quinta-feira, 10 de maio de 2012

Quando e onde será construído o novo templo em Jerusalém?

 

O primeiro templo de Israel foi construído pelo seu rei Salomão no cume do monte Moriá (2 Crônicas 3:1), tradicionalmente conhecido como o monte onde Abraão havia oferecido e quase sacrificado seu filho Isaque como oferta ao Senhor (Gênesis 22:2).
Foi solenemente inaugurado por Salomão em aproximadamente 950 AC (1 Reis 7 e 8), mas destruído completamente até os alicerces em 586 AC por Nebuzaradã, chefe da guarda e servidor do rei Nabucodonozor da Babilônia (2 Reis 25:8-17, 2 Crônicas 36:15-19).
O segundo templo foi construído por Zerubabel, descendente de Davi e neto piedoso do ímpio rei Jeconias (ou Joaquim) de Judá.
 As obras foram iniciadas em 525 AC por ordem de Ciro, rei da Pérsia (Esdras 1:2-4), sobre o local onde fora construído o templo de Salomão (Esdras 2:68), ficando o edifício pronto em 516 AC, quando foi consagrado ao Senhor (Esdras 6:15).
 No decorrer do tempo ele foi dilapidado pela ação dos inimigos e parcialmente arruinado por falta de manutenção.
Quase exatamente cinco séculos depois, o rei fantoche Herodes, um edumeu nomeado pelos romanos, ofereceu-se para restaurar o templo a fim de agradar o povo.
 Sendo aceita a sua oferta, ele iniciou as obras de restauração em 18 AC desenvolvendo um projeto altamente pretensioso e dispendioso, em uma escala muito maior do que o templo original.
 O edifício principal foi terminado em dez anos, mas Herodes e seus sucessores ampliaram muito a área circundante com aterros, muros de pedra e edificações, e a restauração só foi considerada como concluída 83 anos mais tarde, no ano 65 DC
. Este foi o templo existente quando o Senhor Jesus esteve na terra, muito admirado pelos discípulos (Marcos 13:1, Lucas 21:5).
Passados apenas cinco anos depois de terminado, o templo e as outras construções no monte foram totalmente destruídos pelos romanos, junto com a cidade de Jerusalém
. Os muros foram em grande parte danificados no tempo das cruzadas. Restou uma parte conhecida como o “muro das lamentações”, onde os judeus costumam fazer as suas preces já há muito tempo, sendo hoje também uma atração turística.
Os judeus se espalharam pelo mundo afora, tendo perdido não só a sua capital, mas todo o seu território.
 Algumas famílias e pequenos grupos começaram a voltar em fins do século 19, formando pequenas colônias agrícolas, os “kibutzes”.
Em 1948 Israel foi reconhecido como país pelas Nações Unidas, ocupando uma fração do que era o reino de Israel no tempo do rei Davi.
Após muita hostilidade por parte das nações vizinhas, tendo elas sido vencidas numa guerra de seis dias por Israel, o país tem tido alguma estabilidade até agora.
Alguns judeus têm se convertido a Cristo, e se reúnem livremente como igrejas pelo país, mas a maioria do povo está longe de Deus, sendo ateus ou praticando o judaísmo em sinagogas de diferentes seitas.
 No entanto está havendo um crescente movimento iniciado por alguns rabinos, para reunir todos dentro da observância da lei de Moisés, adaptada às circunstâncias modernas.
Um sinédrio foi formado em outubro de 2006 em Tiberias, onde o antigo sinédrio se reuniu pela última vez 1.600 anos atrás.
Ele se reúne uma vez por mês em Jerusalém, e formou uma comissão de sete rabinos, sendo um deles, Meir Kahane, o rabino do grupo Novo Israel da Cidade Velha de Jerusalém. Kahane dirige um estudo detalhado dos rituais e cerimônias do templo, e um catálogo de todos os sacerdotes em Israel (é notável que, de todas as tribos de Israel, a de Levi, que é a dos sacerdotes, é a única que se mantém perfeitamente identificável pelos sobrenomes Levi, Levy, Levine, Leventhal, Levinson, Cohen e outros semelhantes).
Foi noticiado que, em uma das suas últimas reuniões, este sinédrio decidiu levantar ofertas para um fundo de construção do terceiro templo. “Temos um desejo profundo de adorar a Deus no Santo Templo outra vez” disse o rabino Yoseph Elboim, co-iniciador de uma recente reunião de cúpula extraordinária em Jerusalém visando o templo.
 “Oramos três vezes ao dia para que Deus nos deixe adorar no santo Monte do Templo novamente, como nos tempos bíblicos.
 Queremos acender o candelabro no templo duas vezes ao dia e queimar incenso a Deus. Estes são mandamentos divinos, e precisamos nos preparar para cumpri-los.”
Houve um jantar festivo em Jerusalém com cerca de mil pessoas, entre elas rabinos, professores e cristãos, todos residentes em Israel e tendo como objetivo a construção do terceiro templo.
Com duas mesquitas situadas sobre o Monte do Templo, considerado o terceiro lugar mais sagrado dos islâmicos, a reconstrução do templo parece estar longe da realidade política de hoje.
 Mas Elboim disse: “Quando vejo Deus reunindo Seu povo novamente depois de dois mil anos na diáspora e guiando-os para casa, a reconstrução do terceiro templo me parece muito mais próxima”. Não se sabe o exato lugar onde foram construídos os dois primeiros templos no Monte do Templo, havendo opiniões divergentes a respeito.
 Seria necessário fazer escavações para verificar com certeza, e elas são atualmente proibidas.
Embora as Escrituras Sagradas se mantenham silenciosas sobre os detalhes do terceiro templo, sabemos que estará em uso, com o sacrifício e a oferta de manjares, antes do meio do período de sete anos da tribulação, pois nessa ocasião o governante que virá, que conhecemos como o Anticristo, fará cessar o sacrifício e a oferta (Daniel 9:27).
Outras passagens bíblicas, também concernentes ao meio do período da tribulação, indicam que o terceiro templo estará em funcionamento nessa oportunidade: Mateus 24:15, 2 Tessalonicenses 2:3-4, Apocalipse 11:1-2.
A sua construção terá lugar, portanto, algum tempo antes do meio da tribulação, e provavelmente já terá sido planejada em todos os seus detalhes antes do início da tribulação.
 Notemos que esse terceiro templo não é o templo do milênio que se seguirá ao fim da tribulação: o templo do milênio será construído por Cristo, e será a sede do governo mundial (Isaías 2:2-4, Ezequiel 43:7, 48:35, Daniel 2:44-45, 7:13-27, Zacarias 6:12-13,14:8-9, Apocalipse 11:15).
Todo o território em que Jerusalém se encontra atualmente será elevado para formar uma grande montanha, que virá a ser a mais alta no mundo.
O terceiro templo agora desejado pelos judeus não será aceito por Deus como sendo Seu: “Assim diz o SENHOR:

O céu é o meu trono, e a terra, o escabelo dos meus pés. Que casa me edificaríeis vós? E que lugar seria o do meu descanso? Porque a minha mão fez todas estas coisas, e todas estas coisas foram feitas, diz o SENHOR; mas eis para quem olharei: para o pobre e abatido de espírito e que treme diante da minha palavra.” (Isaías 66:1,2).

O Senhor está através deste texto rejeitando a construção de um novo templo por mãos de homens. Não se trata dos dois primeiros templos, pois ambos foram aprovados por Ele.
Não se trata do templo do milênio, pois esse será construído pelo seu próprio Filho. Só pode ser o terceiro templo.
No dia em que o Senhor Jesus foi crucificado, o véu do segundo templo foi rasgado de alto a baixo, figura clara de que o único Cordeiro verdadeiro que tira o pecado do mundo havia sido sacrificado, eliminando a validade dos sacrifícios e ofertas feitos no templo em antecipação à Sua vinda.
A destruição do segundo templo pelos romanos, profetizada pelo Senhor Jesus, acabou com todos os seus vestígios (Marcos 13:2).
O templo sendo construído por Deus na atualidade é a igreja de Cristo (1 Coríntios 3:16), onde a adoração se faz em espírito e em verdade ( João 4:21-24) pelo pobre e abatido de espírito e que treme diante da Palavra de Deus, conforme essa profecia de Isaías.
É encorajador saber que é previsto para breve a construção do terceiro templo: é outro sinal que a vinda do Senhor para arrebatar a Sua igreja já está bem próxima!

VIA GRITOS DE ALERTA

MP encontra trabalho escravo em obra do Minha Casa, Minha Vida em Fernandópolis (SP)

Agentes do Ministério do Trabalho encontraram em um canteiro de obras do projeto federal Minha Casa, Minha Vida em Fernandópolis (555 km de São Paulo) cerca de 90 funcionários em condições análogas a de escravidão. A obra é de responsabilidade da construtora Geccom e os trabalhadores seriam contratados por empresas terceirizadas.
O caso, descoberto no último dia 4 após a denúncia de um dos empregados, está sendo acompanhado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) de São José do Rio Preto, que é subordinado ao MPT de Campinas.
Segundo informações do órgão em Campinas, os funcionários –provenientes de Estados como Maranhão e Piauí– estavam em condições precárias nos alojamentos: a condição sanitária foi considerada ruim, havia problema de superlotação e falta de mobília, fazendo alguns funcionários dormirem no chão.
Também havia irregularidades em questões trabalhistas, já que alguns empregados relataram receber “vales” no lugar de salário, o que é proibido. A jornada de trabalho também estaria acima do permitido –alguns afirmaram trabalhar até 15 horas por dia.
Foi constatado ainda que os equipamentos de segurança estavam desgastados e apresentavam risco à integridade dos funcionários.
A obra foi interditada na semana passada e a empresa aceitou assinar um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) de urgência para sanar as irregularidades e enviar os trabalhadores de volta aos Estados de origem.
A reportagem tentou contato com a Geccom pelo telefone, mas ninguém atendeu os telefonemas.
Segundo o MPT, um novo TAC deve ser assinado com a construtora para estabelecer regras e evitar problemas semelhantes –caso os termos não sejam cumpridos, a empresa pode ser multada.

Vigilância Sanitária do RS encontra bactérias nocivas em recheios de esfihas do Habib's e suspende venda de lote


Bactérias encontradas em análise podem causar febre e diarreia; para rede, trata-se de caso isoladoBactérias encontradas em análise podem causar febre e diarreia; para rede, trata-se de caso isolado
A Vigilância Sanitária de Porto Alegre notificou, na tarde dessa quarta-feira (9), a rede de comida árabe Habib's e suspendeu a venda de um lote de recheios de esfihas em quatro lojas da capital gaúcha. O motivo foi a presença, confirmada em teste de laboratório, de bactérias nocivas no produto. A rede diz tratar-se de “caso isolado” e poderá rever a situação depois de comprovar que o alimento está novamente apto para o consumo.
A investigação do órgão de saúde foi iniciada após denúncias de três clientes que passaram mal depois de ingerirem as esfihas no dia 16 de abril, na filial em um shopping no bairro Floresta. Conforme o protocolo da OMS (Organização Mundial de Saúde), quando duas pessoas ou mais passam mal após consumirem o mesmo produto, no mesmo local e em um período semelhante, o caso já é considerado surto.

Bactérias em esfihas podem ser resultado de má higienização

Encaminhadas para análise no Lacen (Laboratório Central do Estado), as amostras apresentaram três tipos de bactérias nocivas ao organismo: Listeria monocytogenes, Escherichia coli e Bacillus cereus, todas nos recheios. “As três estão sempre envolvidas em casos de intoxicação alimentar”, explica o médico veterinário chefe da equipe de alimentos da Vigilância em Saúde de Porto Alegre, Paulo Casa Nova. Segundo ele, deficiências no processo de higiene e conservação dos produtos são as causas do surgimento dessas bactérias.
Normalmente os sintomas de quem as ingere são febre e diarreia. Entretanto, a Listeria monocytogenes também pode causar aborto. “Dependendo da quantidade, ela tem poder abortivo. Por isso, temos que ter um cuidado bem grande”, salienta Casa Nova.
Os produtos contaminados são fabricados em uma central de produção em Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre. As lojas de Porto Alegre estão impedidas de receber os recheios feitos nesta cozinha até que a rede comprove que solucionou os problemas.
Enquanto isso, os restaurantes no RS serão abastecidos por produtos fabricados na central do Habib’s em Curitiba (PR).
Em princípio, apenas um lote dos recheios de esfihas nos sabores queijo, espinafre e carne apresentaram contaminação. Porém, por medida cautelar, a vigilância suspendeu todos os estoques.
Em nota, a rede Habib's informou que, após tomar conhecimento das denúncias, iniciou a verificação das ocorrências. “Trata-se de um caso isolado, ocorrido em uma unidade da rede na capital gaúcha, cujas análises e contraprovas estão em andamento”, explica.
“A direção esclarece que todos os cuidados com relação à produção e ao manuseio dos produtos são acompanhados por uma equipe, que envolve profissionais técnicos e ligados ao segmento da saúde”, complementa o informe.
Protocolarmente, após verificar o surto, a Vigilância Sanitária abre um processo administrativo para investigar a origem do problema, e dá orientação para que o estabelecimento corrija o erro. O órgão continua monitorando os pontos de comércio e distribuição. Caso constate a ineficácia na solução, procede com uma advertência, que pode se transformar em multa e até interdição do local.
Além de Porto Alegre, a rede Habib's conta com lojas em Caxias do Sul (na serra), Pelotas (no sul do Estado), Novo Hamburgo e São Leopoldo (Vale do Sinos). As vigilâncias sanitárias destes municípios foram acionadas para ficarem atentas, caso as filiais apresentem o mesmo problema.


FONTE ; http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/05/10/vigilancia-sanitaria-do-rs-encontra-bacterias-nocivas-em-recheios-de-esfiha-do-habibs-e-suspende-venda-de-lote.htm

APOIAR IGREJAS NÃO PODE , MAS APOIAR GAYS PODE ? Calendário com transformistas em cenas clássicas gera polêmica no CE

Um calendário impresso com o selo de apoio da prefeitura de Fortaleza onde travestis atuam na simulação de cenas retratadas em obras de arte famosas, incluindo algumas das peças mais celebres da arte sacra (a Santa Ceia de Leonado Da Vinci; a Pietá e a Criação de Adão de Michelangelo), está causando grande polêmica no estado do Ceará.
Pietá infame: 'Maria' é substituida por um travesti e 'Jesus' crucificado é personificado por uma figura andrógina. A mais famosa escultura de Michelangelo, retratando a tristeza de Maria diante de seu filho (e nosso Salvador) morto é usada como simbolo do 'martírio' dos gays contra a opressão dos religiosos.



Trata-se do Calendário Translendário que foi denunciado nessa terça-feira (8) no plenário da Assembleia Legislativa pelo deputado estadual Fernando Hugo (PSDB) por apresentar fotos de homossexuais e travestis fazendo referência a obras sacras.

"Numa obra de Michelangelo, a Pietà, por exemplo aparece um travesti posando sentado, desconfigurando a pintura do artista", destacou o deputado.

O deputado ressaltou que, na publicação, há ainda uma simulação da Santa Ceia, de Leonardo da Vinci, com homossexuais sentados à mesa. No Translendário, a “última ceia” vira o “último truque”.
Nesta 'Santa Ceia' Jesus e os apóstolos são travestis. O pão e o vinho da eucaristia foram substituidos por artefatos de transfiguração - perucas, maquiagem, roupas intimas. O ato de travestir-se em mulher seria a transubstanciação verdadeira para os gays.

O deputado disse que encaminhará o material ao Ministério Público Estadual (MPE) para que o órgão “investigue o montante gasto pela Prefeitura nessa publicação”. Fernando Hugo salientou que também encaminhará a publicação para setores da Igreja Católica, “já que o calendário afronta obras consideradas cristãs”.

O parlamentar fez questão de frisar que não é contra gays, lésbicas, homossexuais ou travestis. “Sou contra a Prefeitura gastar dinheiro com este material, que é improdutivo, irresponsável e insano”, salientou.

Deputado estadual Fernando Hugo (PSDB)
Na quarta-feira (9), a prefeitura de Fortaleza enviou nota imprensa, por meio da Secretaria de Direitos Humanos, informando que a publicação do translendário 2012 (calendário de homossexuais e travestis em cenas religiosas) não é de sua responsabilidade. O material, segundo disse a nota, não recebeu nenhum tipo de apoio financeiro do município. A prefeitura afirma ainda que a marca da gestão foi utilizada “indevidamente” pela organização do calendário.

A prefeita de Fortaleza é a petista Luizianne de Oliveira Lins e já se envolveu em outras polêmicas do gênero, o que justifica a desconfiança da base parlamentar quanto a total dissociação da prefeitura com este “projeto cultural” de ativistas gays visando atacar símbolos da fé cristã.

O deputado Fernando Hugo lembrou em seu discurso que já havia denunciado a revista Farol, editada pela Prefeitura, que trazia fotos eróticas e deveria ser distribuída nas escolas do município. “Após a denúncia, a revista saiu de circulação”, comentou. Lembrou ainda que a Prefeitura lançou uma cartilha com “as descobertas de Alice e Ana Cláudia”, também para ser distribuída nas escolas. “Ela induzia, tonificava e estimulava a liberdade sexual”. Em aparte, o deputado João Jaime (PSDB) disse temer que o calendário “fosse distribuído nas escolas”. Para ele, a publicação é uma ofensa direta à Igreja Católica. “Essas manifestações poderiam ser feitas sem o uso de símbolos cristãos”.

A Criação de Adão é um afresco da Capela Sistina no Vaticano pintado por Michelangelo. Neste negócio 'prafresco', o artista apoiado pela prefeita Luziane de Oliveira quer insinuar que Deus, além de Adão, tambem criou um travesti.
A deputada Dra. Silvana (PMDB) cobrou da Prefeitura de Fortaleza, providências quanto a publicação seja por que não foi autorizada, seja porque “fere os valores da família”. A parlamentar afirmou que o calendário “inverteu a ética” já que mistura obras de arte e temas religiosos com obscenidades. “Repudio esse Translendário que fere todos os valores éticos e morais da sociedade”, criticou. Em aparte, o deputado Ronaldo Martins (PRB) parabenizou o pronunciamento da parlamentar. “Silvana e Fernando Hugo (PSDB) estão de parabéns por terem chamado atenção dos cidadãos para esse fato desrespeitoso. Também me posiciono contra a essas ilustrações que desrespeitam o nome de Jesus e dos apóstolos cristãos e apoio a retirada de circulação do calendário”, salientou.

Prefeita Luziane (PT) já se envolveu em polêmicas do gênero.
Apoio, pero no mucho, quem sabe, talvez só um pouquinho

Segundo, o líder do Governo na Assembleia, deputado Antonio Carlos (PT), defendeu que o projeto não foi financiado pela prefeita. “O artista teve apoio da Prefeitura em outra atividade que ele desenvolveu e nesse calendário colocou a marca da gestão”, disse.

No entendimento deste editor, se de fato a prefeitura não apoia o referido calendário e ainda acusa o uso indevido do selo municipal impresso no mesmo, esta já deveria ter ordenado a instalação de um inquérito para apurar o caso e tomado medidas urgentes para o recolhimento do material, não por censura, mas por uso indevido e não autorizado do selo municipal de Fortaleza impresso em material não-oficial e não autorizado.

Contudo, a prefeita da capital cearense, até a presente data, não se manifestou neste sentido e a justifiva do lider petista na Assembléia Legislativa foi tão estapafúrdia que só reforça a desconfiança de que a prefeitura tenha dado algum tipo de suporte a este projeto infame que, sem acrescentar absolutamente nada culturalmente, faria uso do dinheiro público para atacar a fé das pessoas.


Com informações da Jangadeiro Online, Agência Estado e NE 10.




Cristãos reagem à declaração de Obama de apoio ao casamento homossexual

obamaAs declarações de Obama de apoio ao casamento homossexual, provocaram reações diversas na comunidade religiosa dos Estados Unidos. Tanto houve opiniões a favor como contra à sua decisão.

  • (Foto: Reuters)
    Presidente dos Estados Unidos Barack Obama.
Para o presidente da Family Research Council, Tony Perkins, a declaração do presidente não foi uma surpresa e isso agora faz mais sentido com suas ações.
“O anúncio do presidente hoje de que ele apoia a legalização do casamento homossexual finalmente traz para suas palavras, sincronia com suas ações”, disse Perkins na quarta-feira, explicando sobre uma conduta ambígua que Obama vinha tomando.
Maggie Gallagher, co-fundadora da Organização Nacional para o Casamento (NOM) é contra o casamento homossexual e afirma que agora será o momento de mostrar que é uma má ideia para um candidato nacional apoiar o casamento de mesmo sexo.
Apesar disso, politicamente, ela diz que Obama fez a coisa certa. “Por um lado isso é bom, porque mentir para o povo americano é sempre errado.”
As declarações de Obama tornaram agora claras as diferenças entre ele e Romney, que assinou um compromisso de apoiar uma emenda de proteção ao casamento na constituição dos Estados Unidos.
Obama fez o anúncio depois de sofrer “pressão” com o vice-presidente, Joe Biden, tendo dito ser “confortável” com o casamento de mesmo sexo e o secretário de Educação, Arne Duncan, que apoiou explicitamente essas uniões.
Nem todos do meio religioso, entretanto, foram contra a declaração de Obama. O diretor da Bend the Arc, uma Parceria Judaica para a Justiça, Alan van Capelle, que apoia o casamento entre homossexuais, disse que ele e seu grupo irão pessoalmente ser beneficiados pela nova posição de Obama.
“Hoje à noite quando eu for para casa e olhar para o meu filho de seis meses, será a primeira vez que eu serei capaz de dizer a ele que nosso presidente acredita que somos uma família. Para os americanos, isso é uma questão de política. Para milhões, isso é profundamente pessoal”.
Para o Rev. Mark Harris, presidente da Convenção Batista do Estado da Carolina do Norte, é uma decisão “fascinante”, pois foi feita um dia depois que 31 dos estados americanos votaram esmagadoramente, que o casamento, sob a constituição, é entre um homem e uma mulher.
Harris é um dos mais proemintes defensores do Estado, especificamente proibindo o casamento sexual por meio da emenda constitucional aprovada.
Os católicos, por sua vez, acreditam que a postura do presidente vai em contra os ensinamentos da Igreja Católica.
“Mais uma vez, o presidente está passando o tempo avançando uma agenda anti-católica. O casamento foi criado muito antes de qualquer governo ter vindo a existir. É uma questão resolvida aos olhos da Igreja Católica e não tem que ser redefinida”, disse o presidente da Catholic Advocate, Matt Smith.
Obama declarou abertamente o seu apoio ao casamento gay, depois de ter estado se limitando a dizer que sua opinião sobre o tema estava evoluindo. Atualmente o casamento entre pessoas do mesmo sexo é permitido legalmente em 6 dos 50 Estados americanos.

ISSO É BOM ,PORQUE ESSE SUJEITO AI VAI PERDER AS ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE NOS ESTADOS UNIDOS.

Transportando a Arca, passando pela eira em carro de boi

Hoje Deus me inspirou em uma palavra linda, onde traz a narrativa da reconquista da Arca da aliança das mãos dos Filisteus, indo parar exatamente na casa de um homem chamado Abinadabe, pai de dois meninos educados para o sacerdócio, Uzá e Aiô. A bem da verdade não basta ser chamado para o obra, é necessário aprender a executar o trabalho de Deus da melhor maneira possível. Deus não vai dar uma gravata em alguém para que exerça o ministério, mas se esta pessoa assumiu o posto tem de estar pronto para exercitá-lo até o fim.
Uzá e Aiô não conheciam a forma correta de se relacionar com a Presença de do Deus de Israel, eram meninos que viram a Arca voltando da terra dos Filisteus puchadas por carros de boi novinhos em folha. E para estes garotos esta era a forma correta de exercer o ministério de transportar a Arca.
Davi em Jerusalém acabara de ser empossado Rei de toda a nação de Israel. E brotou no coração do rei um desejo de trazer a Arca da Aliança para dentro das portas de Jerusalém. O rei conclamou os sacerdotes e levitas para a empreitada, todavia não buscou o conselho dos anciões de Israel.
O rei aparelhou seus carros, os melhores soldados, convocou os levitas e vestiu o seu mais imponente traje real, tudo para buscar a Arca de Deus. O rei encontrou o sacerdote Abinadabe e seus filhos pronto para a jornada até Jerusalém, a cidade da Paz. Com muito entusiasmo e festa no cortejo, Davi sorria a cada passo do caminho pensando "Agora com Deus ao meu lado nada poderá parar o meu governo" E Abinadabe, seus filhos e todos os levitas acreditando estar fazendo uma grande obra para Deus e para seu rei. Até chegar a eira de Nacom...
É na "eira de Nacom", onde o crente é provado para que Deus saiba o que está realmente em seu coração. Não são todos, mas boa parte dos nossos pregadores assim como Uzá já sucumbiram á eira. Pregam, ensinam, fazem prodígios, mas na verdade estão com roturas espirituais. Não conseguem ver o vislumbre real da glória de Deus que emana da Arca. Na eira de Nacom aparecem os pecados escondidos, as falcatruas feitas pelas caladas da noite, aparecem os verdadeiros e se manifestam os falsos. Não são poucos enganados por não conhecerem as escrituras, assim como Uzá e Aiô que cresceram vendo a Arca ser transportada por carros de boi e achar natural o bastante para contestar. É muitas vezes necessário a eira para abrir os olhos do povo.
Ao chegar a eira de Nacom, o carro de boi passou por uma viela esburacada próximo á um penhasco, Uzá com preocupação, não por má fé tocou na Arca de Deus para segura-la. E infelizmente foi trucidado pelo fogo Divino emanado da Arca da Aliança, infelizmente porque este menino ainda tinha muito a aprender, pena que os levitas e bacharelados em teologia naõ estavam preocupados em ministrar aos moços da época. O pai Abinadabe era um sacerdote inculto que possivelmente nem aprendera a ler, necessitava sempre ouvir de alguém uma narrativa biblica para depois retransmitir para sua familia. Não é diferente hoje, a falta que faz uma educação de qualidade no país gera familias de pais e mães analfabetos, sendo o pior analfabeto , o espiritual.
Esta cena chocou o rei Davi com toda a sua pomposa comitiva, a ponto de o rei buscar entre os levitas um que pudesse receber a Arca em sua casa. É bom salientar que depois do fato ocorrido na eira, possivelmente nenhum dos levitas queriam recepcionar a Arca de Deus. Até aparecer um valente chamado Obede Edom.
Obede Edom é o significado de obreiro destemido, valoroso e ousado. O homem sabia que por mais que fosse possível morrer pela ou por causa da Arca, valeria o risco. Obede conhecia muito bem os feitos do Deus Todo Poderoso através dos tempos desde o deserto até a terra prometida. Ele sabia que se pudesse manter a Arca consigo haveria a possibilidade de Deus estar disponível somente para ele e sua familia. Não deu outra, Obede aprendeu a reverenciar a Arca de Deus do amanhecer do dia ao pôr-do-sol, e pela madrugada ainda fazia hora extra curvando-se ante a Arca. Três meses foi o suficiente para Obede Edom dar uma guinada de 360 graus em sua vida. Foi o homem mais abençoado daquelas paragens. A fama das bençãos de Obede Edom chegou aos ouvidos do rei.
Davi voltou a sonhar com a Arca em Jerusalém. Desta vez fez diferente, buscou na lei, convocou um conselho de anciões para descobrir a melhor maneira de transportar a Arca de Deus. Respaldado pelos veteranos, Davi decretou santificação entre os levitas separando-os por pelo menos 7 dias até receber confirmação de Deus por boca dos profetas a hora de buscar a Arca. Agora sem as pompas reais Davi se encaminha para casa de Obede Edom despido de toda sua glória, popularidade e roupas mesmo.
Obede Edom recebe a comitiva assustado, pois entre sacerdotes e levitas está o seu rei semi-nú, vestindo uma fina estola sacerdotal.
Agora sem carro de boi, sem inovação, mais do modo antigo e tradicional os levitas colocam sobre seus ombros a Arca da Aliança e marcham em direção á terra santa. Carregar nos ombros a Arca é sinonimo de responsabilidade, não é fácil viver a fé, é necessário responsabilidade, é necessário abrir mão de muita coisa para agradar a Deus. Há um peso de responsabilidade que paira sobre os anunciadores da Palavra, sobre os levitas que transportam a Arca de Deus. Não é qualquer pessoas ou um despreparado que pode fazer isso, só aqueles escolhidos, santificados para tal.
Oxalá hoje esteja entre nós homens dispostos a deixar o cetro, a coroa, a capa real e voltar no tempo em que na sua inocência corria com apenas roupas de baixo atrás das ovelhas para que estas não saíssem do aprisco enfrentando leões e ursos, e no fim do dia ainda ter fôlego para pegar sua harpa e tocar uma musica de agradecimento á Deus. Em seguida buscar em Deus vencer a empreitada contra gigantes que persistentemente amedrontam por suas estaturas elevadas e palavras de arrogância.
A cada 6 passos do caminho era sacrificado animais ao Senhor dos Exercitos, e o caminho que parecia curto tornou-se longo, mas não havia desânimo, pelo contrário, era festa 24 horas do dia, não sei se custou uma semana ou um mes para chegar, tudo o que sei é que Davi bailava o tempo todo na presença de Deus, pois ele sabia que o Deus que visitou a vida de Obede Edom, agora iria visitar a nação...

@PauloNascimento - Paulo Nascimento

Lei adia prescrição de crime de pedofilia

Chamada de lei Joanna Maranhão, ela estabelece que prazo comece quando vítima faz 18 anos, e não a partir da denúncia.

O prazo para que um pedófilo possa ser denunciado será alargado, segundo projeto de lei aprovado ontem pela Câmara e que segue para sanção presidencial.

O texto, apelidado de lei Joanna Maranhão em referência à nadadora que disse ter sido abusada na infância, estabelece que o prazo para prescrição dos crimes sexuais contra crianças e adolescentes passe a contar a partir do momento em que a vítima faz 18 anos.

Hoje, ele começa quando ocorre o abuso e varia com o crime. Muitas vezes, a prescrição ocorre antes mesmo de a vítima chegar à maioridade.

Isso impede -ou dá margem curta de tempo- que a pessoa abusada decida, ela mesma, entrar com uma ação -algo só possível com a maioridade. Dá, também, margem de tempo apertada para que haja investigação e punição.

O projeto foi apoiado pelo Ministério da Justiça, segundo Marivaldo Pereira, secretário de assuntos legislativos da pasta. A tendência é ser sancionado pela Presidência.

"O projeto aumenta a garantia de que a criança possa fazer a denúncia. Muitas vezes, o abuso é praticado por alguém com poder sobre a criança, e ela tem medo de denunciar."

Para provar, anos depois, o crime, a pessoa pode se valer de testemunhas, exemplifica.

"Lógico que vai ter mais dificuldade [de provar], mas também há grande dificuldade de uma criança fazer esse tipo de denúncia", diz o relator do projeto, deputado João Paulo Lima (PT-PE). A lei não vale para casos já denunciados.

"É um grande avanço. Muitas crianças que sofrem violência sexual vivenciam o apagamento dessa memória, com medo da denúncia e até culpa pelo que sofreram, como se fossem responsáveis", afirmou a ministra Maria do Rosário (Direitos Humanos).

O projeto foi proposto em 2009 pela CPI da Pedofilia. Foi chamado de lei Joanna Maranhão por conta da nadadora que, em 2008, aos 20 anos, afirmou sido abusada aos nove por um treinador.

Ela disse que não tinha provas, mas também não pôde entrar na Justiça porque havia perdido esse direito. O treinador negou a acusação e a processou por difamação.

Fonte: Folha de São Paulo

Vídeo flagra Testemunha de Jeová pregando repúdio entre pais e filhos

Um vídeo mostra a pregação de um pastor (ou ancião) das Testemunhas Jeová sobre como a família deve “repudiar” seus membros que foram expulsos da igreja por não se ajustarem às normas divinas.

As recomendações, segundo o pastor, valem para mães contra os filhos, para filhos contra as mães, igualmente em relação aos pais, irmãos, avós, tios, primos, cunhados, etc. É assim que Jeová quer, disse.

Após ter dito “repudiar”, o pastor deu conta de que se trata de um verbo muito duro e o substituiu por “cortar relação”.

Antes, comparando os fiéis a crianças, ele disse que em todas as religiões quem não for “disciplinado” é expulso da convivência dos demais. Explicou que, no caso das Testemunhas de Jeová, essa pessoa é chamada de “desassociada”.

O pastor se preocupou em fundamentar com textos bíblicos a sua didática sobre a exclusão dos desajustados. Ele leu, por exemplo, 1 Corintios 5:11, onde o apóstolo Paulo afirma que o devoto não pode ter convivência com fornicador, ganancioso, idólatra, injuriador, beberão ou extorsor, “nem sequer comendo com tal homem”. E, se houver persistência no erro, “removei o homem iníquo dentre vós”.

O vídeo de 24 minutos foi postado na internet por uma comunidade de ex-Testemunhas de Jeová, que é formada principalmente por desassociados. Não há informação sobre o nome do pastor e sobre quando e onde foi feita a pregação.

Ao final do vídeo, o pastor reconheceu ser difícil “cortar a relação” com pessoas com as quais se vive em casa, pais e filhos, por exemplo. Nesse caso, disse, o relacionamento deve se restringir ao "necessário” porque não dá para "ficar mudo". Orientou que, quando se tratar de familiares que moram em casas diferentes, o rompimento tem de ser total, exceto se for preciso dar assistência a doentes.

A discriminação das Testemunhas de Jeová aos desassociados se tornou notória, tanto quanto o seu veto à transfusão de sangue.

Em meados de 2011, a procuradora Nilce Cunha Rodrigues, do Ministério Público Federal no Ceará, moveu uma ação civil pública contra as TJs porque, para ela, a denominação pratica a discriminação com o propósito de “infligir sofrimentos” aos ex-fiéis “como forma de punição” pelo seu afastamento do ensinamento bíblico.

Como era de se esperar, dirigentes das TJs têm negado que praticam a intolerância contra ex-fiéis, mas a pregação do pastor pela destruição familiar, como mostra o vídeo, não deixa margem para dúvida.



Fonte: Paulopes

De joelhos, pastores clamam pelo avivamento da igreja no Encontro Sepal 2012

De joelhos, pastores clamam pelo avivamento da igreja no Encontro Sepal 2012
O terceiro dia do Encontro Sepal 2012 ofereceu aos pastores e líderes a oportunidade de participar do Summit Experience, uma degustação do The Global Leadership Summit. Esse evento acontecerá a partir de 18 de outubro, e será realizado em 30 locais no período de nove semanas, terminando em 15 de dezembro.
Como objetivo de maximizar o impacto positivo dos líderes em sua esfera de influência, os participantes assistiram a ministração intitulada “Os sábios, os tolos e os maus”, do líder Henry Cloud. Ele apresentou alguns conceitos que podem aumentar a capacidade de avaliar e gerenciar corretamente cada pessoa em uma equipe. A tarde foi marcada também com a mensagem de Steven Furtick e o louvor da dupla Wesley e Marlene.
Encerrando mais um dia do Encontro, a plenária da noite foi dirigida pelo Reverendo Hernandes Dias Lopes. Pastor Presbiteriano, escritor e conferencista, o capixaba ministrou sobre o derramamento do Espírito da igreja.
Em sua mensagem, Hernandes falou sobre o avivamento da igreja e alertou os líderes sobre a secularização da igreja atual. “Estamos criando uma igreja secularizada que flerta com o mundo. A igreja precisa ser revestida do fogo do Espírito Santo”, disse ele.
A noite terminou com o clamor dos pastores e líderes que, ajoelhados, oraram pelo avivamento genuíno da igreja brasileira.


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/de-joelhos-pastores-clamam-pelo-avivamento-da-igreja-no-encontro-sepal-2012/#ixzz1uUFtwQxT

Pastor afirma que as igrejas devem colocar Jesus como foco de mensagem; “Poder não está em palestras motivacionais”


Pastor afirma que as igrejas devem colocar Jesus como foco de mensagem; “Poder não está em palestras motivacionais”O pastor sênior Agu Irukwu, da igreja Jesus House, em Londres, disse no último domingo que atualmente a igreja deve colocar novamente Jesus como centro de sua mensagem. Segundo o pastor, algumas igrejas tentaram tornar Jesus mais aceitável e agradável à sociedade do século 21.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Segundo o Christian Today, Agu Irukwu fez uma crítica aos líderes que usam o nome de Deus em agradecimento à questões que não dizem respeito às escrituras e igrejas que se posicionam como “amiga” das pessoas, não como um local de culto efetivo.
“Parece que quanto mais buscamos a igreja [amiga], menos próximos de Jesus ficamos. Assim, quando as pessoas vêm à igreja, não têm certeza se estão na igreja ou em uma reunião em que alguém está fazendo um discurso motivacional, e o poder não está em palestras motivacionais. O poder está em Jesus”, disse o pastor.
Agu Irukwu que pertence à Igreja de Deus do Cristão Redimido (RCCG), disse que o modelo para o futuro pode ser encontrado no passado, quando os primeiros cristãos não tinham vergonha do evangelho e eram submissos completamente ao Espírito Santo.
“Nós não somos chamados para convencer. Somos chamados para declarar e proclamar. Deixe o Espírito Santo fazer o trabalho de convencimento. Fomos chamados apenas para declarar e proclamar”, finaliza o pastor sênior, Agu Irukwu.

G+

Rumores de que nova legislação de saúde obrigaria pessoas a implantarem chips sob a pele são falsos


Rumores de que nova legislação de saúde obrigaria pessoas a implantarem chips sob a pele são falsosUma informação sobre a obrigatoriedade de implantação de um microchip sob a pele com dados médicos e biométricos circulou nas redes sociais e tornou-se viral no Facebook.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Segundo os boatos, o Congresso Americano havia aprovado um artigo, dentro das propostas de reforma da saúde feitas pelo presidente Barack Obama, que obrigaria a implantação do microchip para que os cidadãos tivessem acesso às clínicas de saúde. Sem o microchip, que seria obrigatório a partir de Março de 2013, as pessoas não seriam atendidas.

O Congresso negou essa informação e o editor chefe do site Noticias Cristianas, que havia sido um dos principais difusores da falsa informação, afirmou em nota que os boatos foram gerados por um programa de TV sensacionalista, e que o site errou em não checar a informação.

“Primeiro, o projeto de lei HR 3200 nunca foi aprovado pelo Congresso. Em segundo lugar, o projeto de lei não prevê em momento algum que as pessoas devam implantar um microchip ou qualquer dispositivo, qualquer que seja sua condição de saúde. As informações de que havia pessoas com a implantação do microchip agendada para o dia 23 março de 2013 é falsa”, publicou.
O projeto de lei de reforma da saúde promovido pelo presidente Barack Obama enfrentou oposição do Partido Republicano e apesar de ainda não ter sido abandonado, não foi aprovado pelo Congresso.
Independentemente das divergências políticas em torno do projeto, não há, nenhum tópico do projeto prevendo a implantação de microchips nos cidadãos. Segundo o Noticia Cristiana, o boato tinha tomado contornos apocalípticos, com pessoas afirmando tratar-se da marca da besta.

VIA GRITOS DE ALERTA

Pastora é atingida por raio enquanto ajudava pessoas necessitadas; “Estou viva”, disse ela agradecida


Pastora é atingida por raio enquanto ajudava pessoas necessitadas; “Estou viva”, disse ela agradecidaUma pastora dos Estados Unidos é prova viva de que o fim pode chegar rapidamente para qualquer um. Kathy Nolte, 57 anos, foi atingida por um raio que ricocheteou em uma árvore, em uma avenida em Oakland, estado de Illinois. Ela havia saído com membros de sua congregação, a Igreja Luterana Bom Pastor, no último domingo para ajudar pessoas que passam fome.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
“O céu estava ficando pior e pior e estávamos ouvindo todos esses trovões na distância”, disse Kathy. O grupo decidiu se proteger, mas a pastora não fez o mesmo, sendo atingida pelo raio. “A próxima coisa que eu percebi, eu posso dizer, é que eu estou em um veículo de emergência com pessoas ao meu redor, e eles colocaram eletrodos em mim”, disse ela em entrevista.
O raio que também atingiu a árvore deixou Kathy inconsciente. Ela foi levada ao Centro Médico Loyola e os bombeiros disseram que ela não havia sofrido lesões graves.
“Estou viva”, disse Kathy. ”Ser uma pastora, há uma parte de mim que sempre pensa que algum dia eu não estarei aqui, e você está realmente satisfeita quando isso acontecer; que estarei pronta. Mas eu estou realmente contente que isso não aconteceu ontem”, finaliza agradecida por estar viva.

G+

Santuários descobertos em Judá confirmam descrições bíblicas



Santuários descobertos em Judá confirmam descrições bíblicas
Arqueólogo da Universidade Hebraica de Jerusalém descobriu santuários de culto que remontam ao tempo do rei Davi. Seu achado pode oferecer maior clareza para algumas referências obscuras a construções na Bíblia.

Professor Yosef Garfinkel diz que sua descoberta em Khirbet Qeiyafa, uma antiga cidade fortificada localizada 30 quilômetros a sudoeste de Jerusalém e adjacente ao vale de Elá, comprovam a narrativa bíblica sobre como era a região antes da construção do Templo de Salomão.

“Esta é a primeira vez que arqueólogos descobriram uma cidade fortificada em Judá datada do período do rei Davi”, explicou Garfinkel em um comunicado de imprensa. “Nem mesmo na região de Jerusalém achamos uma cidade fortificada tão bem conservada deste período”.

“Pela primeira vez na história temos objetos reais do tempo de Davi, que podem estar relacionado com os monumentos descritos na Bíblia”, comemora o comunicado de imprensa, do Ministério das Relações Estrangeiras de Israel. Curiosamente, o anúncio foi feito poucos dias após um “selo” do mesmo período ter sido localizado em Jerusalém.

O grupo de arqueólogos liderado por Garfinkel descobriu várias peças em um local de escavação perto da cidade israelense de Bet Shemesh. Eles podem ser suficientes para mudar o modo como vemos a descrição bíblica dos reinados de Davi e Salomão.

“Seu design meticuloso correspondem às descrições bíblicas do palácio e do Templo de Salomão”, disse Garfinkel, que passou cinco anos escavando Khirbet Qeiyafa, também conhecida como a “Fortaleza de Elá”, uma cidade cercada por muralhas e localizada estrategicamente entre Jerusalém e as cidades habitadas pelos filisteus.

O Antigo Testamento narra com grande detalhe os reinados de Davi e Salomão, durante o século 10 aC, mas até hoje há pouquíssimas evidências que confirmem sua magnitude ou até mesmo a sua existência. Em Jerusalém há abundância de vestígios do período do Segundo Templo (século 6 aC), mas as referências ao primeiro Templo ainda são objeto de debate acadêmico e político.

Um deles é um muro de 70 metros, com uma alta torre de vigia que foi desenterrada perto das muralhas da cidade antiga de Jerusalém, dois anos atrás. Ela foi identificada como um possível trabalho do rei Salomão. Estruturas fortificadas do mesmo tamanho foram encontrados em Khirbet Qeiyafa, cuja construção data entre os séculos 10 e 11 aC.

Entre os achados de agora estão peças de cerâmica, ferramentas feitas de pedra e metal, obras de arte, e três salas que serviriam de santuários. Os itens encontrados, diz Garfinkel, revelam que as pessoas que viviam ali eram monoteístas e não tinham um ícone. Ou seja, não adoravam imagens de escultura de seres humanos ou animais. Os israelitas da Bíblia eram assim, muito diferentes dos povos vizinhos.

“Ao longo dos anos, milhares de ossos de animais foram encontrados, incluindo ovelhas, cabras e gado, mas nunca de porcos. Agora descobrimos três salas de culto, com vários apetrechos, mas nenhuma imagem de culto humana ou animal foi encontrada”, disse Garfinkel.

“Isto comprovaria que a população local obedecia duas proibições bíblicas – carne de porco e imagens esculpidas. E também que seu culto diferia dos cananeus ou dos filisteus”.

Pequenos “santuários portáteis” ou “miniaturas” foram descobertos no local. Eles possuem marcas que os arqueólogos acreditam serem capazes de esclarecer o significado de algumas palavras bíblicas que perderam o seu verdadeiro significado ao longo do tempo.

Na descrição do palácio de Salomão, em 1 Reis 7:1-6, por exemplo, a palavra “Slaot” foi traduzida como “pilares”, mas agora eles dizem que seria melhor ser entendido como “triglifos”, que seriam as vigas do telhado, também comuns nos templos gregos. O termo “Sequfim”, que já havia sido traduzida como “três ordens de janelas”, agora está sendo entendida como “três portas de entrada rebaixadas”.

Foram encontradas casas na cidade cuja altura é exatamente duas vezes sua largura, como são muitos edifícios de Jerusalém. Esse seria o teste de conexão entre a capital e o que se acredita que foi a cidade bíblica de Saaraim, habitada nos tempos de Davi e Salomão e mencionada nos livros de 1 Samuel e 1 Crônicas.

“Saaraim, aqui no Vale de Elá, significa “duas portas”. É uma cidade única do período do Primeiro Templo, pois possuía duas portas de entrada, todas as outras tinham apenas uma”, disse.

Para os pesquisadores, essas últimas descobertas reforçam a corrente de estudo que vê na Bíblia um relato confiável dos acontecimentos históricos. “A precisão das descrições não nos deixa outra opção, mas quem ainda não acredita me explique como tal similaridade é possível”, finaliza Garfinkel.

Hershel Shanks, editor da revista Biblical Archaeology Review, disse ao Christian Post que as descobertas são “extremamente interessantes” e que nem 20% do local foi escavado ainda, então o mais é provável que podem haver algumas surpresas pela frente”.

Fonte: Gospel Prime

Jornalista da Veja acusa Edir Macedo de fraudar a teologia e o jornalismo

Jornalista da Veja acusa Edir Macedo de fraudar a teologia e o jornalismo
O jornalista Reinaldo Azevedo, colunista da Veja, escreveu mais uma vez em seu blog comentando sobre líderes religiosos. Mas dessa vez ele acusou Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus e presidente da Rede Record de fraudar a teologia e o jornalismo.
As palavras vieram por uma indignação, Azevedo ficou perplexo ao ver que a Record acusou um jornalista da revista Veja de ter como suas fontes o empresário Carlinhos Cachoeira e seus funcionários. O que seria comum no jornalismo investigativo foi usado pela emissora do bispo como se o profissional estivesse envolvido no esquema fraudulento.
Lembrando que a emissora é controlada por Macedo e também comprada e sustentada pelos dinheiros dos fiéis da IURD, Reinaldo Azevedo usou duras palavras para reverter as acusações ao líder religioso.
“Macedo impõe ao jornalismo o mesmo padrão e rigor teórico com que leva adiante em sua teologia. Este é aquele senhor que recorre a uma passagem do Eclesiastes para justificar o aborto, por exemplo. Também é aquele líder religioso que aparece num vídeo, com um chicote na mão, para expulsar o demônio do corpo de um homossexual. Se faz isso com a religião, por que faria diferente no jornalismo?”.
Questionando a moral do bispo, o jornalista compara todos esses fatos com a reportagem que acusa o jornalista da Veja dizendo: “Quando se leva ao ar aquela montagem asquerosa tentando incriminar o jornalista da VEJA — que só fazia o seu trabalho —, estamos diante de uma fraude jornalística. Porque a tudo isso preside o mesmo padrão moral”.
O jornalista da Veja também falou contra a revista Carta Capital que tem ligações com a esquerda e também contra os motivos políticos de Edir Macedo, que além de controlar a Igreja Universal e a Rede Record, também tem influência sobre o Partido Republicano Brasileiro (PRB). Confira o texto na íntegra aqui.


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/jornalista-da-veja-acusa-edir-macedo-de-fraudar-a-teologia-e-o-jornalismo/#ixzz1uSaoo04P

Governo cancela ajuda à ONG do pastor Marcos Pereira por causa de acusações

Governo cancela ajuda à ONG do pastor Marcos Pereira por causa de acusações
O governo do Rio de Janeiro resolveu tirar a verba que seria destinada à ONG Vida Renovada, instituto coordenado pela Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias, por causa das acusações que foram feitas contra o líder da ADUD, o pastor Marcos Pereira.
Anualmente o instituto receberia R$1.296 milhão, de acordo com o jornal O Dia, para cuidar de dependentes químicos. Mas como o pastor está sendo investigado por associação ao tráfico de drogas, estupro e tortura o secretário estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, Rodrigo Neves, decidiu não assinar mais contrato com a ONG.
Para explicar seus motivos a secretaria enviou uma nota à imprensa dizendo que “somente estabelecerá convênios com instituições habilitadas no processo de seleção pública 2/2012 e que não tenham qualquer questionamento quanto às suas atividades”.
As acusações em questão foram feitas por José Júnior, coordenador da ONG AfroReggae e pelo pastor Rogério Menezes, que já fez parte do quadro de pastores da ADUD. Pereira já prestou depoimento negando as acusações e até mesmo concedeu entrevista dizendo que tudo isso não passa de uma farsa.
O projeto da secretaria do Rio pretende entregar uma quantia alta para que sete ONGs possam tratar de dependentes químicos. Esse valor serve para custear tanto as despesas desses tratamentos como também a internação dos dependentes, como água, luz e alimentação.
Procurado pelo jornal O Dia o pastor Marcos Pereira se defendeu desafiando quem possa provar que o Instituto Vida Renovada não é uma ONG idônea.


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/governo-cancela-ajuda-a-ong-do-pastor-marcos-pereira-por-causa-de-acusacoes/#ixzz1uSaM9MN3

O QUE SIGNIFICA 5777--"LEI PERFEITA, LEI DA LIBERDADE"

(TG 2:8; 1:25)(ler -2 Co 3:16 a18)."SE CRISTO VOS LIBERTAR SEREIS VERDADEIRAMENTE LIVRES."(JO 8:36)-- Para que...