quinta-feira, 8 de março de 2012

Menina de 7 anos denuncia pai por estupro ao ver reportagem de TV

Uma menina de sete anos denunciou o pai por abusos sexuais ao ver uma matéria sobre o tema na televisão nesta quarta-feira. De acordo com a mãe da garota, que mora na Vila Formosa, na zona leste de São Paulo, as duas estavam assistindo televisão quando passou uma matéria sobre estupro, ela então, perguntou para a menina se alguém já havia feito isso com ela. De acordo com depoimento da mãe, neste momento a criança começou a chorar e contou que o pai teria abusado dela por diversas vezes.
A mãe da criança foi até a delegacia e passou detalhes do suspeito, um operador de máquinas de 44 anos. Uma equipe de investigadores do 58º DP da Vila Formosa foi até a casa do suspeito e, ao chegar ao local, encontrou o pai da menina tentando fugir.
"Não percebeu a viatura, estava com duas malas grandes e entrou no coletivo. Os investigadores pararam o ônibus, fizeram a abordagem, ele não reagiu e nos acompanhou até a delegacia. Depois, confessou a prática de abuso sexual contra a própria filha", explicou a delegada de plantão do 58º DP, Karina Procópio dos Santos.
De acordo com a polícia, foi solicitado exame de corpo de delito para a criança. As investigações continuam e aguardam o resultado do laudo.

FONTE ;   TERRA .

Muçulmanos anunciam plano para ‘erradicar’ o Cristianismo na Nigéria

Campanha de terror mirando cristãos em ataques violentos


Michael Carl

Membros do grupo jihadista Boko Haram estão prometendo “erradicar o Cristianismo” na Nigéria.

Informes vindos da Nigéria nos últimos dias mostram que o grupo cujo nome significa “A educação ocidental é maligna” está lançando uma nova campanha de terror objetivando matar cristãos e judeus no norte da Nigéria.

Muçulmanos da Nigéria prontos para exterminar os cristãos
O site de notícias nigeriano Bikya Masr informa que o grupo jihadista declarou guerra a todos os cristãos que vivem no norte da Nigéria.

Jonathan Racho do grupo de direitos humanos Preocupação Cristã Internacional confirma os relatos e diz que a notícia é alarmante.

“Os informes indicam que membros da Boko Haram recentemente declararam uma guerra aos cristãos no norte da Nigéria. O grupo prometeu erradicar os cristãos de certas áreas da Nigéria”, Racho disse.

“O representante do grupo (Boko Haram) diz que o grupo irá lançar vários ataques cujos alvos são os cristãos”, Racho disse. “Então há um alarmante desenrolar dos fatos enquanto falamos”.

Estimativas indicam as baixas na campanha de Boko Haram em mais de 100 mortos desde o Natal.

O serviço de imprensa do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários IRIN informa que nas últimas 48 horas, mais de 100 crianças fugiram da Nigéria para o Chad a fim de escaparem dos violentos ataques de Boko Haram.

A ONG Human Rights Watch também informa que desde o Natal, Boko Haram queimou cerca de quinze escolas.

Racho confirma o número de vítimas.

“Boko Haram já matou centenas de pessoas. Desde o Natal, o grupo martirizou cerca de 100 cristãos no norte da Nigéria”, Racho disse.

“Mas eles acham que não atingiram suas metas para exterminar os cristãos”, Racho disse. “Eles estão preparados para derramar mais sangue”.

Racho acrescenta que o ICC está irado com o desenvolvimento dos acontecimentos.

“Nós estamos muito indignados. Como pode um país como a Nigéria com todos os seus recursos, seus recursos de petróleo, segurança, militar e todos os recursos. Como esse país falha em proteger seus inocentes desse tipo de ataques?”, Racho disse.

“Boroko Haram tem tido sucesso em atacar cristãos sem serem presos e isso é revoltante!”, Racho disse. “É inaceitável!”

“Nós estamos realmente preocupados com os contínuos ataques contra os cristãos no norte da Nigéria”, Racho disse.

Racho está pedindo que os cristãos nos Estados Unidos e em outros países ajam.

“Exorto os cristãos ao redor do mudo a fazerem contato com seus governos e pedir-lhes que convençam a Nigéria a proteger seus cidadãos”, Racho disse.

Traduzido por Eliseu P. L. J. do artigo de WND: Muslims announce plans to ‘eradicate’ Christianity

VIA GRITOS DE ALERTA

Deputado evangélico critica ‘ditadura gay’ e diz: ‘querem expulsar Deus do Brasil’

O deputado Marco Feliciano (foto) diz que os grupos homossexuais tem amplo apoio da esquerda petista, que acredita que suas ações sejam “progressistas” e também de setores da mídia.

O deputado federal Marco Feliciano (PSC/SP), chamou de “ditadura gay” as ações de grupos homossexuais, como a da Liga Brasileira de Lésbicas que com sua militância conseguiu que fossem retirados todos os crucifixos e símbolos religiosos dos espaços públicos dos prédios da Justiça gaúcha.

Em texto postado no site, intitulado ‘Querem expulsar Deus do Brasil’ ele citou o jornalista de Veja Reinaldo Azevedo, que classifica de fascista a ação ocorrida no Rio Grande do Sul, por meio da ação promovida junto ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), que determinou em decisão unânime a retirada das imagens religiosas.

Segundo o político e pastor, o grupo homossexual é pequeno, porém muito bem organizado e representado na mídia, sendo ainda privilegiado por gozar de favores governamentais.

“Tal grupo representa uma minoria, não destas que sofrem de verdade, mas que sob uma camuflagem de perseguição, tenta e consegue impor seu modo de vida promíscuo, seus pensamentos anti-família-e-anti-bons-costumes”, afirmou Feliciano em seu site.

O deputado diz que os grupos homossexuais tem amplo apoio da esquerda petista, que acredita que suas ações sejam “progressistas” e também de setores da mídia.

O Rio Grande do Sul, citado no texto do deputado, foi o primeiro a autorizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo e agora protagonizam uma “perseguição aos símbolos religiosos”. "Os fatos transcorreram em uma nação que embora seja laica não é atéia”, declarou o deputado.

Feliciano ainda disse que a discussão sobre homofobia tem sido amparada pelos cofres públicos. Segundo ele, a homofobia no Brasil consiste em focos pequenos e isolados, quando comparados a outras minorias que sofrem de fato com o preconceito.

“Com tanto apoio, cristãos, evangélicos e qualquer um que cruzar seus caminhos são transformados em homofóbicos, fundamentalistas, retrógrados e religiosos fanáticos”, enfatiza.

Feliciano comentou ainda as palavras de José Dirceu, que escreveu em 1º de março em seu blog que os evangélicos impõem uma visão preconceituosa e repressiva à sociedade.

“Um homem com seu histórico, perdeu, como eu disse em meu Twitter dia desses, a chance de ficar calado”.

O deputado aponta algumas iniciativas bem sucedidas dos grupos homossexuais e pergunta o que virá em seguida.

“O que virá a seguir? Que Deus nos ajude! E nos ajude logo, antes que, esses fascistas, expulsem de uma vez Deus da nação brasileira, afinal já tiraram seus símbolos no Sul, como buscam tirar das cédulas do real a inscrição ‘Deus seja louvado’, como buscam exterminar programações religosas na TV”, questiona.

Fonte: The Christian Post

Editora Gráfica Universal demite metade de seus funcionários

Editora Gráfica Universal demite metade de seus funcionários
De acordo com uma coluna do Jornal do Brasil a Editora Gráfica Universal demitiu na última semana metade de seus funcionários. A equipe era responsável pela Folha Universal e outros periódicos.
O texto assinado por Pedro Willmersdorf diz que os funcionários não foram informados sobre os motivos da demissão em massa, mas que as ordens vieram de São Paulo. A editora fica em Inhaúma no Rio de Janeiro.
O fato faz aumentar os boatos de que a Igreja Universal do Reino de Deus, dona da Rede Record e de outros veículos de comunicação, estaria passando por crises financeiras, mas não há confirmações sobre o fato.
Com a demissão da metade dos funcionários duas publicações da Editora Gráfica Universal deixaram de circular, mas o jornal semanal da IURD continua na praça.
No final de fevereiro veículos anunciaram que a crise da empresa poderia gerar o fechamento do portal de notícias R7, mas a Rede Record se pronunciou dizendo que tal informação não correspondia com a verdade uma vez que o site tem tido ótimos retornos financeiros.
Mas em relação à editora não há explicações sobre a demissão da metade de funcionários, o JB informa que nem ao menos a equipe teve explicações sobre o corte de pessoal.
Com informações Jornal do Brasil


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/editora-grafica-universal-demite-metade-de-seus-funcionarios/#ixzz1oYpOdvA2

APRENDENDO MAIS - Quem são os fariseus ?

Fariseu (do hebraico פרושים) é o nome dado a um grupo de judeus devotos à Torá, surgidos no século II a.C.. Opositores dos saduceus, criam uma Lei Oral, em conjunto com a Lei escrita, e foram os criadores da instituição da sinagoga. Com a destruição de Jerusalém em 70 d.C. e a queda do poder dos saduceus, cresceu sua influência dentro da comunidade judaica e se tornaram os precursores do judaísmo rabínico.A palavra Fariseu tem o significado de "separados", " a verdadeira comunidade de Israel", "santos".
Sua oposição ferrenha ao Cristianismo rendeu-lhes através dos tempos uma figura de fanáticos e hipócritas que apenas manipulam as leis para seu interesse. Esse comportamento deu origem à ofensa "fariseu", comumente dado às pessoas dentro e fora do Cristianismo, que são julgados como religiosos aparentes.


VIA GRITOS DE ALERTA

LOBOS EM PELE DE CORDEIRO - RJ: Falso pastor e falsa missionária são acusados de estuprar meninas

A Justiça de Volta Redonda, no Rio de Janeiro, recebeu uma denúncia contra Reginaldo Sena dos Santos, 59 anos, pastor de igreja evangélica, e da missionária Maria de Fátima Costa da Silva, 58 anos, por estupro de vulnerável contra sete meninas da cidade. Santos foi preso em flagrante e foi decretada a prisão preventiva de Maria de Fátima.
Segundo a denúncia apresentada pelo Ministério Público, entre 2006 e o início de fevereiro deste ano, Santos, aproveitando-se de sua condição de pastor e a pretexto de lecionar aulas de música e religião para crianças e adolescentes do sexo feminino, no interior de sua residência, abusou de cinco meninas, com idades entre 9 e 15 anos, mediante grave ameaça, contando com a auxílio da missionária Maria de Fátima.
Entre as ameaças feitas pelo pastor, segundo o MP, consta que ele afirmou "que um anjo poderia usar sua espada e deixá-las cegas". Os abusos sexuais só foram descobertos após denúncia anônima informando que o pastor oferecia em troca doces, dinheiro, material escolar, entre outros bens.

PARABENS MULHERES , BEM AVENDURADAS DE DEUS , SOIS VÓS MULHERES . FELIZ DIA DA MULHER.



Na criação ,  após ter feito tudo, Deus olhou e viu que faltava algo para que  ficasse mais bonito o paraíso.
Pensou .
Será que coloco estrelas coloridas no céu ?
Não , isso não vai mudar em nada .
Então colocarei aqui  seres que brilham, para deixar tudo aqui iluminado .
Também não , pois os povos ficariam cansados daquilo e logo iriam reclamar de tanta claridade.
O que posso fazer para que tudo isso aqui fique completo ?
O que farei para que não tenha reclamações posteriores ?
Nesse momento , Deus olha para Adão , e o vê triste ,e só , e entende o que era preciso fazer .
Uma mulher, uma companheira  para que a vida De Adão se tornasse completa , bonita e agradável.
Messe momento Deus faz a criatura mais linda de todas as que ele tinha feito.

A mulher;

DEUS DEU PARA O HOMEM AQUILO QUE ELE MESMO SENDO DEUS NUNCA TEVE.
UMA MULHER , UMA ESPOSA , UMA ADJUNTORA , NÃO UMA ESCRAVA.

Que com tanto charme , beleza , inteligência , força , (pois essa coisa de ser a mais fraca é conversa dos homens que não querem perder o posto de durões.)
Duras são elas que enfrentam 9  meses de gravidez, duras são elas que trabalham fora e ainda arrumam tempo para cuidarem dos filhos e do esposo que tanto trabalho dá .
Duronas são elas , que arcam com as tarefas da casa de uma forma tão brilhante , pois cozinham , lavam passam , e ainda amam os filhos e esposo.
Duronas são elas , que as vezes se deparam com  certos esposos  que as tem como escravas ,não como amigas .
Duronas são elas que cuidam da igreja de uma forma brilhante.
Duronas são elas , que mesmo passando todas as lutas encontram forças para agradecer .
Com tantas qualidades , passo a entender que Deus  deixou essa obra por ultimo ,pois era a melhor de todas as suas criaturas.
Pois da mesma forma que o suco de uva , quanto mais tempo fermenta , melhor fica o vinho , assim foi Deus em sua criação.
Deixou o melhor para o ultimo set de sua grande produção , a Mulher.




EM NOME DE MINHA ESPOSA , PASTORA VALDEREZ ,



  PARABELIZO

TODAS AS MULHERES DO BRASIL  .
 FELIZ DIAS DAS MULHERES .
O QUE SERIA DOS HOMENS SEM VOCÊS   ?








Bispo Roberto Torrecilhas.
(Não reparem muito ,pois nesse texto não usei tecnica , somente o coração.)

Prostitutos Cultuais e Mercadores da Fé



[Mercadores da fé[3].jpg]
Eu estava tentando encontrar um adjetivo para qualificar os atuais cantores e pregadores que cobram elevadas somas em dinheiro para pregar ou cantar nas igrejas e em conferências promovidas por evangélicos, e achei que “mercador da fé” não é um adjetivo apropriado, porque é simples demais para nominar tais pessoas.
Pois bem. Vejo esses exploradores da boa-fé evangélica como prostitutos cultuais – que é a tradução da versão atualizada – para os que se prostituíam junto aos templos pagãos e que depois passaram a se prostituir diante do templo do Senhor em Jerusalém. Porque os prostitutos (as) cultuais mencionados na Bíblia exploravam os que se dirigiam ao templo para adoração oferecendo-lhes um pouco de orgia – orgia sexual revestida de espiritualidade, como alguns desses a que me refiro que falam línguas, profetizam, oram pelos enfermos, são místicos e super espirituais… Mas orgiofantes (como os sacerdotes que prestavam culto a Dionísio).
Os prostitutos e prostitutas cultuais, comuns nos templos pagãos passaram a conviver com os adoradores junto ao templo de Jerusalém, indicativo de uma deformação espiritual da nação de Israel. Não estou afirmando que é comum tais pessoas se prostituir de verdade, em orgias sexuais; estou afirmando, isto sim, que sempre que uma pessoa se afasta de Deus, comete prostituição com outros deuses – fato mencionado pelo próprio Deus em várias passagens do Antigo Testamento. Em Ezequiel 16 ele compara Israel a uma menina, que é cuidada por Deus, adornada e preparada para ser esposa, mas se prostitui com os povos vizinhos.
Deus se antecipou ao que poderia acontecer e recomendou a Moisés: “Das filhas de Israel não haverá quem se prostitua no serviço do templo, nem dos filhos de Israel haverá quem o faça… Não trarás salário de prostituição nem preço de sodomita à Casa do Senhor, teu Deus (Dt 23.17-18).
O que se vê hoje no Brasil é uma orgia espiritual, uma masturbação coletiva praticada por cantores e cantoras, pregadores e pregadoras, que não conseguiram fazer sucesso no mundo e encontraram na igreja um filão de negócio; o caminho para o enriquecimento à custa da espiritualidade dos irmãos.
Imagine o Lázaro da Bíblia, que Jesus ressuscitou dos mortos gravando seu cd e saindo pelo mundo a pregar nas igrejas, usando os recursos para comprar bens e imóveis em Atenas, Roma e Jerusalém. Imagine Dorcas, relatando sua ressurreição e insinuando aos irmãos por onde pregava que precisava de dinheiro para comprar máquinas de costura a fim de ajudar os pobres com maior eficácia, lucrando com a bênção alcançada. Eles seriam excluídos do rol de membros do céu pelos apóstolos.
Pois sei que esses excrementos espirituais – e não há palavra melhor para descrever tais pessoas – cobram preços exorbitantes para pregar e cantar. Eu estava numa cidade pregando o evangelho e em várias cidades daquele Estado os irmãos se mobilizavam para ouvir o ex (que deve ter fracassado no mundo) cujo preço varia de 20 a 35 mil reais por apresentação. Este cantor que explora a espiritualidade do povo deve ganhar, pelo menos, com a agenda cheia em torno de cem mil reais por semana! Sim, porque fazem sucessos os ex-, sejam ex de quaisquer espécies. Ex que tocou na famosa banda do mundo; ex- que se prostituía com drogas, mas agora se prostitui com dinheiro. Prostituem-se com a fé. Sim, porque quais prostitutos cultuais do AT usam da espiritualidade para fazer orgia com o povo com o fim de levar o povo a se alegrar, enquanto eles ficam ricos.
Uma denominação pentecostal nutriu, alimentou e criou um pregador que cobra o exorbitante preço de quinze mil reais por pregação e nunca tomou uma atitude corretiva e disciplinar quanto a seu enriquecimento e vida pessoal; ao contrário, alimenta o sucesso desse mercador de dons. Balaão se sentiria envergonhado!
ssim, quando viajo pelo Brasil sinto no ar o odor fétido que eles deixam por onde passam; o odor da prostituição espiritual, o cheiro nauseabundo que costumam exalar os espiritualmente mortos. Que se prostituem espiritualmente e que levem pastores, líderes e povo à prostituição com eles é inegável, e não é de se duvidar de que se prostituam literalmente em seus confortáveis quartos de hotel. Pregadores e cantores que fazem exigências incomuns; que não aceitam fazer uma refeição na casa de irmãos; apenas em restaurantes que servem a La Carte. Que não se contentam com os bons hotéis e se não houver os melhores, recusam-se participar de eventos a menos que suas exigências sejam atendidas.
Os culpados são os líderes que atraídos pela ganância financeira esperam obter lucros com os gananciosos. Certamente porque muitos pastores, apóstolos e líderes se prostituíram espiritualmente, empolgados com as riquezas deste mundo, sonhando com mansões no litoral brasileiro e nas famosas cidades dos Estados Unidos.
Que posso dizer? Afirmar que alguns desses pastores que apóiam tais cantores e pregadores, juntamente com estes sejam descendentes de Balaão – que se prostituiu e usou de seus dons para ensinar Balaque a armar ciladas para os filhos de Israel – seria ofender o profeta do Antigo Testamento, que por seu pecado foi morto por Josué.
Quem sabe possuem o DNA de Judas, ou são da mesma linhagem espiritual que vendem o nosso Senhor em troca das benesses de Mamom. Pedro e Judas descreveram tais cantores, pregadores e pastores com adjetivos pouco recomendáveis, afirmando que estes “andam em imundas paixões e menosprezam qualquer governo. Atrevidos, arrogantes, não temem difamar autoridades superiores… Considerando como prazer a sua luxúria carnal em pleno dia, quais nódoas e deformidades, eles se regalam nas suas próprias mistificações, enquanto banqueteiam junto convosco; tendo os olhos cheios de adultério e insaciáveis no pecado, engodando almas inconstantes, tendo coração exercitado na avareza, filhos malditos; abandonando o reto caminho, se extraviaram, seguindo pelo caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça… Esses tais são como fonte sem água, como névoas impelidas por temporal. Para eles está reservada a negridão das trevas”.
Por mistificações o apóstolo está se referindo aos que usam dos dons espirituais para se sobrepor aos demais; eles têm dons, são místicos e falam como se uma nuvem de transcendência divina repousasse sobre eles.
Faz-se necessária uma limpeza na igreja, a Casa de Deus, como fizeram Asa e Josafá. Asa tirou de cena sua própria mãe e “removeu os prostitutos cultuais” que usavam o templo como local de prostituição. Josafá ainda precisou intensificar a reforma, porque, de tempos em tempos os aproveitadores da boa vontade do povo; os exploradores da espiritualidade das pessoas, tais como eram os filhos de Eli aparecem na igreja de Deus (1 Rs 15.12; 22.47).
Uma igreja rameira serve de alcova para os exploradores da espiritualidade do povo. E Deus haverá de limpar sua igreja.



ESSE TEXTO FOI COPIADO DO SITE PAVABLOG.

Pastor Marco Feliciano rebate declarações de José Dirceu e afirma que ele está “moralmente sepultado”

Pastor Marco Feliciano rebate declarações de José Dirceu e afirma que ele está “moralmente sepultado”As declarações do ex-ministro e ex-deputado José Dirceu a respeito da atuação política dos evangélicos, contrários às políticas de descriminalização do aborto e ao PLC 122, está reverberando entre os parlamentares da bancada evangélica.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Após o pronunciamento do deputado João Campos (PSDB-GO), presidente da Frente Parlamentar Evangélica, que se posicionou contrário às declarações de Dirceu, foi a vez do pastor e deputado Marco Feliciano repudiar as declarações de José Dirceu.
O pastor afirmou que a posição evangélica “em favor da família e do bem estar da sociedade, vem incomodando algumas pessoas, mas quando analisamos o perfil e o histórico de vida dessas pessoas, mais e mais nos compenetramos que estamos no caminho certo”, fazendo alusão ao histórico recente de José Dirceu, que teve o mandato cassado e os direitos políticos suspensos até 2014 por envolvimento com o mensalão.
Feliciano lembrou em seu discurso na tribuna da Câmara dos Deputados que, após a ditadura militar no Brasil, quando eram dados os primeiros passos em direção à democracia, José Dirceu “saiu comodamente da clandestinidade sem antes abandonar mulher e filho” em Cuba.
Marco Feliciano relembrou ainda que no auge das investigações sobre o mensalão, um ministro do Supremo Tribunal Federal classificou José Dirceu como “chefe de quadrilha” e que a frase “Sai Fora, Zé”, pronunciada pelo então deputado Roberto Jefferson, tornou-se célebre por representar a forma como ele saiu do governo.
Finalizando seu discurso, Feliciano dirigiu-se a José Dirceu com o termo “Zumbi”, afirmando que os evangélicos permanecerão na luta por seus princípios: “Esse homem foi moralmente sepultado, tal qual um “zumbi” teima em sair de sua sepultura, justamente para atacar nós evangélicos, que continuaremos a lutar cada vez mais para que o povo brasileiro, não venha a se contaminar com tão nefastas doutrinas, que jazem moribundas, justamente nos Países onde foram criados”, pontuou, emendando um pedido para que Dirceu busque orientação divina: “Peço ao Senhor José Dirceu que faça uma reflexão e peça a Deus que ilumine seu caminho e, se arrependendo poderá ainda em tempo mudar sua biografia”.
Confira a íntegra do discurso do deputado Marco Feliciano, em repúdio às declarações do ex-ministro José Dirceu:
Uso desta tribuna mais uma vez e com alegria de estar neste Parlamento representando um povo que classifico como o mais feliz do mundo, que é o povo de Deus. Inicio dessa forma, pois nossas posições em favor da família e do bem estar da sociedade, vem incomodando algumas pessoas, mas quando analisamos o perfil e o histórico de vida dessas pessoas, mais e mais nos compenetramos que estamos no caminho certo.
Por esses dias, foi noticiado que o Senhor José Dirceu, ex-deputado, ex-ministro, todo poderoso, do primeiro governo do PT, alijado da vida política por envolvimento em graves casos de corrupção teceu comentário sobre a atuação dos evangélicos na política de nosso País, principalmente quanto ao aborto e leis pré-homossexuais. Dentre as várias declarações desse Senhor, em seu Blog, destacamos o fato de ter se referido a setores evangélicos como violentos e chantagistas.
Senhor José Dirceu, um homem que na sua biografia consta que após anos na clandestinidade ao perceber as mudanças políticas e percebendo o momento de redemocratização que chegou graças àqueles que realmente se arriscaram, o que não foi o seu caso, saiu comodamente da clandestinidade sem antes abandonar mulher e filho, esse é o perfil do homem treinado em cuba, especialista no marxismo ateísta, onde a máxima é “o fim justificar os meios”.
Lembro também que um Ministro do Supremo, o denominou chefe de quadrilha, e, também quem não se recorda quando o Deputado e Presidente do PTB, Roberto Jefferson se dirigiu ao ainda Ministro com a celebre frase “Sai fora Zé”, alijando-o do governo.
Esse homem foi moralmente sepultado, tal qual um “zumbi” teima em sair de sua sepultura, justamente para atacar nós evangélicos, que continuaremos a lutar cada vez mais para que o povo brasileiro, não venha a se contaminar com tão nefastas doutrinas, que jazem moribundas, justamente nos Países onde foram criados. Peço ao Senhor José Dirceu que faça uma reflexão e peça a Deus que ilumine seu caminho e, se arrependendo poderá ainda em tempo mudar sua biografia.
Fonte: Gospel+

Bispo Edir Macedo afirma que só quem é “dizimista” prospera e que atitudes erradas atraem maldição

Bispo Edir Macedo afirma que só quem é “dizimista” prospera e que atitudes erradas atraem maldição
A questão do dízimo entre os cristãos sempre levantou polêmicas, por causa das diversas interpretações apregoadas pelas mais diversas igrejas.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
O bispo Edir Macedo respondeu à dúvida de um leitor do site oficial da Igreja Universal do Reino de Deus sobre o assunto, e afirmou que “o dízimo são os primeiros 10%”.
A pergunta do leitor do site Arca Universal era se ele seria amaldiçoado por deixar de dizimar em ocasiões específicas: “Bispo, eu sou dizimista, mas tem mês que eu não consigo ser, porque pago todas as contas e quando vejo o dinheiro acabou. Eu estou amaldiçoado por isso?”, questionou.
Macedo respondeu dizendo que “quando nós recebemos o nosso salário, os primeiros 10% devemos oferecer a Deus. E essa atitude é uma questão de fé, de lealdade, de submissão, de reconhecimento a Deus pelo que Ele tem nos dado. Mas, nem todos creem nisso, principalmente aqueles que têm o coração no dinheiro”.
O líder da IURD afirma na sequência que só prospera quem oferta o dízimo e é fiel a Deus. “Se você quer prosperar, comece a ser dizimista. Se você quer que Deus seja fiel a você, primeiro você deve ser fiel a Ele. Não é assim que agimos entre nós?”, pergunta Macedo, explicando que não adianta apenas separar o dízimo: “Os primeiros frutos são de Deus. Por exemplo, se você ganhou 10 milhões de reais, gastou o primeiro milhão com você e só depois vai à igreja devolver os dez por cento, ou quem sabe entregar até os 9 milhões restantes, isso não será considerado dízimo. O dízimo são os primeiros 10%”.
Ao final de sua resposta, o bispo Edir Macedo esclarece a dúvida do leitor sobre maldição, dizendo que os fracassos são consequências de escolhas erradas: “Deus não amaldiçoa ninguém, nós somos amaldiçoados pelas nossas próprias atitudes erradas que tomamos, quer creia em Deus ou não”.


GOSPEL +

QUEREM CASSAR E CAÇAR ESTE SÍMBOLO DAS REPARTIÇÕES. EM NOME DA TOLERÂNCIA!!!

Vamos cuidar um pouco de outros assuntos, já que nem tudo no país, felizmente, se resume a José Sarney. O que não quer dizer que não possa haver manifestações piores. Começo com uma questão geral.
Uma coisa é ser agnóstico; outra, distinta, é considerar mera estupidez o que não pode ser explicado pela razão; uma coisa é ser ateu; outra, distinta, é achar que os crentes merecem a fogueira — ainda que seja a da desmoralização. Uma coisa é ser laico e advogar um estado idem; outra, diferente, é perseguir as religiões e os signos religiosos. Uma coisa é defender firmemente que a religião não degenere em fanatismo e sectarismo; outra, distinta, é perseguir fanática e sectariamente os que fazem questão de evidenciar a sua religião.
Por que esse preâmbulo?
Certamente por julgar que todas as outras questões que dizem respeito aos “Direitos do Cidadão” já estão em seu devido Lugar, a Procuradoria Regional dessa área, em São Paulo, decidiu ajuizar uma ação civil pública pedindo à Justiça que obrigue a União a retirar símbolos religiosos, como crucifixo e bíblias, das áreas públicas dos órgãos federais. A argumentação: o Estado é laico.
Parece tudo tão óbvio, não? Parece tudo tão evidente: se é laico, sem símbolos religiosos. Pronto! Não! Pronto nada! De jeito nenhum! Houvesse a obrigatoriedade de se exibir o crucifixo nessas repartições, eu estaria entre aqueles a lutar pela mudança da lei. Mas não é assim.
Dada a forma como se ostentam esses símbolos nos órgãos públicos, estamos diante de uma óbvia e legítima expressão que é também da nossa cultura — não diz respeito apenas à nossa crença. Se um juiz ou promotor decidir pôr em sua sala um quadro com a imagem de uma figura do Candomblé, não ocorreria a ninguém lhe pedir que tirasse o objeto de lá. E ai daquele que o fizesse! Correria o risco de ser processado por racismo ou intolerância religiosa.
O mais surpreendente, e até engraçado, é que a ação da Procuradoria teve origem na representação de um tal grupo chamado Brasil para Todos. Para todos, como se nota, mas menos, então, para os cristãos, que formam, suponho, mais de 90% da população brasileira. Estamos diante da intolerância em nome da tolerância; do desprezo, então, à vontade da maioria em nome da minoria. Aí não é possível. Isso não é democracia, mas autoritarismo sectário.
Como já vimos aqui tantas vezes, a democracia não se esgota com a realização da vontade da maioria. Se os direitos e a voz das minorias não estiverem assegurados, não há regime democrático. A simples exposição de um crucifixo ofende a minoria não-cristã do Brasil? Aliás, dentro dessa minoria, quantos, de fato, estão se sentindo agredidos? Não estamos diante de uma daquelas situações típicas em que não podendo o grupo minoritário impor a todos a sua vontade e as suas escolhas, contenta-se, então, em constranger a vontade majoritária?
Caberá à juíza Maria Lúcia Lencastre, da 3ª Vara Federal, a decisão. O grande guia da meritíssima, a exemplo do que ocorre com todos os juízes, é a Constituição da República Federativa do Brasil, aquela que, como está explícito em seu preâmbulo, foi promulgada “sob a proteção de Deus”. Ou haverá nesta referência algo de profundamente ofensivo aos ateus e agnósticos? O tal grupo Brasil para Todos dará início a um movimento para tirar Deus da Constituição? Não seria o caso de consultar os brasileiros, então, já que a consulta feita — por meio da eleição dos constituintes — parece sem validade a essa gente?
Preconceito anticristão! Esse é o nome da iniciativa do grupo e, se quiserem saber, da ação da Procuradoria Regional. Aliás, seria mais específico: trata-se de preconceito anticatólico, porque é do catolicismo que deriva a, atenção!, “tradição cultural” de se ornarem repartições públicas com o símbolo maior do cristianismo. Ora, que valores tão exóticos ele encerra? O da convivência entre as diferenças? O do amor ao próximo? O da solidariedade? O da caridade? O do perdão? O da fraternidade em Cristo? A quem isso tudo ofende? A quem isso tudo constrange? A quem isso tudo afronta?
Fui ao site do grupo. Encontro lá os dirigentes. E algumas coisas começaram a ficar mais claras para mim:
- Iyalorisa Sandra M. Epega - Presidente da ONG Respeito Brasil Yorubá;
- Pai Celso de Oxaguián;
- Monja Coen Sensei - Missionária da tradição Soto Shu - Zen Budismo;
- Mahesvara Caitanya Das - sacerdote Vaishnava;
- Pr. Djalma Rosa Torres - Igreja Batista Nazareth;
- Rev. Cristiano Valério - Igreja da Com. Metropolitana de São Paulo;
- Ricardo Mário Gonçalves, PhD, monge budista;
- Monge Genshô, Diretor-Geral do Colegiado Budista Brasileiro;
- Jagannatha Dhama Dasa - sacerdote hinduísta Vaishnava;
- Milton R. Medran Moreira - Presidente da Conf. Espírita Pan-Americana.
Como fica evidente, trata-se da expressão de minorias religiosas. Que têm todo o direito de se manifestar. Aliás, é justamente o regime de tolerância propiciado, felizmente, pelo cristianismo que lhes garante lutar para que se apaguem da vida pública brasileira os sinais do… cristianismo. Essa gente seria realmente corajosa, valente, se decidisse, sei lá, pedir que o Irã eliminasse os sinais do islamismo da vida pública — imagem de Maomé, não, porque não pode…
Sim, senhores! O fato é que o cristianismo moderno tem sido a melhor garantia da tolerância entre as diferenças. A lei é sua forma civil. A tradição cristã é seu caldo cultural.
A ONG também conta com “juristas”, como aparecem identificadass lá as seguintes pessoas:
- Roberto Arriada Lorea, MSc. - Juiz de direito;
- Daniel Sarmento - Procurador da República;
- José Henrique Torres - Juiz de direito;
- Iso Chaitz Scherkerkewitz - Procurador do Estado de SP;
- Aldir Soriano - Vice-presidente da Ass. Bras. de Liberdade Religiosa e Cidadania, membro da Comiss. de Dir. e Liberdade Religiosa da OAB-SP;
- Elza Galdino - Advogada
Que esses doutores reflitam se não estão tentando, a exemplo dos racialistas, trazer para o Brasil um conflito que não existe, importando tensões que não estão presentes entre nós ou que têm sido equacionadas no espaço da convivência democrática. Rituais de natureza religiosa, segundo a tradição de cada país, estão presentes em quase todo o mundo. Em boa parte do planeta, a testemunha jura dizer a verdade com a mão sobre a Bíblia.
O cristianismo, felizmente, não se impõe mais a ninguém. No Brasil e no mundo. No que respeita à Igreja Católica, poucas religiões têm buscado, com tanta dedicação, a convivência com as diferenças — em alguns casos, a ponto de se descaracterizar. Querer cassar e caçar o crucifixo, impondo uma proibição, corresponde a violentar a história brasileira e a incentivar a intolerância.
PS - Por favor, tomem bastante cuidado ao comentar. Este é um texto contra a intolerância. E nós somos muito melhores do que os intolerantes, o que não quer dizer que não possamos ser firmes.
Por Reinaldo Azevedo

Jogador se converte, abandona a mentira e perde contrato com o Flamengo

Jogador se converte, abandona a mentira e perde contrato com o Flamengo
No início deste ano o lateral-esquerdo Jorbison do Flamengo fez o impensável. Ao retornar de empréstimo junto ao Duque de Caxias, procurou um diretor da equipe e disse:
- Eu me converti, preciso me batizar e não posso mais mentir. Sou gato. Meu nome é Maxwell, e não Jorbison.
O jogador chegou ao Flamengo em 2006, mas seus documentos estavam adulterados. Ele nasceu em 1989 – e não em 1991, como constava na certidão apresentada. Seu nome verdadeiro é Maxwell Batista da Silva – e não Jorbison Reis dos Santos.
A mentira da mudança de idade permitiu que Maxwell jogasse “abaixo” de sua categoria etária durante o período que esteve nas divisões de base. Com isso, ele foi até convocado para a Seleção Brasileira Sub-20, para a disputa de um torneio no Uruguai em janeiro de 2010.
Diante da revelação, Flamengo e jogador acordaram com uma rescisão de contrato, publicada no Boletim Informativo Diário da CBF (BID) em 13 de janeiro.
Quatro dias depois, em 17 de janeiro, o BID publicou o contrato de Maxwell Batista da Silva, agora ligado ao Sport Club Corinthians Alagoano. Com duração de três anos, o contrato foi assinado um dia antes da rescisão com o Flamengo. Jorbison deixara de existir futebolisticamente, e Maxwell “nasceu de novo” para o futebol.
No Twitter, Maxwell já havia mudado sua identidade no final de 2011. Deixou de ser @jorbison35 e passou a ser @baianoo35.
No site do Corinthians Alagoano, o jogador Maxwell aparece com seu novo uniforme e a data de nascimento verdadeira: 23/10/1989. Ou seja, está com 22 anos.
Nascido em Camacan, no Sul da Bahia, Maxwell foi rapidamente contratado pelo Flamengo em 2006, depois de passar pelo Artsul, time pequeno do interior do Rio. Tornou-se profissional em 2009 e disputou três partidas no Campeonato Brasileiro.
Embora fosse considerado uma promessa, nunca se firmou. Ano passado foi emprestado para o Duque de Caxias, onde disputou a Série B do Brasileirão.
A prática de adulterar documentos é conhecida no meio futebolístico como “gato”, mas geralmente são descobertas pelos clubes, nunca admitidas pelo jogador.
“Fico muito surpreso. Ninguém poderia ter ideia. Pelo biotipo dele, bastante franzino, jamais desconfiaria disso. Mas as más companhias conduzem a isso… O cara apresenta o documento e como vai fazer? É complicado” disse Kleber Leite, dirigente do Flamengo.
Já em Alagoas, Maxwell explicou resumidamente sua atitude, que parece estranha para a maioria das pessoas envolvidas com o futebol. “Eu não podia mais mentir”, disse.
Com informações Globo Esporte


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/jogador-se-converte-abandona-a-mentira-e-perde-contrato-com-o-flamengo/#ixzz1oW97jyp8

Diretor da BBC confessa que zomba de Jesus, mas não faria o mesmo com Maomé

Diretor da BBC confessa que zomba de Jesus, mas não faria o mesmo com Maomé
Durante uma entrevista o chefe da BBC, Mark Thompson, afirmou que a rede de televisão britânica zomba de Jesus, mas que jamais zombaria de Maomé porque tal ato geraria muita revolta no público, o que não acontece com os cristãos.
Em sua fala para a Universidade de Oxford ele explica que “para um muçulmano, uma representação, em particular, uma representação cômica ou degradante do profeta Maomé poderia ter a força emocional de uma peça de pornografia infantil grotesca”. Enquanto que para os cristãos esse tipo de zombaria não causa revoltas.
“Sobre Jesus se podem fazer brincadeiras, porque o cristianismo tem ombros largos e um número menor de ligações à etnia”, disse Thompson que confessou que seu canal jamais transmitiria Jerry Springer The Opera – musical que zombou de Jesus- se a sua meta fosse Maomé.
No ano passado um ex-âncora da BBC News, Peter Sissons, disse que o canal aceita insultos a cristãos porque é “jogo justo”, mas que nunca devem ofender os muçulmanos. Essa seria a política da empresa que é a maior rede de comunicação da Inglaterra.
“O Islã não deve ser ofendido por qualquer preço, embora os cristãos sejam jogo justo, porque eles não fazem nada sobre isso, se eles se ofendem”, disse Sissons em uma entrevista para o Daily Mail.
Com informações Acontecer Cristiano e Christian.org


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/diretor-da-bbc-confessa-que-zomba-de-jesus-mas-nao-faria-o-mesmo-com-maome/#ixzz1oW8Y25zw

FELIZ DIA DA MULHER.

Exposição que mostra pedofilia e zoofilia provoca bate boca entre deputados

Não foi só nas redes sociais que a mostra “QueerMuseu” gerou debates e bate boca. Na noite desta terça-feira (12) o assunto foi amplam...