sexta-feira, 1 de março de 2013

Pastor Marco Feliciano gera fúria de Jean Wyllys e ativistas gays por ser o possível novo presidente da Comissão de Direitos Humanos: “fundamentalista, homofóbico e racista”


Deputado Marco Feliciano critica livros didáticos, supostamente usados para “doutrinação homossexual”, e políticas sobre aborto adotadas pelo governoO deputado federal e pastor evangélico Marco Feliciano publicou nessa terça feira um texto no qual alerta os pais para o ativismo gay que, segundo ele, estaria presente em livros didáticos usados na educação infantil.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
No texto, publicado em seu blog, Feliciano citou os seguintes livros: “Porta Aberta”, da autora Mirna Lima editado pela FTD, voltado para alunos de 6 anos; “Aprendendo a Viver, Sexualidade”, das autoras Patrícia Mata e Lydia, editados pela Ciranda Cultural, para alunos de 10 e 11 anos; e “Menino brinca de boneca?”, Marcos Ribeiro e editado pela Moderna, voltado para qualquer idade. De acordo com o deputado, esses livros estariam “contaminados com doutrinação homossexual”.
De acordo com o deputado, tais livros apresentam conteúdo formatado para habituar as crianças a verem casais homossexuais como uma imagem familiar normal, e dois deles ensinam, inclusive, como manter relações homossexuais.
- Tais livros, como os que aqui citei, provam que mesmo o MEC tendo nos garantido (frente parlamentar evangélica) e a presidenta Dilma afirmado que não queria tal matéria nas nossas escolas, com sapatinhos de algodão, na surdina, as matérias estão entrando e nossos filhos sendo doutrinados por ativistas que não se cansam, e procuram brechas para impetrar sua ditadura gay em nosso país – afirma Marco Feliciano, que diz ainda que apesar de o “kit gay” ter sido barrado é necessário que os pais fiscalizem os livros usados nas escolas de seus filhos, para que tal conteúdo não entre em sua educação por outros meios.
O deputado ressaltou ainda um compromisso feito pela presidente Dilma em barrar o conteúdo, que é classificado por ele como doutrinação de ativistas gays.
Outro compromisso feito pela presidente Dilma Rousseff, lembrado pelo deputado recentemente foi o relativo à descriminalização do aborto. Em um pronunciamento feito no plenário, Feliciano pediu que a presidente revisse suas decisões sobre a indicação, da Ministra Eleanora Minucci, para o cargo de Ministra da Secretaria das Políticas para as mulheres, e, do Secretario de atenção a Saúde, do Ministério da Saúde, Helvécio Magalhães.
Feliciano justificou seu pedido fazendo referência a um compromisso de campanha assinado pela atual presidente, junto a líderes evangélicos, no qual afirmou que não apoiaria ações para despenalizar o aborto no Brasil, assunto defendido pelos ministros citados.
- Se a Senhora Presidente, deixar de atender nossos anseios em relação a tão graves fatos, pode vir a exteriorizar perante este Deputado e o povo, o qual represento, que sua Excelência falta com a palavra, em acordos previamente referendados – declarou o deputado.

G+

Sou a Favor do Deputado Marco Feliciano como Presidente da Comissão de Direitos Humanos

Deputado Marco Feliciano critica livros didáticos, supostamente usados para “doutrinação homossexual”, e políticas sobre aborto adotadas pelo governoO deputado federal e Por que isto é importante

O Partido Social Cristão (PSC) pode assumir a Comissão de Direitos Humanos. O Nome do Deputado Pastor Marco Feliciano foi lembrado pelos Internautas nas Redes Sociais, mas tem sofrido, com infâmia, perseguição e até ameaça de morte.



Este é o Nome certo para presidir a Comissão de Direitos Humanos.


http://www.marcofeliciano.com.br/noticia/100/deputado-pastor-marco-feliciano-tem-sofrido,-com-infamia,-perseguicao-e-ate-ameaca-de-morte-em-redes-sociais.html


VIA  GRITOS  DE ALERTA / BISPO ROBERTO TORRECILHAS

Coreia do Norte: 70 mil cristãos estão em campos de prisioneiros polítcos

GulagGulags se expandem enquanto crescentes violações aos direitos humanos são relatadas por refugiados na nação mais fechada do mundo
 
Imagens de satélites mostraram que a Coréia do Norte está expandindo os gulags, campos de prisioneiros políticos em que milhares de pessoas se encontram sob a custódia do governo e em condições deploráveis. O fato vem a se somar a outras atitudes desafiadoras do governo norte-coreano, como a recente realização de seu terceiro teste nuclear, que atraiu críticas e sanções da comunidade internacional.
O porta-voz da organização missionária Portas Abertas nos EUA, Jerry Dykstra, disse que já teve conhecimento da morte de cristãos nas prisões políticas e que existem sistemáticas violações aos direitos humanos no país. “Acreditamos que isso é apenas a ponta do iceberg. Pesquisas estimam que existam cerca de 70.000 cristãos nos gulags, além de mais de 200.000 prisioneiros “, aponta.
DigitalGlobe
O Portas Abertas posicionou a Coreia do Norte no topo da lista de países que mais perseguem os cristãos; o país do Pacífico está há 11 anos consecutivos  dentro do nível mais elevado de perseguição entre todas as nações do planeta.
A Comissão de Direitos Humanos da Coreia do Norte levantou que o campo de número 25 aumentou em 72% seu perímetro e pode abrigar cerca de 5 mil presos em condições sub-humanas de sobrevivência. As imagens foram fornecidas pela Digital Globe, uma empresa norte-americana de imagens comerciais por satélite.
Segundo o o jornal britânico The Telegraph, o grupo de direitos humanos acredita que o país está tendo que ampliar seus centros de prisão política por tentar manter “fora de alcance” pessoas que representam ameaças ao poder do ditador Kim Jong-un.
Kim Jong-un  é a terceira geração da dinastia Kim, que governa o país desde 1948. Ele assumiu o poder após a morte de seu pai, Kim Jong-Il, em dezembro de 2011, quando tinha menos de 30 anos. O governo no país é baseado no culto extremo à personalidade e cada detalhe da dinastia totalitária é guardado como uma relíquia sagrada.
Assim, além dos cristãos, membros da administração anterior são vistos como ameaças, além dos desertores encontrados ao longo da fronteira e na China, país vizinho. Patrulhas vigiam constantemente as fronteiras com o objetivo de capturar fugitivos,  enquanto que o governo chinês está cooperando e reenviando os que entram em seu território.
Ao mesmo tempo em que os gulags estão se expandindo, Greg Scarlatoiu, diretor executivo da comissão, disse que “é essencial garantir que o governo norte-coreano não apague as evidências das atrocidades cometidas nos campos, incluindo a subnutrição a que os prisioneiros são submetidos”.
Um refugiado apelidado sob o pseudônimo de Timóteo, relatou a falta de liberdade de consciência e liberdade religiosa a que os norte-coreanos são submetidos. “Eles ignoram todas as liberdades. O nível dos direitos humanos é de zero por cento. Religiões não são permitidas. O líder da Coréia do Norte (Kim Jong-un) tem de ser adorado como Deus e isso não vai mudar a menos que o regime desmorone”, disse o homem de cerca de 24 anos ao site do Opens Doors USA.
A Coreia do Norte, que  é considerada pela comunidade internacional uma das mais repressoras e  pobres nações em todo mundo, já vive praticamente isolada por inúmeras sanções econômicas que acabam penalizando a população,  vítima da carência de itens básicos, inclusive alimentares.
Segundo o periódico britânico, a Coreia do Norte permanence desafiadora frente às críticas internacionais ao seu histórico de desrespeito aos direitos humanos, bem como na questão do desenvolvimento de mísseis balísticos e ogivas nucleares.
Pasta1
 
GRITOS DE ALERTA / GOSPEL VOICE

Menino de 6 anos que se vê como menina é proibido usar banheiro feminino


Os pais de um menino de 6 anos de idade que se identifica como menina no Colorado, nos EUA, entraram com uma queixa na agência estadual de direitos civis depois que a escola onde a criança estuda proibiu que ela use o banheiro feminino.
Com a polêmica em torno do caso do jovem transgênero Coy Mathis, diagnosticado com desordem de identidade de gênero, sua família chegou a divulgar fotos que mostram sua aparência claramente feminina.
Segundo a família, Coy age como menina desde os 18 meses de idade. Enquanto o irmão Max só queria saber de dinossauros, Coy brincava com bonecas. Aos 4 anos, falou para sua mãe, Kathryn, que havia algo errado com seu corpo.
"Nós queremos que Coy tenha as mesmas oportunidades educacionais que tem qualquer outra criança no estado do Colorado", disse Kathryn em entrevista à ABC News. Além de Coy e Max, o casal tem outras três filhas.
Desde que entrou na Escola Eagle na cidade de Fountain, Colorado, Coy se apresentou como menina e foi tratado dessa forma por professores e colegas, inclusive usando o banheiro feminino. Em dezembro, no entanto, a administração da escola informou os pais de que Coy não poderia mais usar o banheiro das colegas, recomendando que a criança recorra ao banheiro masculino ou ao da enfermaria.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO .

Coy (esq.), posa para foto com seu irmão, Max (Foto: Reuters/Kathryn Mathis)


Compartilhe para todos através do link reduzido a seguir:
http://bit.ly/13q3akc
Copie e cole o link reduzido em todas as Redes Sociais

CRISTÃOS QUEIMADOS VIVOS NA COSTA DO MARFIN

As imagens que serão exibidas no vídeo a seguir não são recomendadas para menores de 18 anos, são imagens fortes de violência.



Se você for menor de 18 anos, ou não deseja ver imagens de violência, clique aqui.









O vídeo mostra cristão sendo queimados vivos na Costa do Marfin.

Corintianos presos na Bolívia são evangelizados por missionários

 
Corintianos presos na Bolívia são evangelizados por missionáriosKevin Beltrán Espada, de 14 anos, foi atingido por um sinalizador disparado dentre a torcida corintiana durante o jogo contra o San José, na Bolívia, dia 20. Desde o final do jogo uma batalha judicial ocorre na tentativa de punir os responsáveis.
Enquanto no Brasil um adolescente de 17 anos, membro da torcida “Gaviões da Fiel” se apresentou à polícia, os 12 torcedores do Corinthians detidos após o jogo e acusados pela polícia continuam presos em Oruro, onde aguardam seu julgamento.
Quando eles chegaram, foram ameaçados de morte pelos outros detentos. Por isso, ficaram isolados em uma área de segurança do centro penitenciário San Pedro..
Pouco mais de uma semana depois, eles continuam presos, mas tiveram mudanças em sua rotina na cadeia. A maior parte do tempo ficam em duas pequenas celas, seis pessoas em cada uma.  Alguns se aventuram a jogar futebol e vôlei com os outros detentos e dizem que não são mais ameaçados.
A revista Veja teve acesso aos presos e relatou que diariamente dois membros da torcida organizada que ficaram na cidade para acompanhar o caso, levam comida para os brasileiros.  Eles continuam num local separado, com outros presos bolivianos. “Esses caras estão jurados de morte. Se descerem lá para o pátio central serão esfaqueados na certa”, disse Fabio Neves Domingos, um dos corintianos detidos.
Mas a principal mudança são os cultos que ocorrem diariamente quando um casal de missionários evangélicos locais vai visita-los. Além de levar bolo e café, eles conversam individualmente com os torcedores, leem passagens bíblicas e fazem orações. Com informações Veja.

Médico vence batalha, mas continua sem receber por parto de filho de Neymar

O médico Herbert Kramer afirma que Neymar ainda não pagou a dívida pelo parto do próprio filho, Davi Lucca, que nasceu no Hospital São Luiz, em São Paulo, em agosto de 2011. Kramer, responsável pelo pré-natal da mãe, Carolina Dantas, e pelo parto da criança, aguarda o julgamento do processo.
“Não recebi nada ainda. Não houve nenhum tipo de contato da parte do Neymar ou da família. Aguardamos o julgamento”, afirmou o médico ao UOL Esporte.
Apesar de não receber pelos serviços prestados, Kramer venceu a primeira batalha contra Neymar e seus representantes. Após a família do craque acionar o Conselho Regional de Medicina (CRM), acusando o médico de fazer cobranças indevidas em relação ao parto da criança, o órgão supervisor não aceitou as denúncias e respondeu que Kramer não cometeu nenhuma infração no caso.
Neymar mostra novo penteado durante treino da seleção na Inglaterra Moacyr Lopes Junior/Folhapress
“Eles entraram com uma carta dizendo que eu tinha cobrado coisa indevida, que o convênio da paciente que tinha que pagar o parto. O CRM mandou uma carta de volta dizendo que eu não cometi nenhuma infração as regras e normas do CRM”, disse Kramer.
Herbert voltou a dizer que não cobrou nada “por fora” em relação ao parto, pois o mesmo foi “particular” e realizado no Hospital São Luiz, já que o convênio médico da gestante não cobria o nascimento da criança em São Paulo, local escolhido pela família de Neymar.  
O médico Herbert Kramer abriu um processo contra o atacante do Santos e da seleção brasileira para cobrar honorários de R$ 45 mil na 6ª Vara Cível de Santos, referentes ao pagamento do parto de Davi Lucca, filho de Neymar.

  

Kramer alega que, além do parto, cobra o valor por ter fechado seu consultório na Baixada Santista por quatro dias para ficar à disposição da família, no Hospital São Luiz, em São Paulo. Segundo o médico, o valor é cobrado pelos serviços prestados da equipe médica, já que Kramer levou um médico auxiliar, Sérgio Kabbach, e sua esposa, Daniela Jordão, enfermeira obstetra. 
Tanto o Conselho Regional de Medicina (CRM) quanto a Associação de Obstetrícia e Ginecologia de São Paulo (Sogesp) disseram, por meio de suas assessorias de imprensa, que não estipulam tetos de valores. “Cada profissional privado tem autonomia para determinar seus honorários”, disse a assessoria do CRM.
Procurado pelo UOL Esporte, o estafef de Neymar alega que não entrará em acordo com o médico, e ressalta que não tem nada a dizer, pois segue aguardando o andamento do processo que, segundo eles, não possui novidades.


UOL

SODOMIA PURA - SP: casamentos gays passam a ter mesmos direitos a partir de hoje

Os casamentos entre pessoas do mesmo sexo passam a partir desta sexta-feira a ter igualdade nos procedimentos em relação aos casamentos heterossexuais no Estado de São Paulo.
Segundo o presidente da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen-SP), Luis Carlos Vendramin Junior, até então, os casais deveriam apresentar o pedido de habilitação do casamento e esse pedido era encaminhado ao juiz corregedor permanente.
A partir de agora, não existe mais essa necessidade.


Desde que o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu, em 2011, equivalência das uniões entre homossexuais e heterossexuais para a formação de uma família, alguns cartórios aceitaram fazer casamentos entre pessoas do mesmo sexo.
Não havia, porém, uma regulamentação dos procedimentos.

O primeiro casamento civil entre pessoas do mesmo sexo no Brasil foi celebrado em junho de 2011, na cidade de Jacareí (SP). Os casos que eram recusados pelos cartórios precisavam da aprovação da Corregedoria-Geral do Estado.

Somente na capital paulista foram celebrados 108 casamentos homossexuais desde 2012, sendo que 22 nos dois primeiros meses deste ano. Com a regulamentação, o número de casamentos desse tipo deve aumentar. 

Gritos de Alerta / inf. Agência Brasil

SODOMA , GOMORRA E CAMPINAS - Casais gays de Campinas preparam casamento coletivo com 54 noivos

Carlos Alberto do Nascimento e  Ivair Fernandes Barbosa, em Campinas (Foto: Arquivo Pessoal / Ivair Barbosa)Carlos Alberto do Nascimento e Ivair Fernandes
Barbosa, em Campinas  (Foto: Arquivo Pessoal)

Ao invés de uma festa, barzinho ou ida ao cinema, o cenário que aproximou o enfermeiro aposentado Carlos Alberto do Nascimento e o auxiliar administrativo Ivair Fernandes Barbosa, há 18 anos, foi o Hospital das Clínicas da Unicamp, em Campinas (SP). Com nomes gravados nas alianças, eles contam os preparativos para uma cerimônia que reunirá 54 noivos e celebram o início dos casamentos gays em cartórios paulistas, a partir desta sexta-feira (1º).

"Infelizmente nos conhecemos quando meu pai estava doente. Acho que a data é um marco para os homossexuais e, para nós, será uma espécie de bodas de prata antecipada", conta Barbosa.

O primeiro casamento comunitário entre pessoas do mesmo sexo, em Campinas, está marcado para o dia 21, no Cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais do 3º Subdistrito. Na sequência, haverá uma confraternização no Museu da Imagem e do Som (MIS), no Centro.

O auxiliar administrativo, de 43 anos, lembra que conheceu o companheiro, de 52, após pedir transferência na empresa onde trabalhava em Cordeirópolis (SP). Ele conta que o casal possui o documento da união estável há dez anos, mas fará questão de participar da união comunitária. "Estamos ansiosos. Já compramos as roupas e, após o casamento, vamos comemorar em Ubatuba [litoral de São Paulo]", adianta Barbosa.

Sobre a possibilidade do casal adotar uma criança, ele pondera. "Apesar de sermos favoráveis à ideia de que um filho deve ser amparado por um casal homossexual ao invés de estar na rua, não temos intenção", explicou o auxiliar.

Em ritmo de tango
O jornalista e diretor da Escola Jovem LGBT de Campinas, Deco Ribeiro, de 41 anos, diz que gostaria de vestir traje semelhante ao usado pelo
príncipe William no casamento com Kate Middleton, em abril de 2011. "Ficaria muito caro. Serei mais tradicional, vou usar um fraque", brinca o noivo de Chesller Moreira, a drag queen Lohren Beauty.
O casal Deco Ribeiro e Lohren Beauty durante festa, em Campinas (Foto: Arquivo Pessoal / Deco Ribeiro)
O educador lembra que pediu Lohren, de 30, em casamento há sete anos, com presença de familiares e troca de alianças. "A gente decidiu esperar uma conjuntura mais favorável, sem brigas. Queríamos que o casamento fosse reconhecido como casamento", define.

Ao mencionar o trabalho feito na escola que oferece cursos de drag queen, cinema e literatura para adolescentes, Ribeiro acredita que a possibilidade dos casais gays oficializarem a união, sem recorrer à Justiça, ajudará na quebra do preconceito.

"Antes, todos a partir dos 18 anos tinham o direito de casar no civil, menos os gays. A legitimidade do STF [Supremo Tribunal Federal] vai retirar parte desta carga negativa sofrida principalmente pelos jovens na família, estado ou igreja. Agora eu posso ser gay, porque isso é legal", pondera o jornalista.

Ribeiro admite que ainda não escolheu o bolo e as novas alianças. Enquanto a noiva planeja o desenho do vestido para a festa, ele pensa no destino para a lua de mel. "Nossos amigos vão decidir este presente. Acho que será Buenos Aires", arrisca em bom humor. 

Legislação
A norma que regulamenta o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo foi publicada pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) em dezembro do ano passado. A partir desta sexta-feira, casais gays que quiserem oficializar a união não precisarão recorrer à Justiça.

O Supremo Tribunal Federal
(STF) reconheceu o casamento gay em maio de 2011.

COM INFORMAÇÕES DO WWW.G1.COM.BR

Irmão Lázaro anuncia planos de lançar CDs com mensagens e gravar um DVD ao vivo

O Irmão Lázaro concedeu uma entrevista falando sobre sua carreira e ministério, e os planos para 2013.
Na conversa com a assessoria da Sony Music, Lázaro falou sobre a agenda corrida, a vontade de participar um pouco mais do crescimento de sua filha e se manter ministrando Brasil afora. “Me permitirei também mais intensidade com a minha família. Tenho uma filha de 1 ano e quero acompanhar o crescimento dela”, afirmou.
O cantor vê o atual cenário da música gospel como positivo: “O povo de Deus tem sido agraciado com inúmeras mudanças no cenário da música gospel. Estilos variados e abertura das igrejas para músicas que atraem os jovens tem sido a chave para essa boa mudança”.
Sobre o resultado do CD “Quem Era Eu”, que tem sido destaque no meio pentecostal, o cantor disse que seu desejo  é que vidas sejam alcançadas através da música e de seu testemunho: “Fico feliz, pois sei que as pessoas se interessam pela minha música. Eu canto a minha vida e acho isso maravilhoso. Só peço a Deus que minha vida continue sendo um canal de bênção para as pessoas”, resumiu.
Lázaro anunciou ainda que pretende gravar um DVD e lançar alguns CDs de mensagens, porém não divulgou prazo para que os planos se tornem realidade, e falou também sobre a importância para seu ministério do projeto social em que participa: “Todas essas coisas dependem uma das outras e Deus tem me dado sabedoria para lidar com todas elas. O centro de recuperação é uma tentativa de incentivar jovens a escapar das drogas, tento ajudá-los a perceber o amor de Deus e me alegro com a recuperação de muitos”.
GP


BÍBLIA - O LIVRO MAIS LIDO NO BRASIL.

Livros didáticos ficam em segundo lugar.
Quase todos os professores de escolas públicas no Brasil (98%) usam livros didáticos, segundo levantamento do QEdu: Aprendizado em Foco, uma parceria entre a Meritt e a Fundação Lemann, organização sem fins lucrativos voltada para a educação. Do restante, 1% acredita que o livro não é necessário e 1% não usa porque a escola não tem.
O levantamento é baseado nas respostas ao questionário socioeconômico da Prova Brasil 2011, aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Além disso, os livros didáticos ocupam o segundo lugar dentre os mais lidos pelos brasileiros, logo depois da Bíblia, segundo levantamento do Instituto Pró-Livro. No Dia Nacional do Livro Didático, comemorado nesta quarta-feira, 27, a Agência Brasil conversou com especialistas sobre o papel dessas obras no ensino brasileiro.
“O livro didático é, ainda hoje, a principal ferramenta de professores e alunos, e ainda é o principal referencial educativo”, diz a professora da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP) Circe Fernandes Bittencourt, coordenadora do Livres, site que reúne as obras escolares de 1810 a 2005. Segundo Circe, ao longo do tempo o Brasil teve grandes avanços, mas ainda o livro é pensado para o professor.
“O aluno ocupa o papel de um consumidor dependente. Não é ele quem escolhe o livro didático. A luta hoje é por maior autonomia, para que os alunos usem os livros sem precisar sempre de uma orientação do professor”. Circe acrescenta que um bom professor é aquele que conhece os alunos e é capaz de fazer uma aula voltada para as necessidades dos estudantes. Esse é o objetivo de Cláudio Antunes Correia, professor no Distrito Federal e diretor de Políticas Educacionais do Sindicato dos Professores no Distrito Federal (Sinpro-DF). Este ano, ela está fora da sala de aula, mas lecionou de 1993 a 2012.
“O livro didático não é a única ferramenta, nem a principal, mas é necessária. Tentamos mesclar os livros com textos e exercícios, outras referências que trazemos para sala de aula”, diz Correia. Apesar do esforço para selecionar a obra mais adequada, a pesquisa do QEdu, mostra que 17% dos professores, o que equivale a 36,5 mil docentes, não receberam o livro que solicitaram. Além disso, 7% dos professores (15 mil) dizem que os alunos não receberam o material no início do ano letivo.
No ensino público, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), por meio do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) é o responsável pela aquisição e distribuição dos livros. A distribuição é feita diretamente pelas editoras às escolas, por meio de um contrato entre o FNDE e a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). Os livros devem chegar às escolas entre outubro e o início do ano letivo. Nas zonas rurais, as obras são entregues na sede das prefeituras ou das secretarias municipais de Educação, que devem entregá-las às escolas.
O PNLD é executado em ciclos trienais, ou seja, a cada ano o FNDE compra e distribui livros para todos os alunos de determinada etapa de ensino, repõe e complementa os livros reutilizáveis para outras etapas. Em 2012, foram comprados livros para os alunos do ensino médio, com investimento de R$ 883,5 milhões para a etapa, para atender a 9,3 milhões de estudantes entre o ensino regular e a Educação de Jovens e Adultos (EJA). Esse número supera o do Censo Escolar 2012, no qual são registrados 8,1 milhões de alunos. Além disso, houve a reposição dos livros para o ensino fundamental, somando mais R$ 443,5 milhões.
Para 2013, o investimento foi R$ 1,2 bilhão. Pela primeira vez, escolas do campo de 1.º ao 5.º anos com mais de 100 estudantes receberão obras selecionadas. Está aberto o processo seletivo para as obras a serem disponibilizadas no ano letivo de 2015. As inscrições vão até o dia 21 de maio e as editoras podem também apresentar obras multimídia, que reúnam livro impresso e digital.
Tribuna Hoje

Bandidos fazem arrastão em festa evangélica

Quatro assaltantes invadiram uma festa evangélica no bairro São Mateus, em Várzea Grande (MT). Eles fizeram um arrastão e renderam 11 pessoas.

Todas foram amarradas e trancadas num dos quartos da residência. Em seguida, os criminosos roubaram joias, oito celulares, um saxofone, documentos e até um enxoval completo. Eles fugiram em duas motocicletas, uma Honda Fan vermelha e uma Honda Titan prata, sendo que a última foi localizada por policiais da Central de Flagrantes.

Minutos depois do crime, policiais militares prenderam Roberto Moraes, de 20 anos, reconhecido como um dos participantes. A prisão ocorreu anteontem à noite.

De acordo com os PMs, os bandidos chegaram armados com revólveres e renderam os participantes da festa, que ficaram reféns por cerca de 15 minutos, tempo de duração do assalto. Os ladrões se mostraram truculentos e espancaram uma das vítimas.

As pessoas participavam da festa de aniversário do proprietário da casa. Por volta das 22 horas, os ladrões chegaram armados e renderam as pessoas. Um deles pegou uma sacola e obrigou os presentes a colocarem os pertences. Um jovem de 20 anos foi espancado com socos e pontapés por um dos assaltantes.

Dois deles, incluindo o suspeito preso, foram reconhecidos pelas vítimas. Roberto foi preso na avenida Filinto Müller, quando caminhava pela calçada.

Com ele, os PMs apreenderam um celular que tocou várias vezes. Numa das ligações, um cúmplice perguntava se Roberto havia vendido os celulares roubados. Em outra ligação, o cúmplice queria saber onde estavam escondidas as motos. “Depois de muita conversa, ele (Roberto) acabou dizendo onde estava escondida uma das motos. O veículo estava no Parque Sabiá, num terreno próximo de uma casa abandonada”, explicou um dos policiais. A outra, moto, no entanto, não foi localizada.

No entendimento dos policiais, os ladrões pretendiam ligar para as vítimas e pedir resgate para devolver as motocicletas roubadas. “O alvo dos ladrões foram as motocicletas e esta não é a primeira vez que roubam duas motos ao mesmo tempo”, observou um policial plantonista.

Fonte: JCorreio

Dois líderes cristãos são mortos e outro é ferido em ataques separados

Três incidentes de violência contra cristãos na Tanzânia trouxeram à tona a preocupação quanto ao futuro da liberdade religiosa no país.

Domingo (17), homens armados atiraram e mataram um líder cristão na ilha de Zanzibar, na Tanzânia. O cristão Evaristo Musi estacionou seu carro em frente à igreja em torno das sete horas da manhã, quando o veículo foi cercado pelos criminosos. Eles o assassinaram enquanto ainda estava dentro do carro; os agressores fugiram em uma motocicleta. A comunidade local reconhecia Musi como um filantropo, defensor do diálogo inter-religioso. A polícia afirma que prendeu três suspeitos ligados ao crime, mas o motivo ainda é desconhecido.

No início desse mês, um pastor da Assembleia de Deus, Mathayo Kachili, foi morto na região Geita quando interveio em uma briga entre moradores sobre o abate de um animal. Segundo fontes, um grupo de muçulmanos exigiu o encerramento imediato de açougues pertencentes a cristãos. Até onde a Portas Abertas pode determinar, a demanda é baseada em uma tradição de longa data, juntamente com uma ação do governo local, que deu aos muçulmanos o direito exclusivo de atuar como açougueiros. No incidente que culminou no assassinato do pastor Kachili, havia um açougueiro não muçulmano preparando a carne para ser servida em um funeral. Quando os muçulmanos souberam disso, atacaram a congregação e mataram o líder.

Em 26 de dezembro, outro líder cristão, Ambrósio Mkenda, sofreu ferimentos graves ao ser atingido por pistoleiros desconhecidos. De acordo com o seu depoimento, ele foi seguido por dois homens em uma motocicleta a caminho da igreja, em Tomondo, depois do trabalho. Ao estacionar e sair do carro, os agressores atiraram nele, que sofreu dois ferimentos de bala, um deles na bochecha. Nesse meio tempo, os criminosos também saquearam o templo. Mkenda foi levado às pressas para um hospital próximo e, mais tarde, foi transferido para a cidade de Dar es Salaam, onde passou por uma cirurgia para extrair as balas.


Um líder local disse ao jornal The Guardian que os casos serviram para trazer à luz uma conspiração para destruir a paz no país. As situações em Zanzibar e em Geita permanecem tensas.


Pedidos de oração


•Ore para que a paz prevaleça nas comunidades afetadas pela violência e para que o governo se posicione definitivamente na resolução de questões pertinentes a esses incidentes.
•Peça a Deus para que a justiça prevaleça em todos esses casos.
•Interceda pela esposa e filhos que choram a morte do pastor Kachili. Ore também pelos membros de sua igreja, para que eles sejam consolados e se levantem novamente.
•Peça pelo conforto de Deus para todos aqueles que foram afetados pela morte de Evaristus Musi.
•Ore também pela rápida recuperação de Mkenda.

Fonte: Portas Abertas Internacional

A forte perseguição contra a Igreja na Eritreia continua

Na última semana, sete cristãos foram detidos, incluindo dois novos convertidos. Desde 2002, todas as igrejas evangélicas estão fechadas; mais de 2.800 cristãos estão na prisão

Como parte do último levante contra cristãos eritreus que continuam adorando a Deus, mesmo com seus templos fechados (desde 2002, todas as igrejas evangélicas estão fechadas; mais de 2.800 cristãos estão na prisão), o governo da Eritreia prendeu outros sete cristãos, homens e mulheres, na quarta-feira (20).

Oficiais chegaram durante o horário de expediente da Eritrean Telecommunications Corporation e levaram, sob custódia, os funcionários Petros Araya, Aster Ghermay e Ferewini Hagos.

Um estudante universitário, Daniel Mesfin, e outro cristão, Sansão Tekle, foram retirados de suas casas no distrito de Mai-Temenai, a nordeste da capital Asmara. A Portas Abertas soube que estes dois homens recentemente vieram à fé em Cristo.

Haile Gebremiskel Wodi Keshi também foi preso. Ele é casado e pai de três filhos, estava em casa quando tudo aconteceu. Outra cristã, Azib Hadgu, casada e mãe de cinco filhos, foi levada de sua pequena loja em Asmara. Nesse exato momento, não há informações de onde os sete cristãos estão.

"Todas as vezes que ouvimos sobre os cristãos que estão sendo levados para a prisão, nós dizemos como o salmista: ‘Até quando, ó Senhor?' Mas o conforto que recebemos de Deus por meio de sua Palavra é que as portas do inferno não prevalecerão contra Cristo e Sua Igreja. Precisamos continuar clamando aos céus por ajuda. Nosso auxílio vem de Cristo", comentou uma fonte da Portas Abertas, que permanece anônima por razões de segurança.

Ore para que Deus conceda graça e paz a estes cristãos que foram presos por seguirem a Jesus.

Fonte: Portas Abertas Internacional

Estudo mostra o ranking de evangélicos nas capitais do Brasil

De acordo com levantamento feito pela Revista Exame, a capital com a maior proporção de evangélicos é Rio Branco, no Acre, e a que tem menos é Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

A revista Exame publicou em seu site um levantamento sobre a presença de evangélicos em todas as capitais do Brasil. Os números organizados pela revista, que destaca a religião evangélica como a que mais cresce no país, listou o percentual de evangélicos presentes na capital de cada estado brasileiro, comparando o número aos de outras religiões.

Com 42,3 milhões de evangélicos no país, segundo o Censo 2010, a revista destacou que São Paulo é a cidade com maior número de evangélicos em todo o Brasil, com 2,3 milhões de fiéis. Porém esse número representa apenas 21,88% da população da cidade, o que coloca a capital paulista na longínqua 20ª posição da lista.

A capital com a maior proporção de evangélicos em termos percentuais é Rio Branco, capital do Acre. Totalizando 39,54% da população, o número de evangélicos na cidade quase se iguala ao número de católicos (40,44%), que é a religião com maior representatividade no país (64,6% da população).

No lado oposto do ranking está a capital do Rio Grande do Sul. Com apenas 11,65% de sua população composta por evangélicos, a cidade é a capital com o menor percentual de evangélicos em todo o país.

A lista listou também a presença de outras religiões, destacando Aracaju (SE) como tendo o maior percentual de católicos do país, com 70,89% de sua população. O número de pessoas que se declaram sem religião também foi medido, sendo esses mais numerosos em Salvador (BA), onde representam 17,28% da população.
1ª Rio Branco (AC) – 39,54%

Evangélicos: 39,54% (120,8 mil pessoas)
Católicos: 40,44%
Espíritas: 1,02%
Umbanda e Candomblé: 0,05%
Outras: 3,25%
Sem religião: 15,51%

2ª Manaus (AM) – 35,19%

Evangélicos: 35,19% (577,2 mil pessoas)
Católicos: 54,1%
Espíritas: 0,76%
Umbanda e Candomblé: 0,09%
Outras: 3,02%
Sem religião: 6,74%

3ª Palmas (TO) – 32,77%

Evangélicos: 32,7% (68.189 mil pessoas)
Católicos: 54,56%
Espíritas: 1,84%
Umbanda e Candomblé: 0,02%
Outras: 3,18%
Sem religião: 7,79%

4ª Porto Velho (RO) – 32,16%

Evangélicos: 32,16% (126,4 mil pessoas)
Católicos: 48,75%
Espíritas: 1,16%
Umbanda e Candomblé: 0,11%
Outras: 3,26%
Sem religião:13,75 %

5ª Boa Vista (RR) – 32,09%

Evangélicos: 32,09% (82.624 mil pessoas)
Católicos: 46,96%
Espíritas: 3,62%
Umbanda e Candomblé: 0,15%
Outras: 4,27%
Sem religião: 14,89%

6ª Goiânia (GO) – 32,07%

Evangélicos: 32,07% (390,3 mil pessoas)
Católicos: 51,25%
Espíritas: 4,42%
Umbanda e Candomblé: 0,1%
Outras: 3,05%
Sem religião: 9%

7ª Campo Grande (MS) – 30,22%

Evangélicos: 30,22% (220,6 mil pessoas)
Católicos: 51,93%
Espíritas: 3,65%
Umbanda e Candomblé: 0,27%
Outras: 3,3%
Sem religião: 10,38%

8ª Vitória (ES) – 29,19%

Evangélicos: 29,19% (89,9 mil pessoas)
Católicos: 54,57%
Espíritas: 2,77%
Umbanda e Candomblé:0,16 %
Outras: 2,55%
Sem religião:10,61 %

9ª Belém (PA) – 28,24%

Evangélicos: 28,24% (365,3 mil pessoas)
Católicos: 62,32%
Espíritas: 1,6%
Umbanda e Candomblé: 0,2%
Outras: 2,14%
Sem religião: 5,35%

10ª Macapá (AP) – 26,59%

Evangélicos: 26,59% (95,4 mil pessoas)
Católicos: 65,33%
Espíritas: 0,61%
Umbanda e Candomblé: 0,12%
Outras: 1,92%
Sem religião: 5,35%

11ª Brasília (DF) – 26,58%

Evangélicos: 26,58% (632,8 mil pessoas)*
Católicos: 56,91%
Espíritas: 3,62%
Umbanda e Candomblé: 0,23%
Outras: 3,42%
Sem religião: 9,07%
* Considera todo o DF

12ª Cuiabá (MT) – 26,33%

Evangélicos: 26,33% (134,3 mil pessoas)
Católicos: 58,67%
Espíritas: 3,26%
Umbanda e Candomblé: 0,13%
Outras: 3,85%
Sem religião: 7,6%

13ª Recife (PE) – 24,8%

Evangélicos: 24,8% (357,4 mil pessoas)
Católicos: 54,74%
Espíritas: 3,68%
Umbanda e Candomblé: 0,25%
Outras: 2,23%
Sem religião: 14,21%

14ª Belo Horizonte (MG) – 24,6%

Evangélicos: 24,6% (551,3 mil pessoas)
Católicos: 60,32%
Espíritas: 4,15%
Umbanda e Candomblé: 0,17%
Outras: 2,66%
Sem religião: 7,95%

15ª Curitiba (PR) – 24,03%

Evangélicos: 24,03% (394,9 mil pessoas)
Católicos: 62,36%
Espíritas: 2,8%
Umbanda e Candomblé: 0,26%
Outras: 3,69%
Sem religião: 6,71%

16ª João Pessoa (PB) – 23,87%

Evangélicos: 23,87% (160,5 mil pessoas)
Católicos: 63,62%
Espíritas: 1,77%
Umbanda e Candomblé: 0,16%
Outras: 2,3%
Sem religião: 8,01%

17ª Maceió (AL) – 23,5%

Evangélicos: 23,5% (202,3 mil pessoas)
Católicos: 62,26%
Espíritas: 1,41%
Umbanda e Candomblé: 0,15%
Outras: 2,23%
Sem religião: 10,36%

18ª São Luís (MA) – 23,47%

Evangélicos: 23,47% (220,4 mil pessoas)
Católicos: 66,22%
Espíritas: 0,65%
Umbanda e Candomblé: 0,12%
Outras: 1,93%
Sem religião: 7,45%

19ª Rio de Janeiro (RJ) – 23,05%

Evangélicos: 23,05% (1,372 milhão de pessoas)
Católicos: 51,47%
Espíritas: 6,05%
Umbanda e Candomblé: 1,32%
Outras: 4,54%
Sem religião: 1,32%

20ª São Paulo (SP) – 21,88%

Evangélicos: 21,88% (2,306 milhão pessoas)
Católicos: 58,47%
Espíritas: 4,84%
Umbanda e Candomblé: 0,63%
Outras: 4,82%
Sem religião: 9,2%

21ª Fortaleza (CE) – 21,12%

Evangélicos: 21,12% (482 mil pessoas)
Católicos: 68,22%
Espíritas: 1,33%
Umbanda e Candomblé: 0,22%
Outras: 2,47%
Sem religião: 6,5%

22ª Natal (RN) – 20,65%

Evangélicos: 20,65% (155,5 mil pessoas)
Católicos: 67,64%
Espíritas: 1,86%
Umbanda e Candomblé: 0,08%
Outras: 1,89%
Sem religião: 7,79%

23ª Salvador (BA) – 19,42%

Evangélicos: 19,42% (487,4 mil pessoas)
Católicos: 51,94%
Espíritas: 3,33%
Umbanda e Candomblé: 1,08%
Outras: 6,57% (maior do Brasil)
Sem religião: 17,28% (maior do Brasil)

24ª Aracaju (SE) – 15,15%

Evangélicos: 15,15% (80,3 mil pessoas)
Católicos: 70,89% (maior do Brasil)
Espíritas: 2,81%
Umbanda e Candomblé: 0,41%
Outras: 2,39%
Sem religião: 8,12%

25ª Teresina (PI) – 13,25%

Evangélicos: 13,25% (100 mil pessoas)
Católicos: 79,13%
Espíritas: 0,88%
Umbanda e Candomblé: 0,15%
Outras: 2,06%
Sem religião: 4,4%

26ª Florianópolis (SC) – 12,81%

Evangélicos:12,81% (50,9 mil pessoas)
Católicos: 63,68%
Espíritas: 7,48% (maior do Brasil)
Umbanda e Candomblé: 0,66%
Outras: 3,39%
Sem religião: 11,76%

27ª Porto Alegre (RS) – 11,65%

Evangélicos: 11,65% (155 mil pessoas)
Católicos: 63,85%
Espíritas: 7,03%
Umbanda e Candomblé: 3,35% (maior do Brasil)
Outras: 3,64%
Sem religião: 10,38%

Fonte: Gospel+

Missionário convoca cristãos a evangelizar pelo Facebook

 
O conhecido evangelista e missionário Ray Comfort está convocado os cristãos a participarem efetivamente do evangelismo online. Após passar muito tempo em sua página do Facebook respondendo  centenas de perguntas e comentários de ateus, ele entende que precisa de ajuda.
Missionário convoca cristãos a evangelizar pelo FacebookO missionário já esteve em dezenas de países pregando o evangelho nas ruas, escreveu livros religiosos e nos últimos anos tem se dedicado ao ministério online. Ele produziu um documentário antiaborto chamado “180″, que dura 30 minutos que compara os milhões de pessoas assassinadas por Hitler durante a Segunda Guerra Mundial com os milhões de abortos que ocorreram no mundo.  Também lançou o filme “Genius”, que usa a história  de John Lennon para compartilhar a mensagem bíblica. Ao todo, seu material no Youtube já teve mais de 5 milhões de visualizações.
Ele diz que tem se dado conta como o Facebook e outras redes sociais podem se tornar “um campo de batalha”, devido ao grande número de comentários que suas mensagens na rede geram. Algumas chegaram a ter mais de 1.000 intervenções, nem todas respeitosas.
“De repente me dei conta do quanto pode ser feito pelo Facebook em favor do evangelho. Um dos meus posts foi visto por 1,2 milhão de pessoas. Muitos delas não são cristãos”, disse Comfort. ”Pense em quanto custaria e quantas pessoas seriam necessárias para realizar uma cruzada que atinja 1,2 milhão de pessoas, como as que Billy Graham fazia! Mas podemos chegar a esse número, sem custo nenhum com apenas alguns toques no teclado”.
Embora avise que irá “banido qualquer um que poste ofensas ou blasfêmias”, o evangelista  diz que a maioria das perguntas e comentários são manifestações honestas de ateus querendo discutir o assunto.
Ele acredita que no mundo atual, as redes sociais são ferramentas que permitem que “o cristão comum atinja amigos perdidos toda vez que seus comentários são postados, alcançando várias pessoas sem sair de casa”.
Sobre o grande número de ateus que visitam sua página, ele declarou. “Eu acho que eles estão entediados com uma vida sem Deus. Ateus não são os intelectuais que pensam que são. Eles acham que não há nenhuma prova da existência de Deus. São como peixes no oceano dizendo não ser possível provar que existe água”. Mas ao convocar os cristãos, Confort faz uma ressalva: “Eles estão falando sério. Se nós levarmos o evangelho a sério então precisamos apresentar a eles o verdadeiro evangelho….  O ateísmo está se espalhando como um incêndio na mata seca. Muitos estão se tornando militante em suas tentativas de tirar Jesus da história, da sala de aula, dos tribunais e até mesmo do Natal”.
Ray Confort acredita a maioria dos cristãos não sabe compartilhar eficazmente a fé, fazendo acusações e caindo facilmente em provocações.  ”Você precisa de muita paciência, pois muitos  [incrédulos]são extremamente arrogantes, dizem coisas que não são verdadeiras, e usam argumentos furados. Meu conselho é sempre manter a calma e tratá-los com amor e respeito.
É tentador darmos uma resposta debochada ou simplesmente condená-los ao inferno…   mas precisamos imitar a Jesus em todos os momentos”. Mas insiste que já que cada vez mais passamos parte do nosso dia online, que seja algo produtivo para o Reino de Deus. Com informações Christian Post.

Cristãos lutam pela liberdade de anunciar “cura gay” publicamente

                      
Um grupo cristão do Reino Unido está travando desde o ano passado uma batalha judicial na Alta Corte sobre a proibição de seus anúncios sugerindo que os gays podem ser “curados”.
Cristãos lutam pela liberdade de anunciar “cura gay” publicamenteO prefeito de Londres, responsável pela Transport for London (TfL), rejeitou os anúncios, classificando-os como “ofensivo aos gays”. Os material traz as frases: “Não sou gay! Ex-gay, pós-gay e com orgulho. Apenda a viver com isso! ”
Trata-se da resposta a uma campanha pelos direitos dos homossexuais patrocinada pelo grupo Stonewall, que afixou nas laterais dos tradicionais ônibus vermelhos de Londres a mensagem: “Algumas pessoas são gays. Apenda a viver com isso!”.
Os cristãos do Core Issues Trust (CIT) defendem que os homossexuais podem ser “reorientados” através de aconselhamento e oração. O Dr. Mike Davidson, líder do CIT, entrou hoje com um novo processo, pedindo que a justiça inglesa reconheça que está privando os cristãos do seu direito à liberdade de expressão.
Em uma entrevista à rádio 4, declarou: “Existe um grupo de ex-gays, pessoas que se afastaram da homossexualidade, que precisam ser respeitados… Queremos apenas salientar que esta comunidade ex-gay precisa de reconhecimento “ .
Mas o prefeito Boris Johnson argumenta que o anúncio não é ofensivo apenas a gays, mas viola as diretrizes de publicidade da TfL.
Em resposta a esse argumento, o Dr. Davidson lembrou que a mesma medida não foi usada quando em 2009 a Associação Humanista Britânica e o escritor Richard Dawkins conseguiram colocar nos ônibus a mensagem: “Deus Provavelmente não existe. Pare de se preocupar e aproveite a vida ”
Andrea Williams, diretor do Centro de Direito Cristão, manifestou seu apoio: “A proibição destas propagandas demonstram uma espécie de discriminação reversa, que ameaça destruir o debate na esfera pública. Boris Johnson precisa perceber seu erro e garantir que haja a mesma liberdade para todos”. A Alta Corte, que funciona como o TSJ no Brasil, ainda não se manifestou oficialmente sobe o caso. Com informações de Breaking News.

RJ: fiéis e moradores próximos de igreja onde padre atuou estão perplexos

"O que você quer saber sobre o padre?", disse uma funcionária, que desde o início não quis se identificar, após a reportagem se apresentar já dentro dos aposentos da igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito. Foi nesta paróquia que o padre Emílson Soares, 56, acusado de molestar duas meninas quando ainda eram menores de idade, celebrou missas e esteve próximo de fiéis e moradores que agora se dizem perplexos com uma denúncia tão grave.

"Quando veio a notícia, ficou todo mundo ligando um para o outro. Só acreditamos porque tinha as imagens. Fi um choque muito grande"' afirmou a personagem que preferiu o anonimato. Aliás, é preciso muita insistência para obter depoimentos na região. Reina certo receio. "Essa igreja tem mmuita história para contar", disse uma senhora, que passou batido, sem querer dar maiores detalhes.

Emílson esteve à frente da paróquia por quatro anos e, de acordo com uma outra funcionária, que também não quer dar o nome porque tem medo de seus superiores não aprovarem sua conduta, "nunca vi nada que desabonasse sua honra". "Trabalhei na catequese e a porta ficava sempre aberta. Não posso acreditar até agora, é surreal. A surpresa foi grande para gente como foi para todo mundo do bairro", completou.

Seu Albino Soares, cuja borracharia ao lado da igreja já prestou serviços ao próprio padre acusado, diz que "ele sempre foi um bom cliente, honesto, não pude acreditar que ele fosse capaz disso". Mesmo espanto de dona Yeda Corrêa, aposentada e moradora do bairro Santa Rosa, onde se localiza a paróquia que sempre frequentou como católica. "Se a gente não pode confiar num padre, em quem mais então? É por isso que o papa renunciou. Estou estarrecida", desabafou.

Emílson esteve à frente da paróquia por quatro anos Foto: Daniel Ramalho / Terra
Emílson esteve à frente da paróquia por quatro anos
Foto: Daniel Ramalho / Terra
O padre Emílson Soares Corrêa foi afastado das funções por tempo indeterminado pela Arquidiocese de Niterói, que aguarda pelas investigações para determinar ou não a sua expulsão e entregar o caso para o Ministério Público.

Enquanto isso, numa rua estreita, que mais lembra uma passagem para uma vila ao fundo, a menos de 200 metros da igreja, está a casa onde moram o pai Ubiratan Homsi e as meninas supostamente abusadas. Todos eram frequentadores assíduos da igreja comandada por Emílson e são figuras conhecidas nas redondezas.

"A gente conhecia eles aqui como 'família 171', sempre tivemos essa impressão", contou a funcionária que trabalhou na catequese de Emílson. "Não estou querendo passar a mão na cabeça dele, que errou e tem que pagar por isso, mas não duvido que eles tenham pedido dinheiro", explicou ela, que via as filhas como aproveitadoras da boa condição financeira do padre.

Ubiratan Homsi nega que tenha tentado extorquir o padre, mas foi denunciado pela delegada à frente do caso. A filha mais velha, que aparece nas imagens que chocaram o País, foi instituído pela família como padrinho de batizado. A finalização do inquérito da Polícia Civil vai apontar se apenas o padre tem culpa nesta história. 

Terra

Ex-BBB Bruna Tavares vira missionária e lidera ministério em MGEx-BBB Bruna Tavares vira missionária e lidera ministério em MG

Ex-BBB Bruna Tavares vira missionária e lidera ministério em MG
Em 2007 a jovem Bruna Tavares ficou em terceiro lugar na final do Big Brother Brasil 7 passando a ser conhecida pelo país inteiro, posando para revistas e fazendo muito sucesso ao lado do então namorado Alberto Cawboy.
Mas no ano seguinte, depois do fim do relacionamento, Bruna se voltou para a fé e aceitou o chamado de ser missionária abandonando tudo, inclusive o dinheiro que ganhou com os trabalhos que realizou depois do programa.
“Eu já frequentava igreja antes de entrar no programa, mas depois que saí foi que percebi que nada daquilo preenchia o vazio que eu tinha dentro de mim. Foi aí que eu resolvi aceitar o chamado de Deus”, conta Bruna em entrevista ao jornal Extra.
Depois de cursar teologia, ela, hoje com 28 anos, e uma amiga, Rhanúsia Borges, 36, se dedicam à pregação do evangelho em Astolfo Dutra, no interior de Minas Gerais.
Bruna e Rhanúsia vivem com outras três pessoas em uma fazenda desde de agosto passado, lá estão aprendendo a conviver com os afazeres do campo como ordenhar vaca, cuidar do gado e etc..
A jovem de hoje pouco se parece com a BBB que conquistou o vilão, menos maquiada ela sem importa mais com o interior do que com a aparência e afirma que espera em Deus um novo amor e que pretende se casar. “Sinto um carinho muito grande pelo Alberto, e sei que ele também sente por mim, mas acabamos perdendo o contato. A próxima vez que eu namorar, vai ser para casar”.
Mesmo deixando tudo para trás, Bruna diz que não se arrepende mais de ter participado do programa. “Já passei da fase de me arrepender de ter participado do ‘BBB’. O arrependimento é você se converter, como eu fiz. Hoje, só me arrependo de não ter conhecido Deus bem antes na minha vida”.

GP

Com renúncia de Bento XVI, começa oficialmente o período de Sé Vacante

O Papa Bento XVI acena para os fiéis da sacada da residência de Castel Gandolfo, pouco após deixar o Vaticano nesta quinta-feira (28) (Foto: Reuters)A renúncia do Papa Bento XVI começou a valer oficialmente às 20h desta quinta-feira (28) no Vaticano, 16h de Brasília.
Começa assim o período da Sé Vacante, em que a Igreja Católica fica provisoriamente sem líder -geralmente por conta da morte de um Papa e, neste caso excepcional da renúncia.
 A guarnição da Guarda Suíça que acompanhou Bento XVI à residência papal de Castel Gandolfo se retirou do local, e a bandeira papal branca e amarela foi abaixada.
A partir desse momento, a segurança de Bento XVI está garantida pela Gendarmaria Vaticana.
Os aposentos papais no Vaticano também foram trancados, e só voltarão a ser ocupados pelo próximo pontífice.
O site do Vaticano também registrou a situação de Sé Vacante.
Durante a Sé Vacante, os assuntos da igreja ficam sob a responsabilidade do Camerlengo. O atual Camerlengo é o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone.
Papa Emérito
Bento XVI deixou o Vaticano cerca de três horas antes rumo à residência, onde deve ficar cerca de dois meses.

Depois desse período, o agora Papa Emérito, que vai continuar usando o nome de Bento XVI, vai se estabelecer em um mosteiro no Monte do Vaticano, que está sendo reformado para recebê-lo.
Conclave
Agora, os cardeais se organizam para escolher o sucessor, após os oito anos de pontificado de Bento XVI, marcados por controvérsias e escândalos.

O decano do Colégio Cardinalício, Angelo Sodano, deve convocar formalmente nesta sexta-feira, o conclave. A primeira reunião preparatória  para definir a data de início deve ocorrer na próxima segunda, 4 de março, disse informalmente o cardeal de Nápoles, Crescenzio Sepe.
O Papa Bento XVI acena para os fiéis da sacada da residência de Castel Gandolfo, pouco após deixar o Vaticano nesta quinta-feira (28) (Foto: Reuters)
'Peregrino'
Ao chegar à pequena vila de Castel Gandolfo, a 30 quilômetros de Roma, Bento XVI disse aos fiéis que o esperavam que agora não é mais pontífice, "mas um simples peregrino encerrando seu caminho nesta terra".

"Obrigado por sua amizade e seu afeto. Como vocês sabem, hoje é um dia diferente dos anteriores. Eu só serei o Sumo Pontífice da Igreja Católica até as 20h. Depois disso, serei simplesmente um peregrino que está começando a fase final de seu caminho nesta terra", disse o alemão Joseph Ratzinger, de 85 anos, da sacada, antes de se recolher ao edifício.
Bento XVI tinha deixado o Vaticano, em um helicóptero da Força Aérea Italiana, às 17h07 locais (13h07 de Brasília).
 
Antes de embarcar, o pontífice recebeu adeus no Pátio de São Damásio de um grupo da Guarda Suíça e de seus colaboradores da Secretária de Estado. Ele estava de carro, acompanhado de seu secretário, Georg Gänswein.
Os sinos do Vaticano e de todas as basílicas de Roma soaram durante a decolagem do helicóptero, sob aplausos de cardeais, outros religiosos e fiéis.
Renúncia surpreendente
O pontífice alemão havia anunciado em 11 de fevereiro que, no dia 28, renunciaria ao cargo. O anúncio, inédito na história recente da Igreja Católica, foi considerado surpreendente.

Bento XVI argumentou que, por conta da idade avançada, não tinha mais forças para liderar a Igreja Católica, após 8 anos de um mandato que, segundo ele próprio, teve "águas agitadas", como o escândalo do VatiLeaks e as investigaçõeso de casos de pedofilia envolvendo o clero em vários países.

GLOBO.COM

Gêmeos vítimas da Kiss que fizeram aniversário na UTI celebrarão 19 anos em culto

Os gêmeos Emanuel e Guilherme com a equipe médica do Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre
Os gêmeos Emanuel e Guilherme com a equipe médica do Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre
Os gêmeos Emanuel e Guilherme Pastl vão comemorar seus 19 anos no dia 10 de março, durante um culto ecumênico, em Canoas, Região Metropolitana de Porto Alegre.
Quando fizeram aniversário, no dia 29 de janeiro, eles estavam na UTI. A festa é organizada por Anaclaci Pastl, mãe dos garotos que se salvaram na Kiss.
Amigos, familiares e pessoas solidárias foram convidados para o culto. "Somos evangélicos, mas temos certeza de que recebemos ajuda espiritual de todas as religiões", diz Anaclaci, que atribui a Deus o fato de os filhos estarem vivos.
"Eles foram escolhidos para sair de lá", afirma.
Emanuel, que estuda em Porto Alegre, foi para Santa Maria encontrar Guilherme, aluno de Relações Internacionais da Universidade Federal de Santa Maria, para comemorar o aniversário na Kiss antecipadamente.
As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Políticos evangélicos discutem como representar a igreja nas casas legislativas do Brasil

A igreja Assembleia de Deus realizou na última sexta-feira, o 1° Fórum para Prefeitos e Vereadores do Projeto Cidadania AD.

A solicitação foi feita pelo deputado Adilson Rossi (PSB), informou o Diário Oficial e foi chave para alavancar medidas para uma melhor representação da igreja na política.

O evento contou com a presença de membros da Comissão Política das Assembleias de Deus do Estado de São Paulo, da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) e Projeto Cidadania AD Brasil. Vereadores e prefeitos da igreja em todo o Brasil também participaram do evento.

Para a igreja, é importante ter representantes nas casas legislativas do país, afirmou o pastor Lellis Washington Marinhos, presidente do Conselho Político Nacional da CGADB. Segundo ele, deve haver um projeto com a função de direcionar suas ações para um objetivo comum.

“É imperativo que tenhamos, como representantes do maior movimento evangélico desta nação, um projeto bem delineado e sólido para ser apresentado como alternativa à nossa sociedade”, afirmou Lellis, de acordo com o Diário Oficial.

A discussão foi em torno também da necessidade de que a igreja exerça cidadania por meio de representação política. Segundo o deputado federal Ronaldo Fonsseca, a igreja precisa ter representantes para defendê-la como instituição jurídica.

A menção veio em referência aos diversos projetos de lei que ameaçam a liberdade de expressão e religiosa e ferem princípios morais e espirituais, sob a justificativa de alcançar igualdade de direitos.

Os parlamentares ligados à Assembleia de Deus se comprometeram em combater ativamente tais projetos de lei.

O fórum também decidiu pela criação de um instituto que forme e capacite seus membros que ingressem à política. Chamado de Instituto de Ciência Política e Social Cidadania AD Brasil, a proposta será levada ao âmbito nacional da Assembleia de Deus.

Fonte: The Christian Post

Bancada evangélica da Câmara em Recife faz a primeira reunião

Composta por 11 vereadores, a bancada evangélica da Câmara de Vereadores do Recife fez a primeira reunião nesta terça-feira (26).

Segundo, Luiz Eustáquio (PT) não haverá líderes, nem vice-líderes porque todos estão aptos para defender os princípios e interesses da família cristã. "A reunião foi para discutir a atuação da bancada e os primeiros pontos que pretendemos combater", comentou Eustáquio.

O vereador André Ferreira (PMDB) anunciou que já apresentou um requerimento para criação da "rente Parlamentar em Defesa pela Família" e o trâmite para isso será menor, já que integra a Mesa Executiva da Câmara e o pedido da criação não precisará passar pelas comissões como normalmente acontece. "Somos 11 vereadores, todos governistas, mas vamos marcar posição naquilo que o governo apresentar que for contra os nosso princípios", explicou o peemedebista.

Alguns dos pontos que, segundo eles, poderão ser motivo de pronunciamentos futuros são: a questão da diminuição da idade sexual de 14 para 12 anos e o aborto. A próxima reunião da bancada está amrcada para daqui a 15 dias.

Fonte: Diário de Pernambuco

JACO - ISRAEL

De todos os relatos da Torá, este é um dos mais envoltos em mistério. Conta-nos a história da luta entre um ser humano e um anjo e a da ...