domingo, 3 de março de 2013

MP quer impedir construção de monumentos religiosos com dinheiro público

O Ministério Público do Estado do Ceará entrou com uma Ação Civil Pública requerendo à Justiça que o Governo do Estado se abstenha de realizar a segunda etapa de construção do monumento de Nossa Senhora de Fátima no município do Crato.

A ação, com pedido de tutela antecipada, foi expedida na última terça-feira (26) pelo promotor de Justiça Lucas Felipe Azevedo de Brito.

O edital de concorrência pública para contratação da empresa foi finalizado no dia 22 de janeiro, tendo sido vencedora a JMD Construções Ltda. O valor a ser destinado para a obra com recurso do Governo do Estado é de R$ 946.856,25. Segundo o promotor de Justiça, o fato de ser utilizado recurso público para a construção de monumento com cunho religioso lesa frontalmente o Estado Democrático de Direito.

Com isso, o MP requer a inconstitucionalidade da Lei Estadual nº 15.110/2012 referente aos gastos para a construção da estátua; a proibição de construir ou a demolição de qualquer edificação já realizada, no prazo de 30 dias; além de suspender a execução do contrato derivado do edital de concorrência pública. Em caso de descumprimento, a multa diária no valor de R$ 10 mil recai sobre o patrimônio pessoal do chefe do executivo Estadual.

Histórico

Há tempos o município do Crato divulgava a intenção de construir a maior estátua religiosa do Estado na localidade de Barro Branco (conhecida popularmente como Morro da Coruja). Para isso, ocorreria a doação do terreno, de patrimônio municipal, e contaria com repasses de verbas federais e estaduais. Com isso, os Ministérios Públicos Federal e Estadual impetraram uma Ação Civil Pública ainda em 2008, obtendo liminar.

Vale ressaltar que, na maioria dos casos, em ações conjuntas, a instância federal atrai a competência do julgamento. Dessa forma, o juiz da 16ª Vara Federal determinou o embargo da obra e o repasse de verba federal. O Município acabou não dando continuidade ao convênio com a União e passou a alegar que não havia mais verba federal. Com isso, o Juízo Federal suspendeu o embargo.

Em 2010, o MPE ingressou com uma ação na primeira instância para impedir o gasto de dinheiro público na construção da estátua de Nossa Senhora de Fátima. Porém, na segunda instancia a decisão foi alterada e houve a efetivação do pagamento de R$ 811.703,72 para a empresa Projesul Construções Ltda, que tinha vencido o edital de Concorrência Pública Nacional, sem que a obra tivesse sido concluída, o que motivou agora a publicação do atual certame licitatório para construir a segunda etapa da obra.

Fonte: Ministério Público do Estado do Ceará

Igreja Católica tem "deficit" de padres no Brasil

São 22 mil sacerdotes para 48 mil locais de atendimento, diz a igreja. Ausência é maior em áreas do Nordeste e do Norte; hierarquia rígida e natalidade menor são apontadas como fatores.

A Igreja Católica tem menos da metade dos padres de que precisaria para haver um sacerdote em cada local de celebração de missa no país, como paróquias e capelas.

No Brasil, segundo a última contagem feita pela própria igreja, em 2010, há 22 mil padres para quase 48 mil centros de atendimento religioso -locais em que as missas são celebradas, não necessariamente uma igreja.

O deficit de padres é mais acentuado em algumas regiões, especialmente em áreas do Norte e do Nordeste.

Essa defasagem é apontada por estudiosos e membros da Igreja Católica como uma das razões para a perda de espaço da religião para diversas correntes evangélicas no Brasil nas últimas décadas.

CENSO


Segundo o Censo-2010, o catolicismo é a religião de 64,6% dos brasileiros, já foi de 90% nos anos 70 e teve, pela primeira vez, queda em número absoluto de fiéis -perdeu 1,7 milhão de adeptos na década passada.

Apesar do recuo no período, os anos 2000 marcam um relativo avanço no número de padres, de 32%, e sobretudo no de diáconos, de 146%.

O diácono é um tipo de líder comunitário formado pela igreja que pode representá-la e comandar encontros.

"Houve um aumento, mas, mesmo contando os seminaristas em formação [cerca de 9.000] e os diáconos, o deficit é enorme, de mais de 20 mil", diz o filósofo Fernando Altemeyer, pesquisador de ciências da religião na PUC-SP.

"Há muitos no Sul e Sudeste e uma falta gigante na região amazônica. Sem padre, não tem missa e não tem a igreja, que é feita em torno do altar", acrescenta ele.

Enquanto o Norte tem 3% do total dos sacerdotes e 7% da população do país, o Sudeste e o Sul reúnem, respectivamente, 45% e 25% -e abrigam 42% e 14% da população, nessa ordem.

"A questão das vocações sempre foi um desafio para a igreja", diz o padre Valdeir dos Santos Goulart, responsável pelo Ceris, centro católico de estatísticas no Brasil.

"Tempos atrás, as famílias tinham muitos filhos, e era mais fácil que um deles fizesse a opção religiosa. À medida que cai o número de filhos, isso vai prejudicando o aparecimento de vocações", diz.

O celibato obrigatório e a rigidez hierárquica impostos pelo Vaticano também são apontados como explicações para o deficit de padres -entraves à renovação do clero pedida pelo papa Bento 16 dias após o anúncio da renúncia ao pontificado.

"Uma alternativa seria a ordenação de mulheres", sugere o filósofo Mario Sergio Cortella, professor da PUC-SP. "Um novo papa que tivesse essa perspectiva encontraria no nosso país e em outros recepção muito positiva", diz.

O Brasil tem 33 mil freiras -7% a menos do que em 2000. Uma das razões apontadas para o recuo é a relação hierárquica de subordinação da mulher na igreja.

"O trabalho feminino na igreja nascia de acordo com o desafio, para cuidar de hospitais e creches, função que hoje está com o Estado", diz padre Valdeir, ponderando que a ordenação de mulheres não é cogitada pelo Vaticano.

DIOCESES


O caminho mais realista parece ser uma maior abertura para os diáconos. "Algumas dioceses não aceitam diáconos porque há resistência de padres, que os veem como competidores", diz o padre José Carlos Pereira. "Talvez o próximo papa possa orientar os bispos a aceitá-los."

Fonte: Folha.

Projeto de Lei quer liberar culto nas praças públicas

O Projeto de Lei é do vereador Shakespeare Carvalho (PRB), e garante o direito à realização de cultos religiosos nas praças públicas de São José dos Campos (SP).

As praças públicas de São José poderão virar palco para cultos religiosos de quaisquer denominações. O pregador falando para dezenas de fiéis nas praças pode virar uma cena comum na cidade.

Isso vai ocorrer se a Câmara aprovar, e o prefeito Carlinhos Almeida (PT) sancionar, o projeto de lei do vereador Shakespeare Carvalho (PRB), que garante o direito à realização de cultos religiosos nas praças públicas de São José.

Apresentado anteontem, o texto do projeto tem apenas quatro artigos e poderá receber emendas de outros vereadores até 14 de março, quando deve ser votado.

Passará também pelas comissões de Justiça, Cultura e Cidadania.
Shakespeare está otimista quanto à aprovação do projeto. “Conversei com quase todos os vereadores e eles vão apoiar a proposta. A prefeitura também é sensível para essa questão, diferente da administração anterior”, disse.

Para o vereador, que também é pastor evangélico, a lei será a garantia de que os fiéis poderão se expressar livremente nas praças da cidade, o que não acontecia até o ano passado.

“Havia um certo preconceito contra os evangélicos. Muitos chefes da fiscalização nos perseguiam. A lei é para evitar que isso ocorra”, afirmou.

Cultos

Shakespeare admite que a lei pode gerar exageros por parte de algumas pessoas, que usem as praças no lugar das igrejas para realizar seus cultos regulares.

Mas ele pondera que isso pode ser uma situação pontual e que deverá ser regulamentada pela prefeitura.

“Quem for realizar um culto em praça pública terá que pedir autorização”, afirmou.

Postura

O Código de Posturas de São José não rejeita diretamente a realização de cultos em áreas públicas da cidade, mas limita a quantidade de barulho de eventos ao ar livre, que devem ser controlados e autorizados.

No projeto. Shakespeare cita a Constituição Federal para amparar o pedido: “A lei máxima garante e nós queremos essa garantia na cidade”.
Proposta gera polêmica entre vereadores
A proposta de liberar cultos religiosos em praças públicas de São José dos Campos foi bem aceita por vereadores e pessoas ligadas às igrejas, mas com ressalvas. As principais pedem cuidado com o uso descontrolado e exagerado da norma, permitindo pregados nas praças causando incômodo à população.

Tonhão Dutra (PT) disse que vai apoiar o projeto do colega vereador. Para ele, trata-se de uma questão de democracia com fundo espiritual. “Sou favorável à lei. É um direito democrático das pessoas e que será regulamentado pela prefeitura”, disse.

Para o vereador Fernando Petiti (PSDB), hoje na oposição, a lei precisará ter regras claras e controle por parta da administração. Ele teme que a norma descambe para a disputa entre denominações religiosas pelas ruas da cidade.

Fonte: O Vale

Cardeal O'Brien admite que sua conduta sexual não foi apropriada

Londres, 3 mar (EFE).- O cardeal Keith O'Brien, que renunciou na segunda-feira ao cargo de arcebispo de St. Andrews e Edimburgo após ser acusado de "comportamento inadequado" nos anos 80, admitiu neste domingo que sua "conduta sexual" não foi sempre a que se esperava dele.

Em comunicado divulgado pela Igreja Católica da Escócia, O'Brien reconheceu: "às vezes, minha conduta sexual ficou abaixo dos padrões que se esperavam de mim como sacerdote, arcebispo e cardeal".

O papa Bento XVI aceitou a renúncia de O'Brien um dia após a imprensa divulgar que quatro sacerdotes acusaram o cardeal de assédio. A saída de Keith O'Brien deixou o Reino Unido sem representante no conclave papal.

O cardeal deixou o cargo meses antes de completar 75 anos. O'Brien, conhecido por suas críticas contra o casamento gay, pediu perdão hoje para as pessoas que "ofendeu", à Igreja Católica e aos escoceses.

"Passarei o resto da minha vida em retiro. Não vou desempenhar nenhum papel na vida pública da Igreja Católica da Escócia", afirmou o cardeal.

Em um primeiro momento, o clérigo, máxima autoridade da Igreja Católica escocesa desde 1985, negou as acusações, publicadas há uma semana no dominical "The Observer".

As acusações contra o cardeal partiram de três sacerdotes e um ex-sacerdote que foram vítimas supostamente da conduta indevida de O'Brien nos anos 80.

Um deles, hoje casado, disse ao dominical "The Observer" que sofreu assédio sexual na época em que era seminarista, aos 20 anos, quando O'Brien era seu "diretor espiritual" e o submeteu a aproximações "inapropriadas" após suas orações noturnas. A vítima disse que o comportamento do cardeal causou depressão e mudanças em sua personalidade.

Além de condenar o casamento gay, o conservador O'Brien se manifestou abertamente contra o aborto e a nomeação de mulheres para bispo.


FONTE . UOL.COM.BR

Missionário americano funda abrigo para crianças indígenas, no AM

 

Após experiência na região do Vale do Javari, missionário Barry Hall se comoveu com situação indígena e iniciou trabalho para implantação de abrigo (Foto: Camila Henriques/G1 AM)Barry Hall e a esposa cuidam, por exemplo, de crianças rejeitadas nas tribos.
Entidade 'Coração do Pai' quer ampliar a estrutura em breve.

 

Após experiência na região do Vale do Javari, missionário Barry Hall se comoveu com situação indígena e iniciou trabalho para implantação de abrigo (Foto: Camila Henriques/G1 AM)
Acostumado a missões religiosas no interior do Amazonas – afinal, são 25 anos no Estado -, o norte-americano Barry Hall resolveu encarar um desafio diferente há nove meses. Junto ao Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas (Complei), Hall instalou o único abrigo destinado a crianças indígenas do país. Atualmente funcionando em sua própria residência – o que o designa como uma 'casa-lar' -, o “Coração do Pai” atende 13 crianças de diversas etnias e, segundo seu administrador, pretende ampliar sua estrutura em breve.
 
Em entrevista ao G1, Hall explicou que o intuito do abrigo é dar uma opção aos indígenas que, por diversas razões sociais e culturais, rejeitam suas crianças. “Algumas etnias condenam filhos de mãe solteira, gêmeos ou trigêmeos, resultados de estupro, incesto ou infidelidade. Existem várias categorias de crianças em algumas etnias – não todas – que são consideradas ‘amaldiçoadas’. Nesses casos, a única maneira de se livrar da ‘maldição’ é sacrificar a criança e até enterrá-la viva”, contou. “O Complei quer oferecer uma alternativa e uma solução que respeite a liderança de cada etnia. Ao nos entregar a criança, o cacique fica satisfeito, porque ela saiu da aldeia, os pais ficam aliviados e o bebê ganha vida e um lar”, acrescentou.
Mudança de local para atender mais crianças está nos planos da administração do abrigo. (Foto: Camila Henriques/G1 AM)Mudança de local para atender mais crianças está nos planos da administração do abrigo. (Foto: Camila Henriques/G1 AM)
De acordo com o administrador da casa, mais de 350 etnias podem ser beneficiadas pelo “Coração do Pai”. No entanto, o projeto ainda não conseguiu atingir todos esses grupos, mesmo com a boa aceitação por parte das tribos. “Precisamos de uma pessoa à frente em cada região para que as crianças consigam vir até nós. Há um desafio, nos locais mais distantes, de manter esse bebê vivo e cuidar dele enquanto não chegamos lá”, reconheceu.
Não-indígenas também são bem vindos
Apesar de ter como prioridade o amparo a indígenas recém-nascidos, o abrigo também atende não-indígenas e crianças de mais idade, como um menino de sete anos, que é o mais velho da casa. A decisão, porém, não é resultado de preconceito, frisou Barry. “Muita gente acredita que ter um local para crianças indígenas é discriminação, mas, na verdade, só estamos nos especializando para fazer um trabalho melhor. Aceitamos não-indígenas quando podemos instalá-los e, quando tivermos um espaço maior, queremos aumentar também o número de vagas”, afirmou.
Recém-nascidos são maioria e prioridade no
abrigo, de acordo com administrador. (Foto: Camila
Henriques/G1 AM)
Em família
Recém-nascidos são maioria e prioridade no abrigo, de acordo com administrador.  (Foto: Camila Henriques/G1 AM) Hall e sua esposa, Vânia, são os únicos não-indígenas a administrar o abrigo. Depois de trabalhar durante anos com tribos no Vale do Javari, os dois tiveram que voltar para Manaus para que os seus cinco filhos pudessem estudar. “Queríamos levar uma professora para a aldeia, mas não conseguimos. Foi difícil abrir mão e sair de lá, mas agora temos o abrigo, que é nossa maneira de ajudá-los. Não tem ninguém para fazer esse serviço com a ONG e salvar a vida dessas crianças”, ressaltou.
O vínculo com as crianças é inevitável, segundo o missionário. Algumas, inclusive, o chamam de “pai”. “Quando um é adotado, choramos bastante! É uma família”, definiu Hall.
Além do casal Barry e Vânia, o abrigo conta com o apoio de pediatras, assistentes sociais, psicólogos e nutricionistas. O acompanhamento médico é feito mais de uma vez na semana, já que algumas crianças têm problemas crônicos de saúde. “Tivemos uma que nasceu com seis meses de gestação e foi abandonada três dias antes de vir para cá. Por ser bem frágil, ela precisou de atenção especial da pediatra, que vem aqui duas ou até três vezes na semana. Esse prematuro já está com quase o triplo do peso com o qual chegou”,  lembrou.

Seis pessoas trabalham diariamente no abrigo, que ainda tem o apoio de pediatras e nutricionistas. (Foto: Camila Henriques/G1 AM)
Como o próprio nome sugere, o “Coração do Pai” tem uma forte inclinação religiosa, até pela relação com o trabalho missionário de Barry e Vânia. “Rezamos todos os dias, não só para pedir, mas para agradecer. Cada vez que conseguimos pagar as contas do abrigo, é um milagre”, disse o administrador. Mantido por doações, o local recebe itens básicos do dia a dia das crianças como fraldas, leite, lenço umedecido, berços e cercadinhos. “Também  precisamos de alimentos e, mais do que tudo, ajuda financeira para pagar aluguel, água, luz e os nossos seis funcionários”, completou.
O abrigo "Coração do Pai" fica localizado na rua D-14, casa 113, bairro Japiim, Zona Sul de Manaus.

VIA GRITOS DE ALERTA / INF. GLOBO.COM

Polícia de Franca prende pastor suspeito de abusar sexualmente de fiéis

 
Polícia de Franca prende pastor suspeito de abusar sexualmente de fiéisNa última quinta-feira (28) a Polícia de Franca, interior de São Paulo, prendeu o pastor evangélico José Elias da Cruz acusado de abusar sexualmente de jovens que frequentavam sua igreja localizada no Jardim Redentor.
A prisão preventiva foi decretada a pedido da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) que recebeu denúncias contra ele, incluindo relatos de abuso contra duas adolescentes de 12 e 15 anos.
As duas adolescentes teriam sido abusados pelo acusado durante ritos espirituais que aconteciam em suas casas, o denunciante é o pai das jovens que relata que o pastor havia passado a mãos nos seios e no órgão genital das meninas.
Segunda a delegada que acompanha o caso, Graciela Ambrósio, o pastor dizia que estava libertando as meninas do “espírito da sensualidade” quando na verdade estava abusando sexualmente delas.
“Ele encontrava as meninas sozinhas, levava para o quarto, usava um óleo e falava que era para ungir. Com a menina de 12 anos era desde outubro do ano passado. Na última sexta-feira (22), também fez com a menina de 15. Então ela achou que não estava certo e contou para o pai dela”, explica a delegada.
Outras duas jovens, uma de 21 e outra de 22 anos, também denunciaram o pastor durante as investigações que estavam sendo feitas pela polícia. Cruz foi ouvido na delegacia e negou as acusações. Agora seu advogado tenta conseguir um habeas corpus para liberá-lo. Com informações G1.

Silas Malafaia critica confederação de pastores e os chama de “ilustres desconhecidos”

 
Silas Malafaia critica confederação de pastores e os chama de “ilustres desconhecidos”O pastor Silas Malafaia fez algumas declarações em seu programa deste sábado que ele classificou de “bombásticas”.
Aparentemente, existe um grupo que inclui um deputado da bancada evangélica, interessado em representar todos os evangélicos do Brasil. Seriam os membros da Confederação de Conselhos de Pastores do Brasil (CONCEPAB).
Algum tempo atrás Malafaia já os havia chamado de “ilustres desconhecidos” após ser divulgado que estariam conversando com a Rede Globo sobre o tratamento que os evangélicos recebiam da emissora.
Durante a parte final de seu programa, Malafaia disse que esse grupo queria se impor como porta-voz dos evangélicos brasileiros sem terem condições de fazer isso. Entre os motivos é porque os conselhos de pastores de São Paulo e do Rio de Janeiro, os maiores do país, não reconhecem essa Confederação.
Embora não tenha revelado quem é o deputado que estaria por trás da CONCEPAB, ficou claro que existe um interesse político por trás dessa reunião de conselhos. Alguns anos atrás, Silas Malafaia e Jabes Alencar fundaram o Concelho Internacional de Ministros Evangélicos do Brasil (CIMEB).
Embora Malafaia questione a influência da CONCEPAB, o site da entidade mostra que ela tem a seguinte Diretoria Executiva Nacional:
Presidente: Pastor Francisco Paixão (Ceará)
Vice/Reg. Sul: Bispo Cirino Ferro (Curitiba/PR)
Vice/Reg. Norte: Pastor Claudemir Lopes (Tocantins)
Vice /Reg. Sudeste: Pastor Jorge Linhares (Minas Gerais)
Vice /Reg. Centro Oeste: Bispo Aroldo Leite (M. Grosso)
Vice/Reg. Nordeste: Pastor Jorge Abreu (Sergipe)

Uma visita ao site do CIMEB mostra que seu atual presidente é Jorge Linhares, antigo aliado de Malafaia e que agora também pertence à CONCEPAB. Pelo visto não é alguém tão desconhecido assim.

GOSPEL PRIME

Pastor brasileiro entra no livro dos recordes

 
Pastor brasileiro entra no livro dos recordesAos 92 anos de idade, o pastor e cantor Feliciano Amaral continua adorando a Deus, sem dar indício de que pensa em aposentadoria. Desde 2010 ele é considerado o recordista de longevidade no mundo da música.
São 62 anos de carreira, motivo pelo qual entrou para o Livro Guinness dos Recordes. Dois anos atrás ele recebeu uma homenagem em Boston e fez algumas apresentações nos EUA.
Ele nasceu em Minas Gerais, mas vive atualmente em Pernambuco. Antes de ser cantor foi sapateiro e músico. Iniciou sua carreira musical na década de 1940, sendo o primeiro cantor evangélico a colocar sua voz num acetato de vinil de 78 rotações, pela extinta gravadora Atlas.
Foi para o Rio de Janeiro, onde estudou Teologia no Seminário Teológico Betel. Pastoreou várias igrejas, inclusive a Primeira Igreja Batista da Pavuna.  Gravou vários LPs e CDs, sendo o mais recente “Especial 90 Anos – Jardim de Oração” de 2010. Tem ainda um DVD em sua carreira, gravado ao vivo numa igreja em Recife
Feliciano Amaral interpretou canções como: “Oração de Davi”, “Céu aberto”, “O mar”, “Ao meu Redor”, “O Rosto de Cristo”, “Rio Profundo”, “Sou Filho do Rei”, “O Jardim de Oração”, entre outras.

GP

Cristãos lutam contra a zoofilia na Austrália

 
Cristãos lutam contra a zoofilia na AustráliaA cadeia de lanchonetes australiana “Burger Urge” criou um anúncio onde uma modelo lambe uma vaca que lembra um homem. Abaixo, o slogan da campanha atual “Get Intimate” [Fique íntimo].
O que era pra ser algo irreverente segundo a empresa, tornou-se uma campanha pelo boicote da rede de fast food e apelos de cristãos contra a zoofilia.
“Só queríamos fazer algo divertido”, afirmou Sean Carthew, dono da Burger Urge. Ele garante não entender porque uma entidade cristã fez uma denúncia ao Advertising Standards Board, órgão responsável pela fiscalização da publicidade na Austrália. Segundo eles, o anúncio é “repugnante, doentio e de mau gosto”.
A chefe do Advertising Standards, Fiona Jolly, disse que a maioria das pessoas percebe que a imagem era uma montagem de Photoshop, e não era excessivamente sexualizada ou provocativa. Ainda segundo eles, o slogan pode ter várias interpretações, mas não sexuais.
A diretora do Australian Christian Lobby, Wendy Francis, reclamou que ano passado a Burger Urge distribuiu preservativos junto com as entregas a domicílio. Mas dessa vez a empresa teria ido longe demais. “É definitivamente uma imagem sexual. Ele sugere que eles devem ficar íntimos, algo impensável com animais. Além disso, a vaca (ou boi) está no papel do homem”, disse ela.
Para Francis as pessoas não se sentem bem ao ver a sugestão de “uma mulher fazendo amor com uma vaca ou boi”. No e-mail divulgado pela Australian Christian Lobby, o argumento é que aquilo poderia chocar as crianças.
“Eu não acho que uma criança de quatro anos de idade, que não tem entendimento algum, poderia mudar a maneira como eles se comportam com apenas uma campanha publicitária”, disse Sean Carthew.
Ironicamente, a mãe de Carthew recebeu um e-mail do grupo de Francis expressando sua raiva contra o Burger Urge. “Mamãe é muito religiosa, mas ela não vê nenhum problema com a imagem da vaca e da garota”, encerrou. Com informações News.com.au.

SECRETÁRIO GERAL DA ONU CRITICA DURAMENTE COMENTÁRIO DE ERDOGAN SOBRE O SIONISMO

 

O secretário geral da ONU, Ban Ki-moon, teve hoje uma clara declaração contra o anti-sionismo latente nas declarações do primeiro-ministro turco, Recep Erdogan, que comparou o sionismo ao próprio fascismo.
Na passada Quarta-Feira, durante o encontro "Aliança de Civilizações" realizado pela ONU em Viena de Áustria, o primeiro ministro turco Erdogan afirmou o seguinte: "Tal como com o sionismo, o anti-semitismo e o fascismo, tornou-se necessário ver a islamofobia como um crime contra a humanidade." O encontro visava promover o diálogo entre o islão e o Ocidente.
Numa declaração emitida pelo porta-voz de Ban Ki-moon, o secretário geral da ONU transmitiu a sua crítica às afirmações de Erdogan: "O secretário geral acredita ser lamentável que tão dolorosos e divisionistas comentários fossem proferidos numa reunião realizada sob o tema da liderança responsável."
O comentário do primeiro ministro da Turquia levou a duras críticas do observatório da ONU, um grupo de vigilância às tendências anti-israelitas e abuso de direitos humanos dentro da ONU.
A resolução 3379 da Assembleia Geral da ONU, que foi adoptada por uma maioria de 72 votos a favor, 35 contra e 32 abstenções, afirmava que o sionismo era "uma forma de racismo e descriminação racial." Devido à pressão dos EUA, a declaração foi revogada em 1991.
Israel e a Turquia desfrutavam excelentes relações políticas até ao incidente com o barco turco Marmara que integrava a flotilha que em 2010 tentou entrar abusivamente em Gaza. 9 turcos foram mortos nesse incidente e vários israelitas ficaram feridos. Desde essa altura, a Turquia vem pedindo a Israel um pedido formal de desculpas, algo que Israel, obviamente, não deve fazer.
Shalom, Israel!

Principal militante islâmico do norte da África é morto no Mali

O governo do Chade afirmou neste sábado que seus soldados mataram, no Mali, o principal militante islâmico do norte da África Mokhtar Belmokhtar.

Belmokhtar é um ex-líder da Al-Qaeda e teria ordenado um ataque ocorrido em janeiro em uma refinaria na Argélia, no qual 37 reféns foram mortos.
As tropas do Chade estão combatendo miitantes islâmicos no Mali como parte de uma força internacional liderada pela França.

"Nossos soldados destruíram completamente a principal base jihadista nas montanhas de Adrar, matando vários terroristas, incluindo o líder Mokhtar Belmokhtar", disse um porta-voz do Exército do Chade, que leu um comunicado transmitido na TV local.

Segundo a nota, também foram apreendidos mais de 60 veículos, além de armas e outros equipamentos.
Se confirmada, sua morte terá um grande impacto entre os militantes islâmicos no Mali, de acordo com o correspondente da BBC no oeste da África, Thomas Fessy.
A notícia vem à tona um dia após o presidente do Chade, Idriss Deby, anunciar que forças de seu país haviam matado o líder da Al-Qaeda Abdelhamid Abou Zeid, durante confrontos no Mali.
Acredita-se que Zeid, cuja a morte está sendo confirmada por exames de DNA, fosse o segundo no comando da Al-Qaeda no Magreb Islâmico, que está combatendo as forças internacionais no Mali.
A França, que lidera a missão, não confirmou nenhuma das duas mortes. No entanto, na sexta-feira, o presidente François Hollande disse que a operação estava em seu estágio final.

Militantes islâmicos se refugiaram nas montanhas do nordeste do Mali, após fugirem das cidades durante a ação das tropas francesas, que usou helicópteros e caças. O Exército do Mali e tropos de outros países africanos também estão envolvidas no conflito.
Rebeldes islâmicos tomaram o controle da região nordeste do país um ano após militares darem um golpe de Estado na capital Bamako, no sul.
A França interveio em janeiro, em meio a temores de que os militantes estariam planejando um ataque em Bamako.
Nascido na Argélia, Belmokhtar lutava na militância islâmica havia mais de duas décadas.

Ele dizia ter recebido treinamento militar no Afeganistão, antes de retornar para a Argélia, onde ele perdeu um olho durante uma batalha nos anos 90.

Ele então se junto à Al-Qaeda do Magreb, que opera ao longo do deserto do Sahara, mas acabou deixando o grupo para formar sua própria milícia islâmica.

O ataque à refinaria In Amenas, na Argélia, do qual ele diz estar por trás, seria a primeira grande ação de seu grupo.

Belmokhtar também era conhecido como o Sr Marlboro, por conta de sua suposta participação no tráfico de cigarros da região.

Belmokhtar e Zeid também estão envolvidos em diversos sequestros. Suas mortes, se confirmadas, causa temores sobre a vida de vários reféns estrangeiros que estariam sob o poder de suas milícias, de acordo com o correspondente da BBC.

Bento 16 entrega anel do Pescador para que seja destruído


O papa emérito Bento 16 mostra o anel ainda em 2012. A joia foi entregue ao camerlengo para ser destruída
O papa emérito Bento 16 mostra o anel ainda em 2012. A joia foi entregue ao camerlengo para ser destruída O papa emérito Bento 16 já entregou o anel do Pescador ao cardeal camerlengo para que seja destruído, sinal de que seu pontificado terminou, confirmou neste sábado (2) o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, que acrescentou que a preparação da Capela Sistina para o conclave ainda não começou.

Lombardi explicou que o anel do Pescador, que simboliza o poder pontifício, e o selo de chumbo que Bento 16 usava, foram entregues à Secretaria de Estado, que por sua vez os remeteu hoje à Câmara Apostólica, encarregada de administrar a Santa Sé quando não há papa e que é presidida pelo camerlengo, o cardeal Tarcisio Bertone.

Em relação à Capela Sistina, onde tradicionalmente os conclaves para a escolha de um novo papa são realizados, Lombardi disse que os trabalhos de preparação ainda não começaram, já que para isso é preciso a autorização a Congregação de Cardeais, que se reunirá pela primeira vez nesta ocasião na próxima segunda-feira.

Os serviços técnicos do Vaticano já têm todo o material previsto (cadeiras, mesas, chaminé), mas, por enquanto, a Capela Sistina, que foi chamada por João Paulo II de "santuário da teologia do corpo humano", continua aberta ao público.

A dois dias do começo das duas primeiras reuniões de cardeais preparatórias para o segundo conclave do terceiro milênio (o primeiro foi o de 2005), os cardeais continuam a chegar a Roma, onde já se estão mais de 150 dos 207 que compõem o Colégio Cardinalício.

Segundo Lombardi, em Roma vivem de maneira permanente 75 cardeais, e outros 66, vindos de outras partes do mundo, já estão na cidade, enquanto espera-se que os demais cheguem até a próxima quarta-feira.

O Colégio Cardinalício é composto por 207 cardeais, dos quais 117 têm menos de 80 anos e o restante supera essa idade.

As leis do Vaticano preveem que só podem entrar na capela Sistina, local do conclave, os cardeais com menos de 80 anos. Os outros, embora não possam votar, podem ser escolhidos papa.

Dos 117 eleitores, dois anunciaram já que não participarão do conclave - o indonésio Julius Riyadi Darmaatmadja, por doença, e o britânico Keith O'Brien, ex-arcebispo de St Andrews e Edimburgo, que desistiu após ser acusado de "comportamento inadequado" para com outros religiosos na década de 1980.

Hoje e amanhã não está prevista nenhuma reunião oficial, mas eles aproveitarão os dois dias para encontros privados, comentar a situação da Igreja e projetar o perfil do próximo papa, que - segundo a maioria dos cardeais - deve ser "relativamente jovem" para guiar com energia a Barça de Pedro.

No Vaticano, é considerado "jovem" um cardeal que tenha entre 60 e 70 anos.

Durante estas reuniões também começarão a ser definidos os grupos de cardeais que apoiam os candidatos e surgirão os "grandes eleitores", ou seja, os cardeais capazes de dirigir o voto.

Como "grandes eleitores" são considerados, pelo poder que têm na Igreja, o cardeal decano, Angelo Sodano, que tem mais de 80 anos e não poderá entrar na Capela Sistina, e o cardeal camerlengo, Tarcisio Bertone, que é eleitor.

Na segunda-feira, a primeira reunião de cardeais começará às 9h30 locais (5h30 de Brasília), e a segunda às 17h (13h de Brasília). Todas as reuniões dos cardeais acontecerão na Ala Nova do Sínodo, no complexo da Sala Paulo VI.

O cardeal decano, Angelo Sodano, já disse que até que não tenham chegado todos os cardeais eleitores, não será fixada a data do conclave. As leis vaticanas estabelecem que este deve começar de 15 a 20 dias depois do início da Sé Vacante, com o objetivo de permitir a todos os cardeais do mundo comparecer a Roma.


UOL.COM.BR

Bono Vox se compara a Jesus Cristo em discurso

Bono Vox, da banda U2, fez um discurso contra a pobreza durante evento realizado nos Estados Unidos. Em suas declarações, o astro de rock irlandês fez uma comparação entre Jesus e ele mesmo.

Conhecido por defender causas sociais, o cantor já recebeu diversos prêmios.

“Eu sou uma forma insuportável e arrogante de Jesus”, disse Bono ao se comparar a Jesus. Em seu discurso, ele disse acreditar que a pobreza extrema em todo mundo poderá acabar até o ano de 2030, com o apoio de recursos tecnológicos. As declarações do músico foram feitas durante o congresso TED – Tecnologia, Entretenimento e Design. O evento acontece no sul da Califórnia.

A apresentação de Bono Vox teve duração de 18 minutos. Segundo informou o G1, o vocalista disse que com o apoio da tecnologia e dos avanços médicos, mais enfermos com AIDS recebem atendimento e as mortes causadas por malária têm diminuído. Ele ainda discursou que a taxa de pobreza continua alta, porém, se seguir no mesmo ritmo deve ser vencida nas próximas duas décadas.

Bono Vox é o nome artístico de Paul David Hewson, 52 anos. Ele é o vocalista principal da banda de rock irlandesa U2. Compositor da maioria das músicas, suas letras são marcadas por temas religiosos - onde várias canções trazem citações bíblicas -, sociais e políticos. Em 2010, durante uma turnê a banda surpreendeu ao tocar “Amazing Grace”, um dos hinos cristãos mais famosos.

O artista é conhecido por defender causas humanitárias e já foi um dos nomeados para o prêmio Nobel da Paz. Bono foi um dos primeiros agraciados com o Prêmio TED, no ano de 2005. O dinheiro do prêmio, 100 mil dólares, foi gasto com doações na luta contra a pobreza extrema.

Com início há 28 anos, a conferência TED reúne diversas personalidades, como cientistas, políticos, empresários e músicos. O objetivo é que os convidados especiais de cada edição falem por 18 minutos o seu propósito na vida.

Fonte: The Christian Post

Polícia encerra inquérito e padre é indiciado por dois estupros

A titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Niterói, Marta Domingues, encerrou nesta sexta-feira o inquérito que investigava o padre Emílson Soares Corrêa e o indiciou pelo duplo estupro de vulneráveis: duas irmãs.

O pai das jovens também foi indiciado por tentativa de extorsão. O caso segue segunda-feira para o Ministério Público, que poderá oferecer ou não denúncia à Justiça.

O arcebispo da Diocese, dom José Francisco Rezende Dias, e o vigário geral Carmine Pascalle, foram ouvidos nesta sexta-feira e confirmaram a tentativa de extorsão por parte da família.

“Eles não falam diretamente em valores, mas acontece uma pressão muito grande da família que pode sugerir o crime, por isso indiciei”, explicou Marta, que ouviu os religiosos na sede da Arquidiocese.

Nem o Disque-Denúncia (2253-1177), nem a delegacia registraram novas queixas contra o padre.

Segundo a delegada, a família das jovens estava muito assustada por causa da possível soltura do marido da filha mais velha, X. de 19 anos. Preso por homicídio, ele teria mandado recados que poderia se vingar de X, da família dela e até mesmo o padre Emílson teria sido ameaçado por ele.

"Eles estavam muito exaltados e isso contribuiu para que os religiosos se sentissem intimidados. O arcebispo explicou, porém, que além de afastar o padre, nada mais poderia fazer", disse Marta.

Emílson deverá ser excomungado pela Igreja. O processo contra ele já corre no tribunal eclesiástico e a Arquidiocese não dá mais amparo jurídico a a ele. Ainda segundo os religiosos que depuseram nesta sexta-feira, tratamento psicológico das meninas foi oferecido aos familiares no dia da denúncia.

Sobre os gastos que padre Emílson tinha com X. - que teria ganho carro , moto e joias - o arcebispo de Niterói disse que não estranharia se padre Emílson tivesse acumulado dinheiro, pois com 27 anos de ordem e recebendo cerca de três salários mínimos por mês, o padre, assim como todos, segundo Dom José, não tinha gastos como uma pessoa leiga.

"Ele explicou que um padre não gasta com casa, comida, saúde, enfim, quase não tem despesas, que são integralmente bancadas pela Igreja", detalhou Marta Dominguez.

Fonte: O DIA

Exposição que mostra pedofilia e zoofilia provoca bate boca entre deputados

Não foi só nas redes sociais que a mostra “QueerMuseu” gerou debates e bate boca. Na noite desta terça-feira (12) o assunto foi amplam...