domingo, 9 de outubro de 2011

1º ENCONTRO DE EVANGÉLICOS MAÇONS NO ORIENTE DO RIO DE JANEIRO


-SINAIS DOS FINAIS DOS TEMPOS -
1º Encontro de Evangélicos Maçons no oriente do Rio de Janeiro

Com mais de 60 irmãos, foi iniciado no dia 03 de agosto, no Hotel Guanabara, Rio de Janeiro, o Movimento de Integração dos Evangélicos Maçons. O desejo dos Irmãos evangélicos é uma prática maçônica muito harmoniosa.

Diversos testemunhos foram dados, quando todos em comunhão, entoaram o hino que muito demonstra sobre a Ordem, intitulado “Somos Um Pelos Laços do Amor”.


O Irmão Pastor Lindemberg Mendes Viana, da Loja Estrela do Rio Comprido – GOB/RJ dirigiu o culto, e o Irmão Klaus Fins orientou a reunião, na qual foram traçadas metas e objetivos. Ao final todos se confraternizaram em almoço no próprio hotel.

O Grão-Mestre Barbosa Nunes tem recebido no exercício da função, considerações especiais dos evangélicos, muitos integrantes de nossa Potência.

O Deputado Federal João Campos e o Deputado Estadual Daniel Messac, líderes evangélicos e políticos respeitados, pela história de dedicação e honestidade de cada um, tem sido amigos do Grande Oriente do Estado de Goiás e nos visitando várias vezes, identificados há longo tempo com as nossas propostas de combate ao uso de drogas, inclusive o Grão-Mestre participou recentemente de um seminário coordenado pelo Deputado João Campos.


Quanto ao Deputado Daniel Messac, este foi o autor da propositura da sessão realizada dia 29 de agosto em comemoração ao Dia do Maçom e concedendo Comendas Pedro Ludovico Teixeira a vários Irmãos, pelo que o Grande Oriente do Estado de Goiás é muito agradecido aos evangélicos Deputados Federal e Estadual, João Campos e Daniel Messac


VIA GRITOS DE ALERTA .

Igreja que não cumprir lei será interditada

O alerta é da Prefeitura de Sorocaba, que já notificou 200 imóveis do tipo, dos quais 116 foram vistoriados.

As igrejas e templos religiosos de Sorocaba que não atenderem às normas de segurança prevista em lei serão autuados e até interditados. O alerta é do secretário de Segurança Comunitária Roberto Montgomery Soares, um dos participantes do encontro com representantes de igrejas, na manhã de ontem na Secretaria de Cidadania (Secid), para esclarecer exigências previstas em lei, documentações e prazos que devem ser cumpridos pelos responsáveis pelos templos. A Secretaria notificou cerca de 200 imóveis do tipo, vistoriou 116 e deve enviar equipe técnica em cinco deles, a partir da próxima semana, para avaliar a parte estrutural, apontadas inicialmente como "críticas", principalmente pelo volume de pessoas que abrigam, incompatível com a edificação. Um edital publicado no mês passado convoca os representantes de todos os templos a regularizarem a situação e têm até 8 de novembro para apresentar os documentos na Área de Fiscalização (rua Pernambuco, 100), de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

Segundo Montgomery, foram apresentados ao Ministério Público (MP) dados de 193 templos religiosos do município, lista que está sendo atualizada com a colaboração da Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Militar (PM), Secretaria de Fiscalização e da Defesa Civil. O secretário revela que os representantes de igrejas que constam na primeira lista foram notificados em 2009. Só 24 teriam apresentado auto de vistoria do Corpo de Bombeiros, e 12 estariam com o documento, válido por dois anos, vencido. "Pode até ser que a grande maioria esteja regularizada", considera. Montgomery explicou que o novo levantamento dá conta de mais de 200 prédios com fim religioso, mas haverá cruzamento de dados, pois ver se um não foi contado duas vezes, já que são três as instituições envolvidas no estudo. "Alguns estão em nome de entidades, associações e até do proprietário", comenta.

Nas vistorias são observadas quaisquer irregularidades que comprometam a segurança, como trincas, vazamentos e telhado. Fiscal de obras e agente da Defesa Civil, Silvana Pontes Villas Boas, informa que até a manhã de ontem foram vistoriados 89, de 196 imóveis já notificados. Outros 27 "extras", não notificados, mas identificados nas regiões visitadas, acabaram também vistoriados. Silvana afirma que há edificações com processo administrativo para ampliações, reformas e regularizações no Corpo de Bombeiros. Oito estão em obras, de reforma ou ampliação, e será checado se têm projeto aprovado. Dois imóveis foram demolidos para ganhar novas construções. Três prédios que sediam cultos religiosos funcionam também como pensionato, ou seja, os próprios líderes moram nesses locais, e num outro imóvel, onde deveria operar um templo, há uma escola infantil. As vistorias, por enquanto, não chegaram à periferia.

Denúncia

A agente acrescenta que o trabalho de vistoria prossegue, paralelo às visitas de profissionais da área técnica. O secretário Montgomery informou que qualquer pessoa pode fazer denunciar irregularidades, caso verifique risco estrutural em imóveis que sediam cultos religiosos. O contato é pelo fono 199, da Defesa Civil, ou 153, da GCM. "Temos que pensar que estamos lidando com vidas. São pessoas reunidas para professar a sua fé", finalizou. O encontro de ontem foi sugestão da vereadora Neusa Maldonado (PSDB) reuniu em torno de 20 pessoas, a maioria ligada a igrejas evangélicas. Além de Montgomery, ainda marcaram presença profissionais da Defesa Civil e Fiscalização, e do Corpo de Bombeiros. "Temos audiência pública dia 24 para discutir a questão, mas a data está longe e tem prazo para (os responsáveis) apresentarem documentos", disse a vereadora. Para o pastor Flávio Antonio, representante de mais de 20 templos da Catedral Evangélica de Sorocaba (CES), a reunião foi importante, sobretudo, para esclarecer quanto aos documentos e prazos.

Fonte: Portal Cruzeiro do Sul
VIA GRITOS DE ALERTA

O PROBLEMA DA IGREJA NÃO SÃO OS LOBOS, SÃO OS BODES!

Ez 34:17 E quanto a vós, ó ovelhas minhas, assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu julgarei entre ovelhas e ovelhas, entre carneiros e bodes.
Mt 25:32 E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas.

Pastorear ovelhas não é tarefa fácil. O pastorado requer do ministro, além do chamado (vocação), um cabedal de amor, humildade e servilismo. Todavia, existe também o grande desafio de discernir no meio do rebanho os bodes e mantê-los o mais longe possível das ovelhas.
Quanto aos lobos, eles são os inimigos naturais das ovelhas. Por isso, o pastor sabe que estar sempre alerta e proteger suas ovelhas contra os lobos são de praxe vocacional. Então, você pergunta: Quem são os lobos? Pergunta de fácil resposta. Os lobos são os falsos mestres que dividem a Igreja e matam os cristãos incautos. "Eu sei", disse Paulo aos anciãos de Éfeso, "que, depois da minha partida, entre vós penetrarão lobos vorazes que não pouparão o rebanho. E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens (bodes) falando cousas pervertidas para arrastar os discípulos atrás deles. Portanto, vigiai. (os bodes, no texto acima, são observação pessoal do autor deste artigo)
John Stott, diz: Não foi por menos que Jesus comparou esses mestres com lobos vorazes, não tanto porque fossem gananciosos, ávidos de prestígio ou de poder (embora geralmente o sejam), mas por serem "selvagens" (BLH), isto é, extremamente perigosos (Mt 7:15).
Todavia, considero os bodes ainda mais perigosos que os lobos; pois, os lobos precisam se infiltrar, mas os bodes não, estes já estão dentro do rebanho. Os bodes são, por natureza, briguentos, sensuais e demasiadamente malcheirosos; portanto, considerados símbolo de homens desordeiros, profanos e impuros. Tais homens são essencialmente egoístas, e o egoísmo flui deles de maneira natural. Os bodes representam na Bíblia os não eleitos, os réprobos, os infiéis que estão, assim como o populacho no êxodo de Israel do Egito (Nm 11:4), infiltrados no meio do povo de Deus. Os bodes apresentam-se no meio do rebanho como cristãos genuínos, mas em seus corações não existe amor, compaixão, e qualquer senso de coletividade. Amam apenas sua própria companhia, não desejam compartilhar com ninguém, são espirituais demais aos seus próprios olhos, e assim como os falsos lideres de Israel na época de Ezequiel, são extremamente auto-centrados, egoísta, exigentes, e letais as ovelhas de Cristo.
Eu sou pastor de ovelhas e faço meu trabalho de forma bíblica, mas por melhor que eu seja ainda faço meu trabalho imperfeitamente. Quando procuro administra o rebanho do Senhor com uma nutrição saudável, atenção dobrada, assistindo-os e preservando-os dos lobos vorazes (falsos profetas), ainda tenho que vigiar os bodes, não permitindo que os bodes se misturem com as ovelhas. Por isso:
· Devo sempre encontrar o caminho dos bodes, e usar os meios apropriados para livrar as ovelhas de suas ameaças.

· Devo procurar impedir a ovelhas de vaguear com os bodes, e, quando alguma ovelha vagueia, emprego todos os métodos apropriados para trazê-la de volta.

· Devo como fiel pastor separa a ovelha dos bodes a fim de preservá-las dos ataques das doenças, administrando prevenções e remédios para as moléstias que os bodes trazem para contaminar o rebanho.

· Todavia, tenho um grande problema que desejo ressaltar neste artigo. Os pastores têm autorização para matar os lobos, mas não os bodes. Os bodes podem no máximo ser separados. Pois apenas no julgamento final é que Deus deixa claro que não só liber­tará as ovelhas dos bodes, mas governará com juízo, quer dizer, haverá uma plena manifestação de sua discriminação e administração Pastoral.

Quanto às ovelhas, elas são consideradas emblema de ternura, simplicidade, inocência, paciência e utilidade. Os povos escolhidos, como nações ovelhas, serão os que foram benevolentes e capazes de uma bondade genuína que deles fluía de maneira natural e espontânea. Por serem essencialmente bondosas e exteriormente atuantes, em razão da sua fé interior, essas pessoas serão então recompensadas pelo Grande Pastor. Observando os versículos 15-16, essa recompensa é apre­sentada nas seguintes promessas.
1. "Eu, eu mesmo, procurarei [...]
2. E as buscarei [...]
3. Livrá-las-ei [...]
4. Tirá-las-ei [...]
5. E as farei vir [...]
6. Trarei à sua terra [...]
7. E as apascentarei [...]
8. Deitar-se-ão numa boa malhada [...]
9. Ligarei [...]
10. Fortalecerei".
Na figura que o profeta Ezequiel usou para com as ovelhas e os bodes, os dois lados correspondem a dois veredictos contrários. A igreja contemporânea não enxerga que está chegando o Dia do Juízo Final, onde todas as pessoas de todas as nacionalidades, todas as ovelhas e bodes, serão julgados com extrema severidade e justiça.


I. Repreensões aos Bodes guias. (1-2)

Quem são estes pastores que Ezequiel condena. Temos três escolas de interpretações:
1. Os Literalistas.
Primeiro, alguns afirmam que a interpretação é literal do texto, mas essa interpretação negar a existência de muitos figuras de linguagem no discurso. Em Ezequiel 34, por exemplo, os literalistas não reconhecem a palavra "pastor", como uma figura do discurso, conclui-se que Deus estava falando de pastores de ovelha e não dos lideres de Israel.
2. Progressistas, Dispensacionalista:
Este segundo grupo de intérpretes considera o valor literal do texto, mas tentam reconhecer os valores de discurso que ocorrem no mesmo, bem como a compreensão dos leitores original, a histórica perspectiva, pistas contextuais, o progresso da revelação, a analogia da fé, etc. Eles tentam descobrir o que os leitores originais entenderam quando lêem o texto como uma base para compreender a mensagem original. Muitos intérpretes neste grupo gostam de usar o termo "normal" para descrever a sua hermenêutica (princípios de interpretação). A maior parte destes intérpretes é também pré-milenistas.
3. Biblistas, Reformados.
Um terceiro grupo interpreta o texto de forma mais profético, é essencialmente simbólico e figurativo, a não devem ser interpretados de forma literal ou normal . Eles dependem do Novo Testamento para compreender o significado do Antigo Testamento, e vice e versa. No N.T. ao lerem a revelação, estão sempre indo e voltando nos Testamentos, como que buscando uma interpretação mais viável. Eles entendem, por exemplo, algumas das referências a bênção de Deus sobre Israel no futuro, de Ezequiel 34, como cumprida em Jesus Cristo. Eles não procuram uma escatologia com cumprimentos futuros dessas promessas nos judeus.
· No que diz respeito à profecia de Ezequiel, os biblistas estão certíssimos em afirmarem que Jesus Cristo cumpriu perfeitamente as exigências do texto canônico. Observe:
1. O Pastor deve ser comissionado pelo próprio Deus de Israel (Ezequiel 34:23, 29).
2. O Pastor será o Grande Pastor das ovelhas. Ele fará pelo rebanho o que ninguém mais poderia fazer. Ele reunirá em Seu rebanho os judeus e os gentios.
3. O Pastor é o servo mais excelente de Deus, contratado por Ele e para Ele, o Pastor fará tudo em obediência a Deus. Com o olhar na eternidade o Pastor estabelecerá o Reino de Deus entre os homens.
4. O Pastor é chamado de Davi (amado de Deus), pois seu coração é segundo o coração de Deus. Jesus é o leão de Judá, o Filho de Davi, o Rei de Sião.

Os pastores no texto representam os governantes de Israel. O rei, os anciões e os sacerdotes permitiram que o povo se dispersar-se sobre a terra, em vez de mantê-los com segurança em conjunto. Ezequiel mostra que eles foram negligentes em suas funções administrativas: negaram a justiça, negaram o amor, negaram a verdade, e, por isso, devem ser removidos de seus cargos. A responsabilidade primária de um líder é para cuidar das necessidades das pessoas que ele conduz, mesmo se isso exige sacrificar seus próprios desejos.
Os líderes religiosos de Judá tinham falhado redondamente em não satisfazer as necessidades do povo do Senhor, mas Deus prometeu um Pastor (Jesus).Além disso, Deus prometeu vingar o seu povo (ver capítulo 35), renovar a sua fortuna, perdoar e limpar as suas iniqüidades e contaminações (ver Capítulo 36 de Ezequiel), e revitalizar-los (ver capítulo 37). Yahweh seria novamente, o seu Deus, e eles seriam o seu povo (Ver 37:27-28).
Não devemos ser juízes de ninguém, também não devemos ser uns tolos e facilmente enganados. Há meios de se reduzirem os riscos quando estamos lidando com os bodes, pois eles são facilmente identificados pelos resultados morais de sua existência.
· Os bodes não possuem obediência. (Zc 10:3)
· Os bodes não possuem submissão alegre e espontânea. (Dn 8:8)
· Os bodes não possuem fidelidade e dedicação. (Mt 25:33)
· Os bodes não possuem amor pelas ovelhas. (Ez 34:21)
· Os bodes não possuem senso de coletividade. ( Dn 8:5)
· Os bodes não possuem compreensão das limitações e fraqueza das ovelhas. (Ez 34:21)
· Os bodes não possuem integridade moral. (Dn 8:21)
· Os bodes não possuem saúde espiritual. (Dn 8:8b)
[O bode que o profeta Daniel abordava em suas visões era Alexandre, O Grande. Homem de filosofia hedonista e extremamente orgulho e arrogante, Alexandre tombou no ápice do seu império. Quanto aos bodes de Ezequiel, eles simbolizam os reis, sacerdotes e anciões ímpios de Israel, bem com todos aqueles que seguiam suas praticas libertinas].
Enquanto a igreja estiver aqui na terra, ela será sempre mista, contendo ovelhas, a saber, os santos, e bodes, os hipócritas. Para os olhos não treinados, os bodes passam despercebidos no meio das ovelhas, mas certamente existe uma diferença gritante entre ambos. Os bodes revelam as suas impiedades, indisciplinas e rejeitam qualquer senso de coletividade. Portanto, cabe ao pastor realizar seu trabalho em tempo hábil e de forma espiritual; apartando os bodes do rebanho evitando assim as contaminações e perdas. O pastor não precisa tornar-se paranóico com relação aos bodes, os bodes no meio do rebanho, infelizmente, continuaram a existir no meio do rebanho até o Dia do Juízo, mas existem ocasiões onde os bodes se tornam tão salientes que devem ser, rapidamente, separados do rebanho.

Martinho Lutero: No Regnum Christi (trigal e rebanho do Senhor), existem joio e bodes, havendo possibilidade de serem a maioria.

II. As Acusações contra os bodes guias. (3-4)

· Deus fará um julgamento do rebanho.
1. Juízo Pessoal: Eu, eu mesmo...
2. Juízo Definitivo e irrevogavél; Julgarei...
3. Juízo Justo; exterminarei...

§ Deus expõe os pecados
.
· 3 Comeis a gordura o pecado da exploração
· E vos vestis da lã; - o pecado da extorsão.
· Matais o cevado; - o pecado da opressão
· Mas não apascentais as ovelhas; - o pecado da omissão (6 vezes aparece no texto a palavra não , enfatizando o caráter maligno dos lideres judaicos).
· 4 As fracas não fortalecestes; o pecado da negligencia.
· E a doente não curastes o pecado da exploração e abuso
o E a quebrada não ligastes-
o E a desgarrada não tornastes a trazer; o pecado da incoerência.
o E a perdida não buscastes;
· Mas dominais sobre elas com rigor e dureza; - o pecado da tirania
5 Assim se espalharam, por não haver pastor, e tornaram-se pasto para todas as feras do campo, porquanto se espalharam. 6 As minhas ovelhas andaram desgarradas por todos os montes, e por todo o alto outeiro; sim, as minhas ovelhas andaram espalhadas por toda a face da terra, sem haver quem perguntasse por elas, nem quem as buscasse.
O re­sultado das transgressões ativas e passivas dos governantes de Israel foi o cativeiro e depois a dispersão do rebanho. As dez tribos do Norte tornaram-se peregrinas nas terras da Assíria, e as duas do Sul foram dispersas na Babilônia e no Egito, separadas do remanescente que fi­cou na terra desolada. Contudo, mesmo espalhados por toda parte, o Onisciente sabia onde estava cada uma de suas ovelhas.
Deus deixa claro que não só liber­taria, mas governaria também. "Apascentá-las-ei com juízo", quer dizer, haveria manifestação de sua discriminação e administração. Ele impediria que os fortes pisassem nos pastos e machucassem os fracos. Os opressores opulentos seriam conde­nados, e os pobres humilhados seri­am enriquecidos.

III. A Promessa: Davi será o Pastor (23-31).
Davi foi le­vantado por designação divina, não apenas como governante bom e bene­volente, mas como cabeça da teocracia e como ancestral de Jesus Cristo se­gundo a carne. Davi tipificava o Pas­tor misericordioso e sublime que efe­tuaria de modo perfeito os propósitos de Deus. Na plenitude dos tempos, o Filho do grande Davi, maior que ele, surgiu como o Bom Pastor e deu a vida pelas ovelhas; mas, como os gover­nantes judeus o rejeitaram, o povo de Israel foi espalhado mais ampla e ter­rivelmente do que antes.
O Dr. Herbert Locker, comenta: Depois de reprovar severamente a negligência dos nomeados para cui­dar do rebanho, Deus promete susci­tar um pastor, uma planta de reno­me, que fielmente desempenharia todos os seus deveres e faria jus à confiança nele depositada (Ez 34:2-16,23,24). O termo pastor veio a ca­lhar para Davi na qualidade de "governante", por ser tipo do verda­deiro Davi (Ez 34:22,23). O filho de Jessé foi transferido do ofício de pas­tor para o de rei. Sua nova função, como fazia antes com o rebanho, era defender e apascentar seu povo (2Sm 5:2; SI 78:70,71). "Pastor significa rei, não instrutor religioso", diz Jamieson, "por isso Cristo foi acima de tudo o verdadeiro Davi, por ser o Pastor-Rei (Lc 1:32,33). O Messias é chamado 'Davi' em Isaíás 55:3,4, em Jeremias 30:9 e em Oséias 3:5". Esse grande capítulo se encerra com a absoluta certeza de que o povo escolhido de Deus será o seu rebanho, e ele, o seu Deus (Ez 34:31). Esse pastor-rei es­tabelecerá o seu reino e, sob o seu comando, haverá paz, provisão e pro­teção. Seu rebanho desfrutará dos re­cursos divinos, suficientes para satis­fazer as necessidades de todos, além do cuidado e da vigilância ininter­ruptas do Senhor.

Conclusão:
Este capítulo de Ezequiel descreve Jesus como nosso Pastor. Ele nos ama, nos alimenta, alimenta, e resgata os perdidos (cf. Lc 19,10; João 3,14-16; 1 Timóteo 1:15). A igreja está cheia de pessoas doentes, fracas e sem maturidade, suas necessidades são diversificada. Nossas responsabilidades como pastores e lideres do rebanho é atender a chamada de Deus em tempo hábil (Isaías 55,6; Mt 7,7). Jesus demonstrou ter o maior cuidado ao ser o nosso Bom Pastor: Ele estava disposto a dar Sua vida pelas suas ovelhas (Jo 10.15-18). Ele fortaleceu espiritualmente as ovelhas que se encontravam doentes e levou cura aos seus discípulos atormentados pela tirania dos seus próprios pecado. Cito dois exemplos: a cura da filha de Jairo (Mc 5:41); Jesus a chama de cordeirinha- as palavras "Talita Kum" säo em aramaico, língua falada na Palestina no tempo de Jesus, quer dizer: cordeirinha levante. Ou quem não lembra da restauração de Pedro após negar Jesus três vezes. O anjo disse: Mas ide, dizei a seus discípulos, e a Pedro, que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis, como ele vos disse. (Mc 16:7-8) Pedro ver o Senhor depois de sua infidelidade, desespero, incredulidade e dureza de coração, significa ficar indizivelmente alegre. A ressurreição em gloria de Jesus continha a ressurreição e preservação da vida e vocação daquele pescador de almas e de todos os seus cordeirinhos.
Nossa esperança está nas Escrituras que diz: o Filho do Homem "enviará os seus anjos" sobre toda a terra, "os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus" (Mt 24.31). E o próprio Senhor virá com nuvens na sua glória e na glória de seu Pai, com dez mil dos seus santos, miríades de anjos, e se assentará no trono da sua glória. "E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas. E porá as ovelhas [os bons] à sua direita, mas os bodes [os maus] à esquerda" (Mt 25.32.33). Concernente a esta assembléia geral, o discípulo amado fala: "E vi os mortos [todos os que morreram], grandes e pequenos, que estavam diante do trono, e abriram-se os livros [expressão figurativa, referindo-se ao modo de proceder entre os homens]. E abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras" (Ap 20.12).

VIA GRITOS DE ALERTA

Transformação


Portanto, assim como vocês receberam Cristo Jesus, o Senhor, continuem a viver nEle. Colossenses 2:6


Como entramos na vida cristã e como vamos continuar sendo cristãos? Entramos na vida cristã entregando a vida a Cristo, abrindo o coração para fazer aquilo que nos tornará cada vez mais semelhantes a Ele. Alguns esperam a perfeição e mudança imediata em tudo. Esperam atingir rapidamente um grau de maturidade cristã. Querem ser capazes de dizer: “Vejam como mudei! Como em poucas semanas já demonstro que sou um cristão maduro.” São aqueles que gostam de dar batidinhas nas próprias costas dizendo: “Menino bom, hein! Eu sabia que você ia conseguir!”


Alguns confiam em seus esforços, tentam abandonar um mau hábito, ser mais disciplinados, mas depois de algum tempo desistem.
John Ortberg menciona que a transformação espiritual só vai acontecer com um poder especial fora de nós. E a compara com a travessia do oceano. Alguns tentam dia após dia ser bons e se tornar espiritualmente maduros. É como tentar atravessar o oceano num barco a remo. É cansativo e sem resultado. Outros desistiram de se esforçar confiando somente na graça de Deus. São como náufragos à deriva num barco de borracha. Não fazem nada, senão aguardar que Deus venha socorrê-los e os tire dali. Remar ou ficar à deriva – nada disso vai trazer qualquer transformação espiritual. A melhor imagem que temos é a de um barco à vela que se move graças ao vento. Não podemos controlar o vento, mas um bom navegador discerne a direção do vento e ajusta as velas. Precisamos apenas saber em que direção queremos ir, ajustar as velas e aproveitar a brisa que Deus manda.


Cada vez que abro a Bíblia e permito que Ele fale a mim, cada vez que oro e conto minhas necessidades, estou abrindo as velas do meu barco para o sopro do Espírito Santo. Cada vez que levo alegria a alguém ou torno o fardo da outra pessoa mais leve, isso é também uma demonstração de que estou sendo impulsionado pelo Espírito.


Você está perdendo alguma batalha no seu dia a dia? Não atingiu aquela altura espiritual que desejava? Caiu justamente no erro que não queria cometer mais? Está cansado de tentar e não conseguir? O vento do Espírito está pronto para empurrar seu barco.


“O vento sopra onde quer. Você o escuta, mas não pode dizer de onde vem nem para onde vai. Assim acontece com todos os nascidos do Espírito” (Jo 3:8).

Não devemos ser juízes de ninguém,

 também não devemos ser uns tolos e facilmente enganados. Há meios de se reduzirem os riscos quando estamos lidando com os bodes, pois eles são facilmente identificados pelos resultados morais de sua existência.



· Os bodes não possuem obediência. (Zc 10:3)
· Os bodes não possuem submissão alegre e espontânea. (Dn 8:8)
· Os bodes não possuem fidelidade e dedicação. (Mt 25:33)
· Os bodes não possuem amor pelas ovelhas. (Ez 34:21)
· Os bodes não possuem senso de coletividade. ( Dn 8:5)
· Os bodes não possuem compreensão das limitações e fraqueza das ovelhas. (Ez 34:21)
· Os bodes não possuem integridade moral. (Dn 8:21)
· Os bodes não possuem saúde espiritual. (Dn 8:8b)

SINAL DO FIM DOS TEMPOS - Igreja Presbiteriana dos EUA ordena primeiro ministro gay

O reverendo Scott Anderson, é abraçado por colegas durante cerimônia de ordenação em Madison, nos EUA (Foto: Wisconsin State Journal, Craig Schreiner / AP)Scott Anderson havia renunciado há 20 anos, após ser ameaçado por fiéis. Assembleia geral da igreja votou por revogação de regra que bania gays.
Um homem que deixou a Igreja Presbsteriana da Califórnia há mais de 20 anos após ter revelado à congregação que era gay foi recebido de volta como líder da igreja, tornando-se o primeiro homossexual a ser ordenado ministro.

Emocionado, o americano Scott Anderson, de 56 anos, disse que nunca esperou que este dia chegasse. Ele foi ordenado numa cerimônia no sábado (8) diante de centenas de amigos e apoiadores na Igreja Presbiteriana de Madison, no estado do Wisconsin.

O reverendo Scott Anderson, é abraçado por colegas durante cerimônia de ordenação em Madison, nos EUA (Foto: Wisconsin State Journal, Craig Schreiner / AP)





“Aos milhares de presbiterianos que trabalharam e rezaram por quase 20 anos por esse dia, o meu muito obrigado”, disse o novo ministro. “E também agradeço àqueles que discordam do que estamos fazendo aqui hoje mas que sabem que somos um em Jesus Cristo.”

Anderson serviu como ministro em Sacramento, na Califórnia, de 1983 a 1990, quando teve de se afastar da igreja. Um casal ameaçou revelar sua orientação sexual, mas ele revelou antes à congregação e renunciou porque a Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos não permitia que homossexuais servissem como ministros.

A situação mudou no ano passado, quando uma assembleia nacional da igreja votou pela revogação da regra, permitindo da ordenação de Anderson.

VIA GRITOS DE ALERTA
COM INF. G1

O CRISTÃO E A SÍNDROME DE BURNOUT


Talvez você esteja se perguntando, sobre o que se trata este artigo. E se há alguma aplicabilidade em sua vida. Eu, recomendo que você leia atentamente este conteúdo, pois é bem possível que venha necessitar destas informações para sua saúde integral e/ou de seus parentes e amigos. Aqui estaremos informando sobre a temática de forma muito superficial, mas você poderá se aprofundar e conhecer melhor para seu próprio benefício.
1. Conceito
A associação entre condições de trabalho e ocorrência de doenças físicas e transtornos mentais vem sendo mais estudada a partir da segunda metade do século XX, mas o reconhecimento clínico de tal relação é pequeno. O burnout, ou síndrome do esgotamento profissional, tem sido alvo de estudos de prevalência, análises da validade de constructo, identificação de fatores de risco ou de proteção e objeto de matérias na imprensa. Na literatura médica, tem ocupado espaço fora da psiquiatria, particularmente na medicina ocupacional, psicossomática e clínica médica. Estudos de prevalência com profissionais de saúde mostram taxas de burnout variando entre 30 e 47%. A taxa de burnout na população de trabalhadores da Finlândia chegou a 27,6%. No Brasil, a ocorrência se encontra na faixa de 10%. Por definição, burnout é uma condição de sofrimento psíquico relacionada ao trabalho. Está associado com alterações fisiológicas decorrentes do estresse (maior risco de infecções, alterações neuroendócrinas do eixo hipotalâmico-hipofisário-adrenal, hiperlipidemia, hiperglicemia e aumento do risco cardiovascular), abuso de álcool e substâncias, risco de suicídio e transtornos ansiosos e depressivos, além de implicações socioeconômicas (absenteísmo, abandono de especialidade, queda de produtividade). Entretanto, não consta nas classificações psiquiátricas. [grifo meu] (VIEIRA, Isabela, 2006)
Bem, a Síndrome de Burnout é um termo psicológico que descreve o estado de exaustão prolongada e diminuição de interesse, especialmente em relação ao trabalho. O termo burnout é uma composição de burn=queima e out=exterior, sugerindo assim, que a pessoa com esse tipo de estresse consome-se física e emocionalmente, passando a apresentar um comportamento agressivo e irritadiço. O "burnout", seria uma espécie de combustão completa, sensação de exaustão da pessoa acometida. É uma experiência individual específica do contexto do trabalho. Este comportamento é geralmente desenvolvido como resultado de um período de esforço excessivo no trabalho com intervalos muito pequenos para recuperação, mas alguns consideram que trabalhadores com determinados traços de personalidade são mais susceptíveis a adquirir a síndrome. Para que fique mais claro veremos alguns sintomas da doença.
2. Sintomatologia do Burnout
Relevante é lembrar que esta doença está relacionada na lista de doenças profissionais, como cita Isabela Vieira em: “A síndrome do esgotamento profissional integra a Lista de Doenças Profissionais e Relacionadas ao Trabalho (Ministério da Saúde, Portaria nº 1339/1999). Está classificada sob o código Z73.0 (Classificação Internacional de Doenças, 10ª revisão – CID-10), como problema que leva ao contato com serviços de saúde”. Observaremos então possíveis sintomas gerados em uma pessoa hospedeira da síndrome, que elucidaram o que desejamos explicar.
Físicos
  • Fadiga constante e progressiva;
  • Distúrbios do sono;
  • Dores musculares;
  • Cefaléia, enxaquecas;
  • Perturbações gastrintestinais;
  • Imunodeficiência;
  • Transtornos cardiovasculares;
  • Distúrbios do sistema respiratório;
  • Disfunções sexuais
Psíquicos
  • Falta de concentração;
  • Alterações de memória;
  • Sentimento de alienação;
  • Impaciência;
  • Sentimento de insuficiência;
  • Baixa auto-estima;
  • Sentimento de solidão;
  • Depressão;
  • Desconfiança, paranóia.
Conseqüências
  • Negligência ou excesso de escrúpulos;
  • Irritabilidade;
  • Incremento da agressividade;
  • Incapacidade para relaxar;
  • Dificuldade na aceitação de mudanças;
  • Perda de iniciativa;
  • Comportamento de alto risco;
  • Suicídio;
Comportamentos Defensivos
  • Tendência ao isolamento;
  • Sentimento de onipotência;
  • Perda do interesse pelo trabalho e pelo lazer;
  • Absenteísmo (falta de assiduidade);
  • Ironia e cinismo;
3. Contexto
Essa síndrome acomete normalmente profissionais que desenvolvem uma relação constante e direta com outras pessoas. De forma geral, ela é considerada a doença de quem ajuda (médicos, enfermeiros, professores, assistentes sociais, comerciários, atendentes públicos), mas destaco que pode muito bem ser fixada em pastores, líderes de departamentos, conselheiros, cristãos em geral que desempenham uma função junto à comunidade. Tenho conhecimento de psicólogos cristãos que estão atendendo pastores, líderes religiosos por motivos relacionados a burnout, que na verdade desconheciam a existência de tal fenômeno.
Mas, segundo estudos mais avançados, foi possível detectar a existência da síndrome também em outros profissionais, que devido seu trabalho mais técnico e metodológico, são exigidos e cobrados de forma mais intensa, e ao passar do tempo podem desenvolver a Síndrome de Burnout.
Interessante entendermos que a Síndrome de burnout, não escolhe classe, raça, religião, hierarquia etc; por isso existe necessidade de todos tomarem ciência dela para que os mais altos escalões de uma empresa, sociedade e demais sejam cuidados, como os de mão-de-obra mais forçada, “chão de fábrica”, pois o desenvolvimento de uma pessoa com a síndrome é prejudicado, reduzido, gerando prejuizos à todos, como ocorre da mesma forma no ambiente de uma comunidade sem fins lucrativos.
Um dos fatores que contribuem para o aparecimento da síndrome, é a falta de autonomia no trabalho, problemas relacionais com seus superiores, problemas de relacionamento com os colegas de trabalho, família, enfim, um sentimento de falta de cooperação da outra parte. Também acontece esta síndrome entre os estudantes, nos anos finais de escolaridade básica e nível superior, mas a classe que aparentemente predomina o ranking é a dos médicos. De acordo com um estudo recente no Psychological Reports, nada menos que 40% dos médicos apresentavam altos níveis de burnout.
4. Prevenção do Burnout
Poderíamos dizer que baseado nas informações acima explícitas, cada qual poderá avaliar-se para assim saber se está sofrendo deste mau, já que a ignorância referente a esta síndrome tem levado muitas pessoas a conseqüências mais danosas e caso detecte sintomas de estresse na sua carreira busque ajuda o mais rápido possível.
5. Prevenção ou restauração proveniente de Deus.
Bem, sabemos que ninguém conhece melhor o ser humano do que o próprio Deus que o criou, formou-o de barro e constitui-o de toda a sua complexa composição bio-psíquico-social-espiritual. Tendo essa convicção, podemos diariamente recorrer a Ele, para que alcancemos cura, renovo e restauração para nossas necessidades. Podemos dizer como o salmista em Salmos 42.11: “Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, o qual é a salvação da minha face, e o meu Deus”.
Acredite, nós temos um “plano de saúde particular”, um plano “B” de saída nas horas mais difíceis, um socorro bem presente na hora da tribulação. O próprio Deus se encarrega de cuidar de seus filhos, de aliviar a sua alma cansada do estresse diário, da sobre carga exigida nas empresas, de restabelecer a saúde gasta nos relacionamentos cotidianos e renovar as forças esvaídas.
Podemos também exercer o método terapêutico de I Pedro 5.7: “Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós”, que será muito eficaz e trará a cura necessária para a alma enferma (cabe deixar uma ressalva que existem casos específicos que precisam de uma intervenção clínica por meio de um profissional). Recorrendo a um terapeuta ele ouvirá nossa problemática, nos auxiliará na busca das possíveis respostas, nos ajudará a analisá-lo pelos diversos ângulos possíveis e depois nos encorajará a que resolvamos por nós mesmos – esse é um dos papéis da psicoterapia (de forma muito simplificada, é claro).
Recorrendo a um terapeuta, por exemplo, ele ouvirá nossa problemática, nos auxiliará na busca das possíveis respostas, nos ajudará a analisá-lo pelos diversos ângulos possíveis e depois nos encorajará a que resolvamos por nós mesmos - esse é um dos papéis da psicoterapia (de forma muito simplista, é claro).
Mas pelo texto Bíblico, o Apóstolo Pedro está dizendo para que lancemos, joguemos, deixemos nossas angústias, ansiedades, nas mãos de Jesus, pois é Ele quem tem cuidado de nós, desde o nosso nascimento. Quando lançamos sobre Ele nossas necessidades, Ele não nos devolverá o problema, pelo contrário, fará o melhor para cada um dos filhos seus e como o próprio Cristo disse em João 14 “Não turbe o vosso coração…”.
Então, pare um momento! Será que você não está cansado? Sobre-carregado? Precisando de um alívio? Ore neste momento, lance sobre Cristo a sua necessidade, seus desgostos, suas decepções, suas amarguras, seus limites, suas fraquezas, já que Ele mesmo disse em Mateus 11.28: “Vinde a mim, todos vós, que estais cansados e sobre carregados, e eu vos aliviarei”. É promessa, e Ele cumprirá todas elas em nossa vida.
Deus continue abençoando sua vida em todos os aspectos e dimensões possíveis e que você não seja pego de surpresa pela síndrome de Burnout, mas antes se aproxime de Deus, o maior e melhor terapeuta desde a eternidade.

VIA GRITOS DE ALERTA


José Renato Pedroza


1) JONAS DESOBEDECEU A DEUS E A TEMPESTADE CHEGOU.


Foi uma decepção total, pois houve uso de ma fé pública, quando se divulgou que o Pr Silas Malafaia iria falar sobre MAÇONARIA no programa de TV , o que despertou muita curiosidade, pois seria uma coisa inédita, sensacional, inacreditável e imperdível. Parou o Brasil para ouvir.

Pois este homem em seus 25 anos de mistério nunca CUMPRIU A SUA OBRIGAÇÃO de pregar contra o que Deus chama de A MAIOR ABOMINAÇÃO E A COISA MAIS LEVIANA QUE ESTÁ DENTRO DA CASA DO SENHOR, QUE SÃO OS ADORADORES DO DEUS SOL (BAAL) E ENCHEM A TERRA DE VIOLÊNCIA E IRRITAM A DEUS DE INFINITA MISERICÓRDIA. SÃO OS QUE LEVAM O RAMO DE ACÁCIA AO NARIZ (funeral maçônico). DEUS TEM O SEU FUROR CONTRA ELES E NÃO OS OUVEM, MESMO QUE GRITEM AOS SEUS OUVIDOS. (Ezequiel 8: 15 – 18), o que é a sua obrigação.

No passado Deus mandou o Profeta Elias matar os 450 profetas de Baal e os 400 profetas adoradores dos postes ídolos (obeliscos). Hoje a vingança será pior, pois está nas mãos de Deus

Está escrito: Hebreus 10: 30 Porque bem conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu darei a recompensa, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo.

Não da pra desconfiar?

Podemos qualificar este como um dos momentos de tristeza e decepção da igreja de Cristo no Brasil. Onde se pode ver um homem JONAS desobedecer a uma determinação de Deus e se acovardar diante do amor de Deus em troca de VERDINHAS lentilhas, envergonhando o nome de Jesus Cristo, o nome de crente e de pastor, tudo em respeito a um deusinho baal, ou deus Sol para os judeus.

Está Escrito: Mateus 10 : 33 Mas qualquer que me NEGAR diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus.

Amamos e respeitamos a Jesus Cristo, os PASTORES e os crentes, mas odiamos os falsos profetas. Geração de “pastores” que se faz de bobo porque têm medo da verdade que liberta, mas que usam da mais alta tecnologia de adoração ao deus MAMOM e apela até pela histeria.

O Pr Silas Malafaia tão somente disse: NÃO SOU MAÇOM. Essa é uma senha maçônica antiga e manjada para negarem a sua participação na maçonaria, senha vastamente ensinada aos seus adeptos para mentirem quando necessário, pois os JURAMENTOS feitos com GADU (Bafomet) os permitem mentir e fazer outras coisinhas mais.

Já expliquei em outras matérias o que significa: “não sou maçom mas tenho muitos amigos maçons” . É o pastor que não é lobo, mas tem muitos amigos lobo dentro do rebanho e NÃO FALA NADA CONTRA OS LOBOS, mesmo sabendo do grande perigo que oferecem às suas ovelhas.

Sendo você um fazendeiro, contrataria um pastor deste tipo para tomar conta de suas ovelhas?

Claro que não? Por que você vai confiar a sua alma e de seus filhos a um pastor que diz que não é lobo mas que abandona o rebanho para muitos amigos lobos?

São PASTORES INÚTEIS, que por dinheiro vendem a carne e a lã das ovelhas para os amigos lobos.



2) A BÍBLIA FALA MAL DO MAL PASTOR E NÓS TAMBÉM.

"Ai do PASTOR INÚTIL, que abandona o rebanho! A espada cairá sobre o seu braço e sobre o seu olho direito; e o seu braço completamente se secará, e o seu olho direito completamente se escurecerá." (Zacarias 11 : 17)



3) A BÍBLIA FALA BEM DO BOM PASTOR E NÓS TAMBÉM.

Está escrito: João 10 : 14 - Disse Jesus Cristo: "Eu sou O BOM PASTOR, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido."


A MAÇONARIA FALA MAL DO BOM PASTOR JESUS CRISTO e “PASTORES” MAÇONS SÃO OBRIGADOS A FICAR CALADOS POIS LEVAM AS VERDINHAS AO NARIZ, AOS OLHOS, AOS OUVIDOS E PRINCIPALMENTE À BOCA.

O livro Código da Vinci reafirma os segredos mentirosos dos antigos maçons, OS CAVALEIROS TEMPLÁRIOS: Jesus Cristo não é Deus, Jesus Cristo não é filho de Deus, Jesus Cristo não morreu na cruz e, portanto não ressuscitou.

Disseram que Jesus fugiu com uma prostituta para a França e constituiu família. Falam de um perfil homossexual de Jesus Cristo.

O maçom grau 33, James Cameron, autor do filme Titanic, forçou a barra num documentário dizendo que tinha encontrado a tumba de Jesus Cristo e foi o maior fiasco, pois existiam 71 tumbas com o nome de Jesus, nome comum da época. Foi refutado pelo arqueólogo Amós Cloner que havia feito as escavações.



4) A INTERPRETAÇÃO DO MISTÉRIO DA LINGUA MUITO ESTRANHA

(COM TODO RESPEITO AOS DONS DO ESPÍRITO SANTO)

Uma das formas de identificar o maçom é através do diálogo. Se você perguntar a um pastor maçom: Você é maçom? Automaticamente ele vai dizer não. Se você perguntar como no diálogo abaixo, serás reconhecido.

- SOIS maçom?

- Como tal me reconheces.

- De onde vens?

- Venho da igreja de São João

São João é o padroeiro da maçonaria. Por isso pastores maçons fazem Festa de São João chamando-as de FESTA JESUÍNA.

http://cpr.org.br/festas-sao-joao.htm


Observem a cabala maçônica atrás do Bispo Renato Shuet. Fundador da Igreja Esotérica de Jesus Cristo em Amor e Graça, o Bispo Renato Suhett , no seu jornal A VERDADE QUE LIBERTA ele diz que MENTE.


Desvendamos o MISTÉRIO OCORRIDO COM O Pr Silas Malafaia quando só diz que não é maçom e não falou sobre a satânica maçonaria e deu a entender que vive ecumenicamente com eles.



O SENHOR É MAÇOM?

Bispo Suhett: SE EU NÃO FOSSE MAÇOM OBVIAMENTE QUE DIRIA “NÃO”.

SENDO MAÇOM EU DIRIA TAMBÉM “NÃO”, por estar sob JURAMENTO.

Usam a bíblia para tentar justificar seus pactos com o pai da mentira e comer as suas VERDINHAS lentilhas sem dor na consciência, se é que as possuem.

ESTA PERGUNTA SE TORNA INÓCUA, PORQUE SE O HOMEM FOR MAÇOM ELE POR JURAMENTO VAI DIZER “NÃO”; POIS ELE NÃO TEM O DIREITO DE DIZER QUE É, PORQUE SOMENTE AQUELES QUE SÃO CONHECEM QUEM É.



5) MUDEZ ESPIRITUAL, tão grave quanto a CEGUEIRA ESPIRITUAL


Está escrito: Salmos 115: 4-8

4 Os ÍDOLOS deles são prata e ouro, obra das mãos dos homens.

5 Têm boca, mas não falam; olhos têm, mas não vêem.

6 Têm ouvidos, mas não ouvem; narizes têm, mas não cheiram.

7 Têm mãos, mas não apalpam; pés têm, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta.

8 A eles se tornem semelhantes os que os fazem, assim como todos os que neles confiam. (Castigo de Deus)

...TÊM BOCA MAS NÃO FALAM...

Está escrito: Marcos 6: 25 e 26

E, entrando logo, apressadamente, pediu ao rei, dizendo: Quero que imediatamente me dês num prato A CABEÇA DE JOÃO BATISTA (representando o povo de Deus).

E o rei (Herodes) entristeceu-se muito; todavia, POR CAUSA DO JURAMENTO e dos QUE ESTAVAM COM ELE À MESA, não lha quis NEGAR.

 Observem um dos JURAMENTOS maçônicos


OBS: Por curiosidade, descobrimos que existe uma loja maçônica na Praça do Pedregulho em São Cristovão no Rio de Janeiro, perto da Quinta da Boa Vista. Tem gente que não quer confirmar a presença de algumas pessoas nesta loja, devido a violência do JURAMENTO acima. Tem gente famosa que foi DeMolay nesta loja.

Orem para que ex maçons dispostos a morrerem pela verdade e pela liberdade de expressão dentro das igrejas “evangélicas”. Que por amor a Cristo e à igreja de Cristo, os cristãos abram as suas bocas e desmascarem os falsos profetas, mesmo que tenham as suas cabeças covardemente pedidas no prato do poder paralelo, onde nunca existiu igualdade, fraternidade e muito menos liberdade.

Está escrito: Filipenses 4 : 8 - Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é VERDADEIRO, tudo o que é HONESTO, tudo o que é JUSTO, tudo o que é PURO, tudo o que é AMÁVEL, tudo o que é de BOA FAMA, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.


O maior maçom do Brasil, o Sr Rui Barbosa conhecia muito bem a maçonaria, pois disse:

QUE CHEGARIA UM DIA QUE O HOMEM TERIA VERGONHA DE SER HONESTO.

Já chegou há muito tempo. Homens de “bens” completamente comprometidos com a mentira e com os mentirosos?

Está escrito: Efésios 5 : 12 - Porque o que eles fazem em oculto até dizê-lo é torpe."

Que Deus permita que continue a contenda entre eles para saírem de suas próprias bocas como saiu da boca do Pr Caio Fábio e Pr Saad. As coisas em oculto que hoje temos que dizer nos causam torpeza.

Está escrito: João 8 : 44 - Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira

VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. CPR.ORG.BR

AS CINCO METAS QUE DESTRUIRAM O IMPÉRIO ROMANO E FORAM ADOTADAS EM 1º DE MAIO DE 1776 PELOS SUPERMAÇONS ILLUMINATI PARA INSTALAREM O GOVERNO MUNDIAL DO ANTICRISTO, A NOVA ORDEM MUNDIAL:


 
1- MANTER A MENTE DAS PESSOAS OCUPADAS COM COISAS IMBECÍS (OLIMPÍADAS, FUTEBOL, BIG BROTHER E SIMILARES, NOVELAS, JOGOS, SHOWS, ETC) PARA NÃO PERCEBEREM A INSTALAÇÃO DO GOVERNO MUNDIAL DO ANTICRISTO.
2- DESTRUIR OS GOVERNOS DE TODOS OS PAISES. INFILTRAR OS GOVERNOS PARA ROUBAREM OS DINHEIROS DOS COFRES PÚBLICOS DOS POBRES, PARA ENTREGAREM ASO BANQUEIROS MUNDIAIS.
3- AUMENTAR OS IMPOSTOS PARA TORNAR A POPULAÇÃO MUNDIAL UMA POPULAÇÃO DE ESCRAVOS, SEM DIREITOS A PROPRIEDADES. BRASILEIROS PAGAM 75 IMPOSTOS E DEZENAS DE TAXAS. Site do IMPOSTÔMETRO http://www.impostometro.com.br/
4- DESTRUIR A FAMÍLIA, INCENTIVANDO O DIVÓRCIO, O HOMOSSEXUALISMO, A PROSTITUIÇÃO, OS VÍCIOS, ETC
5- DESTRUIR O CRISTIANISMO.
O maçom Dan Brown (Código da Vinci) no dia 03/01/2009 no programa Fantástico afirmou: Os Estados Unidos não é mais uma nação Cristã, mas sim maçônica. Depois de 145 anos, os SUPER MAÇONS ILLUMINATI (banqueiros) concluiram o objetivo de destruirem o cristianismo nos Estados Unidos. Confere no vídeo
NÃO VAMOS PERMITIR QUE ISTO ACONTEÇA NO BRASIL
 
VIA GRITOS DE ALERTA

Estatuto da Juventude É Aprovado Após Consenso entre Evangélicos e Defensores da Causa Gay

Depois de muita discussão, evangélicos e defensores da causa LGBT chegaram a um consenso sobre o texto final e aprovaram na tarde desta quarta-feira (5) o substitutivo que cria o Estatuto da Juventude.
 
Foi incluída no texto a expressão “respeitando a diversidade de valores e crenças”, após negociação com a bancada evangélica. A principal polêmica estava no artigo que previa a inclusão de temas relacionados à sexualidade nos currículos escolares. Para parlamentares ligados às igrejas, o texto deveria respeitar também “valores da sociedade”, de acordo com o Correio do Brasil.
Em declaração à publicação, o presidente da Frente Parlamentar Evangélica, João Campos (PSDB-GO), afirmou: “não vemos nenhum problema em ter aulas de educação sexual nas escolas”. Para ele, a atual forma contempla as reivindicações de cada movimento.
A proposta do Estatuto da Juventude define os direitos específicos para jovens na faixa de 15 a 29 anos, além de estabelecer diretrizes para o Poder Público criar e organizar políticas para essa idade. Entre os benefícios previstos, estão a meia-entrada em eventos culturais e esportivos e a gratuidade no transporte público.
De acordo com a relatora do projeto, Manuela D’ávila (PCdoB-RS), a quarta-feira foi um dia histórico para a Câmara dos Deputados pela atuação das duas frentes parlamentares.
De acordo com a Correio do Brasil, a deputada afirmou ser a “primeira vez” que se chega a um acordo garantindo a liberdade de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros e também a liberdade de credo. “Viramos uma página, a página da intolerância recíproca”, completou.
Entre os benefícios da proposta do Estatuto da Juventude está a concessão de meia-entrada para jovens estudantes de até 29 anos e transporte público para estudantes até a mesma idade.

VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. CRISTIAN POST

ISRAEL SE PREPARA PARA A GUERRA NA PALESTINA: 'NOSSA RESPOSTA SERÁ DURA'

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, responsabilizará o Hamas em caso de um ataque vindo da Faixa de Gaza. Neste domingo, ...