quinta-feira, 5 de abril de 2012

DE DANIEL A BELSAZAR ,DE BELSAZAR A DANIEL . A VOLTA AS ORIGENS.

DANIEL NÃO SE CONTAMINOU .
Muito ouvimos falar de DANIEL BELSAZAR  NA COVA DOS LEÕES , DE SADRAQUE MESAQUE E ABEDNEGO NA FORNALHA.
Fatos ocorridos em que os 4 personagens saem de determinadas situações como vencedores.
Ouvimos frazes de todas as espécies.

POR EXEMPLO , QUE DEUS FECHOU A BOCA DOS LEÕES PARA NÃO FAZER MAL A DANIEL , QUE DEUS ESTAVA JUNTO NA FORNALHA DE FOGO ARDENTE COM SADRAQUE MESAQUE E ABEDNEGO, QUE DEUS ENVIOU ANJOS E AMARRARAM A BOCA DOS LEÕES , QUE DEUS GUARDOU SEUS FILHOS PARA QUE O FOGO NÃO TOCASSE EM NENHUM DELES. E ETC.

Tudo isso é verdade , mas quase ninguém fala das atitudes dos servos fiéis , que em meio as tentações do mundo , não se corromperam com os manjares do Rei.


SEMELHANTE AO FILHO ...
Por exemplo , DANIEL E SEUS COMPANHEIROS FORAM ENVIADOS A UMA TERRA DISTANTE , E TIVERAM SEUS NOMES TROCADOS ,POR NOMES LIGADOS AOS DEUSES DA BABILÔNIA.
MESMO ASSIM SE MANTIVERAM ÍNTEGROS , PARA ADENTRAREM NA PRESENÇA DE DEUS, QUE MAIS TARDE OS LIVRARIA .





Eles não deixaram os seus corações ficarem amargurados por causa dos dramas da vida

 PERDERAM SUAS IDENTIDADES .Com 17 anos, sua família foi destruída e seu nome foi trocado.
Arrancaram Daniel à força do seio da sua família, dos seus amigos. Cortaram todos as suas raízes.
PERDERAM SUAS NACIONALIDADES . Não tinha mais Pátria nem governo, estava exilado. Tudo o que
antes ele considerava importante foi jogado na lata de lixo.
PERDERAM SUAS LIBERDADES . Foi levado cativo. Não era mais o dono de sua vida, da sua agenda, do
seu tempo, das suas escolhas, da sua vocação.
PERDERAM O CONTATO COM SUA RELIGIÃO . O templo foi saqueado e incendiado. Os tesouros da Casa de
Deus foram roubados. Ele não tinha mais o altar, a torá, a Lei, os Sacerdotes e os profetas.
Mesmo assim não havia lugar para a incredulidade e a amargura em seus corações.

Refletindo sobre o texto, vê-se que Daniel ( BELSAZAR), Hananias(SADRAQUE), Mizael (MESAQUE )e Azarias(ABEDNEGO) foram a princípio levados cativos de sua terra (Judá) para a região da Caldéia (Babilônia). Sendo eles das famílias nobres do reino de Judá, ficaram no palácio real de Nabucodonosor, rei da Babilônia. Lá ficaram por muito tempo, mas decidiram não se contaminar com os manjares reais que Nabucodonosor estava servindo a todos os jovens que foram trazidos cativos.
( OUTROS FORAM LEVADOS CATIVOS JUNTOS COM ELES , ELES NÃO SE CONTAMINARAM )
Muitos daqueles jovens estavam se servindo dos alimentos que Nabucodonosor entregou para que se alimentassem, mas esses quatro, que tinham um chamado profético para aquela geração decidiram não se contaminar com aquilo que era impuro, com aquilo que Deus não se agradava em que eles se juntassem.
Esses 4 jovens foram exemplos de santificação naquela época para os outros jovens judeus que se contaminavam com os manjares e iguarias do rei que lhes eram servidas.

Hoje em dia, dentro da igreja, há jovens que se contaminam com as coisas do mundo.

Que não se contentam em se santificar e viver uma via que dê testemunho cristão, mas que vão viver a moda do mundo, que é variante e inconstante.

 Moda essa não só nos modos de vestir, mas em todas as áreas.
 Estão de verdade, colocando o mundo dentro da igreja.
 Infelizmente, hoje em dia o mundo está governando a igreja.
 Pessoas que não tem compromisso com a palavra de Deus, mas sim com seus interesses próprios, deixam que o Senhor fique de lado, esquecem-se que aquilo que tanto precisam é da presença de Deus, do Amor Incondicional do Senhor Jesus, e do Poder consolador do Espírito Santo, mas, de fato vão aos cultos como se fossem ao super mercado e não querem um relacionamento com Deus. Sei que o Senhor, nosso Deus, quer ter um relacionamento com todos os seus filhos, tanto que ele enviou do céu o seu Filho, para que todo o que cresse em Jesus, o Nazareno, fosse salvo, e tivesse intimidade com Deus!
Uma coisa fantástica que Deus fez, na verdade, profeticamente, foi ter rasgado o véu que separava o Santo Lugar do Santíssimo Lugar, onde estava a Arca da Aliança, símbolo máximo da presença de Deus, desde o livramento do povo de Israel do Egito, e vivo até os dias do Senhor Jesus, e desaparecida desde o ano 70 d.C.
 Esse ato, mostra que Deus quer ter um relacionamento intimo com seus filhos, mas, parece, como se fossem boas, atrativas, mas, são mesmo. Aparentemente, aquilo tudo há pessoas, jovens e velhos, que estão dentro da igreja, mas ainda estão se corrompendo com os manjares e iguarias do mundo.

Coisas que o mundo  oferece as vezes  é bom, agradável à vista, satisfaz os desejos da carne, mas corrompe o espírito, profana o Templo do Espírito, que é o nosso corpo.

Viver pelo Espírito não é fácil, porque temos que negarmos a nós mesmos, renegar os nossos desejos e vontades e seguir a Jesus, porque a vontade dele é sempre boa perfeita e agradável.


Daniel , Hananias , Mizael e Azarias , não se contaminaram com esses manjares ,pois lá na frente precisariam de ter ( CREDITO) com DEUS , para vencerem os obstáculos que apareceriam.
Muitos , hoje em dia estão vivendo uma vida de contaminação.
Vivendo uma vida sem regras , cujo a única delas e estar bem sujo , pois a palavra de Deus nos adverte .

QUEM ESTA SUJO , SUJE SE MAIS , QUEM ESTA LIMPO LIMPE SE MAIS .


Daniel , Hananias , Mizael e Azarias , voltaram as suas origens , retornaram seus nomes , e viveram as bençãos que eles mesmo cultivaram ao não se contaminarem com os manjares do Rei. , que, hoje , pode ser as sujeiras que o mundo oferece a todos.

MAS ELES SE MANTIVERAM ÍNTEGROS DIANTE DE DEUS QUE OS DEU VITÓRIA.

Que Deus te leve a cultivar vida com ELE , que Deus te leve a viver santidade , consagração , que Deus te leve a ter intimidade com ELE.

QUE VOCÊ VIVA UMA VIDA SEGUNDO OS PROPÓSITOS DE DEUS PARA VOCÊ , E MESMO QUE ALGUEM , EM ALGUM MOMENTO DE SUA VIDA , TENTE TROCAR SEU NOME POR OUTRO NOME .
SAIBA , DEUS VAI TE LEVAR A VIVER O MELHOR DELE PARA SUA VIDA. MANTENHA SE  SEMPRE FIEL A DEUS.


BISPO ROBERTO TORRECILHAS

GRITOS DE ALERTA.
pode copiar , cite apenas a fonte.


Quando “pau” é apenas uma metáfora! Ou: Será que Malafaia cometeu um crime?

 

Comecemos pelo lead, pela notícia do dia, porque o início dessa história está lá atrás, em junho do ano passado. Já conto. O Setorial LBGT (lésbica, gays, bissexuais e transgêneros) do PT divulgou nesta quinta uma nota de repúdio ao senador do partido Lindberg Farias (RJ). O que ele fez? Num discurso em plenário, solidarizou-se com o pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus, que está sendo acusado de homofobia pelo Ministério Público Federal. Mas o que fez, afinal de contas, o pastor? Então agora é preciso recuar a junho do ano passado.
O tema da marcha gay de 2011, em São Paulo, a maior do país, fazia uma óbvia provocação ao cristianismo: “Amai-vos uns aos outros”. Nem eles nem os cristãos são ingênuos, não é? O “amar”, no caso, assumia um conteúdo obviamente “homoafetivo”, como eles dizem. Como provocação pouca é bobagem, a organização do movimento espalhou na avenida 12 modelos masculinos, todos seminus, representando santos católicos em situações “homoeróticas”.
Tratava-se de uma agressão imbecil a um bem, destaque-se, protegido pela Constituição. Na época, escrevi:
“Sexualizar ícones de uma religião que cultiva um conjunto de valores contrários a essa forma de proselitismo é uma agressão gratuita, típica de quem se sente fortalecido o bastante para partir para o confronto. Colabora com a causa gay e para a eliminação dos preconceitos? É claro que não! (…) Você deixaria seu filho entregue a um professor que achasse São João Batista um, como posso dizer, “gato”? Que visse São Sebastião e não resistisse a o apelo ‘erótico’ de um homem agonizante, sofrendo? O que quer essa gente, afinal? Direitos?”
Ah, sim: a proposta então, não sei se levada a efeito, era distribuir 100 mil camisinhas que trouxessem no invólucro a imagem dos “santos gays”. A hierarquia católica fez um muxoxo de protesto, mas nada além disso. Teve uma reação notavelmente covarde. O sindicalismo gay reivindique o que quiser! Precisa, para tanto, agredir a religião alheia? Embora, por óbvio, não seja católico, Malafaia reagiu em seu programa de televisão. Afirmou: “É para a Igreja Católica entrar de pau em cima desses caras, sabe? Baixar o porrete em cima pra esses caras aprender. É uma vergonha!” Ele acusou os promotores do evento de “ridicularizar os símbolos católicos”. Teve, em suma, a coragem que faltou à CNBB!
Pois é. O Ministério Público viu na sua fala incitamento à violência!!! Ah, tenham paciência, não é? O sindicalismo gay tem de distinguir um “pau” que fere de um “pau” metafórico — ou “porrete”. Alguém, por acaso, já viu católicos nas ruas, em hordas, a agredir pessoas? Isso não acontece em nenhum lugar do mundo! O contrário se dá todos os dias: o cristianismo, nas suas várias denominações, é a religião mais perseguida do mundo, especialmente na África e no Oriente Médio. E, no entanto, não se ouve um pio a respeito. A “cristofobia” é hoje uma realidade inconteste. A homofobia existe? Sim! Tem de ser coibida? Tem! Mas nem as vítimas desse tipo de preconceito têm o direito de ser “cristofóbicas”!
É evidente que “baixar o pau” ou “porrete”, na fala do pastor, acena para a necessidade de uma reação da religião agredida — legal, se for o caso. É uma metáfora comuníssima por aí afirmar que alguém decidiu pôr outrem “no pau”, isto é, processá-lo: “Fulano pôs a empresa no pau”, isto é, “entrou com um processo trabalhista”. Os cristãos, no Brasil, não agridem ninguém. Mas são, sim, molestados, a exemplo do que se viu há dias numa manifestação contra o aborto. Faziam seu protesto de modo pacífico, sem agredir ninguém, quando o ato foi invadido por um grupo de abortistas. Estes queriam o confronto, a agressão. Ganharam uma oração.
A ação contra Malafaia, na verdade, tem um alcance maior. Ele é um dos mais notórios críticos da tal lei que criminaliza a homofobia — e que, de fato, avança contra a liberdade de expressão e a liberdade religiosa. Os que cultivam os valores da democracia não precisam, no entanto, concordar com o que ele diz para reconhecer seu direito de deixar claro o que pensa.
Vejam como autoritarismo e hipocrisia se cruzam nesse caso. Os agressores — aqueles que levaram os “santos gays” para a avenida — se fazem de vitimas e, em nome da reparação de um suposto agravo, querem punir um de seus críticos. É um modo interessante de ver o mundo: os sindicalistas do movimento gay acham que, em nome da causa, tudo lhes é permitido. E aqueles que discordam? Ora, ou o silêncio ou a cadeia!
É assim que pretendem construir um mundo melhor e mais tolerante.

FONTE - VEJAONLINE.COM.BR
Por Reinaldo Azevedo

Marcelo Aguiar nega problemas judiciais



O deputado federal Marcelo Aguiar (PSD/SP) divulgou nota à imprensa, nesta quinta-feira (05/04), rebatendo acusações feitas em alguns sites de que estaria sendo investigado pela Justiça. Em matéria publicada esta semana, o jornalista Paulo Lopes cita levantamento feito pelo Transparência Brasil que lista diversos parlamentares evangélicos com problemas judiciais. O texto traz breves descrições das investigações e muitas críticas de caráter político e às denominações religiosas de cada um.

Marcelo Aguiar não foi citado no texto original, mas seu nome aparece na lista por ter tido suas contas de campanha para deputado rejeitadas pelo TRE-SP. O problema é que a matéria, replicada por sites gospel, dá destaque ao seu nome em título e texto e o cita sem explicar o suposto processo que a Justiça eleitoral teria contra ele. Para o parlamentar, a divulgação de informações incompletas e o destaque dado ao seu caso seriam “má-fé e desrespeito”.

“Minha prestação de contas referente às eleições de 2010 teve um parecer pela rejeição, no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, por vicio formal. Isso significa que houve uma falha burocrática na apresentação das contas, fruto da nossa inexperiência com o processo”, explica Marcelo Aguiar na nota. Segundo ele, a decisão está sendo questionada e não envolve desvio de recursos, improbidade ou algo do gênero. “Listar meu nome em um texto que fala de supostos crimes eleitorais, compra de votos ou falhas políticas me parece um caso clássico de má-fé e desrespeito com a minha histórica política e pessoal”,criticou.

Na prestação de contas, o candidato deve informar os recursos arrecadados e a forma de gastos, com notas fiscais e comprovantes. Quando a conta não bater, houver omissão ou falhas formais, burocráticas, a Justiça pode rejeitar a contabilidade.
Confira a nota na íntegra:
NOTA À IMPRENSA
A respeito da reportagem “Maioria dos deputados evangélicos responde a processos judiciais”, publicada no site do jornalista Paulo Lopes, o deputado federal Marcelo Aguiar (PSD/SP) vem à publico esclarecer que não está sofrendo nenhum tipo de investigação criminal ou eleitoral.
O parlamentar esclarece que sua prestação de contas referente às eleições de 2010 teve um parecer pela rejeição, no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, por vicio formal porque houve uma falha burocrática na apresentação das contas, fruto da inexperiência com o processo. Esta decisão está sendo questionada pela Assessoria Jurídica do deputado que confia em um resultado favorável do recurso porque não houve qualquer desvio de recursos, crime eleitoral, improbidade ou fraude eleitoral.

O deputado Marcelo Aguiar questiona a atitude de alguns sites que replicaram a matéria de Paulo Lopes alterando o título para “Marcelo Aguiar está com problemas na Justiça Eleitoral” e incluiu, no texto, o nome do parlamentar em destaque como um dos membros da Frente Evangélica que enfrentam problemas com a Justiça.

Listar o nome do deputado federal Marcelo Aguiar, em um texto que fala de supostos crimes eleitorais, compra de votos e falhas políticas e de caráter, além de criticar as denominações religiosas que esses políticos fazem parte, é um exemplo de má-fé e desrespeito com a histórica política e pessoal do parlamentar que já foi membro da Igreja Renascer.
O parlamentar lembra que, quando se trata da rejeição de contas de campanha, há casos em que o problema da prestação é um documento entregue fora do prazo, a ausência de alguma informação ou documentos que apresentam erros operacionais resultantes da própria burocracia da prestação de contas. Para completar, o deputado Marcelo Aguiar repudia a divulgação de supostas denúncias sem os devidos cuidado e apuração.
Gabinete do deputado federal Marcelo Aguiar
Informações: Alessandra Flach 61 8154-6680 ou Ricardo Costa 11 3052-1037
imprensa@marceloaguiar.com.br

Magno Malta afirma que estão tentando criar um império homossexual no Brasil

Magno Malta afirma que estão tentando criar um império homossexual no Brasil
Nesta terça-feira (3) o senador Magno Malta (PR-ES) discursou alertando todos sobre a possibilidade da criação de um “império homossexual no Brasil”. Ele se refere ao PL 122/2006 que criminaliza toda opinião contrária à prática e também aos processos que militantes gays moveram contra o pastor Silas Malafaia.
Pontuando alguns artigos do referido projeto de lei, Malta comenta que há pontos que deixam os homossexuais “intocáveis” enquanto que negros, índios e deficientes físicos não possuem tanta proteção.
“Se você não aluga seu imóvel para um homossexual, ou não aceita o ato afetivo de um casal gay, pega sete anos de cadeia. Se demite ou não admite um homossexual na sua empresa, cinco anos de cadeia. Eu posso não alugar minha casa para um negro, eu posso demitir um portador de deficiência, eu posso não admitir gestos afetivos de um casal heterossexual na porta da minha casa e pedir que eles se beijem em outro lugar, longe dos meus filhos. Mas, se eu fizer isso com um casal homossexual, um simples boletim de ocorrência me levará para a cadeia”.
Durante sua declaração na tribuna do Senado, Magno Malta falou do que ele chamou de “campanha contra o pastor Silas Malafaia” lembrando a todos que assistiam que o pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo tem sido processado por se manifestar contra os organizadores da Parada Gay de 2011 que usaram figuras de santos católicos em posições sensuais.
O vídeo do Programa Vitória em Cristo de julho do ano passado foi editado e levado para a procuradoria pelos militantes do movimento gay afirmando que ao dizer que era para a Igreja Católica “baixar o porrete” nos organizadores Malafaia estava incentivando a violência contra os homossexuais.
Com informações Agência Senado


O DEPUTADO TIRIRICA ACEITA JESUS COMO SALVADOR

Segundo informações diretas de Brasília , o deputado federal conhecido pelo codinome de tiririca , aceitou ao senhor Jesus como salvador em um culto ministrado pelo Pastor e Deputado Federal PAULO FREIRE das Assembleias de Deus , Min. Belém.
Sendo que o mesmo foi designado pelo partido para cuidar do novo convertido.
Que DEUS possa realmente transformar a vida desse comediante.

EQ. GRITOS DE ALERTA.

Banda Catedral é 'obrigada' a tocar 'Para nossa alegria' depois de 19 anos

A banda Catedral gravou 'Galhos secos' em 1993 (Foto: Divulgação/Dario Zalis)A banda Catedral gravou 'Galhos secos' em 1993
(Foto: Divulgação/Dario Zalis)

Antes de a música "Galhos secos" se transformar no maior "meme" das últimas semanas, o hit religioso já trouxe alegria para o repertório de muitos artistas.

Criado pela banda paulistana Exodos em 1970, a faixa popularmente conhecida como "Para nossa alegria" virou assunto ao ser cantada por Jefferson, Mara e Suelen, em vídeo que contabilizou quase 14 milhões de acessos em 20 dias. Veja o vídeo.

Por causa do sucesso, a música vai voltar ao repertório do Catedral, banda gospel que regravou a música em 1993. "Estamos sendo obrigados a voltar a tocar", explica Kim, vocalista do Catedral, em entrevista ao G1. "Os fãs estão pedindo muito. Vamos começar uma nova turnê e tocaremos 'Galhos secos', porque virou uma febre. Queremos fugir do lance cômico. O pessoal curtiu a música e está procurando saber como ela é mesmo. Viram um vídeo engraçado, mas a música e a letra despertaram um interesse na galera", analisa.

O cantor lembra que a versão feita por sua banda, incluída no disco duplo "Está consumado", foi a primeira a dar uma roupagem mais roqueira para a música. "A gravação de 'Galhos secos' mais famosa foi feita pelo Catedral. A letra da música e a informação que ela leva são muito sérias, parece até uma oração." A faixa, bem mais pesada do que a versão acústica e caseira famosa no YouTube, deve dar novo gás aos shows de divulgação do novo disco "Maior idade musical", com o qual o trio de pop rock comemora 22 anos de carreira.

Som Maior e Exodos
Kim conta que conheceu "Para nossa alegria" por meio de uma gravação de um grupo chamado Som Maior, que fez sucesso com canções religiosas nas décadas de 1980 e 1990. "Ela era do início da música evangélica no Brasil. A primeira gravação é de uma tal banda Exodos, do começo dos anos 70, mas só conheci mesmo com o Som Maior", explica.

A tal banda Exodos, autora da música, tem como principal integrante Osvayr Agreste. "Escrevi quando tinha 13 anos, foi a primeira que fiz", conta Osvayr ao G1. Ele recorda que a canção foi composta para ser tocada em uma Igreja Batista em Pirituba, na Zona Norte da capital paulista. O grupo Exodus existiu entre 1970 e 1977. Hoje, o músico tem 55 anos e é contador. Nas horas vagas, ainda compõe "músicas de evangelização", nas palavras dele.

"Tínhamos amigos que estavam entrando no caminho das drogas, por causa dos festivais, do amor livre, do movimento hippie. Eles fumavam maconha, usavam entorpecentes. Escrevi a música por causa da vontade de falar do amor de Deus de uma forma diferente. Gostávamos da sonoridade do rock, do Pink Floyd, do Genesis", justifica. Segundo ele, a letra foi escrita para "pegar pessoas destruídas e mortas e trazê-las de novo para a vida e para a sociedade". "Ela virou um hino das casas de recuperação", conclui.


VIA GRITOS DE ALERTA .
INF. G1

Bispo Edir Macedo usa seu blog para alertar sobre falsos apóstolos


Bispo Edir Macedo usa seu blog para alertar sobre falsos apóstolos
O bispo Edir Macedo falou sobre os falsos apóstolos em uma postagem em seu blog, afirmando que Paulo já sabia que muitos falsos profetas estariam se levantando para pregar um outro evangelho.
Sem citar nomes ou tecer críticas severas como fez em outras mensagens, o líder da Igreja Universal do Reino de Deus lembra que no início, Paulo foi rejeitado pelos demais apóstolos e precisou mostrar sua transformação através de revelações, profecias e obras. Só assim é que o ex-perseguidor foi reconhecido como apóstolo de Cristo.
Esse mesmo homem que precisou provar a verdade de seu ministério escreveu em 2 Coríntios 11:13 a 15 que homens fraudulentos se transformariam em apóstolos de Cristo. “Que lições tiramos disso?”, questiona Macedo que em seguida responde: “Que o mesmo espírito que se fazia passar por anjo de luz, na época de Paulo, se manifesta nos dias atuais”.
Edir Macedo acredita que o Espírito de Deus, da mesma forma que revelou a Paulo sobre os apóstolos fraudulentos, continua revelando os atuais falsos apóstolos que podem ser reconhecidos pela falta de credenciais.
O fundador da IURD cita as credenciais do apostolado que são: “Como um patriarca, o apóstolo é o primeiro dos ministérios. É como o tronco principal, a primícia de Deus. A partir dele vem o profeta, depois o evangelista, pastor e mestre. Nele estão inseridos os demais ministérios”.
Leia o texto na íntegra aqui.


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/bispo-edir-macedo-usa-seu-blog-para-alertar-sobre-falsos-apostolos/#ixzz1rBb5ZAvI

Igrejas organizam cultos ao ar livre para lembrar dos cristãos perseguidos

Igrejas organizam cultos ao ar livre para lembrar dos cristãos perseguidos
Está marcado para os dias 20 e 27 de maio uma movimentação nas igrejas da Grã-Bretanha, as denominações vão promover cultos ao ar livre para lembrar dos milhares de cristãos que precisam cultuar a Deus escondidos, pois vivem em países onde o evangelho é perseguido.
O diretor da organização “Release International”, que dá voz aos cristãos perseguidos, questiona se os religiosos do Reino Unido e da Irlanda estão dispostos a enfrentarem as autoridades locais para adorar a Deus. “Você estaria disposto a cultuar ao ar livre se as autoridades fechassem sua igreja?”, disse Andy Dipper.
Em muitos países é essa a realidade, na China, Indonésia e outros países da Ásia muitas igrejas foram fechadas e os membros estão se reunindo escondidos dentro de casas. Em Benjing a Igreja de Shouwang teve o templo fechado há mais de um ano e os fiéis desse denominação estão cultuando a Deus em outros lugares, correndo o risco de serem presos.
“Para mostrar o nosso apoio para estes cristãos perseguidos, estamos convidando igrejas em todo o Reino Unido e Irlanda em serem solidarias com os nossos irmãos e irmãs pelo mundo, para nestes domingos de maio realizarmos um grande culto ao ar livre”, convocou Dipper.
Além de se reunirem a organização também encoraja a todos a orar por esses povos que passam por tantas perseguições nesses países. “Por favor, orem por estes cristãos corajosos que continuem a serem fortes no Senhor; que eles tenham a sabedoria divina para saber como lidar com as autoridades e responder com graça àqueles que se lhes opõem”.
Traduzido e adaptado de Christian Today


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/igrejas-organizam-cultos-ao-ar-livre-para-lembrar-dos-cristaos-perseguidos/#ixzz1rBap9NP2

PAGAMOS UM PREÇO POR FAZER AS DENÚNCIAS CONTRA OS LOBOS.

O que você vai ler é o que eu ouvi quando fiz essa denuncia contra essa pessoa .
UM MAÇOM , QUE VIVE EM CIMA DOS PÚLPITOS DAS IGREJAS EVANGELICAS DO BRASIL.
Preferi ficar calado não por medo , mas pensando nas pessoas que o cercam todo dia.

leia e comente.( tenho tudo registrado para possiveis nescessidades de usa las em uma representação juridica.)



01) Bem, já foste avisado.

02) Sabe quanto custa uma acusação falta? Danos morais? Tem cuidado rapaz. Uma limilar pode mandar fechar a tua radio e tudo! Presta atenção.

03) Nós nao temos nada contra ti, rapaz. Nem falamos mal de ti, nem dissemos publicamente que não temos comunhão contigo. O que quer dizer?

04) Eu não fico em disse me disse, agente entrega logo o assunto para nossos advogados e resolvemos logo.

05) Tenha cuidado. Nós so fazemos o bem todo o dia. E Deus é conosco.  

06) Eu não brinco em serviço. Acusações agente vê na justiça. Pense bem.    

07) Então fique em paz, e não queria me ter como seu inimigo, pois não vou ter pena de ti. É melhor me deixar em paz, meu amigo.


ISSO AQUI É PARTE DE UMA CONVERSA QUE TIVE COM UMA PESSOA , QUE SENDO MAÇOM A DESMASCAREI. ESSA PESSOA VIVE NOS MAIORES EVENTOS DAS ASS. DE DEUS .

BISPO ROBERTO TORRECILHAS

Bíblia é considerado livro mais marcante para brasileiros, diz estudo

Os livros de conteúdo religioso, particularmente a Bíblia, aparecem entre as obras mais lidas pelos brasileiros, de acordo com a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, divulgada pelo Instituto Pró-Livro.

Com a pergunta 'Qual é o livro que mais marcou você?', a pesquisa concluiu que a Bíblia aparece, pelo segundo ano consecutivo, como o livro mais marcante para os leitores.

Na sequência estão “A Cabana”, de Willian Paul Young, e “Ágape”, do Padre Marcelo Rossi. “Violetas na Janela”, de conteúdo espírita, psicografado por Vera Lúcia M. de Carvalho, ficou na nona posição.

Segundo o G1, uma das obras mais lembradas e conhecidas da literatura brasileira, o Sítio do Picapau Amarelo, de Monteiro Lobato, caiu da segunda posição na pesquisa de 2007 para o quarto lugar em 2011 na lista dos 25 livros mais marcantes.

A seguir estão “Pequeno Príncipe”, de Antoine Saint-Exupéry, “Dom Casmurro”, de Machado de Assis, e os recentes “Crepúsculo”, de Stephenie Meyer e “Harry Potter”, de J.K. Rowling, entre a quinta e a oitava posição, respectivamente.

A lista segue com os best-sellers “O Alquimista”, de Paulo Coelho, a obra iraniana “O Caçador de Pipas”, de Khaled Hosseini e “O Segredo”, de Rhonda Byrne.

Clássicos infantis e contos de fadas também ocupam a lista como “Os Três Porquinhos” em 13º, “A Branca de Neve” em 18º , “Chapeuzinho Vermelho” em 23º e “Cinderela” em 24º.

Entre as estatísticas constatadas pelo levantamento, está que o Brasil tem atualmente 50% de leitores entre sua população, o que representa 88,2 milhões de pessoas.

Para entrar nessa categoria, a pessoa tem que ter lido pelo menos um livro nos últimos três meses. Já entre o universo de estudantes, a média de livros lidos passa para 3,41 exemplares nos últimos três meses.

Deste total, as mulheres representam 53% das leitoras, contra 43% dos entrevistados do sexo masculino.

O estudo abrangeu um universo de mais de 5 mil pessoas em 315 municípios e foi realizado entre junho e julho de 2011.

Confira a lista abaixo:

LIVRO MAIS MARCANTE
Bíblia Sagrada
'A Cabana', de Wm Paul Young
Ágape', do Padre Marcelo Rossi
'O Sítio do Picapau Amarelo', de Monteiro Lobato
'Pequeno Príncipe', de Antoine Saint-Exupéry
'Dom Casmurro', de Machado de Assis
'Crespúsculo', de Stephenie Meyer
'Harry Potter', de J.K. Rowling
'Violetas na Janela', de Vera Lúcia M. de Carvalho
'A Moreninha', de Joaquim Manuel de Macedo
'Capitães da Areia', de Jorge Amado
'Código Da Vinci', de Dan Brown
'Os Três Porquinhos', livro infantil
'Romeu e Julieta', de William Shakespeare
'Iracema', de José de Alencar
'O Alquimista', de Paulo Coelho
'O Menino Maluquinho', de Ziraldo
'A Branca de Neve', livro infantil
'Bom dia, Espírito Santo', de Benny Hinn
'O Caçador de Pipas', de Khaled Hosseini
'O Segredo', de Rhonda Byrne
'Vidas Secas', de Graciliano Ramos
'Chapeuzinho Vermelho', livro infantil
'Cinderela', livro infantil
'O Monge e o Executivo', de James C. Hunter

Fonte: Instituto Pró-Livro e The Christian Post e G1

Pastor Cesino Bernardino é indicado para receber a Medalha do Mérito Legislativo

Pastor Cesino Bernardino é indicado para receber a Medalha do Mérito Legislativo
Para ressaltar a importância dos trabalhos missionários que o pastor Cesino Bernardino tem realizado com o ministério Gideões Missionários da Última Hora, o pastor e deputado Marco Feliciano propôs na Câmara que ele receba a medalha do “Mérito Legislativo”.
A indicação foi feita para o deputado Ratinho Júnior, que é líder do PSC (Partido Socialista Cristão) do qual Feliciano faz parte. Ao líder ele justificou a nomeação de Bernardino dizendo que ele merece a medalha pelos “relevantes serviços prestados ao País e às comunidades missionárias internacionais”.
Mencionando uma pequena biografia do ilustre pastor que fundou os Gideões Missionários da Última Hora, Feliciano ressaltou os trabalhos orientados por Bernardino que enviou mais de 1.180 famílias para missões, sendo aproximadamente 3.000 pessoas que são sustentadas por esse ministério.
Além da parte de evangelização esses missionários também contribuem como voluntários prestando serviços humanitários para as pessoas de comunidades carentes que são atendidas por eles. Hoje o ministério atua em 24 países.
O pedido para a entrega da medalha será analisado e votado para que o pastor Cesino Bernardino possa então receber essa honraria.


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br

Revista Newsweek analisa a “crise do cristianismo” no Ocidente

Revista Newsweek analisa a “crise do cristianismo” no Ocidente
É comum que na Páscoa e no Natal as grandes publicações dêem espaço para a fé cristã. Quase sempre as matérias questionam a veracidade dos relatos bíblicos ou apresentam alguma teoria polêmica.
Neste ano não foi diferente. A Newsweek, um dos semanários mais conceituados do mundo, deu como manchete “Esqueça a Igreja, siga Jesus”. A reportagem de capa, escrita por Andrew Sulllivan argumenta que o cristianismo que temos hoje “foi destruído pela política, pelos sacerdotes e teleevangelistas do enriquecimento rápido”.
Ao longo de suas páginas, há um questionamento de porque em vários lugares do mundo parece haver uma nova “onda de moralidade”, onde os políticos usam como plataforma política os ensinamentos de Cristo.
Isso é visto de maneira especial em 2012 na corrida presidencial americana, onde um mórmon e um católico se apresentam para ser o candidato que irá derrotar Barak Obama nas urnas.
Porém, em lugares onde antes o cristianismo predominava, hoje há um descrédito em relação à igreja. Ao mesmo tempo em que há um crescimento do movimento evangélico, em especial dos pentecostais, nos países da América do Sul, África e Ásia, o Islã tem se firmado em vários paises europeus.
A chamada “crise atual” do cristianismo passa pelos escândalos seguidos que tomaram as manchetes mundiais expondo os casos de abuso e pedofilia dentro da Igreja Católica. Ao mesmo tempo, pastores evangélicos compram horas e mais horas do horário da televisão para fazerem promessas de enriquecimento rápido.
Para a Newsweek, isso gera um enfraquecimento de grande parte dos ensinamentos milenares de Jesus, conforme relatam os Evangelhos.
Sullivan escreve “Eu não tenho idéia como o Cristianismo vai lutar com sua crise atual, suas distrações e tentações, e acima de tudo, a maneira como parece ter se enredado com as coisas deste mundo. Mas eu sei que não vai ser concentrando-se em política, em vez de oração, a preocupação excessiva a vida sexual e pensamentos heréticos dos outros… Esse tipo de cristianismo que precisamos não vem da cabeça ou do intestino, mas da alma.
É tão manso quanto libertador. Não aproveita o momento presente… não busca o reconhecimento ou sucesso mundano, e foge do poder e da riqueza. É a religião da falta de conquistas. E não é cheio de medo… este cristianismo puro, que busca a verdade, sem a expectativa de resolução imediata, que ensina a simplesmente viver a cada dia fazendo o possível para cumprir a vontade de Deus, é mais vital do que nunca.
Pode, de fato, ser a única transformação espiritual que pode, no final, transcender o vazio persistente de nosso capitalismo ou do culto contemporâneo à diversão, ou a ameaça de guerra apocalíptica na terra onde Jesus andou certa vez. Você vê as tentativas de se encontrar isso em todo lugar, desde a espiritualidade experimental até o fundamentalismo ressurgente. Algo dentro está nos dizendo que precisamos dessa mudança espiritual radical”.
È curioso que uma revista secular, acostumada a fazer reportagens sobre os males da civilização moderna pareça se preocupar com o resgate da espiritualidade cristã. Ao pedir que seus leitores “esqueçam a igreja”, ela faz uma leitura ácida de como a sociedade percebe o discurso dos cristãos, em especial o que é apresentado na mídia.
Traduzido e adaptado de The Daily Beast


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/revista-newsweek-analisa-a-crise-do-cristianismo-no-ocidente/#ixzz1rAHLl4UR

Evangélicos podem comer ovos de Páscoa?

ovos de pascoao que a Páscoa se aproxima, e milhares se preparam para celebrar o momento religioso com ovos de chocolate, muitos se perguntam se comer os simbólicos ovos de chocolate não desvirtua o real sentido do evento.
  • (Foto: Divulgação)
    Ovos de Páscoa.
Motivo é que a data nada tem a ver com ovos, sendo uma festa judaica e lembrada pelos cristãos como o tempo em que Jesus morreu na cruz e depois ressuscitou.
Assim surge a pergunta: Os evangélicos comem ovos de Páscoa?
Para entender o assunto, e responder a questão, o escritor, conferencista e Chanceler da Universidade Presbiteriana Mackenzie, rev. Augustus Nicodemus explica em um artigo em seu blog, sobre o significado da Páscoa e a importância do evento para os cristãos.
Segundo Nicodemus, a Páscoa é uma festa judaica que se refere ao episódio da Décima Praga narrado no Antigo Testamento.
Neste dia, ele explica, o anjo da morte “passou por cima” das casas dos judeus no Egito e não entrou em nenhuma delas para matar os primogênitos. Depois disso, os israelitas saíram do Egito, livres da escravidão de 400 anos e o dia foi instituído como festa da “páscoa” por Moisés.


A festa, tornou-se a mais importante festa anual dos judeus, quando sacrificava-se um cordeiro que era comido com ervas amargas e pães sem fermento.
Segundo o reverendo, Jesus Cristo foi traído, preso e morto durante a celebração em Jerusalém, tendo sua morte ocorrida numa sexta, e sua ressurreição num domingo.
Na quinta-feira, Jesus determinou aos seus discípulos que comessem pão e tomassem vinho em memória dele. “Estes elementos simbolizavam seu corpo e seu sangue que seriam dados pelos pecados de muitos – uma referência antecipada à sua morte na cruz”.
Nicodemus esclarece, assim, que a Páscoa não é celebrada pelos cristãos, pois é uma festa judaica. É um momento em que se lembra o sacrifício de Jesus, e se come pão e vinho em memória dele.
“E isto não somente nesta época do ano, mas durante o ano todo”, faz ele a ressalva.
Para concluir, ele afirma que coelhos, ovos e outros apetrechos populares que foram acrescentados ao evento, nada têm a ver com o significado da Páscoa judaica e nem da ceia do Senhor celebrada pelos cristãos.
O que fazer então com a Páscoa, bem como as crendices acrescentadas a ela? O teólogo deixa sugestões:
(1) rejeitá-las completamente, por causa dos erros, equívocos, superstições e mercantilismo que contaminaram a ocasião;
(2) aceitá-las normalmente como parte da cultura brasileira;
(3) usar a ocasião para redimir o verdadeiro sentido da Páscoa.

R.R. Soares realiza evento no Vale do Anhangabaú no próximo sábado

R.R. Soares realiza evento no Vale do Anhangabaú no próximo sábado
No próximo sábado, 8 de abril, o missionário R.R. Soares estará realizando o evento “Uma Nova História” no Vale do Anhangabaú, centro de São Paulo. O evento vai reunir milhares de pessoas para ouvirem a pregação do líder da Igreja Internacional da Graça de Deus e também para assistir a apresentação de diversos cantores.
Esse evento é a continuação do “Festival de Maravilhas” uma caravana itinerante organizada pelo missionário que já passou por diversas cidades brasileiras.
Entre os cantores confirmados estão grandes nomes da música gospel nacional como Pr. Antônio Cyrilo, Thalles Roberto e Bruna Martins. Além deles, quatro artistas da Graça Music estarão lançando seus CDs ao vivo durante o evento. Eles são: David Soares, Dayane Damasceno, Pr. Jayme de Amorim Campos e Sandro Nazireu.
Para organizar esse evento a IIGD terá 3,5 mil voluntários trabalhando tanto no pré como durante e pós-evento, terá brigadistas, seguranças patrimonial, 200 policiais militares e 50 Guardas Civis que estarão cuidando da segurança dos participantes.
A caravana do missionário R.R. Soares visitou mais de 100 cidades do Brasil desde 2010 quando o projeto foi lançado. A caravana também visitou países do continente americano, asiático, europeu e africano.
A entrada para o “Uma Nova História” é gratuita e as atrações começam a partir das 8h.
Serviço:
“Uma Nova História”
Local: Vale do Anhangabaú – Centro São Paulo
Data: 08/04/2012
Horário: a partir das 8h
Convidados: Pr. Antônio Cyrilo, Thalles Roberto, Bruna Martins, David Soares, Dayane Damasceno, Pr. Jayme de Amorim Campos e Sandro Nazireu.
Pregação: Missionário R.R. Soares

VIA GRITOS DE ALERTA
Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br

VEM AI MARCHA PARA JESUS 2012 - RIO DE JANEIRO

“200 milhões de cristãos são perseguidos anualmente”, afirma diretora de fundação cristã em Portugal

“200 milhões de cristãos são perseguidos anualmente”, afirma diretora de fundação cristã em Portugal
A diretora Catarina Martins da Fundação Ajuda à igreja que Sofre, em Portugal, afirma que a perseguição religiosa no mundo é alarmante: “São cerca de 200 milhões os cristãos perseguidos anualmente e de cinco em cinco minutos morre um cristão por causa da sua fé. A situação é dramática no mundo e nós assistimos a um agravamento das situações”, disse a diretora nesta terça-feira, à Rádio Renascença.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Um dos casos mais graves de perseguição atinge neste momento a minoria cristã na Síria. Num país em revolução, a pressão dos militantes islâmicos já levou mais de 50 mil cristãos a fugirem para o Líbano.
“A Primavera Árabe está provocando muitas alterações políticas nestes países e os cristãos têm sido vítimas, uma vez que o regime ditatorial passa para um regime de ditadura religiosa”, diz a diretora da fundação.
A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre apoia as comunidades cristãs em dificuldade, priorizando a formação de sacerdotes e a reconstrução de igrejas, como aconteceu recentemente no México e Cuba onde o Papa esteve. No caso na Síria, a ajuda é realizada com bens de primeira necessidade.
“São situações de emergência, de pessoas que vivem sem dignidade, que já perderam familiares e é necessário apoiá-las em pequenas coisas para dignificá-las no dia a dia”, finaliza a diretora.

VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. G+

Professor cristão é assassinado pela organização Al Qaeda no Lêmen: “Nada pode nos separar do amor de Deus”

Professor cristão é assassinado pela organização Al Qaeda no Lêmen: “Nada pode nos separar do amor de Deus”Joel Shrum, professor cristão que trabalhava como subdiretor do Centro de Formação para o Desenvolvimento Internacional, foi morto por dois homens em uma motocicleta, no dia 18 de março, quando ia trabalhar em Taiz, no Lêmen. A organização terrorista Al Qaeda assumiu a autoria do assassinato, sendo que Joel era acusado de fazer proselitismo (doutrinação) na nação árabe de maioria mulçumana.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
O professor americano Joel, de 29 anos de idade, havia se mudado para a cidade de Taiz em 2009 com sua esposa e filhos. A família deixou o país durante três meses, e apesar da violência na região, decidiram permanecer apesar das dificuldades.
A esposa Janelle disse em uma entrevista via e-mail que seu marido “viveu a realidade de que todos somos criados à imagem de Deus e que nada pode nos separar do amor de Deus” e que “estas verdades foram uma inspiração para tudo que ele fazia”.
Nas semanas que se seguiram ao ataque, a juventude em Taiz clamou por justiça pelo seu amado professor, marchando e segurando cartazes que diziam “nós amamos você, Joel”.
Janelle também falou que eles se conheceram na faculdade em 2001, acrescentando que “foi amor à primeira vista por ele… Ele levou alguns meses antes que ganhasse o meu coração”.
“Joel era um pai incrível para os nossos filhos, Valen e Liam”, escreveu ela. “Ele sempre cultivava o amor, muitos beijos e abraços, e ele sempre lhes disse quão orgulhoso se sentia deles”.
Em um artigo publicado pela revista World, o irmão de Joel, disse que seu irmão não ia ao Lêmen para fazer proselitismo, mas que era simplesmente “motivado pelo amor de Deus para ajudar as pessoas na região apesar dos perigos”.

G+

Magno Malta vê tentativa de criação de império homossexual no Brasil

O senador evangélico Magno Malta (foto) alertou, nesta terça-feira (3), para a possibilidade de criação de “um império homossexual no Brasil”.

De acordo com ele, o país não é homofóbico e os militantes gays estariam promovendo perseguição contra aqueles que não concordam com eles.

Ao criticar projeto que criminaliza a homofobia (PLC 122/2006), em tramitação no Senado, Malta reclamou que manifestações contrárias à homossexualidade serão punidas com mais rigor que as manifestações contrárias a qualquer outro grupo caso a proposta vire lei.

"Se você não aluga seu imóvel para um homossexual, ou não aceita o ato afetivo de um casal gay, pega sete anos de cadeia. Se demite ou não admite um homossexual na sua empresa, cinco anos de cadeia. Eu posso não alugar minha casa para um negro, eu posso demitir um portador de deficiência, eu posso não admitir gestos afetivos de um casal heterossexual na porta da minha casa e pedir que eles se beijem em outro lugar, longe dos meus filhos. Mas, se eu fizer isso com um casal homossexual, um simples boletim de ocorrência me levará para a cadeia".

Boa parte do pronunciamento de Malta na tribuna foi dedicada ao que chamou de “campanha contra o pastor Silas Malafaia”, um dos líderes da Assembleia de Deus. O religioso está sendo processado por se manifestar contra os organizadores da 15ª Parada do Orgulho Gay de São Paulo, que levaram figuras de santos católicos em posições sensuais para a Avenida Paulista, em junho de 2011.

Em seu programa de TV, Malafaia teria aconselhado os católicos a “baixar o porrete” e “entrar de pau” nos participantes e organizadores. Para o procurador que atua no processo, ele teria se comportado como “assassino de homossexuais”.

De acordo com Magno Malta, como a acusação, tenta-se calar a posição contrária à homossexualidade adotada pelo pastor. Ele recordou o episódio em que um bispo da Igreja Universal chutou uma santa em um programa de TV, e, reprovando o ato, perguntou onde estão, hoje, os defensores da Igreja Católica que naquela época se voltaram contra os evangélicos.

Em aparte, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) disse que conhece os autos do processo e o contexto da fala de Malafaia. Para ele, o pastor não queria incitar a violência física ao dizer “entrar de pau”, apenas teria usado um termo comumente usado no sentido de criticar com veemência, ou responder com forte crítica.

"Eu li tudo e acho que estão agindo com intolerância contra Malafaia, ele não estava incitando a violência física", disse.

Fonte: Agência Senado

Exposição que mostra pedofilia e zoofilia provoca bate boca entre deputados

Não foi só nas redes sociais que a mostra “QueerMuseu” gerou debates e bate boca. Na noite desta terça-feira (12) o assunto foi amplam...