o documento da Audiência Nacional que admite a denúncia por sedição.
O conselheiro regional do Interior, Joaquim Forn, afirmou que Trapero tem "o apoio do governo" independentista da Catalunha e disse ter certeza que "não há nenhum tipo de delito e muito menos de sedição".
Justiça x independentistas
A justiça espanhola atua sem hesitar contra os independentistas, sobretudo o Tribunal Constitucional, que proibiu o referendo de autodeterminação e que nesta quinta-feira suspendeu a sessão prevista para segunda-feira no Parlamento regional, que poderia proclamar a secessão unilateral.
Assim como o Executivo regional catalão ignorou o tribunal e realizou a votação, embora sem as garantias habituais como uma junta eleitoral ou a possibilidade de um voto secreto, a presidente do Parlamento Carme Forcadell deu a entender que a agenda estava mantida.
Ao chamar a decisão do TC de "ato de extrema gravidade" que enfraquece "a liberdade de expressão" dos deputados, Forcadell disse que o Parlamento regional, dominado pelos independentistas, não permitirá a censura.

Maioria dos suicidas não procuraram apoio de igrejas, indica pesquisa


A maioria dos pastores acredita que suas igrejas estão bem equipadas para ajudar as pessoas que pensam em cometer suicídio. Mas poucas pessoas procuram uma igreja antes de pôr fim às suas vidas, indica uma nova pesquisa.
Resultado de imagem para NÃO AO SUICIDIOO estudo conduzido pela LifeWay Research revela que 80% dos pastores acreditam que a igreja pode ajudar quem está prestes a tirar a própria vida. No entanto, apenas 4% dos membros das igrejas que viram um amigo próximo ou membro da família cometer suicídio disseram que os líderes de sua igreja sabiam sobre as dificuldades que os suicidas enfrentavam.
Um dos aspectos que mais chama atenção é o fato de que quase um terço das vítimas de suicídio frequentava a igreja, pelo menos uma vez por mês, no período anterior à sua morte. Porém, apenas 8% dos amigos e familiares desses suicidas dizem que a igreja sabia sobre suas lutas.
“Apesar de terem as melhores intenções, as igrejas nem sempre sabem como ajudar aqueles que tem dificuldades com sua saúde mental”, acredita Scott McConnell, diretor executivo da LifeWay Research.
A pesquisa revelou ainda que 76% dos fiéis entendem que o suicídio é um problema que deveria ser tratado em sua comunidade, enquanto 32% dizem que um amigo ou membro da família morreu por suicídio.
Ao mesmo tempo, dentre os que conviveram diretamente com os suicidas, 42% perderam um membro da família, 37% perderam um amigo, 8% perderam parentes, 6% perderam um colega de trabalho e 5% perderam um conhecido. Dois por cento dizem que perderam um “outro membro da igreja”.
O estudo entrevistou 1.000 pastores e 1.000 evangélicos membros de igrejas. A pesquisa foi encomendada pela Associação Americana de Conselheiros Cristãos, Programa de Aconselhamento da Universidade Liberty, a Escola de Medicina da Universidade Liberty e o Comitê Executivo da Convenção Batista do Sul.
“Em nossa cultura, o suicídio tem sido, há muito tempo, um tema que temos medo de discutir”, assegura Tim Clinton, presidente da Associação Americana de Conselheiros Cristãos. Ele acredita que é necessário um amplo debate sobre o suicídio e que a Igreja deveria abordar mais frequentemente essa questão. 

Ministro de Temer e bispo da Universal, Marcos Pereira teria recebido propina milionária

Marcos Pereira - bispo da Igreja Universal e ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio - outubro 2017Marcos Pereira - bispo da Igreja Universal e ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio - outubro 2017
O ministro Marcos Pereira (PRB), titular da pasta da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) do governo de Michel Temer e bispo licenciado da Igreja Universal, teve novamente o nome envolvido em delação premiada. O empresário Joesley Batista, da JBS, revelou ao Ministério Público que acertou propina de R$ 6 milhões ao político.
Para provar o que disse, o dono do grupo JBS apresentou ao Ministério Público um áudio no qual ele aparece negociando diretamente com o ministro o repasse do dinheiro.
Nela, o ministro diz que está muito feliz no governo de Michel Temer. Joesley, que já colhia provas de corrupção para entregar às autoridades e está gravando o ministro sem que ele soubesse, puxa o assunto sobre os pagamentos: “ Eu não lembro mais a conta”, provoca.
O ministro responde: “Meia cinco zero”. Marcos Pereira ressalta que já haviam se reunido cinco vezes. Joesley faz as contas: “Uma… Cinco e quinhentos… Cinco vezes cinco… Cinco de quinhentos dá… Dois e quinhentos, tá”, diz Joesley, que continua somando: “Mais uma, dá mais quinhentos (…) “Três e seiscentos e cinquenta. Três seiscentos e cinquenta”.
Joesley pede que o ministro inclua em suas anotações o valor do pagamento daquele dia: “Então, anota aí… Mais seiscentos e vinte”. O ministro concorda com os cálculos: “Seis, é isso aí… É isso aí”.
Joesley contou aos procuradores que a propina paga teve o objetivo de conseguir empréstimo de 2,7 bilhões na Caixa Econômica Federal, ainda no governo Dilma.
Em fevereiro, delação da Odebrecht afirmou que o ministro do PRB negociou repasse de caixa 2 da empreiteira no valor de R$ 7 milhões em troca de apoio do partido à reeleição da chapa Dilma-Temer.
Confira trechos da conversa gravada
Joesley: Deixa eu te falar, aqui, você lembra? Eu não lembro mais a conta… Como que era?
Marcos Pereira: Meia, cinco, zero…
Joesley: Como que era? Não…
Joesley: Quanto era o saldo? Não lembro mais…
Marcos Pereira: Da última vez…
Marcos Pereira: Ah, pera, não sei…
Joesley: Meia, cinco, zero… Ah…
Joesley: Dividido por 3? Um setecentos e trinta divido por três.
Marcos Pereira: Cinco, sete, meia…
Joesley: Mais umas três vezes nós mata essa p…
Marcos Pereira: Pode ficar tranquilo
Joesley: o fluxo caiu
Marcos Pereira: Imagino
Joesley: Cara, o fluxo caiu. A lojinha tá vendendo menos. E eu agora só tô pegando as lojinhas nossas, né?
Fonte: Veja e Diário do Nordeste

http://folhagospel.com/ministro-de-temer-e-bispo-da-universal-marcos-pereira-teria-recebido-propina-milionaria/

Filme sobre Bispo Edir Macedo, “Nada a Perder” tem novas imagens divulgadas

Petrônio Gontijo faz Edir macedo no filme Petrônio Gontijo faz Edir macedo no filme "Nada a Perder"
O longa “ Nada a Perder ”, que conta a trajetória do Bispo Edir Macedo, estreia somente em 2018, mas imagens do filme já foram liberadas. Em gravação desde abril deste ano, a película contará a trajetória de Macedo, desde a juventude até a criação da Igreja Universal do Reino de Deus, passando pela compra da Rede Record e até os dias de hoje.
O filme também não fugirá das polêmicas, e deve retratar o episódio em que um pastor da Igreja chuta uma santa e a negociação de compra da emissora com Silvio Santos . O ator que fará o dono do SBT, aliás, já foi escalado, mas seu nome é mantido em sigilo. Já o responsável por dar vida a Edir Macedo é o ator Petrônio Gontijo , que já atuou em novelas da Record , como “Os 10 Mandamentos” e “Os Mutantes”.
Petrônio Gontijo e Day Mesquita como Edir e Ester Macedo em cena de Em imagens divulgadas de “Nada a Perder”, é possível ver, por exemplo, momentos da cerimônia de casamento do Bispo com Ester Macedo, interpretada por Day Mesquita. Com gravações feitas em São Paulo, Rio de Janeiro, Soweto na África do Sul e Israel, o longa conta ainda com André Gonçalves no papel de R. R. Soares, cunhado de Macedo, com quem ele rompeu relações por divergências sobre o comando da Igreja.
Além da trajetória de Macedo, o filme ainda retratará a história de pessoas que já passaram pela sua vida, como foi o caso no cantor Latino. Interpretado no longa por Rafael Awi, Latino será retratado em um episódio de sua juventude, quando morava na rua e recebeu apoio e comida do Bispo da Universal .
Lançamento mundial
“Nada a Perder” será dividido em duas partes, com a primeira chegando aos cinemas no primeiro trimestre de 2018. A Netflix comprou os direitos de exibição do longa que, após três meses da estreia será disponibilizado na plataforma. Já pensando na distribuição mundial, o filme sobre a vida de Edir Macedo deve ser lançado em 190 países.
Fonte: 24HorasNews

Michel Temer teve encontro com pastores da Assembleia de Deus em Belém

Encontro de Michel Temer com pastores da Assembleia de Deus em Belém
Encontro de Michel Temer com pastores da Assembleia de Deus em Belém
A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto confirmou na noite desta sexta-feira, 6, que o presidente Michel Temer esteve na quinta-feira, 5, no Templo Central da Assembleia de Deus, em Belém, e disse que o compromisso aconteceu “de última hora” e não constou na agenda pois ela não foi atualizada.
No site do Planalto, que registra imagens oficiais do presidente, há fotos da visita, incluindo uma em que há um banner desejando boas-vindas ao presidente.
O encontro fora da agenda com os evangélicos aconteceu pouco depois de Temer fazer acenos à Igreja Católica, ao participar de cerimônia de assinatura do protocolo de intenções para destinar à Arquidiocese de Belém uma área de 10,8 mil metros quadrados.
Segundo fontes que já haviam confirmado o compromisso, Temer foi retribuir uma visita que recebeu no Palácio do Planalto no dia 17 de maio do Pastor Samuel Câmara. O dia da reunião com o pastor foi marcante para o governo já que, pouco depois da agenda em seu gabinete, eclodiu a maior crise do governo, com a divulgação da notícia de que ele foi gravado pelo empresário Joesley Batista. Naquele dia, para marcar a visita, Temer postou uma foto com o pastor no Twitter: “Recebi, hoje, mais um exemplar da Bíblia das mãos do pastor Samuel Câmara. Um livro sagrado que guia a minha vida e de milhões brasileiros”.
Recebi, hoje, mais um exemplar da Bíblia das mãos do pastor Samuel Câmara. Um livro sagrado que guia a minha vida e de milhões brasileiros.
Segundo a agenda oficial de Temer, após evento na capital paraense. o presidente embarcaria direto para Alcântara, no Maranhão. A partida estava marcada para as 12h30. O presidente saiu do evento por volta do meio dia e, de acordo com o Planalto, acabou embarcando às 13 horas para o Maranhão.

Fonte: Estadão

“Não chame meninas de princesas”, diz campanha da Avon

Uma campanha da Avon tem gerado polêmica nas redes sociais por pedir aos pais que não chamem suas filhas de “princesas”, dizendo que o elo...