domingo, 27 de maio de 2012

JUSTIÇA CORRUPTA DO BRASIL DEIXA QUE MARCHA DAS VADIAS TENTEM INCVADIR IGREJA NO RIO DE JANEIRO E NÃO FAZ NADA.

SE FOSSE NÓS QUE TIVESSEMOS FEITO ALGO CONTRA A MARCHA DAS  VADIAS OU MARCHA DOS  GAYS SERIAMOS APEDREJADOS .
MAS ELES PODEM INVADIR IGREJAS , FALAREM MAL DE PASTORES E PADRES E NADA ACONTECE ?

ELES PODEM FAZER TUDO ?

ONDE ESTA A JUSTIÇA DO BRASIL PARA PUNIR OS CULPADOS PELA TENTAVA DE INVASÃO E FALTA DE RESPEITO PARA COM A IGREJA INVADIDA ?

 
INTEGRANTES DA 'MARCHA DAS VADIAS' TENTARAM INVADIR IGREJA DURANTE MISSA NO RIO


A Marcha das Vadias levou centenas de pessoas às ruas de Copacabana neste sábado. A passeata, que é uma forma de protesto contra a violência sexual, acontece em diversas cidades no Brasil. No Rio de Janeiro, a marcha partiu do Posto 4, em Copacabana (Zona Sul), e seguiu até a 12ª DP (Copacabana). Segundo a Polícia Militar, o protesto reuniu cerca de 500 pessoas. Uma das manifestantes causou tumulto ao tirar a camisa em frente à Igreja Nossa Senhora de Copacabana, onde parte do grupo tentou entrar durante uma missa.

A ‘Marcha das Vadias’ surgiu no dia 3 de abril de 2011, em Toronto no Canadá, e está se espalhando pelo mundo.

Na Marcha do Rio, várias mulheres – que não tem respeito a si própria – desfilaram exibindo seus seios e com cartazes com inscrições bastantes obscenas.

Ao que tudo indica está havendo um movimento, aqui no Brasil, pela anarquia geral e com forte pressão para que ninguém possa reclamar, sob pena de ser incriminado por preconceito ou algo similar.

Algumas ações podem ser bem visíveis, como por exemplo a provocação de ativistas que promoveram ‘beijaço gay’ nas escadarias da Igreja Católica de Florianópolis, na hora da missa, em maio de 2011. E aí de quem se levantasse contra eles. Poderiam ser taxados de tentar cercear a liberdade de expressão.

Par um cristão fazer uma reclamação hoje, mesmo tendo completa razão, pode transformar-se em uma verdadeira dor de cabeça. Foi o que ocorreu recentemente em São Paulo, quando duas evangélicas foram reclamar do barulho advindo de uma casa de swing, próxima à residência delas, e um promotor público, ACREDITEM, resolveu processar as duas, acusando-as de “patrulhamento moral”.

O ataque à religião e às famílias vem de todos os lados e a sociedade brasileira ainda não se atentou para isto.

Se as famílias e a sociedade brasileira de uma forma geral não buscarem o socorro de Deus, não vai demorar muito e o Brasil descerá ao mesmo nível moral e espiritual em que estão os países que outrora eram nações voltadas para Deus, mas que hoje estão no patamar da imoralidade.


VEJA O VÍDEO E COBRE PROVIDÊNCIAS .
http://terratv.terra.com.br/Noticias/Brasil/4194-417349/Grupo-nu-tenta-invadir-igreja-e-causa-confusao-no-Rio.htm


VIA GRITOS DE ALERTA .
do Holofote

COISAS QUE ENVERGONHAM O EVANGELHO - Ex-distrital da 'oração da propina' se entrega à polícia em Brasília


Joias e bolsas apreendidas na casa do ex-distrital Júnior Brunelli, que é considerado foragido pela polícia do DF (Foto: Raquel Morais / G1)
Joias e bolsas apreendidas na casa do ex- deputado distrital Júnior Brunelli, que é considerado foragido pela polícia do DF (Foto: Raquel Morais / G1)

Ele estava foragido desde sexta, suspeito de ter desviado verbas públicas.
Polícia prendeu 3 pessoas que também estariam envolvidas em esquema.


O ex-deputado distrital Júnior Brunelli (ex-PSC) se apresentou na tarde deste domingo (27) a 5ª Delegacia de Polícia de Brasília.
Ele era considerado foragido desde sexta (25), quando a polícia deflagrou uma operação que resultou na prisão de três pessoas. O grupo, segundo a polícia, é suspeito de desvio de verba pública no Distrito Federal.
Brunelli foi o protagonista do episódio que ficou conhecido como “oração da propina”. O vídeo da oração foi divulgado como parte do suposto escândalo de corrupção conhecido como “mensalão do DEM", que resultou na operação Caixa de Pandora da Polícia Federal e chegou a prender o ex-governador do DF José Roberto Arruda.
O titular da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado, Henry Lopes, afirmou que o suposto esquema comandado pelo ex-deputado pode ter desviado R$ 2,6 milhões do governo do Distrito Federal.
Os recursos teriam sido obtidos por meio de seis emendas propostas por ele na Câmara Legislativa em 2009. O dinheiro era destinado a projetos da Associação Monte das Oliveiras voltados para idosos, que não teriam sido executados.
Segundo Lopes, já foi confirmado o desvio de R$ 1,7 milhão, referente a quatro emendas, ocorrido por meio de empresas de fachadas e notas fiscais adulteradas.
Os três presos na sexta são o assessor e um contador de Brunelli e um empresário. O último, segundo o delegado, confessou participação no esquema.
"Ele confirmou que recebeu cheques do Brunelli sob promessa de fechar contratos com o governo. Só que essa promessa nunca se concretizou e ele diz que se sentiu enganado", explicou o delegado.

A operação Hofini, recebeu esse nome em alusão ao sacerdote Hofini, que roubava dízimos e ofertas dos fiéis.
Lopes afirmou que os policiais foram ao apartamento do ex-distrital, localizado no Guará, no começo da manhã de sexta. No local, arrombaram a porta e saíram com computadores, documentos e bens pessoais. Também houve apreensão de papéis em outros seis locais.
Segundo o delegado, os itens podem ser utilizados em um eventual leilão para recuperar os danos aos cofres públicos. Ele afirmou que o quarteto vai responder por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, uso de documento falso e peculato.

Ameaças
De acordo com o delegado, cerca de 20 servidores públicos e pessoas ligadas a Brunelli já prestaram depoimento durante as investigações, iniciadas em 2010 a pedido do Ministério Público.
"Ele pressionava os funcionários da Secretaria de Desenvolvimento Econômico para que os recursos fossem liberados logo. Ligava no telefone pessoal deles", disse. "O motorista diz que foi obrigado a assinar recibos dizendo que participou dos programas ou seria demitido."
 
 
VIA GRITOS DE ALERTA.

ABERRAÇÃO TEOLÓGICA - Pastor ‘celebridade’ do RJ casa famosos e diz que casamento não é eterno


Pastor já fez casamento com baianas ‘abençoando’ os noivos ao som de atabaques
O Reverendo da Igreja Presbiteriana do bairro do Rio Comprido, na capital do Rio de Janeiro, Luiz Longuini (foto), 54 anos, é o queridinho das celebridades na hora do sim. Com mistura de poesia e filosofia, samba, rock e música caipira, já abençoou a união de 1.200 casais anônimos e famosos, como Arlindo Cruz e Babi, no dia 13. E a agenda, guardada sob sigilo, está cheia até o fim do ano.
Casado pela quarta vez e pai de dois filhos, o professor de Teologia e Filosofia com doutorado na Alemanha é habilitado a realizar casamentos com efeito civil.
Dentre os famosos que o pastor casou, está a atriz Lavínia Vlasak e Celso Colombo Neto; a atriz Juliana Paes e Carlos Eduardo Baptista (empresário), a atriz Déborah Secco e o jogador de futebol Roger, o meia tricolor Thiago Neves e Marcella, Fabio Porchat e Patrícia Vasquez, Arlindo Cruz e Babi.
Com informações e foto do Jornal O Dia.
COMENTÁRIO:
A entrevista não é tão longa, mas possui alguns pontos que chamam bastante a atenção.
O conto de autoria de um ateu ao invés da Bíblia no casamento da atriz Juliana Paes
Ao falar sobre a celebração do casamento da atriz Juliana Paes, o pastor disse usou um conto do ateu português José Saramago sobre uma aldeia de sua infância em que toda a vida era permeada pelo badalar de sinos. Ouvir o sino interior é a grande lição da vida. Pelo que consta na entrevista, o pastor preferiu usar a história fictícia escrita pelo ateu às belas passagens bíblicas.
Um Jesus amante de MPB
Outro ponto bastante estranho é que o pastor disse que em seu discurso na hora do casamento gosta de dizer que Jesus ouvia Tom Jobim. Disse que no casamento do cantor Arlindo Cruz, falou que Jesus gostava de ouvir Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz, Beth Carvalho. Imagine a blasfêmia! As letras abaixo alegrariam o coração de Jesus?
- ‘Garota de Ipanema’ (Tom Jobim)
“Moça do corpo dourado,
Do sol de Ipanema,
O seu balançado é mais que um poema,
É a coisa mais linda que eu já vi passar”.
- ‘Ogum’ (Zeca Pagodinho)
“Eu sou descendente Zulu,
Sou um soldado de Ogum,
Um devoto dessa imensa legião de Jorge,
Eu sincretizado na fé,
Sou carregado de axé,
E protegido por um cavaleiro nobre”.
- ‘Salve São Sebastião’ (Beth Carvalho)
“Salve são sebastião do meu.
Rio de janeiro.
Tenho tanta devoção ao meu.
Santo padroeiro”.
- ‘Oferendas Pra Gente Se Amar’ (Arlindo Cruz)
“Iara da água doce, de lá Janaina viu.
as lindas flores do mar que eu trouxe.
pra Iemanjá do Brasil.”
A celebração de um casamento ao som de atabaques com noivos ‘abençoados’ por baianas
O reverendo disse que realizou uma cerimônia em Salvador, na Praia de Itapuã e durante o evento as baianas ‘abençoaram’ os padrinhos e os noivos enquanto quatro atabaques soavam o tempo todo. O reverendo disse que aquilo tudo era muito poético e lindo. Nesse ecumenismo certamente Jesus não estava. Se algum ‘jesus’ estava por lá, era o que gosta de MPB.
Casamento com prazo de validade
Ao ser questionado pelo repórter qual era o teor da mensagem que ele passa aos noivos, uma vez que ele já casou quatro vezes, o pastor fez questão de dizer que o casamento NÃO é eterno. Para ele, eterno é o amor. Na visão dele, existe sempre a possibilidade de reconstruir uma nova vida em amor e fidelidade. Ele afirmou que esse ‘casa’ e ‘descasa’ – quantas vezes forem necessárias - não é a banalização do casamento. É o que então?
Quando pensa-se que já se viu tudo no meio cristão, sempre aparece uma novidade.
 
 
VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. HOLOFOTE.NET

Exposição que mostra pedofilia e zoofilia provoca bate boca entre deputados

Não foi só nas redes sociais que a mostra “QueerMuseu” gerou debates e bate boca. Na noite desta terça-feira (12) o assunto foi amplam...