segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

UM ÓTIMO DIA PARA SE EVANGELIZAR - O DIA DO FIM DO MUNDO .

A cidade de Pirenópolis (GO) foi uma das escolhidas pelo professor Masuteru Hirota e parte de seus seguidores para se salvar do fim do mundo. Foto: Diogo Alcântara/TerraA 4 dias do "fim do mundo": grupo foge para cidade goiana

É na pacata cidade interiorana de Pirenópolis (GO), a 142 km de Brasília e 128 km de Goiânia, que o professor Masuteru Hirota e parte de seus seguidores pretendem se salvar do "fim do mundo". Desde julho, ele vive em uma casa alugada numa região periférica da cidade, onde estoca alimentos para dois anos e explica: "Uma onda de 1,5 mil m vai destruir quase toda a Terra. No Brasil, só a região central (Goiás, Mato Grosso, Tocantins e Pará) vai escapar".
Hirota não parece estar preocupado com um colapso que deverá cobrir quase todo o globo terrestre com água na semana que vem. Ele assistia a um filme de samurai em japonês em um aparelho de blu-ray deitado no sofá, quando parou para conversar com a reportagem do Terra. Na sala de estar, visitantes, sobretudo vindos de Alto Paraíso, se preparavam para o Bon Odori, um festival de tradição budista com origens na China."Há mais de 1 milhão de anos, Atlantis afundou. Há 500 mil anos o mundo acabou de novo. O fim do mundo na verdade é uma vassoura para limpar o mal do planeta", diz o guru, entre uma e outra tragada de cigarro. Ele diz que recebe revelações de uma "Energia de Luz", com quem se comunica e se compara aos profetas maias e Nostradamus. "Como eu, não existe ninguém no mundo", afirma.Segundo as "revelações" de Hirota, a região central do Brasil, parte do centro da África, parte do Japão e da Austrália resistirão à inundação. O guru diz que o estoque de alimentos será necessário por um período de grande escassez. "Quem não se preparar", acrescenta, "terá de se alimentar de outros humanos e, assim, deixará se ser humano. Vai se tornar demônio".As palavras de Hirota já foram ouvidas por milhares de pessoas. Há mais de 30 anos ele atua na suposta cura de doenças e aproveita o contato com as pessoas sensibilizadas para proferir palestras. Foi assim que o paulistano Luiz Nakagawa, 66 anos, conheceu o guru. "Eu fui curado de um problema no joelho e na coluna. Estava todo travado", conta. Luiz se mudou de São Paulo e, por recomendação de Hirota, vive hoje em Alto Paraíso (GO).Nobol Yamada também se diz curado pelo guru antes de se tornar seguidor. Ele lamenta que a faixa etária dos seguidores seja mais avançada. "Os jovens têm outro pensamento, então é difícil que eles entendam", diz. A paulista Nadir Lima vive com seus dois filhos na mesma casa de Hirota. É seu marido, que mora em Atibaia, o provedor da casa. Ela conta que as visitas em busca de cura ou palestra são bem menos frequentes na cidade goiana. "Em Pirenópolis, eles não conhecem muito. São muito católicos e não querem saber dos ensinamentos do professor".Ao contrário da também goiana Alto Paraíso, Pirenópolis não é uma cidade envolvida pelo misticismo, apesar de ser recorrente a visita de anunciadores do apocalipse, segundo relatos da população local."Desde que era menino, fico vendo isso que o mundo vai acabar. Há dois anos teve uns aqui dizendo isso, mas a cidade continua tranquila", conta Pompeu de Pina, morador conhecido da cidade, com 78 anos. "Loucos têm muitos. Um ou outro fica vendo assombração, mas eu não acredito nisso, não", acrescenta, aos risos, o morador que se denomina católico.

FONTE . TERRA.COM.BR

LAPIDADOS EM OURO POR FORA , MAS PODRES POR DENTRO.


A palavra de DEUS nos relata em ” Mt 23:27-28   o seguinte texto .

 “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que sois

 semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora

 parecem formosos, mas 

interiormente estão cheios 

de 

ossos de mortos e de toda 

imundícia. Assim, também

 vós exteriormente pareceis 

justos aos homens, mas 

interiormente estais cheios 

de hipocrisia e de 


iniqüidade.” 


Atualmente, muitas pessoas que se autodenominam cristãs estão tratando o Evangelho com muita hipocrisia descaramento e  cara de pau .

São os cristãos farjutos , pior que produto do Paraguai .

POR FORA SÃO SEMELHANTES AOS MELHORES , MAS POR DENTRO É UMA PORCARIA.

Eles  têm uma oratória inigualável e são supostos  conhecedores da Palavra de Deus , mas vivem a merce do diabo , pois a mentira é uma das principais armas do diabo  .
Esses , ao  mesmo tempo em que “destilam” seu discurso, praticam toda espécie de pecado às ocultas ,  é óbvio , para não prejudicar sua imagem.


POIS QUEREM SEMPRE PARECEREM AS MELHORES PESSOAS DO MUNDO .

GOSTAM DE SEREM CHAMADOS DE REVERENDOS , MESTRES , DOUTORES ETC.

SÃO MUITO BONITOS POR FORA .

BELA ORATÓRIA , UMA EXEGESE EXCELENTE , UM DISCURSO QUE LEVANTA MULTIDÕES .
MAS SÃO SACORFÁGOS  DOS FARAÓS MORTOS , UM TUMULO LAPIDADO EXTERIORMENTE COM OURO E DIAMANTES , MAS POR DENTRO PURA PODRIDÃO .
Conhecemos situações de lideres que eram super conceituados no meio evangélico , eram respeitados em diversos seguimentos , mas eram também adúlteros , marido de duas mulheres etc.

Sem contar co caloteiros , os  que fazem de suas esposas proctologistas , os que distribuem ministérios entre as ovelhas , não por convicção de terem um chamado DE  DEUS , mas apenas para segurarem eles em suas congregações .
São coadjuvantes do diabo , pois vivem uma dupla personalidade.
Marcam ministrações e recebem por isso adiantado , e na data marcada não comparecem , ficando sem devolver o que recebeu .
 
Cantores e ministros de louvor , que vivem como artistas , deixando de lado a humildade e a vida com DEUS , para viverem o glamour dos palcos da vida.


Foi por esse motivo que Jesus, 

dirigindo se aos fariseus, comparou os

 hipócritas aos “sepulcros caiados”:



Os  hipócritas religiosos são assim até hoje. Têm os versículos bíblicos na ponta da língua (como já dito), mas interiormente e ao apagar das luzes vivem e  comportam-se como aqueles que eles tanto condenam.

São pregadores da verdade , porem vivendo em mentiras , corrupções , ladroagens , rebeldias , prostituições , trafico de drogas , extorquem seus membros com ofertas de cunho duvidosos .
Amam os púlpitos , adoram estar nos focos dos holofotes .


Uma outra passagem, mediante a qual Jesus condenava com veemência a hipocrisia é essa:


“E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho? Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho; estando uma trave no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão”  Mateus 7.2-5.



Vamos gastar mais tempo em nossas vidas para olhar para dentro de cada um de nós , a fim de que no dia final não venhamos ser lançados juntos dos que cuidaram tanto da vida dos outros e deixaram de observar os cuidados com nossas próprias vidas.


UMA COISA QUERO DEIXAR AQUI REGISTRADA .

Ainda bem que é muito grande o presídio criado por

 Deus para o diabo , seus anjos  e  os

 HIPRÓCRITAS 

Pois todos os que tem prazer em viver na mentira ,

 vão ter toda a eternidade juntinhos com quem tanto

 amavam nessa terra .



O PAI DA MENTIRA .





Número de divórcios no país cresce 45,6% em 2011 , qual porcentagem fechará esse ano de 2012 ?

Rio de Janeiro - Em 2011, foram registrados no país 351.153 processos judiciais concedidos ou escrituras públicas de divórcio – um crescimento de 45,6% em relação a 2010. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou esta segunda-feira (17) a pesquisa Estatística do Registro Civil 2011, o aumento no número de divórcios está relacionado a mudanças na legislação sobre o tema. Em 2011, ele se deve à aprovação da Emenda Constitucional nº 66, que deu nova redação ao parágrafo 6º do Artigo 226 da Constituição Federal.
Com a alteração, os prazos prévios para requerimento de divórcios foram suprimidos o que possibilitou, sem maiores requisitos burocráticos, a dissolução das uniões formais. Esse fator foi, na avaliação do IBGE, “primordial também para que, no cotidiano, o divórcio se tornasse, de vez, a forma efetiva de dissolução dos casamentos, sem etapas prévias necessárias”.  

Para o gerente da pesquisa, Cláudio Crespo, as alterações na lei foram fundamentais para o aumento expressivo no número de divórcios no país. “Com as mudanças, uma pessoa que casou na semana passada pode se divorciar hoje. Antes, isto era impossível.
Era necessário ter um ano de casado para solicitar um processo de separação ou dois anos para entrar com o divórcio direto. E a Lei suprimiu a necessidade de ter um processo de separação e todos os prazos foram eliminados”, disse.

Em entrevista à Agência Brasil, Crespo ressaltou ainda a retirada da exigência de um motivo específico para a concretização da separação. “Essa decisão, especificamente, elimina a perspectiva da atribuição de culpa para um dos requerentes. E esse foi um fator primordial para que a taxa de divórcio tivesse registrado essa elevação que teve em 2011.”

Para Crespo, 2011 foi um ano atípico: “Evidentemente que a cada mudança na legislação que torne mais rápido o processo, há um crescimento no número de divórcio porque ele se torna mais rápido e mais fácil. Mas, no ano passado, o número de divórcios foi um tanto quanto maior”.

Na avaliação de Crespo, mesmo que haja queda no número de divórcios dentro de alguns anos, o patamar continuará acima do estabelecidos em 2009, quando a taxa de divórcio era 1,4 para cada grupo de mil habitantes. Hoje, essa taxa chega a 2,6 divórcios para cada grupo de mil habitantes.    

As Estatísticas do Registro Civil são publicadas no país desde 1974. Os dados de separações e de divórcios ocorridos no país foram incorporados ao conjunto de temas em 1984.

As bem-aventuranças de Jesus




As bem-aventuranças de Jesus ( Matt. 5:2-12 ) fornece uma descrição da vida no Reino dos Céus, já que para estar no Reino dos Céus significa ser consolados, para ser aceito, ser satisfeito, para ser mostrado misericórdia, de ver a Deus, para ser chamado filho de Deus, e para reinar com o Messias em Sua glória. Embora nós tendemos a pensar do Reino como algo futuro (e, portanto, remota), cada uma dessas bênçãos é uma possessão presente para a pessoa de fé (e, portanto, próximo). Jesus não estava expressando idealismo ético tanto quanto ele estava revelando o estilo de vida daqueles que confiam nEle.




Em primeiro lugar, deve ser mencionado que a frase inicial de cada uma das Beatitudes não contém um verbo. Não há "são," não "é" não "bem-aventurados são ..." Em vez de lê-los como demonstrações e, em seguida, (por exemplo, "bem-aventurados os pobres em espírito") que deve ser lido como exclamações: "Ó bem-aventurado o pobre de espírito!" Esta forma de leitura concorda com o uso de hebraico ashrei (אשׁרי), uma interjeição partícula que significa "o quão feliz!" (Da raiz (אשׁר), que significa andar em retidão alegria), que é frequentemente usado em Salmos. Cada frase inicial, portanto, não funciona como uma instrução condicional, mas expressa uma realidade presente: "Ó a alegria dos pobres em espírito, dos enlutados, do suave, daqueles que sinceramente cuidam do que é certo, de quem são misericordiosos, daqueles puros de coração, daqueles que fazem a paz, daqueles que são perseguidos. "

Em segundo lugar, alguns comentaristas sugeriram que as bem-aventuranças são apresentados em uma ordem progressiva, com cada um precedente preparando para o que segue imediatamente. Assim, os pobres de espírito e enlutados sobre a sua condição pecaminosa. Humilhado, eles estão profundamente a buscar a justiça e encontrá-lo no sacrifício de Jesus, que lhes mostrou misericórdia. Como eles se tornam misericordioso, que aprendem a ver além das aparências para contemplar a beleza interior de cada um. O ódio e a contenda  entristece seus corações, para que se tornem construtores de paz. Em última análise, no entanto, sua paixão torna incompreendida e  desconfiança, e, portanto, tornam-se sujeitos a perseguição ....

Em geral, pode-se dizer que as bem-aventuranças implica a transposição de valores comumente aceitos (ou seja, deste mundo). O que é altamente estimado entre o mundo é de pouco valor para Deus, e, inversamente, o que tem valor para Deus é frequentemente ridicularizada pelo mundo ... Este "transvaloração" do sistema de valores do mundo é parte do escândalo da mensagem do evangelho em si (σκανδαλον), como o apóstolo Paulo mais tarde afirmou: "Porque a loucura de Deus é mais sábia que os homens, ea fraqueza de Deus é mais forte do que os homens "(1 Cor. 1:25).

A humildade é a tônica das bem-aventuranças, assim como o orgulho é a tônica da natureza humana decaída. É absolutamente incompreensível para o orgulho humano a considerar a escravidão como um status maior do que de poder e domínio sobre os outros, mas este é precisamente o que Jesus disse"Você sabe que aqueles que são considerados governadores dos gentios (goyim) têm poder sobre elas , e que os grandes exercem autoridade sobre eles. Mas não será assim entre vós. Mas quem quiser ser grande entre vós, será vosso servo, e quem quiser ser o primeiro entre vós deve ser escravo de todosPorque o Filho do Homem veio não para ser servido mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos "(Marcos 10:42-45). Haverá muitas surpresas no mundo por vir, com aqueles considerados "primeiro" a ser considerada como passado e aqueles considerados "último" considerado como o primeiro. O Reino do Céu (מלכות השמים) é uma comunidade redimida dos justos que praticam o amor sacrifical para o bem-estar e honra de outros. Yeshua (Jesus) é o verdadeiro Rei e Fonte deste Reino. E como ele vai continuar a expor no Sermão da Montanha, o coração da lei é o amor, e o amor é a lei do Evangelho ...

A Bênção do Quebrantamento ...




"Ó bem-aventurança dos pobres de espírito, porque deles é o Reino dos Céus."
Mateus 5:3
O termo traduzido como "pobres" (οἱ πτωχοι) é derivada de uma palavra que significa "agachar-se como um mendigo indefeso." Esta palavra fornece uma imagem de alguém em extrema pobreza, totalmente dependente dos outros para ajuda. O "pobre de espírito" (Is 61:1) são aqueles que estão dolorosamente conscientes de seu exílio e necessidade de ajuda de Deus. Quando estamos vazios de nós mesmos, somos livre de orgulho e habilitado a procurar a verdade com humildade.
O oposto da pobreza de espírito é o orgulho humano que conduz à miséria: "Õ. A miséria do orgulho em espírito, porque deles é o Reino de Eu".  Orgulho eleva o ego e os outros como uma ameaça, a extensão do eu e da  vontade. O orgulho é, portanto, um exílio auto-imposto, recusando-se a validar a existência dos outros e sobre a autoridade como uma ameaça.

A bênção de mágoa ...




"Ó bem-aventurança dos que choram, porque serão consolados."
Mateus 5:4
Esta é uma afirmação paradoxal, já que aqueles que realmente choram são nada, mas feliz (ou seja, me'ushar ou μακαριος). Com efeito, segundo o mundo, tal afirmação parece ilógico e talvez incoerente. O mundo diz: "Divirta-se!" Mashiach, mas diz: "Grieve!" (Lucas 6:21, "Bem-aventurados vós que agora chorais"). Mas tomadas à luz do que "tristeza segundo Deus" que resulta em teshuvá - arrependimento - Mourning como é de fato um passo necessário no caminho para a felicidade eterna (2 Coríntios 7:10.). Esta é a tristeza que nos leva a sermos "educados para a eternidade" e investe significado no sofrimento que o mundo carece. Como Sócrates disse uma vez, "a vida não examinada não vale a pena viver" (Apologia), mas o sistema mundial não examina e, portanto, sofrer com a condição pecadora da humanidade. Aqueles que estão despertos, no entanto, perceber Deus se compadece de amor sobre um mundo perdido. Deus vai confortar os que o buscam - a palavra grega significa "chamar ao lado" (παρακαλέω) para o incentivo e força.
O oposto da tristeza segundo Deus e teshuvá profane é a felicidade que finalmente leva à miséria: "Õ. A miséria daqueles que amam este mundo, pois eles não irão receber o consolo no mundo vindouro" Cristãos são exortados a não amar o mundo nem as coisas do mundo porque ele está passando, juntamente com os seus desejos profanos, mas quem faz a vontade de Deus permanece para sempre (1 João 2:15-17).

A Bênção da entrega ...



"Ó bem-aventurado os mansos, porque eles herdarão a terra."
Mateus 5:5
Esta é uma citação direta do Salmo 37:11. A palavra traduzida como "manso" é πραεις (ou πραος), talvez melhor descrito como humilde ou suave. No texto hebraico do Salmo 37, a palavra é Anavim (עֲנָוִים), normalmente traduzido como "humildes" (anavah é a palavra hebraica para a humildade). Esta palavra não sugere fraqueza, mas sim o reconhecimento do próprio lugar no universo diante de Deus. Não é singelo, mas sim a realidade focada. Os mansos herdarão a terra, porque eles são baseados na verdade da realidade ...
Humildade sugere a aceitação do princípio gam zu l'tovah - "isto também é para o melhor" fé, indicando que Deus vai trabalhar todas as coisas para o bem daqueles que confiam Nele (Rm 8:28). A pessoa humilde percebe que a única pessoa que ele pode controlar, e deve controlar, é ele mesmo ... Como Sócrates disse uma vez: "Nenhum mal pode vir a um homem justo."
O oposto da "humildade" é auto-afirmação, manipulação, engano, e agressividade violenta. "Ó a miséria desses exigir seus" direitos "neste mundo, pois eles não receberão herança no mundo vindouro."

A bênção de Carência ...



"Ó bem-aventurado os que têm fome e sede de justiça,
porque eles serão saciados ". Mt 5:6
A palavra traduzida como "fome" (πειναω) está relacionada com a palavra para a pessoa pobre que labuta, a fim de combater a fome. É uma palavra que retrata um desejo profundo ou saudades. A palavra traduzida como "sede" (διψαω) é uma palavra ainda mais forte que sugere uma necessidade dolorosa para obter a água para se manter vivo.
Alguns comentaristas disseram que Jesus estava sendo especialmente bondoso com estas palavras, tendo a intenção sincera de coração para a ação. Quem entre nós pode reivindicar a verdadeira justiça em obras e em verdade? Mas aqueles que têm fome e sede de justiça - tanto pessoal quanto para o mundo em geral - acabará por encontrar a sua satisfação. Além disso, a justiça aqui provavelmente se refere a uma justiça imputada dada por Deus, adquirida pela graça mediante a fé em Jesus mesmo. Fome e sede de justiça esta, portanto, significa confiar em Deus somente para atender a nossa necessidade.
"Como suspira a corça pelas ribeiros de água, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus. Minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo. Quando irei e comparecer diante de Deus?" (Salmo 42.1-2). Jesus é a satisfação e o atendimento de nossas necessidades espirituais. Ele é o Pão da Vida, aquele que transmite Águas Vivas. Em olam haba (mundo vindouro), está escrito: "Eles nunca mais terão fome, nunca mais terão sede; ... pois o Cordeiro que está no meio do trono os apascentará e os guiará para as fontes da água da vida" (Apocalipse 7:16-17).

A Bênção da Misericórdia ...



"O bem-aventurado os misericordiosos, pois obterão misericórdia."
Mateus 5:7

O mundo pagão romano desprezado pena (como fez Nietzsche), enquanto os fariseus relacionadas sofrimento para o pecado (ver Matt. 23:23). Na verdade, a idéia de "karma" - a idéia de que o sofrimento é um mal necessário, uma consequência imutável pelo pecado (quer nesta vida ou em um anterior) é uma crença antiga. Em contraste com estas ideias feitas do dia, Jesus instrui que devemos mostrar simpatia e bondade para aqueles que estão aflitos.
"Quem fecha os ouvidos ao clamor do pobre também clamará e não será ouvido" (Prov. 21:13). O misericordioso espetáculo rachamim, uma palavra que vem da palavra "rechem", a palavra hebraica para "útero". Ter compaixão significa, então, para expressar piedade como temos para o amor de uma criança por nascer. A qualidade da compaixão é chamado rachamanut. Além disso, a misericórdia envolve empatia e amor que se exprime para o miserável. "A misericórdia mostra justo e dá" (Salmo 37:21). Amor sacrificial é a prática da misericórdia.

A Bênção da Pureza ...



"Ó bem-aventurança dos puros de coração, porque verão a Deus"
Mateus 5:8
No pensamento hebraico, o coração (לֵב) inclui a mente, emoções, vontade e vida interior de si mesmo. O coração é a pessoa como um todo ... A pessoa pura de coração não tem nenhum desejo de falsidade (Salmo 24:4) e exprime "singeleza de coração" (ἐν ἁπλότητικαρδίας) em sua devoção a Deus (Cl 3:22). O rei Davi, além disso, escreveu, "os mandamentos do Senhor é puro, e ilumina os olhos" (מִצְוַת יהוה בָּרָה מְאִירַת עֵינָיִם). Jesus nos disse que submetendo-nos a Deus pureza rendimentos interior que resultará em um face-a-face (פָּנִים אֶל - פָּנִים) experiência do próprio Deus (1 Coríntios 13:12, Rev. 22:4.): "E eles vão ver a Sua face" - καὶ ὄψονται τὸ πρόσωπον αὐτοῦ.
Pureza interior - "pureza do coração" - é de grande valor, uma vez que implica, como Kierkegaard observou, "a vontade de uma coisa." Nós simplesmente não podemos ver Deus se formos duplicidade ou hesitante na nossa paixão por sua presença e verdade. Os puros de coração verão a Deus ao seu redor, mesmo que os outros são cegos. Cada lírio do vale está vestida da glória de Deus; cada arbusto está em chamas com a sua presença ... Para aqueles cujo maior desejo é ver Deus, Jesus promete cumprimento.

A bênção de Filiação ...


"Ó bem-aventurado os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus."
Mateus 5:9

A palavra hebraica shalom significa "totalidade", "completude", "cura" - não apenas a ausência de conflitos. Shalom implica a apreciação positiva de Deus e "delícias perpetuamente." No ensino ética judaica, redifat shalom (רְדִיפַת שָׁלוֹם), "buscar a paz", é considerado uma qualidade cardíaca primária. Rabino Hillel é atribuído como dizendo: "Seja um dos discípulos de Aarão, amando a paz e buscando a paz" (Pirke Avot 1:2).
A vida inteira de Jesus é marcado pela paz. Ele é chamado de Sar Shalom, Príncipe da Paz (Is 9:6). Deus é chamado El Shalom, o Deus da Paz (Rm 15:33, Hb. 13:20, etc), e da salvação em si traz a reconciliação (paz) entre Deus e o homem (Rm 5:1).
Tão importante é esta idéia de reconciliação, que Jesus afirma que aqueles que "fazer a paz" serão chamados filhos de Deus. Os pacificadores são um com o Pai. O mundo dá suas homenagens àqueles que são os tomadores de guerra e que rotineiramente exercer o capcioso "vontade de poder." Mas "o fruto da justiça semeia-se na paz para aqueles que promovem a paz" (Tiago 3:18). Jesus prometeu que aqueles que praticam regularmente / fazer shalom serão chamados filhos do Deus vivo "- bnei El Chai (בְּנֵי אֵל- חָי). Aqueles que buscam a paz, amando seus inimigos estão fazendo como o Pai faz, e, portanto, eles estão demonstrando que somos Seus filhos (Mt 5:44-45).

A Bênção do Céu ...



"Ó bem-aventurança daqueles que são perseguidos por causa da justiça,
porque deles é o reino dos céus. "Mateus 5:10
Note que muitos comentaristas cristãos adicionar os versos a seguir para concluir a bem-aventurança oitava:
μακάριοί ἐστε ὅταν ὀνειδίσωσιν ὑμᾶς καὶ διώξωσιν καὶ εἴπωσιν πᾶν πονηρὸν ῥῆμα καθ ὑμῶν ψευδόμενοι ἕνεκεν ἐμοῦ χαίρετε καὶ ἀγαλλιᾶσθε ὅτι ὁ μισθὸς ὑμῶν πολὺς ἐν τοῖς οὐρανοῖς · οὕτως γὰρ ἐδίωξαν τοὺς προφήτας τοὺς πρὸ ὑμῶν.

"Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem outros e vos perseguirem e disserem toda a espécie de mal contra vós por minha conta. Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus, pois assim perseguiram os profetas que foram antes de vós." Mateus 5:11-12
É um pensamento assustador considerar que a nossa fé é tão morna que os ímpios não perseguem, mas simplesmente nos ignoram. Se não estamos experimentando algum tipo de oposição e perseguição, pode ser um sintoma de que nossa fé é fraca ...
Yaakov Damkani, um crente israelense que evangeliza em Israel, disse uma vez que ele não consegue entender por que alguns cristãos simpatizam sobre os abusos que sofre, ele compartilha o evangelho (Yaakov foi cuspido, agredida verbalmente e até agredidos por partilhar a sua fé). Yaakov pergunta por que essas pessoas bem-intencionadas não são bastante invejoso, especialmente à luz das palavras de Jesus. Os profetas de Deus não eram um bando carrancudo que estavam cuidando de suas feridas, mas sim uma empresa alegre, e Jesus nos diz que se nós experimentamos oposição e perseguição, estamos em boa companhia! Perseguição por causa de Jesus e da justiça é motivo de comemoração, simcha!
Há recompensas no céu? Jesus diz que há. Aqueles que sofrem perseguição por causa dele a promessa de "uma grande recompensa." Isso contradiz a ideia de que estamos todos salvos pela graça mediante a fé - e não pelas "obras de justiça que nós temos feito" (Ef 2:8, Tito 3:5-6)? Não, porque a recompensa, assim como a fé, é em última análise, o dom gratuito de Deus. Nossa motivação para a recompensa deve ser simplesmente amar e agradar ao Senhor Jesus, não para noções crassos de prazer egoísta do prazer (por exemplo, 70 virgens no paraíso ou a capacidade de comer e beber nos bobo, etc.)
Jesus repetidamente advertiu contra falsas mostras de justiça e externalismo religioso. Além disso, Jesus teve problema com a ideia de que a salvação - a recompensa final, depois de tudo - pode ser obtido, uma vez que a recompensa é incomensuravelmente grande (Mateus 20:1-16; 25:21-23), é desproporcionado qualquer serviço eventualmente prestado a Deus (Mt 19:29, 25:21-23), e é inteiramente um dom gratuito (João 4:10, Rom. 6:23, Ef. 2:8). Além disso, a salvação é algo que vem do Senhor (Salmo 3:8): l'Adonai ha-yeshua (לַיהוָה הַיְשׁוּעָה), e é, portanto, exclusivamente uma prerrogativa divina.



VIA  GRITOS  DE ALERTA 
FONTE: www.hebrew4christians.com

Exposição que mostra pedofilia e zoofilia provoca bate boca entre deputados

Não foi só nas redes sociais que a mostra “QueerMuseu” gerou debates e bate boca. Na noite desta terça-feira (12) o assunto foi amplam...