quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Morre um dos maiores heróis da Índia

O mundo está se ajustando lentamente pela perda de uma grande homem que serviu como fundador, administrador do Michael Job Memorial Save & Educate the Girls & Women, também levantava a bandeira do trabalho conhecido Tortured For Christ que começou quando conheceu o tão famoso Rev. Richard Wurmbrand.
Seu nome é Dr. Michael Job, ele era um reformador e acima de tudo um evangelista que estava preocupado com o bem-estar dos seus compatriotas, especialmente com as mulheres que estão privadas da igualdade de estatuto em pé de igualdade com os homens. Criador do Michael Job Group Institutions, Escritor, tive a honra de ser presenteado com três de seus muitos livros (Why God Why?, já lido por milhões de pessoas). É muitas vezes referido como o Billy Graham da Índia.
Nomeado como “Homem Internacional do Ano” em 2000 – 2001 pela The International Biographical Centre, Cambridge, United Kingdom. Foi o presidente da International Christian Association. Ele tinha percorrido 129 países, muitas vezes em áreas que poderiam ter custado sua vida. Dr. Job era também o diretor-gerente da Sabina Printing Press, fundador da Christian Medical Centre, entre diversos outros trabalhos.
Morreu alguns dias atrás (19-08-2012), estava na Hungria fazendo um discurso brilhante para uma congregação, no final da tarde, ele se retirou para descansar, de repente, teve um ataque de tosse e o cardiologista do bairro foi imediatamente ajudá-lo, apesar dos melhores esforços do médicos e sua equipe, Dr. Michael não conseguiu ser revivido.
Tive que a grande honra de entrevistá-lo em Outubro de 2011
 (http://www.lettersvitae.com/wordpress/?p=1079), um homem de visão aguçada, infelizmente o mundo perde um grande estadista, um pessoa que não conseguiu ver limites para fazer a obra do Senhor, mesmo com morte dos seus dois filhos, não conseguiu ver barreiras para continuar ajudando centenas de pessoas, um grande soldado do exército de Cristo.
Irei parafrasear o grande salmista: “Preciosa é aos olhos do SENHOR a morte dos seus santos.” Salmos 116:15. Deus se alegra pois sabe que este o diabo não vai mais tentar tomar de suas mãos pois já é dele.
Para mais detalhes, entrar no site: http://www.drjobsmission.org/home/ .

(Oscar Correia)
CT
Fonte.Gospel News

UM TANTO COMPLICADO - Autor de música secular “Lê lê lê”, cantor evangélico Anderson Barony impulsiona sucesso da dupla sertaneja João Neto & Frederico

A música “Lê lê lê”, da dupla de sertanejo universitário João Neto & Frederico, tornou-se sucesso em todo o Brasil e virou parte da trilha sonora da novela Cheias de Charme, da TV Globo.
A curiosidade em torno da música é o fato que dois de seus compositores, os cantores Anderson Barony e Adrian são evangélicos e mantém uma carreira no meio gospel, paralelo às suas atividades no meio secular.
Em entrevista ao G1, o cantor afirmou que a composição, que fala sobre um rapaz que tem pouco dinheiro e deseja um romance com uma garota durante a balada, surgiu durante uma reunião com os outros dois compositores, Adrian e Raynner Souza: “Comecei a música com o Adrian e o Raynner chegou querendo algo forte no refrão. Testamos palavras e expressões até que falei ‘leriado’, jargão muito usado no Nordeste [com significado semelhante a ‘conversa mole’], termo bastante usado pelo humorista Mução. Do ‘leriado’ surgiu o ‘lê lê lê’”, revela o cantor.
Anderson Barony já conseguiu alguma projeção no meio gospel com a música “Barrabás”, enquanto que Adrian integra a dupla Zé Marco & Adriano, também voltada para a música gospel, há mais de dez anos.
Barony afirma que há uma certa incompreensão em relação à sua carreira dupla: “Tive dificuldade. É complicado explicar para as pessoas que você canta gospel e sertanejo. No gospel há um preconceito. Nunca me falaram nada diretamente, mas não sei o que dizem nos bastidores”, revela o cantor.
A música chegou às mãos da dupla João Neto & Frederico apenas dois dias antes da gravação do DVD “Ao vivo em Palmas”, e o sucesso da música ajudou a dupla a quitar uma dívida de R$ 1,5 milhão, gastos com a produção do show.
Redação Gospel+

Thiago Godoi no Troféu Promessas 2012


O cantor foi indicado na categoria “Pra Curtir”
O cantor Thiago Godoi (Goiânia-GO) está vivendo um momento de muitas emoções. Após ser comunicado de sua indicação ao Troféu Promessas 2012, toda equipe do cantor, amigos, imprensa de Goiás, uniram-se a ele para esse momento tão importante em sua carreira.
Thiago Godoi já é destaque em Goiás além de ter realizado algumas turnês em outros Estados do Brasil tendo seu trabalho bem recebido. O CD “Brilharei”, primeiro CD do cantor, foi gravado em Goiânia – Goiás no Studio Zero Db com produção de Marcelo Rodriguez. No estilo Acústico/ Pop/ Rock e letras profundas, o Álbum conta com “9” faixas, composições de Thiago Godoi.
Considerado a maior premiação da música evangélica nacional, o Troféu Promessas, que é realizado pela Geo Eventos conta com o apoio da Rede Globo e está em sua segunda edição.
A categoria que Thiago Godoi recebeu indicação foi estreada esse ano. Segundo a organização do evento, o objetivo da categoria é possibilitar àqueles com menos abertura na mídia a oportunidade de mostrarem o seu trabalho. “Estou muito feliz com essa indicação, foi uma surpresa maravilhosa de Deus não só pra mim, mas pra todos do meu Estado de Goiás, Glória a Deus!” declarou Thiago Godoi.
O Troféu Promessas fez questão de criar uma categoria especial para os independentes, chamada “Pra Curtir” – uma alusão à ferramenta “curtir”, intrínseca à Rede Social Facebook que permite aos usuários colocarem um sinal de positivo em status, comentários, vídeos e fotos.
Para votar em Thiago Godoi basta clicar neste link e curtir a postagem.
[https://www.facebook.com/trofeupromessasoficial/posts/255172481270430]
Por LiveCom Assessoria & MKT com informações do Troféu Promessas
Fonte: Jornal Gospel News

TRISTEZA - Pai no ES vive drama de ver filho ser entregue para adoção nos EUA


Ex-esposa do capixaba envolveu-se em um acidente e foi presa.
Menino ficou com amigos e audiência para repatriação será no dia 13.


Pai e filho nos Estados Unidos.
(Foto: Arquivo familiar)
Pai e filho nos Estados Unidos. (Foto: Arquivo familiar) O capixaba Carlos Eduardo Brito, de 32 anos, briga para ter a guarda do filho, de 9 anos, que mora nos Estados Unidos e pode ser dado para adoção. O autônomo morou no país por doze anos, teve o filho, se separou da mulher e voltou ao Brasil. Mas, em julho deste ano, a sua ex-esposa estava alcoolizada, se envolveu em um acidente de trânsito que resultou na morte de uma chilena naturalizada americana. A mãe do seu filho foi presa e perdeu a guarda do menino por tê-lo deixado sozinho em casa. Carlos Eduardo disse que não consegue o visto para buscar o garoto por ter ficado no país além do tempo permitido.
O pai da ex-esposa de Carlos Eduardo está nos Estados Unidos para acompanhar a audiência da filha, que pode acontecer nesta quinta-feira (6). Enquanto isso, o capixaba corre contra o tempo para juntar documentos que comprovem as suas condições para cuidar do próprio filho. “Estou impedido de entrar nos Estados Unidos por que fiquei 12 anos e não 10, como era permitido. Não sei mais o que fazer. Quero dar carinho, amor e educação ao meu filho no estado onde eu nasci”, disse.
O Itamaraty foi procurado pelo G1 e informou que acompanha o caso e descartou a possibilidade da criança ser adotada por uma família norte-americana. Segundo a assessoria do órgão, como o pai viveu ilegalmente nos Estados Unidos, ele não pode tirar visto para ir ao país. Além disso, um advogado público norte-americano acompanha o caso e já fez o requerimento da documentação necessária para comprovar as condições do pai em criar o filho no Brasil. No próximo dia 13, o governo norte-americano decidirá, em audiência, o futuro do menino.
O filho do capixaba, Matheus Braga Britto Pereira, nasceu em Boston e por isso tem dupla cidadania. De acordo com o pai, desde o dia do acidente, a criança esta sob a guarda de um pastor, amigo da família. O menino não sabe o que se passa e acredita que a mãe esteja doente e não presa.

“Ela sempre foi uma mãe muito cuidadosa, não tinha o que reclamar. Sempre cuidou do nosso filho muito bem e sempre mantínhamos contato pela internet, foi assim que acompanhei o crescimento do Matheus. Mas a lei americana é muito severa. Além de ter bebido, ela dirigiu um veículo sem ter carteira e ainda deixou nosso filho sozinho no dia do acidente. Ela perdeu definitivamente a guarda dele. Já nos famos e a vontade dela é de que Matheus venha morar comigo”, disse o pai.

A trajetóriaCarlos Eduardo Brito disse que vive de rendas de alugueis de seis imóveis. Ele se casou de novo e atualmente mora em São Torquato em Vila Velha, na Grande Vitória. O capixaba contou que foi para os Estados Unidos em 1997, casado com a mãe de Matheus. Eles moraram juntos até os três anos do menino e depois se separaram. Carlos disse, que em Boston, montou uma companhia de pintura e a esposa ficava em casa.
Já separado, a mãe do capixaba teve câncer e ele precisou voltar ao país de origem e nunca mais voltou aos EUA. “Matheus tem pai, tem avós e primos, ele tem uma família inteira aqui no Espírito Santo. Os americanos quando ouvem falar em brasileiro acham que moramos em favelas, somos medíocres e não temos condições de criar nossos filhos, isso é um absurdo. Vou lutar pela guarda do meu filho até o fim”, desabafou Carlos Eduardo.

FONTE.G1

NO BRAZIL - Morre idoso que ficou preso dentro de carro por 4 dias em Maracaí, SP


Homem foi encontrado depois que um trabalhador ouviu pedido de socorro.
Ele passou mal quando voltava para casa e caiu com carro em barranco.


Morreu nesta quarta-feira (5), aos 80 anos, o homem que há dois meses sofreu um acidente e foi resgatado quatro dias depois em Maracaí (SP). De acordo com a assessoria do hospital, o organismo de Arlindo Elsner não conseguiu se recuperar após o acidente. Ele era diabético e estava internado desde o resgate em julho deste ano.

Arlindo será velado na Colônia Rio Grandense, em Maracaí, a partir das 15h. O enterro será no mesmo local e o horário ainda não foi definido pela família. O acidente aconteceu no dia 16 de julho. Ele voltava para a casa que fica na zona rural da cidade e passou mal enquanto dirigia. A caminhonete saiu da pista em uma estrada vicinal e caiu em um barranco de três metros de altura. O mato acabou encobrindo o veículo.

O carro tinha rastreador via satélite, mas o equipamento quebrou com o impacto da queda. Arlindo ficou quatro dias preso nas ferragens e chegou a tomar a própria urina para se hidratar. Ele contou que derrubou o celular fora do veículo ao tentar pedir resgate.

Várias buscas foram realizadas em fazendas com ajuda do helicóptero da polícia, mas o idoso só foi encontrado quando um trabalhador ouviu gritos de socorro vindos do meio de um milharal.
Idoso foi retirado com ajuda de uma maca (Foto: Reprodução/TV TEM)Idoso foi retirado com ajuda de uma maca (Foto: Reprodução/TV TEM)
Bombeiros socorreram o idoso até o hospital (Foto: Reprodução/TV TEM)Bombeiros socorreram o idoso até o hospital (Foto: Reprodução/TV TEM)
Resgate mobilizou muitas pessoas (Foto: Reprodução/TV TEM)Resgate mobilizou muitas pessoas (Foto: Reprodução/TV TEM)
Caminhonete ficou escondida dentro do buraco (Foto: Reprodução/TV TEM)Caminhonete ficou escondida dentro do buraco (Foto: Reprodução/TV TEM)  
tópicos:
 
FONTE.G1 

Falta de Respeito? - Garoto com síndrome de Down é impedido de embarcar em voo

Família, que comprou passagem na 1ª classe, reclama de discriminação.
Empresa afirma que garoto estava agitado e podia colocar o voo em risco.


O menino Bede, impedido de embarcar em voo, em
imagem da emissora KTLA (Foto: Reprodução)
O menino Bede, impedido de embarcar em voo, em imagem da emissora KTLA  (Foto: Reprodução) Um casal da Califórnia, nos EUA, disse terem sido impedidos de viajar com o filho, que tem síndrome de Down, na primeira classe de um voo do aeroporto de Newark, em Nova Jersey, de volta para a casa da família, em Porterville.

De acordo com o “Huffington Post”, Joan e Robert Vanderhorst, disseram já ter viajado sem nenhum problema com o filho Bede pelo menos outras 30 vezes. “Minha esposa disse: ‘Bede nunca voou de primeira classe. Ele vai ficar empolgado’”, contou o pai.

O casal então gastou mais US$ 625 (cerca de R$ 1.250) para mudar para a primeira classe de um voo da American Airlines, mas ao tentarem embarcar foram avisados por um funcionário da companhia que não poderiam ir naquele avião porque o piloto dizia que Bede representava “um risco” para o voo.

Joan gravou o episódio com a câmera do celular. No vídeo, é possível ver o garoto brincando com um boné ao lado da fila, enquanto os pais discutem com o funcionário.

“Nunca algo assim havia acontecido com a gente. Por isso é tão chocante. Ele costuma nos trazer sorte, coisas boas acontecem quando Bede está conosco”, disse o pai Robert ao “Daily News”.

Os pais contaram à emissora KTLA que foram informados que o comportamento do garoto poderia atrapalhar o piloto, já que os assentos da primeira classe ficam muito próximos da cabine. “Nosso filho não é diferente de uma criança de 4 ou 5 anos no comportamento”, disse o pai.

Um porta-voz da American Airlines disse que o garoto estava agitado e correndo ao redor da área de embarque, o que fez com que os funcionários decidissem que ele “não estava pronto para o voar”.

Segundo Robert, o menino não correu, fez barulho ou causou qualquer outro distúrbio antes do voo. A família foi retirada do portão de embarque por autoridades do aeroporto e levada para um voo da United Airlines. Eles não receberam o dinheiro do upgrade do voo de volta, segundo a KTLA.

No voo seguinte, afirmam, eles foram colocados no final da aeronave. “Pela segunda vez, nós fomos discriminados, segregados”, reclama Robert, que pretende processar a American Airlines. Segundo o pai, o filho não se perturbou com o incidente, e cumprimentou todos no novo voo.
“Foi humilhante, horrível. Fomos tratados como criminosos”, disse Robert ao “Daily News”.
Fonte.G1

VERGONHA!Candidato do PSOL reexibe vídeo com beijo gay na TV em Joinville





Cena foi criticada por jornal da cidade, que tachou ato de 'asqueroso'.
Apesar de polêmica criada, Leonel Camasão diz que não tirará vídeo do ar.


Beijo gay em campanha de Leonel Camasão,
de Joinville, SC (Foto: Reprodução)
beijo gay campanha camasão joinville (Foto: Reprodução) Um video com um beijo gay utilizado na campanha do candidato Leonel Camasão, do PSOL, está causando polêmica em Joinville, no Norte de Santa Catarina. O "Jornal da Cidade" publicou um editorial tachando o beijo de "nojento" e "asqueroso".
O candidato diz que apenas decidiu reexibir o vídeo, utilizado em outra campanha do partido, em São Paulo, em 2010. E afirma que a imagem não será tirada do ar.
"Da nossa parte não tem problema nenhum manter o vídeo no ar. Porém, estamos sofrendo agressões verbais de diversas pessoas, inclusive jornalistas", diz. O vídeo, postado também na internet pela campanha do candidato, pode ser visto no site de compartilhamentos Youtube.
No "Jornal da Cidade", o editor-chefe João Francisco da Silva compara o beijo ao ato de "alguém defecar em público ou assoar o nariz à mesa". "Para mim isso é tara, psicopatia. No mínimo, falta de decoro", diz, no texto.
Após a publicação no jornal, Leonel Camasão entrou com um pedido à Promotoria de Direitos Humanos e Cidadania do Ministério Público de Santa Catarina para obter um direito de resposta. Segundo o candidato, os comentários são agressivos e vão contra a população LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros) e o partido.
Para o candidato, este tipo de manifestação deixa clara a necessidade do Congresso Nacional aprovar uma lei que criminalize a homofobia. “Não é mais aceitável que, em pleno século 21, tenhamos que assistir e ler este tipo de barbaridade”, diz.
Além das medidas judiciais, o PSOL também criou uma petição on-line em repúdio ao jornal. Segundo Camasão, "a petição on-line teve início há dois dias e já tem mais de 500 assinaturas".
Procurado pelo G1, João Francisco da Silva mantém a crítica. "Isso agride a sociedade. Eu não sou homofóbico. Não tem nada a ver com homofobia, mas sim com valores morais. A população é convidada para assistir ao horário eleitoral, e não acho que o beijo contribua para ajudar a escolher o candidato."
"Sou jornalista há 43 anos e não vou negligenciar os valores em que acredito. Foi repugnante assistir", diz.
O candidato do PSOL aparece com 1% na última pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (5).

 Oque este canditato tem na cabeça?
Fica um grande alerta ao povo de Joinville e Região!

FONTE.G1

Comércio registra queda de inadimplência em Santos


Dados são do Comércio Varejista da Baixada Santista.
Exclusão do SCPC é menor do que no ano passado.

Do G1 Santos
Comente agora
O Sindicato do Comércio Varejista da Baixada Santista apresentou números que demonstram que a inclusão de pessoas ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), em Santos, no litoral de São Paulo, reduziu 31,40%, em comparação ao mesmo período do ano passado.
Segundo os dados, em agosto de 2011, 860 pessoas foram incluídas no SCPC. Já em 2012, o número de inadimplentes foi de 590 novos cadastrados ao órgão de proteção ao crédito.
O levantamento mostrou também, que a exclusão de pessoas do SCPC diminuiu em comparação ao período do ano passado, 7,63%. Em 2012, 436 pessoas conseguiram regularizar a situação frente ao SCPC. Os número de 2011, mostram que 472 inadimplentes haviam regularizado sua situação de crédito.
Os dados mostram ainda que o mês de julho de 2012 teve maior número de inadimplentes em comparação a agosto deste ano. No mesmo período do ano passado a redução de inadimplentes foi de 36,46% em comparação ao mês sete de 2011. O número de exclusão de pessoas com problemas de crédito do SCPC em julho de 2011 foi maior do que no mesmo mês de 2012, ficando 476 em 2011, contra 441 neste ano. As inclusões ao SCPC em julho nos dois últimos anos foi respectivamente 1234 e 784.
O Sindicato do Comércio Varejista da Baixada Santista, acredita que o recuo da inadimplência deve levar o consumidor às compras, principalmente com a chegada do período de festas, quando há maior movimentação nos comércios.

Agosto 2011 Agosto de 2012
Inclusão 860 590 -31,40%
Exclusão 472 436 -7,63%
Julho 2011 Julho 2012
Inclusão 1.234 784 -36,46%
Exclusão 476 441 -7,35%

  FONTE.G1 

Espécie de 'mariposa-poodle' intriga cientistas pelo mundo





Pesquisador brasileiro considerou 'pouco provável' que fotografia seja falsa.
Aspecto é curioso, mas é cedo para dizer que espécie é nova, diz professor.


Uma espécie estranha de "mariposa-poodle" fotografada na Venezuela intriga cientistas pelo mundo. A imagem, feita pelo zoólogo Arthur Anker em 2009, quando ainda era pesquisador da Universidade Federal do Ceará (UFC), rodou o mundo e virou o assunto da semana entre pesquisadores interessados em novos animais.
Espécie de 'mariposa-poodle' fotografada por cientista na Venezuela (Foto: Arthur Anker/Flickr/Reprodução)Espécie de 'mariposa-poodle' fotografada por cientista na Venezuela (Foto: Arthur Anker/Flickr/Reprodução)
Para o professor de zoologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Olaf Hermann Mielke, especialista em mariposas e borboletas, o animal é curioso e intriga "principalmente pelas patas peludas". "Aquilo é fora do comum, é muito estranho. As patas parecem pompom", observa.
É pouco provável que a imagem seja falsa ou montagem, segundo o professor. Ele avaliou a fotografia a pedido do G1. "Esse bicho existe. Provavelmente não tem no Brasil, não deve ser uma espécie abundante", avalia.

Nova espécie
Assim como cientistas estrangeiros, Mielke não soube dizer se a "mariposa-poodle" é uma nova espécie de animal. "Não é tão fácil achar uma espécie nova. É curiosa, mas dizer que é inédita já é muita filosofia", relatou.
O zoólogo britânico Karl Shuker, PhD na Universidade de Birmingham, diz ter feito contato com o ex-pesquisador da Universidade Federal do Ceará via e-mail. Arthur Anker afirmou a ele que mostrou a imagem feita em uma área de mata na Venezuela a outros cientistas, e que "nenhum soube dizer qual é a espécie" da mariposa, relatou Shuker em seu blog.
Mariposa da espécie 'artace cribarius', fotografada nos EUA (Foto: Mississippi Entomological Museum/Divulgação)Mariposa da espécie 'Artace cribaria' (Foto:
Mississippi Entomological Museum/Divulgação)
O cientista britânico pondera que o bicho pode ser aparentado com outra mariposa, a Diaphora mandica. Há mais de 6 mil espécies de mariposas neotropicais, então é possível que uma delas seja a "poodle", pondera Shuker em seu blog.
"Milhares de novos insetos são descobertos todo o ano em florestas na América do Sul, então não seria incomum que a 'mariposa-poodle' venezuelana fosse uma [nova espécie", disse ele em seu blog.
O cientista da UFPR comparou o animal a outra mariposa, a Artace cribaria, encontrada em regiões como Estados Unidos e Honduras. "As larvas [da espécie] são urticantes, provocam queimaduras", ponderou. Arthur Anker havia deixado uma pista na imagem que publicou da "mariposa-poodle", sugerindo que poderia ser aparentada ao gênero Artace.
Pra Mielke, é preciso estudar mais a espécie para saber se ela é novidade. "Tem pouca gente estudando isso no mundo. De cientista de borboletas e mariposas, no Brasil, há 4 ou 5 para estudar milhares de espécies", afirmou. O G1 tentou contato com o pesquisador Arthur Anker, mas não obteve retorno.
FONTE.G1

Exposição que mostra pedofilia e zoofilia provoca bate boca entre deputados

Não foi só nas redes sociais que a mostra “QueerMuseu” gerou debates e bate boca. Na noite desta terça-feira (12) o assunto foi amplam...