quarta-feira, 17 de abril de 2013

CÉLULAS DE TERRORISMO SE PREPARAM NA TRIPLICE FRONTEIRA E EM CIDADES DA REGIÃO NORTE DO BRASIL.

A TRÍPLICE fronteira na América Latina delimi- tada pelas cidades de Porto Iguazu na Argentina, Cidade do Leste no Paraguai e Foz do Iguaçu no Brasil é a área ideal para o surgimento de grupos terroristas.
 Pode-se dizer que a lei nessa área não é muito fiscalizada e as atividades ilícitas são abundantes, gerando bilhões de dólares anualmente com lavagem de dinheiro, venda de armas e tráfico de drogas, falsificação de dinheiro e documentos e pirataria.
Oferece ainda aos terroristas um financiamento em potencial, acesso ilegal a armas e tecnologias avançadas; podem entrar e sair e também se esconder sem muitos problemas, contando ainda com uma população compassiva de onde recru- tam novos membros e disseminam mensagens globais.
Embora essa área não seja atualmente o centro de gravidade para a guerra total contra o terrorismo, ela tem um lugar importante na estratégia contra o mesmo.
Em varias cidades do Brasil , bem no meio das favelas e regiões mais pobres , existem grupos islâmicos já desenvolvendo um trabalho.
Eles estão recrutando jovens de baixa renda , os levando para países do oriente médio e dando treinamentos para eles .
Com isso eles estão formando xeques islâmicos com características brasileiras , pois eles elegeram o Brasil como próximo alvo para seu crescimento.

a Polícia Federal tem provas de que a Al Qaeda e outras quatro organizações terroristas usam o Brasil para divulgar propaganda, planejar atentados, financiar operações e aliciar militantes.
Terroristas se aproveitam de brechas nas leis brasileiras para se instalar aqui. Não se esqueçam de que a Constituição brasileira considera o terror crime inafiançável e imprescritível, mas inexiste uma lei para puni-lo.

Devemos ficar atentos quanto a esses grupos , pois logo vão encabeçar a perseguição contra os Cristãos por aqui , como fazem em muitos países do mundo.
VAGABUNDO QUANDO ENCONTRA GENTE DA SUA QUADRILHA,RI A ATOA....
OUTRA PERGUNTA .

PORQUE O GOVERNO DO PT GOSTA TANTO DA AMIZADE COM LIDERES DE PAISES ONDE O TERROR IMPERA ?
PORQUE O GOVERNO DO PT QUER IMPLANTAR NAS ESCOLAS BRASILEIRAS O ESTUDO DAS CULTURAS ARABES ISLÂMICAS ?

A PRESIDENTE DO BRASIL E ALGUNS  POLITICOS DO PT SÃO CONSIDERADOS EX TERRORITAS, TAMBÉM .




Eu estou avisando a tempos .


Bispo Roberto Torrecilhas / VIA GRITOS DE  ALERTA

IRÃN ACELERA PROGRAMA NUCLEAR, APESAR DAS SANÇÕES


No momento  em que Israel discute a possibilidade de ter que atacar sozinho as instalações nucleares do Irãn, o regime de Teerãn acelera a capacidade de produção nuclear. E não é Israel que o diz, são diplomatas que hoje mesmo têm informado que Teeran está esta aumentando  o número de centrifugadoras para o enriquecimento avançado de urânio.
Segundo diplomatas informaram hoje em Viena de Áustria, e apesar das sanções internacionais mais duras , o regime iraniano está a desenvolvendo  mais rapidamente o seu programa nuclear nas instalações subterrâneas de Natanz.
A questão agora não é se o Irãn consegue produzir energia nuclear, mas qual a qualidade e quantidade de possíveis armas nucleares.
Israel não pode ficar de braços cruzados diante de tão evidente ameaça. E se os "amigos" americanos nada fizerem, como é costume, terão  os israelitas que  resolver o problema. 
Esperamos que com  sucesso.
Shalom, Israel!

FORA MENSALEIROS DOS INFERNOS - Evangélicos realizam protesto na CCJ pedindo saída de deputados condenados pelo mensalão

Manifestação evangélicos na CCJUm grupo de evangélicos realizou, na manhã desta quarta-feira (17), um protesto pedindo a saída da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) dos deputados petistas, condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no crime do mensalão, José Genoíno (SP) e João Paulo Cunha (SP).


  • Wilson Dias/ABr
    Manifestantes evangélicos pedem saída de deputados mensaleiros da CCL
 
Na ocasião, os manifestantes evangélicos exibiam cartazes com os dizeres: "Fora Genoino", Fora João Paulo Cunha”, "Sim à Família" e “Cristão protesta com educação”. Os evangélicos também protestaram contra Projeto de Lei 122 em tramitação no senado, que criminaliza a homofobia. O deputado João Paulo Cunha não estava na sessão no momento do protesto e Genoino tentou ignorar a manifestação dizendo que não respondia à provocação.
O deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC_SP), com o objetivo de argumentar aos ativistas dos movimentos LGBTs que pedem sua saída da presidência da Comissão de
Direitos Humanos e Minorias (CDHM), também já havia se manifestado contra os deputados mensaleiros, O deputado Feliciano chegou a cogitar na semana passada que renunciaria o cargo da CDHM desde que os deputados condenados pelo crime do mensalão também saíssem. O líder do PT, José Guimarães (CE), rechaçou a proposta.
Os evangélicos, que declaram apoio à permanência de Feliciano na CDHM, realizaram um protesto pacífico contra os mensaleiros, sem criar tumulto, que aconteceu logo no início da reunião da CCJ. Segundo a Agência Brasil, o presidente da CCJ, Décio Lima (PT-SC), pediu para quem não fosse funcionário da câmara ou jornalista credenciado, que saíssem do plenário para dar prosseguimento à reunião. Décio justificou o pedido de saída dos manifestantes que, pela grande quantidade de pessoas que estavam presentes no plenário da CCJ e pela conversa, estavam atrapalhando o andamento dos trabalhos.
Segundo um dos organizadores do evento, pastor Edmar, para a Agência Brasil, participaram do protesto cerca de 70 evangélicos vindos de vários estados do Brasil. O pastor ressaltou que o manifesto é uma resposta às críticas contra Feliciano. "Protestamos contra a permanência do Genoíno na CCJ, enquanto estão protestando contra o pastor Marco Feliciano, que é um deputado ficha limpas”. disse o pastor à Agência Brasil.

FONTE . CRHISTIAN POST  . VIA GRITOS DE ALERTA

Filme produzido por igreja evangélica ganha 5 prêmios

"Not Today" [Hoje não] teve um custo de US$ 1,6 milhão e foi totalmente pago pela Friends Church em Yorba Linda, na Califórnia.



Não é comum que os créditos no final de um filme indique quem foi o “coordenador de oração”. Mas Not Today [Hoje não], que estreou nos cinemas de 20 cidades norte-americanas no final de semana passado é uma produção incomum. Seu custo de US$ 1,6 milhão foi totalmente pago pela Friends Church em Yorba Linda, na Califórnia.

A ideia para o filme começou durante uma viagem missionária à Índia em 2002, onde a igreja ajudou na construção de escolas para os dalit, indianos pertencentes à casta mais baixa no sistema do país. O pastor do Ministério de Artes da igreja, Brent Martz, conta que foi algo que mexeu com a igreja que já tem um século de história.

“Nossos corações foram totalmente mexidos pelo povo dalit”, explica Martz. A extrema pobreza e o tráfico a que muitos deles estão vulneráveis, incluindo as meninas que são vendidas para a prostituição acabou fazendo com que a igreja decidisse mostrar essa realidade para o mundo.

Ao invés de um curto filme contando as necessidades missionárias, como é típico das igrejas, eles decidiram levar uma equipe de cristãos, profissionais do cinema para divulgar esse alerta sobre o comércio de escravos, que rende cerca de 32 bilhões de dólares por ano no mundo.

O pastor Martz explica “A mídia é a linguagem da nossa cultura, por isso cremos que a melhor forma de comunicar a história de uma grande tragédia global como tráfico de seres humanos é um filme. Que melhor maneira de motivar as pessoas que não conhecem como funciona o tráfico de seres humanos, que contar uma boa história, que todos consigam entender e que os desafia a se envolverem?”.

O roteiro foge da opção tradicional de filmes religiosos, nem tudo se resolve imediatamente com a oração e Deus por vezes parece não se importar com o que acontece com os humanos. Não há “pregações” sobre Jesus ou o céu disfarçadas no enredo. Mas a mensagem final é, sem dúvida, de amor e de esperança.

O elenco inclui atores conhecidos em Hollywood como John Schneider, Cody Longo e Cassie Scerbo. Mas quem rouba a cena é a pequena Persis Karen, intérprete de Annika, uma menina de 7 anos de idade vendida como escrava sexual em Hyderabad, na Índia.

Aluna de uma das escolas mantidas pela igreja, a jovem atriz jamais havia visto um filme no cinema. Ela acabou ganhando o prêmio de melhor performance no Festival Charity Film, realizado em Mônaco, em 2012. Foram cinco prêmios entre 2012 e 2013.

Basicamente, o roteiro do longa fala de como Annika e seu pai vivem nas ruas de Hyderabad até conhecerem Cade Welles, um típico jovem americano que decide viajar com amigos para participar de festas na Índia. Seus pais, cristãos comprometidos, oram para que Deus fale com o filho nessa viagem. Welles acaba conhecendo a realidade da miséria e se aproxima do pai de Annika, que acaba vendendo a filha como escrava sexual, por não ter como sustenta-la.

Decidido a mudar o destino na menina, o jovem acaba voltando-se para Deus na tentativa de resgatar a menina enquanto vai adentrando o obscuro mundo da prostituição infantil e do tráfico humano em Mumbai.

“O que torna este filme tão especial é que há muita verdade nele”, disse o ator Cody Longo, que interpreta o pai de Cade. ”O fato de termos filmado em favelas reais e bordéis reais, nunca mostradas antes criou esta dura realidade.”

Foram 21 dias de filmagem in loco na Índia, já que a igreja não possuía recursos para construir favelas e bordeis cenográficos em algum estúdio em solo americano. O filme todo foi rodado entre agosto e setembro de 2010. Conseguiu ser exibido em pequenos festivais de cinema e ganhou vários prêmios, mas não conseguia alguma distribuidora que o levasse para os cinemas até o inicio deste ano. Agora tudo mudou e as expectativas são grandes.

“Em nossa igreja tínhamos pessoas orando desde o início deste projeto e até hoje ainda o fazem. Isso tem sido um fator decisivo para o sucesso do filme”, disse Martz. ”Nós acreditamos que Deus nos levou a fazer este filme, e ele é o responsável por cada pedacinho desta jornada, que foi coberta por esta equipe de oração”.

A igreja explica que os lucros do filme servirão cobrir os US $ 20 milhões necessários para a construção de 200 escolas para as crianças Dalit, dentro do projeto missionário original.

Fonte: Gospel Prime com informações CNN.

JÁ VÃO TARDE - Deputados anunciam debandada da Comissão de Direitos Humanos

Deputados que compõem o bloco de oposição ao deputado Marco Feliciano (foto) na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara anunciaram hoje que irão renunciar às suas vagas no colegiado.

Reunidos por mais de uma hora, os deputados Jean Wyllys (PSOL-RJ), Domingos Dutra (PT-MA), Érika Kokay (PT-DF), Luiza Erundina (PSB-SP), Chico Alencar (PSOL-RJ) decidiram em conjunto entregar as vagas a quem têm direito na comissão.

Os parlamentares do PT pedirão ainda que a liderança do partido na Casa oficialize a saída, o que fará com que toda a bancada não possa assumir nenhuma das sete vagas da legenda no colegiado. As duas vagas do PSOL serão devolvidas ao DEM, que as havia cedido no início do ano. A deputada Erundina já havia entregue voluntariamente sua vaga ao seu partido, que anunciou substituição. Eles também disseram que conversarão com deputados do PV e do PSDB para tentar convencê-los a deixar a comissão.

O esvaziamento da comissão não significa a inviabilização dos seus trabalhos. São necessários ao menos 10 deputados para que suas atividades continuem. Atualmente, a bancada evangélica tem 11 representantes dos 18 que compõem o colegiado.

Os deputados reunidos nesta quarta-feira avaliam que sua participação no colegiado se esgotou e que a pauta proposta pelo pastor não condiz com a militância histórica da comissão. Dizem ainda que os constantes protestos e enfrentamentos têm ajudado a promover a figura de Feliciano.

"É melhor a gente fortalecer a Frente [Parlamentar em Defesa dos Direitos Humanos, criada como contraponto à comissão], fortalecer outros espaços que o regimento da Câmara nos garante, do que ficar num ringue permanente na Comissão de Direitos Humanos", disse Dutra.

Os parlamentares deverão ainda retirar da comissão projetos de sua autoria. Alegam ter receio de serem retaliados.

A reunião da Comissão de Direitos Humanos, nesta tarde, deverá ser mais uma vez fechada devido a protestos. Feliciano enviou uma carta aos integrantes da Mesa Diretora da Câmara afirmando que teve informações de que ativistas que o acusam de racismo e homofobia preparam novos protestos para a tarde de hoje. A Mesa Diretora confirmou que ele tem prerrogativa de fechar os encontros.

Fonte: Folha de São Paulo

LAÇO POSTO - Proposta de conselho LGBT tira pregação religiosa do PL 122/2006

As manifestações de religiosos sobre homossexuais feitas dentro de templos está fora da sugestão de substitutivo ao projeto de lei (PLC 122/2006) que criminaliza a homofobia.

A sugestão de substitutivo foi entregue nesta terça-feira (16/4) à CHD (Comissão de Direitos Humanos) do Senado pelo CNCD-LGBT (Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais).

O CNCD-LGBT integra a estrutura da SHC (Secretaria de Direitos Humanos) da Presidência da República e sua composição é formada de 15 representantes do governo e 15 da sociedade civil. Na avaliação da senadora Ana Rita (PT-ES), presidenta da CDH, a nova proposta é completamente diferente da que tramita na Casa. “É uma proposta que trata do ódio e da intolerância contra todas as pessoas, idosos, crianças, adolescentes, deficientes e também contra as pessoas do movimento LGBT”, explicou.

O substitutivo diz que constitui crime de intolerância, com pena prevista de um a seis anos, “impedir, restringir a expressão e a manifestação de afetividade, identidade de gênero em espaços públicos ou privados de uso coletivo, exceto em templos de qualquer culto, quando estas expressões e manifestações sejam permitidas às demais pessoas”.

“As autonomias que as igrejas têm nas suas estruturas, nas suas sedes, nos seus locais, nós não podemos fazer interferência, mas as manifestações públicas vão ter um outro contexto”, explicou a representante da Rede Nacional de Negras e Negros LGBT Janaína Oliveira.

A intenção do senador Paulo Paim (PT-RS), que vai relatar a proposta, é pedir regime de urgência para que, depois de votado o relatório na comissão, a matéria siga direto para votação no plenário da Casa.

“O substitutivo não é um adendo à Lei 7.716, conhecida como Lei do Racismo, ela é uma lei autônoma, que vai tratar especificamente dos crimes de ódio e intolerância”, explicou o presidente do CNCD-LGBT, Gustavo Bernardes. Ele acredita que a nova proposta vai abrir um caminho de diálogo com os segmentos que até agora resistem à proposta.

Segundo as entidades que integram o movimento, a nova proposta reforça a necessidade de enfrentamento de crimes de ódio e intolerância à população LGBT. Os crimes previstos na proposta têm pena aumentada de um sexto à metade se a ofensa também for motivada por raça, cor, etnia e religião. O texto também ressalta que, sob “nenhuma hipótese”, as penas previstas na lei serão substituídas por pagamento de fiança.

Fonte: Última Instância

PERSEGUIÇÃO RELIGIOSA CONTRA OS EVANGÉLICOS - Evangélica é acusada de intolerância religiosa e vai parar na delegacia

 
Evangélica diz “Jesus te ama e quer salvar tua alma” à filha de santo e vai parar na delegaciaUm pai de santo denunciou uma atendente de lanchonete de Lauro de Freitas por preconceito religioso. O crime aconteceu no sábado (14) quando o pai de santo Tata Ricardo Tavares e uma filha de santo foram atendidos na lanchonete de um supermercado. Após serem atendidos a balconista agradeceu os clientes dizendo: Jesus te ama e quer salvar a sua alma do inferno.
O nome da funcionária não foi revelado, mas pela denúncia tanto o pai de santo como a filha de santo se sentiram ofendidos e discriminados, já que estavam vestidos com as roupas da religião.
“Quando ela [filha de santo] recebeu o troco, recebeu junto as seguintes palavras: Jesus te ama e quer salvar sua alma do satanás. Minha filha disse a ela que oxalá também amava ela e aí a evangélica disse que estava repreendido, que só existia um Deus e que nós servimos ao diabo. Eu disse a ela que ela não poderia fazer aquilo com a gente, que a gente estava na condição de cliente e, independente, qualquer cidadão não deve ter a sua fé desmerecida”, relatou o babalorixa.
Nesta terça-feira (16) os acusadores e a denunciada estiveram na 23º Delegacia da cidade para esclarecer o caso. O pai de santo reuniu cerca de 30 pessoas na porta da delegacia para dar apoio às vítimas e pedir o fim da intolerância religiosa.
O advogado da atendente disse que ela apenas falou uma saudação comum entre os evangélicos e que foram os religiosos que se sentiram ofendidos causando tumulto no ambiente de trabalho.
A lanchonete não se pronunciou a respeito da acusação de intolerância religiosa praticada por uma de suas funcionárias, dizendo que o caso será investigado. Com informações G1.

Manifestação contra idolatria termina em violência

Ainda repercute na imprensa do Equador a “guerra” entre evangélicos e católicos desde os primeiros incidentes durante a Páscoa. Um grupo de manifestantes da Igreja Evangélica Oh Altíssimo, liderada pelo “apóstolo” Eduardo Mora Leon, começou a repreender os católicos que faziam uma procissão tradicional no início deste mês.
Segundo a imprensa, os evangélicos entraram na igreja católica San Francisco gritando frases como “Não à idolatria”, “a Igreja Católica não segue a Cristo de verdade”. Também faziam sinais insinuando que Deus desaprova as imagens de adoração. Um dos cartazes trazia um “x” sobre a imagem do Papa Francisco.
Quando tentaram entrar no templo católico, as portas foram imediatamente fechadas. Logo em seguida chegaram os membros da Polícia Nacional para formar um cordão de isolamento entre o grupo evangélico e a porta da Igreja de San Francisco. Somente assim, os fieis que estavam na missão puderam sair. Quando alguns evangélicos tentaram entrar na igreja começou uma briga que envolveu católicos, evangélicos e policiais.
O apóstolo Eduardo Mora Leon, que foi responsabilizado pelo incidente, declarou: “A Igreja Católica apresenta esse  boneco, que não é Deus. Esse boneco só leva à idolatria”. Em frente ao público, Mora arrancou uma imagem de Cristo que estava preso a uma cruz de madeira.
Priscilla Chacón, que estava na igreja de San Francisco para a missa, desaprovou o protesto. ”Eles vieram aqui para perturbar, não sabem respeitar, e ainda queriam invadir a igreja”, disse ele.
Com a grande repercussão do caso, o secretário da Federação Equatoriana de Ministros Evangélicos (FEME), José Miguel Carabajo, pediu desculpas aos fiéis do Equador pelos atos de intolerância religiosa que ocorreram tanto no final de março quanto no início de abril. ”Lamentamos e pedimos desculpas publicamente para a população, de repente alguém pode achar que todos (os evangélicos) pensam e agem da mesma maneira, mas na verdade não é assim. A Bíblia diz que os ministros de Deus devem ensinar coisas boas e não isso (violência)”.
“É lamentável que um pastor faça o que ele fez, enfrentando outros fieis. Doutrinariamente, quando analisamos as Escrituras, vemos que Deus é contra a idolatria, mas não diz que se deve gerar violência contra os idólatras”, disse Carabajo. O pastor Joe Bacuy, presidente FEME, explicou que Mora não é membro da sua organização e que esse tipo de atitude viola os princípios constitucionais do país, que garantem a liberdade de culto.
O apóstolo Mora respondeu que suas ações visam conscientizar as pessoas a não caírem na idolatria e que não cometeu nenhum crime. Com informações Protestante Digital.

SANTA IGNORÂNCIA - Apenas a Igreja Católica é capaz de interpretar a Bíblia, diz Papa

Apenas a Igreja Católica é capaz de interpretar a Bíblia, diz Papa
Durante seu discurso no Comitê da Bíblia do Vaticano, que aconteceu na última sexta-feira (12), o papa Francisco rejeitou a interpretação subjetiva da Bíblia e disse que apenas a Igreja está habilitada a interpretar corretamente as escrituras.
“O Concílio lembrou com grande clareza: tudo o que está relacionado com a maneira de interpretar as Escrituras está, em última análise, sujeito ao julgamento da Igreja, que realiza o seu mandato divino e o ministério de preservar e interpretar a palavra de Deus”.
Esta foi uma das poucas vezes que o papa citou o Concílio Vaticano II (1962 – 1965) e a Constituição ‘Dei Verbum’ que falam sobre o papel da Igreja.
“A Sagrada Tradição transmite a Palavra de Deus plenamente (….) Desta forma, a Igreja tira a sua certeza a respeito de todas as coisas reveladas não só nas Sagradas Escrituras. Uma como a outra devem ser aceitas e veneradas com sentimentos semelhantes de piedade e respeito.”
É por esta tradição que ele afirma que a interpretação da Bíblia não deve ser feita apenas de forma intelectual, devendo ser confrontada e inserida dentro dessa tradição da igreja católica.
A posição de Francisco deve desagradar católicos contestatórios e os protestantes que defendem a o direito da livre interpretação das escrituras. O que para o papa não pode acontecer.
“A insuficiência de qualquer interpretação sugestiva, ou simplesmente limitada a uma análise incapaz de acolher o significado global que tem sido construído há séculos pela tradição de todo o povo de Deus”. Com informações G1.

ALERTA - Outra doença mortal atinge homossexuais

Autoridades de saúde se esforçam para dissipar o temor de uma epidemia nacional
Brett Shaad: depois de uma farra homossexual, fulminado por uma doença mortal

A relação homossexual está se tornando cada vez mais perigosa.

Garth Kant
Autoridades de saúde estão alertando gays sexualmente ativos sobre o surto de uma meningite bacteriana potencialmente mortal em Los Angeles e Nova York.
A doença infectou 22 pessoas em Nova York e levou sete a morte desde 2010. Autoridades de saúde em Los Angeles estão realizando testes para verificar se o tipo de bactéria que está infectando os gays é o mesmo que atinge Nova York.
A fundação local AIDS Healthcare Foundation (AHF), conhecida por oferecer gratuitamente serviços de prevenção e tratamento de HIV, passou a oferecer também a vacina contra meningite depois que um homossexual de West Hollywood foi diagnosticado com morte cerebral na última sexta-feira.
O advogado de 33 anos Brett Shaad morreu uma semana após começar a sentir os sintomas.
As autoridades suspeitam que ele foi exposto à meningite bacteriana em uma festa que aconteceu em Palm Springs no fim de semana de 30 de março. A festa atrai homossexuais de todo o país.
O jornal New York Daily News está chamando a doença de uma ameaça de DST, embora os Centros de Controle e Prevenção de Doenças não classifiquem a meningite bacteriana como uma doença sexualmente transmissível.
O que eles afirmam é que a doença não pode ser transmitida por contatos casuais, mas “Algumas bactérias podem ser transmitidas pela troca de secreções respiratórias e da garganta (por exemplo, o beijo)”.
Segundo reportagem do canal KTLA, a morte de Shaad, advogado residente em West Hollywood, causou alerta.
“Não estamos dizendo que neste momento temos um surto em Los Angeles”, explica Michael Weinstein, presidente da fundação AHF ao KTLA. “Mas sabemos que a doença é séria, é mortal e pode se espalhar de maneira relativamente fácil”.
Uma reportagem da Associated Press noticiou que Shaad foi para a sala de emergência na quarta-feira, e na quinta-feira estava em estado de coma.
Os sintomas da doença costumam aparecer dentro de três a sete dias depois da exposição. Dentre os sintomas estão febre, torcicolo, náusea, dor de cabeça, vômito, aumento de sensibilidade à luz e estado mental alterado, geralmente de confusão.
O vereador John Duran, de West Hollywood, disse que foram espalhados avisos.
“Para muitos dos membros mais jovens da comunidade, de 35 para baixo, essa é a primeira vez que perderam um amigo jovem e saudável”, Declarou Duran. “Muitos de nós que temos mais de 40 estamos vivendo um déjà vu, tendo vivido a epidemia de AIDS”.
Enquanto isso, especialistas de saúde estão tentando minimizar o alerta de uma epidemia “entre homossexuais”.
“Isso não é uma doença transmissível principalmente pelo contato sexual. Ela se espalha por gotículas respiratórias, o que significa que você pode estar sentado tendo uma conversa prolongada com alguém e espalhar a doença sem ter tido relação sexual”, argumenta o Dr. Parveen Kaur, da AHF.
Kaur afirma que geralmente, de 100 casos, haverá de 10 a 15 fatalidades, e mais ou menos a mesma proporção terá sequelas como perda de audição, redução da capacidade mental ou outros problemas.
Traduzido por Luis Gustavo Gentil do original do WND: Another killer disease striking homosexuals

Júlio Severo: 'Site gay denuncia manifestação evangélica contra ditadura gay em Brasília'

protesto brasíliaJúlio Severo escreveu em seu blog que o site homossexual ‘A Capa’ está denunciando o movimento cristão que irá acontecer em Brasília. Agendado para junho, o protesto tem o intuito de “cobrar uma postura correta dos governantes diante da agenda gay que está ameaçando o Brasil inteiro”, segundo a organização.

  • (Foto: Divulgação)
    Evangélicos protestam em Brasília contra a Lei que visa criminalizar a homofobia, PLC 122.
 
O ativista cristão Júlio Severo escreveu um texto essa semana onde informa que um portal gay denuncia a marcha de cristãos que irá acontecer em Brasília. Várias frases do bispo Roberto Torrecilhas, organizador do evento, condenando a prática homossexual são denunciadas no site A Capa.
“A manifestação de Torrecilhas ocorre num momento em que ativistas gays e evangélicos progressistas se unem para protestar contra a permanência do pastor Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara”, justifica Severo ao final do texto.
Frases do bispo Torrecilhas em entrevista ao The Christian Post são citadas por Julio Severo e por A Capa. “A igreja não pode ficar parada diante de tão grande perigo. A ONU tem colocado a agenda gay como uma das suas principais metas para todos países”, declaração que o bispo concedeu ao CP por e-mail.
Roberto Torrecilhas alega que a fé crista tem recebido muitos ataques. O site homossexual relata que o bispo os chama de “gayzistas”. Em declaração ao CP, Torrecilhas já contou que tem recebido até ataques pessoais em sua casa.
O site do ministério Gritos de Alerta, liderado por Roberto, informa que a manifestação será realizada em 05 de junho, à partir das 15h, em frente ao Congresso Nacional. “Diga não ao aborto, diga não a cristofobia, diga não à perseguição religiosa, diga não à cartilha gay, diga sim a Jesus”, informa a convocação para os evangélicos.

JULIO SEVERO / CRHISTIAN POST

Psicólogo afirma que sacerdócio atrai psicopatas

 
Psicólogo afirma que sacerdócio atrai psicopatasSegundo pesquisa do psicólogo Kevin Dutton, da Universidade de Oxford, Reino Unido, os psicopatas são pessoas essencialmente frias, egocêntricas, manipuladoras, impulsivas e antissociais. E os que sofrem dessa psicopatia tem predileção por algumas profissões. Em geral são cargos que exigem tomadas de decisões e com isso satisfazem a maior necessidade dos psicopatas: poder.
O doutor Dutton compilou suas descobertas em um livro chamado The Wisdom of Psychopaths: What Saints, Spies, and Serial Killers Can Teach Us About Success [A Sabedoria dos Psicopatas: O que santos, espiões e assassinos em série podem nos ensinar sobre o sucesso]. Lançado no final do ano passado, o livro tem gerado polêmica por suas afirmações.
Ele apresenta uma breve lista das profissões que parecem atrair mais psicopatas. Em primeiro lugar vêm os presidentes de empresas, o que pode ser comprovado por muita gente.

Mas a presença de lideres religiosos no “top ten” irritou muita gente nos EUA. Segundo Kevin Dutton, os psicopatas preferem as seguintes profissões:

1. Presidentes de empresa (CEOs)
2. Advogados
3. Profissional de rádio e tevê
4. Vendedor
5. Cirurgião
6. Jornalista
7. Policial
8. Sacerdotes (pastores e padres)
9. Chef de cozinha
10. Funcionários públicos


Por outro lado, cargos que exigem mais aproximação, sem oferecer status ou poder, tendem a afastar esse tipo de pessoa. Eis a lista das profissões menos procuradas por psicopatas.
1. Cuidador de idosos
2. Enfermeira/o
3. Terapeuta
4. Artesã/ão
5. Estilista
6. Voluntário
7. Professor/a
8. Artista
9. Médico (exceto cirurgiões)
10. Contador


O doutor Kevin Dutton explica que existe uma escala de “loucura”, onde todo mundo poderia se enquadrar.  Porém, seu objetivo é analisar os chamados “psicopatas funcionais”. Ou seja, não significa que todos os que ele classifica como psicopata são assassinos frios, mas revelam um comportamento que  realmente os ajuda a terem sucesso. Acima de tudo, o autocontrole é o que se destaca no perfil das pessoas estudadas por Dutton. Além disso, eles lidam melhor com sentimentos básicos como medo e tristeza.
Dutton desenvolve sua teoria de que a sociedade atual como um todo valoriza mais os psicopatas do que nunca. Afinal, pessoas com esse perfil tendem a ser destemidas, confiantes, carismáticas, e focadas, qualidades altamente valorizadas no século XXI.  O psicólogo afirma que fez dezenas de exames e tratou centenas de pessoas antes de tentar estabelecer o que caracteriza, de fato, um psicopata perigoso para a sociedade. Segundo ele, cerca de 10% da população nasce com alguma forma de psicopatia.

GP . Com informações Guardian e Huffington Post.

CONFORME ESTAMOS ALERTANDO FAZ TEMPO , BRASIL PODE SER A PRÓXIMA VÍTIMA DO TERRORISMO .

Terrorismo - Fortaleza é considerada um alvo americano no exterior
 
Segundo documento confidencial do governo dos EUA, divulgado pelo Wikileaks, um ataque à capital cearense afetaria os norte-americanos de maneira “significativa”. Minas, Rio e Goiás também estão na lista de possíveis alvos
A cidade de Fortaleza está entre os alvos potenciais de ataques terroristas contra os interesses dos Estados Unidos da América (EUA) no exterior.
 
Segundo dados sigilosos do Departamento de Estado americano, divulgados pelo site WikiLeaks (www.wikileaks.ch), cabos submarinos de telecomunicação que conectam o Brasil aos EUA, através da capital cearense, são considerados “instalações sensíveis” para governo americano.
 
Segundo a correspondência confidencial, além de Fortaleza, onde está localizado o cabo submarino Américas-II, o Brasil conta com pontos alvo nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Goiás.
O Rio recebe o cabo submarino Globenet 360, que também interliga os dois continentes. Já em Minas e Goiás, o motivo são as minas de manganês, ferro e nióbio localizadas nos estados.
 
O documento afirma que, com a perda desses locais, a segurança americana seria afetada de maneira “significativa”, especialmente no que diz respeito à capacidade de comunicação e suprimento de materiais essenciais à indústria. Por este motivo, os Estados Unidos estariam dispostos a protegê-los contra possíveis ataques terroristas.
 
Um telegrama do Departamento de Estado, com data de fevereiro de 2009, pede às embaixadas americanas em todo o mundo um inventário das infraestruturas e empresas “cuja perda afetaria de maneira significativa a saúde pública, a segurança econômica e/ou a segurança nacional dos Estados Unidos”.
Em seguida, o documento enumera as instalações que, em 2008, faziam parte dessa mesma lista, entre as quais também constavam cabos submarinos, portos, minas e indústria farmacêutica. O arquivo integra um lote de mais de 250 mil correspondências diplomáticas que o WikiLeaks vem publicando desde o dia 28 de novembro.
 
A divulgação dessas “instalações sensíveis” para os EUA pode gerar novos protestos do governo americano, que acusa o WikiLeaks de colocar em risco a vida de americanos e estrangeiros em todo o mundo.
Como medida preventiva, devido ao vazamento das informações, os EUA estão preparando um grande remanejamento de cargos diplomáticos, a fim de reposicionar os funcionários identificados nas correspondências. A alteração foi confirmada por uma porta-voz do Departamento de Estado, Leslie Phillips. “Nós já dissemos que o faríamos se fosse necessário”, afirmou. (com agências)
 
O quê
ENTENDA A NOTÍCIA
O WikiLeaks é um site que permite aos seus usuários postarem documentos, fotos ou notícias sob total anonimato. A organização transnacional sem fins lucrativos, sediada na Suécia, foi lançada em dezembro de 2006. Seu criador, o australiano Julian Assange, é procurado pela polícia por vazar documentos secretos
SAIBA MAIS
- Também foram listados pelos EUA uma mina de cobalto no Congo (África), além da indústria farmacêutica europeia, que produz insulina e vacinas.
- No Oriente Médio, a lista destaca que o Qatar será a maior fonte de gás liquefeito natural (GNL) até 2012, e cita a maior fábrica de processamento e estabilização de petróleo cru do mundo, na Arábia Saudita, alvo de um ataque da rede terrorista Al Qaeda em 2006.
- Na Sibéria, o entrocamento de oleodutos é considerado o “mais importante do mundo”.
 
VIA  GRITOS  DE ALERTA

TERRORISTAS MIRAM O BRASIL PARA POSSIVEIS ATAQUES NOS EVENTOS DOS PRÓXIMOS ANOS

Aos companheiros Oficiais R/2 e demais amigos O Governo Federal precisa tomar providências inadiáveis para incrementar as ações anti-terroristas em nosso país. São medidas complexas, que envolvem tecnologia de ponta em múltiplos setores. Vale lembrar que estamos às vésperas de eventos que reunirão grandes multidões e não serão eficientes os procedimentos normalmente usados no Brasil, diante da gravidade das ameaças ora denunciadas.

Ten Monteiro

DEUS AMOU DE TAL MANEIRA QUE SALVOU A PROSTITUTA E SALVA TAMBÉM OS HOMOSSEXUAIS . É SÓ SE ARREPENDEREM .

 

         Dizem por aí que religião não se discute.
         Verdade ou não, quando se fala em salvação, todo cristão conhecedor da Bíblia sabe que a justificação vem pela fé (Romanos 5.1), porque isto é ensino claro e consistente do Novo Testamento.
         Mas o que isto significa quando a frase "salvação pela fé" sai do âmbito do debate teológico e desce ao "arroz com feijão" da vida real?
         Isto é realmente possível, ou seja, que alguém seja salvo?
         Tem algum fundamento afirmar que a fé - a confiança simples - seja a única condição para a salvação? Será que não existe alguma coisa de clima de "trapezista sem rede de proteção" que nos dá um friozinho na barriga?
         É por isso que a história da prostituta Raabe é tão importante.
         Alguns comentaristas bíblicos, incomodados com a profissão dela, tentam se referir  a Raabe como "estalajadeira".  Mas nem todo o malabarismo linguístico do mundo pode mudar o que ela era ou o que fazia para viver.
         Outros, que nada compreendem da Palavra de Deus, logo que ficam sabendo que fulano "se converteu" a Jesus, zombam com as seguintes palavras: "É, depois de tudo o que ele fez, agora quer ser santo". Mas o Senhor Jesus diz que "veio buscar e salvar o perdido" (Lucas 19.10).
         Raabe foi uma prostituta que viveu em Jericó.
         Quando Josué enviou espias a Jericó, por alguma razão desconhecida eles acabaram cruzando com Raabe. Surpreendentemente, esta mulher cananéia primeiramente escondeu os espias judeus do rei de Jericó. Depois, ela mentiu, enviando as tropas do rei para uma caçada inútil rio Jordão abaixo. Então ela revelou o motivo de suas ações, dizendo:
         - Ouvimos tudo sobre o seu Deus e quão tremendo ele é.  Sabemos exatamente o que está para acontecer com nossa cidade.  Sendo bem franca, nós estamos morrendo de medo.  Eu não tenho a menor dúvida que o seu Deus é o Deus verdadeiro. Por isso estou pedindo misericórdia. Por favor, poupem a minha vida e a de meus familiares (ver Josué 2.9-13).
         Tudo o que ela falou é muito parecido com a "oração do pecador", com a qual todos estamos bem familiarizados. Não existe nenhuma grande confissão de pecados, nenhuma promessa de pôr a vida em ordem - é simplesmente uma declaração de fé e um pedido de socorro vindo de uma mulher imoral e desonesta.
         Todavia, parece que isso foi suficiente.
         Ela começou sua caminhada de fé com o Deus vivo.
         Parece incrível, mas o autor de Hebreus inclui Raabe na grande galeria dos "heróis da fé", juntamente com Abraão, Moisés, Davi, Samuel. Ela é citada também na epístola de Tiago, onde é elogiada por sua extraordinária fé. E o mais incrível ainda é que ela também faz parte da árvore genealógica do Senhor Jesus (Mateus 1.5). Ela foi, portanto, tataravó do rei Davi.
         Você pode perguntar:  E daí?
         Daí que se Raabe, uma prostituta, pôde ser salva, todo mundo pode.
A salvação é oferecida gratuitamente a toda e qualquer pessoa que crer em Deus (Romanos 10.13).
         Amigo, a justificação pela fé não significa fé grande em Deus, mas fé no grande Deus, sem tentar consertar a si próprio, mas pedindo a Deus que efetue a redenção.
         Esta doutrina simples faz da graça de Deus algo realmente maravilhoso, e do evangelho da salvação, BOAS-NOVAS.
         Então, não vamos complicar a coisa.
         Simplesmente saiba que o salário do pecado é a morte, e aceite o dom gratuito de Deus, que é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor (Romanos 6.23).
 
Somos criticados por muitos no que diz respeito a nossos protestos.
Em todos eles , fazemos  não são porque odiamos pessoas , mas porque queremos ve las salvas , por isso as alertamos .
Todos pecadores podem ser salvos , mas precisam se arrependerem , e mudarem sua forma de viver.
 
Deus pode salvar a todos os pecadores , inclusive os homossexuais .
 
VIA  GRITOS  DE ALERTA

MACACO VELHO NÃO SOBE EM PAU PODRE. Dilma Rousseff foge de polêmica para manter paz com evangélicos

Visando manter o apoio do publico evangélico, a presidente Dilma Rousseff (foto) quer que sua equipe fique longe da polêmica em torno do deputado e pastor Marco Feliciano (PSC-SP).

A presidente Dilma Rousseff pretende manter intocadas as legislações sobre aborto e casamento gay, como prometeu em 2010. Mas o governo também não quer se vincular à pauta dos evangélicos, que considera conservadora. No Palácio do Planalto, a tônica na relação com as denominações pentecostais e neopentecostais é uma só: manter uma "união estável".

De olho nessa estabilidade, Dilma mandou sua equipe tomar distância da polêmica em torno do presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, Marco Feliciano (PSC-SP). Críticas, se forem inevitáveis, devem ser feitas ao deputado e pastor, jamais aos evangélicos.

Durante os dois primeiros anos de governo Dilma, a relação do Planalto com as igrejas evangélicas e católica tem sido pulverizada e distante. O diálogo é melhor com as denominações protestantes tradicionais, como luterana, metodista e presbiteriana.

Nas pentecostais, caso da Assembleia de Deus (12,3 milhões de fiéis em 2010), e neopentecostais, como a Universal do Reino de Deus (1,8 milhão), a relação é mais difícil e vista por setores do Executivo como mais utilitarista.

Embora com um rebanho muito menor, a Universal conquistou o Ministério da Pesca em 2012. Motivo: ajudar o PT na eleição municipal. Titular da pasta, Marcelo Crivella tem sido um dos interlocutores, ao lado do colega Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência da República), responsável formal pela ponte entre Planalto e igrejas em geral.

A nomeação despertou o interesse de outras denominações. Há algumas semanas, a Assembleia de Deus tentou emplacar um fiel congressista do PR no Ministério dos Transportes. Dilma, porém, optou por outro nome do partido, o ex-governador baiano César Borges.
No legislativo, a bancada evangélica costuma se unir em torno de temas caros à religião, como casamento gay e aborto. Atrai, com isso, alas católicas e congressistas de linha mais conservadora.

Também há outra pauta comum, mas de reivindicação individual: a cobrança por patrocínio público para eventos gospel, concessões de rádio e televisão e pedidos de mais propaganda oficial nos veículos evangélicos.

Nas demais demandas, como cargos, a negociação segue a liturgia tradicional dos deputados e senadores da base do governo, o varejo.

Um dos principais expoentes da bancada evangélica é o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), embora seja da Sara Nossa Terra, muito menor que as outras igrejas.

Em 2010, ele foi um dos que ajudou Dilma a desarmar boatos de que a petista liberaria, se eleita, o aborto e o casamento entre pessoas do mesmo sexo, discussão explorada à época por seu adversário tucano, José Serra.

Dilma já se posicionou a favor da descriminalização do aborto, mas mudou de ideia na campanha eleitoral.

O Palácio do Planalto espera que os dois temas não sejam centrais na disputa por 2014, o que diminuiria o peso das demandas evangélicas na corrida eleitoral.

Entre os líderes com maior interlocução com o Planalto estão Manuel Ferreira e Paulo Freire, ambos da Assembleia de Deus, e o próprio Marcelo Crivella.

VIA GRITOS DE ALERTA / INF.  Folha de São Paulo

Bandidos usam Bíblia falsa em ações nos estados de São Paulo e Alagoas

Na última sexta-feira, policiais milares de Minas Gerais e Alagoas apreenderam Bíblias falas utilizadas como esconderijo de drogas e armas.

No interior mineiro, a Bíblia falsa funcionava como esconderijo de drogas. Já no município alagoano, dois homens com traje social assaltaram um posto de gasolina com uma arma disfarçada dentro de uma Bíblia. Os bandidos fingiam ser evangélicos.

Na noite de sexta-feira, uma Bíblia falsa com drogas estava entre as apreensões de uma blitz da Polícia Militar de Minas Gerais. O incidente foi registrado na cidade de São Bento do Sapucaí (SP), na rodovia MG-173. A estrada faz a divisa entre São Paulo e Minas Gerais.

Três pessoas foram presas em flagrante na caminhonete que estava parada durante o trabalho policial. Com eles, também foram encontradas porções de maconha e haxixe, além do material necessário para triturar os entorpecentes, segundo informou o G1. A droga havia sido comprada em São Paulo.

No estado de Alagoas, a ação de ladrões foi realizada no município de Arapiraca, distante 123 km da capital Maceió. Segundo o portal Alagoas 24 Horas, eles se passaram por clientes evangélicos.

De acordo com as informações policiais, o trajeto até o posto de gasolina foi feito em uma moto. O frentista, vítima dos bandidos, contou que os ladrões renderam o funcionário e roubaram um valor de setecentos reais. Até hoje, nenhum suspeito pelo assalto foi preso.

Crimes com Bíblias acontecem com frequência. Em novembro do ano passado, um homem usava o livro para despistar e não levantar suspeitas de suas vítimas. O ladrão assaltou um taxista, depois de abordar o carro informando que estava saindo da igreja. Ao fugir, invadiu uma casa até que a Polícia Militar chegasse e começasse a negociação. O caso aconteceu no Rio de Janeiro.

Fonte: The Christian Post

Menino cristão de 8 anos é uma das vítimas fatais dos intolerantes em Boston

Open in new windowUma das três vítimas fatais da explosão das bombas na maratona de Boston, nos EUA, foi identificada como sendo um menino cristão de apenas oito anos de idade.

Martin Richard aguardava a chegada do pai que participava da corrida quando foi atingido por uma das explosões. A mãe de Martin e sua irmã, que também estavam nas proximidades da maratona, foram hospitalizadas com ferimentos graves.

De acordo com informações da imprensa americana a família freqüentava a paróquia St. Ann, em Dorchester, Massachusetts.

Ainda não existem maiores informações sobre os autores do atentado. "O FBI está investigando isso como um ato de terror. Não sabemos quem realizou esse ataque, não sabemos se foi um grupo estrangeiro ou doméstico ou se foi ação de um indivíduo", disse o presidente dos EUA, Barack Obama.

"Cada vez que são usadas bombas contra civis inocentes, trata-se de um ato de terrorismo ... Este foi um ato atroz e covarde", afirmou o líder maericano.

As últimas informações das autoridades americanas dão conta de que 176 ficaram feridas nas duas explosões que ocorreram, sendo 17 estão em estado grave e pelo menos três pessoas mortas.

Em nota oficial a presidente do Brasil, Dilma Roussef condenou o ato de terrorismo. O governo brasileiro segue acompanhando a identificação dos feridos no atentado para saber a situação dos brasileiros. Até agora, foi verificada apenas uma pessoa do Brasil que teve ferimentos leves. Cerca de 130 brasileiros estavam inscritos na corrida que é uma das mais tradicionais do mundo.

Outros países também intensificam a segurança com medo de se tornarem alvos de ataques terroristas. A Inglaterra, por exemplo, redobrou a preocupação já que a cidade de Londres recebe uma maratona no próximo fim de semana.

Fonte: The Christian Post

Padre que não acredita em Deus nem no Diabo atrai multidões

 
Padre que não acredita em Deus nem no Diabo atrai multidõesAdolfo Huerta Alemán, da diocese de Saltillo, no México, é um fenômeno de popularidade em seu país. Ele é mais conhecido pelo apelido de “El Gofo” e seu visual pode fazê-lo ser confundido com um músico de uma banda de heavy metal.  O sacerdote disse recentemente que faz sexo com frequência e que a existência de Deus para ele não importa.
Por causa de suas declarações e do sucesso que faz especialmente entre os jovens mexicanos, o bispo local decidiu que Gofo deverá responder diante do tribunal eclesiástico diocesano.
Tudo começou com uma entrevista publicada em 22 de março pela revista mexicana Proceso, onde Adolfo, vigário recentemente nomeado da Paróquia Senhor da Misericórdia, disse “se Deus não existe, pouco me importa”. Para ele, disse, a fé é simplesmente “uma motivação para dar sentido à vida”, que o motiva “a encontrar um significado e conseguir melhorar nossos relacionamentos, algo que vai ajudar a me tornar um ser humano melhor.”
Quando perguntado pelo repórter se faz sexo, Gofo admitiu que “frequentemente”, mas observou que não tem compromisso com ninguém porque seu rebanho exige muito de seu tempo.
De acordo com a mesma publicação, o padre usa bótons com as imagens de Che Guevara e personagens da série South Park, desenho animado que constantemente ofende a Cristo, a Igreja e o Papa. Gofo pinta seu longo cabelo de azul e vermelho e comumente pinta o rosto com tinta branca para enviar alguma mensagem.
Alemán também expressou repetidas vezes seu apoio a ideologia dos  ”transgênero” e republicou mensagens na rede social Twitter da organização católica Free Choice, que nos últimos 10 anos tem gastou mais de US $ 13 milhões para promover o aborto na América Latina, especialmente no México.
Em 18 de Fevereiro, publicou na internet uma “carta aberta ao novo Papa” onde pedia que Francisco aceitasse “padres casados”, “sacerdotisas” e “abortistas incompreendidas”. Ordenado há seis anos, padre Gofo tem um forte trabalho social na área de El Toreo, onde predomina a população pobre e é forte a presença do crime organizado.
Embora já que tenha dito não crer que a Bíblia é a palavra de Deus, usa trechos dela nas missas, juntamente com citação de filmes de Hollywood ou canções de rock. Muitas vezes usa seu senso de humor ácido e se defende: “Temos de atualizar o Evangelho à cultura contemporânea.”
Para ele, “A renúncia de Bento reflete o cansaço de uma igreja que está se enfraquecendo. Não irá acabar, mas não causa nenhum impacto nem mudança de mentalidade. Você precisa entender que a fé nada mais é que um compromisso com a minha realidade histórica, de mudar as circunstâncias da Igreja, ter compromisso com as vítimas de tráfico, com os familiares dos desaparecidos, com os transexuais. A Igreja Católica não deveria ser um fardo para a sociedade, mas um alívio”.
Andando pelas ruas, pergunta às pessoas se querem que ele celebre uma missa em suas casas. A resposta geralmente é sim. Centenas de pessoas, sobretudo jovens, vão ouvi-lo falar nessas cerimonias a céu aberto. Aos 35 anos de idade, ele anda em uma moto de 125 cilindradas, bebe cerveja e ouve a banda de heavy metal Iron Maiden em seu celular.
Publicou um texto que lhe rendeu a acusação de ser pornográfico. Recebeu como punição três meses em um retiro com outros padres.
Gofo se sente discriminado por ser diferente. Por sua aparência, já foi acusado de ser satânico. Mas ele não se importa, afinal não acredita no diabo. “Eu acho que o diabo é um personagem, um conceito não me ajuda a crescer como pessoa nem fazer meu trabalho corretamente… Eu acredito que a linguagem da Igreja tem de ser atualizada, precisa evoluir, (…) esse tipo de linguagem não é mais útil, não atende mais às necessidades do nosso povo”, finaliza. Com informações Lagaceta Cristiana e Revista Proceso.

Ativistas gays e ateus ignoram luto e atacam pastor Rick Warren nas redes sociais: “Discurso de ódio matou seu filho”


A morte do filho de Rick Warren foi usada por ativistas ateus e gays como oportunidade para atacar o pastor da Saddleback Church.

Conhecido por suas pregações contrárias à homossexualidade, Rick Warren é visto pela militância como alguém que incentiva o assassinato de gays, pois o pastor envia contribuições financeiras para instituições em Uganda, país onde, culturalmente, a prática homossexual é punida com a morte.

Os ataques a Rick Warren se deram no momento de dor de sua família, através das redes sociais, com publicações que questionam se o pastor não seria o responsável pela morte do próprio filho. O ponto em comum das várias mensagens de críticas a Warren publicadas pelos ativistas era: “seu discurso de ódio o matou”, segundo informações do Instant Analysis.

Entretanto, em resposta aos ativistas, Rick Warren ignorou a postura adotada por ele e o desrespeito no momento de perda e publicou em seu perfil no Twitter uma reflexão.

“Você se torna mais parecido com Jesus quando você ora por aqueles que te machucam. Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que estão fazendo. Angústia é difícil. O luto para uma figura pública, é mais difícil. E o luto, enquanto inimigos celebram a sua dor, é mais difícil ainda”, escreveu o pastor.

De acordo com o Charisma News, Rick Warren agradeceu às manifestações de apoio que tem recebido através das redes sociais: “Kay e eu estamos esmagados por seu amor, orações e palavras gentis”, tuitou Warren, mencionando sua esposa.

Fonte: Gospel+

Militantes gays atacam novamente e passam dos limites!

Um material feito exclusivamente para o público gay foi distribuído na porta do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ). Na cartilha, ilustrações com imagens de sexo em grupo chocaram alunos e pais. O fato foi exibido em exclusiva especial no Jornal da Record.



O material foi distribuído em stand de um grupo LGBT montado durante a 5º Parada da Cultura, evento aberto a comunidade e promovido pelo Instituto de Educação. A cartilha de caráter promíscuo contém ilustrações obscenas, agressivas e impróprias para menores, além de textos de duplo sentido, que durante a reportagem não puderam ser exibidos.

Uma das páginas mostra duas pessoas do mesmo sexo se relacionando sexualmente e um texto dizendo que é possível fazer sexo de forma segura sem o uso de preservativo, assim como insinuações a prática homossexual.
Procurada pela reportagem, a direção do Instituto afirmou que o grupo LGBT fez a distribuição do material sem a devida autorização da escola.
O presidente do Grupo Arco Íris de Cidadania LGBT, Júlio César Moreira, afirmou que a cartilha faz parte de um projeto realizado em 2011, financiado pelo governo holandês. Mas não soube explicar como a cartilha de cunho pornográfico foi distribuída na escola.

VIA  GRITOS  DE ALERTA  /INF. BLOG DO RILTON

Ativistas gays agridem jovens católicos durante manifestação pró-família em Curitiba-PR

 
Um grupo de rapazes pertencentes ao Instituto Plínio Correia de Oliveira (IPCO) foi brutalmente atacado por ativistas gays, enquanto fazia uma pacífica manifestação em defesa da família e da vida pelas ruas de Curitiba/PR. Sob gritos, xingamentos, cusparadas e até pedradas, os jovens católicos tiveram que enfrentar uma clara manifestação de intolerância e incitação ao ódio por parte do Movimento Gayzista.
A manifestação pacífica do IPCO faz parte da campanha "Cruzada pela Família", uma caravana de jovens que tem percorrido o Brasil desde 2011 para alertar a população sobre os perigos da agenda gay e do aborto. A população de Curitiba acolheu tranquilamente os manifestantes enquanto estes levantavam cartazes com os dizeres: "Buzine se você é a favor do casamento como Deus fez". Como pode ser visto nas imagens gravadas pelo Instituto, a maioria esmagadora dos motoristas correspondeu ao pedido, afirmando a clara posição dos curitibanos a favor do matrimônio tradicional, entre um homem e uma mulher.
Assista ao vídeo abaixo:
A tensão só começou quando militantes do Movimento Gayzista de Curitiba decidiram atrapalhar a manifestação pacífica dos rapazes. Com palavras chulas, insinuações e simulações de atos sexuais, os desordeiros desferiram uma enxurrada de impropérios e blasfêmias contra os membros do IPCO. Tal foi o nível da agressão, que um dos rapazes do Instituto precisou ser encaminhado ao hospital, para suturar com três pontos o corte provocado por uma pedrada que recebeu de um dos ativistas gays.
Não é a primeira vez que o IPCO tem de enfrentar a intolerância e a brutalidade dos militantes "gays". Durante a passagem do grupo por Divinópolis/MG, o movimento LGBT da cidade tumultuou a manifestação com uma série de xingamentos e ofensas à Virgem Santíssima. Houve até mesmo uma tentativa por parte dos gayzistas de quebrar a imagem de Nossa Senhora de Fátima que estava sendo exposta durante a campanha.
Apesar de lamentáveis, essas cenas servem para desmascarar o perfil totalitário do Movimento Gayzista. Sob a égide de uma falsa epidemia de "homofobia" - quando os próprios dados deles revelam que a maior parte dos crimes contra homossexuais são praticados por garotos de programa, ou seja, homossexuais - a militância gay tenta a todo custo, e através de qualquer artifício - até mesmo da violência - intimidar, oprimir e criminalizar quem não concorda com o seu comportamento promíscuo e imoral. Urge, portanto, desmascararmos esse neofascismo mal-disfarçado de tolerância. Para o bem da sociedade e dos próprios homossexuais.


VIA  GRITOS  DE ALERTA

Exposição que mostra pedofilia e zoofilia provoca bate boca entre deputados

Não foi só nas redes sociais que a mostra “QueerMuseu” gerou debates e bate boca. Na noite desta terça-feira (12) o assunto foi amplam...