quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Maioria da População é Contra Aborto e Legalização da Maconha, diz Pesquisa

Uma pesquisa de opinião pública encomendada pelo PSDB a respeito de temas como aborto e descriminalização do consumo da maconha apontou que 77% dos brasileiros é contra o legalização da droga e 73% se posicionaram contra o aborto, segundo informação de Ricardo Noblat, jornalista de O Globo.
Segundo Noblat, a pesquisa abordou também temas como desarmamento, redução da maioridade penal, pena de morte e política de cotas para negros mostrou importantes tendências dos brasileiro com relação a esse temas polêmicos.
O levantamento mostrou que 61% dos ouvidos apoiam o desarmamento, sendo 33% contra, fala ele em seu blog. Durante o referendo de 2005 a tese do desarmamento foi derrotada por 64% a 36%.
Na análise do cientista político Antonio Lavareda, na reunião com a bancada federal tucana, é que há maior compreensão e sensibilidade diante do drama da violência. Isso explica a inversão no posicionamento da população brasileira.
A pesquisa confirma que a redução da maioridade penal, de 18 anos para 16 anos, tem amplo apoio social: 79% a favor e 17% contra. A maioria é a favor também da pena de morte: 57% x 34%; Quanto à política de cotas para negros, há divisão: 49% contra e 43% a favor.

CRISTIAN POST
VIA GRITOS DE ALERTA

Mudança É Possível para os Homossexuais, diz Estudo

homossexuais
(Foto: REUTERS/Allison Joyce)
Cat Yezbak (L) Rachel Priebe soltam bolhas de sabão em Manhattan,24 de julho de 2011.
The Journal of Sex and Marital Therapy contém os resultados finais de um estudo longitudinal de indivíduos que buscam mudar a orientação sexual através de ministérios cristãos associados com a Exodus International, conforme foi divulgado pela Religion News Service quarta-feira.
 
Os Psicólogos Stanton L. Jones (Wheaton College, IL) e Mark A. Yarhouse (Regent University) fizeram uma pesquisa com 98 pessoas que procuvam mudar a orientação sexual. Níveis de evolução de atrações sexuais e distúrbios psíquicos foram avaliados no início do processo de mudança e cinco vezes em um período total de 6-7 anos.
Dos 98 indivíduos, 61 foram classificados com sucesso para o resultado geral da última avaliação. O estudo descobriu que 53% foram classificados como bons resultados. Desses, 23% relataram o sucesso dos resultados na forma de conversão bem-sucedida à orientação heterossexual e 30% relataram a castidade de comportamento estável, sem identificação com a orientação homossexual. Quase no final, na marca de 6 anos, 20% relataram adotar totalmente a identidade gay.
Segundo o comunicado, os resultados mostram mudanças estatisticamente significativas, em média, da diminuição da orientação homossexual. Mas, as descobertas não provam que a mudança categórica na orientação sexual é possível para todos, mas eles mostram que mudanças reais parecem possíveis para alguns.
Os autores incitam o cuidado em projetar as taxas de sucesso a partir destes resultados, que são susceptíveis estimativas excessivamente otimistas do sucesso antecipado e apontam que a conversão para adaptação heterossexual foi um fenômeno complexo.
Os resultados do estudo não convenceram os críticos. Candace Chellew-Hodge, fundador do Whosoever, uma revista GLBT Oline para os Cristãos, encontrados em primeiro lugar que a pesquisa foi "suspeita", porque os pesquisadores são de faculdades cristãs conservadoras. Ele mostrou ainda sua preocupação também com as conclusões dos autores serem "excessivamente otimistas".
"Mesmo os pesquisadores chamam suas conclusões ‘excessivamente otimistas’", Hodge-Chellew disse de acordo com Religion Dispatches.
Chellew-Hodge criticou a metodologia, mencionando que o tamanho da amostra era pequena e que os resultados vieram de medo dos pesquisados. "A maior motivação única para estes 98 indivíduos, no entanto, certamente foi uma baseada no medo. Em resumo, eles viviam todos sob a ameaça do inferno .. "
Mas, o Dr. Stanton Jones defendeu a metologia, dizendo que "quanto mais rigoroso você ficar, mais longe você fica da vida real" e "todas as metodologias têm desvantagens", segundo relatado pelo CitizenLink.
"Seguimos mais um modelo da vida real do que um modelo hiper-experimental controlado", acrescentou ele, segundo a mesma publicação.
Jones respondeu àqueles, incluindo a American Psychological Association (APA), que disseram que a orientação sexual não pode ser mudada, dizendo que não existe para ele nenhuma pesquisa nesse sentido, e ele quer trazer à tona que a mudança é possível. "Acreditamos que os resultados desafiam a mentalidade reinante de que a mudança é impossível ou é extraordinariamente rara".
"Nós estávamos tentando resolver a questão básica ‘a mudança é possível?’ o fato de que alguém mudou é o que resultou deste estudo", disse ele.
Fortes convicções sobre o comportamento moral dos sujeitos, que eram todos Cristãos, descobriu ele, desempenhou um papel fundamental na mudança de orientação bem sucedida.

CRISTIAN POST .
VIA GRITOS DE ALERTA

Marco Feliciano responde as críticas de Edir Macedo sobre manifestações pentecostais

A pregação que aconteceu em uma igreja de Brasília foi ao ar no último domingo no programa Tempo de Avivamento.

Depois de escrever em seu blog sobre o vídeo postado pelo bispo Edir Macedo comparando cultos pentecostais com rituais de religiões afro-brasileiras, o pastor Marco Feliciano resolveu responder através de uma ministração que foi ao ar no dia 25 de setembro no programa Tempo de Avivamento.

“Mandaram um vídeo pra mim e esse vídeo me fez dar um pulo da cadeira de raiva”, disse o pastor que aparece pregando no vídeo da IURD ministrando no congresso Gideões Missionários da Última Hora que acontece todos os anos em Santa Catarina.

Macedo questiona qual a diferença e para essa pergunta o pastor assembleiano envia uma resposta: “A resposta é muito simples, a Bíblia diz que as coisas do Espírito se discernem espiritualmente”.

Ministrando aos presentes no culto de avivamento na igreja do Gama em Brasília, Feliciano diz que o sonho do diabo é ser igual a Deus e por isso o que acontece nas sessões comparadas com culto pentecostal “é imitação barata”.

“Eu quero dizer para você que o diabo é um grande imitador, e quem não compreende as coisas do Espírito vai ficar escandalizado mesmo”.
Citando exemplos bíblicos de situações onde magos e feiticeiros tiveram as mesmas atitudes de homens de Deus, Marco Feleciano ensina que blasfêmia contra o Espírito Santo é atribuir ao diabo uma coisa que Deus que fez.

O pregador do avivamento também se referiu a outra postagem do blog de Edir Macedo. “Esse senhor que eu citei falou que há um antiespírito que se manifesta no culto pentecostal. Eu não sou juiz, mas uma pessoa que fala uma coisa dessas perdeu o juízo”.

Assista:




Fonte: Gospel Prime

1º WORKSHOP DE ASSESSORIA DE IMPRENSA

 
Objetivos:
Orientar e capacitar os participantes em práticas atuais de Assessoria de Imprensa.
O perfil do assessor, o trabalho exercido por quem tem a função, as variações e extensões no dia a dia,
linguagens específicas, mídias sociais, elaboração de pauta e release, eventos e elaboração de press-kit.
Devido a grande demanda e crescimento do mercado cristão, o curso também terá uma ênfase nesse mercado,
que é extremamente diferenciado e precisa de profissionais segmentados e capacitados que dominem essa
linguagem específica.

Público Alvo:
Artistas, jornalistas, assessores de imprensa, gestores de marketing, profissionais da musica, teatro, dança,
cinema, fotografia, site, portais, blog, profissionais do Terceiro Setor e todos os interessados.
A Assessoria de Imprensa:
. Definição básica e desdobramentos,
. O perfil do assessor nos dias de hoje
O trabalho do assessor de imprensa:
. Definindo: Conceito, dia a dia de trabalho, extensões da função,
. Desdobramentos na assessoria artística,
. Mailing, e-maling,
. Clipping,
. Contatos, follow up,
. Tipos de mídia,
. Mídias sociais,
. Publicações, informativos,
. A importância do texto bem escrito, exemplos,
. Elaboração de Notas, releases, matérias – desenvolvimento de idéias e prioridades,
. Elaboração de Press kit,
. Pesquisa,
. Fotos, imagens,
. Coletiva de Imprensa – algumas regras importantes,
. Realização de eventos de aproximação com a mídia,
. O valor de um profissional hoje.
Prática:
. Elaboração de Pauta
. Elaboração de release
. Simulação de situações com imprensa e clientes
Palestrante: Angélica Dias Gomes
Bacharel em Jornalismo (DRT 13048/97). Já atuou em diversas mídias: TV, rádio, revista, internet.
É repórter, apresentadora, produtora e assessora de imprensa, com vasta experiência no segmento cristão.
Atua no mercado há mais de 15 anos. Já trabalhou na TV Record, Funcefet (prestando serviço para o Detran-RJ),
Exclusive Comunicação e Marketing, Rádio 93 FM, gravadora MK Music e hoje é assessora da cantora Eyshila,
alem de participar de vários projetos.
Datas:
22 e 29 de outubro
Horário:
10:00 às 15:00 h
Local:
Auditório do Centro Cultural da Bíblia
Rua Buenos Aires, 135 – 3º andar
Centro – Rio de Janeiro
Carga Horária:
8 horas
Material:
- Apostila, CD
- Aulas multimídias
Certificado de Conclusão
Vagas Limitadas!
Investimento:
R$ 160,00
Procedimento:
Preencha a Ficha de Inscrição no site
e informaremos o procedimento.
Realização:
.Verônica Brendler
Produtora e Assessora de Imprensa
.Centro Cultural da Bíblia - SBB
Maiores informações:
Cel: 21 - 7872 3540 id 10*9925
Skype: veronica.brendler1

Participe! Divulgue para os amigos!

Rosinha e Anthony Garotinho: casal de políticos evangélicos são condenados e Rosinha perde mandato de prefeita

Rosinha e Anthony Garotinho: casal de políticos evangélicos são condenados e Rosinha perde mandato de prefeitaO casal evangélico Anthony Garotinho e Rosinha voltaram a se envolver em problemas com a Justiça. A ex-governadora do Rio de Janeiro e que ocupava o cargo de Prefeita da cidade de Campos (RJ) teve seu mandato cassado nessa quarta-feira, 28/09 pela Justiça Eleitoral. A ação foi movida ela pelo ex-candidato à Prefeitura de Campos, Arnaldo França Vianna e foi baseada na denúncia por abuso de poder econômico na campanha de 2008.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelA Justiça ordenou que Rosinha desocupasse o cargo imediatamente, porém a agora ex-prefeita afirmou em um discurso inflamado, feito em cima de um trio elétrico na frente da prefeitura, que não deixaria o cargo. “Só saio presa”, afirmou Rosinha. A manifestação contou com a presença de simpatizantes e servidores públicos que a apóiam. A defesa de Rosinha tem até três dias para recorrer da sentença.
A decisão deixa Rosinha Garotinho inelegível por três anos, porém, Rosinha continua com direito a se candidatar nas próximas eleições, pois a decisão da Justiça é retroativa a 2008. Esta medida atinge também o deputado federal Anthony Garotinho, marido de Rosinha. Em 2010, Garotiinho obteve a maior votação do Estado do RJ e foi eleito com quase 700 mil votos.
Garotinho disse em seu blog que ‘a sentença foi encomenda’ de adversários políticos. O PR, partido que o casal Garotinho é filiado, afirmou em nota assistir ao fato “com perplexidade e apreensão” e afirmou que a decisão da Justiça Eleitoral foi tomada num “nebuloso julgamento”. O irmão de Anthony Garotinho, Nelson Nahim (PR), é Presidente da Câmara Municipal de Campos e recebeu a notificação da Justiça de que deveria assumir a prefeitura da cidade interinamente, mas ele se recusou.
A juíza Gracia Cristina Moreira do Rosário, afirma na sentença que Rosinha e o vice-prefeito, Dr. Chicão foram “beneficiados por propaganda eleitoral irregular veiculada em meio de comunicação do grupo O Diário”, que é controlado por Anthony Garotinho.
Clarissa Garotinho (PR), filha de Rosinha e Deputada Estadual, usou o plenário da Assembleia Legislativa do Rio para manifestar repúdio à decisão da Justiça e atacou o Governador Sérgio Cabral (PMDB) e o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Luiz Zveiter. Segundo Clarissa, o governador pressiona Zveiter que por sua vez, se deixa influenciar.
O casal Anthony e Rosinha Garotinho são evangélicos e membros da Igreja Presbiteriana. Anthony Garotinho foi candidato a Presidente da República em 2002, mas não conseguiu ser eleito. Naquele ano, Luís Inácio Lula da Silva venceu as eleições para o cargo.

G+  / VIA GRITOS DE ALERTA

Pastor Silas Malafaia afirma que fazer tatuagem e usar piercing não são pecados

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelAinda sobre isso, Malafaia criticou as pessoas que pegam esse versículo e exageram. “Não posso admitir um crente com a cara toda cheia desses negócios. Tem que tomar cuidado pra não exagerar. A Bíblia fala pra fazer tudo com decência e ordem. Se eu dizer que usar piercing, brinco e tatuagem é pecado, não tenho respaldo bíblico. Isso é um costume social”. Malafaia encerra sua posição a respeito do assunto afirmando que nós, humanos, “somos indivíduos”, portanto, é normal que existam opiniões contrárias.
Na sequência, perguntado por um internauta se cristãos podem torcer pra times de Futebol, Malafaia afirmou que sim, e que é torcedor do Botafogo. “Eu sou aquele torcedor que não sabe escalar o time, eu não vou ao estádio. Novamente, volto ao ponto de que tudo me é lícito, mas nem tudo me convém”. O Pastor ressaltou que “não se pode admitir crente fanático por times de futebol, que chora quando o time não é campeão”. Malafaia criticou ainda os pais que segundo ele, “pegam ao moleque de 4 ou 5 anos, coloca a camisa do time e começa a levar ao estádio. Estão criando um trono para um ídolo no coração dessas crianças”. O Pastor Silas Malafaia encerrou o assunto futebol dizendo que esses pais podem transformar seus filhos em fanáticos: “amanhã você vai colher”.
Momentos depois, outro internauta questiona o Pastor Silas Malafaia sobre o que ele acha do Pastor e Cantor PG, que usa cabelos compridos, brincos, piercings e tatuagens. Malafaia respondeu ao internauta dizendo que “é problema dele. Não vou julgar.Eu não uso cabelo comprido, não acho legal. Só posso dizer que é pecado o que está na Bíblia. Pecado é algo absoluto, pecado é pecado no mundo inteiro. Regras denominacionais são outras coisas”.
Questionado sobre o que pensava a respeito de danças nas igrejas, Malafaia disse que não achava errado. “Quer comais, quer bebais, quer façais outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus, tudo com decência e ordem”. O Pastor deixou transparecer sua preferência pelas danças de rua, e desaprovou alguns grupos de dança em que meninos aparecem “com a mão leve. Isso não é coisa de homem. Existe dança de homem”, e emendou dizendo que “na minha igreja, os meninos dançam hip-hop e dão um show”.
Fonte: Gospel+

VIA GRITOS DE ALERTA

O QUE VC ACHA ?

Após críticas, cidade nos EUA suspende trocas de pena de prisão por cultos

Uma cidade no Estado americano do Alabama teve de suspender um programa de reabilitação criminal que permitiria a criminosos evitar a prisão se "abraçarem Jesus".

Bay Minette, que fica no chamado cinturão da Bíblia no sul dos Estados Unidos, causou polêmica ao propor que condenados por crimes não-violentos troquem a pena de prisão por comparecimento dominical às cultos durante um ano.

Entretanto, a proposta despertou a ira de ativistas de direitos humanos, e o programa está na geladeira até que as autoridades avaliem os pontos contra e a favor.

A chamada Operação Restaure a Nossa Comunidade (ROC) nasceu de um encontro entre as autoridades policiais e líderes religiosos da cidade, afirmou ao jornal local Press-Register o xerife de Bay Minette, Mike Rowland.

"Todos concordamos que a raiz dos nossos problemas criminais é a erosão dos valores e da moral familiares. Temos crianças criando crianças e pais que não instigam os valores nos jovens", afirmou.

Os partidários do programa dizem que a iniciativa pode racionalizar o uso de recursos destinados à reabilitação de condenados. Enquanto a cidade gasta US$ 75 por dia com cada preso, argumentou o xerife, há mais de cem igrejas na região que poderiam "receber" os criminosos de primeira condenação.

Eles teriam de assinar uma folha de comparecimento, e o pastores informariam a polícia sobre a frequência dos inscritos no programa.

'Anticonstitucional'
A proposta gerou polêmica de entidades como a Fundação pela Liberdade Religiosa, e levou à ação da União Americana de Direitos Civis (ACLU), uma organização não-governamental de direitos civis. A entidade enviou uma carta às autoridades de Bay Minette pedindo que suspendessem imediatamente o programa.

Em sua página na internet, o grupo disse que defende alternativas para sentenças de prisão de condenados, mas que a ideia "viola flagrantemente" a primeira emenda da Constituição americana, que protege, entre outros direitos, o de exercer a religião de sua preferência.

"Diante da elevação dos déficits orçamentários, as jurisdições locais e estaduais têm razão de abraçar alternativas ao encarceramento que apresentem bom custo-benefício e que punam os criminosos ao mesmo tempo em que ataquem as causas do crime", afirma a nota.

"Mas é um princípio fundamental da Constituição que o governo não pode forçar ninguém a ir à igreja. Quando a alternativa a ir à igreja for ir para a prisão, a chamada 'escolha' disponível aos criminosos não é uma verdadeira escolha."

Defendendo o programa na TV, um pastor da cidade, Robert Gates, disse à NBC News: "Mostre-me alguém apaixonado por Jesus e lhe mostrarei uma pessoa que não será um problema para a sociedade, mas sim uma boa influencia e uma ajuda para aqueles ao seu redor".

Fonte: BBC Brasil

Revogação da sentença de morte do Pr. Yousef ainda não foi confirmada!

Acabamos de receber novas notícias preocupantes do advogado do Pr. Yousef Nadarkhani, que não está recebendo a confirmação de que a sentença de execução do Pr. Yousef tinha sido revogada. O governo do Irã pode estar espalhando uma desinformação, numa tentativa de abafar a cobertura da mídia.

Continuem orando pela vida do Pr. Yousef, sua família e pelos advogados e autoridades que estão atuando neste caso.

Fonte: ACJL - American Center for Law and Justice


We have just received a report from our source in Iran that a judge has agreed to overturn Christian Pastor Youcef Nadarkhani’s death penalty sentence. However, at this time, ACLJ representatives have not received official notice from the court and are working to confirm this report. By no means does this mean that Pastor Youcef will be set free without some additional punishment, potentially a long jail sentence or worse.
The ACLJ will continue to pressure the U.S. government, United Nations, and Iranian government to prevent this execution until we have absolute confirmation that his death sentence has been overturned and he has been released from prison. Please continue to pray for Pastor Youcef, his family, and his legal team in Iran.
9.29.2011 Update: We have just received new troubling news from Pastor Youcef's attorney firmly denying that Pastor Youcef's execution sentence had been overturned. Iran may be spreading misinformation in an attempt to stifle media coverage.

PS: Continuemos orando!

AMADOS , PALAVRA DE DEUS DAQUI A POUCO EM http://GRITOSDEALERTA.COM - A WEB RÁDIO DO MINISTÉRIO PODER DA FÉ - TO AO VIVO AGORA

AMADOS , PALAVRA DE DEUS DAQUI A POUCO EM http://GRITOSDEALERTA.COM - A WEB RÁDIO DO MINISTÉRIO PODER DA FÉ   -  TO AO VIVO AGORA

OLHA OS MUÇULMANOS BONZINHOS EM AÇÃO - QUER UM FUZIL PARA BRINCAR EM CASA ? Somália premia crianças com fuzis e granadas em concurso de declamação do Alcorão

somalia-crianças-alshabab
Militantes do Al Shabab distribuem alimentos para as crianças em Al Yaasir, a 50 km da capital da Somália, Mogadíscio. Foto de Feisal Omar-Reuters
Publicado originalmente por BBC
Uma estação de rádio na Somália controlada pelo grupo extremista islâmico Al Shabab premiou com armas crianças que participavam de um concurso de declamação do Alcorão, o livro sagrado dos muçulmanos. A competição da rádio Andulus também avaliou conhecimentos gerais.
O grupo que venceu a competição recebeu um fuzil AK-47 e o equivalente a US$ 700 (cerca de R$ 1.240). O segundo colocado recebeu um AK-47 e US$ 500 e terceiro, duas granadas de mão e US$ 400.
O grupo Al Shabab, que teria ligações com a Al Qaeda, controla grande parte do sul e do centro da Somália. Recentemente o grupo saiu da capital Mogadiscío, onde o fraco governo apoiado pela ONU está no comando.
Granadas
Quatro crianças, de idades entre 10 e 17 anos, foram escolhidas para representar cada distrito na competição realizada durante o Ramadã, o mês sagrado dos muçulmanos, que terminou em agosto.
“Os jovens devem usar uma mão para educação e com a outra segurar uma arma para defender o Islã”, disse o comandante do Al Shabab Mukhtar Robow aos vencedores da competição em Elasha, cerca de 20 km da capital.
Os vencedores também receberam livros religiosos. Mohamed Moalimu, repórter da BBC em Mogadíscio, disse que o concurso vem ocorrendo há três anos. Em edições anteriores, a primeira colocação era premiada com um lançador de granadas.
A Somália atravessa uma severa seca e muitas áreas controladas pelo grupo sofrem com fome.

VIA GRITOS DE ALERTA

CONDENADO A 5 ANOS DE PRISÃO POR DAU UM CD DE PRESENTE AO VIZINHO

Cristão é condenado a cinco anos de prisão por dar um cd ao vizinhoUm juiz na Argélia condenou um cristão por ter insultado o profeta do Islã. A notícia surpreendeu a comunidade cristã. Siaghi Krimo foi condenado a cinco anos de prisão por entregar um CD sobre o cristianismo a uma vizinha, que alegou que ele insultou Maomé. Krimo também foi multado em 200 mil dinares argelinos (US$ 2.760), segundo a imprensa argelina.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
“Ele deu um CD ao vizinho e por isso ele tem que passar cinco anos na prisão!”, disse o presidente da Igreja Protestante da Argélia (EPA), Mustapha Krim, tentando conter sua descrença. “A audiência foi bem e o advogado defendia bem, mas no final o juiz decidiu dar o castigo máximo.”
O promotor solicitou a pena de dois anos, na ausência do vizinho que o acusou – a única testemunha – e todas as outras provas.
A punição que o promotor pediu é o mínimo que se requer para argelinos considerados culpados de insultar Maomé ou “os mensageiros de Deus”, ou de “denegrir dogmas ou preceitos do Islã, seja através de escritos, desenhos, mapas ou qualquer outro meio”, segundo o artigo 144 do Código Penal argelino.
“Se começarem a aplicar a lei dessa forma, significa que não há respeito pelo cristianismo”, disse Krim. “E em breve todos os cristãos da Argélia vão se encontrar na prisão. Se o simples fato de entregar um CD ao seu vizinho custa cinco anos de prisão, isso será catastrófico.”
O advogado disse que planeja apelar para o tribunal a respeito do caso. Krimo não é obrigado a cumprir sua pena de prisão até que o tribunal ouça seu apelo e mantenha a condenação.
“Meu cliente negou ter ofendido o profeta e não há nenhum material que suporte essa acusação”, disse Ben Belkacen antes da audição, “mas esses tipos de casos são cheios de imprevistos, até instantes antes do seu encerramento, por isso é difícil imaginar o resultado.”
Krimo tinha “um bom relacionamento” com seus vizinhos e, por vezes, respondeu às perguntas sobre o cristianismo, segundo fontes. Krimo é casado e tem uma filha.

SINAIS DOS FINAIS DOS TEMPOS - Pastor deve ser condenado a morte por não querer negar sua fé em Jesus

Pastor deve ser condenado a morte por não querer negar sua fé em JesusPoucos dias depois que o Irã libertou dois norte-americanos acusados de espionagem no país, um tribunal iraniano confirmou a acusação de apostasia contra o pastor Yousef Nadarkhani e sentenciou à morte.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelO tribunal da província de Gilan determinou que o pastor Nadarkhani devia negar sua fé em Jesus Cristo, pois ele vem de uma família de ascendência islâmica. O SupremoTribunal do Irã disse anteriormente que não deveriam determinar se o pastor Yousef tinha sido muçulmano ou não em sua conversão.
No entanto, os juízes exigiram que ele se retratasse de sua fé em Cristo antes mesmo de terem provas contra ele. Os juízes afirmaram que, embora o julgamento vá contra as atuais leis iranianas e internacionais, eles precisam manter a decisão do Tribunal Supremo em Qom.
Quando pediram a ele para que se “arrependesse” diante dos juízes, Yousef disse: “Arrependimento significar voltar. Eu devo voltar para o quê? Para a blasfêmia que vivia antes de conhecer a Cristo?” Os juízes responderam: “você deve voltar para a religião dos seus antepassados, deve voltar ao Islã”. Yousef ouviu e respondeu: “Eu não posso fazer isso.”

Família

O pastor Yousef conseguiu ver seus filhos pela primeira vez desde março. Ele estava de bom humor e falava de sua enorme vontade de servir a Igreja depois que fosse libertado da prisão.
O pastor Yousef enfrentará duas “audiências’ adicionais hoje (27) e amanhã (28 de setembro) com o propósito principal de o fazerem negar sua fé cristã. Os advogados do pastor Yousef tentarão apelar para que revejam a sentença, mas se o tribunal agir segundo sua própria interpretação da Sharia (lei islâmica), Yousef pode ser executado amanhã.
Tecnicamente, não há mais direitos para recursos e sob a interpretação da lei da Sharia, o pastor Yousef tinha direito a três chances de se retratar. Amanhã será sua última chance de se retratar. Depois, ele poderá ser executado a qualquer momento.
Ore pelo pastor Yousef Nadarkhani, para que Deus o proteja e o livre da sentença de mortee possa ser liberto da prisão. Envolva mais pessoas para, juntos, intercedermos pelo nosso irmão.

Fonte: Missão Portas Abertas

MALDITOS PROJETOS DOS INFERNOS - QUEREM APOIAR GAYS , QUEREM LIBERAR A MACONHA , QUEREM ACABAR COM O BRASIL MESMO - Projeto de Lei quer proibir palmadas em crianças

Em audiência pública, ontem, na Câmara dos Deputados, representantes de conselhos nacionais sugeriram o aperfeiçoamento do PL 7672/10, que proíbe castigos corporais em crianças e adolescentes.

O tema foi debatido nesta terça-feira na primeira audiência pública da comissão especial que analisa o texto.

De acordo com o projeto, do Executivo, crianças e adolescentes têm o direito de ser educados e cuidados sem o uso de força física que resulte em dor ou lesão nem o uso de humilhações, ameaças ou ridicularizações.

De forma geral, os representantes dos conselhos nacionais de Justiça (CNJ); de Saúde; de Assistência Social; e dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) elogiaram o projeto. No entanto, o juiz auxiliar da presidência do CNJ, Daniel Issler, ressaltou que o texto precisa ser mais claro quanto aos limites aceitáveis para a atuação dos pais.

“Ninguém de bom senso irá defender que a violência seja aceitável como uma forma de educação. A violência não é pedagógica. Mas a educação está muito longe de ser uma tarefa simples”, afirmou. Para ele, a discussão passa por entender quais seriam os limites que os pais teriam para impor limites aos filhos.

Issler ressaltou que o Código Penal e o Estatuto da Criança e do Adolescente já preveem punição para quem pratica maus tratos.

Vínculos familiares
O presidente do Conselho Nacional de Assistência Social, Carlos Ferrari, acredita que a solução para a violência contra os menores está no reforço dos vínculos familiares. Para isso, ele prometeu mobilizar as entidades de assistência social em todo o País.

Já os representantes do Conanda e do Conselho Nacional de Saúde destacaram a necessidade de investimento na formação de profissionais de educação e de saúde preparados para lidar com a realidade de crianças submetidas a maus tratos.

A relatora do projeto, deputada Teresa Surita (PMDB-RR), também frisou que o foco não está na punição, mas sim na educação dos pais agressores. “Um pai agressor precisa de ajuda talvez até mais do que o filho. Como podemos chegar a esse pai e ajustar a família? É neste caminho que a gente quer trilhar: não é interferir na família, mas auxiliar a família para que possamos criar uma cultura com menos violência. É uma discussão de mudança de valores”, afirmou, ao ressaltar que 18 mil crianças apanham diariamente de uma forma agressiva no Brasil, segundo pesquisa de 2007.

Audiências públicas
A comissão vai discutir o projeto em várias audiências públicas até o fim de novembro, quando deve ser divulgado o relatório preliminar. A votação está prevista para 6 de dezembro. Um pouco antes, a presidente da comissão, deputada Erika Kokay (PT-DF), pretende lançar um pacto nacional "contra a educação em forma de castigo".

"Criar uma grande rede em nível nacional envolvendo os legislativos estaduais e as entidades da sociedade civil, na perspectiva de construirmos a formalização de um compromisso em defesa do direito de a criança ser educada sem castigos corporais nem tratamento cruel ou degradante”, explicou.

Se aprovado na comissão especial, o projeto, que tramita em caráter conclusivo, pode seguir direto para análise do Senado.

"Lei da palmada" será educativa, diz relatora

O foco da chamada "lei da palmada", projeto de lei em tramitação na Câmara, não será o de punir o pai que puxa a orelha do filho, disse nesta terça-feira a relatora, deputada Teresa Surita (PMDB-RR).

A ideia, segundo ela, é criar condições para uma mudança de valores na sociedade e a elaboração de campanhas educativas por Estados e municípios. A medida também tem como objetivo manter punições aos responsáveis por graves violências a crianças e adolescentes.

O parecer final sobre o projeto deverá definir o trabalho de professores, médicos e delegacias especializadas no encaminhamento de denúncias de maus tratos, disse a deputada, durante a primeira audiência pública realizada para discutir o assunto.

Outras cinco serão chamadas ainda este ano, até a elaboração do parecer final sobre o projeto.

O texto está em análise por uma comissão especial criada para discutir especificamente a "lei da palmada". Se aprovado por ela, seguirá para análise do Senado Federal.

O projeto de lei foi criado pelo Executivo no ano passado. Prevê que crianças e adolescentes têm o direito de serem educados "sem o uso de castigo corporal ou de tratamento cruel ou degradante, como formas de correção, disciplina, educação, ou qualquer outro pretexto". O texto original explica o que seriam considerados castigos corporais e tratamentos cruéis, mas não detalha.

Para Daniel Issler, juiz auxiliar da presidência do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), esses limites devem ser debatidos. "A discussão passa por entender quais seriam os limites que os pais teriam para impor limites aos filhos, quais as possibilidades de contenção física. Quais formas de castigo seriam possíveis de serem usadas sem que isso fosse considerado uma humilhação?"

Fonte: Agência Câmara e Folha.com

Eu Escolhi Esperar: Mobilização nacional visa santidade e pureza em relacionamentos. Confira a entrevista

Eu Escolhi Esperar: Mobilização nacional visa santidade e pureza em relacionamentos. Confira a entrevistaA Rede de Mobilizações está coordenando uma mobilização voltada para atender a jovens solteiros. As pessoas estão começando suas experiências sexuais cada vez mais precoce e o resultado disso são as crises e tristes histórias na vida de muitos joven, que sofrem muito na vida amorosa.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelEu Escoclhi Esperar é uma mobilização que visa atender uma grande demanda, como ajudar os adolescentes, jovens e até as crianças. Há apenas 40 dias, a campanha já foi abraçada através da internet, por mais de 4.000 seguidores em todo Brasil. Com exclusividade o Pr Nelson Junior, diretor da Rede fala ao Gospel+ sobre o assunto.
O que é Eu Escolhi Esperar?
É uma mobilização que promove a cultura do Reino de Deus para relacionamentos. Visa fortalecer os solteiros que tomaram a decisão de esperar o tempo certo, para viver suas experiências sentimentais e sexuais. Não deixa de ser também um movimento contra-cultura, uma vez que se diz não a banalização para os relacionamentos.
Como surgiu?
Na verdade essa é a minha história também. Hoje estou casado, mas eu esperei pela minha esposa. Eu não fiz “teste drive”. Eu esperei o tempo certo, a pessoa certo e o jeito certo para me relacionar. Isso me poupou de muitos sofrimentos. Numa sociedade que banaliza e perdeu tantos valores, os adolescentes e jovens cristãos também perderam algumas referências.
Quando que começou?
Bem, a mobilização com esse nome especificamente, começou há pouco mais de 40 dias. Temos só nas Redes Sociais, mais de 4.000 seguidores em poucos dias. Tem gente do Brasil inteiro. Já nossa caminhada no assunto, não começou agora. Quando eu tinha 12 anos, fui eleito líder de adolescentes. A partir daí minha vida nunca mais deixou de se envolver. São mais de 20 anos de caminhada. Já perdi as contas de quantos milhares e milhares já ministramos.
Como funciona?
Na verdade “Eu Escolhi Esperar” não é uma igreja, nem uma instituição. É uma campanha. Assim como tem campanha sobre o câncer, drogas, violência e outras de conscientização, nós temos uma campanha para os jovens de pureza, santidade para construção de relacionamentos saudáveis. Já participam aqueles que tomaram a decisão, e isso significa milhares e milhares de jovens. Trabalhos um conceito, uma nova cultura para os relacionamentos.
Então é um movimento de castidade?
Eu não gosto de definir assim. Nós não pregamos virgindade. Nós vamos além disso. Pregamos pureza e santidade para vida e nos relacionamentos entre casais solteiros. Virgindade não é o fim, é a consequência. Imoralidade sexual não é um pecado que começa em cima da cama. Começa na mente e no coração. Então não trabalhos nos sintomas, tratamos onde começa.
E o anel de Pureza?
O Anel de pureza é um movimento de cunho internacional. No Brasil nós temos trabalhado com isso também, que são pessoas que escolheram esperar o casamento para viverem suas experiências sexuais e no período de compromisso (namoro) ou noivado, desenvolvendo um relacionamento puro e santo.
Vocês ministram, atendem convites, oferecem palestras?
Sim. Tenho feito isso nos meus últimos 15 anos. Temos uma agenda em andamento, ministramos em diversas igrejas, acampamentos, cultos jovens, congressos e oferecemos seminários.
Comos são os seminários?
Ocorrem durante um final de semana, e tratamos sobre diversos temas: Santindade, relacionamentos, compromisso, casamento, cura interior, libertação, como ouvir a voz de Deus neste assunto, como começar certo e o recomeço, a segunda chance.
Na internet:
Site: www.euescolhiesperar.com
Twitter: @EscolhiEsperar

VIA GRITOS DE ALERTA

Percentual de jovens cristãos que fazem sexo antes do casamento é praticamente igual ao de jovens não cristãos, revela pesquisa

Percentual de jovens cristãos que fazem sexo antes do casamento é praticamente igual ao de jovens não cristãos, revela pesquisaQuem ama espera, certo? Ao que parece, isso nem sempre é verdade. A edição de outubro-novembro da revista evangélica Relevant afirma que cristãos norte-americanos solteiros fazem sexo antes do casamento quase com a mesma frequência que os não-cristãos.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelO artigo, que tem como manchete a frase “(Quase) Todo mundo já está fazendo”, citou vários estudos que analisam a atividade sexual dos jovens evangélicos. Uma das maiores surpresas foi um estudo de dezembro 2009, realizado pela Campanha Nacional de Prevenção à Gravidez adolescente e não planejada, que incluía informações sobre a atividade sexual.
Mesmo que o estudo não tenha como foco a questão religiosa dos entrevistados, algumas análises adicionais sobre a atividade sexual e a identificação religiosa chamam a atenção. Por exemplo: 80% dos solteiros evangélicos entre 18 e 29 anos afirmaram que já tiveram relações sexuais. Quase o mesmo percentual que os 88% de solteiros adultos não evangélicos, segundo a organização de prevenção à gravidez adolescente.
O artigo destaca os desafios que enfrentam os movimentos de abstinência como o “Quem ama, espera” que alguns anos atrás ficou famoso ao encorajar os adolescentes cristãos a usar “anéis de pureza” como sinal da promessa de se manter castos até o casamento.
No entanto, muitos destes jovens cristãos acabaram esquecendo de seus compromissos de pureza, afirma o artigo da Relevant. Seu autor, Tyler Charles conversou com pessoas como “Mary”, uma evangélica que afirmava realmente desejar esperar até o casamento para ter relações sexuais. Mas ela começou a se envolver sexualmente com seu namorado durante a faculdade, com quase 20 anos, porque sabia que quase todo mundo, inclusive a maioria de seus amigos cristãos, tinha uma vida sexual ativa.
Ela afirma: “Parecia que todos que eu conhecia, os mais velhos e os mais jovens já tinham transado. Na verdade, esperei até mais tempo que a maioria das pessoas que conhecia, incluindo minhas duas irmãs, pois somos todos cristãos e viemos de um bom lar evangélico”.
A revista ainda teoriza sobre por que é tão difícil para muitos jovens cristãos esperarem. Possíveis respostas incluem a saturação do sexo na cultura popular, a prevalência da pornografia e a popular filosofia de vida “faça tudo o que lhe fizer bem”.
A Relevant levanta ainda algo que raramente vem à tona nas discussões sobre os movimento de abstinência: nos tempos bíblicos, as pessoas se casavam antes. A média de idade para o casamento hoje é muito alta. Não é difícil encontrar um cristão solteiro na casa dos 30 ou até dos 40 anos.
Co-autor de “O Credo de Jesus”, Scott McKnight reconhece que jovens cristãos solteiros enfrentam tentações que as pessoas que viveram nos tempos bíblicos não conheceram. Ele explica: “Sociologicamente falando, a grande diferença – ela é monstruosa – entre o ensino bíblico e a nossa cultura é que os casamentos eram arranjados quando as pessoas eram muito jovens. Se você se casar quando tiver 13 anos não precisará passar por 15 anos de tentação”.


Fonte: Pavablog
VIA GRITOS DE ALERTA

Justiça saudita condena mulher a dez chibatadas por dirigir carro

Na Arábia Saudita, apenas homens podem ser motoristas, de acordo com uma lei religiosa.

A Justiça da Arábia Saudita condenou hoje (27) uma mulher -- identificada apenas por Shema -- a dez chibatadas por dirigir um carro em julho na cidade de Jeddah. Ela vai recorrer da decisão. No país, apenas homens podem ser motoristas, de acordo com uma lei religiosa.

Neste ano, se fortaleceu o movimento de ativistas pelo fim da proibição de dirigir. Mulheres de várias cidades têm desafiado a lei, saindo às ruas de carro. Pelo menos outras duas delas deverão ser julgadas até o final do ano.

Em março, a polícia prendeu a consultora de segurança de informática Manal Alsharif (foto), 32, por dirigir e colocar no Youtube um vídeo do percurso que fez na cidade de Kbobar. Ela foi liberada pela polícia sob a promessa de obedecer a lei. O vídeo foi deletado do portal, mas há cópias dele na internet. Abaixo, segue um trecho das imagens.

O governo de Arábia Saudita é monarquia absolutista. O país tem uma polícia religiosa para punir quem ofende Maomé e desrespeita o Corão.

Fonte: Paulopes

Projeto de Evangélico Brasileiro quer Levar Evangelho à África

itamar-fernandesMoçambique receberá entre os dias 11 e 16 de outubro a missão áfrica Pieia, Projeto Internacional de Evangelização para o Interior da áfrica, idealizado por um Cristão evangélico brasileiro.
(Foto: Missão áfrica Pieia)
Moçambique receberá entre os dias 11 e 16 de outubro a missão áfrica Pieia, Projeto Internacional de Evangelização para o Interior da áfrica, idealizado por um Cristão evangélico brasileiro.
Segundo informações do CPAD NEWS, a missão possui o slogan “Uma Igreja em Cada Aldeia”, e o evento será coordenado pelo missionário brasileiro Itamar Fernandes, líder da igreja na região e presidente da agência missionária ligada à Assembléia de Deus em Vitória da Conquista (BA).
R
“Neste evento receberemos nossos pastores, vindos de centenas de aldeias onde temos igrejas plantadas. Serão dias de bênçãos, mas de grande sacrifício para nossa missão, porque teremos que alimentá-los e alguns terão que receber tratamento médico, roupas, calçados e o mais difícil: o transporte para todos estes lideres”, disse Fernandes segundo a publicação cristã.
O Pastor Itamar Fernandes e sua esposa irmã Alda são responsáveis pela Missão áfrica Pieia . Eles estão radicados há 14 anos em Moçambique, desde que foram enviados pela Assembleia de Deus em Feira de Santana (BA), liderada pelo pastor Joeser Cruz Santana.
Agora coordenam o projeto “Uma Igreja em cada Aldeia”, sediado na cidade de Beira. O projeto tem como meta anunciar o Evangelho de Cristo à população moçambicana que concentra 80% de sua população nas aldeias.
Além disso, os missionários precisam resistir ao avanço do islamismo e da feitiçaria que procuram afastar os nativos da Palavra de Deus, segundo site de notícias da CPAD NEWS.
O projeto tem como objetivo construir um templo em aldeias onde não há Cristãos. Devido à urgência na implementação da meta estabelecida, as casas são feitas de madeira e chapas de zinco.
Os templos funcionam como escola durante o dia e local de cultos à noite.
Mais informações podem ser encontradas no blog www.missaoafricapieia.blogspot.com, onde é possível acompanhar a campanha e prestar apoio à realização do Projeto.

MEDITAÇÃO DO DIA

Lágrimas Reais Como as Nossas

Jesus chorou. João 11:35


O choro é visto por alguns como desabafo e por outros, como sinal de fraqueza. Choramos quando estamos com medo ou nos sentimos frustrados e tristes. Choramos de alegria, quando vemos a noiva no altar, na formatura de um filho ou filha, ao receber uma boa notícia. Alguns usam o choro como arma para conseguir o que querem: os filhos, os namorados, os cônjuges, etc. Outros ainda usam a tática do choro para obter alguma coisa que não conseguiram, e conseguem por falta de argumento ou por firmeza da outra parte.


Jesus não conseguiu conter as lágrimas. Não podemos imaginá-Lo insensível à dor de Marta e Maria. Ele não ficou de longe, observando de braços cruzados sem dizer nada. Logo que Se aproximou, disse: “Sinto muito.” Jesus as abraçou e chorou com elas e por elas.


Uma garotinha chegou tarde da escola certo dia. A mãe a aguardava.


– Quantas vezes eu tenho que dizer a você que, ao sair da escola, deve vir direto para casa? Já estava preocupada. Por favor, não faça isso outra vez!


A menina tentou se explicar:


– É que hoje houve uma exposição na escola. A Tânia e a Júlia levaram uma boneca de louça da China que a avó tinha dado para elas...


– Não me interessa quão bonita seja essa boneca. Ao terminarem as aulas, não fique para brincar. Venha para casa!


– Mas, mamãe, o que aconteceu é que, ao sairmos da escola, alguns meninos vieram correndo até onde nós estávamos. E quando a Júlia correu, deixou cair a boneca no chão e eu fiquei para ajudá-la.


– Ah, querida! Que bonito que você ficou para consertar a boneca... Mas você precisa vir direto para casa.


– Não, mãe, não dava para consertar e eu fiquei para ajudar a Júlia a chorar.


Quantas vezes, no anseio de ajudar numa situação triste, dizemos: “Eu entendo o que você está sofrendo. Já passei por isso também. Eu sei o que você está sentindo.” As cicatrizes são diferentes das feridas. Não as compare. As cicatrizes estão fechadas, esquecidas. As feridas, entretanto, são do presente. Estão abertas e sangrando. Estão doendo no presente. Precisam de um lenitivo para aliviar a dor. Você pode ter passado por uma situação idêntica. Mas as diferentes nuances das circunstâncias pedem também diferentes soluções. Lembre-se da reação de Jesus.


Às vezes, Deus nos chama não somente para consertar um brinquedo quebrado, mas para chorar conosco.

JACO - ISRAEL

De todos os relatos da Torá, este é um dos mais envoltos em mistério. Conta-nos a história da luta entre um ser humano e um anjo e a da ...