sábado, 31 de março de 2012

Irã ameaça bombardear igrejas que pregam na língua nativa

Irã ameaça bombardear igrejas que pregam na língua nativa
Algumas igrejas iranianas estão recebendo avisos para deixarem de pregar os sermões na língua persa, também chamada de farsi, a linguagem nacional iraniana. Se esses ministérios não cumprirem com a ordem serão bombardeados.
Três igrejas foram ameaçadas a “Emmanuel Protestant”, a “St. Peter Evangelical” e Igreja Anglicana Armênia. Os avisos foram emitidos pelo departamento iraniano que cuida das relações inter-religiosas que na sexta-feira, que é o final de semana no Irã, entregaram as cartas informando que o templo pode ser bombardeado caso os cultos em persa não sejam cancelados.
Uma rede cristã de notícias persa enviou um relatório para alguns jornais internacionais falando sobre o assunto, eles acreditam que a ordem sirva para tentar barrar o crescimento do cristianismo no país.
Mesmo com a prisão de tantos cristãos, o número de novos convertidos não para de crescer, o fato está ligado aos pequenos grupos que montam igrejas familiares, com cultos dentro das casas. Mas as igrejas autorizadas pelo governo começaram a ser repreendidas.
“É provável que as autoridades islâmicas imaginem que com esta nova restrição eles amenizarão as suas preocupações com a expansão do cristianismo”, diz parte do relatório.
As igrejas receberam o aviso e as autoridades ficarão de olho, se os cultos não forem feitos em outra língua essas igrejas serão bombardeadas matando todos os membros.
Traduzido e adaptado de Worthynews


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/ira-ameaca-bombardear-igrejas-que-pregam-na-lingua-nativa/#ixzz1qkP183Dt

Igreja Católica perde espaço para as evangélicas em Cuba

Igreja Católica perde espaço para as evangélicas em Cuba
Essa semana o Papa Bento XVI visitou Cuba e foi bem recebido pela população que ganhou folga no trabalho para poder ver o pontífice de perto. Mas de acordo com o jornal The New York Times o número de católicos naquele país tem diminuído, dando lugar para o crescimento de igrejas evangélicas.
O reverendo Jorge Ortega, da Igreja Metodista Carismática do bairro Marianao, em Havana, falou ao jornal americano dizendo que a Igreja Católica só ficou cheia pela visita ilustre do líder, mas na sua congregação todos os domingos o culto fica cheio.
“Isso ocorre todos os domingos, e embora as igrejas católicas provavelmente estejam recebendo um pouco mais de gente devido ao papa, o número de fiéis delas não se compara ao nosso”, disse ele.
Ortega garante que sua igreja teve um crescimento de 40% nos últimos cinco anos, tendo aproximadamente 2.700 membros nos dias de hoje. Esse aumento do número de evangélicos se deve a suspensão das restrições aos cultos religiosos que antes existia no país.
“Sim, o crescimento deveu-se à redução das restrições à igreja na década de noventa, mas também ao crescimento explosivo do pentecostalismo na América Latina durante a década”, explica R. Andrew Chesnut, professor de religião da Universidade Virginia Commonwealth e especialista em fé religiosa na América Latina.
Foi a identificação, ao contrário da Igreja Católica, as evangélicas começaram a atrair a população anunciando a mensagem com músicas que misturam os ritmos africanos como lembra o pastor da Igreja Batista Ebenezer, Raul Suarez.
“É natural que em Cuba as pessoas busquem uma religião, uma corrente espiritual para carregá-los, e isso está ocorrendo de uma maneira abrangente”, disse o religioso que estava comemorando os 65º aniversário da denominação.
O que esses pastores possuem de dificuldade é a falta de meios para divulgar o evangelho, já que em Cuba não é possível alugar horários nas rádios ou na TV. Outro impedimento é que a lei cubana não autoriza a compra de propriedades para construir templos, ou seja, se a igreja crescer não pode comprar um terreno para construir uma maior como acontece no Brasil.
Com informações UOL


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/igreja-catolica-perde-espaco-para-as-evangelicas-em-cuba/#ixzz1qkOpraI9

SORRIA , VOCÊ ESTA SENDO PROVADO.

É engraçado , mas é verdade , que quando sabemos que existe uma câmera nos filmando ,logo queremos aparecer "bunitinho " na foto , ou melhor no focô.
Começo essa postagem como uma alusão aos certos locais que entramos e somos saudados com uma singela placa.
SORRIA , VOCÊ ESTA SENDO FILMADO.
É normal em centros comerciais , bancos , até mesmo em banheiros publicos essa singela placa.
É como um big brotter , onde  você é o artista e tudo o que você fizer fica registrado .
Sefaz algo bom esta lá registrado , se faz algo que não presta , esta lá registrado.

 Isto, devido a falta de segurança, as pessoas recorrem cada vez mais a esta tecnologia visando uma forma de se sentirem mais seguras. Também não é mais coisa do outro mundo a invasão da privacidade alheia através de câmeras ocultas, algo como acontece nos reality shows (programas como Big Brother, Casa dos Artistas, etc), e até os chamados paparazzos. E sem falar ainda nas escutas telefônicas realizadas pela polícia, visando a identificação de algum criminoso por meio de gravações das conversas.

 “os olhos do Senhor” que “estão em todo lugar, vigiando os maus e os bons” (Provérbios 15:3). Como uma câmera oculta o Senhor está a nos observar 24 horas por dia, durante toda a nossa vida, e com uma agravante, além de observar todos os nossos atos, também observa o mais íntimo de nossos pensamentos, pois para Deus “não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele a quem havemos de prestar contas” (Hebreus 4:13). Que coisa gloriosa! “Tal conhecimento é maravilhoso demais para mim; tão elevado, que não posso entender” (Salmo 139:6).
Vejamos o que mais a Bíblia Sagrada nos relata em outros versículos do Salmo 139:
“Senhor, tu me sondas, e me conheces. Tu conheces o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento. Esquadrinhas o meu andar, e o meu deitar, e conheces todos os meus caminhos. Sem que haja uma palavra na minha boca, eis que, ó Senhor, tudo conheces. Para onde me irei do teu Espírito, ou para onde fugirei da tua face? Nem ainda as trevas me encobrem de ti, mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa. Pois tu formaste os meus rins; entreteceste-me no ventre de minha mãe. Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe, e no teu livro foram escritos os dias, sim, todos os dias que foram ordenados para mim, quando ainda não havia nem um deles” (versos 1-4; 7; 12-13).

Observe neste texto Bíblico, como fica claro que Deus observa todos os movimentos de nossa vida, desde o momento em que fomos concebidos no ventre de nossa mãe, até o momento em que passarmos para a eternidade. Tudo está registrado pelo Senhor. O que pensamos, falamos e fazemos, nada se perde no tempo, pelo contrário, está tudo registrado diante de daquele que vive e reina para sempre, para o dia do juízo final (Apocalipse 20:12). É por isso que precisamos do Sangue de Jesus Cristo, o único meio pelo qual os nossos pecados (maus atos praticados) são apagados diante de Deus (I João 1:7).
Quem nunca viu está placa em alguma loja? Ela já é bastante comum, não é mesmo!? Quase ninguém mais se incomoda com a realidade de se viver cercado por câmeras de vídeos, que filmam tudo e todos que estão sob o raio de seus focos. É inegável que em muitas ocasiões elas tem sido importantíssimas para o esclarecimento de diversos crimes, mas o fato é que em pouco tempo, nossa vida será vigiada por todos os lados, e teremos pouca ou quase nenhuma privacidade.

Vivemos também cercados pelo olhar de Deus, que tudo conhece e tudo sabe, e isso, desde os primeiros instantes da nossa concepção. Deus nos conhece antes mesmo do universo ser criado, pois Ele é Onisciente (tudo sabe), é onipresente (está em todo lugar), e é onipotente (pode todas as coisas). Tudo o que fizermos, mesmo as coisas mais secretas, tudo o que estamos planejando em fazer, Deus já o sabe muito bem (e nos mínimos detalhes).

A melhor coisa então é colocarmos todos os nossos caminhos sob a luz de Deus, e aí poderemos viver livremente, sem ter medo ou vergonha de coisa alguma… Lembre-se, os olhos de Deus estão te filmando agora.
VIA GRITOS DE ALERTA.

Família gospel curte fama repentina e assume viver com apenas um salário mínimo

Suellen, Jefferson e Mara da Silva Barbosa, ficaram conhecidos após gravar o vídeo “Para nossa alegria” que repercurtiu por toda a internet. A familia gospel, que mora em Parelheiros, Zona Sul de São Paulo, ainda está surpresa com a repercussão do clipe caseiro da família. “Tem tanta desgraça no mundo... Levamos felicidade para o povo, né?”, diz Mara, a mãe, que está adorando o sucesso repentino. "Gostei de ficar famosa. O povo reconhece a gente, pede para tirar foto", comemora.
Ao EGO eles contaram como o vídeo foi feito. “Liguei a câmera e chamei minha irmã. Como minha mãe estava de folga, falei para ela cantar com a gente. Mas não tínhamos combinado nada. Fizemos de brincadeira, foi tudo natural”, conta Jefferson, de 19 anos, que, junto com a irmã, exibiu um sorriso que virou marca da dupla. “Sou sempre alegre, graças a Deus”, comenta ele.
Sobre sua risada Suellen comenta “Meu irmão gritou e eu levei um susto, não deu para segurar”. Suellen diz que não liga para quem a acha desafinada. “Acho que canto bem”. Fã de música gospel e de Luan Santana, ela sonha em ser cantora, e pretende aproveitar os cinco minutos de fama para juntar dinheiro e pagar aulas de canto.
Um salário mínimo
O sucesso até agora, porém, não rendeu frutos. Por enquanto, o trio só recebeu convites para programas de TV – esta semana, vieram ao Rio para uma gravação, quando andaram pela primeira vez de avião - e para duas apresentações sem cachê, em uma ONG e em uma universidade.
A família mora em Parelheiros, na Zona Sul da cidade, numa casa de três quartos ainda inacabada. O pai, Edevaldo, sofreu um AVC e teve que largar o emprego como motorista de ônibus, e ainda não conseguiu a aposentadoria por invalidez.
Evangélicos, frequentam a igreja da Assembléia de Deus onde Jefferson, que pretende se tornar pastor, e Suellen já costumavam cantar nos cultos de domingo. “O pessoal gosta da minha voz e me pede para cantar”, gaba-se Suellen. Os irmãos garantem que com ensaio não desafinam. "Na igreja ensaiamos bastante para cantar. Essa música não tivemos tempo para isso", diz Jefferson. Para a nooooossa alegria!

VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. GOSPEL PRIME

Igreja Metodista promove 5º encontro brasileiro de cristãos afro

Trazendo como principal assunto de debate o tema “Saúde: dom de Deus e direito das populações negras e indígenas brasileiras”, a Igreja Metodista está promovendo a quinta edição do Encontro Afro Cristão.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
De acordo com seus organizadores, o evento contará com “três dias de atividades variadas em torno de temas relacionados à saúde de grupos negros quilombolas e urbanos e grupos indígenas”. O evento tem como objetivo também “momentos de espiritualidade e reflexões sobre cristianismo e compromisso com as gentes negras e indígenas”.
O evento visa oferecer um espaço e tempo de fortalecimento da autoestima étnico-racial das pessoas negras inseridas nas igrejas cristãs e de todas as pessoas interessadas em dialogar com esta temática e com o grupo negro evangélico.
De acordo com a Igreja Metodista, o evento terá como referência a mensagem cristã de libertação de preconceitos e discriminações que separam as pessoas e impedem que a justiça, a paz e o amor sejam realidade em nossa sociedade.
O evento acontecerá entre os dias 13 e 15 de abril no UMESP, em São Paulo.

Robinson Monteiro é o novo contratado da Sony Music

Open in new window
Foi anunciado através do Twitter que o cantor Robinson Monteiro é o mais novo contratado da Sony Music Gospel. Robson é conhecido por seu talento vocal que ganhou o Brasil no ano 2001 quando ele participou do programa Raul Gil.

O cantor que já tem vários CDs gravados sendo que os três últimos foram lançados pela Line Records, gravadora ligada a Igreja Universal do Reino de Deus que teve suas atividades suspensas recentemente.

“Mais um grande nome para o cast @SonyMusicGospel – o talentoso @Robinson_Anjo já e artista Sony Music!”, anunciou Maurício Soares, diretor executivo da gravadora, pela sua conta no microblog.

O cantor também usou as redes sociais para comemorar a novidade. “Feliz demais agora sou @SonyMusicGospel kkk quem diria! Isso é que é benção #Para_nossa_alegria!”, escreveu Robinson.

Muitos fãs e amigos pessoais do cantor lhe parabenizaram por essa parceria desejando que Deus abençoe essa nova etapa do ministério de Robinson, que fez questão de agradecer aos seus pastores Samuel Ferreira e Keila Ferreira da Assembleia de Deus do Brás, em São Paulo.

O próximo CD de Robinson será gravado em breve e a Sony Music já adiantou que este trabalho terá a produção musical de Paulo César Baruk, um dos grandes nomes da música gospel que já produziu CDs de diversos artistas do cenário evangélico.

Fonte: Gospel Prime

A LINGUÁ DA MENTIRA

 




Mentir é falar ou dizer algo contrário à verdade; é a expressão e manifestação contrária ao que alguém sabe, crê ou pensa. Pode-se crer na mentira, falar mentira e praticar a mentira. É o engano em seus diferentes aspectos; nocivo ao ser humano e ofensa grave diante de Deus. O diabo é o pai da mentira (João 8:44) e, portanto, a mentira é um instrumento diabólico que o homem usa para sua própria perdição. O mais triste é que o homem ama a mentira, não ama a verdade pois ele é mau por natureza (Romanos 1:25; Apocalipse 22:15). 
A juventude, em termos gerais, está sendo arrastada à perdição eterna pelo prazer transitório da inclinação à droga, sexo, etc. Tudo não passa de uma grande mentira; é enganoso, anormal, trazendo prejuízos físicos, morais e espirituais. Tais coisas podem ser definidas como praticar a mentira. Esta prática abrange os mais variados aspectos da mentira como idolatria, homicídio, adultério, fornicação, cobiça, etc. 
Falar mentira é um mal muito comum em todos os ambientes e esferas da vida. Algumas pessoas dizem que certas mentiras são benignas, mas isto não é correto. Toda mentira, pequena ou grande, é um instrumento do diabo, portanto é recomendável que o crente não se comprometa com coisa alguma que possa levá-lo a mentir. Todo verdadeiro crente deve tratar tudo de uma forma positiva; na verdade o seu falar deve ser "Sim, sim, Não, não, porque o que passa disto é de procedência maligna" (Mt. 5:37). 
Existe também a mentira doutrinária e a mentira teórica. O espírito do erro nega que Jesus Cristo veio em carne, nega que Cristo é Deus (I João 4:6). Esta é uma mentira doutrinária. A teoria da evolução é uma mentira teórica pois nega a criação, negando assim o Criador que é Deus. Há pessoas que crêem nessas mentiras, e haverá muitíssimos que irão crer na mentira por não terem dado crédito à verdade (II Tessalonicenses 2:10-12). 
Quando Adão e Eva pecaram no Éden, o pecado entrou no ser humano; entrou a mentira, o mal e, consequentemente, a morte. "Porque o salário do pecado é a morte", mas graças a Deus que "o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor" (Rm. 6:23). Portanto, ao homem agrada, por natureza, crer na mentira; agrada-lhe praticar a mentira e ele até mesmo ama a mentira. Repito, a mentira é prejuízo ao homem e, com todos os seus horrorosos aspectos, o degenera e o leva à perdição. O diabo com seu instrumental de mentira rouba, mata e destrói o homem. Está escrito: "O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir" (Jo. 10:10). O diabo lançou a sua mentira no mundo: "a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida" (I Jo. 2:16). 
Devemos aborrecer a mentira, em qualquer forma que se apresente, e não nos esquecermos que o primeiro pecado grave, pecado de morte, registrado na igreja, foi uma mentira (Atos 5:1-11). Temos que amar a verdade, a qual está em nós, e estará para sempre (II João 1,2). Procuremos praticar a verdade em nossas vidas, crer na verdade, falar a verdade e amar a verdade. Cristo disse:"Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim" (Jo. 14:6). "Pelo que deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros." (Ef. 4:25).


VIA GRITOS DE ALERTA.

ENTREVISTA COM LULA .

Em entrevista exclusiva ao jornal Folha de São Paulo, após o desaparecimento do câncer, Lula fala do medo da morte, que acredita em algo após a morte e que não procurou o médium João de Deus para curá-lo.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou ontem que teve mais medo de perder a voz do que de morrer após a descoberta do câncer na laringe. "Se eu perdesse a voz, estaria morto."

Um dia depois da notícia de que o tumor desapareceu, ele recebeu a Folha para uma entrevista exclusiva num quarto do hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde faz sessões de fonoaudiologia.

Lula comparou a uma "bomba de Hiroshima" o tratamento que fez, com sessões de químio e radioterapia.

Ele emocionou-se ao lembrar da luta do vice-presidente José Alencar (1931-2011), que morreu de câncer há exatamente um ano. "Hoje é que eu tenho noção do que o Zé Alencar passou."

Quase 16 quilos mais magro e com a voz um pouco mais rouca que o normal, o ex-presidente ainda sente dor na garganta e diz que sonha com o dia em que poderá comer pão "com a casca dura".

A entrevista foi acompanhada por Roberto Kalil, seu médico pessoal e "guru", pelo fotógrafo Ricardo Stuckert e pelo presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto.

Folha - Como o sr. está?Luiz Inácio Lula da Silva - O câncer está resolvido porque não existe mais aqui [aponta para a garganta]. Mas eu tenho que fazer tratamento por um tempo ainda. Tenho que manter a disciplina para evitar que aconteça alguma coisa. Aprendi que tanto quanto os médicos, tanto quanto as injeções, tanto quanto a quimioterapia, tanto quanto a radioterapia, a disciplina no tratamento, cumprir as normas que tem que cumprir, fazer as coisas corretamente, são condições básicas para a gente poder curar o câncer.

Foi difícil abrir mão...Hoje é que eu tenho noção do que o Zé Alencar passou. [Fica com a voz embargada e os olhos marejados]. Eu, que convivi com ele tanto tempo, não tinha noção do que ele passou. A gente não sabe o que é pior, se a quimioterapia ou a radioterapia. Uns dizem que é a químio, outros que é a rádio. Para mim, os dois são um desastre. Um é uma bomba de Hiroshima e, o outro, eu nem sei que bomba é. Os dois são arrasadores.

O sr. teve medo?A palavra correta não é medo. É um processo difícil de evitar, não tem uma única causa. As pessoas falam que é o cigarro [que causa a doença], falam que é um monte de coisa que dá, mas tá cheio de criancinha que nasce com câncer e não fuma.

Qual é a palavra correta?A palavra correta... É uma doença que eu acho que é a mais delicada de todas. É avassaladora. Eu vim aqui com um tumor de 3 cm e de repente estava recebendo uma Hiroshima dentro de mim. [Em alguns momentos] Eu preferiria entrar em coma.
Kalil [interrompendo] - Pelo amor de Deus, presidente!

Em coma?Eu falei para o Kalil: eu preferiria me trancar num freezer como um carpaccio. Sabe como se faz carpaccio? Você pega o contrafilé, tira a gordura, enrola a carne, amarra o barbante e coloca o contrafilé no freezer e, quando ele está congelado, você corta e faz o carpaccio. A minha vontade era me trancar no freezer e ficar congelado até...

Sentia dor?Náusea, náusea. A boca não suporta nada, nada, nada, nada. A gente ouvindo as pessoas [que passam por um tratamento contra o câncer] falarem não tem dimensão do que estão sentindo.

Teve medo de morrer?Eu tinha mais preocupação de perder a voz do que de morrer. Se eu perdesse a voz, estaria morto. Tem gente que fala que não tem medo de morrer, mas eu tenho. Se eu souber que a morte está na China, eu vou para a Bolívia.

O sr. acredita que existe alguma coisa depois da morte?Eu acredito. Eu acredito que entre a vida que a gente conhece [e a morte] há muita coisa que ainda não compreendemos. Sou um homem que acredita que existam outras coisas que determinam a passagem nossa pela Terra. Sou um homem que acredita, que tem muita fé.

Mesmo assim, teve um medo grande?Medo, medo, eu vivo com medo. Eu sou um medroso. Não venha me dizer: 'Não tenha medo da morte'. Porque eu me quero vivo. Uma vez ouvi meu amigo [o escritor] Ariano Suassuna dizer que ele chama a morte de Caetana e que, quando vê a Caetana, ele corre dela. Eu não quero ver a Caetana nem...

Qual foi o pior momento neste processo?Foi quando eu soube. Vim trazer a minha mulher para um exame e a Marisa e o Kalil armaram uma arapuca e me colocaram no tal de PET [aparelho que rastreia tumores]. Eu tinha passado pelo otorrino, o otorrino tinha visto a minha garganta inflamada.
Eu já estava há 40 dias com a garganta inflamada e cada pessoa que eu encontrava me dava uma pastilha No Brasil, as pessoas têm o hábito de dar pastilha para a gente. Não tinha uma pessoa que eu encontrasse que não me desse uma pastilha: 'Essa aqui é boa, maravilhosa, essa é melhor'. Eu já tava cansado de chupar pastilha.
No dia do meu aniversário, eu disse: 'Kalil, vou levar a Marisa para fazer uns exames'. E viemos para cá. O rapaz fez o exame, fez a endoscopia, disse que estava muito inflamada a minha garganta. Aí inventaram essa história de eu fazer o PET. Eu não queria fazer, eu não tinha nada, pô. Aí eu fui fazer depois de xingar muito o Kalil.
Depois, fui para uma sala onde estava o Kalil e mais uns dez médicos. Eu senti um clima meio estranho. O Kalil estava com uma cara meio de chorar. Aí eu falei: 'Sabe de uma coisa? Vocês já foram na casa de alguém para comunicar a morte? Eu já fui. Então falem o que aconteceu, digam!' Aí me contaram que eu tinha um tumor. E eu disse: 'Então vamos tratar'.

Existia a possibilidade de operar o tumor, em vez de fazer o tratamento que o senhor fez.Na realidade, isso nem foi discutido. Eles chegaram à conclusão de que tinha que fazer o que tinha que fazer para destruir o bicho [quimioterapia seguida de radioterapia], que era o mais certo. Eu disse: 'Vamos fazer'.
O meu papel, então, a partir dessa decisão, era cumprir, era obedecer, me submeter a todos os caprichos que a medicina exigia. Porque eu sabia que era assim. Não pode vacilar. Você não pode [dizer]: 'Hoje eu não quero, não tô com vontade'.

O senhor rezava, buscou ajuda espiritual?Eu rezo muito, eu rezo muito, independentemente de estar doente.

Fez alguma promessa?Não.

Existia também uma informação de que o senhor procurou ajuda do médium João de Deus.Eu não procurei porque não conhecia as pessoas, mas várias pessoas me procuraram e eu sou muito agradecido. Várias pessoas vieram aqui, ainda hoje há várias pessoas me procurando. E todas as que me procurarem eu vou atender, conversar, porque eu acho que isso ajuda.

E como será a vida do sr. a partir de agora? Vai seguir com suas palestras?Eu não quero tomar nenhuma decisão maluca. Eu ainda estou com a garganta muito dolorida, não posso dizer que estou normal porque, para comer, ainda dói.
Mas acho que entramos na fase em que, daqui a alguns dias, eu vou acordar e vou poder comer pão, sem fazer sopinha. Vou poder comer pão com aquela casca dura. Vai ser o dia!
Eu vou tomando as decisões com o tempo. Uma coisa eu tenho a certeza: eu não farei a agenda que já fiz. Nunca mais eu irei fazer a agenda alucinante e maluca que eu fiz nesses dez meses desde que eu deixei o governo. O que eu trabalhei entre março e outubro de 2011... Nós visitamos 30 e poucos países.
Eu não tenho mais vontade para isso, eu não vou fazer isso. Vou fazer menos coisas, com mais qualidade, participar das eleições de forma mais seletiva, ajudar a minha companheira Dilma [Rousseff] de forma mais seletiva, naquilo que ela entender que eu possa ajudar. Vou voltar mais tranquilo. O mundo não acaba na semana que vem.

Quando é que o senhor começa a participar da campanha de Fernando Haddad à Prefeitura de São Paulo?Eu acho o Fernando Haddad o melhor candidato. São Paulo não pode continuar na mesmice de tantas e tantas décadas. Eu acho que ele vai surpreender muita gente. E desse negócio de surpreender muita gente eu sei. Muita gente dizia que a Dilma era um poste, que eu estava louco, que eu não entendia de política. Com o Fernando Haddad será a mesma coisa.

O senhor vai pedir à senadora Marta Suplicy para entrar na campanha dele também?Eu acho que a Marta é uma militante política, ela está na campanha.

Tem falado com ela?Falei com ela faz uns 15 dias. Ela me ligou para saber da saúde. Eu disse que, quando eu sarar, a gente vai conversar um monte.

E em 2014? O senhor volta a disputar a Presidência?Para mim não tem 2014, 2018, 2022. Deixa eu contar uma coisa para vocês: eu acabei de deixar a Presidência da República, tem apenas um ano e quatro meses que eu deixei a Presidência.
Poucos brasileiros tiveram a sorte de passar pela Presidência da forma exitosa com que eu passei. E repetir o que eu fiz não será tarefa fácil. Eu sempre terei como adversário eu mesmo. Para que é que eu vou procurar sarna para me coçar se eu posso ajudar outras pessoas, posso trabalhar para outras pessoas?
E depois é o seguinte: você precisa esperar o tempo passar. Essas coisas você não decide agora. Um belo dia você não quer uma coisa, de repente se apresenta uma chance, você participa.
Mas a minha vontade agora é ajudar a minha companheira a ser a melhor presidenta, a trabalhar a reeleição dela. Eu digo sempre o seguinte: a Dilma só não será candidata à reeleição se ela não quiser. É direito dela, constitucional, de ser candidata a presidente da República. E eu terei imenso prazer de ser cabo eleitoral.

Fonte: Folha de São Paulo

Apesar da perseguição, cristianismo cresce no Irã

Apesar da perseguição, cristianismo cresce no Irã
O ministério Portas Abertas dos Estados Unidos divulgou que apesar do endurecimento do governo iraniano contra os cristãos, o número de muçulmanos que se converteram ao cristianismo tem crescido de forma surpreendente.
Um dos principais motivos seriam as igrejas em casa que fez com que diversas reuniões secretas fossem formadas e dessa forma o número de cristãos tem aumentado em todas as regiões do país, especialmente nas cidades maiores segundo informa Carl Moeller, diretor do Portas Abertas EUA.
Pela lista do ministério o Irã está na quinta posição entre os países que mais perseguem cristãos no mundo e essa mudança religiosa pode estar ligada com a desconfiança que o governo islâmico tem gerado na população depois das eleições fraudulentas de 2009 que elegeram Mahmoud Ahmadinejad.
Apesar desse crescimento os cristãos ainda estão sendo presos, um colaborador do Portas Abertas, que não foi identificado por motivos de segurança, disse que há relatórios continuados da prisão de detenção de cristãos pelas autoridades iranianas. Essa fonte afirma que só na cidade Isfahan, mais de uma dúzia de cristãos foram presos em menos de um mês.
Moeller afirma que esse avanço da mensagem do evangelho se deve ao fato da população ser muito comunicativa. “Isso é somente atribuível ao trabalho do Espírito Santo. Uma das características comum da personalidade dos iranianos é serem extrovertidos e falar sobre sua fé, então para eles evangelizar é algo fácil”, disse.
De acordo com a Organização Cristãos Muçulmanos (Muslin Background Believers – MBBs), calcula que havia 200 cristãos vivendo no Irã há 40 anos, e agora, o número calculado esta em 370.000.
Traduzido e adaptado de Christian Today


VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. GOSPEL PRIME

Israel afirma que atacar o Irã é menos perigoso que a ameaça de uma bomba nuclear

Israel afirma que atacar o Irã é menos perigoso que a ameaça de uma bomba nuclear
O clima entre Israel e o Irã continua tenso, tanto que essa semana o Centro de Jerusalém para Negócios Públicos revelou uma pesquisa onde 60% dos entrevistados dizem acreditar que apenas uma ação militar poderá parar o programa nuclear do Irã.
Para quase dois terços dessas pessoas, atacar as instalações iranianas representa menos perigo que viver sobre a ameaça de uma bomba nuclear que pode acabar com o Estado israelense.
O estudo coordenado pelo professor Camil Fuchs do CJNP também revelou que a maioria concorda que o preço de viver sob ameaça é maior do que o preço a pagar para destruir as instalações nucleares do Irã.
Dos entrevistados apenas 26% discorda desta ideia e 9% não estão seguros quanto a melhor alternativa para essa situação.
Para este estudo foram consultados pessoas de cinco classes diferentes da população de Israel: secular, tradicional, religioso, imigrantes e russos. Do montante de entrevistados 75% dos homens preferem o ataque no Irã enquanto que entre as mulheres apenas 56% não tinham o ataque como opção em prioridade.
Essas mulheres acreditam que a frente doméstica israelense vai sofrer se Israel atacar o país vizinho e expressaram sua confiança nas Forças de Defesa israelense para destruir as aspirações nucleares do Irã. Entre os religiosos essa confiança era ainda maior.
Traduzido e adaptado de Haaret


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/israel-afirma-que-atacar-o-ira-e-menos-perigoso-que-a-ameaca-de-uma-bomba-nuclear/#ixzz1qh1HPIMe

Berço de avivamento, Assembleia de Deus em Brownsville está falida

Berço de avivamento, Assembleia de Deus em Brownsville está falida
O início do maior avivamento dos últimos 25 anos ocorreu durante um culto no Dia dos Pais em 1995. O pastor Kilpatrick da Assembléia de Deus de Brownsville, Flórida, convidou o evangelista Steve Hill para pregar naquele dia. Depois do sermão, ele fez uma pergunta simples: “Se alguém quer realmente ser renovado e se aproximar de Deus, venha até o altar”.
Ken Griffin, um membro da igreja na época e hoje um dos seus líderes relembra: “Assim que ele começou a orar pelas pessoas, todo tipo de coisa começou a acontecer… Algumas pessoas caíram no espírito, outras foram curadas e o culto que começou de manhã foi terminar depois das 4 horas da tarde”.
A notícia rapidamente se espalhou que pessoas estavam sendo milagrosamente curadas e houve muitos convertidos. Logo, os cultos de avivamento ocorriam quatro ou cinco noites por semana. As pessoas precisavam esperar em longas filas para entrar na igreja localizada em um dos bairros mais pobres de Pensacola, pequena cidade do norte da Flórida.
Durante vários anos depois daquela noite, milhões de visitantes de todo o mundo foram até a pequena igreja para testemunhar o maior reavivamento pentecostal moderno. A cada noite, multiplicavam-se os testemunhos de curas de doenças como câncer. Calcula-se que, no seu auge, a Assembléia de Deus de Brownsville atraia cerca de 5.500 pessoas por noite durante seis anos.
Isso totaliza de 3 a 4,5 milhões de pessoas. Com o aumento das multidões, a igreja começou a comprar e derrubar as casas vizinhas para aumentar seu estacionamento. Também contratou mais equipe, chegando a ter 50 ministros de tempo integral e construiu um novo santuário gigantesco e abriu uma escola para preparar pastores e obreiros.
Foram milhões de dólares arrecadados em doações e lucros da venda de CDs de música e livros, mas a igreja diz que isso não foi suficiente para pagar tudo a vista. Muitas hipotecas foram assumidas. “Você pode achar que o dinheiro estava sobrando naquele lugar, mas não é bem assim”, disse Kilpatrick, que trocou Brownsville alguns anos atrás e hoje é um pastor itinerante.
Quase uma década depois do seu auge, a igreja está à beira da ruína financeira. Ela acumula cerca de US$ 11,5 milhões em dívida. “Toda segunda-feira eu pergunto quanto foi a oferta (de domingo) e decidimos o que vamos pode pagar durante a semana”, disse Evon Horton, atual pastor da AD Brownsville.
Os bancos vazios no santuário de 2.200 lugares assustam os seis pastores que permanecem à frente da igreja. Hoje são cerca de 800 membros presentes na igreja e o pastor Horton diz que espera por uma bênção de Deus, um milagre na verdade, para que a igreja continue com as portas abertas.
Como isso ocorrerá? Horton parece saber: “Podemos ficar livre de dívidas se as cerca de 7 milhões de pessoas que foram abençoadas por esse avivamento nos ajudarem com um pouco”.
Traduzido e adaptado de Yahoo


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/berco-de-avivamento-assembleia-de-deus-em-brownsville-esta-falida/#ixzz1qh15muoa

México: membros de seita satânica matam três pessoas como oferenda à Santa Morte

México, 30 mar (EFE).- As autoridades mexicanas apresentaram nesta sexta-feira sete dos membros de uma seita satânica acusados de sacrificar duas crianças de 10 anos e uma mulher de 44 como oferenda a Santa Morte para receber dinheiro, saúde e proteção.
O porta-voz da Procuradoria Geral de Justiça do Estado de Sonora, José Larrinaga, apresentou sete dos oito membros detidos da seita, que teriam cometido os assassinatos na cidade de Nacozari.
Segundo as autoridades, o grupo era liderado por Silvia Meraz, de 44 anos. Segundo as investigações, Silvia "convenceu o resto do grupo a oferecer sacrifícios humanos à Santa Morte, já que isto traria benefícios econômicos e mais saúde e proteção e eles", explicou Larrinaga.
O funcionário disse que a polícia começou a investigar o caso após receber a denúncia do desaparecimento do menino Jesús Octavio Martínez, de dez anos.
Larrinaga afirmou que as investigações comprovaram que Silvia induziu os três homicídios e teve participação direta em dois dele ao lado de seu marido.
"Sua predileção era degolar as vítimas, argumentando que a Santa Morte preferia assim, que desta maneira ela indicaria o local onde existia dinheiro para roubar, o que seria parte da recompensa", relatou o procurador.
Além de Silvia, os outros acusados são três homens e três mulheres com idades entre 20 e 83 anos. As autoridades continuam as investigações para determinar se existem outros participantes ou se houve mais vítimas.
A Santa Morte é uma figura mexicana de veneração que combina elementos do catolicismo com o culto pré-hispânico aos mortos. Em algumas ocasiões, a adoração de sua figura foi associado à criminalidade, principalmente o narcotráfico.

VIA GRITOS DE ALERTA
INF. YAHOO

FINAL DOS TEMPOS - Pastor e mulher são presos suspeitos de estuprar menina para tirar 'maldição do sexo', em Edeia

Pastor e mulher são presos suspeitos de estuprar menina para tirar 'maldição do sexo', em Edeia Segundo relato da vítima à políc...