terça-feira, 25 de setembro de 2012

Novo CD de Diante do Trono lidera ranking do Sonora


Novo CD de Diante do Trono lidera ranking do SonoraCreio será lançado em formato físico na Expocristã, mas a versão digital já é um sucesso

Novo CD de Diante do Trono lidera ranking do Sonora
O 15º CD do grupo Diante do Trono foi lançada há alguns dias em formato digital em alguns canais como o iTunes e o Sonora e será lançado em formado físico esta semana durante a Expocristã que acontece até o próximo domingo (30) em São Paulo.
Em poucos dias de vendas nas lojas de música digital, “Creio”, gravado ao vivo em Manaus, já lidera as listas de ranking do Sonora. As listas de Músicas Mais Tocadas, CDs Mais Tocados e Artistas Mais Tocados mostram o ministério de louvor da Igreja Batista da Lagoinha no topo, passando grandes nomes da música nacional e internacional.
Em uma nota enviada para a imprensa, a assessoria do DT conta que o CD “Creio” está na primeira posição do Sonora graças ao engajamento dos internautas que estão acessando e compartilhando as músicas, gerando assim um grande número de acessos.
Quem quiser conhecer o Sonora basta acessar sonora.terra.com.br, um site especializado em gêneros musicais sendo considerado como um dos mais completos da América Latina. Para ouvir não é preciso se cadastrar, mas quem quiser adquirir as faixas deste CD precisa assinar o canal e assim adquirir legalmente as canções.

GOSPEL PRIME/GRITOS DE ALERTA

Hamas assina compromisso com o Irã para liderar uma guerra contra Israel

Hamas assina compromisso com o Irã para liderar uma guerra contra Israel Irã, Hezbollah, Hamas, Egito e Síria podem unir forças para ofensiva conjunta.

Hamas assina compromisso com o Irã para liderar uma guerra contra Israel
Mahmoud A-Zahar, líder do Hamas, e Marwan Issa, o vice comandante de seu braço militar, passaram a primeira metade de setembro em Beirute e Teerã finalizando a assinatura de protocolos que afirmam o compromisso dos lideres do Hamas na Faixa de Gaza se juntarem a Irã, Síria e o Hezbollah na guerra contra Israel.
Esses documentos foram divulgados por fontes militares que afirmam saber os detalhes de como seriam os procedimentos e prazos que uniriam o Hamas e outros grupos terroristas num conflito contra Israel, caso ocorra um ataque ao Irã por causa de seu programa nuclear.
Foi noticiado por várias agências de notícias a declaração feita por Mohammad Ali Jafari na semana passada, durante uma exposição militar da Guarda Revolucionária Iraniana: “A guerra vai acontecer, mas não está claro quando ou onde será”.
O governo em Teerã pediu a A-Zahar e Issa que dessem suporte a Bashara Al Assad, comprovando que centenas de armas tem sido enviadas pelos iranianos ao regime sírio que vive uma guerra há meses.
A assinatura do Hamas garante um reforço de 22.000 combatentes treinados, incluindo reservistas, para as tropas de elite iraniana das unidades das Brigadas Al Quds, que ficariam preparadas nas fronteiras de Israel com a Síria e o Líbano.
As reuniões dos líderes do Hamas com o governo do Irã envolveram altos funcionários, incluindo o ministro da Defesa, Ahmed Wahidi, o comandante da Guarda Revolucionária, general Ali Jafari, o comandante das Brigadas Al Quds, Brigadeiro Soleimani Qassem, e um grupo seleto de especialistas da inteligência iraniana. Teerã busca alcançar dois objetivos:
1. O Hamas palestino é uma ramificação da Irmandade Muçulmana egípcia, portanto fica ciente de que deve ajudar o Irã em assuntos militares na região do Cairo.
2. Irã, Hezbollah e Síria desejam que o Hamas pare de obstruir as atividades da guerrilha Jihad Islâmica na Faixa de Gaza e esteja pronto para operar em conjunto com os palestinos contra Israel. Desde o início da possível guerra, todos devem seguir as ordens de comando vindas do Irã.
Em contrapartida, o Hamas voltará a receber ajuda econômica iraniana e novos suprimentos de mísseis e equipamentos de guerra avançados para melhorar a precisão de seus ataques contra Israel.
O clima anda tenso na região. Em discurso na assembleia da ONU esta semana, o presidente Mahmoud Ahmadinejad afirmou que Israel não tem raízes no Oriente Médio e deveria ser eliminado.
Por sua vez, o ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, propôs evacuar assentamentos judaicos na Cisjordânia de forma unilateral, se os esforços por um acordo de paz com os palestinos fracassarem. Ele defende que seria ideal manter tropas israelenses em zonas da fronteira com a Jordânia.
Ao mesmo tempo, o ministro de Relações Exteriores israelense, Avigdor Lieberman, afirmou que seu país não aceitará modificações no tratado de paz com o Egito, em meio à crescente insegurança na fronteira entre os dois Estados.
O ataque mais recente aconteceu sexta-feira passada, quando morreram um soldado israelense e outro ficou ferido durante um ataque de milicianos. Três dos agressores morreram nos enfrentamentos com as tropas israelenses.
Traduzido de Prophecynewswatch.com

GOSPEL PRIME/GRITOS DE ALERTA

Justiça proíbe no Brasil exibição de filme anti-Islã

Decisão dá prazo de 10 dias para que YouTube retire vídeo do ar.
Juiz acolheu pedido de entidade islâmica; Google ainda não se pronunciou.


72 comentários
O Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu suspender do YouTube o trailer do filme “A Inocência dos Muçulmanos”, que vem provocando violentos protestos em países árabes por ser considerado ofensivo ao Islã.

A decisão, assinada pelo juiz Gilson Delgado de Miranda, da 25ª Vara Cível, nesta terça-feira (25), dá um prazo de dez dias para que o Google, à qual pertence o YouTube, retire do ar todos os vídeos que contêm cenas do filme, sob pena de multa de R$ 10 mil por dia de descumprimento.

Procurado pelo G1, o Google Brasil ainda não se pronunciou sobre a decisão.
Cena de 'A inocência dos muçulmanos' (Foto: Reprodução/Youtube)Cena de 'A inocência dos muçulmanos' (Foto: Reprodução/Youtube)


O juiz acolheu o pedido da União Nacional das Entidades Islâmicas, que representa outras 16 entidades ligadas à religião no país. As entidades entendem que o filme viola a Constituição por “ofender o direito à liberdade de religião”.

“O caso realmente envolve uma questão complexa e de difícil solução. Em verdade, traz um conflito claro em relação à liberdade de expressão (art. 5, IV, da CF) e à necessidade de proteção de indivíduos ou grupos humanos contra manifestações que possam induzir ou incitar a discriminação de preconceito de religião”, escreveu o juiz.

A decisão cita os protestos contra o filme pelo mundo, que provocaram a morte de um embaixador e dois funcionários da embaixada dos EUA em Benghazi, na Líbia, e um protesto pacífico realizado em São Paulo pela Associação Beneficente Islâmica do Brasil no último dia 21.

O juiz também menciona o fato de o filme ser alvo de processo na justiça norte-americana, movido nesta semana pela atriz Cindy Lee Garcia, que pediu a retirada do vídeo do Youtube, dizendo ter sido enganada pelo produtor Nakoula Basseley Nakoula sobre o verdadeiro conteúdo do longa.

G1/GRITOS DE ALERTA

Chega a 15 o número de cidades atingidas pela chuva de granizo no PR

Relatório da Defesa Civil, diz que mais de sete mil pessoas foram afetadas.
Maripá, no oeste, lidera número de casas danificadas, foram 500.


 A Defesa Civil do Paraná divulgou na tarde desta terça-feira (25) um relatório preliminar sobre os estragos causados pela chuva de granizo que caiu sobre o estado. Segundo o órgão, 7.195 pessoas foram afetadas em 15 cidades do estado. Ao todo, 2.019 residências foram danificadas.
A cidade que mais sofreu foi Maripá, na região oeste. Foram registrados ventos de 120 quilômetros por hora que arrancaram telhados e deixaram folhas e galhos espalhados pelas ruas.
Nas propriedades rurais as pedras de gelo custaram a derreter. No sítio da Dolores, seis mil pintinhos morreram. O temporal passou por outras cidades. Logo depois de atingir Maripá, foi em direção a Graciosa, distrito de Paranavaí, noroeste do Paraná. Casas ficaram descobertas e postes caíram.
Os prejuízos também são visíveis em São Tomé. A estimativa é de que 1.300 pessoas tenham sido afetadas pela chuva, com 500 casas danificadas. As pessoas fizeram fila para receber ajuda da Defesa Civil.

O levantamento da Defesa civil traz ainda estragos em Rebouças, Quitandinha, Antônio Olinto, Lapa, Tijucas do Sul, Piên, Paranavaí, Mato Rico, Mandirituba, Imbituva, Guairaça, Alto Paraíso e Assis Chateaubriand.

G1/GRITOS DE ALERTA

Acidentes de trânsito mataram 90 ciclistas em 2012 no RS

Em Sapiranga, são 40 mil bicicletas para 75 mil habitantes.
Imprudência e má sinalização aumentam as chances de acidentes graves.


Os acidentes de trânsito em 2012 no Rio Grande do Sul já mataram 90 ciclistas, segundo o Departamento de Trânsito do estado (Detran). A média mensal de vítimas supera a registrada no ano passado. Os ciclistas são a parte mais vulnerável nas ruas e avenidas. Em Sapiranga, são 40 mil bicicletas para 75 mil habitantes, pelas contas da prefeitura da cidade da Região Metropolitana de Porto Alegre.
"De manhã, de tarde, de noite a gente só anda de bicicleta", disse a empregada doméstica Dilce Boniarte, moradora de Sapiranga.
Os ciclistas do município se arriscam diariamente ao cruzar a perigosa rodovia que divide a cidade. Essa grande quantidade de bicicletas andando em uma estrada por onde passam milhares de carros diariamente, torna o trecho da RS-239 um dos mais perigosos do estado para quem anda de bicicleta. Três ciclistas morreram em acidentes nos últimos 60 dias no local.
Segundo o Tenente César Fonseca, do Comando Rodoviário da Brigada Militar de Sapiranga, a maioria das mortes ocorre por desrespeito às leis de trânsito.
"O ciclista não atravessa nos lugares adequados e também os veículos que trafegam em alta velocidade não tomam os cuidados necessários", disse o policial.
Imprudência e má sinalização aumentam as chances de graves acidentes, segundo um gestor de segurança no trânsito.
"Quanto menos visão, mais cautela ele precisa ter. Mais atenção. Precisa diminuir a velocidade, alternar farol com alto e baixo", explica o gestor de segurança no trânsito, Evérton Cassere.

G1/GRITOS DE ALERTA

ONG resgata leões de zoológico particular na Sérvia

Animais devem ficar em santuário na África do Sul, segundo organização.
Local onde felinos estavam era pequeno e tinha muita sujeira, diz ONG.


Três leões que eram mantidos em um zoológico particular na cidade de Novi Pazar, na Sérvia, na Europa, foram resgatados por uma ONG de defesa de animais selvagens, a Four Paws Animal Welfare Foundation. Os felinos Ivan, Cornel e Lepa devem passar a viver no santuário Lionsrock, na África do Sul, onde chegariam nesta terça-feira (25), segundo informa o site da organização.
Leões que eram mantidos em cativeiro em zoológico privado na Sérvia (Foto: Mihai Vasile/Four Paws/Reuters)Leões que eram mantidos em cativeiro em zoológico privado na Sérvia (Foto: Mihai Vasile/Four Paws/Reuters)
Os animais eram mantidos em um local pequeno, com jaulas enferrujadas e muita sujeira, de acordo com a Four Paws. Eles haviam sido comprados do Zoológico de Belgrado por um sérvio em 2009, um ano antes que o país aprovasse uma lei que proíbe a posse de animais selvagens por particulares.
Em 2012, as autoridades da Sérvia confiscaram os animais e pediram à ONG que retirassem os bichos do local inapropriado em que estavam. Os membros da Four Paws sedaram os animais e os carregaram para fora do zoológico. "Os leões vão lidar bem com o estresse de uma viagem longa. O fato de que a vida deles vai ser muito melhor faz o resgate valer a pena", afirmou a ONG em uma nota.
Local onde leões eram mantidos era pequeno, com grades enferrujadas e sujeira, diz ONG (Foto: Mihai Vasile/Four Paws/Reuters)Local onde leões eram mantidos era pequeno e com muita sujeira, diz ONG (Foto: Mihai Vasile/Four Paws/Reuters)
Leões foram sedados por membros da ONG para serem retirados de zoológico na Sérvia (Foto: Mihai Vasile/Four Paws/Reuters)Leões foram sedados para serem retirados de zoológico na Sérvia (Foto: Mihai Vasile/Four Paws/Reuters

G1/GRITOS DE ALERTA

PRIMEIRA CARTA DO PASTOR YOUSEF NADARKHANI APÓS A SUA LIBERTAÇÃO

 




Esta é a primeira carta escrita pelo pastor Yousef Nadarkhani após ter sido liberto da prisão iraniana no passado dia 8 de Setembro. Após 3 anos de prisão e milhões de cristãos orando pela sua libertação, o pastor Yousef deseja agora através desta carta expressar a sua gratidão àqueles que o apoiaram durante a sua prisão.
Esta foi uma verdadeira resposta de Deus às orações de milhões de cristãos pelo mundo fora, uma vez que o pastor Yousef tinha sido condenado à morte pelas autoridades iranianas. 

   "Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao Teu Nome dai glória, pela     Tua fidelidade e pela Tua lealdade... Salmo 115:1

   Salaam! (Paz seja convosco!)

De todo o meu coração glorifico e dou graças a Deus. Estou grato por todas as bênçãos que Ele me deu durante toda a minha vida. Estou especialmente grato pela Sua bondade e protecção divina que caracterizaram o tempo da minha detenção.
Quero também expressar a minha gratidão para com aqueles que por todo o mundo trabalharam pela minha causa, ou, devo dizer, a causa que eu defendo. Quero expressar a minha gratidão a todos aqueles que me apoiaram, abertamente ou em completo segredo. Sois todos muito queridos ao meu coração. Que o Senhor vos abençoe e vos dê a Sua perfeita e soberana Graça. 
Fui na verdade colocado na prova, a prova da fé que, segundo as Escrituras, é 'mais preciosa que o ouro perecível'. Mas nunca senti a solidão, sempre estive consciente do facto de que não se tratava de uma batalha solitária, pois senti toda a energia e apoio daqueles que obedeceram à sua consciência e lutaram pela promoção da justiça e dos direitos de todos os seres humanos. Graças a esses esforços, tenho agora a imensa alegria de estar junto da minha maravilhosa esposa e filhos. Estou grato a estas pessoas através das quais Deus tem estado a trabalhar. Tudo isto é muito encorajador. 
Durante este período tive a oportunidade de experimentar de forma maravilhosa a Escritura que diz: 'Na verdade, tal como os sofrimentos de Cristo abundam para nós, o nosso encorajamento abunda através de Cristo.' Ele confortou a minha família e deu-lhes os meios para enfrentarem aquela situação difícil. Na Sua Graça, Ele providenciou às suas necessidades espirituais e materiais, tirando de mim esse pesado fardo.
O Senhor providenciou maravilhosamente através da prova, permitindo-me enfrentar os desafios que estavam diante de mim. Tal como as Escrituras dizem: 'Ele não permitirá que sejamos testados além das nossas forças...'
Apesar do facto de me terem acusado de apostasia segundo uma certa leitura da Shar'ia, estou grato por Ele ter dado aos líderes do país a sabedoria para anularem esse julgamento levando em conta outros factos da mesma Shar'ia. É óbvio que os defensores do direito iraniano e os peritos legais fizeram um esforço importante para fazerem valer a lei e o direito. Quero agradecer àqueles que defenderam o direito até ao fim. 
Estou feliz por viver num tempo em que podemos dar uma olhada crítica e construtiva ao passado. Isto tem permitido a escritura de textos universais almejando a promoção dos direitos humanos. Somos hoje devedores a esses esforços providenciados por pessoas queridas que têm labutado pelo respeito da dignidade humana, e têm passado até nós esses textos universalmente significativos.  
Sou também devedor àqueles que têm fielmente feito passar a Palavra de Deus, essa mesma Palavra que nos torna herdeiros de Deus. 
Antes de terminar, quero expressar uma oração pelo estabelecimento de uma paz duradoira e universal, para que assim a vontade do Pai seja feita na terra assim como no céu. Na verdade, tudo passa, mas a Palavra de Deus, fonte de toda a paz, durará eternamente. 
Que a graça e misericórdia de Deus sejam multiplicadas sobre vós. Amen!

Yousef Nadarkhani

CRENÇA NA PRÓXIMA VINDA DO MESSIAS ISLÂMICO ACELERA PREPARAÇÃO DO IRÃN PARA A GUERRA


As piores guerras são as que têm uma causa religiosa ou messiânica. O Irãn (antiga Pérsia), prepara-se rapidamente para uma guerra contra os "infiéis" - os judeus e os cristãos - motivado pela visão escatológica da vinda do "messias", ou o Mahdi.
VINDA DO MAHDI "MESSIAS" ISLÂMICO
Os líderes religiosos do Irãn - os mullahs - acreditam que estamos a viver nos "últimos dias" e que a forma de apressarem a vinda do seu messias islâmico - conhecido como "12º Íman" - será aniquilando a civilização judaico-cristã, tal como a conhecemos.
O que se avizinha é extremamente preocupante e perigoso, uma vez que os líderes atuais do Irãn obedecem a uma visão fanática xiita da teologia dos "últimos dias", e que os leva a planearem as maiores loucuras e desafiarem a paz e a estabilidade regional e até mundial.
DECLARAÇÕES PÚBLICAS REVELAM IDEOLOGIA MESSIÂNICA
"Pela primeira vez o representante da mais alta patente militar do Irão relacionou o reaparecimento do último messias islâmico com as preparações que o regime está a fazer para a guerra baseadas numa ideologia," - estas são as declarações agora emitidas por Reza Kahlili, o ex-oficial dos corpos de elite dos Guardas Revolucionários Iranianos, actualmente um espião da CIA.
"ossuindo agora o tesouro da Santa Defesa, Valayat (o guardião do Jurista) e os mártires, estamos preparados para uma grande guerra," - afirmou o Ministro da Defesa Ahmad Vahidi, segundo informações prestadas pela 'Mashregh News', órgão oficial dos Guardas Revolucionários.
"Claro que esta confrontação sempre continuou; contudo, visto estarmos na era da Vinda, esta guerra terá muito significado."
Os xiitas acreditam que nos finais dos tempos ocorrerão grandes guerras, e que o Íman Mahdi, o 12º íman dos xiitas irá reaparecer e matar todos os infiéis, erguendo a bandeira do islão em todos os cantos da terra.
Kahlili é agora cidadão americano, tendo no ano passado publicado no seu blog para o mundo inteiro saber que estava renunciando ao islão e explicando que se tinha tornado num seguidor de Jesus Cristo.
PREPARANDO A VINDA DO "MESSIAS" ISLÂMICO - O MAHDI
Este conceituado ex-muçulmano explica detalhadamente no seu mais recente livro que a visão escatológica dos xiitas indica que eles acreditam que estamos a viver nos "últimos dias" e que o Mahdi - o 12º Íman - está voltando a este mundo a qualquer momento para estabelecer um reino islâmico global, ou "califado", para governar o mundo.
Vahidi tornou-se oficial dos serviços secretos dos Guardas Revolucionários após a revolução islâmica de 1979 no Irão e foi posteriormente promovido a comandante chefe das Forças Quds. Ele está na lista dos "mais procurados" da Interpol por causa do  massacre à bomba contra o centro da comunidade judaica, em Buenos Aires, em 1994, que matou 85 pessoas e feriu centenas.
Vahidi desempenhou também um papel importante no bombardeamento da Torre Khobar, na Arábia Saudita, que matou 19 militares norte-americanos.
"O MARTÍRIO É O CAMINHO PARA DEUS"
OS CHEFES DA GANGUE IRANIANA
Falando numa mesquita em memória dos mártires que morreram ao serviço do Irão, Vahidi afirmou que "a República Islâmica irá criar um novo ambiente no palco mundial, e sem qualquer dúvida a vitória aguarda aqueles que continuam no trilho dos mártires...nós podemos derrotar o inimigo na casa dele e a nossa nação está preparada para a jihad.  O martírio tem-nos ensinado a evitar os caminhos errados e voltar ao trilho certo. O martírio é o caminho certo, é o caminho para Deus."
Vahidi disse que os inimigos do Irão já teriam tido uma ação na Síria nos últimos anos se tivessem capacidade para tal. Segundo ele, o Irão é um poder muito mais formidável do que a Síria, acrescentando que Teerãn pode facilmente varrer do mapa o "regime sionista" de Israel.
Enquanto isso, um relatório dos Guardas Revolucionários, citando o chefe das relações públicas dos Guardas - Ramezan Sharif - revelou que o Irão tem ativos militares em vários países.
Segundo Sharif, a presença das Forças Quds na Síria e no Líbano, tem o objetivo de apoiar as nações islâmicas e para situações especiais que existem nesses países.  
Sharif disse que a presença iraniana baseia-se nas leis internacionais e que, "os Guardas Revolucionários estão presentemente em 15 países, entre os quais a Síria e o Líbano, sendo que os militares iranianos estão também presentes em alguns outros países." 
Há provas recentes de que ativos terroristas do regime iraniano têm sido postos em alerta máximo para ataques a interesses israelitas e norte-americanos. Isso estende-se desde o Médio Oriente à África, América Latina e Estados Unidos.
Comandantes dos Guardas têm afirmado abertamente que têm andado a recrutar ativos da América Latina e até de alguns países europeus para evitarem suspeitas das agências de espionagem, e que atacarão a América no caso desta se envolver num ataque militar ao Irão.
"A GUERRA COM ISRAEL IRÁ EVENTUALMENTE ACONTECER"
Segundo afirmações hoje mesmo feitas pelo comamdante geral dos Guardas Revolucionários, Ali Jafari, "uma guerra entre o Irão e Israel irá eventualmente acontecer."
"Israel procura a guerra conosco, mas não é claro quando isso irá acontecer," - disse Jafari, citado pelas agências ISNA e Fars, tendo ainda acrescentado: "Neste momento eles veem a guerra como a única forma de confrontação."
Jafari expressou ainda a confiança de que a República Islâmica "irá destruir o estado judaico... Este tumor canceroso - Israel - tenta lançar uma guerra contra nós, mas nós não sabemos quando isso irá acontecer. Se eles começarem (a agressão), isso levará à sua destruição," - declarou o líder iraniano.
Segundo Jafari, as ameaças de Israel de atacar o Irão "só provam que a sua inimizade contra o islão e a revolução são sérias, e que esta inimizade conduzirá eventualmente ao conflito físico."
"Estamos fazendo todos os esforços para aumentar as nossas capacidades de defesa, para que se houver um ataque... nos possamos defender a nós e a outros países que precisem da nossa ajuda, com altas capacidades defensivas."


"NADA RESTARÁ DE ISRAEL"

PARADA MILITAR DO IRÃO

Na semana passada, Jafari avisou que "nada irá restar" de Israel, caso este ataque as instalações nucleares do Irão. Jafari disse que a resposta do Irão a qualquer ataque incluirá todas as fronteiras de Israel, dando assim a entender que Teerãn não hesitará em usar os seus fantoches regionais, o Hezbollah e o Hamas. E o líder iraniano avisou ainda que, se atacado, "o Irão não estará mais obrigado a respeitar o Tratado de Não-Proliferação Nuclear."
Hoje também, o brigadeiro general Abdul-Rahim Moussavi, comandante deputado do exército iraniano, avisou os inimigos da República Islâmica da "resposta esmagadora" de Teerãn a qualquer ataque no seu solo.
Segundo Moussavi, "no caso de uma agressão, o inimigo enfrentará algo que nunca esperou ver. Afinal de contas, os nossos inimigos também são soldados, e eles sabem que nós não exibimos tudo aquilo de que dispomos." E acrescentou ainda: "Se Israel embarcar numa loucura dessas, isso só irá acelerar a sua aniquilação."
Estes comentários surgem no rasto de uma grande exibição do poder militar iraniano - uma gigantesca parada militar exibindo as suas capacidades terrestres e aéreas realizada ontem em Teerãn para comemorar a "semana da defesa sagrada" e o 32º aniversário da guerra com o Iraque. Como parte desse desfile militar, os Guardas Revolucionários exibiram os seus vários mísseis de superfície e terra-ar.
IRÃO EXIBE AS SUAS CAPACIDADES "DEFENSIVAS"
O Irão introduziu oficialmente o seu novo sistema de defesa aérea, "para confrontar a aviação americana no caso de um ataque dos EUA ao país," - relatou a media iraniana.
O sistema foi exibido como parte de uma enorme parada militar realizada em Teerãn no dia de ontem. Segundo a media iraniana, os "Raad" ou "Thunder" são baseados nos mísseis russos de longo alcance S-200, mas agora também transportam os mísseis "Taer 2" , produzidos domesticamente pelos Guardas Revolucionários. O sistema é supostamente capaz de interceptar ameaças a uma distância de até 50 kms, com uma capacidade de atingir alvos a 22.000 metros. Segundo oficiais iranianos, este sistema "foi criado para confrontar jactos bombardeiros, mísseis cruzeiros, bomas inteligentes, helicópteros e drones."
UM OUTUBRO "QUENTE"?
Tudo leva a crer que Outubro assistirá a um crescendo da tensão entre as 2 forças rivais, uma vez que cerca de 25 países ocidentais e amigos estarão realizando manobras no Golfo Pérsico e o Irão estará realizando exercícios militares com a Força Aérea. Sendo as eleições norte-americanas em inícios de Novembro e tendo as festas judaicas terminado no início de Outubro, as 3 últimas semanas do mês poderão ser a "janela" propícia para alguma intervenção militar de Israel e/ou dos Estados Unidos.
Seja como for, estes são certamente tempos muito perigosos.
Shalom, Israel!

IRÃN AMEAÇA COM "TERCEIRA GUERRA MUNDIAL"

 




"Se os sionistas agirem contra o Irãn, isso será uma oportunidade histórica para a República Islâmica varrê-los do mapa geográfico do mundo," - afirmou ontem o brigadeiro-general dos Guardas Revolucionários do Irãn.
"Se rebentar uma guerra contra o Irãn,  será certamente obra de uma coligação encabeçada pela América," - prosseguiu o comandante iraniano.  
E para acrescentar "lenha à fogueira", o comandante da Força Aeroespacial do Irão, Amir Ali Hajizadeh, avisou ainda que o Irãn poderia lançar um ataque preventivo contra Israel caso se convença que Jerusalém se encaminha para um ataque ao Irão.
Hajizadeh disse que um ataque iraniano iria despoletar a 3ª Guerra Mundial: "Não conseguimos imaginar o regime sionista a começar uma guerra sem o apoio da América. Portanto, no caso de uma guerra, entraremos em guerra com ambos e entraremos certamente em conflito com bases americanas." 
E acrescentou: "Nesse caso, coisas imprevistas e inimagináveis poderiam acontecer e que poderiam levar a uma Terceira Guerra Mundial."
A loucura iraniana continua. E a responsabilidade continua a ser das chamadas "nações livres" do Ocidente, que continuam a manter um impasse em relação a um desmantelamento das instalações nucleares do Irão através de um ataque militar conjunto. Estarão à espera que Israel sofra algum ataque letal da parte dos lunáticos do Irão para então pensarem em fazer alguma coisa?
A simples permissão para que Ahmadinejad possa ter livre acesso ao "palco do mundo" - assembleia geral da ONU - em Nova Iorque nesta próxima quarta-feira já é prova suficiente da debilidade da actual civilização ocidental...
Shalom, Israel!

O QUE SIGNIFICA 5777--"LEI PERFEITA, LEI DA LIBERDADE"

(TG 2:8; 1:25)(ler -2 Co 3:16 a18)."SE CRISTO VOS LIBERTAR SEREIS VERDADEIRAMENTE LIVRES."(JO 8:36)-- Para que...