sexta-feira, 11 de setembro de 2015

ATÉ AQUI NOS AJUDOU O SENHOR - MUITO OBRIGADO SENHOR JESUS .







Agradeço a  Deus por cada vida que ELE colocou ao meu lado nesses 48  anos de vida . 

Minha esposa , meus amados filhos , meus amigos , meus irmãos .

Foram muitos que passaram por minha vida nesses 48  anos de vida , uns me ajudaram , outros machucaram , outros foram embora e deixaram saudades , outros passaram e deixaram marcas .
Mas tudo foi aprendizado , tudo foi crescimento , tudo foi usado na obra de DEUS para moldar minha vida , para que hoje , mais do que nunca , eu possa falar , OBRIGADO JESUS , EU TE AMO  , pois até aqui me ajudou o SENHOR .

Ap Roberto Torrecilhas

VASOS DE HONRA X VASOS DE DESONRA

Resultado de imagem para VASOS DE HONRA E DE DESONRAO apóstolo Paulo é enfático em especificar quem são os vasos para honra: "Somos nós", ou seja, os vasos para honra é a igreja (corpo) do Deus vivo! "Mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade" ( 1Tm 3:15 ). Os vasos para honra também são designados "vasos de misericórdia": "... nos vasos de misericórdia, que para a glória já dantes preparou, os quais somos nós, a quem chamou, não só dentre os gentios?" ( Rm 9:22 -24).

Quem são os vasos para honra e quem são os vasos para a desonra? Quem é o barro e quem é o oleiro?
Muitas questões doutrinárias surgiram ao longo da história da igreja por causa da má interpretação deste versículo. Porém, estas questões são facilmente respondidas quando o leitor compreender o real significado de cada figura presente no versículo.
Deus é o Oleiro e Ele tem poder sobre o barro. Ou seja, não há como o homem questionar a soberania e o poder de Deus "Ai daquele que contende com o seu Criador! O caco entre outros cacos de barro! Porventura dirá o barro ao que o formou: Que fazes? Ou a tua obra: Não tens mãos?" ( Is 45:9 ).
Quem é o barro? Todos os homens são descritos como barro. O homem foi criado do pó da terra, e por isso, a figura do barro remete ao homem, uma das criaturas de Deus.
O profeta Isaias evidência as diferenças entre o homem e o Criador utilizando as figuras do oleiro e do barro: "Vós tudo perverteis, como se o oleiro fosse igual ao barro, e a obra dissesse do seu artífice: Não me fez; e o vaso formado dissesse do seu oleiro: Nada sabe" ( Is 29:16 ). É evidente que Deus é o oleiro, e o homem, o barro.
Estas figuras foram utilizadas várias vezes no Antigo Testamento: "Mas agora, ó SENHOR, tu és nosso Pai; nós o barro e tu o nosso oleiro; e todos nós a obra das tuas mãos" ( Is 64:8 ).
A primeira parte do versículo é facilmente respondida: "Ou não tem o oleiro poder sobre o barro...?" ( Rm 9:21 ). Sim! Deus tem total poder sobre os homens (barro)! O oleiro representa a pessoa do Criador, que de uma mesma massa (barro) cria vasos para uso diverso (honra e desonra).
Deus tem poder sobre os homens, mas, quem são os vasos (homens) para honra e quem são os vasos (homens) para desonra?
A bíblia apresenta algumas figuras em pares antagônicos. Observe:

  • Porta larga e porta estreita;
  • Caminho largo e caminho estreito;
  • Árvore má e árvore boa;
  • A planta não plantada pelo Pai e a planta que o Pai plantou;
  • Filhos das trevas e filhos da Luz;
  • Servos do pecado e servo da justiça;
  • Semente corruptível e semente incorruptível;
  • Carne e Espírito;
  • Vasos para desonra e vasos para honra.

As perguntas se avolumam diante do quadro acima: Quem é a porta larga? Quem é, ou o que é o caminho largo? Quem é a árvore boa; Quem são as plantas que o Pai não plantou? Quem são os filhos das trevas? Quem são os servos do pecado? Qual é a semente corruptível? Quem é carnal? Quem são os vasos para desonra?
É certo que Deus tem poder sobre o barro! Porém, o versículo demonstra que Deus pega de uma mesma massa (barro) e faz vasos para honra e vasos para desonra "... para da mesma massa fazer um vaso para honra e outro para desonra?" ( Rm 9:21 ).
Como é possível de uma mesma massa serem feitos vasos para honra e vasos para desonra? O que diferencia os vasos para honra e os vasos para desonra não é a massa (barro) que foram moldados. A diferença está na utilidade dos vasos (vasos para honra e vasos para desonra).
Através dos elementos apresentados no parágrafo anterior é possível esclarecer outro ponto: tanto os vasos para honra, quanto os vasos para desonra são moldados (feitos) de uma mesma massa (barro). Ou seja, a distinção entre vasos para honra e vasos para desonra não é proveniente da massa que os vasos são moldados. De uma mesma massa Deus faz vasos (homens) para honra e desonra.
Podemos dizer que há homens para honra e homens para desonra, sendo que, todos são provenientes de uma mesma massa (barro).
Quem são os homens (vasos) para honra, e quem são os homens (vasos) para desonra? Quando eles são feitos?
Os três versículos seguintes são esclarecedores:

"E que direis se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição, a fim de que também desse a conhecer as riquezas da sua glória nos vasos de misericórdia, que para a glória já dantes preparou, os quais somos nós, a quem chamou, não só dentre os gentios?" ( Rm 9:22 -24).
Paulo é enfático em especificar quem são os vasos para honra: "Somos nós", ou seja, os vasos para honra é a igreja (corpo) do Deus vivo! "Mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade" ( 1Tm 3:15 ).
Os vasos para honra também são designados "vasos de misericórdia": "... nos vasos de misericórdia, que para a glória já dantes preparou, os quais somos nós, a quem chamou, não só dentre os gentios?" ( Rm 9:22 -24).
Através do versículo anterior foi possível determinar quem são os vasos para honra! São os cristãos, homens (vasos) que Deus chamou dentre todos os povos.
Agora, quem são os vasos para desonra?
Eles representam uma seita? Uma organização? Uma igreja? É o anticristo? São os Falsos profetas?
Os vasos para desonra também foram designados por Paulo como "vasos da ira", e eles foram preparados especificamente para a destruição. O apóstolo Paulo demonstra que Deus suportou os vasos criados para desonra com muita paciência!
A resposta sobre quem são os vasos para desonra está nos versículos seguintes:

"Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus. Ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus; Para demonstração da sua justiça neste tempo presente, para que ele seja justo e justificador daquele que tem fé em Jesus" ( Rm 3:23 -26).
Deus suportou com paciência os vasos da ira (desonra) ( Rm 9:22 ), e, concomitantemente, propôs através do sangue de Cristo, propiciação pela fé a todos (vasos para desonra) que cometiam pecado sob a paciência de Deus ( Rm 3:25 ).
Deus "... suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição" ( Rm 9:22 ), para "... demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus" ( Rm 3:25 ).
Que entrave para a mente humana! Você, que hoje é vaso para honra por meio da fé em Cristo, outrora já foi um dos vasos para desonra.
Isto demonstra que, os vasos da ira, ou os vasos preparados para a perdição, são todos aqueles que pecaram e foram destituídos da glória de Deus. Por que vasos da ira? Porque são filhos da ira e da desobediência ( 1Co 15:22 ).
Isto leva a seguinte conclusão: todos pecaram em Adão, ou seja, os vasos para desonra (ira) são provenientes da semente corruptível de Adão.
É possível construir o seguinte paralelo entre Adão e Cristo:

Adão (O primeiro Adão) Cristo (O último Adão)
Porta larga Porta estreita
Caminho largo Caminho estreito
Árvore má Árvore boa
Planta não plantada pelo Pai Planta que o Pai plantou
Filhos das trevas Filhos da Luz
Servos do pecado Servos da justiça
Semente corruptível Semente incorruptível
Carne Espírito
Vasos para desonra Vasos para honra

Paulo demonstra que 'todos pecaram e foram destituídos da glória de Deus' Rm 3: 23. Verifica-se que todos pecaram em Adão, e que em Adão os homens são feitos vasos para desonra "Pois assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição veio por um homem" ( 1Co 15:21 ).
De igual modo, os homens que crêem são justificados pela redenção que há em Cristo ( Rm 3:24 ) "Pois assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem" ( 1Co 15:22 ).
Isto por si só demonstra que os vasos para desonra são feitos (criados) em Adão. Todos os nascidos segundo a vontade da carne, a vontade do varão e do sangue são vasos de desonra preparados para ira. São filhos da ira e da desobediência de Adão ( Jo 1:12 -13).

Deus utiliza a mesma massa que dá forma aos vasos para desonra para fazer vasos para honra. A 'matéria prima' (massa) que Deus utiliza para fazer a nova criatura (vaso para honra) é a mesma que foi utilizada para fazer os vasos para desonra.
O homem nascido de Adão é criado um novo homem por meio da fé em Cristo. Ou seja, a mesma massa utilizada para fazer os vasos para perdição (homens nascido de Adão), agora é utilizada para fazer vasos para honra (homens nascidos da água e do Espírito).
Não é possível apresentar qualquer outro tipo de interpretação às figuras apresentadas no quadro acima. O primeiro Adão é alma vivente, é da terra e é homem carnal.
Os vasos para honra são feitos (criados) em Cristo, o último Adão. Ele é Espírito vivificante ( 1Co 15:45 ). Ele é homem espiritual e é de cima (céu).
Todos que crêem em Cristo, conforme diz a Escritura, são feitos vasos para honra em Cristo Jesus. São vasos de misericórdia. Deixaram a condição de vaso para desonra, pois alcançaram misericórdia.
A mesma massa que foi utilizada para fazer vasos para desonra em Adão, agora é utilizada para fazer vasos para honra em Cristo. É da mesma massa (homens nascidos em Adão) que Deus faz vasos para honra (homens nascidos do último Adão).
Isto demonstra que Deus tem poder sobre a massa para fazer vasos para honra e vasos para desonra. É por isso que, aqueles que crêem, recebem poder para serem feitos (cridos) filhos de Deus.
Os vasos preparados para a destruição que crerem Naquele que o Pai enviou serão feitos (criados) vasos para honra segundo o poder de Deus que operou em Cristo ressuscitando-o dentre os mortos ( Ef 1:19 ).
As figuras dos vasos para honra e vasos para desonra também são utilizadas pelo apóstolo dos gentios ao escrever a Timóteo:

"Ora, numa grande casa não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra. De sorte que, se alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e idôneo para uso do Senhor, e preparado para toda a boa obra" ( 2Tm 2:20 -21).
Ao escrever a seu filho na fé ( 2Tm 2:1 ), Paulo estava tratando de questões relativas à igreja (local) que estava sob o cuidado de Timóteo.
A igreja (corpo) de Jesus Cristo é constituída somente de vasos para honra, porém, no ajuntamento solene de pessoas, há vasos para honra e vasos para desonra (crentes e descrentes).
Este versículo trata especificamente do ajuntamento solene de pessoas, onde várias pessoas reúnem-se (crentes e descrentes).
Quando o apóstolo estabeleceu o comparativo entre uma grande casa e o ajuntamento solene de pessoas crentes e descrentes, ele torna evidente que não há somente vasos de ouro e prata nestes ajuntamentos (reuniões), mas que também há vasos de pau e barro.
Ora, se em uma grande casa há vários tipos de vasos feitos de materiais diferentes (ouro, prata, pau e barro), da mesma forma o ajuntamento solene, que congrega varias pessoas, é um misto de pessoas com valores culturais diferenciados.
Sobre as qualidades e méritos de cada indivíduo que compõe a igreja local, Paulo é bem claro: "Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós" ( 2Co 4:7 ). Paulo sabia qual o valor do conhecimento humano perante o evangelho de Cristo ( 1Co 3:15 ).
O apóstolo Paulo falava a sabedoria proveniente de Deus, para que a fé dos irmãos não estivesse alicerçada em valores provenientes da sabedoria humana ( 1Co 2:5 ).
Ou seja, o apóstolo Paulo pregava o evangelho de maneira dissociada de suas qualidades pessoais. Isto porque ele não pregava a si mesmo "Pois não pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus..." ( 2Co 4:5 ). Ele tinha plena consciência de que era vaso de barro.
E quanto a nós? Você se considera que tipo de vaso?
Em Cristo Jesus o cristão é vaso para honra, mas há aqueles que ousam classificar ou medirem a si próprio "Porque não ousamos classificar-nos, ou comparar-nos com alguns, que se louvam a si mesmos; mas estes que se medem a si mesmos, e se comparam consigo mesmos, estão sem entendimento" ( 2Co 10:12 ).
Enquanto Paulo considerava ser um vaso de barro por causa da excelência de Deus, havia aqueles que consideravam ser vasos de ouro e prata, por considerarem a si mesmos como mestres, doutores, pastores, graduados, etc. O que Paulo considerou como escória para ganhar a Cristo, eles (maus obreiros) consideravam como forma de evidenciar uma posição de honra e destaque perante a igreja local ( Fl 3:8 ).
Não é o ser vaso de ouro e prata (qualidades pessoais) que torna o homem vaso para honra. E não é o ser vaso de pau e barro que torna alguém vaso para desonra.
É Deus que tem poder sobre o homem (barro), para constituí-los vasos para honra, e não importa as suas qualidades pessoais (ouro, prata, pau ou barro), pois, é Ele quem faz vasos para honra em Cristo.
Os vasos para desonra moldados em Adão não são provenientes da vontade de Deus, mas da vontade do homem, da carne e do sangue. Não importam quais são as qualidades dos homens nascidos em Adão, é preciso ser feito vaso para honra. Nicodemos é um exemplo claro de um vaso para desonra que possuía vários méritos e qualidades pessoais, etc.
De quais coisas é necessário ao homem purificar-se para ser um vaso para honra? Das contendas de palavras e dos falatórios inúteis que produzem maior impiedade ( 2Tm 2:14 e 16). Este era o caso de Himeneu e Fileto, que não conservaram o modelo das sãs palavras de Cristo e se desviaram da verdade do evangelho ( 2Tm 1:13 e 18).
Crer conforme o modelo das sãs palavras de Cristo, ou seja, crer conforme a Escritura torna um vaso preparado para desonra e que foi destinado à destruição em um vaso de honra e misericórdia.
Mas, se o homem não guardar o modelo das sãs palavras do evangelho, será vaso para desonra e sujeito a ira de Deus.
Quem não segue o caminho de Fileto e Himeneu é separado para uso exclusivo de Deus (santificado). É idôneo para uso, uma vez que é participante da herança dos santos na Luz ( Cl 1:12 ). Foi criado para toda a boa obra ( Ef 2:10 ).
Com base no que foi exposto, vem a pergunta: você é vaso para honra ou vaso para desonra?
Se você creu em Cristo conforme diz a Escrituras e guarda o modelo das sãs palavras do evangelho (persevera), você foi criado um novo homem (vaso) para honra e louvor ao nome de Deus ( Ef 1:11 -12).
Mas, aquele que não crê na mensagem do evangelho ou que transtorna a doutrina do evangelho, é vaso para desonra, preparado para a perdição, visto que, 'não crê no nome do unigênito Filho de Deus', e, por tanto, já está debaixo de condenação.
Isto demonstra que Deus não predestinou os homens nascidos em Adão à perdição (embora eles sejam preparados para a destruição), visto que, os cristãos eram filhos da ira e da desobediência, mas foram suportados por Deus com muita paciência ( Rm 9:22 ).
Aqueles que eram preparados para perdição, mas que ao ouvirem a palavra do evangelho e creram, foram remidos dos pecados dantes cometidos sob a paciência de Deus, e tornaram-se vasos para a honra ( Rm 3:25 ).
Agora, compreendendo esta verdade, não tenha um sentimento de soberba, achando que você é melhor que os demais (vaso de ouro, prata), antes guardem este tesouro, sabendo que é vaso de barro, criado em Cristo para toda boa obra ( 2Co 4:7 ).
Agora, ao analisar o contexto do capítulo 9 de Romanos, temos que os israelitas confiavam da carne que eram filhos de Deus. Não atinavam que os nascidos segundo a carne são carnais. Não era porque eram descendentes de Abraão que eram seus filhos (filho de Abraão é o mesmo que filho de Deus).
Para ser filho de Abraão é preciso a mesma fé que teve o crente Abraão, que creu na promessa de Deus. Os judeus cofiavam da carne que eram filhos de Deus, porém, segundo a carne eram filhos de Adão. Continuavam na condição de filhos da ira e da desobediência.
Eles (judeus) eram vasos de desonra como os demais gentios, pois todos os homens são gerados segundo a carne por causa de Adão. Tanto judeus quanto gentios precisam nascer de novo para serem feitos filhos de Deus, tornando-se vaso para honra.

VIA GRITOS DE ALERTA.

Sem autorização da CBF, jogadores receberam pastor na concentração nos EUA


Imagem redimensionada

A religião voltou a ocupar o noticiário da seleção brasileira. Sem nenhum tipo de autorização, o pastor Guilherme Batista visitou a concentração da equipe comanda por Dunga e se encontrou com jogadores como Kaká e o zagueiro David Luiz. Segundo assessoria da CBF, a reunião ocorreu sem o aval da comissão técnica que não autoriza manifestações do tipo durante o período de concentração. 

A informação é do blog ‘Bastidores’, do GloboEsporte.com. Os encontros ocorreram nos horários livres de jogadores no HOTEL EM que o time se hospedou em Boston, durante a turnê do time pelos Estados Unidos. Nas imagens publicadas pelo Pastor é possível ver atletas como Kaká, Alisson, Douglas Santos, Douglas Costa, Jefferson, David Luiz, Lucas, Marcelo Grohe e Lucas Lima rezando. Em uma das postagens o pastor afirma que os jogadores ‘se entregaram a Cristo’. 

Desde que Dunga assumiu a seleção brasileira é permitido que os jogadores se encontrem com familiares e integrantes de seus estafes nas folgas. A autorização não se aplicaria a reuniões religiosas. 

O pastor Guilherme Batista é o líder do “Ministério Transformados” que tem como bandeira ‘influenciar a juventude a ter uma vida totalmente na presença de Deus’.

O líder cristão participou do momento com os atletas, a convite dos jogadores David Luiz e Kaká e expressou em suas postagens do Facebook (fotos e vídeos do momento) a sua gratidão em poder encontrar pessoalmente os jogadores da seleção e orar pelas vidas destes. Segundo ele próprio relatou, quando garoto, tinha o sonho de entrar para a seleção como jogador, mas acabou chegando ao grupo por outros caminhos e com outros propósitos.

"Hoje eu me deparei com um dos dias mais especiais e importantes da minha vida, pois cheguei em um dos lugares que mais sonhei chegar, só que de uma forma totalmente louca! Fui convocado para a Seleção Brasileira! Mas para fazer o que Senhor me chamou e ordenou, que é levar a Palavra de Deus!", contou.

Guilherme ainda revelou que três integrantes do time entregaram suas vidas a Jesus e celebrou o acontecimento.

"Hoje o céu esteve em festa em nossa reunião, pois 3 vidas se entregaram a Cristo voltando pra Jesus e tomando a decisão certa! Meu Deus, como bendizer Seu nome por tudo que tens feito por mim?", comemorou.

Nas imagens além de David Luiz, também é possível reconhecer alguns outros jogadores que participaram da reunião, como o goleiro Marcelo Grohe, Maicon, Fernandinho, Lucas, entre outros.





Fonte: Yahoo e Guia-me

Primavera Árabe floresce de forma diferente para os cristãos


Primavera Árabe floresce de forma diferente para os cristãos
Entre os anos de 2010 e 2011, quando a chamada Primavera Árabe invadiu muitos países no Oriente Médio e norte da África, a Missão Portas Abertas testemunhou uma verdadeira revolução em algumas regiões do Egito. Um cristão não identificado postava diariamente em seu blog os detalhes dos acontecimentos e como a igreja reagiu àquele momento. Foi solicitado a ele que fizesse uma reflexão sobre os últimos cinco anos. Então, ele escreveu o seguinte:
"Quando as primeiras imagens daquela multidão apareceram na TV, eu escrevi algumas frases sarcásticas, e essa foi a minha primeira reação. Eu questionei: ‘que liberdade e bem-estar social buscamos em um país como o Egito? Uma nação dominada pelo punho de ferro de um regime tirano e embebido em corrupção? No final do dia, só vamos receber algumas bombas de gás lacrimogêneo como resposta, e um par de canhões de água para desmantelar a multidão enfurecida. Vão nos mandar de volta para casa ainda pior do que saímos, chegaremos nus e molhados’. Confesso que subestimei o poder do povo com as minhas palavras".
O cristão disse que os primeiros dias da revolução de 2011, foi uma grande surpresa: "Aquela maioria egípcia de rendidos e submissos ao seu destino, tinha o ideal de trazer uma mudança verdadeira para a sociedade. Mas eu achei que aquilo era irrelevante, talvez um sonho fora de alcance, que não valia a pena sonhar. Mas o nosso grande país mergulhou num caos, em apenas algumas horas. Hosni Mubarak tinha governado por três décadas, de repente, o chão abaixo de seus pés balançou como num terremoto, até que finalmente ele caiu através de uma das fendas, levando muitos de sua administração com ele".
Segundo o cristão, depois disso a situação do país foi de mal a pior: "Os muçulmanos assumiram o poder e o Egito teve uma grande queda econômica, política e social. O único lado bom disso tudo é que a Igreja acordou. Descobrimos que precisamos orar mais e buscar o reino de Deus em primeiro lugar, em vez de segurança e conforto. E agora temos que lidar com um novo problema, que é a emigração dos nossos irmãos, incluindo pastores e líderes", ele lamenta e finaliza.

Muçulmanos refugiados na Alemanha se convertem ao Evangelho após serem abrigados por igreja

A Alemanha tem sido, até agora, o principal destino de milhares de imigrantes que deixam seus países no oriente fugindo do extremismo islâmico. E uma igreja, em especial, tem sido procurada por centenas deles.
A Trinity Church, em Berlim, liderada pelo pastor Gottfried Martens, viu o número de fiéis saltar de 150 para mais de 600 em apenas dois anos. De acordo com informações da agência Associated Press, Martens acolhe os refugiados e fala a eles da mensagem do Evangelho. Muitos se convertem.
“Você vai romper com Satanás e seus maus atos? Você vai romper com o Islã?”, questiona o pastor Martens ao iraniano Mohammed Ali Zonoobi, um carpinteiro que buscou refúgio com a esposa e dois filhos na Alemanha. “Sim”, responde Zonoobi.
Depois de confessar sua fé em Jesus Cristo, ele é batizado “em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo” pelo pastor e deixa de ser Mohammed para se tornar Martin, um novo convertido.
A história de Zonoobi é ilustrativa para centenas de casos de pessoas que procuram ajuda para deixar a vida difícil no Oriente Médio e encontram no Evangelho a oportunidade de deixar o islamismo para trás e conseguir asilo político na Alemanha.
Segundo o pastor, a decisão de “entregar a vida para Jesus”, em muitos casos, é influenciada pela tentativa de conseguir abrigo oficial no país, pois como no Irã e Afeganistão, por exemplo, a conversão de um muçulmano ao cristianismo é punida com a morte, é improvável que o governo alemão os deporte.
No entanto, o líder evangélico conta que não se importa com isso, pois a cada vez que alguém procura ajuda na igreja, ele tem uma oportunidade de falar do Evangelho. Como resultado, menos de 10% dos que se batizam deixam de frequentar os cultos.
Ainda temerosos, os novos convertidos preferem manter suas identidades em sigilo, e no momento que procuram as autoridades para pedir asilo, não falam abertamente sobre sua conversão, pois temem que sejam deportados com registros de sua conversão ao cristianismo, e terminem morrendo em seus países
Zonoobi, no entanto, garante que seu caso é diferente. Ele revelou que anos atrás ele havia ganho uma Bíblia de seus amigos cristãos e participava de cultos secretos. Quando completou 18 anos, decidiu que fugiria para a Alemanha na primeira oportunidade, pois havia visto seus amigos serem presos por seguirem o cristianismo.
Ele e sua esposa Afsaneh, que passou a atender pelo nome de Katarina, definem o batismo como um recomeço: “Agora somos livres e podemos ser nós mesmos. O mais importante é que os nossos filhos terão um bom futuro aqui e poderão obter uma boa educação na Alemanha”, conclui.

NG

Líder da Assembleia de Deus se divorcia de esposa e anuncia novo casamento

O divórcio parece estar em alta no meio evangélico. Desde que o Pr. Jabes de Alencar apresentou sua nova esposa, outros líderes do segmento manifestaram o interesse em fazer o mesmo, assumindo NOVOS RELACIONAMENTOS amorosos e até casando-se novamente, passando pra outra(s).
Agora foi a vez do Pr. Ubiratan Bapista Job, que já foi vice-presidente da CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil), um dos mais importantes cargos na hierarquia da igreja, além de ter sido também presidente da convenção gaúcha da denominação e pastor-presidente da Assembleia de Deus em Porto Alegre. O caso foi deflagrado pelo escritor e teólogo Geremias Couto, que publicou em seu perfil no Facebook uma nota de repúdio junto a uma foto com o convite para o novo casamento do pastor.
Ele disse que o intuito da publicação não é escandalizar mas sim abrir os olhos dos cristãos para a hipocrisia existente no seio da igreja: “Temos de rasgar a hipocrisia que toma conta de nossas instituições e expor a forma despudorada e sem temor com que líderes ‘de respeito’ perdem qualquer senso do ridículo”, disse ele.
conviteCoincidência ou não, o pastor Ubiratan foi aposentado da AD Porto Alegre no final de maio deste ano. Para muitos, o ato serve para tentar abafar o episódio de separação do pastor. Ele ficou a frente da AD Porto Alegre durante 11 anos como pastor-presidente, ao lado de sua antiga esposa, Eliane da Silva Job. Em seu lugar foi nomeado o Pr. João Oliveira.
Pode casar de novo?O tema do divórcio gera controvérsias, principalmente quando o ato parte de alguma liderança. Para a grande maioria, o ato é pecado, com base nas palavras de Jesus que dizem que se um homem se separar de sua MULHER E vier casar novamente estará cometendo adultério. No entanto, líderes como Pr. Jabes de Alencar, Caio Fábio, o cantor Kléber Lucas e a cantora Lauriete, além do senador cristão Magno Malta, já utilizaram o divórcio, que é um tema não tão combatido pela maioria dos líderes justamente por muitos deles incorrerem nesse ato que é considerado pecado por muitos.
Portal  entrou em contato com a secretaria da AD Porto Alegre mas até o fechamento dessa matéria não obteve resposta. O espaço continua aberto para que o Pr. Ubiratan e a igreja possam se manifestar


VIA  GRITOS  DE  ALERTA

FINAL DOS TEMPOS - Pastor e mulher são presos suspeitos de estuprar menina para tirar 'maldição do sexo', em Edeia

Pastor e mulher são presos suspeitos de estuprar menina para tirar 'maldição do sexo', em Edeia Segundo relato da vítima à políc...