domingo, 18 de maio de 2014

A importância de se fazer leituras devocionais e sistemáticas da Bíblia Sagrada


Há dois meses, numa manhã de sábado, cheguei cedo à loja da CPAD, localizada na rua Conselheiro Cotegipe, bairro Belenzinho. O estabelecimento estava com as portas fechadas porque ainda faltavam alguns minutos ao horário de abertura. Havia cerca de dez pessoas aguardando para entrar. Fiquei a conversar com com um irmão assembleiano que conheci naquela oportunidade, de aproximadamente trinta anos de idade, casado e pais de dois filhos. Falamos sobre o mercado gospel de hoje em dia e outros assuntos do meio religioso brasileiro.

Em determinado momento da conversa, quando já havíamos feito nossas compras e estávamos perto de passar os produtos pela caixa registradora, o rapaz me disse que sua Bíblia preferida era a João Ferreira de Almeida Revista e Corrigida. Então, respondi que na verdade ela não é a Bíblia, trata-se uma tradução dela. Assim como são a Nova Tradução Internacional, Nova Tradução na Linguagem de Hoje, e outras.
Os idiomas nas traduções bíblicas

É preciso considerar que todos os idiomas evoluem, palavras se transformam, outras mudam de significado, e, ainda, caem em total esquecimento. Exemplos:

1- Vós mercê agora é você;
2- Varão (não é mais entendido como rapaz, entende-se como uma vara grande),
3- Galardão. Este termo é quase que um jargão dos crentes, se o leitor comum não estiver familiarizado com o meio cristão, se ao invés dela pudesse ler prêmio, não ficaria sem entendimento na primeira passada de olhos sobre o versículo.

Tradução

Entre os cristãos evangélicos, é muito comum esquecer que o texto bíblico original foi escrito em hebraico, aramaico e grego. Para ter uma ideia da diferença de idiomas, estas três línguas não possuíam pontos ortográficos. 

No livro "Versões da Bíblia - Por que Tantas Diferenças?" (Edições Vida Nova), a autora Elizabeth Muriel Ekdahl explica bastante sobre os estilos de traduções e suas razões. Existe um esforço nas traduções modernas para fazer com que haja termos contemporâneos no vocabulário do nosso idioma sem mudar o sentido do texto original. 

Falando das peculiaridades do nosso idioma, a sintaxe de cada tradutor faz uma enorme diferença ao leitor, que deve entender o que lê com a máxima facilidade. A maioria das traduções João Ferreira de Almeida preservam um grande número das palavras do vocabulário usado em 1.600. E nós vivemos quatro séculos depois, vivemos em 2014! 

O que eu leio e escrevo

Nem sempre entendemos que está escrito na Bíblia Sagrada, por maior que seja o nosso interesse em aprender, é preciso que alguém explique. Em Atos 8.29-31, o Espírito dirigiu Felipe até o eunuco de Candace, porque o eunuco lia a Escritura em Isaías sem entender nada. Felipe foi encarregado de explicar e esclareceu-lhe o que o profeta escreveu. Nos dias atuais existe quem realize explicações na igreja e também há farto material por escrito esclarecendo o que há no cânon.

Em minha adolescência, pela dedicação de meu pai, tive acesso a uma João Ferreira de Almeida Revista e Corrigida com Concordância e Dicionário. Foi muito útil para mim. Recebi importantes indicações do professor de escola dominical sobre quais livros de teologia comprar.

As revistas de escola dominical sempre trazem informações de quais livros o comentarista usou para elaborar seu conteúdo pedagógico. As informações bibliográficas foram o ponto de partida para criar minha humilde biblioteca de literatura cristã. Os próprios livros que compramos exibem dados bibliográficos, que apontam para outros livros. Considero esse método de escolha bom, foi e ainda é bom para mim.

É quase certo que se apreciamos e crescemos em conhecimento bíblico através do livro que lemos, a indicação do autor será apreciada e útil também, pois trata-se da fonte de pesquisa dele.

Como blogueiro, recorro às diversas traduções bíblicas, dicionários bíblicos, livros. E uso notas de rodapé de Bíblias de Estudos. Misturo meu próprio texto com as compilações desses materiais.
Leitura bíblica devocional e sistemática 

Eu considero importante haver o equilíbrio entre unção e estudos bíblicos. 

Em se tratando de leitura bíblica, a unção está em ler o texto em oração, absorvendo aquilo que está nas linhas dos textos que percorre. E o estudo bíblico na leitura na maneira sistemática, ao usar a inteligência dada por Deus para comparar o texto bíblico lido com todo o contexto da Bíblia e contexto histórico e geográfico.

Em minha opinião, eu faço isso, quando o cristão se dispõe a estudar em profundidade as Escrituras, no modo sistemático, é importante fazer comparações de traduções. O vocabulário de um tradutor difere de outro, assim como cada um deles levou em consideração o conhecimento de descobertas arqueológicas da época em que verteu seus textos. Esta situação influi muito na semântica, os significados das palavras e frases a serem traduzidas.

E.A.G.

VIA  GRITOS  DE  ALERTA

PASTOR EVANGÉLICO DRAG QUEEN ??? COISA DOS INFERNOS ISSO SIM .



O líder pastoral Marcos Lord vestido como drag queen: Luandha Perón, para os íntimosGUSTAVO MIRANDA / AGÊNCIA O GLOBO
O líder pastoral Marcos Lord vestido como drag queen: Luandha Perón, para os íntimos Foto: Gustavo Miranda / Agência O GloboRIO — Numa hora, ele pega a Bíblia na cabeceira para fazer uma pregação. Na outra, pega os cílios postiços para a próxima parada gay. Apesar de soarem antagônicas, as opções fazem parte do cotidiano do líder pastoral Marcos Lord — ou drag queen Luandha Perón, para os íntimos. Professor da rede pública há sete anos, em Duque de Caxias, Marcos é um carioca de sorriso largo, que demonstra sua crença religiosa com uma devoção para fiel fervoroso nenhum botar defeito. Evangélico de berço, ele diz ter sofrido quando se revelou homossexual, há dez anos, aos 26. A saída para não abandonar a fé foi entrar na Igreja da Comunidade Metropolitana (ICM). O ramo evangélico é conhecido por ter a maior parte dos fiéis integrantes da comunidade LGBT, o cenário propício para o nascimento, em 2011, de Luandha — “uma subversão, uma exaltação do feminino”, como define o pastor.


Leia mais.
http://oglobo.globo.com/rio/superando-preconceito-pastor-evangelico-tambem-drag-queen-12522426

VIA  GRITOS  DE  ALERTA 

COM  INFORMAÇÕES GLOBO.COM

PREGAR A PALAVRA NO BRASIL ? QUE TAL IR A ÍNDIA FAZER MISSÕES ??? CONHEÇA UM POUCO

Mulheres retiram fezes das fossas na Índia
Mulheres retiram fezes das fossas na Índia
Em todo o mundo, pelo menos 2,6 bilhões de pessoas não têm acesso a banheiro, essas emitem 200 milhões de toneladas de fezes por ano que são jogadas ao ar livre, ou seja, fora de um lugar adequado.

O pior caso nesse sentido é a Índia, que possui o maior problema sanitário do mundo, aproximadamente 750 milhões de pessoas não têm acesso a banheiro e rede de esgoto.

Nesse país, a classe menos favorecida realiza o trabalho de coleta das fezes dispostas nas ruas e em outros lugares, essa prática é desempenhada por homens e mulheres. Os homens entram em bueiros onde estão acumuladas grandes quantidades de excremento humano e o trabalho é desenvolvido sem nenhum tipo de proteção, num lugar repleto de preservativos, absorventes e muitos outros materiais indesejáveis. As mulheres carregam sobre a cabeça cestos cheios de fezes, a situação ainda é mais precária nos períodos chuvosos, pois os excrementos escorrem pelo corpo daquela que os carrega.

A quantidade de excremento produzida pela população indiana supera a gerada pelas populações dos Estados Unidos, Indonésia e Brasil, se somada.

Em partes, a cultura indiana considera a higiene, pois é comum o banho, no entanto, vendem alimentos a poucos metros das valas onde encontram-se depositados os esgotos a céu aberto.

De acordo com essa situação que aparentemente não deveria acontecer, uma vez que estamos em pleno século XXI, eis alguns dados da realidade indiana:

• Diariamente são produzidos no país cerca de 120 mil toneladas de fezes.

• Somente em um dia a Índia produz aproximadamente 1,2 bilhão de litros de urina.

• Todo excremento diário produzido na Índia, se fosse transformado em gás metano, poderia gerar a capacidade explosiva que equivale a 18 bombas atômicas.

• Um limpador de fezes recebe um salário que parece “brincadeira”, algo em torno de 0,46 centavos de moeda brasileira.


Templo de Salomão da Igreja Universal terá regras para visitação – Confira

mega-templo-salomao-95-por-cento-concluido-regras-para-visitaçao-28-04-14Com 95% das obras concluídas e a previsão de inauguração para junho/14, o mega templo “Templo de Salomão” esta sendo construído no bairro do Brás/SP. Com a proximidade do dia da inauguração, a liderança da Igreja Universal divulga regras para visitantes e fiéis. 
Bispo Edir Macedo, líderes e fieis da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), estão contando os dias para a inauguração dotemplo-salomao-iurd-foto-post-10-03-site-do-templo“Templo de Salomão”, um mega templo que esta sendo erguido no bairro do Brás em São Paulo, e que segundo o site de atualização sobre a obra, afirma que estão com 95% do projeto concluídas.
Diante da proximidade da inauguração a liderança da IURD lançou na sua conta no You Tube um vídeo passando algumas orientações e regras aos fieis e visitantes seguirem, para que não haja tumulto, e a ordem dos cultos a serem realizados sejam conduzidos com o máximo de reverência possível.
mega-templo-salomao-95-por-cento-concluido-regras-para-visitaçao-28-04-14-aCom capacidade para apenas 10 mil pessoas, as orientações e regras serão estabelecidas porque o espaço é “um lugar sagrado”, como afirma o locutor do vídeo e servirão para se respeitar “a Casa de Deus”. O templo nos primeiros meses não será aberto para quaisquer pessoas – “Nos primeiros meses de inauguração,o acesso aos cultos será através de caravanas que sairão de todas as Igrejas Universal”, afirma o locutor aos listar as regras.
Dentre as orientações e regras a serem seguidas pelos fieis e visitantes estão a que diz respeito a vestimentas a serem usadas dentromega-templo-salomao-95-por-cento-concluido-regras-para-visitaçao-28-04-14-b do templo como: “evitar o uso de minissaias, roupas curtas ou sensuais por mulheres, os homens não poderão usar bermudas, uniformes de clubes esportivos ou outras instituições, como também fica proibido o uso de chinelos, camisetas sem manga, bonés e óculos escuros.
“Vista-se como faria se fosse encontrar socialmente uma pessoa importante”, alerta o vídeo aos que irão visitar o templo.
mega-templo-salomao-95-por-cento-concluido-regras-para-visitaçao-28-04-14-cSerá feita uma revista aos que irão adentrar o templo, para que os aparelhos de áudio, vídeo, telefones ou aparelhos de captação de dados, dentre eles Smartphones, que não poderão ser levados pelos visitantes mesmo desligados. Terá um local fora do templo para guardar os objetos.
O vídeo adverte aos que entrarem no templo para não conversarem durante a permanência no local, pedindo reverencia e respeito ao culto. A portas do templo serão fechadas cinco minutos antes do início de cada reunião e quem estiver atrasado não poderá entrar.
Confira o vídeo/regras para entrar no Templo de Salomão e comente…
 com informação IURD Tube – 28/04/14

DEUS USA DEMÔNIOS PARA NOS PROTEGER ????? ASSISTA ESSE VÍDEO E VEJA O QUE O PASTOR MARCO FELICIANO DIZ .





ASSISTA  ESSE  VÍDEO  E   COMENTE  .



https://www.youtube.com/watch?v=9jWQEi9yd6g

Juiz não reconhece umbanda e candomblé como religiões


O MPF-RJ entrou com um recurso após o juiz Eugenio Rosa de Araújo não reconhecer crenças afro-brasileiras como religiões.

No inicio deste ano, o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro (MPF-RJ) entrou com uma ação junto à 17ª Vara Federal do Rio, para que a Google Brasil retirasse do Youtube, vídeos que ofendiam a umbanda e o candomblé. O juiz responsável por julgar o pedido, Eugenio Rosa de Araújo, negou o pedido e afirmou que “manifestações religiosas afro-brasileiros não se constituem religião”. O MPF entrou com um recurso e com um pedido de liminar para a retirada os vídeos.

Na sentença, o juiz Eugenio Rosa de Araújo afirma que umbanda e candomblé não possuem “traços necessários de uma religião”. Esses traços, segundo a decisão, seriam a existência de um texto base (a Bíblia ou Alcorão, conforme citado na decisão), de uma estrutura hierárquica e de um Deus a ser venerado.

Para o MPF-RJ, a decisão estaria excluindo grupos e consciências religiosas, do âmbito da proteção judicial. Além de está “ferindo, por exemplo, a Declaração Universal dos Direitos Humanos, a Declaração Universal Pacto Internacional Sobre os Direitos Civis e Políticos (...) assim como a Constituição Federal e a Lei 12.288/10.”

No recurso, o MPF pede para que sejam excluídos 15 vídeos com mensagens que fazem apologia da violência e do ódio, incitando ou promovendo o preconceito, a intolerância ou a discriminação em face das religiões de matrizes africanas.


Fonte: O Povo

Rebanhão voltará com DVD comemorativo de 35 anos


Esta notícia deveria estar na parte reservada para as notícias da música gospel, mas ela é tão sensacional que resolvemos destacá-la.

A banda Rebanhão, um dos maiores nomes da música cristã nos anos 80 e 90 terá um retorno histórico após quase quinze anos parada. A reunião foi anunciada pelo vocalista, tecladista, líder e co-fundador Pedro Braconnot em sua página oficial no Facebook, e em seguida também na página da banda.

O grupo esteve ativo desde 1979 até 2000, e teve seu início com Janires, considerado um dos maiores revolucionadores da música cristã nacional. O Rebanhão foi a primeira banda cristã de sucesso no rock e no pop, foi precursora do movimento gospel e também foi o primeiro grupo a se apresentar e lotar em grandes casas de shows, como o Canecão. Também assinou com grandes gravadoras fora do nicho religioso, como a Warner e a PolyGram, algo que só é comum nos dias de hoje. Apesar dos preconceitos, acusações e proibições de lideranças religiosas da época, o legado que o Rebanhão trouxe à música cristã nacional é visível até os dias de hoje, em três esferas: lírica, instrumental e estética.

Há muitos anos rondavam especulações sobre uma possível reunião do grupo. Pedro Braconnot chegou a afirmar em entrevistas que estava tentando reunir os músicos, e Carlinhos Felix tocou com Pedro e Pablo Chies em uma vigília na Igreja Congregacional de Bento Ribeiro em janeiro do ano passado.

Gravação do DVD
A primeira novidade sobre a gravação é que a escolha do local deveria ser a partir de uma enquete, na qual o público estaria votando. Segundo Felix, a participação do público é extremamente importante, pois foram os mesmos que ajudaram o Rebanhão a alcançar o estrelato.

A votação já foi encerrada e a cidade escolhida foi Rio de Janeiro. Veja a mensagem colocada na página do Facebook da banda.

"OK galera encerradas as votações! A cidade preferida para a gravação do DVD 35 na nossa pesquisa foi o Rio de Janeiro mas estamos planejando uma turnê por todas as cidades mais votadas! Total de votos: 250; Rio 70; Brasília 56; Recife 28; Salvador 23; SP 17; BH 15; Maceió 12; Vitória 9. Muito Obrigado pelo seu voto! Nos sentimos muito amados por cada um de vocês e esperamos poder visitar a todos!!!"

As pessoas que se interessam pelo trabalho da banda são convidadas a interagir nas redes sociais do Rebanhão e estar por dentro das novidades exclusivas divulgadas. A data e o local da gravação ainda não foram anunciados.

Rebanhão no Twitter: http://twitter.com/Rebanhao
Rebanhão no Facebook:
https://www.facebook.com/pages/Rebanh%C3%A3o/212562775473733

Fonte: Supergospel e Facebook do Rebanhão

Veja considera pastor Everaldo “decisivo” na eleição presidencial deste ano


Líder da Assembleia de Deus, maior igreja evangélica do país, pré-candidato do PSC usa discurso liberal e conservador para conquistar insatisfeitos com Dilma.

A cinco meses das eleições, pela primeira vez, pesquisas de intenções de votos indicaram que a disputa pelo Palácio do Planalto não deverá ser decidida no dia 5 de outubro, cenário que já tira o sono da presidente Dilma Rousseff e dos idealizadores da sua candidatura à reeleição. A queda de Dilma nas sondagens feitas pelos institutos de pesquisa provocou o natural crescimento das intenções de votos dos seus adversários. Na última rodada de pesquisas, um nome chamou a atenção no meio político: com 3% da preferência do eleitorado, segundo o Datafolha, o pastor Everaldo Pereira, do nanico Partido Social Cristão (PSC), pode ser decisivo para levar a eleição para o segundo turno.

Open in new windowO desempenho do pastor Everaldo nas pesquisas recentes evidencia o peso de um segmento da sociedade brasileira que, em 2010, ultrapassou 42 milhões de pessoas: os evangélicos. Everaldo é vice-presidente nacional do PSC e pastor auxiliar da Assembleia de Deus, maior igreja evangélica do país, com 12,3 milhões de fieis – 28% do total. Ele nasceu e foi criado na Assembleia de Deus Ministério Madureira – dissidência fundada no Rio de Janeiro que, estima-se, reúne a segunda maior quantidade de seguidores, superada apenas pelo Ministério Belém, o mais tradicional.

É fato que a pré-candidatura de Everaldo possui uma série de fragilidades e seria difícil encontrar alguém hoje que apostasse na sua vitória. O PSC é um partido pequeno, ainda não tem nenhuma aliança formalizada e deve conseguir tempo reduzido no horário eleitoral na TV – cerca de 1 minuto e 30 segundos. O maior ativo do PSC é justamente o potencial de votos que o pastor pode arregimentar no meio religioso, caso consiga unificar os apoios declarados das igrejas pentecostais e neopentecostais. Para isso, terá de desenvolver propostas convincentes que ainda são uma incógnita até para os líderes evangélicos.

"Uma grande parte dos evangélicos vota apenas por causa da palavra 'pastor'", vaticina o bispo Robson Rodovalho, fundador da Sara Nossa Terra e ex-deputado federal . "Há uma pré-disposição geral do evangélico e do cristão em ver o pastor Everaldo com bons olhos. Grande parte das igrejas tende a estar com ele, se ele conseguir responder às expectativas na formação das demais agendas."

A tendência é que Everaldo receba adesão de igrejas que tradicionalmente indicam voto em candidatos antipetistas, enquanto a presidente Dilma deve manter a aliança com a Igreja Universal do Reino de Deus, do bispo Edir Macedo, cuja moeda de troca é o Ministério da Pesca, hoje chefiado pelo pastor Eduardo Lopes (PRB). Igrejas pentecostais, como a Batista e Presbiteriana, tendem a "liberar o voto", sem indicar candidatos.

A Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil (Concepab), que reúne líderes das principais igrejas evangélicas, definirá na próxima semana um calendário de sabatinas com a presidente Dilma, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB). A entidade quer conhecer o posicionamento dos três pré-candidatos mais bem posicionados nas pesquisas sobre os valores cristãos. "O evangélico busca alguém que o represente na questão do aborto, do casamento tradicional, vida, família e que valorize a fé e a igreja. Estamos num momento muito intenso, de muita pressão e militância das minorias", afirma Rodovalho. No caso de Everaldo, que também será convidado, as igrejas querem descobrir que plano de governo ele apresentará ao país.

"As pessoas já sabem o que o pastor Everaldo defende: sou a favor da vida sempre, e casamento para mim é entre homem e mulher", diz Everaldo.

Privatização

O pastor se define como um político liberal-conservador, de centro-direita, e prega o Estado mínimo. Promete reduzir a cota de cargos comissionados no governo federal e manter apenas vinte ministérios: "Nós vamos passar tudo o que for possível para a iniciativa privada. Vamos privatizar de verdade, não esse engodo aí de concessão com dinheiro do BNDES".

"O balanço contábil é uma maquiagem, os setores produtivos estão penalizados, com carga tributária de primeiro mundo e serviços prestados de submundo. As desonerações são analgésicos e não vão ao cerne da questão", critica.

Everaldo defende a redução da maioridade penal, fala em reequipar as Forças Armadas e as polícias. Uma das apostas dele é incentivar a formação profissionalizante na educação militar. Sobre os protestos de rua, afirma que teria "tolerância zero com baderneiros". "O governo implantou a desordem nesse país. O cidadão de bem está preso em casa e os bandidos estão nas ruas", diz.

Ele convidou o ex-senador Marcondes Gadelha (PSC-PB) para coordenador o programa de governo e Antonio Cabrera, ex-ministro da Agricultura de Fernando Collor, para criar as propostas nos setores agrícola e ambiental. Suas inspirações são dois políticos mineiros, o ex-vice-presidente Pedro Aleixo e o ex-presidente Itamar Franco: "Ele arrumou o país e elegeu um sucessor que não era do seu partido [Fernando Henrique Cardoso]".

PT

Com discurso de oposição, Everaldo nem parece um ex-apoiador da presidente Dilma. Nas eleições de 2010, o PSC chegou a negociar o apoio ao tucano José Serra, mas fechou aliança com a petista. O pastor participou inclusive da frente evangélica em defesa da presidente no debate sobre a legalização do aborto, que marcou a campanha.

Em março deste ano, o PSC anunciou o desembarque da base de Dilma. Everaldo afirma que a legenda havia optado por lançar um candidato à Presidência há dois anos. "Nós decidimos ter candidato próprio em janeiro de 2011, porque o governo do PT aparelhou o Estado para atender seus interesses partidários. Nós não indicamos nem um garçom", diz Everaldo. "O governo deixou de ser dos brasileiros para ser de um partido só, para a hegemonia de um sistema que está vencido no mundo. Não queremos que o Brasil se torne uma Cuba nem uma Venezuela."

Everaldo nega que a candidatura do PSC tenha sido influenciada pela superexposição que a legenda ganhou ao emplacar o deputado Marco Feliciano (SP) na presidência da Comissão de Direitos Humanos na Câmara. Ao dar espaço a projetos de lei incentivados por religiosos, o parlamentar foi atacado por partidos de esquerda. "Foram uns detratores e baderneiros. Pior que o Marco Feliciano na Comissão de Direitos Humanos foram os mensaleiros na Comissão de Constituição e Justiça", diz Everaldo.

Palanques

Além do provável voo solo na disputa pela Presidência, o PSC tentará dobrar a bancada na Câmara – hoje tem doze cadeiras – e eleger, pela primeira vez, um governador de Estado. Nos principais colégios eleitorais brasileiros, porém, o partido não terá candidatos próprios por estar vinculado aos nomes situacionistas – fator desfavorável à candidatura de Everaldo. O PSC apoia gestões do PSDB em Minas Gerais, no Paraná, onde indicou o deputado Ratinho Júnior para uma secretaria estadual, e em São Paulo, com a nomeação de Gilberto Nascimento Júnior para a chefia adjunta da pasta de Desenvolvimento Metropolitano. No Rio, o PSC abocanhou duas secretarias no governo Sérgio Cabral (PMDB): Ronald Ázaro (Turismo) e outra com o filho de Everaldo, deputado Filipe Pereira (Prevenção à Dependência Química).

Na contramão, Everaldo garantiu recentemente espaço nos palanques do senador Pedro Taques (PDT), candidato ao governo de Mato Grosso, e do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB), postulante ao governo do Rio Grande do Norte. Agora, negocia apoio ao senador Lobão Filho (PMDB) à sucessão do clã Sarney no governo do Maranhão. É o que o pastor chama de "remover as pedras no caminho", em alusão a passagens bíblicas. Fiel a sua religiosidade e confiante em uma intervenção divina para chegar ao Palácio do Planalto, Everaldo repete quase em ladainha: “Sou um homem de fé e acredito em milagre”.

Biografia

Everaldo Pereira, de 58 anos, é casado com a cantora gospel capixaba Ester Batista e tem três filhos, um deles o deputado Filipe Pereira (PSC-RJ). Nasceu em uma casa de religiosos, filho do pastor Heraldo e da missionária Dilma. A residência da família em Acari, bairro pobre da Zona Norte do Rio de Janeiro, era um núcleo da Assembleia de Deus Ministério Madureira. Na infância, vendeu frutas e louças como camelô na Feira de Acari, comércio onde se encontra toda sorte de quinquilharia. Também trabalhou como ajudante de pedreiro e contínuo. Formou-se em Ciências Atuariais (FEFRJ) e abriu uma corretora de seguros própria. Ele entrou na política nos anos 1980, filiado ao extinto Partido Democrata Cristão (PDC), no qual nunca militou de fato. Seu objetivo era fazer campanha para o ex-governador Leonel Brizola (PDT). Everaldo se manteve nos bastidores da política carioca até se sagrar vitorioso com a chapa Anthony Garotinho (PR) e Benedita da Silva (PT), ambos evangélicos, no governo do Estado. Eles tiveram o apoio do ex-deputado bispo Manoel Ferreira (PSC), líder da igreja de Everaldo. Em 2003, filiou-se ao PSC como vice-presidente. Após mais de uma década no comando da legenda, ele decidiu concorrer a um cargo majoritário pela primeira vez. A única experiência similar foi como candidato – derrotado – a suplente de senador na chapa de Jorge Picciani (PMDB-RJ), em 2010. No Rio, estabeleceu laços ainda mais fortes com os peemedebistas: conseguiu emplacar duas secretarias no governo Sérgio Cabral, uma delas para o filho Filipe Pereira. É amigo do líder da bancada na Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), também evangélico.

Fonte: Veja on-line

FINAL DOS TEMPOS - Pastor e mulher são presos suspeitos de estuprar menina para tirar 'maldição do sexo', em Edeia

Pastor e mulher são presos suspeitos de estuprar menina para tirar 'maldição do sexo', em Edeia Segundo relato da vítima à políc...