sexta-feira, 13 de novembro de 2015

QUEM NÃO TEM PECADO QUE ATIRE A PRIMEIRA PEDRA


“Alguns mestres da Lei e fariseus levaram a Jesus uma mulher que tinha sido apanhada em adultério e a obrigaram a ficar de pé no meio de todos. Eles disseram:
 -Mestre, esta mulher foi apanhada no ato de adultério. De acordo com a Lei que Moisés nos deu, as mulheres adúlteras devem ser mortas a pedradas. Mas o senhor, o que é que diz sobre isso?
Eles fizeram essa pergunta para conseguir uma prova contra Jesus, pois queriam acusá-lo. Mas Ele se abaixou e começou a escrever no chão com o dedo. Como eles continuaram a fazer a mesma pergunta, Jesus endireitou o corpo e disse a eles:
- Quem de vocês estiver sem pecado, que seja o primeiro a atirar uma pedra nesta mulher!
 Depois curvou-se outra vez e continuou a escrever no chão.Quando ouviram isso, todos foram embora, um por um, começando pelos mais velhos. Ficaram só Jesus e a mulher, e ela continuou ali, de pé. Então Jesus endireitou o corpo e disse:
- Mulher, onde estão eles? Não ficou ninguém para condenar você?
- Ninguém, senhor! - respondeu ela. Jesus disse:
- Pois Eu também não condeno você. Vá e não peque mais!” (JOÃO 8 v. 3-11)
Queridos irmãos, o Espírito Santo do nosso Pai, o Deus Todo-Poderoso vem mais uma vez nos alertar do perigo que corremos de não sermos  aceitos por Ele por causa das nossas más ações.
A passagem bíblica acima mostra o quanto agimos com hipocrisia, sempre apontando o pecado dos outros, mas esquecendo a podridão que carregamos dentro do coração.
Jesus nos ensinou que devemos amar e respeitar nossos irmãos e, que de forma alguma, devemos julgar e condená-los.
Então por que vivemos criticando, julgando e falando mal uns dos outros?
Porque vivemos nas trevas, por não obedecermos ao que o nosso Senhor e Salvador nos ensinou. E quando deixamos de obedecer ao Mestre Jesus Cristo, passamos a fazer essas coisas malignas.“De novo Jesus começou a falar com eles e disse:
- Eu Sou a luz do mundo; quem Me segue nunca andará na escuridão, mas terá a luz da vida. Vocês julgam de modo puramente humano; mas Eu não julgo ninguém.
E, se Eu julgar, o Meu julgamento é verdadeiro porque não julgo sozinho, pois o Pai, que Me enviou, está Comigo.”                  (JOÃO 8  v. 12, 15-16)
Todos somos filhos do mesmo Pai, o Deus Todo-Poderoso.  Foi Ele quem nos deu vida. Mas embora alguns tenham tomado caminhos errados,  continuam sendo filhos de Deus e nossos irmãos. Somos uma família, por isso devemos obedecer ao Pai, para sermos usados por Ele para ajudarmos nossos irmãos. Como Pai Deus fica triste em ver Seus filhos sendo usados pelo inimigo para fazer mal uns aos outros. E Ele quer que esses filhos enxerguem o caminho errado que estão seguindo. E Deus conta conosco para trazer nossos irmãos de volta para Ele. Por isso paremos de ofender, de apontar o erro do outro, pois agindo assim seremos reconhecidos como filhos de Deus.
Dê bom exemplo para que quando Deus usar você para falar com seu irmão ele te ouça e enxergue que o caminho que está seguindo é errado. Somos uma família por isso devemos ajudar nossos irmãos e não apedrejá-los. Você pode ver o que for, mas não julgue, não jogue pedras, tenha sempre misericórdia daqueles que estão cegos e escolheram caminhos errados. Ore por eles e peça ao Pai sabedoria para falar com seus irmãos. Lembre-se que você também é um pecador. “Um fariseu convidou Jesus para jantar. Jesus foi até a casa dele e sentou-se para comer. Naquela cidade morava uma mulher de má fama. Ela soube que Jesus estava jantando na casa do fariseu. Então pegou um frasco feito de alabastro, cheio de perfume, e ficou aos pés de Jesus, por trás. Ela chorava e as suas lágrimas molhavam os pés dele. Então ela os enxugou com os seus próprios cabelos. Ela beijava os pés de Jesus e derramava o perfume neles. Quando o fariseu viu isso, pensou assim: ‘Se este homem fosse, de fato, um profeta, saberia quem é esta mulher que está tocando nele e a vida de pecado que ela leva.’
Jesus então disse ao fariseu:
- Simão, tenho uma coisa para lhe dizer:
- Fale, Mestre! - respondeu Simão.
Jesus disse:
- Dois homens tinham uma dívida com um homem que costumava emprestar dinheiro. Um deles devia quinhentas moedas de prata, e o outro, cinquenta, mas nenhum dos dois podia pagar ao homem que havia emprestado. Então ele perdoou a dívida de cada um. Qual deles vai estimá-lo mais?
- Eu acho que é aquele que foi mais perdoado! - respondeu Simão.
- Você está certo! - disse Jesus.
Então virou-se para a mulher e disse a Simão:
- Você está vendo esta mulher? Quando entrei, você não Me ofereceu água para lavar os pés, porém ela os lavou com as suas lágrimas e os enxugou com os seus cabelos. Você não Me beijou quando cheguei; ela, porém, não pára de beijar os meus pés desde que entrei. Você não pôs azeite perfumado na Minha cabeça, porém ela derramou perfume nos Meus pés. Eu afirmo a você, então, que o grande amor que ela mostrou prova que os seus muitos pecados já foram perdoados. Mas onde pouco é perdoado, pouco amor é mostrado.
Então Jesus disse à mulher:
- Os seus pecados estão perdoados.
Os que estavam sentados à mesa começaram a perguntar:
- Que homem é esse que até perdoa pecados?
Mas Jesus disse à mulher:
- A sua fé salvou você. Vá em paz.” (LUCAS 7 v. 36-50)
“E digo a vocês que muita gente vai chegar do Leste e do Oeste e se sentar à mesa no Reino do Céu com Abraão, Isaque e Jacó. Mas as pessoas que deviam estar no Reino serão jogadas fora, na escuridão. Ali vão chorar e ranger os dentes de desespero.”  (MATEUS 7 V 10-12)
Se prepare para vinda do Senhor, tomando cuidado com os julgamentos que você faz, lembrando sempre que Deus e Jesus estão te observando e que você é um pecador.
“Jesus também contou esta parábola para os que achavam que eram muito bons e desprezavam os outros:
- Dois homens foram ao Templo para orar. Um era fariseu, e o outro, cobrador de impostos. O fariseu ficou de pé e orou sozinho, assim: ‘Ó Deus, eu te agradeço porque não sou avarento, nem desonesto, nem imoral como as outras pessoas. Agradeço-te também porque não sou como este cobrador de impostos. Jejuo duas vezes por semana e te dou a décima parte de tudo o que ganho.’
- Mas o cobrador de impostos ficou de longe e nem levantava o rosto para o céu. Batia no peito e dizia: ‘Ó Deus, tem pena de mim, pois sou pecador!’
E Jesus terminou, dizendo:
- Eu afirmo a vocês que foi este homem, e não o outro, que voltou para casa em paz com Deus. Porque quem se engrandece será humilhado, e quem se humilha será engrandecido.” (LUCAS 18 v. 9-14)






http://www.eusouquemsou.net.br/quem_nao_tem_pecado.html

REDE ESGOTO DE TELEVISÃO - Vídeo a favor do aborto, com atores da Globo, já tem 2ª maior média de reprovação do Youtube

Imagem redimensionada
Um tiro no pé. A expressão popular talvez possa definir o efeito do vídeo "Meu Corpo, Minhas Regras", lançado no Youtube em 3 de novembro (2015).

O vídeo que teria a proposta de "elucidar um debate sobre o aborto" parece não ter cumprido seus objetivos, após ter questionado os registros bíblicos e sugerido que Jesus não teria realmente nascido de uma virgem.

Em menos de um mês, a porcentagem de reprovação é gigantesca e já está colocando o vídeo entre os mais odiados da história do Youtube, com cerca 87% de marcações "não gostei", feitas pelos usuários da plataforma de vídeos. Até hoje, o vídeo mais 'odiado' foi "Rebecca Black – Friday", com 88% de reprovação, segundo uma pesquisa da revista SuperInteressante.

Além disso, os comentários com críticas contra o vídeo continuam sendo postados, não somente no Youtube, mas também no Facebook, Twitter e outras mídias sociais.

"Eu tenho 15 anos e tenho consciência de que abortar vai contras os princípios da vida, como seremos contra a morte de pessoas e a favor do aborto, porque aborto é morte, vamos parar de ser hipócritas e pensar mais. Respeite Nossa senhora, respeite a vida e Me respeite", postou uma internauta.

"A vida de um bebê deve ser protegida em todas as circunstâncias. Deprimente!!", postou outra usuária.

"Aproveitando, assistam e comentem também os vídeos da Planned Parenthood que vazaram nos EUA. Vai ficar lindo", comentou um dos internautas, fazendo referência ao escândalo de venda de órgãos / tecidos de bebês abortados, envolvendo a maior instituição responsável por procedimentos de interrupção da gravidez nos EUA.

"Desafio os atores a fazerem um vídeo equivalente sobre o que eles acham do Islamismo, do profeta Maomé, de sua esposa, e de como são tratadas as mulheres pelos muçulmanos. Não esqueçam de colocarem legendas em inglês, francês e árabe. Assim realmente saberemos que são corajosos em abordar temas polêmicos e não têm medo de qualquer retaliação", comentou outro internauta.
Reação

Conhecida por militar contra o aborto, a psicóloga cristã Marisa Lobo está divulgando uma
petição online, na qual os internautas podem expressar o seu repúdio ao vídeo "Meu Corpo, Minhas Regras".

"A peça publicitária, de extremo mal gosto [...] dissemina mentiras sobre o cristianismo e insiste na ideia de que o aborto é um ato legítimo", diz parte do texto da petição, que já foi assinado por mais de 52 mil pessoas.

Após a publicação do vídeo, o pastor gaúcho Jackson Jaques também decidiu responder à campanha, afirmando que a informação de que "haveria um erro de tradução na Bíblia, quando se afirma que Maria ainda era virgem qd estava carregando Jesus em seu ventre" está equivocada.

A própria psicóloga paranaense também decidiu gravar um vídeo em resposta à campanha "Meu Corpo, Minhas Regras" e já acumula 103 mil curtidas em sua postagem do Facebook.
Maria não era virgem? Homem de barriga? Apologia ao aborto? Kkk Atores da globo!!! Deu vergonha alheia. Meu repúdio! !! Homens se apropriando de pautas femininas?? Ridículo! !!
Posted by Marisa Lobo on Sexta, 6 de novembro de 2015


Clique abaixo para conferir o vídeo polêmico:




Fonte: Guia-me

AGENDA GAY - Cristãs são demitidas por recusarem chamar aluna de `menino´


Cristãs são demitidas por recusarem chamar aluna de `menino´
Duas professoras de uma creche na cidade de Katy, Texas, foram demitidas no início do mês por se recusarem a chamar de ‘menino’ uma aluna de seis anos de idade.
Madeline Kirksey e sua colega Akesha Bogany Wyatt entraram na justiça contra o Centro de Aprendizagem Infantil Lighthouse, alegando que sua demissão foi por motivos religiosos.
Segundo ambas, a direção da escola as demitiu por que elas não aceitaram a “imposição da agenda transgênero”. Katy é uma pequena cidade na periferia de Houston, onde a prefeita Annise Parker, que é lésbica, tem atacado abertamente as igrejas.
Kirksey acredita que seus direitos a liberdade religiosa foram violados e quer o emprego de volta. Elas contrataram como advogados Andy Taylor e Briscoe Cain, que já defendem outros casos de discriminação religiosa.
Recentemente, Taylor derrotou a prefeitura de Houston na batalha legal relacionada a uma lei que possibilitava aos transgêneros escolher qual banheiro público preferiria. Durante o longo processo, vários pastores da cidade, que lutavam contra essa lei foram obrigados a submeter seus sermões a um juiz, sob alegação que estavam pregando homofobia.
Os cristãos se mobilizaram e como resultado, o governador Greg Abbott assinou a lei 2065, conhecida como “Lei de proteção ao pastor”, a qual assegura aos ministros o direito de não celebrarem cerimônias de casamento homossexual nas igrejas pelas quais são responsáveis.
O caso das professoras cristãs está gerando uma nova onda de protestos no Texas. Tudo começou quando um casal gay, responsável por um dos alunos, pediu que as funcionárias da escola chamassem a sua filha de “menino”. Além de trocarem o nome da criança, cortaram seu cabelo e a vestiam como um menino.
Contudo, as professoras dizem que a criança já frequentava a escola por quatro meses antes que seu pais decidissem que ela mudaria de ‘gênero’. Contam ainda que a menina alternava seu comportamento, em alguns dias afirmava ser menina e em outros, menino. Quando procuraram a direção da escola, receberam um documento que as ‘ensinava’ como lidar com alunos trangêneros.
Quando elas se recusaram, alegando que isso contrariava seus princípios religiosos, e que isso era uma forma de ‘abuso infantil’, foram demitidas. O caso da menina estaria criando problemas na escola, que tem cerca de 100 alunos, pois ela estava sendo ‘exposta ao ridículo’, afirma o processo.
A professora Wyatt afirmou: “Ser ou não ser uma menina ou um menino não é um assunto adequado para as crianças discutirem nessa idade. Como cristã e mãe de uma criança que frequenta a mesma escola, não queria expor meu filho nem as outras crianças a este assunto. Os pais dos demais tinham o direito de saber o que estava acontecendo “.
O advogado Andy Taylor disse à imprensa que “Novamente a insistência das comunidades LGBT na criação de direitos especiais para um pequeno grupo de pessoas está atropelamento as liberdades civis dos demais.” 


CPAD

Trazendo a Arca lança músicas inéditas no Sony Music Live


 
Contagem regressiva para a estréia do novo álbum do Trazendo a Arca – Habito no Abrigo – no iTunes e Google Play. Nesta próxima sexta-feira (13) será lançada a pré-venda do novo trabalho inédito do ministério de louvor. 
 
Mas pra quem não consegue aguardar até o dia 13, a dica especial é que 3 faixas deste novo trabalho já estão disponíveis no projeto Sony Music Live lançado no último dia 10. O projeto Sony Music Live é uma iniciativa inédita da Sony Music em que toda terça-feira, sempre às 18h são disponibilizados 3 vídeos de artistas da gravadora. O projeto iniciou-se com Gabriela Rocha e na sequência apresentou Paulo César Baruk, Marcela Taís e nesta semana, Trazendo a Arca. Na próxima semana já está confirmada a estréia de Salomão do Reggae e na sequência, Cristina Mel. 
 
O Trazendo a Arca estará nas próximas semanas muito envolvido no lançamento e divulgação deste novo projeto. Nos dias 16 e 17 de novembro estarão em SP atendendo às mídias locais. Depois Cuiabá (18/19), Volta Redonda/RJ (20), Campinas/SP (22) e entre 24 a 27 com intensa agenda no Rio de Janeiro. No dia 27, às 17h, o Trazendo a Arca estará participando de um Face to Face junto ao público com grande interação. 
 
Confira a participação do Trazendo a Arca no Sony Music Live:
 
 
 
Fonte: Assessoria de Imprensa Sony Music

COLABORE COM PORTAS ABERTAS / UM TRABALHO EM FAVOR DA IGREJA PERSEGUIDA

Portas Abertas YouTube Facebook Instagram Twitter
Roberto Torrecilhas,
Confira as notícias sobre irmãos que compartilham de nossa fé, mas não de nossa liberdade.
Do dia 26/11 a 6/12 a equipe da Portas Abertas juntamente com parceiros que aceitaram o desafio, levarão encorajamento e treinamento para um grupo de líderes e pastores na América Latina.
Eles também visitarão crianças e adolescentes de pais cristãos e conhecerão projetos na região. Interceda para que a viagem gere muitos frutos e saiba como realizar uma viagem de campo em 2016.
 

A revista de novembro já está na sua casa, aproveite para conhecer um pouco mais sobre como o ministério de presença atua junto aos cristãos perseguidos. Você poderá conferir muitas histórias reais sobre como a Igreja Perseguida tem sido impactada pelas ações da igreja livre. Se você ainda não recebeu a revista, entre em contato conosco. 
 
Saiba mais sobre como foi o evento que reuniu cerca de 150 mulheres das diversas regiões do Brasil no Vale de Benção, no interior de São Paulo. Elas passaram por momentos de renovo, intercessão, reflexão, louvor e adoração em prol da Igreja Perseguida.
 
  
 
ORE
#VamosOrar de novembro
 
APP
Aplicativo Portas Abertas
Acompanhe as notícias, fotos, vídeos, pedidos de oração e devocionais
 
  
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

O SACRIFÍCIO DE YESHUA



Faria algum sentido que um ser humano entregasse a sua vida em favor de outrem, se não houvesse uma grande e maior propósito nessa entrega? Ou até uma maior recompensa?

Na lógica humana é difícil de aceitar que alguém esteja disposto a sacrificar a sua vida a favor de terceiros. Porém, ao longo da História, muitos casos houve em que algumas pessoas entregaram as suas vidas para que outros fossem beneficiados. Sim, somos capazes de encontrar alguns exemplos. Veja-se alguns exemplos nas guerras e nas batalhas de conquista.

Tomemos o exemplo da História de Portugal, em que, um companheiro de armas de D. Afonso Henriques, o cavaleiro Martim Moniz, acabou morrendo entalado numa porta de acesso ao castelo da cidade de Lisboa, para que os seus companheiros de armas fossem bem-sucedidos na conquista do castelo aos Mouros, permitindo-lhes a entrada no castelo por essa mesma porta.

Mas, o sacrifício deste homem, embora ainda hoje recordado, foi efémero. Há porém um caso, aquele em que O próprio Deus Se entregou a Si mesmo na pessoa do Seu Único Filho, Yeshua, para que, ainda hoje, seja possível a salvação de muitos milhões de almas que se arrependem dos seus caminhos desviados e a Ele se entregam. Vemos assim o plano de YHWH cumprido na morte (e ressurreição) de Seu Filho e nas promessas que estas palavras contém:

Romanos 8:32“Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?”

Sim, Yeshua sabia de antemão ao que vinha, porque Dele e do Seu sacrifício falaram os profetas anunciando a salvação dos que se arrependem e voltam para O Pai através do Filho (Yeshua significa “Salvação de YAH” ou “YAH salva”):

Efésios 5:2“E andai em amor, como também Cristo vos amou, e se entregou a si mesmo por nós, em oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave”.

Nenhum outro sacrifício se pode comparar a este, pois Yeshua não tinha pecado e, só assim, tendo cumprido a Sua missão, continua ainda hoje a resgatar a muitos através do Seu sangue inocente.

Sim, Ele cumpriu tudo o que acerca Dele estava escrito nas palavras dos profetas, pelo que, não existe qualquer outro sacrifício que se possa comparar a este…porque, Ele foi morto desde a fundação do mundo, como nos é dito em Apocalipse 13:8. E este é o mistério que desde o princípio esteve oculto aos homens e que foi revelado nos últimos dias, em Yeshua HaMashiach: o sacrifício perfeito que foi concebido antes da fundação do mundo – Colossenses 1:26-28; 1.Timóteo 3:16.

João, o baptista, anunciou Aquele que vinha como Salvador quando disse: “Eis O Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”. Infelizmente muitos ainda hoje não reconhecem a importância deste sacrifício, pois é difícil de conceber que Alguém perfeito e eterno, saia da Sua esfera celestial para morrer a favor das Suas criaturas.

Sim, através deste sacrifício, Ele veio para resgatar e chamar a Si um povo santo e zeloso de boas obras. Não se pense, porém, que Ele morreu (e ressuscitou) por todos. Não, a recompensa da sua morte/sacrifício é só para aqueles/as que se arrependem dos seus caminhos desviados da vontade do Pai (a Sua Lei/Torá e as palavras dos Seus profetas) e voltam para O Pai através do Filho, aceitando-O como O Senhor das suas vidas.

E quantos são os que O aceitam nessa condição? Segundo a Palavra, somente um remanescente é que herdará as promessas da vida eterna…nada mais! E nós? Estamos neste grupo restrito? Ou antes: que temos de fazer já hoje para sermos achados aptos para herdar o reino do Altíssimo e virmos a ser revestidos da Sua glória?

Vem Adonai Yeshua vem despertar alguns cujo coração/mente só Tu conheces.

Allelu-YAH! Bendito seja O Santo Nome de YHWH

JACO - ISRAEL

De todos os relatos da Torá, este é um dos mais envoltos em mistério. Conta-nos a história da luta entre um ser humano e um anjo e a da ...