segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Rede Globo produz comercial contra homofobia

O spot será transmitido durante 15 dias e contou com o apoio de diversas organizações.

A Rede Globo vai transmitir ainda no mês de dezembro um comercial produzido em parceria com o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) e com a Unesco (Organização das Nações Unidas para Educação, a Ciência e a Cultura) para combater a homofobia.

O comercial ficará no ar durante 15 dias e terá 30 segundo. O slogan diz que “discriminar homossexuais é crime. Cidadania, a gente vê por aqui”.
Apesar da parceria assistida e aprovada pela presidente Dilma Rousseff (PT) e pela Secretaria de Comunicação da Presidência a campanha publicitária não recebeu dinheiro público e foi financiada pela própria Globo.

Mas o governo federal pretende lançar em 2012, por meio da Secretaria Especial de Direitos Humanos (SDH) uma campanha própria, custeada com dinheiro público, para impedir os crimes contra homossexuais.

Sobre o comercial da Globo, ativistas gays protestaram o fato do spot comercial reforçar o estereótipos da homossexualidade ao mostrar um homem branco, musculoso e de classe-média. Fora isso, eles consideraram o comercial importante para impedir que novos ataques contra gays aconteçam.

Fonte: Gospel Prime

Igreja Mundial ameaça poder da Universal, diz sociólogo

A Igreja Mundial do Poder de Deus surgiu de uma dissidência da Universal. Por 20 anos, Valdemiro trabalhou na igreja de Edir Macedo e chegou a bispo.

Fundada há apenas 13 anos, a Igreja Mundial do Poder de Deus anunciou a construção de um templo para receber cem mil pessoas, mas que pode abrigar até 150 mil, segundo publicações evangélicas. A obra, com capacidade superior à do Maracanã, simboliza o crescimento da mais nova entre as grandes instituições neopentecostais do país. Ancorada na promessa de realização de milagres, como a cura do câncer e da Aids, a Mundial vem conquistando fiéis a cada mês e ameaça a hegemonia da Igreja Universal do Reino de Deus.

Liderada pelo autodenominado apóstolo Valdemiro Santiago, um mineiro da cidade de Cisneiro, de 48 anos, alto, negro, de fala simples e forte sotaque do estado de origem, a Mundial diz inaugurar entre dois e três templos por semana. Contabiliza, oficialmente, cerca de 3.200 sedes, mas o próprio Valdemiro diz pagar 4.500 mil aluguéis por mês. Criada em 1977, a Universal tem cerca de 5.000 templos.

— Entre as igrejas neopentecostais, a Mundial é a que mais abriu novas sedes nos últimos anos — afirma Antônio Flávio Pierucci, professor de Sociologia da Religião na USP.

A Mundial surgiu de uma dissidência da Universal. Por 20 anos, Valdemiro trabalhou na igreja de Edir Macedo e chegou a bispo. O rompimento aconteceu em 1997. Os motivos são um mistério no meio evangélico.

— No momento em que a Mundial mais ou menos clona o nome (Universal), significa concorrência, declaração de guerra — diz Pierucci, que não vê ameaça ao domínio da Universal.

No momento, as duas igrejas duelam por causa de seus templos gigantes. Ano passado, a Universal iniciou, no Centro de São Paulo, a construção de uma réplica do Templo de Salomão, erguido pelos judeus em Jerusalém no século XI antes de Cristo. Este ano, Valdemiro anunciou a criação da Cidade Mundial, próxima ao Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo.

— São quase dez alqueires (240 mil metros quadrados). É o maior templo da história da humanidade. O sonho é ter um lugar para botar uma multidão, para servir, glorificar, adorar o meu Deus — diz o apóstolo da Mundial em vídeo na internet.

Nas imagens exibidas na TV e em cartazes nos templos, o local já tem o logo da igreja. No mundo real, ainda abriga uma transportadora de carga.

— Vamos inaugurar em janeiro. Não temos de fazer obras, só adaptações. Dependemos de projeto para saber quantas pessoas vão caber. Serão mais de cem mil — diz Mateus Oliveira, sobrinho de Valdemiro, responsável pela área administrativa.

Em outra gravação, Valdemiro diz que, por causa do templo, a despesa mensal da Mundial é de R$ 30 milhões — o que inclui gastos com aluguéis de templos e espaços em emissoras de rádio e TV. No Canal 21, do grupo Bandeirantes, são 22 horas diárias de programação. A Mundial tem duas horas diárias na Rede TV! e quatro na Bandeirantes, durante a madrugada. Em um de seus cultos no canal 21, Valdemiro contou o início da sua igreja.

— Tinha seis membros. Lembro que uma vez fizemos uma celebração para 13 pessoas, um delas era o mendigo que morava na frente da igreja. A gente distribuía folhetos nas casas antes da celebração. Os pastores (da igreja e as famílias) dormiam todos numa casa só, no chão.

Mansão, helicópteros...

Ele e a mulher, a bispa Francileia, de 46 anos, moram num condomínio de luxo em Alphaville, na Região Metropolitana de São Paulo. Usam helicóptero e avião para se deslocarem.

— Hoje, tenho o fogão que eu quiser. Como o que quiser, moro onde quiser. Não dependo dez centavos da igreja, nenhuma moeda da igreja, você que frequenta sabe disso — conta o líder da Mundial no vídeo.

Valdemiro é dono, com a mulher e um terceiro sócio, de uma empresa de comunicação e uma gravadora de CDs. Francileia ainda é sócia da editora de livros e DVDs da igreja. Em 2010, o nome da igreja parou nas páginas policiais, quando dois pastores foram presos pela Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso do Sul. Levavam fuzis que abasteceriam traficantes, disse a polícia.

Como em outras denominações neopentecostais, pedidos de doações são escancarados.

— A Bíblia diz que aqueles que não devolvem o dízimo estão roubando a Deus — afirmou Valdemiro, num programa.

Para o sociólogo Flávio Pierucci, a diferença da Mundial é a centralização das ações por Valdemiro. Apesar de propagar milagres, quando teve problemas no joelho, Valdemiro apostou na medicina tradicional. No dia 21, foi operado no Hospital Albert Einstein, uma das melhores unidades privadas do país.

Fonte: O Globo

MEDITAÇÃO DO DIA

Abre Meus Olhos – 2

Não tenha medo. Aqueles que estão conosco são mais numerosos do que eles. 2 Reis 6:16


Konrad Adenauer dizia que “todos vivemos sob o mesmo teto, mas nem todos têm o mesmo horizonte”. É um bom pensamento para mostrar a diferença entre Eliseu e o rapaz que o acompanhava. Diante do cerco do exército da Síria para capturar o profeta Eliseu, vemos em duas situações o mesmo jovem estudante da escola dos profetas. Quando ele olhou pela primeira vez, viu cavalos de verdade, de carne e sangue, e os carros de ferro. Quando olhou pela segunda vez, viu muito mais cavalos e carruagens de fogo do que aqueles que estavam com o inimigo.


Nossa tendência é imitar Eliseu ou o ajudante dele? Parece que, como seres humanos, olhamos primeiro para a escuridão, para os cavalos do inimigo e seus carros de guerra. Vemos dias duros e difíceis pela frente. Começamos a olhar para nós mesmos como incapazes e sem forças. Aumentamos e em muito o tamanho dos nossos problemas. Transformamos uma pequena pedra em uma montanha.


Podemos enxergar bem, mas se não tivermos visão, vamos ver apenas dificuldades, não soluções. Este era o problema do jovem: enxergava, mas não tinha visão. Se nesta luta entre as forças do bem e do mal nossos olhos pudessem ser abertos, veríamos o exército de Deus, que nunca perdeu uma batalha, pronto para ajudar e proteger Seu povo. Deus é maior e mais poderoso do que todos os exércitos de homens e forças do mal.


Por maior que seja seu problema, não se aflija. Eliseu percebeu o que outros olhos não perceberam. Apesar de não vermos esses recursos, a verdadeira visão nos fará capazes de ver que eles são reais, que estão à nossa disposição. Como dizem, “temos de enxergar a realidade por trás da realidade”.


Com certeza, podemos exclamar como Davi, no seu salmo de ação de graças: “Se o Senhor não estivesse do nosso lado quando os inimigos nos atacaram, eles já nos teriam engolido vivos, quando se enfureceram contra nós; as águas nos teriam arrastado e as torrentes nos teriam afogado; sim, as águas violentas nos teriam afogado! Bendito seja o Senhor, que não nos entregou para sermos dilacerados pelos dentes deles. Como um pássaro escapamos da armadilha do caçador; a armadilha foi quebrada, e nós escapamos. O nosso socorro está no nome do Senhor, que fez os Céus e a Terra” (Salmo 124:2-8).

PRECISO IR ATÉ BRASÍLIA PARA MANIFESTAR MINHA POSIÇÃO CONTRA A PL 122/06 - PEÇO A SUA AJUDA EM NOME DE JESUS .

ME AJUDEM ,PRECISO ESTAR EM BRASILIA NA QUINTA FEIRA

AMADOS , PRECISO IR ATÉ BRASÍLIA PARA MANIFESTAR A MINHA  POSIÇÃO CONTRA A APROVAÇÃO DA PL 122/06 .
MAS ,POR ESTAR SEM CONDIÇÕES FINANCEIRAS PARA ISSO PEÇO A AJUDA DE ALGUM IRMÃO QUE TENHAM EM SEU CORAÇÃO ESSA DISPOSIÇÃO DE AJUDAR .

VOU GASTAR EM MEDIA 1500,00  REAIS ENTRE A VIAGEM E ALIMENTAÇÃO.

PEÇO A  SUA  AJUDA EM NOME DE JESUS.


MEU EMAIL PARA CONTATO  UBPES@YAHOO.COM.BR

O Povo Brasileiro não Aceita o PLC 122 do Jeito que Está

Senador Magno Malta, Dep. Pr. Marco Feliciano e Pr. Eurico


O Povo Brasileiro não Aceita o PLC 122 do Jeito que Está A Comissão de Direitos Humanos recebeu, nesta terça-feira, representantes de igrejas evangélicas para debater a proposta do PLC 122 que criminaliza os homofobicos. A idéia é acrescentar à essa legislação os crimes de discriminação por gênero, sexo e orientação sexual, o projeto de 2006 que já esteve em pauta na CDH em maio deste ano, mas foi retirada por falta de entendimento para votação.

O deputado federal Marco Feliciano(PSC-SP), que esteve presente na audiência, ressaltou a importância do poder legislativo, legislar de fato, pois o Supremo Tribunal Federal está legislando à favor dos movimentos LGBTT, o deputado que apresentou proposta de um plebiscito para saber como a população brasileira pensa a respeito das decisões do STF em favor dos homossexuais.

O parlamentar lembrou também à falta de respeito dos movimentos que defendem as causas gays, a cerca dos debates, pois nunca comparecem. Afirmou o deputado.

A proposto foi discutida com os presidentes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante; da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Raymundo Damasceno Assis; e da Frente Nacional Cristã de Ação Social e Política (Fenasp), Wilton Costa e o pastor Silas Malafaia (Assembléia de Deus Vitoria em Cristo).


Quinta-Feira dia 08/12/2011 o PL 122 será Votado. Envie e-mails para os senadores que fazem parte da Comissão de Direitos Humanos, ou Manifeste - se Através do Telefone: 0800 61 22 11 "Alô Senado". Segue Abaixo os Contatos:

marinorbrito@senadora.gov.br

na.rita@senadora.gov.br;

paulopaim@senador.gov.br;
wellington.dias@senador.gov.br
cristovam@senador.gov.br;
simon@senador.gov.br;
crivella@senador.gov.br;
martasuplicy@senadora.gov.br;
eduardo.amorim@senador.gov.br
garibaldi@senador.gov.br;
sergiopetecao@senador.gov.br;
mozarildo@senador.gov.br;
magnomalta@senador.gov.br;
paulodavim@senador.gov.br;
clovis.fecury@senador.gov.br

VIA GRITOS DE ALERTA.
FONTE PASTOR MARCO FELICIANO

SETE RAZÕES PARA VOTAR CONTRA O PLC 122

1. O PLC 122 dá à prática homossexual o mesmo status que se dá à raça, quando o homossexualismo é um comportamento entre tantos comportamentos do ser humano.

2. A aprovação do PLC 122 favoreceria um grupo social, em detrimento de todos os outros grupos.

3. O PLC 122 viola o princípio constitucional da liberdade de expressão.

4. O PLC 122 viola o princípio constitucional da liberdade de respeitar as crenças religiosas e as convicções filosóficas e políticas dos brasileiros.

5. O PLC 122 prevê a punição dos pais que mandarem embora qualquer empregado homossexual, por não desejarem que ele cuide de seus filhos.

6. O lugar do culto está assegurado pela Constituição. As outras dependências da igreja não estão asseguradas. Isto significa que, se um pastor impedir a manifestação homoafetiva nesses lugares, ele será criminalizado, podendo pegar até 5 anos de cadeia.

7. O PLC 122 prevê que juízes possam determinar a suspensão de quaisquer programas de rádio e televisão que julguem conter elementos homofóbicos , antes mesmo da abertura do processo.



URGENTISSIMO! PRECISAMOS ENVIAR EMAILS PARA OS SENADORES DA (CDH) PARA QUE NAO APROVEM O PL122 !! VEJA COMO:

martasuplicy@senadora.gov.br
paulopaim@senador.gov.br
wellington.dias@senador.gov.br
ana.rita@senadora.gov.br
crivella@senador.gov.br
simon@senador.gov.br
eduardo.amorim@senador.gov.br
garibaldi@senador.gov.br
sergiopetecao@senador.gov.br
cristovam@senador.gov.br
clovis.fecury@senador.gov.br
mozarildo@senador.gov.br
gim.argello@senador.gov.br
paulodavim@senador.gov.br
magnomalta@senador.gov.br
marinorbrito@senadora.gov.br


PEÇO AOS SENADORES DA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS QUE VOTE CONTRA A APROVAÇÃO DO PL122 PORQUE ELE É TODO INCONSTITUCIONAL, POIS AFRONTA A LIVRE MANIFESTAÇÃO DO PENSAMENTO, DA CRENÇA E A FAMILIA NATURAL.
SENHOR SENADOR, VOTE CONTRA A PLC 122.


VIA GRITOS DE ALERTA
PASTOR ABNER FERREIRA.

ATENÇÃO POVO DE DEUS - A GLOBO ESTA APOIANDO A PL 122/06 - Em parceria com o governo federal, Rede Globo vai exibir campanha de combate à homofobia

Em parceria com o governo federal, Rede Globo vai exibir campanha de combate à homofobia
A Rede Globo, em parceria com o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) e com a Unesco (Organização das Nações Unidas para Educação, a Ciência e a Cultura) elaborou uma campanha de combate à homfobia que foi assistida e aprovada pela presidente Dilma Rousseff (PT) e pela Secretaria de Comunicação da Presidência. A campanha deve ir ao ar em dezembro e será exibida por 15 dias.

A propaganda terá duração de 30 segundos com um slogan atentando para o fato de que "discriminar homossexuais é crime. Cidadania, a gente vê por aqui". A Secretaria Especial de Direitos Humanos (SDH) revelou que o governo não gastou nada com a campanha, bancada integralmente pela emissora de TV.

Alguns ativistas assistiram a propaganda e, apesar de considerá-la importante, criticaram o fato de o spot reforçar alguns estereótipos da homossexualidade, representando também apenas um tipo de pessoa: branco, gay masculino, musculoso e classe-média.

A SDH informou que o governo federal vai produzir uma campanha própria em 2012.


VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. ACAPA.VIRGULA.UOL.COM.BR

A Igreja como corpo de Cristo e suas finalidades

Hoje muitas pessoas perguntam quem precisa da igreja, para que ela serve? Não posso ser um bom cristão sem participar de uma igreja?
Será que sabemos qual a função da Igreja? Qual o seu papel no mundo contemporâneo?
Se nos olharmos para os evangelhos e depois para o livro de atos, nos podemos ver a formação de um grupo de pessoas que inicialmente tinham ouvido a palavra de Jesus, que se reunião a volta dele onde ele estava, e ali ouviam suas mensagens e ensinamentos.
Jesus mesmo enviou seus discípulos para levarem a palavra de Deus, e isso dificilmente era feito individualmente, mas sim através de grupos reunidos.
A palavra Igreja no original grego é ekklesia que por sua vez tem origem no termo ek-kaleo, que se empregava para a convocação do exército para reunir-se, mas ekklesia passou a ter o significado de reunião de assembléia do povo de uma polis, cidade.
Os escritores sagrados empregam esta palavra para designar uma comunidade que reconhece o Senhor Jesus Cristo como supremo legislador, e que congregam para adoração religiosa, Mt 16: 18; 18: 17; At 2: 47; 5: 11; Ef 5: 23, 25.
Está comunidade então que se reúne para professar sua fé, e vive-la de forma completa, podemos chamar então de corpo de Cristo.

Hoje podemos falar de igreja praticamente de 4 formas:
1 - Todo o povo de Deus pelos séculos
2 – Comunidade local do santos (A igreja Primitiva)
3 – Todo o povo de Deus de Determinada época ( em um determinado momento histórico), a igreja chamada Universal.
4 – A Igreja dentro da Igreja

Pudemos perceber um pouco do desenvolvimento natural que a igreja sofreu, claro que não se pretende aprofundar este desenvolvimento em um espaço tão curto, mas deixar claro que na verdade a igreja nunca deixou de ser um ajuntamento, uma reunião de pessoas, mas não uma simples reunião há um objetivo e um sentido nesta reunião, este ajuntamento é de pessoas que professam a mesma fé, que compartilham, congregam, e louvam a Deus.

E dentro desta ekklesia, desenvolve-se a vida cristã, e um dos aspectos da vida cristã é o serviço cristão, a Igreja desde o seu principio foi paulatinamente se estruturando até chegarmos ao que temos hoje, uma igreja com departamentos, estruturas e funções...

De forma alguma isto é errado, a sua estrutura e divisão visa a sua maior eficiência, temos exemplos disso no livro de atos e nos evangelhos, isto deixa-nos claro John Stott, quando afirma “A comunidade cristã é o cuidado cristão, e o cuidado cristão é o compartilhamento cristão”.
A igreja tem em seu cerne propagar a palavra de Deus, o Evangelho e de ser Sal e Luz em uma sociedade envolta em trevas.
Então podemos dizer que a finalidade da Igreja pode ser dividida em Adoração, Edificação do corpo e Misericórdia, entendendo que o conceito usado aqui de misericórdia vai além do simples assistencialismo, mas o que envolve todo o conceito de missão integral.
Em uma época em que o conceito de Igreja tem sido tão deturpado, sendo utilizada como meio de alcançar poder e riqueza, temos a responsabilidade de vivermos igreja, a igreja naquele sentido mais puro, ouvir, viver e transmitir o Evangelho.

VIA GRITOS DE ALERTA

VERDADE OU MENTIRA - 2012: Maias previam retorno de um deus e não o fim do mundo, diz estudo. Atualizado

MÉXICO - As previsões dos maias para dezembro de 2012 não se referem ao fim do mundo, mas ao retorno do deus Bolon Yokte, que voltaria ao término de uma era e ao começo de outra, segundo uma nova interpretação divulgada nesta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do México.
Arte se inspira no calendário Maia  - Divulgação
Divulgação
Arte se inspira no calendário Maia
Os especialistas Sven Gronemeyer e Barbara Macleod, da Universidade da Trobe (Austrália), divulgaram uma nova interpretação das inscrições maias do sítio arqueológico de Tortuguero, durante a 7ª Mesa Redonda de Palenque, realizada no estado mexicano de Chiapas.
A data de 21 de dezembro de 2012 citada nas inscrições do povo indígena maia gerou diversas especulações sobre supostas "profecias maias do fim do mundo", versão que foi rejeitada pelos arqueólogos e epigrafistas.
Segundo os especialistas, os maias criaram um calendário com base em um período de 400 anos, denominado Baktun. Cada era é composta por 13 ciclos de 400 anos, que somavam 5.125 anos, e, segundo a conta, a era atual concluiria em dezembro de 2012.
Gronemeyer explicou que, de acordo com a visão maia, no final de cada era, completava-se um ciclo de criação e começava outro. Nesta inscrição, menciona-se que 21 de dezembro "seria investida a deidade Bolon Yokote", um deus vinculado à criação e à guerra, que participou do começo da atual era, iniciada em 13 de agosto do ano 3.114 a.C.
O epigrafista alemão indicou que essa inscrição está ligada à história da cidade maia de Tortuguero, na qual se cita o governante Bahlam Ajaw (612-679 d.C.) como futuro participante de um evento do final da era atual.
O texto de caráter narrativo, segundo Gronemeyer, mostra que os governantes maias deveriam "preparar o terreno para o retorno do deus Bolon Yokte, e que o Bahlam Ajaw seria o anfitrião de sua posse".
Conforme este prognóstico, o deus Bolon Yokte presidiria o nascimento de uma nova era, que deverá começar em 21 de dezembro de 2012, e supervisionaria o fim da era atual.
"A aritmética do calendário maia demonstra que o término do 13º Baktun representa simplesmente o fim de um período e a transição para um ciclo novo, embora essa data seja carregada de um valor simbólico, como a reflexão sobre o dia da criação", comentou Gronemeyer.
O epigrafista mexicano Erik Velásquez disse que, para os escribas maias, a história como uma narração de eventos humanos foi uma preocupação secundária. Eles se centravam nos rituais de qualquer tipo, por isso, "as inscrições mostram relações complexas entre o tempo, as esculturas e os prédios".
"Na antiga concepção maia, o tempo se construiu tal como as esculturas e os prédios que as continham, os períodos tinham consciência, vontade, personalidade e se comportavam como humanos", acrescentou Velásquez.
Nota: Pois é, pelo visto estamos prestes a presenciar a chegada de seres extraterrestres como já informamos a alguns meses atras.

Veja o vídeo, aos 3 min. Erich von Daniken menciona sobre a volta do deus maia Bolon Yokte.

Este episódio supõe que os alienígenas podem ter causado vários desastres, como descrito na Bíblia e outros textos, e até mesmo tentaram avisar o homem sobre eles, como o dilúvio de Noé. É igualmente proposto que algumas catástrofes introduziram alterações na evolução humana e que os nossos saltos tecnológicos ao longo dos séculos foram alcançados com a ajuda de extraterrestres.
Tem também essa história de que 3 enormes naves estão vindo em direção a terra.
Nasa esta preparando ataque contra 3 naves espaciais



De acordo com documentos recentemente divulgados pelos Wikileaks, os oficiais da NASA e de alto nível da União Europeia estão conscientes das três naves se aproximando da terra, e estão fazendo planos para combatê-los.

No entanto, essas 3 naves extraterrestres estão mesmo se aproximando de nós. O chamado grupo SETI (Busca por Inteligência Extraterrestre) anunciou através de seu perito John Malley, o seguinte:

"Três naves espaciais gigantes estão direcionadas para a Terra. A maior delas é de 200 quilômetros de largura. As outras duas são um pouco menores".


Tudo isso foi fornecido pelos Wikileaks, onde confirmaram-se que os avistamentos de OVNIs nos últimos três meses mostram que a invasão alienígena (prevista pela SETI) já começou.

Os especialistas do SETI afirmam que a invasão pode ser confirmada quando as naves estiverem visíveis em telescópios ópticos, logo quando se distanciarem de Marte e estiverem mais próximas da Terra.

Mas também esta vindo o tão temido planeta Nibiru, que a cada 3.600 anos completa sua orbita ao Sol. Sua maior aproximação será no final de 2012 e no começo de 2013, quando causara desequilíbrios em massa na Terra.

Um astro errante que muitas vezes já passou perto do nosso pequeno planeta, e deve ter sido o responsável por grandes catástrofes ocorridas no passado.

Seus habitantes eram chamados pelos antigos sumérios de deuses, pois vieram do céu e reinavam sobre os antigos povos.



Pois os deuses estão voltando!!! Não sabemos se são amigáveis ou se são hostis, se vão nos ajudar a progredir ou a nos destruírem, a unica coisa de que sabemos e de que temos que nos preparar para a sua chegada.

Que a sorte esteja conosco!!!



Também dizem que em 2012 teremos a volta de Quetzalcóatl, ou o A Serpente Emplumada.


O nome Quetzalcóatl significa literalmente “serpente de plumas”, porém quetzal é também o símbolo de “coisa preciosa”, e cóatl significa gêmeo. Portanto o nome Quetzal-cóatl pode ser traduzido como “gêmeo precioso”, indicando sua atribuição de estrela matutina e vespertina. Esta identificação com o planeta Vênus deu origem a diversos mitos e explica quase todas as lendas de Quetzalcóatl.



2012 segundo o calendário chines, é o ano do dragão, Interessante chego a pensar se esse cara (et) não seria também o próprio dragão, ou o satã que se precipitará (descerá) na terra como diz o apocalipse.


Vejam o vídeo:


Pedra do calendário maia exposta no méxico, se refere a chegada de um senhor do céu.



Apocalipse 12


9 E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se
chama o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo; foi precipitado (desceu) na terra, e os seus anjos foram precipitados (desceram) com ele.
10 Então, ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e o poder, e o reino do nosso Deus, e a autoridade do seu Cristo; porque já foi lançado fora o acusador de nossos irmãos, o qual diante do nosso Deus os acusava dia e noite.
11 E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até a morte.


Cada coisa ..nos resta esperar pra ver..


O importante é: Como é que você pretende estar quando as coisas estiverem mais difíceis??


Espiritualize-se, ainda há tempo.



Pensem nisso.



Um grande abraço a todos.
Célio

NATAL, O NASCIMENTO DE JESUS? 25 DE DEZEMBRO É UMA GRANDE MENTIRA DOS ÍMPIOS.

NATAL EM 25 DE DEZEMBRO É UMA GRANDE MENTIRA DOS ÍMPIOS.

"NATAL LUZ" de Gramado, na Serra Gaúcha,
É ESCARNIO DOS RICOS CONTRA OS POBRES.

Jesus é a Verdade, a Verdade em si mesmo, e a expressão da Verdade de Deus-Pai (Jo 14:6);
“conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará” (Jo 8:32).
Jesus sempre iniciava as suas afirmativas assim: “em verdade em verdade vos digo”.
Não pode haver um mínimo de erro em Deus, nem no seu filho Jesus... porque se houvesse, já eles não seriam perfeitos...
e Deus é perfeito. E a inverdade é erro.

Jesus disse a Pilatos:
“Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz.”
Pilatos, pouco caso fazendo da verdade, de forma irônica e arrogante, contrapôs:
“O que é a verdade?” (Jo 18:33-40, 19:10,11).

Muitos ministros da Palavra há, que agem como Pilatos, e estão pouco se importando pra Verdade.

Sabem que o nascimento de Jesus não ocorreu em 25 de dezembro (nem perto disto), pior ainda: sabem que nesta data os pagãos romanos comemoravam o nascimento do deus Sol numa flagrante idolatria contra Deus.
E tais “autoridades” da Palavra, insistem em contentar a Mídia, que não abre mão do “consumismo” que se faz neste dia.

E também, não querem tais autoridades passar por ridículos, preferindo seguir a mentira, a seguir a verdade
(*por terem durante centenas de anos ensinado que o Natal é em 25 de dezembro. Esta data foi instituida no ano 350 pelo papa Julio I).

Outros há ainda, que também procedem como Pilatos, se omitindo, lavando as mãos diante da verdade.

E fazem pouco caso disto, não lhes importando o que o povo pensa a respeito deles... que são mentirosos também.

Há no mundo, 1,5 bilhão de pessoas que vivem na mais absoluta miséria, e não tem mais que um prato de comida no dia... quando tem.

Há no mundo 3 bilhões de pessoas que não podem se presentear, pois não tem recursos para isto.

Quis Deus que Jesus nascesse numa manjedoura, num estábulo num lugar pobre e humilde... será que foi por acaso?
– Evidente que não. Deus nada faz por acaso.

Certamente, a vida humilde e este nascimento humilde de Jesus está vinculada com a humildade e a pobreza de seus seguidores
(podem até ser ricos eventualmente, mas, tem que terem tais riquezas como se não as tivessem, e usar de toda esta riqueza para edificar o reino de Deus... e não para humilhar os pobres, os desafortunados).

É um escracho, uma gritante humilhação, o que fazem os ímpios ricos (idólatras) com os pobres, ...
neste mentiroso dia de Natal, em 25 de dezembro.


Além do que, estes cretinos, não só humilham ao pobre, mas, tentam rouba-lo na única felicidade e riqueza que eles podem adquirir para sempre... a sua fé em Jesus!... coisa que não terão jamais estes perversos escarnecedores.

Muitas crianças pobres ficam traumatizadas pro resto da vida, por não ganharem presentes, e por não poderem participar com os seus familiares, de churrascadas, perusadas, beberagens, etc., neste dia fatídico e mentiroso de Natal.

Depois, muitos deles, tornam-se delinquentes...(e isto, muitas vezes, teria começado no dia de Natal)... daí, não adianta recriminá-los, ao sofrerem danos por parte deles, se tais ímpios os levaram a este constrangimento, durante toda as suas vidas sofridas.

Muitas destas crianças traumatizadas, rejeitarão para sempre este Jesus, festejado pelos idolatras em 25 de dezembro, pela dor e humilhação que lhes causaram tais festas mentirosas do nascimento de Jesus.

Ai daquele que escandalizar a um desses pequeninos, e o fizer se perder. Melhor seria atar uma pedra de moinho ao pescoço e se afogar na profundeza do mar (Mt 18:2-6).

O verdadeiro seguidor de Cristo, quer seguir a tais idólatras, e quer participar ainda desta mentira?
– Ou prefere pecar de outra forma... omitindo-se?

Uma das formas que você pode contribuir, não se omitindo, é divulgar este texto (RT) e outros textos semelhantes, de autores que pensam do mesmo modo... de Cristo.


NATAL: JESUS NASCEU SEIS DIAS ANTES DA PÁSCOA.

Jesus fazia aniversário no dia oito de abibe ( março/abril), seis dias antes da Páscoa, conforme o que se deduz dos evangelhos. (Lc 2, Jo 12):

“Quando ele atingiu os doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume da festa (da Páscoa).” (Lc 2:41,42)

Os preparativos da festa da Páscoa, em Jerusalém, começavam em 10 de abibe. No dia 14 era a Páscoa.
Do dia 15-21 era a santa convocação. No dia 16 iniciava-se a semana dos pães asmos (Dt 16:5-8, Êx 12).

Jesus atingiu a idade de doze anos no dia 8 de abibe e estava apto para subir de Nazaré na Galiléia para Jerusalém, como de fato subiu com seus pais.
Esta viagem a pé e em lombos de burros deve ter demorado de três a cinco dias, pois eram 120 km de subida de montes, mas, certamente chegaram a tempo de prepararem a Páscoa.

“Segundo o costume da festa” era recomendado que não se levassem a Jerusalém, nesta ocasião da Páscoa, menores de doze anos, a fim de que não se extraviassem, porque esta cidade que tinha cerca de 120.000 habitantes, ficava atulhada de peregrinos e sua população subia para mais de dois milhões de pessoas, segundo o historiador Flávio Josefo.

As cidades circunvizinhas a Jerusalém, como Belém, Betânia, Anatote, Geba, Micmas, Mispa, etc., ficavam também superpovoadas, pois além dos moradores naturais da terra, acolhiam os parentes, e estrangeiros e peregrinos excedentes da festa da Páscoa em Jerusalém.

Isto também aconteceu quando Jesus nasceu, ao ponto de sua mãe, Maria, ter que concebê-lo numa estrebaria de Belém (também naquele ano, coincidentemente, se realizava o recenseamento).

E também aconteceu na semana que antecedeu à sua crucificação, quando então, Jesus ia e vinha naquela semana, entre Betânia e Jerusalém (Mc 11:1,11,12,15,20 e 14:3,13,17,26,32).

SEIS dias antes da Páscoa, os amigos de Jesus: Marta, Maria, Lázaro e os apóstolos deram uma ceia à ele, e lhe deram de presente e o ungiram com uma libra de bálsamo puro, que era de muito valor (Jo 12:1-5), era a data de seu ANIVERSÁRIO.

Judas Iscariotes, o que viria a trair Jesus, sendo o tezoureiro do ministério de Jesus, por ser ladrão, resmungou, e dentro de uma falsa misericórdia para com os pobres, disse:
Por que não se vendeu este perfume por 300 denários e não se deu aos pobres ?
Respondeu-lhe Jesus:
“...Os pobres, sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre me tendes” (Jo 12:4-8).

Isto é uma alusão de que naquele dia Jesus estava fazendo aniversário, e comemorando com eles, e isto era mais importante do que qualquer outra coisa.

Depois, na véspera da Páscoa, Jesus ceia com os seus discípulos, era o dia dos pães asmos, ao qual Jesus ansiara, para comer aquela Páscoa com eles, antes de sua crucificação (Lc 22:1,7,15).

João e Lucas, por sabedoria, mencionam subjetivamente a data natalícia de Jesus como sendo seis dias antes da Páscoa, ou, aproximadamente entre seis a dois dias (Jo 12:1-5 e Lc 2:42).

Segundo Lucas, este nascimento se deu na primavera (no hemisfério norte a primavera transcorre de 23 de dezembro a 22 de março), antes do inverno, pois, os pastores ainda estavam no campo, e por isso as estrebarias estavam vazias e puderam acolher Maria e José. E Maria ali deu a luz a Jesus, e o pôs numa manjedoura.

A Páscoa se realiza já quase no fim da primavera no hemisfério norte.
O anjo do Senhor deu a notícia do nascimento de Jesus aos pastores que viviam no campo e guardavam o seu rebanho durante as vigílias da noite (exceto no inverno, quando ocupavam as estrebarias com o seu gado) (Lc 2:8-14).

O Natal em 25 de dezembro era uma festa dos pagãos romanos, e era dedicada ao nascimento do seu deus Sol.

Deus abomina todos os ídolos mas, principalmente esta festa de culto ao sol . Ele diz:
"Destruirei os vossos altares, e desfarei as vossas imagens do sol, e lançarei o voss cadáver
sobre o cadáver dos vossos ídolos; a minha alma se aborrecerá de vós" (Levítico 26:30).

Os pagãos da Síria, nos dias 25 de cada mês, ofereciam holocaustos a seus deuses (1º Macabeus, 1:62).

Também não poderia ter sido o nascimento de Jesus, porque era inverno e nesta estação os pastores não ficavam com seus rebanhos no campo, mas traziam-nos para a invernada nos estábulos.
Se fosse a invernada do rebanho, nem na estrebaria haveria lugar para Jesus nascer, disse Adam Clarke.

VIA GRITOS DE ALERTA .

Inf. fimdostempos-oencoberto-descoberto.blogspot.com/p/o-nascimento-de-jesus.html?spref=tw
Darci Ubirajara

NATAL - A FESTA PAGÃ !

A origem do natal: Jesus ou Tamuz?
A festa do Natal não estava incluída entre as primeiras festividades da Igreja… os primeiros indícios dela são provenientes do Egito… os costumes pagãos relacionados com o princípio do ano se concentravam na festa do Natal“.


Não vemos nas Escrituras ninguém que haja celebrado uma festa ou celebrado um grande banquete no dia do seu natalício. Somente os pecadores (como Faraó e Herodes) celebraram com grande regozijo o dia em que nasceram neste mundo“.

O Natal é uma das principais tradições do sistema corrupto chamado Babilônia, fundado por Ninrode, neto de Cam, filho de Noé. O nome Ninrode se deriva da palavra “marad”, que significa “rebelar”. Ninrode foi poderoso caçador CONTRA Deus (Gn 10:9).
PAPAI NOEL é lenda baseada em Nicolau, bispo católico do século 5º. A Enciclopédia Britânica, 11ª edição, vol. 19, páginas 648-649, diz: “São Nicolau, o bispo de Mira, santo venerado pelos gregos e latinos em 6 de dezembro… conta-se uma lenda segundo a qual presenteava ocultamente a três filhas de um homem pobre… deu origem ao costume de dar presente em secreto na véspera do dia de São Nicolau (6 de dezembro), data que depois foi transferida para o dia de Natal. Daí a associação do Natal com São Nicolau…”

VELAS, símbolo tradicional do Natal, são uma velha tradição pagã, pois se acendiam ao ocaso para reanimar ao deus sol, quando este se extinguia para dar lugar à noite.
GUIRLANDAS, são colocadas nas portas, que segundo o conceito pagão, serve para convidar espíritos para casa.

Natal, não é e nem nunca foi uma festa Cristã, ela foi cristianizada. Jesus não é o Deus celebrado nessa ocasião, Eles celebram SÃO NICOLAU , ( PAPAI NOEL ) .
E tambem Segundo relatos, O deus adorado na verdade é Ninrode, pois Semiramis sua mãe teve um filho com ele e espalhou que Tamuz, fruto do seu relacionamento com Ninrode, era uma obra sobrenatural. imitando o nascimento do Messias. E quando Ninrode veio a morrer, ela disse que Tamuz era sua reencarnação, que as pessoas deveriam colocar presentes nas árvores em tributo a ele.Por esse motivo, temos que nos acautelar contra o espírito de engano, que tem enredado multidões em sua rede de mentiras.
Toda vez que colocamos uma árvore em casa ou qualquer objeto que lembre o natal, o adorado é Ninrode, o deus sol; Baal; Baphomet, não importa o nome, o demônio é o mesmo, e o seu principal objetivo, é nos afastar do único e verdadeiro Deus
 
GRITOS DE ALERTA .
CAUSANDO POLEMICA DE NOVO .
MOSTRANDO A VERDADE.

Igrejas evangélicas crescem na Suíça

Na Suíça, as igrejas evangélicas reúnem todos os domingos duas vezes mais fiéis do que as igrejas tradicionais do país.

Sociólogo e pastor de uma igreja carismática de Neuchâtel (oeste), Olivier Favre analisa o funcionamento de um sucesso global.
Eles eram 52 milhões de fiéis no início do século 20. Hoje são quase meio bilhão. Em um século, os evangélicos conquistaram o mundo. E sua rápida expansão não deve parar tão cedo. O entusiasmo é universal e faz sombra às igrejas tradicionais em todos os continentes do globo. Porém os evangélicos abrem igualmente novos horizontes ao Cristianismo. Um exemplo: estima-se que aproximadamente 100 milhões de chineses foram convertidos nos últimos anos.

Na Suíça os evangélicos também crescem rapidamente. Como em outras partes do mundo, o que domina é a corrente pentecostal ou carismática, importada dos Estados Unidos e que coloca sua ênfase nos milagres e na influência de Deus na vida cotidiana. Olivier Favre, que divide seu tempo entre as funções de pastor de uma igreja carismática e o trabalho de sociólogo de religiões na Universidade de Lausanne, foi o primeiro, em 2006, a ter escrito uma obra completa sobre os evangélicos na Suíça.

Ele não vê contradição no seu papel de observador independente e representante engajado de uma fé. “De forma geral os pesquisadores têm uma base religiosa. Ou então eles vivem em conflito com a religião e desenvolvem um discurso bastante crítico em relação às igrejas”, defende.

Entrevista swissinfo.ch
swissinfo.ch: Os movimentos pentecostalistas tiveram uma progressão fulgurante desde os anos 1970 na América do Sul e na África, aproveitando-se de um terreno social e econômico extremamente favorável. O que explica o sucesso dessas igrejas em países ricos como o nosso?

Olivier Favre: A primeira força do Pentecostalismo é a ideia que Deus intervém na vida cotidiana das pessoas. De fato, aquelas que vivem em uma situação de precariedade têm mais tendência de se interessar por esse sentido do que as pessoas abastadas. Na nossa sociedade bastante individualizada, marcada pela solidão, a ideia de ter uma relação pessoal com Deus, crer que ele responde às orações, que pode curar as doenças e provocar milagres responde a uma necessidade espiritual. Além disso, a maneira bem moderna de celebrar o culto atrai os jovens.

Essa progressão deve igualmente bastante à imigração e ao surgimento das igrejas chamadas de “étnicas”, bem presentes nas cidades. Essas igrejas funcionam como peneiras de entrada para os migrantes africanos e sul-americanos. São de lugares essenciais de apoio. Lá eles encontram também a música e o idioma que lhes lembra do país de origem.

swissinfo.ch: Nelas as pessoas podem encontrar respostas imediatas e concretas às suas preocupações, sejam elas de ordem metafísica, psicológica, física ou material. Essas igrejas praticariam uma espécie de individualização ou até mercantilização da religião?

O. F. : Sim, em certo sentido. Nós estamos em uma sociedade individualizada, baseada na emoção e que atribui uma grande importância à procura da identidade. O discurso evangélico se desenvolve e se adapta às necessidades atuais. Ele apoia-se menos no pecado ou na penitência, mas muito mais nas questões de desabafo e desenvolvimento interior. E ele ocorre com ajuda de certos textos bíblicos, onde se estima que a explicação do ser humano venha tanto do lado espiritual como da psicologia.

swissinfo.ch: Seu colega, Jörg Stolz, gosta de comparar a religião a um mercado, onde é necessário ter um perfil claro para se destacar. As igrejas evangélicas são mais fortes nesses pontos do que as outras?
O. F. : A gente não pode comparar o mercado das religiões com o mercado econômico. O religioso não é uma reprodução da sociedade, pois senão perderia sua essência. Os evangélicos conseguiram, por um lado, construir um discurso crítico face à sociedade, integrando ao mesmo tempo suas conquistas. Por exemplo, os evangélicos insistem fortemente sobre os dons individuais e espirituais. O indivíduo pode se exprimir através dos seus talentos, suas capacidades, pedir a palavra durante os encontros. Nesse sentido, podemos falar de uma adaptação à modernidade.

Para que um movimento religioso tenha sucesso, ele deve ser ao mesmo tempo rigoroso e não fundamentalista. Se ele se adapta demais à sociedade ambiente, ele se esfria, mina a moral dos mais fervorosos e será difícil para ele de sobreviver sem o apoio do Estado. Ao contrário, se o movimento é demasiadamente fundamentalista, ele vai excluir o resto da sociedade e perder em atratividade. Isso é válido para todas as religiões.

swissinfo.ch: Mensagem simplista e até redutora, distanciação das igrejas tradicionais, conservadorismo assumido: as igrejas evangélicas são o pendente dos movimentos populistas na política?

O. F. : Nós muitas vezes criticamos os evangélicos de simplificarem sua mensagem ou a realidade. Em parte isso é verdadeiro no que diz respeito à compreensão do Evangelho. A abordagem é simples, a mensagem é clara e direta: para ser salvo, o fiel deve crer em Jesus Cristo. No entanto, na composição sociocultural dos evangélicos, encontramos também intelectuais ou pessoas altamente qualificadas, pessoas que refletem e restituem a complexidade à vida humana.
swissinfo.ch: Na América do Norte, as igrejas evangélicas se confundem com a direita ultraconservadora. Esse é o caso também da Suíça?

O. F. : A comparação com os Estados Unidos é delicada. Os evangélicos europeus são em sua grande maioria hostis à política da administração Bush e à guerra no Iraque. Nas pesquisas de opinião realizadas na Suíça, nós constatamos que os evangélicos votam como um suíço médio, ou seja, mais à direita. Um voto em dois é dado aos dois partidos evangélicos, seja a União Democrática Federal (UDF), bastante à direita, seja o Partido Evangélico (PEV), de centro. Do ponto de vista da moral individual, os evangélicos são conservadores, mas são bastante progressistas nas questões de sociedade como ecologia, por simples respeito à Criação.

swissinfo.ch: Os evangélicos se envolvem bastante na política. Isso é um fenômeno recente?

O. F. : Historicamente, os evangélicos se destacavam por uma tradição de desconfiança em relação ao Estado e ao mundo exterior. Certos movimentos, como os anabatistas, foram perseguidos por muito tempo e a liberdade religiosa foi difícil a conquistar.

Em todo caso, nas últimas duas décadas, eles estão presentes nos diferentes parlamentos e não somente dentro dos dois partidos evangélicos ou na União Democrática do Centro (UDC, partido majoritário da Suíça). Vários deputados socialistas da parte germânica do país fazem parte de comunidades evangélicas. Essa ideia que o cristão deve se implicar na sociedade é nova.
swissinfo.ch: Esse crescimento das igrejas evangélicas, que se percebe também na política, estaria freando a secularização das nossas sociedades?

O. F. : O evangelismo se desenvolve fortemente nos países do sul, onde a religiosidade é elevada. Inclusive, na África e na América do Sul, o fervor evangélico dá dinamismo à Igreja católica. Mas é necessário fazer uma distinção segundo os contextos. A sociedade americana sempre foi bastante religiosa. Na Europa, os evangélicos sofrem dificuldades para se desenvolver e nunca poderão reverter essa tendência à secularização. Ao mesmo tempo também não estou seguro que o retorno aos valores tradicionais seja massivo na população.

Fonte: Correio do Brasil

JACO - ISRAEL

De todos os relatos da Torá, este é um dos mais envoltos em mistério. Conta-nos a história da luta entre um ser humano e um anjo e a da ...