sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Família do Pastor Saeed Abedini pede por encontro com o presidente do Irã


Família do Pastor Saeed Abedini pede por encontro com o presidente do Irã
A esposa e os filhos do pastor atualmente preso no Irã, Saeed Abedini, estão pedindo ao presidente iraniano pela libertação do líder cristão.
Abedini está preso injustamente, desde 2012, em uma prisão iraniana. Os relatórios dizem que Abedini sofreu diversos espancamentos de guardas e também de outros presos, os quais geraram a necessidade de atendimentos médicos especiais, os quais o pastor ainda não teve acesso.
A esposa de Abedini, Naghmeh, escreveu uma carta ao embaixador do Irã na ONU, apelando-lhe que conceda uma reunião entre ele, o chanceler Zarif, o presidente Rouhani e ela, de acordo com o site Charisma News.
O ministro das Relações Exteriores do Irã vai estar em Nova York, ao final de setembro (2015), para assistir à sessão 70 da Assembleia Geral das Nações Unidas e Naghmeh - junto aos Rebekka e Jacob - estão aproveitando a oportunidade para fazer todo o possível pela libertação de Saeed.
Naghmeh escreve em sua carta: "Meu marido tem um grande amor e respeito pelo Irã, e por isso que, durante os três anos antes de sua prisão, nossa família se comprometeu a abrir um orfanato para jovens crianças de rua. Quando Saeed retornou ao Irã em 2012, como fizera tantas vezes, era para colocar no lugar do membro do conselho final, um devoto muçulmano xiita de Qom. Embora tenhamos vivido nos Estados Unidos com as crianças desde 2005, temos o compromisso de servir aos mais necessitados no Irã".
A carta continua: "Saeed não é uma ameaça contra o Irã ou contra a estabilidade de seu governo. Saeed é um bom marido e bom pai... A finalidade da Assembleia Geral das Nações Unidas é de facilitar a discussão e tomada de decisões que contribuam para o alcance da paz e da segurança em todo o mundo. No entanto, o meu marido permanece na prisão por nada mais do que o exercício pacífico de sua fé. Portanto, é com o mesmo espírito de diplomacia e decência que governa a sessão anual da Assembleia Geral das Nações Unidas que eu respeitosamente solicito uma reunião para mim e minha assessoria jurídica com o presidente Rouhani, o Ministro dos Negócios Estrangeiros e Zarif, para discutir a situação de Saeed. Me farei disponível à sua conveniência".

MATADORES DE CRISTÃOS MANTIDOS POR EVO MORALES , DILMA E PT , DO ESTADO ISLÂMICO , DITAM REGRAS


Estado Islâmico estabelece `11 Mandamentos´ para cristãos que querem continuar vivos na Síria
O grupo Estado Islâmico (EI) emitiu um "contrato de segurança" que os cristãos residentes da cidade síria de Qaryatian, que está sob domínio dos jihadistas, devem seguir. O documento inclui 11 mandamentos específicos para eles obedecerem em custa de sua sobrevivência.
De acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, os cristãos de Qaryatian terão que pagar o imposto "jizya jizyah", uma cobrança destinada aos não-muçulmanos, além de outros mandamentos emitidos pelo líder do EI, Abu Bakr al-Baghdadi.
Dentre as 11 cláusulas, estão listadas as proibições de estabelecimento de igrejas, exibição de cruzes, fazer com que os muçulmanos ouçam as orações ou rituais de culto cristão, a ocultação de espiões, pregar as crenças religiosas aos islâmicos, o porte de armas, a venda de carne de porco ou vinho para os muçulmanos, e não se vestir modestamente.
Nahren Anweya, um ativista assírio-americano, disse que o grupo terrorista pretende suprimir qualquer presença cristã no Iraque e na Síria, onde já conquistaram diversas cidades e vilas. "Toda nossa terra ancestral foi completamente tomada e agora eles nem sequer nos permitem sustentar nossa fé em um só Deus e em seu filho, Jesus Cristo", disse Anweya ao site International Business Times.
"Temos sido purgados de Mosul, Nínive, Khabour, Hassaka, Qaryatian e muito mais pátrias assírios ancestrais. Eles levaram nossas pátrias nativas, as nossas meninas, nossas igrejas e agora eles querem as poucas vidas que nos restam", completou o ativista.
International Christian Concern (ICC) observou que restam apenas cerca de 250 cristãos ortodoxos em al Quaryatayn.
O EI emitiu contratos semelhantes aos cristãos em outras cidades que estão sob domínio dos jihadistas, como o Raqqa, embora crentes fugitivos relatem que não há mais cristãos lá.
"A campanha dos extremistas para estabelecer seu Estado Islâmico e expulsar o cristianismo da Síria continua ampliando o sofrimento e provocando o deslocamento de milhares de cristãos, e mais de 12 milhões de sírios. Não haverá paz estável e duradoura na Síria até que os cidadãos de todas as religiões possam ser capazes de viver juntos, com todos os direitos protegidos", disse Todd Daniels, representante do ICC no Oriente Médio.
Relatórios apontam que quase metade dos sírios cristãos, o que significa cerca de 450 mil pessoas, têm se deslocado ou estão vivendo no exterior como refugiados desde 2011.

Homem orando durante ação de despejo gera comoção


Homem orando durante ação de despejo gera comoção
O céu da zona norte de Osasco, na região metropolitana de São Paulo, foi marcado por uma fumaça negra que vinha da comunidade Nelson Mandela em junho deste ano. As propriedades foram montadas em um terreno privado na divisa com Barueri, onde a Polícia Militar realizou uma ação de desapropriação.
Enquanto alguns moradores disseram que foi a PM quem iniciou as chamas no local, representantes da PM alegaram que o incêndio havia sido causado por moradores não-identificados. Em meio ao incêndio, muitos não tiveram tempo e nem auxílio para retirar seus pertences.
Em meio ao caos, um fotógrafo registrou um momento de sincero clamor de um homem, que estava prestes a perder tudo o que havia construído na comunidade. Com uma Bíblia nas mãos e os joelhos no chão, o homem fez uma oração antes de abandonar o local onde residia.
A imagem, compartilhada por centenas de pessoas no Facebook, ainda causa comoção entre os usuários. "Como não sofrer com os que sofrem? E chorar com os que choram?", questionou um deles.
De acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), o espaço, que começou a ser ocupado em janeiro de 2014, pertence à empresa Dias Martins S/A Mercantil e Industrial e abrigava 3 mil barracos e cerca de 13 mil pessoas. Os moradores, por sua vez, falavam em 7 mil barracos.

OS RIOS DO EGITO



Conforme às profecias de YHWH que nos são transmitidas pelos Seus servos, a humanidade está hoje a viver grandes acontecimentos a que a maioria não presta atenção, mas que não podem passar despercebidos aos que estudam a Palavra e confiam no que ela nos transmite, pois a Sua Palavra de YHWH é verdadeira.

Vem esta introdução a propósito do que Isaías aponta acerca dos grandes acontecimentos/problemas economicos e sociais que o Egito tem vindo a experimentar nos últimos anos e, em particular, para uma parte da profecia cuja materialização está próxima.

Ao lermos Isaías 19 O Eterno anuncia castigos (peso) que haveriam de sobrevir ao Egito nos últimos dias (aqueles que estamos a viver hoje). Resumidamente:

  1. YHWH mesmo castigará o Egito
  2. Os egípcios se levantarão contra os egípcios, o que vem acontecendo nos últimos anos, após o início da chamada “Primavera Árabe”, que há muito deixou de ser Primavera e se transformou no “Inverno Árabe”
  3. YHWH os entregará na mão de um senhor cruel (General Assisi?)
  4. Secarão as águas do mar e dos seus rios e canais, exalando mau cheiro, pois tudo secará junto ao Rio Nilo, o que causará fome em larga escala, dado que até os peixes morrerão
  5. As indústrias tradicionais do linho desaparecerão
  6. O desemprego será imparável e as populações ficarão desoladas
  7. Todo o seu trabalho será infrutífero, será vão
  8. Cinco grandes cidades virar-se-ão para Israel em busca de auxílio
  9. E virá o dia em que os egípcios buscarão ao Elohim de Israel
  10. Da mesma forma como YHWH está a ferir o Egito, também curará esta nação, fazendo que O Egito venha a ser uma bênção no meio da terra.

Tudo isto está bem patente na profecia de Isaías 19. Porém, por agora, queremos chamar a atenção para a forma como o cumprimento da profecia da secagem dos rios irá ocorrer.

O mundo não está atento mas, a montante do Rio Nilo, o principal rio do Egito, do qual dependem toda a agricultura, indústrias, pesca e transportes marítimos no interior do país, a Etiópia está prestes a concluir a construção e enchimento de uma das maiores barragens do mundo, a Barragem do Milênio, a qual irá reter as águas do Rio Nilo no seu território.

É evidente que esta construção já vem desencadeando grandes controvérsias entre os países da região, havendo mesmo quem tenha sugerido a sua destruição pela força…tal será o impacto que a obra virá a ter sobre países como o Egipto, cuja economia depende, essencialmente do Rio Nilo.

Mas a Palavra do Altíssimo não volta atrás, pelo que a profecia de Isaías irá ter o seu cumprimento integral. A caricatura das consequências desta construção podem ser entendidas através do seguinte “cartoon”:

 

Que se faça a vontade do Altíssimo YHWH. A Sua Palavra é fiel.

Vem Adonai Yeshua vem despertar alguns cujo coração/mente só Tu conheces.

JACO - ISRAEL

De todos os relatos da Torá, este é um dos mais envoltos em mistério. Conta-nos a história da luta entre um ser humano e um anjo e a da ...