quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Edir Macedo afirma que Jesus não seria contra os gays

O líder da Igreja Universal do Reino de Deus, bispo Edir Macedo, usou o seu programa diário “Palavra Amiga”, para externar a sua opinião sobre a prática gay.
Aos 70 anos de idade, o dono da TV Record e idealizador do Templo de Salomão em São Paulo, disse que não tem nada contra os homossexuais e afirmou que “nem Deus faria isso“.
Edir Macedo, também criticou a postura de outros pastores evangélicos, sem citar nomes, mais que indiretamente dá a entender que estes pastores são Marco Feliciano e Silas Malafaia, que são conhecidos por suas oposições a pratica homossexual.
“…no tempo de Jesus, já haviam homossexuais e que ele não disse nada e muito menos levantou uma bandeira contra o movimento“, disse o líder da IURD.

“Nós da Igreja Universal do Reino de Deus, não impomos nada contra ninguém. Há muitos crentes, pastores e igrejas levantando uma bandeira contra o movimento gay, contra o casamento homossexual, contra lésbicas, etc, etc, etc. Eu me pergunto: Jesus faria isso se estivesse vivendo no nosso tempo? Eu não creio que ele faria, porque no tempo dele já havia homossexuais, lésbicas e etc.”, disse Edir Macedo.
Macedo não é o único líder religioso que tem se mostrado a favor da prática gay, mais recentemente um pastor batista mudou seu posicionamento sobre a homossexualidade após o seu filho assumir ser gay, além disso, muitas igrejas evangélicas tem apoiado o casamento gay.
Já em meados de 2013, o papa Francisco manifestou tolerância à relação homossexual na Igreja Católica dizendo aos jornalistas “Quem sou eu para julgar os gays? Se uma pessoa é gay, busca Deus e tem boa vontade, quem sou eu para julgá-la?”

PADOM

ISRAEL SE PREPARA PARA A GUERRA NA PALESTINA: 'NOSSA RESPOSTA SERÁ DURA'

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, responsabilizará o Hamas em caso de um ataque vindo da Faixa de Gaza. Neste domingo, ...