quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Muçulmanos queimam igrejas na Tanzânia


Muçulmanos queimam igrejas na TanzâniaMuçulmanos queimam igrejas na Tanzânia
No último domingo (4) diversos cristãos ficaram sem um lugar para cultuar a Deus na Tanzânia, pois na última semana ao menos três igrejas cristãs foram incendiadas por militantes islâmicos.
As autoridades locais conseguiram prender 122 seguidores do grupo islâmico separatista da Associação para Mobilização e Propagação Islâmica (UAMSHO, sigla em inglês) que estavam envolvidos em mortes em Dar Es Salaam.
Pelos relatos, os ataques começaram em outubro quando lojas e outros comércios também foram atacados pelos militantes da UAMSHO que ergueram as bandeiras do grupo sobre a Igreja Evangélica Assembleia de Deus da Tanzânia.
Ha testemunhas que afirmam que tudo começou com um cristão que teria profanado o Corão no dia 10 de outubro. O caso foi comentado em uma mesquita gerando revolta dos muçulmanos que ameaçaram matar o menino.
A polícia foi chamada e o cristão que não foi identificado chegou a ser levado para a delegacia que foi invadida por uma multidão revoltada que exigia uma punição para o rapaz.
Foi esse incidente que acendeu as tensões entre cristãos e muçulmanos no país, os fiéis islâmicos que pertencem ao grupo UAMSHO lutam para tornar o arquipélago de Zanzibar independente da Tanzânia usando a força e a repressão contra cristãos para tentar convencer os governos. As informações são do Ministério Portas Abertas.

Crucificação pode ser realidade para cristãos e judeus no Oriente Médio


Crucificação pode ser realidade para cristãos e judeus no Oriente MédioCrucificação pode ser realidade para cristãos e judeus no Oriente Médio
De acordo com um relatório do jornal “Líbano Hoje”, em sua versão para o inglês, o grupo jihadista Ansar al-Sharia, assumiu alguns meses atrás o controle de uma grande área do Iêmen e já impôs a lei islâmica, ou sharia. Poucos dias depois, o grupo crucificou e expôs em praça pública, três homens, acusando-os de serem agentes a serviço dos EUA.
O analista de terrorismo Walid Shoebat confirma que a inscrição colocada na cruz de uma das vítimas diz: “Ele foi crucificado por três dias, de acordo com a sharia”.
Shoebat afirma que as penalidades segundo a sharia foram aplicadas em homens acusados de passar informações para as forças americanas que possibilitaria ataques de “drones” sem piloto que sobrevoaram o país.
De acordo com a tradução de Shoebat, o relatório do grupo jihadista diz: “Aquele que eles apelidaram de ‘capitão’ foi executado e crucificado, durante três dias, na entrada da cidade de Jaar, na província de Abyan, para ser visto por todos que entram e saem da cidade. Dois sauditas e um iemenita foram executados pela espada, durante e madrugada, pelas mãos do Ansar al-Sharia, e [os terroristas] absolveram o quarto réu da execução por causa de sua pouca idade .
A acusação seria forte. Esses homens teria plantado rastreadores em carros que pertencem a líderes da Al Qaeda. Assim, eles seriam alvos fáceis para os drones ou UAVs (Veículo Aéreo Não Tripulado).
De acordo com Shoebat, as crucificações na região são “algo novo”. O relatório a que ele teve acesso afirma que esse tipo de “incidente” segue a seqüência de eventos que ocorreram anteriormente no Afeganistão e no Iraque, onde o Islã é a religião estatal e a sharia é levada à risca. O que mudou no Iêmen é o fato de parte do país estar nas mãos de grupos ligados a Al-Qaeda, que praticamente exerce a função de governo.
Os extremistas muçulmanos tomaram parte do Iêmen em meio a uma recente tentativa de revolução que visou derrubar o presidente. No último ano, fontes indicam que ocorreram oito execuções por causa da lei islâmica: três por crucificação e cinco por decapitação.
Há relatos de crucificações semelhantes na Tunísia, segundo canal Tunísia-Sat.
Mas a situação mais preocupante é a do Egito. Embora tenha sido negada pelo presidente Mohamed Morsi durante um encontro com líderes cristãos do país.
Em um comunicado de imprensa após essa reunião em 22 de agosto, o Bispo Episcopal-Anglicano do Egito, Mouneer Hanna Anis, disse que está esperançoso. “O presidente nos garantiu que está trabalhando para realizar o sonho de que o Egito seja um país democrático e moderno, onde os direitos da cidadania e previstos na nova Constituição sejam cumpridos”, disse Anis.
Shoebat acredita que, para Morsi, o encontro foi meramente uma oportunidade de aparecer ao lado de cristãos nas fotos, mas que seu discurso é ‘morno e distorcido’, no que se refere às minorias como judeus e cristãos.  Recentemente ele foi visto em uma mesquita orando pelo fim dos judeus na terra.
Al Dostour, um conceituado jornal egípcio publicou uma matéria sob o título “Dissidentes da Irmandade Muçulmana crucificam em frente ao palácio presidencial no Egito”, que mostrava fotos de um homem egípcio nu, crucificado e com parte do corpo arrancada. O motivo seria uma tentativa de intimidação aos que protestavam contra o presidente egípcio. A rede Arabic Sky News reproduziu a matéria em seu site, mas o governo nega as acusações.
Ao mesmo tempo, a liderança da Irmandade Muçulmana egípcia e os líderes salafistas que atuam no parlamento estão debatendo a crucificação como uma forma aceitável de punição, pois o país deverá adotar oficialmente a sharia em breve.
Os embates com os coptas do Egito parecem ter aumentado significativamente nos últimos tempos. Um vídeo postado no YouTube mostra coptas lutando violentamente contra os muçulmanos, que estariam, sequestrando mulheres cristãs e fazendo-as de escravas.
Vários jornais árabes também referenciadas as crucificações, e uma série de sites relataram eles, incluindo um que postou uma imagem de um homem que tinha sido alvo, mas aparentemente sobreviveram com uma ferida aberta no seu lado.
Shoebat lembra que a “aplicação estrita” da lei islâmica sempre gera problemas em um país, especialmente no que diz respeito ao trato com os que não seguem o Islã. A expectativa é que em todo Oriente Médio e norte da África, os cristãos possam ver a perseguição aumentar e voltarem a ser crucificados, como ocorria nos tempos do Império Romano. Traduzido de WND.
Assista (cenas fortes):

FONTE . GOSPEL PRIME

GRUPOS DE COMUNICAÇÃO CRISTÃ MR1 E RMCOM UNEM ESFORÇOS PARA INVESTIR NO MERCADO GOSPEL




É isso mesmo! Quem acredita que a união faz a força pode comemorar! O GRUPO MR1, idealizador do Salão Internacional Gospel, representado pelo publicitário Marcelo Rebello e pela jornalista Luciana Mazza, nessa última sexta-feira (2) uniram esforços oficialmente com o GRUPO RMCOM, representado pelo diretor executivo Jorge Rodrigo Martins, que engloba as campanhas Vitrine Cristã, Líder Cristão, produtos Portal Conde Sarzedas e Liquidaconde, agência de varejo R360 e de planejamento Negócios Inteligentes, para investir e qualificar ainda mais o mercado Gospel. Ficou acertado que as duas empresas vão trabalhar em conjunto no desenvolvimento de ações estratégicas de mercado e comercialização do evento já a partir desta segunda edição, que acontece de 19 a 21 de Abril em São Paulo, no Centro de Exposições Imigrantes. Dessa forma todos saem ganhando, o mercado e as duas empresas que acreditam que juntos é possivel fazer muito mais!
Agenda Gospel de Minas Gerais apoia Salão Internacional Gospel
O Portal Agenda Gospel é um meio de Comunicação da Comunidade Cristã, que visa levar a palavra de Deus a todo o mundo, sem qualquer distinção ou discriminação, não representando nenhuma denominação específica. Há 03 anos no ar, veio inovando a comunicação entre os evangélicos, fazendo com que a notícia Gospel chegasse em foco na vida de cada um. Presente em todo Brasil e em vários países, trazendo um mundo de variedades em informações para o crescimento do Evangelho.
Com seu conteúdo informativo, rádio web 24 horas online, trazendo variados estilos musicais gospel.
Em 2013 o portal apoia o Salão Internacional Gospel. Conheça mais no endereço  www.agendagospelmg.com.br 

Apoiadores são notícia dentro do Site do Salão Internacional Gospel
O Salão Internacional Gospel leva muito a sério suas parcerias. Seja  junto a mídia ou as instituições. São de Luciana Mazza, idealizadora do Salão Gospel, as palavras: "Muitos dos nossos apoiadores são amizades antigas, de 10, 20 anos... que conhecem o nosso trabalho em todos esses anos e amam o mercado evangélico, assim como nós. Pensando neles, o Salão disponibiliza uma página de divulgação para cada apoiador dentro do site oficial do evento. É um forma que encontramos de  prestigiar nossos parceiros, confira as páginas no site do Salão Gospel www.salaointernacionalgospel.com.br, que a partir de agora é atualizado diariamente com novas notícias, artigos e parcerias."


Portal Gospel Notícias de Goiás apoia Salão Internacional Gospel
O Portal Gospel Notícias nasceu de um sonho, um pequeno blog que logo deu surgimento para um dos mais acessados sites cristãos do Estado de Goiás. A informação e prestação de serviços é um dos diferenciais do portal eletrônico, dirigido por Robson Botero, o site propaga as principais notícias do Brasil e do mundo, o cristão moderno tem que estar bem informado para cumprir o seu propósito. Válido lembrar que o site sobrevive por doações feitas pelos próprios internautas. Em 2013, o Gospel Notícias apoia o Salão Internacional Gospel. Conheça o portal acessando http://www.portalgospelnoticias.com.

Pastora Renée Murdock, agredida por morador de rua, sai da UTI



Renée Murdoch, de 44 anos, que foi atacada com um pedaço de madeira por um morador de rua na Barra da Tijuca, saiu da UTI durante esse fim de semana, a pastora norte-americana já está se comunicando e foi movida para a Unidade de Terapia Semi-Intensiva do hospital Copa D’Or, em Copacabana, onde está internada.
Renee, é pastora da igreja interdenominacional Luz às Nações, no Rio de Janeiro, junto com seu marido Philip Murdoch, que comunicou o progresso no quadro clínico da esposa pelo Twitter.
- Hoje, em resposta à nossa oração, a Renee está se comunicando muito, ela está dormindo menos e acordada muito (sic). Temos que continuar. Mas Deus com certeza vai responder as nossas orações – informou Philip Murdoch, marido de Renee, que também é pastor da igreja.
Ainda não há previsão de alta para a pastora, mas o hospital informou que ela não está mais sedada e que respira sem a ajuda de aparelhos, além de apresentar sinais de melhora neurológica.
A pastora teve traumatismo craniano e outros ferimentos graves, depois de ser atacada por Alexandre Luis de Oliveira Francesco, de 38 anos, quando corria na ciclovia na Praia da Barra da Tijuca, no dia 26 de outubro.
Fonte: Gospel+

Quem são as ovelhas e os lobos disfarçados de ovelhas dentro da Igreja?


Existem dois tipos de pessoas na Igreja: os que são ovelhas e os que são lobos disfarçados de ovelhas.

"Guardaivos dos falsos profetas, que apresentam-se a vós vestidos de ovelhas, porém por dentro são lobos roubadores." Mt 7:15
Durante toda a Bíblia, podemos encontrar uma comparação feita por Deus dos Seus servos com as ovelhas. Isso deve-se à uma importante característica que esse animal possui: a obediência.
Quem é ovelha de fato e de verdade é obediente à palavra de Deus. Esse tipo de pessoa não tem dificuldade em obedecer à vontade do Pai, nem para perdoar e orar pelo seu próximo. Ela não possui malícia para com a obra e as coisas de Deus, nem para com o pastor - por mais que este venha a ser falho. Tudo isso porque o seu temor primeiramente é para com Deus, e antes de olhar para as falhas humanas, ela olha para o Único Perfeito. Assim nunca cairá nem se desviará dos Seus caminhos.
Uma marcante característica da ovelha é que ela nunca está sozinha, sempre está em conjunto ao rebanho, ou seja, ela não vive isolada. A ovelha não tem dificuldade em estar entre os que possuem a mesma fé que ela. Entretanto sabe filtrar suas amizades. Ela sempre está atenta e vigilante para com os lobos, que sempre estarão em seu derredor à procura de uma brecha para MATÁ-LA.
Por isso deve-se tomar cuidado antes de ouvir o conselho de qualquer pessoa, pois o que a boca fala, o coração está cheio, e você nunca sabe o que está dentro de alguém, porque somente Deus é capaz de sondar o coração e pensamentos - nem o diabo, nem os anjos possuem esse poder.
Assim, o prazer do servo é servir ao seu Senhor, não importa onde, como e quando: ele só quer servir. Ele não coloca seus planos pessoais acima dos planos de Deus, ou seja, o seu único objetivo é servi-Lo, e não a satisfação de si próprio.
Enquanto a principal virtude da ovelha é a obediência, as principais características do lobo são a rebeldia e a desobediência. 

O lobo nunca está de acordo com a direção do Espírito Santo. Ele sempre questiona os propósitos feitos na igreja, reclama da bronca ou repreensão que recebeu, murmura da sua vida… ele é rebelde, pois a sua mente já está contaminada com esse vírus. 

O lobo vestido de ovelha aparenta ser servo e obediente à Deus, mas quando analisamos a sua vida com precisão, constatamos justamente o contrário. 

Esse tipo de pessoa não se contenta somente em pensar, mas a quem puder espalhar o seu vírus mortal, ela espalhará: para o marido, esposa, vizinho, irmão de igreja, e até mesmo para um incrédulo. 

Essa pessoa reclama de TUDO, murmura sua vida e faz a divulgação de todos os seus problemas, fracassos e discordâncias pessoais: é tititi pra cá, tititi prá lá. E isso só acarreta amarração para sua vida. Isso porque a murmuração atrasa as bênçãos da pessoa. Aliás, devido à isso o povo de Israel demorou 400 anos para encontrar a terra prometida num período que era para ser de 40 anos, ou seja, tiveram que esperar 10 vezes mais do que teriam que esperar para alcançar a sua bênção. Assim é a vida de muitas pessoas dentro da igreja: elas até são fiéis nos dízimos, ofertas e na conduta de vida, mas devido à essa praga que é a murmuração, vivem com a vida estacionada e parada no tempo. Dessa forma, a bênção que era para receber após um ano de luta acaba levando 10 para chegar; a causa na justiça que era para sair em 6 meses, leva 5 anos… Devido à murmuração, o tempo de espera pela terra prometida foi multiplicado por 10 (40 x 10 = 400). E dessa forma acontece na vida das pessoas nos dias atuais. A árvore que não dá fruto é cortada e lançada no fogo. Quando um membro sai da igreja, ou um obreiro ou pastor sai da obra, não é por acaso. Grande parte se deixaram contaminar pelo espírito do lobo. Eram como os principados e potestades nas regiões celestiais; o joio no meio do trigo; aquele que Deus vomitou, etc. “Toda árvore que não dá bom fruto é cortada e lançada no fogo. Assim, pois, por seus frutos os conhecereis.” Mt 7:9 Quem você tem sido, o lobo ou a ovelha? Os seus frutos tem mostrado.

VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. IPSD

Biografia mostra como satanismo influenciou Mick Jagger Livro mostra como adoração ao diabo interferiu na carreira dos Rolling Stones.


Biografia mostra como satanismo influenciou Mick JaggerBiografia mostra como satanismo influenciou Mick Jagger
No auge do sucesso, na década de 1960, grupos como os Beatles e os Rolling Stones ajudaram a moldar toda uma geração. Rumores sobre o fato de eles serem mais do que bandas de rock, mas que na verdade serviam a Satanás com suas músicas sempre fizeram parte da história do rock. Os músicos, claro, sempre negaram.
Agora, 50 anos depois do auge, o jornalista e escritor inglês Philip Norman decidiu publicar uma controversa biografia não autorizada de Mick Jagger.
Segundo imagem traçada por Norman, Jagger foi uma das pessoas que ajudaram a inventar o “conceito de estrela do rock, em oposição a mero cantor de uma banda”. Desde seus primeiros dias de vida em uma família de classe média na cidade de Dartford, até chegar aos 69 anos que completou este ano, Jagger teve uma trajetória de vida polêmica.
Em vários momentos, Norman ressalta que o biografado não colaborou com ele. Talvez um dos motivos é o fato de o livro ressaltar o envolvimento de Jagger e sua banda com o satanismo. Marianne Faithfull, esposa do cantor no auge da banda, concedeu longas entrevistas para o jornalista e ela não esconde esses fatos. Contudo, insiste que eles acabaram queimando toda a biblioteca “satânica” do vocalista, embora não dê maiores detalhes sobre isso.
Norman acaba justamente responsabilizando Satanás por todo o mal que acompanhou os amigos de Jagger e as pessoas que o acompanhavam. O biógrafo compara isso com a velha história do cantor de blues Robert Johnson, que teria feito um pacto como o demônio para obter sucesso.
O primeiro empresário dos Stones, Andrew Oldham, ajudou a criar a mítica dos Stones e colocá-los como os antagonistas dos Beatles. Se os meninos de Liverpool eram certinhos, então os Stones seriam diabólicos, segundo Oldham. Jagger sempre seguiu esse conselho à risca. Não por acaso eles são considerados uma das bandas que inventou o rock’n’roll.
Essa seria a justificativa de por que os primeiros álbuns dos Stones trazem referências explícitas ao diabo, seja nas letras das músicas, nas capas dos discos, ou nas performances do seu vocalista nos palcos. Isso talvez explicaria todas as orgias e as festas regadas a álcool e drogas alucinógenos que  acompanhavam a banda na estrada.
Segundo o escritor, após Jagger ler o livro “O Mestre e Margarida”, do russo Mikhail Bulgákov. Impressionado com a história e influenciado por Marianne, compôs a música Sympathy for the Devil [simpatia pelo Diabo], que foi um grande sucesso.
Nesse obscuro livro, Bulgákov defende que o grande triunfo de Satanás foi colocar Pôncio Pilatos no caminho de Jesus, recusando a salvá-lo da cruz. Na composição de Jagger, algumas celebridades históricas aparecem para continuar o que foi feito por Pilatos: Hitler, os assassinos da família real russa e os responsáveis pela morte de vários membros da família Kennedy.
Na época, Jagger tentou adaptar O Mestre e Margarida para o cinema, sendo que ele interpretaria Satã. Desde essa época, Norman garante que Jagger passou a se interessar muito por satanismo e magia negra. De modo especial pela obra de Aleister Crowley, um bruxo inglês que tentou popularizar no começo do século passado a feitiçaria.
De acordo com o livro, a atriz alemã Anita Pallenberg, uma das muitas namoradas de Jagger, era bruxa. Na mesma época que saia com ela, Jagger atuou no filme Lucifer Rising [A Ascensão de Lúcifer], do diretor Kenneth Anger,  que segundo consta tinha o nome de “Lúcifer” tatuado no corpo e afirmava ser a reencarnação de Aleister Crowley.
A partir de então várias pessoas que atuaram ao lado de Jagger morreram ou passaram por episódios misteriosos que mudaram suas vidas.  Jagger amargou uma fama de “maldito”, que acabou influenciando para que nenhum de seus projetos no cinema tenha dado certo.
Com isso, ele concentrou suas forças na carreira musical,  que já chega a cinco décadas. Mick Jagger deve fazer sua última tour com os Rolling Stones em 2013. Ele teve quatro casamentos oficiais e sete filhos, incluindo um com a brasileira Luciana Gimenez.
A biografia de Mick Jagger, será lançada no Brasil dia 25 de novembro. Editada pela Companhia das Letras, tem 624 páginas e o preço sugerido é de R$ 49,50. As informações são do jornal Zero Hora.

“Negro nasce negro não tem como mudar, homossexual sim”, diz Marco Feliciano Tratamento de homossexuais por psicólogos é debatido na Câmara Federal


“Negro nasce negro não tem como mudar, homossexual sim”, diz Marco Feliciano“Negro nasce negro não tem como mudar, homossexual sim”, diz Marco Feliciano
A Comissão de Seguridade Social e Família realizou uma audiência pública ontem, como de costume. Mas o tema da discussão gerou polêmica: debater a resolução do Conselho Federal de Psicologia que proíbe os profissionais da área de oferecerem tratamentos para mudar homossexuais.
Essa norma é discutida desde 1999 e continua causando polêmicas entre religiosos, psicólogos e deputados. Na Câmara dos Deputados tramita o Projeto de Decreto Legislativo 234/11, do deputado João Campos (PSDB-GO) que defende o fim da resolução. A questão é debatida em audiências públicas. Ontem, os deputados Pastor Eurico (PSB-PE) e Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) fizeram declarações que acabaram irritando diferentes segmentos.
Segundo a Agência Câmara de Notícias, o debate gira em torno da suposta ideia que haja uma “cura” para a homossexualidade.
O deputado Pastor Eurico (PSB-PE) questionou a ausência, durante a audiência, de opiniões favoráveis a terapias que pretendem reverter a homossexualidade. “É preciso pensar no direito de quem quer deixar o homossexualismo”, afirmou Eurico, que não aceita ser chamado  de homofóbico por defender esse direito. O parlamentar diz não ser a favor de “tratamento compulsório”, mas acredita que aqueles que buscarem tratamento “de forma voluntária” deveriam ter o direito de recebê-lo.
O deputado Pastor Marco Feliciano, por sua vez, criticou a resolução do CFP. “Índio nasce índio, não tem como mudar; negro nasce negro não tem como mudar; mas quem nasce homossexual pode mudar. Até a palavra homossexual deveria ser abolida do dicionário, já que se nasce homem ou mulher”, afirmou o deputado.
Presente no debate, o representante da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) Francisco Cordeiro afirmou que, desde 1990, a homossexualidade não consta mais na classificação de doenças adotada pela entidade.
“Prometer cura para o que não é doença, no caso para a homossexualidade, é charlatanismo”, questionou o presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABLGBT), Toni Reis.
Representando o Conselho Federal de Psicologia, Ana Paula Uziel ressaltou que “O homossexualismo não pode ser considerado doença por isso não faz sentido se falar em tratamento, muito menos em cura”.  Para ela, os psicólogos não poderiam prometer a cura da homossexualidade. “Fica preservada a liberdade de atuação profissional, mas essa liberdade tem limite”, ressaltou.
Também se manifestou a psicóloga cristã Rozângela Justino. Ela acusa o conselho de perseguição e discriminação. Conta que, desde 2009, foi proibida de atender pessoas que demonstrem desejo de deixar a atração pelo mesmo sexo. Ela conta que atuou na área durante 27 anos. Porém, depois de ser punida pelo conselho, deixou de exercer a profissão.
“Sou discriminada por ser evangélica. Sempre atendi pessoas com desejo de não sentir atração por pessoas do mesmo sexo”, disse.

GOSPEL PRIME

ISRAEL SE PREPARA PARA A GUERRA NA PALESTINA: 'NOSSA RESPOSTA SERÁ DURA'

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, responsabilizará o Hamas em caso de um ataque vindo da Faixa de Gaza. Neste domingo, ...