segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Justiça cassa reintegração de posse de terreno da Igreja Assembleia de Deus

A decisão da justiça de Amazonas leva em conta que os índios têm precedentes em relação ao imóvel ocupado.

A Justiça de Iranduba, a pedido do Ministério Público Federal no Amazonas (MPF-AM), determinou a suspensão da liminar para reintegração de posse de um terreno localizado no quilômetro 5 da rodovia Manuel Urbano (AM-070), ocupado por índios de diversas etnias desde o início desta semana.

A decisão reconheceu a conexão do caso com outra ação, referente à ocupação no quilômetro 6 da mesma rodovia, e determinou o envio do processo à Justiça Federal, para que tramitem juntos na 1ª Vara de Justiça Federal do Amazonas.


Na decisão que acatou o pedido do MPF-AM, a Justiça considerou que, embora os objetos dos processos sejam diferentes – neste segundo, a posse do imóvel ocupado, requerida pela Igreja Assembleia de Deus, atende os mesmos precedentes do caso anterior.

O pedido do MPF-AM ressaltou a existência de interesse da União nos dois casos, principalmente em função da presença de indígenas na ocupação e da manifestação formal de interesse da Fundação Nacional do Índio (Funai) no processo.


No entendimento do Ministério Público será preciso estabelecer diálogo com a participação de órgãos como o Instituto Nacional da Colonização e Reforma Agrária (Incra), Instituto de Terras no Amazonas (Iteam), Funai e União, para discutir a respeito da posse das terras e chegar ao encaminhamento mais apropriado e seguro para o caso.

Fonte: Em Tempo online

Maioria das igrejas são lideradas por pastores sem formação teológica


Calcula-se que existam cerca de 2,2 milhões de igrejas evangélicas em todo o mundo e que 85% delas são lideradas por pastores com pouca ou nenhuma formação teológica.

Durante o século passado, o número de evangélicos em todo o mundo cresceu de forma explosiva. Estima-se que 75% deles vivam na África, na Ásia ou na América do Sul. Embora seja impossível saber ao certo, estudiosos calculam que existam cerca de 2,2 milhões de igrejas evangélicas em todo o mundo. Mas 85% delas são lideradas por pastores com pouca ou nenhuma formação teológica. Estima-se que menos de 10% dos pastores possuem um diploma de teologia.

O pouco acesso à educação formal afeta a compreensão de verdades básicas da Bíblia. O grande número de analfabetos e a pouca disponibilidade em alguns países dificulta ainda mais o processo de treinamento. Em muitos lugares o acesso à Internet é precário ou simplesmente não existe.

Nada disso muda o poder do Evangelho em mudar vidas, mas gera problemas que os evangélicos que não vivem essa realidade possivelmente não são capazes de entender. Contudo, este cenário afeta milhões de pessoas em muitos países.

Uma campanha de âmbito mundial da organização The Gospel Coalition (TGC) deseja acabar com o que descreve como “fome de Bíblia”. O foco principal é chamar atenção para as regiões “subnutridas teologicamente”, especialmente no Hemisfério Sul.

O famoso Movimento AD2000 e Além ressaltava o contraste de um pastor formalmente treinado para cada 230 pessoas nos EUA. A proporção na região menos evangelizada do mundo, a chamada janela 10-40, é de um pastor com treinamento formal para cada 450 mil pessoas. Se a média estimada de 174.000 pessoas se convertendo diariamente a Cristo no mundo todo, seriam necessários mais de mil pastores formados por dia.

A TGC está levantando fundos entre cristãos comprometidos para treinar tradutores, fazer parcerias com editoras e centros de treinamentos missionários para oferecer acesso a recursos bíblicos, no formato impresso, mas também digital. Estes são mais baratos, mas segundo dados divulgados, apenas 33% da população mundial tem acesso fácil a computadores hoje.

Uma primeira edição de material de treinamento básico já foi impresso para ser doado e distribuído para pastores e igrejas juntamente com doações de comida para os locais mais carentes.

Já existe uma mobilização para identificar pessoas em cerca de 120 países onde as carências são mais claras. Um dos objetivos de curto prazo é mandarem missionários que sejam especializados no treinamento teológico, que em pouco tempo podem ajudar a reverter esse quadro de deficiência ou ausência de treinamento. Também pedem orações pela mudança nessa realidade o mais depressa possível.

Fonte: Gospel Prime com informações de The Gospel Coalition e Training Leader International.

JÁ ESTA SENDO CONFIGURADA A WEB RÁDIO DO MINISTÉRIO GERAÇÃO GRAÇA E PAZ



MAIS UMA CONQUISTA PARA GLÓRIA DE YHVH - ALELUIA

Exposição que mostra pedofilia e zoofilia provoca bate boca entre deputados

Não foi só nas redes sociais que a mostra “QueerMuseu” gerou debates e bate boca. Na noite desta terça-feira (12) o assunto foi amplam...