terça-feira, 22 de outubro de 2013

A MORTE DOS APÓSTOLOS DE CRISTO .

O único apóstolo cuja morte está registrada na Bíblia é Tiago (Atos 12:2). O rei Herodes “fez Tiago passar a fio de espada” - aparentemente uma referência à decapitação. As circunstâncias das mortes dos outros apóstolos só podem ser conhecidas baseadas nas tradições da igreja; portanto não devemos dar muito crédito a nenhum desses relatos. A tradição da igreja mais aceita em relação à morte de um apóstolo é que o Apóstolo Pedro foi crucificado, de cabeça para baixo em uma cruz em forma de x, em Roma, cumprindo a profecia de Jesus (João 21:18). A seguir estão as “tradições” mais populares a respeito das mortes dos outros apóstolos.

Mateus sofreu martírio na Etiópia, morto por um ferimento causado por uma espada. João esteve à beira do martírio, quando ele foi cozido em um recipiente enorme de óleo durante uma onda de perseguição em Roma. No entanto, ele foi milagrosamente livrado da morte. João foi sentenciado às minas na ilha de Patmos. Ele escreveu o livro profético do Apocalipse em Patmos. O apóstolo João foi mais tarde posto em liberdade e retornou para o lugar onde hoje fica a Turquia. Ele morreu velho, sendo o único apóstolo a morrer em paz.

Tiago, o irmão de Jesus (não oficialmente um apóstolo), o líder da igreja em Jerusalém, foi atirado de mais de 30 metros de altura do alto do pináculo sudeste do Templo ao se recusar a negar sua fé em Cristo. Quando eles descobriram que ele havia sobrevivido à queda, seus inimigos o espancaram até a morte com um porrete. Este foi o mesmo pináculo para onde Satanás levou a Jesus durante a tentação.

Bartolomeu, também conhecido como Natanael, foi um missionário para a Ásia. Ele testemunhou onde hoje é a Turquia e foi martirizado pela sua pregação na Armênia, quando ele foi chicoteado até a morte. André morreu em uma cruz em forma de x na Grécia. Após ter sido chicoteado severamente por sete soldados, estes ataram o seu corpo à cruz com cordas para prolongar a sua agonia. Seus seguidores reportaram que, quando ele foi levado em direção à cruz, André a saudou com as seguintes palavras: “Muito desejei e esperei por esta hora. A cruz foi consagrada pelo corpo de Cristo pendurado nela”. Ele continuou a pregar para os seus torturadores por dois dias até que ele morreu. O apóstolo Tomé foi atingido por uma lança na Índia durante uma de suas viagens missionárias para estabelecer a igreja lá. Matias, o apóstolo escolhido para substituir o traidor Judas Iscariotes, foi apedrejado e depois decapitado. O apóstolo Paulo foi torturado e depois decapitado pelo maligno imperador Nero em Roma em 67 d.C. Há tradições referentes aos outros apóstolos também, mas nenhuma com apoio histórico ou tradicional confiável.

Não é tão importante saber como os apóstolos morreram. O que importa é o fato de que todos eles estavam dispostos a morrer pela sua fé. Se Jesus não tivesse sido ressuscitado, os discípulos o saberiam. Ninguém morreria por alguma coisa que se sabe ser uma mentira. O fato de que todos os apóstolos estavam dispostos a morrer horrivelmente, recusando-se a negar a sua fé em Cristo é uma tremenda evidência de que eles verdadeiramente testemunharam a ressurreição de Jesus Cristo.

Leia mais:http://www.gotquestions.org/Portugues/morte-apostolos.html#ixzz2iTZ8TTCG

NÃO É FESTA JUNINA , MAS TEM QUADRILHA . ESTRANGEIROS FAZEM A FESTA COM O BOLSA FAMÍLIA.

O maior programa de transferência de renda do Brasil, às vésperas de completar 10 anos, atende 55.253 estrangeiros que residem no país. Há gente de pelo menos 86 nações de todos os continentes do mundo recebendo Bolsa-Família. A diversidade aponta tanto beneficiários de países muito pobres, como Honduras, Congo e Nicarágua quanto atendidos nascidos em locais desenvolvidos. Há 13 suíços, 181 estadunidenses e dois canadenses. O maior número de estrangeiros que recebem a ajuda do governo federal brasileiro, entretanto, é do Paraguai (1.339).
Mas só 10% do total de 55.253 estrangeiros beneficiários do Bolsa-Família declararam o país de origem. Os vizinhos, ao lado de portugueses e japoneses, são os mais frequentes com tal informação disponível. Depois do Paraguai, vem Bolívia (721), Portugal (426), Argentina (336), Uruguai (319), Japão (292) e Peru (200). Há também originários de nações marcadas por conflitos, como Líbia, Kuwait e Irã. Secretário Nacional de Renda de Cidadania, Luís Henrique Paiva explica que o programa é aberto a qualquer estrangeiro que se enquadre nos critérios, desde que esteja legalmente no país.

VIA GRITOS DE ALERTA / INF. DIÁRIO DE PERNAMBUCO

Assessor do Pastor Marco Feliciano acompanha caso de pastor morto na BA , e busca por respostas.



    A Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara de Deputados vai acompanhar as investigações sobre a morte do presbítero Gilmário Sales Lima, mais conhecido como Mário Sales, de 24 anos, e o pregador Jeisivam Cristiano Dias Brito, 26, ocorridas na última quinta-feira, 17, em Feira de Santana (a 116 quilômetros de Salvador).Gilmário é apontado pela polícia como componente de uma quadrilha especializada em tráfico de drogas e roubo de veículos e foi morto em suposta troca de tiros com policiais.Talma Bauer, chefe de gabinete do deputado Marco Feliciano, presidente da comissão, veio a Feira de Santana e se reuniu nesta segunda-feira, 21, à tarde com o coordenador da 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior (1ª Coorpin), delegado Ricardo Brito, para apurar os fatos ocorridos durante a operação que resultou na morte de quatro pessoas."O que posso dizer é que algumas informações estão obscuras e que devem ser esclarecidas pela autoridade policial. Estamos aqui para coletar informações sobre as investigações que devem ser levadas para a CDHM", disse assim que chegou a delegacia.
Ele informou que a CDHM foi acionada por familiares e irmãos de igreja do presbítero e que não há ligação com o fato do deputado Marco Feliciano ser evangélico.
"Este é o primeiro caso envolvendo evangélicos que apuramos. Mas a comissão de direitos humanos acompanha vários casos envolvendo várias etnias e categorias como, por exemplo, as vitimas de chumbo em Santo Amaro da Purificação, então foi coincidência nada mais", frisou.
O chefe de gabinete veio acompanhado de uma comitiva de pastores e líderes de igrejas evangélicas de Salvador. O pastor Marcos Batista disse que conhecia Mário Sales desde criança e que tomou um susto ao saber das acusações.
"Não acredito no que estão atribuindo a ele, para se ter uma idéia ele não sabia dirigir e quem dirigia o carro para ele era Jeisivam, que inclusive vinha acompanhando ele há pouco tempo. Mas destaco que estamos aqui para sabermos a verdade e não para acusarmos ninguém. Caso fique provado que o Mário errou, sou o primeiro a divulgar a verdade isto eu garanto, mas não vamos macular a imagem de alguém que não pode se defender", destacou.
Relatório - Nesta segunda-feira, 21, à noite, o chefe de gabinete se reuniu com familiares dos quatro mortos na suposta troca de tiros e retornar para Brasília no final do dia. "Irei fazer um relatório e entregar ao presidente da comissão. Se for necessário, voltaremos aqui para ouvirmos mais pessoas envolvidas no caso", informou.
O coordenador Ricardo Brito disse que não ficou surpreso com a visita do chefe de gabinete e que entregou cópia do inquérito policial para que fosse entregue a comissão. "Ele esteve aqui devido ao clamor popular, mas mostrei todos os depoimentos e provas sobre o caso e que comprovam que o presbítero Mário Sales tinha envolvimento com a quadrilha comandada pelo Rabicó", garantiu o delegado. 
Duas pessoas que foram vitimas de assalto, que segundo a polícia foram praticados pela quadrilha, estiveram na delegacia para prestar depoimento. Entre elas estava um pastor, que preferiu não ser identificado, que teve um veiculo tomado de assalto há cerca de 8 meses em Feira de Santana.
"Meu filho foi a vitima do assalto e reconheceu por foto Jeisivam e Fábio como autores do assalto. Por pouco eles não tiraram a vida de meu filho que até hoje tem problemas por causa desta violência".
http://atarde.uol.com.br

Asaph Borba, no auge dos seus 38 anos de carreira, prepara novo álbum

Imagem inline 2


Asaph Borba, um dos ícones da músicaCristã brasileira, prepara álbum inédito para ser lançado  em 2014.
O disco foi preparado em um momento de férias nos EUA, onde o cantor/compositor compôs as 9 canções inéditas do disco, que terá ainda, uma regravação.
Depois de um longo período sem produzir os discos de Asaph, Alexandre Paz, produtor gaúcho, retorna com a missão de cuidar desse projeto.
O disco foi gravado nos estúdios da Life e terá a participação de Fernanda Brum, gentilmente cedida pela MK Music, além dos cantores gaúchos André Nascimento e Carmélia Tonin.

" Esse disco terá uma roupagem mais pop, que difere um pouco dos meus trabalhos anteriores. Mas nada mudou. Quero dar continuidade aos meus 38 anos de trabalho sempre levando a Palavra de Deus a toda criatura" diz Asaph.

Parecer da Comissão eleitoral da CGADB propõe afastar o pastor Ivan Bastos da presidência da CONFRATERES


Depois de ter sido retirado do cargo de tesoureiro e excluído da CGADB, agora um parecer jurídico emitido por membro da última Comissão eleitoral  Convenção Geral propõe retirar  Ivan Bastos da Presidência da CONFRATERES.

Fiquei perplexo ao sair da reunião da Convenção Confrateres realizada  na manhã de sexta-feira, dia 11/10 no templo da AD em Rosa da Penha-Cariacica.  O semblante dos ministros demonstrava forte emoção e total reprovação ao que chamaram  de arbitrariedade da CGADB em emitir parecer pelo desligamento do pastor e pela rapidez com que exige o cumprimento do parecer. Após o encerramento, o pastor Ivan deixou o local da reunião com lágrimas pela face que revelavam um misto de revolta, sede de justiça e emoções de um homem combativo que sofre pelos ideais que sustenta.  restando uma hora para o encerramento da reunião que tratou vários assuntos, inclusive sobre a eleição da Mesa diretora da Confrateres, que acontecerá no dia 08/03/2014, o pastor Dr. Aldecy de Oliveira, assessor Jurídico da Convenção, leu o parecer que lhe foi solicitado em reunião anterior, que apresenta o relato dos fatos ocorridos que culminaram com a suspensão das atividades do pastor Ivan Bastos como 1º tesoureiro da CGADB, cargo este que alcançou legitimamente com 7.332 votos na eleição que ocorreu em Brasília, em abril deste ano. (veja aqui o Parecer Jurídico na íntegra).
No parecer, o  pastor Aldecy, que também integrou a Comissão eleitoral da CGADB na última eleição,  citou diversos artigos do Estatuto da Convenção Geral e da Confrateres e encerra com um pedido de renúncia ou exclusão para o pastor Ivan Bastos : “ Senhores membros da Mesa Diretora da Confrateres, o artigo 17, Inciso I, é taxativo ao dizer que para ser membro da Confrateres é preciso ter o reconhecimento  e o credenciamento da CGADB, pois bem, quando algum ministro é desligado da CGADB, ele perde o reconhecimento e o credenciamento da CGADB, no caso em tela qualquer membro da Confrateres que for desligado na CGADB, também automaticamente estará desligado da CONFRATERES... O melhor entendimento, seria o Pr. Ivan Pereira Bastos solicitar o seu desligamento por escrito a CONFRATERES, na forma do artigo 38, inciso VI”. Diz o texto, que propõe ainda a posse imediata do 1º vice-presidente e em caso de não fazê-lo, poderá o 2º o 3º ou ainda o 4º presidente ou o primeiro secretário, ou outro secretário em ordem crescente assumir rapidamente a convenção no prazo de até 30 dias, sob pena de “descredenciamento” da Confrateres junto a CGADB caso não seja cumprido o estatuto no período proposto. O parecer se encerra como o que alguns ministros qualificaram como imposição de “terror” por parte da Convenção Geral quando ameaça dizendo que, “se, as decisões forem por absolver o Pr. Ivan Pereira Bastos das disciplinas aplicadas por ocasião da 6ª AGE, na cidade de São Paulo, a CONFRATERES, terá a suspensão do seu registro na CGADB, o que, também poderá ocorrer uma avalanche de Ações por danos morais ajuizadas contra a Mesa Diretora da CONFRATERES por parte dos demais ministros que também serão excluídos da CGADB, por inércia desta Mesa Diretora”. Completa assim o texto.
Após a leitura, o pastor Ivan disse que não considera o parecer  do pastor Aldecy porque o parecer é dele e da CGADB e não da Assessoria Jurídica, uma vez que os demais membros não foram comunicados. Pr. Ivan disse também que estão querendo atropelar o processo porque a decisão da CGADB está num processo que  ainda tramita na justiça de Manaus,  não foi julgado e que a decisão judicial que sairá a qualquer momento poderá cancelar todos os atos da CGADB.
A maior parte dos ministros membros da diretoria e demais pastores presentes  se colocou de pé  em favor do pastor Ivan. Para os diretores o fato é mais uma manobra e consideraram  uma arbitrariedade a pressa com que querem encerrar o processo (30 dias), uma vez que em nenhum outro processo a CGADB exigiu tanta rapidez no cumprimento. No uso da palavra o  pastor Gilson Grisoste saiu em defesa da verdade e disse que o E-mail da Convenção Geral destinado ao secretário vazou antes da reunião para todos os ministros, antes que o próprio presidente recebesse, coisa que nunca aconteceu antes.  “Nós precisamos defender a nossa entidade. Somos conhecidos como uma Convenção Fraternal. Onde ficará o nosso respeito e a nossa consideração ao nosso presidente se agirmos agora dessa forma? Eu não posso aceitar uma coisa dessa e depois sair daqui tranquilo pra pregar em nossas igrejas. Como vamos pregar depois o amor, o perdão a benevolência e misericórdia em nossas igrejas se estamos condenando o nosso presidente? Esta não é e nunca foi  uma convenção problemática. Desfrutamos sempre aqui de paz e fraternidade. Me desculpe aqui pastor Aldecy mas o senhor tem o seu jeito de pensar e agir mas as coisas não devem ser conduzidas dessa forma. Temos que parar, pensar e agir com calma, sem essa pressa toda. As nossa reuniões sempre foram pacíficas, diferentes de outras convenções, mas as três últimas reuniões tiveram esse tumulto. Nada aqui pode ser por pressão. O senhor é inteligente mas não pode de forma alguma usar isso para se promover ou concorrer a vaga para assumir a presidência. Se for preciso sairemos todos da Convenção Geral, como os irmãos que aqui se manifestaram, porque já estão fartos de tanta podridão, mentira e farsa. .. Isso aqui não nasceu da noite pro dia, isso aqui tem história, não deixaremos que interfiram e arranquem de nós assim de forma súbita o nosso presidente. Onde vamos chegar com isso? A um desmantelamento, uma dilapidação da nossa convenção e isto não nos levará a lugar algum. Hoje eu trouxe o pastor Ivan até aqui porque está com o carro quebrado em casa. Ele me pediu que o trouxesse. Porque seu carro está quebrado em casa e o seu conserto custa dois mil reais. Agora estão querendo sua cabeça, depois de tudo o que ele fez pela gente. Agora eu poderia aqui levantar uma oferta e pedir ajuda para consertar o carro do nosso presidente. Será que alguns se prontificariam isso? Mas agora propor a expulsar, expurgar pra fora, lá para o portão alguém que sempre se dedicou e deu sua vida por essa convenção? isso não podemos de forma alguma aceitar assim de qualquer maneira". (aplausos).
O pastor Josias foi o último a falar pedindo aos irmãos oração, paciência e prudência, para que as coisas se esfriem e possam analisar de forma democrática e espiritual todas as questões propostas. A Convenção Confrateres é conhecida pela forma de reunir ministros de forma amável, fraternal e como confraternização pacífica em seus encontros. Quero ter paz e comunhão com os irmãos. O que o Diabo quer é nos abater. Mas não vamos baixar a guarda e deixar as coisas se perderem assim não.
Ao final da reunião o pastor disse que tem muita gente orando em seu favor e que aguarda a decisão que está tramitando na justiça para depois agir. Disse ainda que após a decisão  convocará outra reunião para tratar esse assunto.

Por Joel Freire  do Jornal Anotícia Online.
A Noticia Online

Projeto de lei que desobriga igrejas a celebrarem casamento gay e protege o culto é aprovado na Comissão de Direitos Humanos


Uma nova polêmica entre ativistas gays, líderes religiosos e parlamentares das bancadas evangélica e católica foi iniciada com a aprovação na Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) do projeto 1411/11, que desobriga templos religiosos a celebrarem casamentos de pessoas do mesmo sexo.
O projeto, de autoria do deputado Washington Reis (PMDB-RJ), prevê ainda que as denominações religiosas poderão pedir a retirada de pessoas de dentro de seu templo, caso estas se comportem de forma inadequada às crenças adotadas no local, como no caso em que duas jovens ativistas gays se beijaram durante o Glorifica Litoral, onde o pastor Marco Feliciano pregava.
O relator do projeto, deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), emitiu parecer favorável à ideia, por entender que os direitos de liberdade de expressão não podem suplantar a liberdade de crença: “Do contrário pode-se entender como verdadeira imposição de valores que não são próprios das igrejas, sendo que, aqueles que não concordarem com seus preceitos, basta eximir-se voluntariamente da participação em seus cultos”, pontuou.
Boa parte da mídia nacional noticiou a aprovação do projeto na CDHM como uma iniciativa do pastor Marco Feliciano (PSC-SP) que visava a proibição de homossexuais nas igrejas evangélicas. Em seu Twitter, o presidente da CDHM posicionou-se a respeito do assunto e negou que a iniciativa tivesse o teor das manchetes.
“Mais uma vez uma parte da mídia mente deslavadamente! Dizendo que foi aprovado um projeto que proíbe a entrada de pessoas em cultos. Quando aprenderem a ler os projetos e interpretá-los sem preconceito talvez haja paz. Como podemos impedir alguém de ir à igreja? Todos tem o direito de ir e vir. Independente de sexo, cor ou fé. Todavia o respeito aos cultos, templos e homilias tem que ser observados. Sejam todos bem-vindos aos cultos evangélicos e católicos! Cultuem conosco! Adorem a Deus conosco! Um abraço a todos!”, publicou o pastor.

Em país islâmico, jogador brasileiro assiste cultos via Skype


Em país islâmico, jogador brasileiro assiste cultos via SkypeEm país islâmico, jogador brasileiro assiste cultos via Skype
Ao aceitar o contrato com um time da Turquia, o jogador Cicinho sabia que teria que se acostumar com uma cultura muito diferente do Brasil. Não apenas a diferença da língua, e do clima: no país, predominantemente islâmico, o atleta também precisou se adequar à diferença religiosa.
Cicinho se converteu quando era jogador em Roma, mas ao chegar na cidade turca de Sivas ele não encontrou uma igreja evangélica.
“Igreja não tem aqui. Só mesquitas”, disse o atleta em entrevista ao Globo Esporte. Para continuar sendo ministrado ele recebeu apoio de seu pastor no Brasil e acompanha os cultos pela internet.
“Tenho o acompanhamento de um pastor do Brasil. Ele faz a pregação via Skype. Sempre que possível, vejo vídeo na internet”.
A fé foi importante para Cicinho conseguir superar o vício do álcool. Em 2012, quando voltou ao Brasil para vestir a camisa do Sport, ele não evitou falar sobre o tema que quase o tirou do futebol.
“Vemos muitos jogadores tomando essa direção, e Deus me usou para servir de exemplo. Outros jogadores perderam o medo de falar da vida pessoal. Somos formadores de opinião. Sei o que perdi em termos em espaço no futebol e escolhi seguir outros desejos, que não eram para um jogador de futebol profissional. Mas a minha vida hoje é outra”, garante.

Justiça revoga reintegração de Samuel Câmara à CGADB


O desembargador entendeu que não há fundamentos para que a Convenção aceite o presidente da Igreja-Mãe de volta ao rol de pastores.

A batalha judicial entre os pastores Samuel Câmara e José Wellington Bezerra da Costa ganhou mais um episódio. O Tribunal de Justiça do Amazonas (1ª Câmara Cível) jugou o recurso apresentado pela CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil) e decidiu pela não reintegração de Câmara.

Open in new windowA decisão foi assinada pelo Desembargador Paulo Lima alegando falta de fundamentação para o pedido de reintegração, contestando os motivos que levaram a ação a ser movida no Amazonas, sendo que a sede da CGADB está localizada no Rio de Janeiro.

Ao entrar na Justiça o pastor Samuel Câmara almejava suspender a decisão da Convenção de expulsá-lo por mal comportamento. Durante a Assembleia Geral Extraordinária de 2012 ele e outros três pastores (Jônatas Câmara, Sóstenes Apólos e Ivan Bastos) foram acusados de provocar tumultos. A Mesa Diretora realizou sessões para analisar os processos disciplinares e ficou decidiu que todos eles seriam desligados da convenção.

Mesmo sob multa milionária, a CGADB não reintegrou Câmara e entrou com esse recurso conseguindo o aval para não ter obrigação de aceitar o pastor da Igreja-Mãe no rol de pastores.

No pedido, a Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil alegou que não havia amparo legal para aceitar Câmara novamente dizendo que ele foi “excluído de modo regular, tendo em vista o cometimento de atos incompatíveis com a sua condição de membro”.

Fonte: Gospel Prime

Cassiane encerra contrato com a Sony Music


A cantora Cassiane não faz mais parte do cast da gravadora Sony Music, foi o que noticiou a gravadora nesta sexta-feira (18) desejando sorte para artista na próxima gravadora.

Cassiane assinou com a Sony em 2010 e logo lançou o CD “Viva” com canções inéditas, alguns meses depois foi certificado com o Disco de Platina Duplo pela venda de mais de 160 mil cópias.
O segundo CD da cantora pela Sony foi “Ao Som dos Louvores” também com canções inéditas, mas sem a mesma repercussão do primeiro disco. Foi pela Sony que ela lançou o DVD “Um Espetáculo de Adoração” gravado ao vivo na cidade de São Sebastião, no litoral paulista, tendo em seu repertório canções inéditas e regravações.

Com mais de 20 anos de ministério a cantora Cassiane já gravou 18 CDs, o mais recente foi lançado com o selo da MK Music por conta de um processo judicial que contemplava a empresa de Yvelise de Oliveira. “Tempo de Excelência” foi gravado em estúdio e só foi vendido em formato digital. A MK não decidiu se irá lançar ou não o formato físico do disco que veio com 15 faixas.

Com a saída de Cassiane da Sony voltam a circular os rumores de que ela voltaria para a MK. Além da parceria com a cantora, a Sony também encerrou o contrato com a dupla Cassiane & Jairinho.

Fonte: Gospel Prime

Igreja Universal derruba e tira Igreja Mundial da Band e do canal 21


A partir desta segunda-feira (21), a Igreja Mundial deixará de ser parceira e principal programa das madrugadas da Band e de 21 horas diárias do canal 21, que pertence ao grupo Band.

Devido a atrasos no pagamento mensal pela cessão do canal (aluguel), a Band decidiu romper com a Mundial e fechar com a Universal de Edir Macedo.

Trata-se de uma das maiores derrotas sofridas pelo apóstolo Valdemiro Santiago, que deixou a Universal e fundou a Mundial. Ela já havia sofrido com a denúncia feita pelo jornalismo da Record (que pertence a Macedo), de que estaria usando dinheiro da igreja em benefício próprio, em reportagem exibida no "Domingo Espetacular". A reportagem causou abertura de investigações pelo Ministério Público e levou Santiago a vender algumas propriedades.

Nem Record, nem igreja, nem Band informam qual será a duração do novo contrato com a Universal, mas em UHF a programação evangélica deverá ocupar o mesmo tempo que hoje ocupa a Mundial: 21 horas por dia. Na Band, a Universal também ocupará parte das madrugadas.

Não há nenhuma legislação clara que proíba uma emissora de vender espaço para terceiros, embora uma lei "caduca" dos anos 60, que supostamente deveria regulamentar a TV aberta, proíba isso.

Fonte: UOL

CASO GILMÁRIO SALES . INFORMAÇÕES CONTUNDENTES SURGEM NESSE MOMENTO.

TELA INTERNA DA POLICIA DO ESTADO DA BAHIA



Na última quinta feira (17), o jovem preletor da Assembleia
 de Deus, Gilmário Sales, de 24 anos, foi morto durante um
 cerco feito pela polícia em Feira de Santana (BA).
Além de Sales, outros três homens foram mortos durante a 
operação policial, entre eles o cantor evangélico Jeisivam
 Cristiano Dias Brito, de 26 anos, Fábio de Almeida Silva,
 24 anos e Enderson Almeida Souza Matos, 23 anos.
A ação que resultou na morte dos jovens aconteceu na
 tarde da quinta feira na divisa entre Feira de Santana 
e Conceição do Jacuípe. De acordo com a polícia, os 
jovens mortos seriam parte de uma quadrilha
 especializada em tráfico de drogas e roubo de veículos;
 porém, familiares contestam a afirmação feita pelo 
delegado Jean Souza, titular da Delegacia de Repressão 
a Roubos de Cargas (Decarga).
Segundo  o delegado, os jovens estavam armados em 

dois veículos, um Peugeot vermelho, placa OLD – 8292,
 e um Punto branco, placa NZP- 3230, e ao receberem
 ordem de parada , revidaram , iniciando assim uma
 troca de tiros.




ARMAS APREENDIDAS 
PARTE DA ELABORAÇÃO DA OCORRÊNCIA .
No dia 21/10 as 11.30 hs O BISPO ROBERTO TORRECILHAS
 ligou para o gabinete do então governador   Jaques  Wagner
 ,  para cobrar uma posição e a palavra dele sobre o caso .
Em conversa com Matheus Ribeiro , chefe de comunicação
 da Policia Civil desse estado , nos colocou em contato
 com o DELEGADO responsável sobre a ocorrência , e o
 mesmo nos deu informações bem contundentes sobre
 o caso Gilmário Sales .
Informações essas,em que ,  as investigações
 foram iniciadas com escutas telefônicas autorizadas 
pela justiça.
Onde o líder Rabicó , de porte de uma encomenda de
 um Peugeot vermelho , Roubado , conduzido pelo
 Gilmário , estavam indo em direção a Feira De Santana , 
quando interceptados pela policia local , reagiram .
Ouve troca de tiros e os mesmos foram alvejados , 
vindo a falecerem no local.
Segundo consta nos laudos , dentro do PEUGEOT , 
alem de armas , foram encontrado drogas .
Segundo as informações do delegado  , GILMÁRIO  ,
 tinha uma outra família na cidade de MACEIÓ, 
dividindo seu tempo entre essas duas localidades .
Em depoimentos , a Mãe de Gilmário informou sobre
 as desconfianças que tinha sobre a compra de um 
carro novo por apenas 14 mil reais , em entrevista 
a rádio local .




De acordo com informações de parentes e amigos 
que utilizam as redes sociais ou estiveram no 
Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira
 de Santana, dois dos quatro homens mortos 
durante uma operação policial ocorrida nesta
 quinta-feira (17) na BR-324, eram evangélicos:
 o pastor Gilmário Sales Lima (foto), 24 anos e
 Jeissivan Cristiano Dias Brito, 26. Eles estavam
 na companhia de Enderson Almeida Souza Matos,
 23, também conhecido como “Rabicó” e Fábio de
 Almeida Silva,24.

O coordenador regional da Polícia Civil, delegado 
Ricardo Brito, declarou que todos eles estavam 
envolvidos na quadrilha que era comandada por
 “Rabicó”. “Eles roubavam os carros em Salvador
 e ‘esquentava’ (adulterava) em Feira, para 
revendê-los”, disse Brito.

O delegado informou ainda que a quadrilha estava
 sendo investigada há um bom tempo e além dos 
dois carros roubados: Peugeot, vermelho, placa 
OLD-8292 e Punto, branco, placa NZP-3230, também
 foram encontrados três revólveres calibre 39 e uma
 pistola 9 milímetros de uso restrito das forças
 armadas e de origem filipina.
Ricardo Brito disse ainda que os evangélicos
 envolvidos eram considerados “tiro surdo”, linguagem
 policial para quem comete delitos, mas não tem entrada
 em delegacia. “O pastor estava em um carro roubado,
 com placas de outro veículo com as mesmas características
 e fazia a função de batedor para o resto do bando”, 
disse a autoridade policial.

DROGAS
A polícia informou que peritos do Departamento de 
Polícia Técnica fizeram uma vistoria nos carros e 
encontrou três tabletes de maconha, pesando
 aproximadamente 3 kg, escondidos na chaparia
 do veículo Peugeot.

FILHO SABIA SOBRE CARRO ROUBADO, DIZ 

MÃE DE PASTOR
Familiares dos mortos estiveram no DPT de Feira de 
Santana e entre eles estavam a mãe e padrasto do
 pastor Mário Sales. Segundo Alberto, o enteado 
era natural de Pojuca, mas estava morando em
 Feira e Aracajú.

A mãe, Veranildes Santos, disse em entrevista ao
 repórter Denivaldo Costa que o filho morreu porque 
teria corrido e que ele sabia que o veículo Peugeot
 era roubado. “O próprio policial falou pra mim: olha
 moça! Ele não estava atirando, quem estava atirando
 foi o Rabicó e outro de trás”, contou.

Ela acrescentou que o filho sabia que o carro era
 roubado: “Meu filho veio comprar esse carro; meu
 filho sabia com certeza que o carro era roubado. 
Sabe por quê? Porquê um Peugeot daquele não 
existe (zerado) por 14 mil reais. Meu filho sabia”.

Quem também falou para nossa reportagem foi Ivo 
da Silva Brito, presidente do Sindicato dos Camelôs e
 pai de Jeissivan. Segundo Brito, o filho trabalhava 
com ele como camelô e era evangelista,mas estava
 endividado após a compra de um carro e vinha sendo
 ameaçado de morte. Apesar disso, negou que o
 filho tivesse envolvimento com bandidos e que ele 
apenas pegou carona. “O Jeissivan não sabia pegar
 numa arma. A arma dele era a bíblia”, declarou o pai.



Blog Gritos de Alerta , Central de Polícia, com
 informações de Denivaldo Costa(Rádio Subaé e 
Carlos Valadares do Jornal Transamérica e fotos 
do Central de Polícia e Boca de Zero Nove.


Quatro homens foram mortos em um confronto com
 policiais civis e militares de Feira de Santana, no início
 da tarde desta quinta-feira (17), na BR 324, próximo ao
 entroncamento com a BR 101.
De acordo com informações do delegado Jean Souza, 
titular da Delegacia de Repressão a Roubos de Cargas
 (Decarga), os homens integravam uma quadrilha liderava 
pelo traficante conhecido como Rabicó, 
Mais informações a qualquer momento 

Neste domingo, Deputado Federal Pastor Marco Feliciano publicou em sua conta no Facebook que a seu chefe de gabinete, Dr. Talma Bauer, iria até Feira de Santana e região para apurar a morte do pastor Mário.
Comunicou ainda que já foi proposta a apuração das informações do caso pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal. O Dr. Talma Bauer está ciente das muitas discrepâncias na ação policial. Existe, segundo Feliciano, “um forte indicio de execução por parte da polícia local”, mas o deputado é cauteloso em adiantar detalhes.
O Dr. Talma Bauer embarcou para a Bahia hoje e às 18h se encontrará com o chefe de Policia de Feira de Santana, para esclarecer os fatos. Bauer também deve se encontrar com as lideranças evangélicas e imprensa. O deputado pede que, se alguém tiver informações que possam colaborar com a investigação, contatem o Dr. Bauer no telefone (61) 9339-7205 ou pelo e-mail imprensa@marcofeliciano.com.br.

obs. como veiculo de informação , procuramos sempre publicar as duas vertentes do caso , para que se apurem os fatos , e a realidade seja mostrada .

VIA GRITOS DE ALERTA . Blog Gritos de Alerta , Central 
de Polícia, com informações de Denivaldo Costa(Rádio 
Subaé e Carlos Valadares do Jornal Transamérica e fotos
 do Central de Polícia e Boca de Zero Nove.

O QUE SIGNIFICA 5777--"LEI PERFEITA, LEI DA LIBERDADE"

(TG 2:8; 1:25)(ler -2 Co 3:16 a18)."SE CRISTO VOS LIBERTAR SEREIS VERDADEIRAMENTE LIVRES."(JO 8:36)-- Para que...