segunda-feira, 3 de junho de 2013

Família evangélica é morta a facadas por causa da religião

crimeUma família evangélica foi atacada por um vizinho à facadas por causa da religião, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, nesta quarta-feira. Ao todo foram três mortos, Rogério Lima, a esposa, Eliane Souza, e um filho de um ano.

O assassino, Everaldo Santos da Silva, 41anos, era sócio de Rogério em uma loja de móveis usados. De acordo com uma vizinha, o rapaz estava aborrecido porque a família insistia que ele seguisse a religião. O crime aconteceu por volta de 8h da manhã.
“Matei porque eu não concordo com a escolha religiosa deles”, confessou ele.
Segundo a vizinha que ouviu a discussão, Rogério e Everaldo eram sócios por cerca de um ano e nunca haviam tido nenhum conflito.
O vizinho esfaqueou o marido, a mulher e dois filhos pequenos dentro de sua casa. A mulher de Rogério, mesmo ferida ainda chegou a fugir junto com a outra criança de três anos, e pediu ajuda para policiais da região.
“A mulher veio em direção da gente, a gente pediu para ele soltar a faca”, disse um policial, segundo o R7.
Curta-nos no Facebook
Eliane e a filha de 3 anos foram levados ao hospital com ferimentos graves. Ela veio a falecer enquanto passava por uma cirurgia por volta das 16h. A criança permanece internada.
Já Rogério e o bebê de 1 ano morreram na hora. Um outro filho do casal, de 10 anos, escapou da violênica porque estava na escola.
O suspeito foi preso em flagrante. Everaldo foi transferido para o centro de detenção provisória. Segundo relato da polícia, ele estava transtornado no momento no flagrante, mas disse depois que não se arrependeu de ter cometido o crime.

Thalles Roberto ora em frente à boate Kiss




Thalles Roberto ora em frente à boate KissO cantor Thalles Roberto esteve no último sábado (25) participando de um evento na cidade de Santa Maria (RS). O show aconteceu na Estação do Gare, mas o cantor fez questão de passar pela boate Kiss para fazer uma oração.
“Durante o show, eu disse para as pessoas que iria na Boate KISS e uma multidão foi junto! Orei pelos familiares das pessoas que morreram, principalmente pelos pais, que perderam seus filhos, e também orei para que Deus nos dê mais capacidade de evangelizar e coragem para falar, sem ficar com meias palavras, carregadas de religiosidade e sem efeito!”, relatou Thalles.
Em janeiro deste ano um incêndio na boate resultou na morte de mais de 240 jovens, a tragédia deixou o Brasil de luto e repercutiu em diversos países do mundo.
Thalles que esteve na cidade pela primeira vez disse que conseguiu sentir a dor que as famílias sentiram. “Ali, diante da KISS, de frente com a morte, me senti sei lá como… Quase podia ouvir os gritos, o choro, os telefonemas, a mãe, o pai – ainda de pijamas na rua – sem saber se era verdade ou se era sonho! As paredes da Kiss estão lotadas de fotos, banners e homenagens.”
Diante daquela imagem e ao saber de tantas histórias daquele dia, o cantor sentiu o desejo de renovar seus votos. “Quero ganhar TODOS os desviados e trazê-los de volta à casa do Pai.
Quero trazer aqueles que ainda não são filhos, para que sejam filhos de Deus! É com esses o meu compromisso! O mundo está morrendo sem Cristo e nós, cantores, pastores, igrejas e críticos, precisamos tomar uma posição diante de Deus!”

Marcha para Jesus reúne cerca de 200 mil em Teresina

A 12ª edição da Marcha para Jesus em Teresina reuniu cerca de 200 mil pessoas nesta quinta-feira, segundo a Polícia Militar. O evento foi organizado pelo apóstolo Soares.

A Marcha, que tem como o propósito exaltar o nome de Jesus, teve como tema “Marchando pela dignidade da pessoa humana”.

O apóstolo Soares destacou a participação de muitos jovens e apontou também para o crescimento dos evangélicos nas regiões Norte e Nordeste.

“A igreja evangélica tem mostrado a sua força e se expandindo conseguindo atrair cada vez mais a participação dos jovens. Esse é um evento que exalta o nome de Jesus e é uma grande manifestação de alegria”, disse Soares, segundo o G1.

A Marcha para Jesus também teve como um dos objetivos, a arrecadação de pacotes de leite para serem doados a instituições para dependentes químicos.

“A igreja tem vários projetos nessa área, como Nos Braços do Pai, Oficina da Vida, Clínica Filadélfia e outros”, explicou o apóstolo.

O evento também contou com a participação de Felipão, ex-integrante da banda Forró Moral, do prefeito da cidade, Firmino Filho, o senador Wellington Dias, a deputada estadual Rejane Dias e vereadores da capital.

“O evento mostra a força da religiosidade e é bastante importante para Teresina”, disse o prefeito.

A marcha deu início por volta das 17h a partir do balão do São Cristóvão e seguiu pela avenida João XXIII.

Fonte: The Christian Post

Cem mil cristãos morrem por ano por causa da sua fé em Jesus


Dados mostram que 100 mil cristãos são mortos por ano, por assuntos relacionados à sua fé. As informações foram divulgadas pela Rádio Vaticano, na última terça-feira (28).

A denúncia foi feita pelo observador permanente da Santa Sé nas Nações Unidas, monsenhor Silvano Maria Tomasi. “Investigações confiáveis levaram à conclusão chocante de que mais de 100 mil pessoas são mortas por ano, por motivos que têm alguma relação com sua fé”, disse ele.

Tomasi também ressaltou a constante perseguição religiosa em alguns países. Ele observou que há países onde os cristãos são forçados a renunciar sua fé e assistir a destruição dos seus locais de culto. Os casos de sequestros de líderes religiosos também foram lembrados, como o recente na Síria, onde dois padres ortodoxos foram levados por homens armados.

As violações contra a liberdade religiosa são “fruto do sectarismo, da intolerância, do terrorismo e de leis que excluem”, explicou. “A Santa Sé manifesta ‘profunda preocupação’ pelas violações da liberdade religiosa e pelos sistemáticos ataques perpetrados contra as comunidades cristãs em algumas áreas do planeta, como África, Ásia e Oriente Médio”, foi publicado no site do Vaticano.

O secretário do Conselho Pontifício para a Justiça e a Paz, o arcebispo Mario Toso, disse ainda que apesar das conferências da Igreja Católica, as situações de discriminação contra cristãos aumentaram na região entre a Europa e a Ásia Central.

“Lamentamos o fato de terem traçado uma linha entre o credo religioso e a prática religiosa, o que faz com que alertemos aos cristãos, cada vez mais numerosos ante os tribunais, que há a liberdade privada de crer e praticar em suas igrejas, mas fica proibido agir publicamente em nome da fé”, acrescentou Toso.

A perseguição contra os cristãos “deve ser combatida assim como o antissemitismo e a islamofobia”, falou Toso, em declaração citada pelo Vaticano.

Fonte: The Christian post

Ex-humorista afirma ter encontrado Jesus em uma parada gay

Open in new windowO ex-humorista Ricardo Tofanelo, que fez sucesso nos anos 2000 na Metropolitana FM, em São Paulo, interpretando a travesti Judith no humorístico Chupim, concedeu uma entrevista à revista Veja falando de sua conversão e sua atual vida como pastor evangélico.

Tofanelo, que há três anos está afastado da mídia, está à véspera de lançar o documentário em DVD “Do Rosa ao Choque”, que conta sua história e conversão. Ele revela como se converteu, e conta ter “encontrado Jesus” em uma parada gay.

- Gastava 2.800 reais por mês em cocaína. Um dia, achei que a polícia iria me pegar e me refugiei num culto às 7 horas. Aí, virei fiel. Mas encontrei Deus mesmo na Parada Gay. – afirmou o ex humorista.

- Tinha assinado contrato para desfilar num dos trios. Se faltasse, pagaria multa de 40 000 reais. Exigi tocar uma música gospel, Faz um Milagre em Mim. Quando ouvi, Deus me libertou de drogas, sexo… – completou Tofanelo, que contou ainda que atualmente é pastor Igreja Plenitude do Trono de Deus.

Ele falou ainda de suas finanças, contando que compra e revende horários em rádios gospel, o que faz sua renda chegar a R$9 mil por mês, equivalente a metade do que recebia quando interpretava a travesti Judith.

Questionado se deixou de ser homossexual, o ex-humorista afirmou que não sente mais vontade de manter relações com homens. Ele respondeu também uma pergunta sobre sua opinião acerca do pastor Marco Feliciano, presidente da Comissão de Direitos Humanos e considerado o novo desafeto da comunidade GLS, afirmando que Feliciano atua em defesa da família.

- Ele quer preservar a família e não desrespeita homossexuais. Os gays pedem respeito, mas na parada só vemos travestis de peito de fora – afirmou.

Fonte: Gospel+

Parada Gay reduzida protesta contra Marco Feliciano

Segundo o Datafolha, houve redução de 270 mil registrados no ano passado para 220 mil no número de participantes.

A 17.ª edição da Parada Gay de São Paulo foi marcada neste domingo por uma chuva insistente que afastou parte do público e muitos protestos contra o deputado e pastor Marco Feliciano (PSC-SP).

Segundo pesquisa Datafolha feita ontem, o número de participantes do evento caiu de 270 mil registrados no ano passado para 220 mil, uma redução de 18,5%.

Lacunas eram visíveis em diferentes pontos da avenida Paulista, onde a passeata começou por volta das 12h de ontem. "É uma pena, mas a chuva atrapalhou", reconheceu o antropólogo Luiz Mott, do Grupo Gay da Bahia.

Sem dizer de que forma foi calculado o público, a organização estimou em 5 milhões o número de participantes.

O pastor Marco Feliciano foi alvo de piadas por parte do público. Como protesto às declarações do deputado, o enfermeiro Rogério Rocha, de 43 anos, carregava consigo a cartilha dos "defeitos humanos". "O Feliciano fala muito dos direitos humanos e diz que nós, gays, somos os defeitos. Pois fiz uma sátira a ele", afirmou.

O tom político começou antes mesmo do evento. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) desmentiu que é do prelado católico Opus Dei, a ministra da Cultura, Marta Suplicy, classificou a gestão de Feliciano na Comissão de Direitos Humanos como "tragédia grega" e o deputado Jean Willys (Psol-RJ) discursou contra o "fundamentalismo religioso".

Não só os evangélicos foram alvo de protestos. A Igreja Católica também. O estilista José Roberto Fernandes, de 62 anos, fantasiou-se de papa. Não foi o único. Já seu companheiro, Marcos Oliveira, de 40, vestiu-se de São Francisco. Na Avenida Paulista, também era possível encontrar várias pessoas fantasiadas de freiras e padres.

Fonte: Folha de São Paulo e Território Eldorado

Pesquisa aponta que brasileiro não aceitaria um filho homossexual


Segundo a pesquisa, 37% dos brasileiros não aceitariam ter um filho homossexual, e 38% são contrários a casais do mesmo sexo terem os mesmos direitos de casais tradicionais.

A homossexualidade é um dos temas mais discutidos recentemente entre diversos setores da sociedade brasileira. Envolvendo polêmicas com pastores evangélicos, parlamentares e outros líderes de diversos segmentos, o tema tomou grandes proporções depois que uma decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinou a obrigatoriedade de todos os cartórios registrarem casamentos e uniões estáveis homossexuais sem que haja necessidade de uma determinação judicial.

Esse quadro motivou uma pesquisa conduzida pelo Instituto Data Popula, que apontou que 37% dos brasileiros não aceitariam ter um filho ou filha homossexual, e que ainda 38% afirmam ser contrários a casais do mesmo sexo terem os mesmos direitos de “casais tradicionais”.

Baseada em questionários respondidos por 1.264 pessoas em todas as regiões brasileiras, no primeiro trimestre de 2013, a pesquisa buscou mapear a opinião dos brasileiros a respeitos de assuntos relacionados à homossexualidade e ao acesso a direitos civis por casais de mesmo sexo no país.

De acordo com o Instituto Data Popular, a primeira pergunta apresentada às pessoas ouvidas pelo estudo era se o mesmo concordava ou não com a frase “Não aceitaria ter um filho ou uma filha homossexual”. 37% responderam que concordavam com a afirmativa. O número foi ainda maior entre os homens com taxa de 45%, contra as mulheres, entre as quais a rejeição a filhos homossexuais caiu para 35%.

Segundo o G1, o sócio diretor do Instituto Data Popular, Renato Meirelles, analisou os resultados afirmando que “os números reforçam que o preconceito da sociedade para com os homossexuais existe, tanto dentro de casa, quanto fora dela”.

Fonte: Gospel +

Renascer promove flash mob pró Marcha para Jesus

Renascer promove flash mob pró Marcha para Jesus

Em ritmo de Marcha para Jesus a companhia de dança da Igreja Renascer em Cristo organizou um flash mob para chamar a atenção de quem passa pelo centro da cidade de São Paulo.
A apresentação acontece neste sábado (1) no Vale do Anhangabaú a partir das 10h. Dezenas de dançarinos ensaiaram uma apresentação especial para divulgar a maior Marcha para Jesus do mundo que reúne milhares de pessoas todos os anos.
Os participantes deste flash mob estarão vestidos com a camiseta oficial do evento e assim que a apresentação terminar, eles realizarão um mega evangelismo pelas ruas do centro da capital paulista, falando não só do evento que acontecerá no dia 29 de junho, como sobre Jesus e sua salvação.
A 21ª Marcha para Jesus vai sair às 10h do Metrô Luz e seguirá em direção à Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira onde um palco será montado para receber grandes nomes da música gospel.
Confira a lista de artistas evangélicos que participarão do evento: Renascer Praise, Ao Cubo, Inesquecível, Asaph & Ligeiro, Banda DOPA, André Valadão, Leonardo Gonçalves, Diante do Trono, Liz Laine, Cassiane, Mariana Valadão, Thalles Roberto, Marcelo Aguiar , Fernandinho , Fernanda Brum, Gabriela Rocha, Kleber Lucas, Senador Magno Malta, Lauriete, Gui Rebustini e muito outros.

666? Tatuagens eletrônicas devem substituir senhas em breve




666? Tatuagens eletrônicas devem substituir senhas em breveÉ difícil pensar em viver sem internet e celular nos dias de hoje. Contudo, difícil imaginar que só poderemos acessá-los usando “tatuagem eletrônicas”, capazes de criptografar senhas. E elas devem se tornar realidade muito em breve. Regina Dugan, diretora da divisão de projetos especiais da Motorola, que hoje pertence ao Google, mostrou em uma entrevista recente que isso já existe.
A empresa gigante e uma das mais influentes do mundo divulgou recentemente que o instituto MC10 (da Motorola) e as equipes de engenheiros da Google já possuem um protótipo do que deve aposentar de vez as senhas.
Rápida e eficiente para a autenticação de usuários que desejam usar seus celulares e acessar seu e-mail, a própria diretora já tem uma marca tatuada em seu braço. “Alguns jovens provavelmente não gostariam de usar um relógio, mas com certeza fariam uma tatuagem dessas apenas para chatear seus pais”, justifica.
Ao mesmo tempo, Dennis Woodside, CEO da Motorola, explica que os pequenos circuitos eletrônicos são flexíveis e podem ser fixados em qualquer parte do corpo. Essas tatuagens foram desenvolvidas primeiramente para o uso médico, mas as empresas de tecnologia acreditam que elas podem servir como o meio mais seguro para  evitar fraudes e roubos em transações eletrônicas no futuro.
Regina mostrou ainda que estão trabalhando numa outra opção inovadora, chamada de “autenticação vitamínica”; Trata-se de uma pílula que traz consigo um minúsculo equipamento que pode transmitir senhas, fazendo com que o corpo do usuário seja um “token”. Desse modo seria possível não apenas abrir contas de e-mail e celulares mas também caixas eletrônicos e automóveis com computador de bordo.
Regina ainda justifica que não faz sentido usar um sistema de autenticação em vestimentas, que poderiam ser roubadas ou copiadas. Por isso, a tatuagem ou a pílula chamada de Proteus Digital Health, já estão patenteadas e receberam a aprovação do Food and Drug Administration, órgão regulador americano. Elas já estão sendo testadas e os resultados até agora tem animado seus criadores. Com informações de VEJA e Tech Tudo.

FINAL DOS TEMPOS - Pastor e mulher são presos suspeitos de estuprar menina para tirar 'maldição do sexo', em Edeia

Pastor e mulher são presos suspeitos de estuprar menina para tirar 'maldição do sexo', em Edeia Segundo relato da vítima à políc...