domingo, 19 de fevereiro de 2012

Defendendo o indefensável: Islam


 

Jihadistas Defendendo o Islam Invasor
No blog GRITOS DE ALERTA do Pastor (Bispo?) Roberto Torrecilhas, (não conhecia nada sobre ele ate ler algo no blog Nova Cruzada), traz periodicamente, artigos que expõem a verdadeira cara do Islam no MUNDO (o Brasil esta incluído). Parabéns BISPO! Continue assim.
Mas o nosso “caro amigo” Jihadista Omar Israfil Dawud Bin Laden se sentiu “ofendidinho”, e fez beicinho porque o Bispo expôs a verdade crua e nua do Islam e postou uma RESPOSTA ao Bispo no blog dele. Eu tenho que admitir, o Omar tem uma habilidade invejável de falar muita besteira com poucas palavras.
Meu objetivo é dar uma RESPOSTA ao Jihadista. Alguns podem estar se perguntando porque eu estou pegando pesado no Omar e nos convertidos ao Islam. Alguns argumentam: Porque não tentar convence-los pelo “amor”? Alguns podem ate dizem que esta não foi a atitude de Jesus. Deixa-me esclarecer:
  1. Tudo o que eu escrevo é motivado pelo amor aos muçulmanos. Meu objetivo principal neste espaço não é tentar convencer os muçulmanos, mas ensinar a igreja que existem respostas para todos os ataques satânicos contra a igreja.
  2. O Omar e outros “revertidos” ao Islam, são exatamente iguais aos Escribas e Fariseus da época de Jesus. Jesus não mostrou compaixão por eles, pelas seguintes razões (Mateus 23): Jesus começa dizendo que devemos tomar cuidado com eles (Lucas20:46). POR QUE? Por que eles fecham as portas do Reino dos céus para os homens, não entram, e impedem outros de entrar (v.13). Depois de fazerem um convertido (Ex: Wellington), eles o transformam em “duas vezes mais filho do inferno” do que eles mesmos (v.15). Eles são cegos guiando cegos (v.16). Eles observam as coisas minúsculas da lei, mas não prestam atenção para o que é importante: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. (v.23). Eles limpam o seu exterior, mas se esquecem de limpar o interior de onde vem toda a podridão humana (v.25). Eles sao como sepulcros pintados: “bonitos por fora, mas por dentro estão cheios de ossos e de todo tipo de imundície” (v.27). Jesus terminou o sermão dizendo: “Serpentes! Raça de víboras! Como vocês escaparão da condenação ao inferno?” (v.33). Jesus faz uma declaração estonteante: “Por isso, eu lhes estou enviando profetas, sábios e mestres”. Jesus declara que ELE envia PROFETAS. Somente Deus pode enviar profetas (v.34).
  3. Eu acredito que a maioria destes convertidos ao Islam, ja passaram do ponto que “NÃO TEM RETORNO”. Em Hebreus 6:4-6 diz: “Ora para aqueles que uma vez foram iluminados, provaram o dom celestial, tornaram-se participantes do Espírito Santo, experimentaram a bondade da palavra de Deus e os poderes da era que há de vir, e caíram, é impossível que sejam reconduzidos ao arrependimento; pois para si mesmos estão crucificando de novo o Filho de Deus, sujeitando-o à desonra pública.” Somente Deus sabe quando este ponto é cruzado, mas as evidencias mostram que este é o caso com estes homens.
Que Deus tenha misericórdia deles e traga alguns de volta antes que seja tarde demais. Esta esclarecido porque eu sou duro com eles? Então vamos de volta ao meu artigo.
Onde esta escrito TAWHID no Alcorão?
O Jihadista Omar começa usando a Palavra de Deus (Deuteronômio 13:6-10) para expor a sua ignorância. Mas vou inverter a ordem, eu vou mencionar Deuteronômio em um outro artigo. Leiam ate o final, tudo bem?
O nosso “amigo” diz com respeito a Trindade: “Diga-se de passagem que a tal trindade não é citada sequer uma única vez que seja na Bíblia”
Resposta: Me mostre onde aparece a palavra TAWHID, pelo menos UMA ÚNICA VEZ no Alcorão. Deixa-me emprestar as suas próprias palavras: “Diga-se de passagem que a tal TAWHID não é citada sequer uma única vez que seja no ALCORÃO”. Então meu querido, cale a boca antes de voce falar que a Trindade foi inventada.
Se a doutrina da Trindade foi inventada pelo fato da palavra não estar na Bíblia, então a doutrina da “Tawhid” também foi inventada, porque ela não se encontra no Alcorão.
Trindade foi descrita e não inventada!
Somente para esclarecer para os meus irmãos em Cristo, entendam que os muçulmanos dizem que a doutrina foi "inventada" no Concílio de Nicéia, no ano 325. Porem a verdade é que a doutrina foi FORMULADA ou descrita neste concilio. Por conta das heresias que estavam sendo “inventadas” sobre a pessoa de Jesus, a Igreja se reuniu para se estabelecer o que a BÍBLIA ensina sobre este tema. Eles não se reuniram para inventar, mas para CONFIRMAR o que a Bíblia sempre ensinou.
A doutrina da Trindade não tem nada em comum com os “conceitos religiosos pagãos”. A Trindade fala de UNIDADE na DIVERSIDADE. Deus é um ser complexo, impossível de ser descrito com palavras. Mas se vocês querem ler mais sobre a Trindade, por favor visitem meus artigos anteriores sobre a Trindade Introdução, Parte 1, Parte 2, Parte 3, Parte 4
Explicando I João 5:5-8
O Jihadista esta PARCIALMENTE certo com respeito ao verso de I João 5:7-8: “Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um. E três são os que testificam na terra: o Espírito, e a água, e o sangue; e estes três concordam num.”
Hoje em dia, a maioria das novas impressões da Bíblia, ja não trazem a frase “o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um.” POR QUE? Por que descobriu-se que aparentemente esta frase foi uma anotação que alguém fez na margem do texto. Entre os milhares de manuscritos da Bíblia, somente 5 tem esta adição. Algum copista pensou que a anotação fazia parte do texto original e o incluiu nas novas copias. O erro foi descoberto e a frase removida. Vocês não vêem nisso um ato de coragem e de honestidade? EU VEJO.
A doutrina da Trindade não esta baseada somente em UM VERSO. A Bíblia traz centenas de expressões tanto no AT e NT que ensinam sobre a Trindade:
Jesus disse: “Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo,” (Mateus 28:19)
Paulo disse: “... mediante o Espírito de Santidade ... a vocês, graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. (Romanos 1:4-7)
“A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vocês.” (2 Cor. 13:14)
Como o Jihadista explica os problemas do Alcorão?
Ele não explica! Ele foge do assunto. O Jihadista Omar bin Laden, nem sequer mencionou os problemas do Alcorão que tem problemas MAIORES. Sera que ele não precisa tirar o POSTE do olho do ISLAM antes de querer tirar o CISCO do Cristianismo?
Faltam versos no Alcorão
As fontes Islâmicas nos informam que existem vários versos FALTANDO no Alcorão. O caso mais interessante é o do VERSO DO APEDREJAMENTO. Ele não se encontra hoje no texto do Alcorão. Veja a historia em Bukhari Volume 8, 82, 816:
Narrado por Ibn Abbas: Umar disse: “Eu temo que depois de ter-se passado um logo tempo, as pessoas poderão dizer: “Nos não achamos os versos de Rajam (apedrejamento ate a morte) no Livro Santo”, e consequentemente eles poderão se DESVIAR deixando de fazer uma OBRIGAÇÃO que Allá tem revelado. Lo! Eu CONFIRMO que a penalidade de Rajam (apedrejamento) seja aplicada naquele que comete intercurso sexual ilícito, e se ele já for casado e se o crime for confirmado por testemunhas ou gravidez ou confissão”. Sufyan adicionou, “Eu MEMORIZEI esta narração nesta maneira.” Umar adicionou, “Seguramente o Apostolo de Allá cumpriu a penalidade do Rajam (apedrejamento), e todos nos também depois dele”.
O BODE que comeu o Alcorão
Encontramos no Sunan Ibn Majah, Livro do Nikah, Hadith 1934
“Narrado por Aisha: “O verso do apedrejamento e do AMAMENTAR DE UM ADULTO, foi revelado DEZ VEZES, e eles foram escritos em um papel e mantidos debaixo da cama. Quando o Mensageiro de Allá (SAWW) faleceu e nos estávamos preocupados com a sua morte, UM BODE ENTROU E COMEU O PAPEL.
Estes são apenas dois exemplos das centenas de versos que estão faltando no Alcorão. Quando sera que o Jihadista começara a explicar como eles ainda dizem que o Alcorão foi divinamente preservado? Leia mais sobre o MILAGRE DO ALCORÃO aqui: Parte 1, Parte 2 e Parte 3
Expondo a HIPOCRISIA e a IGNORÂNCIA Islâmica
O Jihadista Omar Bin Laden inverteu os papeis e disse que as
Cruzadas Cristãs foram ... tentativas de invadir os territórios do Oriente Médio que eram habitados por muçulmanos/árabes.”
Isso que me irrita nestes caras. Eles não demonstram nenhuma honestidade acadêmica quando culpam o Cristianismo de haver COMEÇADO as cruzadas. O Islam diz que JIHAD nao significa “luta armada” e que o Islam não se espalhou através da violência.
Que tal, se eu disser que as Cruzadas na verdade nunca aconteceram? E que tudo não passou de uma “invenção Islâmica”. E se eu dissesse que “cruzada” na verdade significa uma “luta interior espiritual” e não tem nada a ver com luta armada? Voce acreditaria? Por que estes muçulmanos nos tratam com se nos fossemos ignorantes? Isso é um insulto a nossa inteligência.
As cruzadas foram uma reação a INVASÃO Islâmica. Onde antes eram terras habitadas por Cristãos, elas foram tomadas pelos muçulmanos. O que o povo do Egito fez para merecer ser invadido pelo exercito Islâmico em 642?
São Francisco de Assis e as cruzadas
Mas porque ninguém NUNCA menciona o ato heróico de São Francisco de Assis? Ele não concordava com as Cruzadas e preparou uma grupo para converter os muçulmanos através do AMOR e da PREGAÇÃO. Como os muçulmanos o tratavam? Eles o prendiam com correntes, batiam nele e em seus companheiros, mas ele estava preparado para morrer por Cristo.
Sim, concordo que as Cruzadas foram brutais e perversas. Mas foram os muçulmanos e não os Cristãos que começaram as agressões. Foi o Islam que forçou as conversões e os que se recusaram foram assassinados ou tiveram que pagar um tributo. Foi o Islam que conquistou os territórios dos paises vizinhos que nunca ameaçaram os árabes, e “através da guerra e violência, roubaram as riquezas e forçaram a se converterem no nome do Islam.
Onde esta a prova? Esta espalhada nos museus do Mundo Islâmico. Maomé costumava enviar cartas AMEAÇANDO a todos os reis visinhos, caso eles não se convertessem a sua nova religião. Eu mesmo vi pessoalmente uma destas cartas no museu de Alexandria Egito.
A Santa Inquisição?
O que tem de santa nisso? A inquisição que aconteceu no século 12 foi um outro erro da Igreja? Sem duvida! Nos não estamos escondendo a nossa historia. Hoje, os Cristãos procuram ser honestos para com nossa própria historia. Infelizmente não se pode dizer o mesmo do Islam.
A INQUISIÇÃO ISLÂMICA
Vocês sabiam que o Islam também teve uma inquisição? Porque o MÚMIA Omar não mencionou isso?
Conhecida pelo nome de MIHNA a inquisição Islâmica que aconteceu em 833 e durou 28 anos de terror de caça aos hereges.
A Mihna foi uma tentativa do Califa Al-Mamun (que era um “Mutalizi”) de IMPOR os seus pontos de vistas teológicos sobre o Alcorão na comunidade islâmica. O Califa Al-Manun cria que o Alcorão foi criado e que NÃO era um livro ETERNO.
Mesmo depois da morte do Califa Al-Mamun a inquisição continuou com o Califa Al-Mutasim. Muita gente perdeu a vida por causa desta disputa teológica no Islam.
Deixa eu dar o troco agora: Então nesta época os teólogos Islâmicos INVENTARAM a doutrina de que o Alcorão é eterno e esta preservado nos céus.
Vocês não acham interessante de que aquilo que o Jihadista acusa a Igreja, também aconteceu no Islam? O que se chama isso? Hipocrisia.
Outra coisinha que estava esquecendo: “A Inquisição Islâmica aconteceu muito antes da Inquisição Católica ou Protestante”.
As bruxas de Salem e as bruxas no mundo Islâmico
Em 1692 na cidade de Salem, no Estado de Massachusetts algumas pessoas foram acusadas de bruxaria e magia negra.
Mas antes de prosseguir seria bom responder a uma pergunta crucial: QUANTAS PESSOAS FORAM EXECUTADAS EM SALEM?
Por que pergunto isso? Sera que UMA pessoa não seria suficiente para se condenar este ato? SIM. Mas geralmente se pensa que MILHARES de pessoas morreram, quando na verdade 140 pessoas foram acusadas de magia negra, mas 19 pessoas perderam suas vidas.
Sera que o Islam também tem historias parecidas com a queima das bruxas? CLARO QUE SIM! E muitas. Mas somente para DESMASCARAR este hipócrita eu quero mencionar uma FATWA que se encontra no site ISLAMQA.COM. O site claramente diz que a PUNIÇÃO para estes crime é a EXECUÇÃO.
Mas onde esta a diferença entre o que aconteceu em Salem e o que AINDA acontece nos paises Islâmicos? Em Salem não existia nenhum verso bíblico para justificar a execução destas pessoas, e no Islam abunda a literatura justificando este tipo de execução.
E os “JIM JONES” ISLÂMICOS?
O Jihadista Omar Israfil Dawud Bin Laden começa a disparar acusações contra a fé Cristão, baseado na loucura de “indivíduos” como Jim Jones e Beira Mar. Mas eu volto a perguntar:
Onde esta a diferença entre o Jim Jones da Guianas e os JIM JONES do Islam? Simples, o Jim Jones da Guianas não tinha nenhum verso bíblico para justificar o suicídio em massa de 918 pessoas, enquanto que os JIM JONES do Islam tem uma abundancia de versos no Alcorão comandando o uso da violência.
O Omar se pergunta: “Podemos dizer que o senhor Bin Laden é o "Jim Jones" do Islam, alguém que perdeu a noção e o rumo certo, se desvirtuando totalmente e se descaracterizando de seu propósito inicial?” Estou certo que sim, com uma observação, o Bin Laden, não perdeu o rumo do seu propósito inicial, ele sempre acreditou na versão Salafista e Wahabi do Islam.Wellington Bin Laden
Mas por que o Omar se deu ao trabalho de dizer que o assassino “Wellington Menezes de Oliveira NÃO ERA muçulmano, nunca participou da comunidade muçulmana do Rio de Janeiro (da qual, inclusive, eu faço parte), nunca, sequer uma, vez esteve na Mesquita Al Nur (única mesquita em todo o Estado do Rio de Janeiro)” quando o próprio Wellington confessou que ele era e que ainda freqüentava reuniões incriminatorias dentro da Mesquita?
Para livrar a cara do Islamismo e para desassociar o Wellington Menezes de Oliveira bin Laden do Islamismo. O próprio Wellington confessou que era muçulmano, descreve uma cerimônia Islâmica, se vestia como muçulmano, tinha uma barbicha de muçulmano e falava como muçulmano. Veja aqui a PROVA FINAL e o caso esta encerrado:
EM QUEM VAMOS ACREDITAR? No Wellington ou no Omar Israfil?
Muito obrigado por mencionar que “Embora o Islam seja um sistema completo de vida, não somente uma religião, ainda não existe (em nenhum lugar do mundo) nenhum país de “Governo Islâmico”.
Existem mais de 50 paises Islâmicos no mundo. A grande maioria deles é pobre, corrupta, com graves problemas sociais e governada por ditadores. Se em terras Islâmicas, os muçulmanos ainda não conseguiram implementar a lei burra do Islam, porque eles querem trazer este lixo para o Brasil?
Esta é uma das provas que Sharia não funciona e nem mesmo os muçulmanos querem um governo Islâmico. Se o Sharia fosse bom, a maioria dos paises Islâmicos ja teriam implementado completamente este sistema. Existem alguns paises que estão tentando implementar a Sharia (lei Islâmica) e o caos, as guerras, a confusão e a desordem reinam nestes lugares. Olhe para o Afeganistão (Talibans) e para a Somália (Al-Shabab) e vocês estarão olhando para dois paises tratando de implementar a lei burra do Islam.
O Omar bin Laden que é defensor da importação da lei burra do Islam faz as seguintes defesas burras do Islam:
  1. “neste sistema, muçulmanos ou não-muçulmanos terão os mesmos direitos”
  2. neste sistema “serão punidos de acordo com as punições previstas em seus respectivos Livros Sagrados.”
  3. neste sistema “Haverá maior equilíbrio social e caso seja descoberta alguma fraude, ou seja cometida alguma injustiça, o responsável será destituído de seu cargo e receberá punição automaticamente.”
Como eu ja tratei deste assunto antes no meu artigo “A Qualidade de vida nos Paises Islâmicos” eu ainda vou perguntar uma vez mais:
Sera que o Omar pode nos mostrar um ÚNICO pais Islâmico onde muçulmanos e não-muçulmanos TEM os mesmos direitos, onde os Cristãos são punidos de acordo com a Bíblia e não de acordo com o Alcorão e onde existe maior equilíbrio social e menos corrupção?
Ate onde eu saiba, NÃO EXISTE nenhum pais Islâmico onde estes três itens que ele menciona, existem.
  • Quais são os paises MAIS CORRUPTOS DO MUNDO?
  • De onde vem 80% dos REFUGIADOS no mundo?
  • Quais os paises que mais FAZEM GUERRA no mundo?
  • Quais os paises tem a MENOR qualidade de vida no mundo?
A resposta para todas estas perguntas é Paises Islâmicos.
“O Islam pode parecer severo, mas é justo!”
O Omar não se cansa de falar bobagem e termina dizendo: “O Islam pode parecer severo, mas é justo!” Que o Islam é SEVERO é evidente, voce nem precisava falar, mas obrigado por admitir. Mas que o Islam é JUSTO é coisa nova.
Onde esta a JUSTIÇA do Islam?
  • Existe justiça, quando uma mulher, vitima de estupro, tenha que apresentar 4 testemunhas? Do contrario ela sera punida por sexo ilícito?
  • Existe justiça, quando no Islam o homem tem pleno direito de bater e disciplinar fisicamente e emocionalmente a esposa?
  • Existe justiça, quando uma pessoa rouba, as vezes por necessidade ou por fome, e tenha a sua mão e pés cortados, ficando assim marcado e estigmatizado para sempre, sem a possibilidade de se arrepender e levar uma vida normal?
  • Existe justiça, quando no Islam a mulher é considerada uma doente mental pelos tribunais e o testemunho dela não é valido se ela estiver sozinha?
  • Existe justiça, no Islam quando uma pessoa não pode escolher abandonar o Islam sem que ele incorra em pena de morte?
  • Existe justiça, no Islam quando um homem é dado o direito de estuprar cativas de guerra? Ou contrair casamentos temporários (Muta) por uma hora para satisfazer seus desejos sexuais?
  • Existe justiça, quando alguém critica o Islam ou Maomé é condenado a morte?
  • Existe justiça, quando um marmanjo de 60 anos se casa com uma criança de 9 a 12 para seguir o exemplo de Maomé?
Estas são algumas das muitas perguntas que eu gostaria de obter uma resposta.
O Omar faz o mesmo erro de sempre, ele usa versos que faz o “tiro sair pela culatra”. Eu ja expliquei que a Sura 5:32 “Quem matar uma pessoa ... será considerado como se tivesse assassinado toda a humanidade". NÃO TEM NADA A VER com os muçulmanos, pois esta ordem foi dada para os Israelitas de acordo com o Alcorão. Por exemplo, Sura 10:47 “Cada povo teve seu mensageiro...” e Sura 14:4 “Jamais enviamos mensageiro algum, senão com a fala de seu povo, para elucidá-lo.”
Leia o meu artigo Novas Revelações: Wellington e a Conexão Islâmica, Parte 2 Respondendo ao CENTRO ISLÂMICO pela citação do Alcorão (SURA 5:32-33)
Bom, vou continuar este papo depois. Como eu prometi vou comentar o verso de Deuteronômio no próximo artigo.
Abraços
Rafik

Como os muçulmanos devem tratar os cristãos segundo o islamismo



Especialista em mundo islâmico e autor da série
“Um olhar por trás do véu”,

Por Salim Almahdy




Queridos irmãos e irmãs, neste artigo estou lhes trazendo palavras do Alcorão, do Hadith e de alguns eruditos muçulmanos sobre como os cristãos devem ser tratados numa sociedade islâmica. Na medida em que forem lendo essas palavras, lembrem-se de orar por seus irmãos e se regozijem por saberem que a nossa cidadania está nos céus com o nosso Pai eterno.
Alá ordena que os muçulmanos aterrorizem os não muçulmanos em seu nome.

O que diz o Alcorão “Eu instilarei terror nos corações dos infiéis, golpeai-os acima dos seus pescoços e arrancai todas as pontas dos seus dedos. Não fostes vós quem os matastes; foi Deus” (Sura 8:13-17).
“Imprimi terror [nos corações dos] inimigos de Deus e vossos inimigos” (Sura 8:60).
“Combatei-os [os não muçulmanos] e Deus os punirá através das vossas mão, cobri-os de vergonha” (Sura 9:14)

O que diz o Hadith – Ensinamentos de Maomé
Maomé também exige que os muçulmanos pratiquem a jihad, a guerra santa, que consiste em lutar contra os infiéis em nome de Alá. Infiel é qualquer pessoa que não confessa os dois credos do Islã: 1.) Não há outro Deus além de Alá; 2.) Maomé é o mensageiro de Alá.
Certa vez perguntaram a Maomé: “Qual a melhor coisa que um muçulmano pode fazer além de crer em Alá e no seu apóstolo?” Sua resposta foi: “Participar a jihad pela causa de Alá”.
Maomé também teria dito: “Eu recebi a ordem de lutar com as pessoas até que digam que ninguém tem o direito de ser adorado a não ser Alá e Maomé é o seu mensageiro, e que eles estabeleceram a oração e o pagamento do zakat (esmola obrigatória). Se elas fizerem isto, seu sangue e suas propriedades estão salvas de mim”.
As palavras “lutar” e “matar” aparecem no Alcorão com mais frequência que as palavras “oração” e “amor”.

O que dizem os historiadores Os mais poderosos califas (seguidores de Maomé), que governaram a nação islâmica depois da morte de Maomé, foram Abu Bakr e Umar Ibn Khattab (conhecido como o Califa Justo). Os dois eram sogros de Maomé. Maomé costumava dizer: “Sigam o exemplo daqueles que vêm após mim, Abu Bakr e Umar”.

O Califa Justo defendia o seguinte, com a bênção de Maomé: “Um muçulmano não pode ser condenado à morte por tirar a vida de uma pessoa da aliança (cristão ou judeu), de um homem livre (que não é muçulmano), ou de um escravo.”

Ibn Timiyya escreveu: “Nada na lei de Maomé diz que o sangue do infiel é igual ao sangue do muçulmano, porque a fé é necessária para haver igualdade. As pessoas da aliança não creem em Maomé e no Islã, portanto, o seu sangue e o sangue do muçulmano não podem ser iguais (…) mas, um muçulmano livre deve morrer por tirar a vida de outro muçulmano livre, independentemente da raça”.
Não é permitido construir nem reformar igrejas, nem reconstruí-las se forem destruídas. Conforme citado por Ibn Hazm e Ibn Timiyya, e confirmado por todos os historiadores, quando Uma Ibn Al Khattab assinou o “tratado de paz” com os cristãos da Síria, ele ditou algumas condições que deveriam ser cumpridas pelos governadores muçulmanos de todos os países cristãos conquistados. Uma dessas condições era que os cristãos estavam proibidos de construir mosteiros e de reconstruir os que fossem destruídos, mesmo que fosse a cela de um monge.

• O “tratado de paz” também exigia que os cristãos dessem o seu assento a um muçulmano que quisesse sentar-se, e os proibia do seguinte:

• Impedir qualquer muçulmano de ficar nas suas igrejas por três dias, durante os quais eles deveriam oferecer comida e servir os muçulmanos;

• Imitar os muçulmanos em qualquer coisa, como as suas roupas, tiaras, turbantes ou o penteado dos seus cabelos;

• Montar um burro usando sela (cavalgar um burro usando sela é mais confortável, o que lembra certo tipo de riqueza e dignidade no Oriente Médio);

• Enterrar os seus mortos próximo de um muçulmano;

• Ler em voz alta nas igrejas;

• Prantear ruidosamente os seus mortos;

Assumir qualquer posição em que tenham qualquer autoridade sobre um muçulmano.
Após ter apresentado estas condições aos cristãos, disse-lhes enfaticamente: “Se qualquer cristão violar qualquer um destes termos, será permitido matá-lo”.


Exemplos de perseguição Ibn Timiyya, um xeque muçulmano e mufti (juiz) dos muçulmanos, foi certa vez abordado com um pergunta. Um pastor cristão mora numa casa perto de um terreno onde existe uma igreja em ruínas e sem telhado. O pastor comprou o terreno e reformou a igreja para poder reunir o seu povo para orar. Ele pode fazer isto?
Ibn Timiyya respondeu que ele não tem o direito de fazer isto, porque os muçulmanos conquistaram esses lugares à força e as igrejas lhes pertencem, e de acordo com os eruditos muçulmanos elas podem ser destruídas.

Portanto, todos os que ajudaram o pastor devem ser punidos, e o seu sangue deve ser derramado e as suas propriedades confiscadas porque violaram os termos impostos aos cristãos.

No Egito, para construir uma igreja, os cristãos precisam de uma ordem assinada pelo Presidente do país. Se os cristãos precisarem renovar ou reformar uma igreja, precisam ter uma permissão assinada por um oficial da polícia secreta.

Em minha última viagem ao Egito, visitei uma igreja numa aldeia muito pobre, onde um oficial da polícia tinha dado ordens aos seus comandados para passar com um trator por cima dos dois únicos banheiros da igreja.

O pastor tinha reformado um dos banheiros sem a sua permissão, pois sabia que tal permissão jamais seria concedida. O Pastor “Samir”, do Egito, ficou preso por dois meses, porque um muçulmano informou que ele estava reformando a sua igreja, quando na verdade Samir estava reformando a sua casa.

A seguir, estão alguns exemplos de outros tipos de proibições para os não muçulmanos que vivem em países muçulmanos:

Os não muçulmanos não podem testemunhar sobre nenhum assunto nos tribunais;
O Ímã Al-Shaffi, em seu livro As ordenanças do Alcorão, diz: “Não é permitido o testemunho de uma pessoa da aliança (judeus e cristãos). A testemunha tem de ser alguém que pertença à nossa religião e precisa ser um homem livre, não um escravo. O testemunho é aceitável somente do nosso homem livre se ele pertencer à nossa religião”.

Todos os eruditos confirmam que porque Maomé disse não acreditar no povo do Livro , há certos empregos que os não muçulmanos não podem ter.

Ibn Timiyya narra o seguinte evento: “Khalid Ibn Al Walid (o famoso comandante militante que conquistou muitos países para os muçulmanos) escreveu a Umar Ibn Al Khattab dizendo:
- Temos, na Síria, um secretário cristão que está encarregado do recebimento dos impostos.
Umar respondeu-lhe: - Não o use. Khalid replicou: - Ele é indispensável e se nós não o usarmos como encarregado, o tesouro estará perdido.
Umar respondeu mais uma vez: - Não o use.

O cirurgião egípcio, Dr. Magdi Yacoub, declarou num programa de rádio que tinha de sair do Egito, pois, como cristão, ele não tinha permissão para estudar ginecologia nas universidades egípcias.
Os muçulmanos não permitem que os ginecologistas cristãos tratem das suas esposas.
Se um muçulmano abraçar o cristianismo, ele tem trinta dias para mudar de ideia e voltar ao islamismo; caso contrário, ele poderá ser morto por qualquer muçulmano, sem que este venha a ser considerado criminoso.

Na Arábia Saudita, nenhum cristão pode viajar próximo ou através de Meca, a cidade sagrada dos muçulmanos, para não “macular” a cidade.

O milagre em meio à perseguição Apesar de tudo isso que os cristãos enfrentam nos países islâmicos, queridos irmãos e irmãs, a eles se aplica algo que as Escrituras disseram sobre os cativos hebreus no Egito Antigo: “Mas, quanto mais os afligiam, tanto mais se multiplicavam e tanto mais se espalhavam” (Êx 1.12). A cada ano, milhares vêm a Cristo nas nações islâmicas. Alegremo-nos com o novo nascimento em Cristo desses nossos irmãos!

VIA GRITOS DE ALERTA

EM QUANTO A IGREJA FICA EM RETIROS , OS PERDIDOS FICAM A MERCÊ DO DIABO .

Nesses dias é comum você ser convidado para retiros de carnaval .
E não que eu seja contra , pois não sou .
Mas o que quero fazer aqui nessa postagem é mostrar a importância das igrejas estarem prontas para o resgate dos perdidos .
Quando se fala em retiro de carnaval , os membros se alegram , ficam maravilhados , pois pensam nos dias em que estarão cercados de todo cuidado , palavra , louvores  etc.
Agora eu me atento a uma situação um tanto quanto delicada .
Sei que se deve ter os retiros , pois eu gosto de retiros , mas também devo me preocupar com os perdidos e miseráveis , que nessa época serão presas fáceis nas garras de satanaz.
Quando se faz o anuncio dos retiros a um êxtase na igreja .
Pois muitos não pensam na palavra e nem tao pouco nos louvores , e sim na piscina , no futebol , no vólei , em ver as irmãs  ou irmãos quase que pelados na beira da piscina etc.
Parece escândalo o que falo ?
Te faço uma pergunta .
Onde você esta vivendo , na lua ?
Em quanto se prepara os retiros um ano antes , poderiam também preparar um ano antes um evangelismo forte nos dias de carnaval .
É muito fácil se retirar nos dias de carnaval , e deixar os perdidos nas mãos do diabo , é muito fácil .
Da até nojo em ver tantos hipócritas fazendo isso .
Volto a dizer , não sou contra retiros , e sim contra aqueles que abandonam o pecador em busca de distração .
Ou quando você esta na beira da piscina , no retiro , você esta pensando no pecador que esta morrendo , que esta sendo contaminado com HIV , que esta traindo e sendo traído ?
A igreja do senhor Jesus deveria se posicionar de uma forma contundente , e se colocar na posição que Deus determinou para ela.
IDE , BUSCAI OS PECADORES .
Ser luz no meio da luz ?
Ser sal no pote de sal muda o que ?
Ser água na fonte de água acrescenta o que ?
MAS SER SAL NO MUNDO É BOM .
SER ÁGUA PARA QUEM TEM SEDE É MARAVILHOSO.
SER LUZ NAS TREVAS É TREMENDO .
Fico indignado quando vejo os saleiros que chamo de retiros segurando os sals da terra , retendo as luzes do mundo , barrando a agua quee vai matar a sede .
Sim , pois em quanto os verdadeiros Cristãos buscam por renovo , os perdidos se afundam cada veis mais .
Espero que nos próximos carnavais as igrejas evangélicas do Brasil possa marcar os retiros , mas também marcar os evangelismos , pois Se fosse JESUS CRISTO , ELE NÃO ESTARIA NOS RETIROS , E SIM BUSCANDO OS QUE SE PERDERAM , POIS PARA ISSO FOI QUE ELE VEIO AO MUNDO .
PENSE NISSO .

NÃO SOU CONTRA OS RETIROS , SOU CONTRA AQUELES QUE BUSCAM NOS RETIROS SE ESQUECEREM DOS PERDIDOS E MISERÁVEIS .
SE CONCORDOU COMENTE, SE NÃO CONCORDOU COMENTE TAMBÉM .
BISPO ROBERTO TORRECILHAS

Vida de Whitney Houston “foi uma batalha espiritual” afirma sua discipuladora


 

Meses antes de morrer, a cantora estava em um processo de libertação do vício
Vida de Whitney Houston “foi uma batalha espiritual” afirma sua discipuladora
Após o funeral de Whitney Houston realizado neste sábado na Igreja Batista de Newark, New Jersey, aqueles que a conheciam bem disseram que ela nunca esqueceu sua formação cristã.
Houston entrou para a história da música em 1985, com sua voz angelical chegou a vender mais de 170 milhões de discos no mundo inteiro desde então. Ela ainda mantém a marca histórica de ser a única artista a ter sete sucessos consecutivos chegando ao número 1 da conceituada revista Billboard.
Do início da carreira, cantando músicas gospel, até as imagens mais comuns de seus últimos anos, destruída pela forte dependência de drogas e álcool, muita coisa aconteceu.
Segundo a “mãe espiritual” de Houston, a famosa cantora gospel Shirley Caesar, havia um outro lado da vida cantora que o mundo não conseguia ver: uma mulher que buscou muito a Deus em sua vida.
“Perdemos um ícone”, disse Caesar “O corpo de Cristo perde uma joia preciosa, no meu entendimento.”
“Mama Shirley”, como era chamada por Houston lembra que a atriz e cantora enterrada hoje emplacou muitos sucessos gospel na época do filme “um Anjo em Minha Vida” (1996). A mulher que cantou sobre o amor de Deus em “O Love You, Lord” [Eu te amo, Senhor] e “He´s All Over Me” [Ele está comigo] é a “mesma menina que sabia que Jesus a amava”, diz Shirley. “Ela tinha uma unção inegável em sua voz “, lembra a mentora, que discipulou Houston na adolescência e recentemente voltou a ajudá-la.
Apesar das lutas de Houston contra o vício, ela procurou libertação. “Ela estava procurando por alguém que tivesse o poder de Deus em sua vida para ajudá-la”, explica Caesar. Durante seus últimos dias, amigos afirmam que Houston teve uma premonição de que iria morrer. “Ela sentiu que sua hora estava chegando e realmente queria ver Jesus”, explicam.
Provavelmente por isso, dois dias antes de sua morte, Houston cantou “Jesus Loves Me” em uma festa em Los Angeles. Seria sua última canção para o mundo. A artista gospel Kim Burrell tentou falar com Houston na noite em que ela morreu.
“Ela estava de ótimo humor. Estava cantando. Ela tinha música gospel tocando na secretária eletrônica. Parecia de volta ao normal. Whitney estava feliz”, disse Burrell à CNN. “Depois de ligar, decidi ir até o hotel falar com ela, mas era tarde demais”.
Alguns meses atrás, Houston esteve na igreja pentecostal que Burrell pertence e foi tocada pelo Espírito de Deus. “Ela foi até a igreja e Kim disse que o poder de Deus caiu sobre Whitney Houston. Ela correu por toda a igreja. De repente, caiu no chão e começou a falar em línguas”, lembra Shirley Caesar emocionada. ”Ela ficou falando em línguas por cerca de 30 minutos deitada, só louvando ao Senhor.”
Apesar de críticas de pessoas como os membros da Igreja de Westboro, que anunciaram um protesto no funeral da cantora, acusando-a de ser um “ícone gay” e “que não viveu para o Senhor”, Caesar acredita que sua “filha espiritual” estava envolvida em uma batalha espiritual poderosa. Mas percebe que, embora o espírito estivesse livre, a carne ainda relutava.
Falando sobre a libertação das drogas que Whitney procurava, Cesar explica: “Muitas vezes esse é um processo lento. Isso é o vencedor é tudo. Não é uma corrida para ver quem corre mais rápido. Creio que Whitney Houston foi uma vencedora”. O cantor gospel e pastor Marvin Winans também falou sobre isso em sua pregação no funeral de Houston.
Em uma de suas últimas entrevistas à apresentadora de TV Oprah Winfrey, Houston afirmou que somente sua fé a estava ajudando a lidar com seu vício em drogas. “Eu sabia que Deus sempre está lá, esperando. Eu sabia que a luz continua lá. Eu estou apenas tentando voltar para ele”, disse.


VIA GRITOS DE ALERTA  / GOSPEL PRIME
Traduzido e adaptado de Charisma News e Huffington Post

A LUTA CONTRA O PECADO

Neemias 13.8


“8 Fiquei muito aborrecido e joguei todos os móveis de Tobias fora da sala. 9 Mandei purificar as salas e coloquei de volta nelas os utensílios do templo de Deus, com as ofertas de cereal e o incenso”.

Peço que localizem hoje o livro de Neemias, porque quero tratar do seguinte assunto: “A Luta Contra o Pecado”.

Por que você pode estar alcançando grandes vitórias em sua vida... você também pode estar provando o poder de Deus em sua vida... mas o PECADO continua como ameaça sempre presente e você precisa lutar contra ele.

Mesmo uma pessoa vitoriosa, cheia de fé, que está ganhando, pode ser abalada se não lutar continuamente contra o pecado.

Isto é fato: Podemos estar vivendo um período bom em nossa vida, um período de calma, um período de paz espiritual, mas é oportuno lembrar que podemos nos ver envolvidos pelo pecado e sermos destruídos por ele.

Então, conquiste a noção do que é o pecado.

Pecado é uma rebelião contra Deus. É você desobedecer a Deus.

No NT lemos que “...o pecado é a transgressão da Lei” (1Jo 3.4).

E a Lei de Deus é transgredida por todos nós.

Olhe, por exemplo, para os Dez Mandamentos, e você vai ver quantas leis tem transgredidas, quantos mandamentos tem sido, por você mesmo, quebrados.

O primeiro mandamento...

Agora, o pecado deve ser resistido.

A Bíblia diz em Hb 12.4: “Na luta contra o pecado, vocês ainda não resistiram até o ponto de derramar o próprio sangue”.

“...contra o pecado, vocês ainda não resistiram”; o pecado é para ser resistido (numa luta que chegue ao ponto de suarmos grandes gotas de sangue – note a INTENSIDADE da RESISTÊNCIA a ser feita!).

Eu me lembro desse princípio de Deus, todas as vezes que preciso lidar com o mato que cresce, beirando a calçada, em frente à nossa casa. Minha esposa não tolera aqueles matos; ela não gosta deles! Então, quando crescem, ela fica cobrando o tempo todo, para que eu vá lá e arranque aquelas ervas daninhas. Todo mês é a mesma coisa...

Mas esse é um trabalho duro de se fazer. Os matinhos crescem entre as pedras, você precisa trabalhar abaixado, arrancar cada mato com as próprias mãos, minhas costas ficam doloridas toda a vez que tenho de fazer aquilo; o suor também é intenso! Então, eu também passei a odiar aqueles matinhos.

Sabe como eu faço agora? ...eu não espero que a rua fique infestada de mato; tão logo percebo que uma erva daninha vem apontando, vem assim... dando um ar de graça, como que dizendo: “Olha eu aqui de novo!” ...ah! eu resisto à ela; eu tenho, agora, imenso prazer em ir lá, me abaixar ao chão, e... hiaamm!!! ...arrancar fora aquela erva daninha.

Os pecados são como as ervas daninhas: Ou você faz resistência, arrancando-os fora toda a vez que eles aparecem, ou eles infestarão a sua vida.

Hoje, você vai aprender, aqui um pouco, como se luta contra o pecado. Você se tornará, no mundo espiritual, um Acelino Popó de Freitas e se consagrará campeão. [quantos dizem “amém”?]

Já que mencionei, o Popó é crente batista. No Carnaval deste ano ele foi entrevistado pelo programa Esporte Espetacular, da Glogo. A repórter fez uma matéria sobre onde alguns famosos iriam passar o Carnaval. E perguntou ao Popó, que no Carnaval de 2003, ele estava na Bahia, num trio elétrico... (e nessa hora, a TV mostrava as cenas daquele ano, de Popó sambando e moças sensuais à sua volta). E a repórter prosseguiu, perguntando sobre o Carnaval deste ano, aonde Popó haveria de passar. E ele respondeu com um sorriso: “Vou passar o carnaval orando”. Popó disse que iria passar com sua igreja (uma igreja batista, em Salvador) num retiro espiritual. Aleluia! Ele agora também luta contra o pecado! [você pode dar um aplauso ao Senhor?]

Igreja: Nós também precisamos lutar, incansavelmente, contra o pecado!

Quero que você olhe para o v.1.

O povo estudou a Lei de Deus (o livro de Moisés) e descobriu que “amonitas” e “moabitas” não poderiam entrar e tomar parte entre o povo de Deus.

A razão para isto é dada no v.2: é que eles, os “amonitas” e “moabitas”, em vez de darem água e comida aos israelitas (em vez de ajudar), eles contrataram um tal de Balaão, “bobão”, para invocar maldição sobre o povo de Israel, o povo que Deus escolheu para Si.

Portanto, esses “amonitas” e esses “moabitas”, são gente má, gente que tem desprezado a Deus e ao povo de Deus e, ainda, fazendo maldades!

Você sabe que há gente assim: pessoas que vivem desligadas de Deus, que fazem rodinhas pra fazer pouco caso de Deus, pra zombar da igreja, pra debochar dos crentes... enfim, pessoas que ridicularizam as coisas de Deus, porque não tiveram seu caráter mudado.

Pois o povo aqui, o povo de Deus, tendo lido em voz alta o Livro da Lei de Deus, acabou descobrindo, lemos nesse v.1, que “nenhum amonita ou moabita jamais poderia ser admitido no povo de Deus”, porque eles não haviam tido o seu caráter mudado; eles não tinham sido bondosos com o povo de Israel. Em vez disso, tinham contratado Balaão para amaldiçoar o povo.

Vemos aqui, que, somente entramos para a família de Deus, quando tivemos nosso caráter mudado. Ou em outras palavras: somente nos tornamos filhos de Deus, quando nascemos de novo e adquirimos nova natureza, nova identidade.

Então, lendo a Lei de Moisés, o povo descobriu isto: “nenhum amonita ou moabita jamais poderia ser admitido no povo de Deus”.

Ouça: Sempre que você ler a Bíblia, o Livro de Deus, você irá descobrir onde precisa melhorar.

A Bíblia é a lâmpada de Deus que ilumina o caminho por onde ando. Ela me ajuda a não tropeçar! Você será muito feliz se, de dia e de noite, ficar pensando na Palavra de Deus e imaginando como pode obedecer a Deus mais de perto.

O povo, aqui, tendo feito a descoberta, procurava agora, obedecer à Palavra de Deus.

Por isso que lemos no v.3, que quando a Lei foi ouvida, eles excluíram de Israel todos os que eram amonita ou moabita.

Ah! Mas aquele senhor moabita já convive aqui há um tempão... ele não é cristão, mas vamos dar um jeitinho! Vamos deixá-lo conosco! ...Não. Eles foram radicais em obedecer a Lei de Deus.

Igreja: esta é uma boa medida na luta contra o pecado.

Todos nós pecamos. Somos crentes, nos tornamos filhos de Deus, mas todos ainda estamos sujeitos a pecar.

O povo aqui pecou, deixando-se misturar com amonitas e moabitas, com gente, que conforme mostrei, procediam mal diante de Deus.

Ah! Mas quando nós caímos em pecado (“...pois não há ninguém que não peque” (1Rs 8.46), uma virtude devemos cultivar: a busca da restituição.

Eles estavam errados, se misturaram com os amonitas e moabitas; mas tão logo descobriram isto (lendo o Livro da Lei), eles se puseram a corrigir o erro. Foram obedecer à Palavra de Deus.

Foram restituir a santidade perdida, restituir a consagração perdida, restituir a fidelidade perdida... Ao descobrirem que a Lei de Deus os reprovava, foram consertar o erro!

ConclusãoNaquela época, houve um afrouxamento do compromisso do povo com Deus. Mas logo o povo se endireitou. Aleluia!

Amado irmão: Você também não pode permanecer no erro; não pode permanecer no pecado; se você caiu nessa lama, você precisa se levantar! [amém?]

Pense por um pouco: Deus te criou pra ser bom, pra ser santo, pra ter domínio, e ser íntegro em todas as coisas... Deus te criou pra ser imagem e semelhança dEle!

E hoje, nesta noite aqui, diante de Deus, comece a se perguntar: Em que área da minha vida tem havido erro? Aonde Deus tem me reprovado? ...em que conduta? ...em que prática? ...em que coisa?

Será que você tem se misturado com os que não temem a Deus? Será que você tem se deixado influenciar pelas pessoas que praticam o mal? ...se deixado influenciar pelas pessoas que amam o namoro sujo? ...que trapaceam? ...que mentem aos pais? ...que roubam dos amigos?

Seja honesto porque“...em toda a criação não há nada oculto dos olhos de Deus. Tudo se encontra descoberto e nu diante dos olhos d’Aquele a Quem devemos prestar contas” (Hb 4.13).

Tudo: toda mentira, toda maldade, todo pensamento, todo sentimento... tudo se encontra descoberto e nu aos olhos de Deus.

É por isso que hoje, diante de Deus, o seu erro está sendo reprovado...

E talvez, por conta desse erro, talvez por conta de algum pecado, você tenha perdido sua tranqüilidade, seu conforto em casa, seu bem estar consigo mesmo e com Deus... por conta do pecado, quem sabe, você perdeu a relação com seu pai, com seu filho... por conta do pecado, talvez, lhe veio uma doença como maldição...

Você pode chorar o seu pecado... chore agora; chore o seu erro; chore o seu pecado; chore a sua miséria...

O pecado te separa de Deus! O pecado te faz sentir culpado! O pecado permite que Satanás te acuse! O pecado te leva à morte!

Ah! Se você pudesse também sentir a dor do coração de Deus! Aquele sentimento de perda, porque Deus te criou com amor... sonhou contigo “antes mesmo de o teu corpo ser formado no ventre de sua mãe...” (Sl 139.15), Deus sonhou contigo para ser um adorador destinado ao trono porque, está escrito: “Ao vencedor darei o direito de sentar-se comigo em meu trono, assim como eu também venci e sentei-me com meu Pai em seu trono”. Aleluia!!!

Será que você quer, hoje, ser restituído à comunhão com Deus?

VIA GRITOS DE ALERTA

JACO - ISRAEL

De todos os relatos da Torá, este é um dos mais envoltos em mistério. Conta-nos a história da luta entre um ser humano e um anjo e a da ...