quinta-feira, 2 de abril de 2015

O VERDADEIRO SENTIDO DA PÁSCOA - FELIZ PÁSCOA A TODOS .

A Escritura Sagrada, a Bíblia é a única fonte segura sobre este assunto. A verdadeira Páscoa foi instituída muito antes de Jesus vir ao mundo e foi comemorada para celebrar a libertação dos israelitas da escravidão de Faraó na terra do Egito, mas não somente isto. A Páscoa prefigurava o sacrifício de Cristo em nosso favor.  Portanto, é essencial compreendermos a relação da primeira pascoa com a instituição da Ceia por Cristo, quando Ele mesmo a celebrou antes de ir à cruz como o sacrifício vivo e perfeito por nossos pecados. 

A Páscoa do Senhor

Imagens da pascoaA celebração da Páscoa foi instituída pelo Senhor ao anunciar a décima e última praga sobre o Egito: a morte dos primogênitos. Moisés fora instruído por Deus sobre como realizar a Páscoa: cada família israelita teria que sacrificar um cordeiro e o sangue deste seria usado para molhar os umbrais das portas, pois à meia noite o anjo destruidor passaria ali.
A páscoa judaica: cada casa deveria ser marcada com sangue: a segurança
Imagens da pascoaPáscoa, o que quer quer dizer? O relato bíblico nos ensina que a casa onde não houvesse a marca do sangue o primogênito morreria. Assim está escrito: “E aquele sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes; vendo eu sangue, passarei por cima de vós, e não haverá entre vós praga de mortandade, quando eu ferir a terra do Egito.” (Êxodo 12.13) Daí o nome em hebraico “Pessach”, que significa “passagem” ou “passar por cima”. O significado da pascoa é, portanto, livramento da morte, salvação.
O cordeiro -símbolo de Cristo a morrer por nossos pecados
Naquela noite memorável os hebreus comeram o cordeiro acompanhado de pão ázimo (sem fermento) e ervas amargas.  Estas ervas simbolizavam o sofrimento deles sob a jugo de Faraó. Em Êxodo 12.5 lemos assim: “O cordeiro, ou cabrito, será sem mácula, um macho de um ano, o qual tomareis das ovelhas ou das cabras.” (Êxodo 12.5); Em Êxodo 12.7,8 lemos ainda: “E tomarão do sangue, e porão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem. E naquela noite comerão a carne assada no fogo, com pães ázimos; com ervas amargosas a comerão.”

Imagens da pascoaO aspecto mais importante da páscoa

Um dos momentos mais esperados por Cristo: a ceia, após a última pascoa
Imagens da pascoa
Como foi dito. todo o cerimonial da Páscoa israelita apontava para Cristo. Antes de seu sacrifício na cruz ele também celebrou a Páscoa com seus discípulos. Em Lucas 22.15 lemos assim: “E, chegada a hora, pôs-se à mesa, e com ele os doze apóstolos. E disse-lhes: Desejei muito comer convosco esta páscoa, antes que padeça.”  Cristo deixou claro que o cordeiro pascal simbolizava ele mesmo. De fato, João Batista já havia proclamado publicamente sobre Jesus: “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.” (João 1.29)
“E, tomando o cálice, e dando graças” (Mc 14.23)
Imagem da páscoaCristo usou pão e vinho para simbolizar seu sacrifício: Em Lucas 22.19,20 lemos: Então ele “tomando o pão, e havendo dado graças, partiu-o, e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que por vós é dado; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente, tomou o cálice, depois da ceia, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu sangue, que é derramado por vós.”
No Getsêmani – a maior das provações.
Imagens da páscoaLucas continua o relato: “E, saindo, foi, como costumava, para o Monte das Oliveiras; e também os seus discípulos o seguiram; E quando chegou àquele lugar,disse-lhes: Orai, para que não entreis em tentação. E apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e, pondo-se de joelhos, orava, Dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua. E apareceu-lhe um anjo do céu, que o fortalecia. E, posto em agonia, orava mais intensamente. E o seu suor tornou-se em grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão.” (Lucas 22.39-44)
“…e como está mudo o cordeiro diante do que o tosquia, Assim não abriu a sua boca.” (Atos 8.32b)
Imagens da páscoaO profeta Isaías falou sobre o sacrifício de Jesus Cristo, como o Cordeiro de Deus: “Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca.” (Isaías 53.7); “E puseram a sua sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte; ainda que nunca cometeu injustiça, nem houve engano na sua boca.
“Ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades.” (Is 53.5)
Todavia, ao Senhor agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado,verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do Senhor prosperará na sua mão. Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos;porque as iniqüidades deles levará sobre si.” (Isaias 53.9-11)

O Egito simboliza o mundo

As pragas enviadas por Deus desmoralizaram completamente os ídolos do Egito. A noite da páscoa foi seguida pela saída dos israelitas do Egito o qual simboliza a separação do povo de Deus da corrupção do mundo. No Novo Testamento significa se apartar de um estilo de vida mundano. Cristo orou pelos discípulos: “Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.” (João 17.15)

Uma páscoa mundana

Uma pascoa destituída da verdade
o significado da pascoaO mundo por não conhecer o verdadeiro  significado da páscoa  celebra uma páscoa completamente diferente se comparada à verdade da Bíblia, portanto seus elementos pagãos, não possuem relação nenhuma com o verdadeiro ensino das Escrituras. Temos uma advertência na Bíblia isto: “Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo.” (Colossenses 2.8)
Israel sob o jugo do Egito.

Faraó representa o diabo

Imagens da páscoaPode até parecer estranho, mas o príncipe do Egito agia sem compaixão para com os israelitas. Quem agora está em Cristo, e veio de um estilo de vida mundano  lembra muito da época da escravidão no pecado.  Em Efésios 2.2 lemos assim: “Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência.” Em Colossenses 1.13.14 lemos também: “O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor; Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados.”

O fermento – símbolo do pecado

Em 1 Coríntios 5.7,8 lemos: “Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós. Por isso façamos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade.”  A morte dos primogênitos no Egito simboliza  aqueles que ainda não tiveram a purificação de seus pecados no sangue de Cristo e por isso estão debaixo da ira de Deus. Para os justificados a promessa é esta: “Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira.” (Romanos 5.9)

Páscoa – a libertação do pecado

Cristo realizou a última pascoa de fato e a substituiu pela Ceia do Senhor. Por este memorial se comemora a libertação do poder do pecado e da morte espiritual. Cristo se expressou assim: “Se o Filho vos libertar verdadeiramente sereis livres.” (João 8.36) Em Hebreus 2.14 lemos: “E, visto como os filhos participam da carne e do sangue, também ele participou das mesmas coisas, para que pela morte aniquilasse o que tinha o império da morte,isto é, o diabo.”  Logo após a primeira páscoa celebrada por Moisés o povo seguiu rumo  a Canaã. Igualmente  a Ceia do Senhor também proclama a volta de Cristo para levar para si os que entraram em aliança com ele através de seu sacrifício. Em 1 Coríntios 11.26 está escrito: “Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha.”

Páscoa – prontidão para partir

No Egito o povo sabia que partiriam a qualquer momento. A páscoa foi comida às pressas significando prontidão para partir. Quem está em Cristo também deve estar vigilante e preparado para partir a qualquer momento. Cristo não marcou a hora de sua volta. Assim está escrito: “Vigiai, pois, porque não sabeis quando virá o senhor da casa; se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã.” (Marcos 13.35) A volta de Cristo é a maior esperança de quem foi liberto do poder do pecado. Ele voltará e nos condizirá à Canaã celestial. Em Filipenses 3.20 lemos: “Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo.” Então o significado da pascoa só tem sentido para quem realmente atenta para o que Deus comunicou-nos através de sua Palavra.  Estamos preparados para a vinda do Senhor a qualquer momento? Já estamos libertos do poder do pecado? Por que esta pergunta? O alto preço pago por Cristo pela nossa salvação não faz diferença nenhuma se continuamos vivendo mortos em pecados.  Vivendo assim não estamos livres da condenação. Em Gálatas 5.1 lemos: “Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão.” Caso ainda não tenha recebido a Cristo como salvador, apresse-se. A Escritura diz “ouvi-te em tempo aceitável e socorri-te no dia da salvação; eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação.” “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.” (1 João 1.9) Em fim a páscoa só tem um sentido real se compreendermos o que ela significava no passado e como tudo se cumpriu no sacrifício perfeito de Cristo. A Deus seja a glória.
 
 
Blog do semeador

PASTOR É MORTO A TIROS EM BH .

Na noite do último domingo (29) um pastor evangélico foi assassinado a tiros por dois homens armados que o abordaram na porta de sua residência no bairro Concórdia, região nordeste de Belo Horizonte (MG).Segundo testemunhas o pastor dirigia o automóvel e desceu do carro para abrir a garagem. Dentro do carro estava a esposa do pastor e uma vizinha do casal.
A Polícia Militar afirmou que em seu depoimento a vizinha do pastor disse que os homens se aproximaram e anunciaram o assalto. Em seguida deram um tiro no pastor e logo após outros dois tiros foram ouvidos.
A esposa do pastor diz que não ouviu o anuncio do assalto, a mulher também não conseguiu reparar nas características dos suspeitos e só afirmou para a PM que eles estavam voltando do culto quando o crime aconteceu.
O pastor foi morto após ser atingido por três tiros, um no tórax, outro no abdômen e o terceiro no braço direito. A vítima foi levada com vida ao Hospital Odilon Behrens, mas não resistiu aos ferimentos. Com informações R7

Filho de Alckmin morre em queda de helicóptero na Grande São Paulo

Thomaz Alckmin, 31, filho mais novo do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), é um dos cinco mortos na queda de um helicóptero sobre uma casa de um condomínio em Carapicuíba, na Grande São Paulo. A informação foi confirmada pelo governo do Estado. O acidente aconteceu no fim da tarde desta quinta-feira (2). 
Auxiliares do governador disseram que Thomaz estava como copiloto. Além dele, morreram o piloto e três mecânicos de aeronaves. O helicóptero chegou a atingir duas casas - uma pronta, outra em construção -, mas ninguém ficou ferido em solo.
De acordo com a Anac, o helicóptero modelo EC 155 B1, fabricado pela Eurocopter France, tinha capacidade para nove passageiros, foi adquirido em fevereiro deste ano pela empresa Seripatri Participações - da área de importações - e sua situação de aeronavegabilidade era normal. 
A Seripatri divulgou uma nota através de sua assessoria lamentando o "trágico acidente". Segundo a empresa, ocupavam a aeronave "o piloto da empresa, com mais de 30 anos de experiência, e o mecânico, também funcionário da Seripatri. Os outros dois ocupantes eram mecânicos da Helipark, empresa de manutenção".
A Seripatri disse que o "acidente ocorreu durante voo de teste, após a aeronave passar por manutenção preventiva".
De acordo com o programa "Brasil Urgente", da Band, a aeronave caiu 30 minutos depois de sair do heliponto de Carapicuíba, por volta das 17h. Os bombeiros deslocaram pelo menos oito viaturas para a rua Firmo de Oliveira, 8 - onde ocorreu o acidente.

"Virando de ponta cabeça"

O acidente aconteceu dentro do condomínio Fazendinha. De acordo com um funcionário da portaria do condomínio, que viu a queda, a aeronave chegou a atingir duas casas e danificou o telhado de uma delas. Parte do helicóptero ficou sobre a outra casa, ainda em construção. "O motor (da aeronave) está no banheiro dessa casa em obras", afirmou.
A maior parte dos destroços acabou caindo no chão, entre árvores. Quando chegaram ao local, bombeiros retiraram moradores e curiosos do entorno. De acordo com o funcionário, a perícia chegou ao endereço por volta das 20h.
Uma equipe do 4º Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes (Seripa-4) foi enviada ao local para investigar as causas da queda da aeronave.
O acidente aconteceu a menos de cem metros da casa do produtor Bolinha, integrante do programa "Pânico na Band". Em entrevista ao "Brasil Urgente", ele contou que o helicóptero desceu "virando de ponta cabeça", totalmente descontrolado, e as pás da aeronave se quebraram antes que o aparelho se chocasse contra uma casa em construção.

Tiroteio e assalto

Thomaz era casado com a arquiteta Taís Fantato e tinha duas filhas - uma menina de dez anos e uma recém-nascida, de um mês. Em fevereiro de 2014, Thomaz foi cercado por criminosos e acabou no meio de um tiroteio entre suspeitos e policiais que faziam sua segurança.
Ele levava a filha de volta para casa, à noite, na região do Morumbi, na zona oeste São Paulo. Estava em uma alça de acesso à marginal Pinheiros quando o carro à sua frente fez um cavalo de pau. Dele saltaram quatro homens que cercaram seu automóvel.
Os policiais da escolta saíram do carro que dirigiam logo atrás e deram ordem de prisão ao grupo. Os quatro suspeitos fugiram.
O ataque aconteceu próximo ao clube Paineiras, que fica perto do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual.
Thomaz e a neta do governador foram levados para casa após o ataque. O carro dos bandidos foi encontrado horas depois.
Em 2004, Thomaz foi vítima de um assalto quando andava de moto na marginal Pinheiros, na altura do parque Villa-Lobos (zona oeste). Na ocasião, ele tinha saído sem seguranças, quando foi abordado por bandidos.
Dois anos antes, um PM que fazia a escolta do filho do governador foi morto em uma tentativa de roubo ao carro de Thomaz na região da Vila Mariana (zona sul). Três pessoas foram condenadas pelo crime.


(Com Estadão Conteúdo)
Leia mais em: http://zip.net/bjq2dP

5 coisas que a Bíblia nos ensina sobre amar nossos filhos

Quando nossos filhos testam nossa paciência, podemos nos sentir prontos a desistir. Ser pais é um trabalho árduo, mas podemos na bíblia encontrar ajuda.
 
 
  • Ser um pai ou uma mãe será a coisa mais desafiadora que muitos de nós fará. Quando nosso pequeno de dois anos de idade lança espaguete nas paredes ou o adolescente de 14 nos lança insultos cruéis, podemos sentir vontade de desistir ou sumir para longe, muito longe.
    A questão é que amamos nossos filhos. Quando se torna difícil lembrarmos por que os amamos ou a forma correta de amá-los, podemos recorrer a uma fonte eterna de conforto, sabedoria e orientação – a Bíblia. Podemos aprender como Jesus Cristo amava as crianças.
    O que a Bíblia nos ensina sobre amar os nossos filhos?
 
  • 1. Encontrar alegria nos filhos

    Aprendemos em Salmos 113:9 (Versão Almeida) que Deus abençoa as mulheres que são “alegres mães de filhos.” Salmos 127:3 celebra as crianças como “uma herança do Senhor, e o fruto do ventre, o seu galardão.” O versículo cinco diz:” Bem-aventurado o homem que enche deles a sua aljava”.
    Mesmo quando eles testam a nossa paciência e se comportam como pequenos monstros, não é verdade que, ainda assim, às vezes, escondemos um sorriso vendo as palhaçadas dos nossos filhos? As crianças são geralmente muito engraçadas. Mesmo nas bagunças, manhas, birras e noites sem dormir, você pode imaginar a vida sem eles?
    Estamos aqui na Terra para experimentar a alegria, e nossos filhos realmente nos trazem alegria.
 
  • 2. Tratar as crianças com ternura

    Jesus foi um grande defensor das crianças. Ele advertiu seus discípulos: “Mas, qualquer que escandalizar um destes pequeninos, que creem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma mó de azenha e se submergisse na profundeza do mar.” (Mateus 18: 6).
    Jesus gostava da companhia das crianças e convidou-as a virem a Ele. Quando seus discípulos repreenderam-no por se envolver com as crianças, Ele disse:“Deixai os meninos, e não os estorveis de vir a mim; porque dos tais é o reino dos céus.” (Mateus 19:14).
    Não há relato de Jesus repreendendo ou menosprezando as crianças. Em vez disso, Ele alertou “Vede, não desprezeis algum destes pequeninos.” (Mateus 18:10). Eu tenho certeza de que, mesmo em tempos antigos, as crianças eram como são hoje. Todos podemos aprender com a bondade de Jesus e Sua paciência com as crianças.
 
  • 3. Ensinar a nossos filhos princípios corretos e obediência

    O tempo e a instrução que damos aos nossos filhos são muito mais valiosos do que qualquer bem material – uma bela casa, roupas, brinquedos, eletrônicos ou carros – que lhes podemos dar. Jesus nos ensinou a dar “boas dádivas” para os nossos pequeninos. (Mateus 7:11) Bons presentes não devem incluir o nosso tempo e ensinamentos?
    Isaías 54:13 instrui: “E todos os teus filhos serão ensinados do SENHOR; e a paz de teus filhos será abundante.” Quem melhor para ensinar as crianças do que os seus pais? Oferecer-lhes as boas dádivas do conhecimento, dos mandamentos, costumes, como orar, servir, ler e trabalhar.
    Que pai não gostaria de criar um estandarte para a sua casa, que afirma: “Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo.” (Efésios 6:1) O mandamento: “Honra teu pai e tua mãe” é outro ensinamento que devemos destacar para os nossos filhos.
    À medida que apreciamos os frutos do nosso trabalho, seremos capazes de nos alegrar, “Não tenho maior gozo do que este, o de ouvir que os meus filhos andam na verdade.” (3 João 1:4)
 
  • 4. Não desistir de nossos filhos desobediente

    A parábola do filho pródigo contada por Jesus é um belo exemplo de um pai dedicado a seu filho rebelde. Mesmo quando seu filho o desaponta abandonando sua casa, desperdiçando seu dinheiro e vivendo injustamente, o pobre pai nunca perdeu a esperança. Ele ansiava pelo retorno de seu filho e tão logo ele voltou, o pai o perdoou e comemorou o seu regresso à casa. “Porque este meu filho estava morto, e reviveu, tinha-se perdido, e foi achado.” (Lucas 15:24)
    Nossos filhos vão tomar decisões insensatas. Eles vão magoar os nossos corações à medida que se afastam de nossos ensinamentos e do caminho correto. Às vezes, eles podem optar por não voltar. Mas podemos fielmente orar por eles e amá-los de qualquer maneira.
 
  • 5. Aprender com os exemplos dos nossos filhos

    Especialmente em tenra idade, as crianças são dóceis, confiantes e inocentes. Jesus ensinou:“Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus. Portanto, aquele que se tornar humilde como este menino, esse é o maior no reino dos céus.”(Mateus 18:2-3)
    Quando nos humilhamos como criancinhas e tornamo-nos dóceis e honestos, podemos aproximar-nos de Jesus Cristo e melhorar a nós mesmos. Podemos exemplificar os atributos de nossos pequeninos e até mesmo aprender a conviver melhor com os nossos filhos.
    A Bíblia é rica em palavras de conforto e sabedoria para os pais. Quando nossos filhos testarem nossa paciência, podemos voltar-nos para as Escrituras como fonte de orientação.

JACO - ISRAEL

De todos os relatos da Torá, este é um dos mais envoltos em mistério. Conta-nos a história da luta entre um ser humano e um anjo e a da ...