sexta-feira, 23 de setembro de 2011

COMEÇAM BONZINHOS , DEPOIS , TOMA BOMBA - Filhos de imigrantes muçulmanos querem bandeira suíça sem cruz

Open in new windowFilhos de imigrantes muçulmanos na Suíça querem que o governo tire a cruz (um símbolo cristão) da bandeira nacional porque, dizem, é incompatível com um país multicultural.

O jornal suíço Aargauer Zeitung informou que esses “imigrantes de segunda geração” estão pressionando o governo com o argumento de que o Estado é laico e que, portanto, a bandeira do país tem de ser neutra.

A Suíça tem 7,8 milhões de habitantes, menos, portanto, do que a população da Grande São Paulo. É um dos países mais ricos do mundo.

Apesar da cruz em sua bandeira, que também está no escudo nacional, os suíços estão entre os povos menos religiosos do mundo.

De acordo com um estudo recente, a Suíça é um dos nove países onde a religião está em extinção.

Fonte: Paulopes

Comandante Geral de São Paulo parabeniza evangélicos na Polícia


Em encontro com a diretoria dos PMs de Cristo, Coronel Álvaro Camilo Sales
falou da importância de se promover a espiritualidade e gravou mensagem
para os congressistas da União dos Militares Cristãos Evangélicos do Brasil
(UMCEB), que se reunirão em Belém do Pará

Comandante da Polícia Militar de São Paulo, Coronel Álvaro Camilo Sales
"Os militares evangélicos estão de parabéns pelo que têm feito dentro da polícia", declarou o Comandante Geral da Polícia Militar de São Paulo, Coronel Álvaro Camilo Sales, durante encontro com a Associação PMs de Cristo SP, no final da tarde do dia 21 (quarta-feira), para tratar do apoio do Comando Geral ao Congresso da União dos Militares Cristãos Evangélicos do Brasil (UMCEB), em Belém do Pará, que ocorrerá de 29 de setembro a 2 de outubro. Os PMs de Cristo participarão do tradicional evento, que ocorre há 15 anos, com uma caravana de 160 pessoas, a maior da história.
"Vamos buscar ferramentas para a capelania e, acima de tudo, aprimorar as atividades de valorização da figura humana do policial militar. Neste ano, em especial, estarão em pauta vários temas voltados para família, que serão tratados sob a luz da Palavra de Deus", destacaram o Capitão Joel Rocha e o Tenente Coronel Alexandre Marcondes Terra, respectivamente o presidente e o vice-presidente dos PMs de Cristo. Eles estiveram na reunião com o Cel Camilo ao lado de diretores da associação. Na ocasião, o grupo falou sobre o congresso, que deve reunir cerca de cinco mil militares de todo o Brasil, e do imprescindível apoio do Comando Geral para a participação dos policiais paulistas. "Acho importante que São Paulo esteja representado para dar o exemplo aos outros Estados, já que nós temos aqui o maior efetivo de polícia do Brasil. Parabenizo os PMs de Cristo por esta grande delegação que estão levando", destacou o Cel Camilo, lembrando que irá facilitar a escala de serviço para que os policiais possam comparecer ao Congresso. O Comandante também gravou um vídeo com uma saudação aos congressistas e, como presidente do Conselho Nacional dos Comandantes Gerais, deixou a mensagem para que iniciativas como esta se irradiem pelo Brasil, "para que, cada vez mais, nós tenhamos mais pessoas espiritualizadas e fazendo o bem ao próximo", destacou.
O Cel Camilo vê com bons olhos as ações nos Batalhões que desenvolvem a espiritualidade, melhoram a vida do policial e o aperfeiçoam como pessoa, independentemente da religião. "Desde que pregue o bem ao próximo, que leve paz, que não prejudique as pessoas", descreveu. Sobre os evangélicos, o Comandante observou que eles se destacam na PM de São Paulo porque conseguem sair da teoria para a prática. "Eles estão sempre trabalhando, têm formado grupos de oração em muitas unidades".
Na época em que comandou, por dois anos, a região do Centro de São Paulo, presenciou com frequência a atuação de um grupo de oração. "A gente via que alguns policiais precisavam disso, porque estavam em um momento difícil. Eles se deparavam com pessoas sendo prejudicadas, injustiçadas, situações difíceis de muita agressão, de morte, e voltavam para o quartel muito abalados. Ao participar das orações, entediam melhor o porquê das coisas e compreendiam que, no futuro, todos serão recompensados, de alguma forma, porque Deus existe e quer o bem de todos", disse o Comandante, que é católico e preza pelo respeito a todas as religiões. "Minha família e eu íamos todo domingo à missa, religiosamente. Fui batizado, fiz a primeira comunhão, fui crismado. Esta base religiosa fez toda a diferença para mim", concluiu.

Comandante Geral da PM com a diretoria dos PMs de Cristo em reunião para
tratar da participação dos militares no Congresso em Belém do Pará

EXIBIR GOSPEL / VIA GRITOS DE ALERTA / IMPACTO REAL

Supremo Denuncia Pastor Deputado por Desvio de Salários

O Supremo Tribunal Federal (STF) abriu nesta quinta-feira uma ação penal contra o deputado federal Hidekazu Takayama (PSC-PR) por crime de peculato.
O deputado, que também é pastor da igreja Assembleia de Deus, foi acusado de ter desviado o salário de 12 pessoas nomeadas por ele, na Assembleia Legislativa do Paraná.
De acordo com Deborah Duprat, a vice-procuradora geral da República, as pessoas nomeadas por Takayama trabalharam para ele, em sua casa ou no estúdio de gravações do pastor evagélico.
“O caso é de extrema atualidade. Grande parte deles jamais teve um dia sequer de trabalho na Assembleia. São pessoas que dizem que trabalhavam na Assembleia duas vezes por semana, uma ou duas horas por dia e no restante do tempo faziam serviços particulares para o deputado”, disse a vice-procuradora, segundo o G1.
Entre as atividades realizadas pelos nomeados, estavam os serviços de motorista e produção de vídeos para a igreja do parlamentar. A acusação resultou de ações trabalhistas movidas por alguns dos nomeados, que reivindicaram salários que não receberam.
Os ministros decidiram por unanimidade que Takayama passa a ser réu em ação penal pelo crime de peculato, que prevê multa e 2 a 12 anos de prisão.
O advogado de Takayama, Luciano de Almeida Gonçalves, rejeitou a acusação e disse que “é comum” que sejam realizados trabalhos particulares para os deputados por servidores da Assembleia.
“Chegamos numa questão que é o limite em que um assessor parlamentar pode prestar serviços no ambiente externo ou deve-se prestar apenas no ambiente interno. Esta é uma prática comum. Muitos são nomeados e trabalham fora da Casa”, disse o advogado.
Ele ainda alegou que os nomeados receberam os vencimentos pela Assembléia Legislativa e pretendiam “duplicar” essas quantias, em ações trabalhistas. A defesa de Takayama afirma que o processo de mais de 3 mil páginas não comprova as acusações.

VIA GRITOS DE ALERTA

Cristãos agredidos são acusados de tentativa de assassinato

Sete cristãos que trabalham na Sociedade Missionária Indiana (IMS, sigla em inglês), em Gujarat, na Índia, foram libertados sob fiança na manhã de 29 de setembro. O grupo foi acusado de tentativa de assassinato depois que extremistas hindus armaram uma cilada e assaltaram os cristãos na semana anterior.

Os extremistas agrediram os missionários, tomaram seus pertences e os advertiram das terríveis conseqüências a que estariam sujeitos, caso continuassem a difundir o evangelho naquela área. Em seguida, um dos extremistas, Kanji Nayak, registrou uma queixa contra eles, alegando que os cristãos tinham tentado atirar nele depois que ele se recusou a se converter.

Um oitavo integrante do grupo, o pastor Dasrath Nanji Dilwad, permanece sob custódia policial e seu caso foi transferido para o Supremo Tribunal. Dasrath Dilwad também foi acusado de uso indevido de arma de fogo.

O grupo de oito missionários da IMS estava voltando para casa de um encontro de oração na tarde da quarta-feira, 20 de setembro, quando ocorreu o ataque. O pastor estava acompanhado de sua esposa, Manjula Bhen; Mankar Samsu Katila e sua esposa Saburi Bhen; e quatro outro companheiros, Valaibhai Santubhai Damor, Samsubhemla Katila, Gala Sabur Patel e Madhu Jagan Baria.

Assim que eles iniciaram a volta para casa, aproximadamente 15 extremistas os cercaram, agredindo-os com cacetetes de madeira. Uma das mulheres, Manjula Bhen, sofreu graves contusões.

“Primeiro achamos que eram apenas ladrões”, contou ela ao Compass. “Mas eles nos agrediam com cacetetes e nos ofendiam por termos ido orar na aldeia deles. Eles também nos avisaram para ficarmos longe da aldeia e para não voltarmos para converter as pessoas”.

Antes de fugir, o grupo confiscou dois telefones celulares, uma corrente de ouro, brincos algum dinheiro e as Bíblias que as vítimas carregavam.

Acusação de tentativa de assassinato

No dia seguinte, quando os cristãos tentavam relatar o incidente na delegacia de Devaghad Bariya, o inspetor de polícia G.R. Sharma disse a eles que uma pessoa chamada Kanji Nayak já tinha registrado uma queixa contra eles.

Em suas declarações à polícia, Kanji alegou que os cristãos tinham tentado convertê-lo à força – e que quando ele se recusou, o pastor Dilwad disparou dois tiros contra ele, tentando matá-lo.

Depois de uma breve investigação sobre as acusações de Kanji, a polícia prendeu os seis homens do grupo e os manteve sob custódia. As duas mulheres foram presas na segunda-feira, 25.

Na manhã do dia 29, quase todo o grupo foi libertado sob fiança, entretanto, Dasrath Dilwad foi mantido sob custódia e seu caso foi transferido para a Suprema Corte.

De acordo com o advogado dos cristãos, Tyab Dadi, os oito missionários foram acusados sob a Seção 307 do Código Penal por tentativa de assassinato. O pastor Dilwad foi também acusado sob a Seção 25 por uso ilegal de arma de fogo. Mas os cristãos locais que conhecem os trabalhadores da IMS afirmam que as acusações são uma farsa grosseira.

Preconceito contra cristãos

O reverendo D. Vethanbu, secretário geral da IMS, disse ao Compass que é evidente que os extremistas atacaram os cristãos, e não o contrário.

“Conheço o pastor Dilwald pessoalmente há dois anos – embora ele já trabalhe com a IMS há 20 anos. Essas acusações são obra dos extremistas que recorrem a todos os métodos para prevenir a difusão do evangelho”, disse Vethanbu.

O reverendo Samuel Ravi, coordenador regional de campo da IMS, também acredita que o incidente foi um ataque planejado ao grupo. “Eles fizeram acusações muito sérias contra esses cristãos e isso tem muitas implicações políticas”.

De acordo com Samson Christian, secretário do Conselho Cristão Global da Índia, o incidente – ocorrido apenas um dia depois da aprovação da emenda que reforça a Lei de Liberdade Religiosa de Gujarat – aponta para um preconceito anticristão no Estado.

“O governo estadual quer claramente provar que os cristãos estão envolvidos em conversões forçadas e eles precisam de estatísticas para comprovar suas afirmações”, disse Samson Christian.

Enquanto isso, Vethanbu apelou a todos os cristãos indianos para orar por aqueles que vivenciam essas experiências. “Orem do fundo do coração para que as feridas em seus corpos sejam curadas logo e que as cicatrizes sejam apagadas pelo nosso Senhor”, ele escreveu.

“Ore também pelas pessoas que cometeram esse crime”, pediu o líder da IMS.

Fonte: Portas Abertas

SINAIS DOS FINAIS DOS TEMPOS - Papa Bento XVI critica igrejas pentecostais e convida evangélicos a trabalharem juntos com os católicos

Papa Bento XVI critica igrejas pentecostais e convida evangélicos a trabalharem juntos com os católicosO Papa Bento XVI disse nessa Sexta-Feira, 23/09, estar preocupado com o crescimento das igrejas pentecostais e convidou os cristãos protestantes a trabalhar junto com os católicos.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelO Papa afirmou ainda que os cristãos católicos e protestantes erraram ao dar mais atenção às diferenças do que aos motivos que os tornam iguais. “Foi um erro ter visto majoritariamente aquilo que nos separa e não ter percebido de forma essencial o que temos em comum nas grandes pautas da Sagrada Escritura e nas profissões de fé do cristianismo antigo”.
Sobre o crescimento das igrejas pentecostais no mundo todo, o Papa Bento XVI afirmou que “este fenômeno mundial de mudança traz um cristianismo com pouca densidade institucional, pouca bagagem racional e pouca estabilidade”. Por isso, segundo ele é necessário questionar se esse crescimento é benéfico.
Bento XVI continuou sua fala dizendo que as igrejas cristãs históricas estão “perplexas” e preocupadas com o avanço das igrejas pentecostais, e convidou os protestantes a trabalhar junto com os católicos para testemunhar a fé em um mundo moderno.


Fonte: Gospel+

VIA GRITOS DE ALERTA

ESTOU Á PORTA

"Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele" (Apocalipse 3,19). Assim fala o Senhor à Igreja de Laodicéia.

Essas palavras não pertencem ao texto dos nossos quatro Evangelhos, mas, fazendo parte do Apocalipse, pertencem ao evangelho eterno que reúne todas as mensagens que Deus dirige aos homens. Elas não conduzem a um episódio histórico determinado. Exprimem uma experiência que pode ser de ontem, de hoje ou de amanhã, um apelo que, sem cessar, ressoa em meu coração, como em meus ouvidos e me comove.

"Eu estou à porta..." Eu o vi chegar. Ele andava rapidamente. Eu sabia, ou melhor, sentia que ele se dirigia à minha casa, e me retirei, apressado, da janela, para que ele não me percebesse. Porque eu não estava seguro de lhe abrir a porta. Suas visitas provocam em mim uma impressão contraditória. Nós nos conhecemos há muito tempo. Houve época em que éramos íntimos. Depois, nossos encontros se espaçaram. De um lado, eu me senti honrado e feliz de tê-lo em minha casa. De outro lado, eu me sentia mal. Ele provocava em mim questões pessoais, inesperada que agiam como queimaduras em meu íntimo. Eu tratava de levar o assunto para o domínio das idéias e das doutrinas, mas ele voltava sempre para as coisas íntimas sobre as quais eu temia falar. Muitas vezes ele veio e eu, ao invés de abrir, me escondi, não sem remorso e vergonha.
Agora, ele vem à minha porta. Não à porta principal de minha casa, mas uma porta lateral, menor. No começo de nossa intimidade, quando eu não tinha segredos para ele, eu lhe havia pedido para vir sempre por essa porta, deixando a grande porta da frente para os estranhos e as visitas de cerimônia. Depois, comecei a sentir um mal estar por ter-lhe oferecido essa porta. Entrando por ela, ele atravessava os cômodos mais familiares de minha casa, nem sempre arrumados. Parecia interessar-se por minha sala de jantar, minha cozinha, meu quarto. Eu temia que ele descobrisse certas coisas que não eram o que deviam ser. Eu pretextava ocupações urgentes.
Para cortar de vez, condenei a porta lateral, e comecei a fazê-lo entrar pela porta da frente. O tratamento que passei a lhe dar fez com que as suas visitas se tornassem frias, formais, e cada vez mais raras.
Eis que ele chega hoje à porta lateral. Está fechada. Depois que foi condenada, uma vegetação selvagem começou a cobri-la. A fechadura ficou toda enferrujada. Ele para diante da "sua" porta e olha para ela. Será que vai tocar, mostrando que deseja refazer as relações íntimas de outrora? Ele toca. Será que abro? Nada está pronto para recebê-lo. Tudo se encontra em completa desordem. E onde está a chave dessa porta? Ele bate ainda. Eu observo de longe, ele toca suavemente, lentamente. Noto que seu olhar se dirige diretamente em frente, para a porta. Sua expressão é grave, atenta, mas não impaciente. Parece concentrar-se, não sobre a porta e a resposta que lhe darei, mas sobre a graça que o Pai pode inspirar.
Ele continua tocando. "Eu estou à porta e bato". O verbo está no presente. Trata-se de ação repetida continuamente. Que fazer? Não posso viver sem sua presença. Se abro, será que ele vai me fazer questionamentos? Tentarei desculpar-me? Só posso abrir, se me decido a entregar-me a ele, sem condições... Então não haverá problemas... Dirijo-me à porta. Abro-a com dificuldade, por causa das plantas parasitas que ai cresceram.
"Senhor, entre, tu sabes..." Eu ia dizer: "tu sabes, Senhor, que, apesar de tudo, eu te amo!" Mas não ouso continuar a frase, e um soluço me impede a voz. Ele me olha com um sorriso calmo e diz: "eu sei... vou cear com você". Eu me assusto: "Senhor, eu não preparei a ceia; não tenho nada do necessário". Ele responde: "Sou eu que o convido. Eu quero, em tua casa, celebrar a minha Ceia".

VIA GRITOS DE ALERTA

Após denúncias de pedofilia, Irlanda muda relação com catolicismo

Discurso inflamado do premiê sobre o Vaticano mostra como o papel dominante da Igreja Católica está afetado no país onde 87% da população se diz católica.

Mesmo com sua economia em dificuldades, a Irlanda está no meio de uma rápida e revolucionária transformação: o país está revendo sua relação com a Igreja Católica, uma instituição que tem tido grande influência em quase todos os aspectos da vida no país há muitas gerações.

A Irlanda é um país onde o aborto é contra a lei, o divórcio se tornou legal apenas em 1995, a igreja gerencia mais de 90% das escolas primárias e 87% da população se diz católica. Mas a admiração, o respeito e o medo antes sentidos pelo Vaticano se transformaram em um novo leque de sensações - aversão, raiva e descontentamento - depois de uma série de revelações sobre décadas de abuso de crianças deixadas aos cuidados da igreja por uma grande parte da população.

Enquanto situações parecidas vêm manchando a imagem do Vaticano em outros países, talvez em nenhum outro lugar tais acusações tenham mexido com toda uma sociedade de forma tão intensa como na Irlanda. E assim, quando o primeiro-ministro Enda Kenny usou um discurso no Parlamento nesse verão para criticar a igreja, ele estava falando não apenas sobre seus próprios sentimentos reprimidos, mas sobre os sentimentos de toda uma nação.

Seus comentários demonstraram a supremacia do Estado sobre a Igreja, com palavras de indignação e revolta que nunca antes tinham sido utilizadas publicamente por um líder irlandês.

"Pela primeira vez na Irlanda, um relatório sobre o abuso sexual infantil expôs uma tentativa por parte da Santa Sé de frustrar um inquérito da república, soberana e democrática, há cerca de três anos, e não há cerca de três décadas", disse Kenny, em referência ao Relatório Cloyne, que registra uma queixa detalhada e demonstra a tentativa de encobrir tais acontecimentos por oficiais da igreja no sul da Irlanda antes de 2009.

Reiterando a afirmação do relatório de que a igreja teria encorajado os bispos a ignorarem as diretrizes que eles mesmos deveriam adotar, o primeiro-ministro atacou "a disfunção, a desconexão e o elitismo" que, segundo ele, "dominam a cultura do Vaticano".

Kenny continuou: "O estupro e a tortura de crianças foram subestimados ou 'administrados' com intuito de defender a instituição - seu poder, a sua posição e a sua reputação". Ele disse que, em vez de ouvir com humildade as evidências comoventes de "humilhação e traição", "a resposta do Vaticano foi de verificar a veracidade de tais acontecimentos com um olhar frio e analítico ". O efeito colateral de seu discurso foi instantâneo e chocante.

"Foi um momento de grande importância", afirmou Patsy McGarry, correspondente de assuntos religiosos do jornal The Irish Times. "Nenhum primeiro-ministro irlandês alguma vez se dirigiu à Igreja Católica dessa forma. A subserviência do Estado irlandês ao Vaticano desapareceu. A deferência acabou. "

Embora ambos os lados estejam conversando de uma maneira mais calma ultimamente, não há dúvidas de que a declaração de Kenny irritou profundamente o Vaticano, que retirou seu embaixador de Dublin em resposta - o embaixador foi transferido para a República Checa.

A posição de embaixador do Vaticano na Irlanda está em aberto, e fala-se também de fundir sua função com a do embaixador da Itália. Embora oficiais do governo digam que a questão é parte de uma reavaliação geral do orçamento diplomático, tal medida é vista como uma afronta contra a Santa Sé, um Estado soberano ao qual países em geral dedicam embaixadas separadas.

Enquanto isso, a última comunicação formal da igreja com Dublin - em 24 páginas - reclamou tanto do Relatório Cloyne quanto das observações feitas por Kenny, dizendo que um documento fundamental tinha sido "mal interpretado" pelo inquérito e alegou que a afirmação de Kenny "não tinha base" para dizer que o Vaticano tentou "recusar um inquérito" sobre o escândalo de abusos.

Simpatizantes da Igreja dizem que o Vaticano fez argumentos válidos. Eles afirmaram ainda que Kenny foi longe demais. "Pessoalmente, eu acho que ele foi excessivo ", disse David Quinn, fundador do Instituto Iona, um grupo de defesa religioso de direita.

Em uma entrevista, Quinn disse que a relação entre o Vaticano e o governo irlandês estava em uma "maré muito baixa." A situação das coisas não melhorou devido ao que jornais da China escreveram em editoriais usando citações de Kenny como um argumento de "por que a Igreja deve permanecer sob o controle do Estado".

Kenny, que assumiu o cargo em março após o partido Fianna Fail, que dominava a Irlanda, ter ruído devido à crise financeira, foi acusado de oportunismo por alguns críticos. Mas sua posição como um católico praticante de uma área conservadora ajudou a dar peso moral ao seu discurso. E o tom confiante de seu novo governo foi recebido com aprovação generalizada por um país que se sente duplamente traído: primeiro pelo abuso em si e segundo, porque muitos veem o acontecimento como um encobrimento da igreja, agravado pelo uso da linguagem legal vaga com a qual ela se defende.

"Você pode discutir sobre a sutileza das relações diplomáticas e todas suas possíveis manobras, mas o que Kenny estava realmente dizendo é que você tem que priorizar as vítimas do abuso e você tem que dizer em alto e bom som que essa é um república e o direito civil tem de prevalecer sobre o direito canônico", disse Diarmaid Ferriter, professor de história moderna da Universidade de Dublin.

Embora a maioria não tenha abandonado a sua religião, muitos parecem ter deixado de lado o hábito de praticá-la. O arcebispo de Dublin, Diarmuid Martin, recentemente estimou que apenas 18% dos católicos em sua diocese têm participado da missa toda semana.

O governo anunciou que irá introduzir um pacote de novas legislações para proteger as crianças do abuso e da negligência, incluindo uma lei - considerada, mas rejeitada por ser demasiadamente controversa por governos anteriores - que obrigaria o envio de relatórios periódicos de evidências de crimes de abuso às autoridades. Ele também estabeleceu um grupo para analisar como remover o controle da Igreja de metade das escolas católicas do país.

Em uma entrevista recente, Eamon Gilmore, vice-premiê da Irlanda, disse que o país afirmou o seu papel como uma "democracia moderna". "A Igreja já não irá desfrutar de seus antigos privilégios e poderes como nos velhos tempos", quando efetivamente ditava a política social do Estado, disse.

"Historicamente, havia uma visão dentro da Igreja Católica de que ela seguia uma lei paralela, que tinha seu próprio sistema judicial e que essa era a lei pela qual era responsável ", disse Gilmore. "Isso no mínino atrapalhava a ideia da necessidade de plena conformidade com a lei do Estado."

Ele acrescentou: "A Igreja Católica tem todo o direito de ter seu próprio ponto de vista e suas regras e de ver as coisas de acordo com sua própria perspectiva. Mas isto é uma república. E existe uma lei."

Quando se trata de proteger as crianças, Gilmore disse: "Todo mundo no Estado - independentemente de serem cidadãos comuns apenas fazendo seu trabalho, ou um sacerdote ou um bispo - têm de cumprir e obedecer a lei ".

Fonte: Último Segundo / The New York Times

Ovelha ou Bode?

 

OVELHA é a femea do CARNEIRO cujo filhote se chama CORDEIRO

CABRA é a femea do BODE, cujo filhote se chama CABRITO


Entenda essa analogia que a Palavra de Deus usa com relação a Jesus e as pessoas que se reunem em Seu Nome.

OVELHA é a femea do CARNEIRO cujo filhote se chama CORDEIRO. Esses tres nomes de animais simbolizam Mansidão e Submissão. A ovelha é conhecida como sendo dócil, mansa, tratável, ensinável e indefesa.
Jesus foi conhecido como o "cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo" - Jo 1.29 - Também é reconhecido como o sendo o grande Pastor das ovelhas - Hebreus 13.20. A ovelha por essas características representa um coração com a forte marca de mansidão e humildade.


Carneiro, macho da Ovelha


filhote é cordeirinho

Por sua vez, CABRA é a femea do BODE, cujo filhote se chama CABRITO. O animal devido às suas características totalmente diferentes, representa um coração duro e rebelde! O bode é conhecido por ser repentino, traiçoeiro, fedido e marrento. Ele se alimenta até de lixo, busca sua própria defesa e não teme os humanos, podendo ser violento. Não aceita autoridade, muito menos repreensão, se tornando desobediente e intratável.


Bode, macho da Cabra


filhote é o cabritinho

Na igreja, onde as pessoas se reúnem em Nome de Jesus, podemos encontrar as ovelhas e os bodes. Ambos se beneficiam das pastagens e do abrigo do aprisco.

E você?

é uma ovelha genuína, uma ovelha com manias de bode ou é um bode?

"E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas;" Mateus 25.32

"E quanto a vós, ó ovelhas minhas, assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu julgarei entre ovelhas e ovelhas, entre carneiros e bodes." Ezequiel 34.17

Inf. redação BU e Rodolfo Montosa - Inst. Jetro
VIA GRITOS DE ALERTA

ESSA É A FOTO DO CRENTE BODÃO . O BICHINHO FEDORENTO.



Os bodes, as ovelhas e um encontro com Cristo!
Vivemos em um mundo onde a cada dia surgem
novos questionamentos, em relação às ações do ser humano.
 Muitos avanços científicos, tecnológicos e nenhum
 humanitário ou social! O aquecimento global e o
aumento do poder maligno, anuncia a segunda vinda do
 Messias. Magníficos templos blasfêmias o nome de
um Deus, humilde como o de Nazaré. O ocultismo
 assassina crianças, a industria farmacêutica utilizam pessoas
 como cobaia, mas Os cristãos herdarão o reino dos céus
porque já vive o reino de Deus como uma ovelha
 natural, que dependa de seu pastor com corpo e alma
 de ovelha e não apenas pele de ovelha.
Vivemos um reino? Os discípulos viveram esse reino,
cheios do Espírito de Deus. Cristãos precisam desde agora se separar de muitas coisas que os
 separem do Reino.
Os crentes serão postos a esquerda como desconhecido, embora estejam hoje juntos com as
ovelhas em um mesmo aprisco, o mostra a crise da igreja que deveria distinguir quem são
 eles e o que estes estão fazendo com a igreja de Cristo com truques de palavras e que têm
enganado a muitos, através da emoção ou psicologia, cânticos, religiosidade ou o
 tradicionalismo, em cultos limitando o Infinito a um conjunto de regras ou costumes
tão limitados quanto seus próprios entendimentos, descritos em (Mateus 7:23).
O evangelho de Jesus é puro e simples, não troque o Reino de Deus por uma igreja,
porque Jesus pode não estar nela.
Ser cristão é ser um canal de Deus ao próximo nunca egoisticamente, seja servos de
Deus e não da igreja, do líder ou do pastor, p orque vir para igreja domingo sentar
no banco e exigir que seja feita a sua vontade, não é ser Cristão. Oramos por nós
mesmos, pelos nossos filhos, pela nossa saúde, pela nossa vida financeira, por perdão
 por nossos pecados, mas continuamos pecando sendo iníquos, gastando o dízimo
 com coisas fúteis, mentido, roubando, invejando, fofocando, negando água ao que
tem sede, teto ao forasteiro, o pão a quem têm fome, roupas aos nus, visitas aos
 enfermos e aos encarcerados.
Você esta preparado para encarar o juízo final? Você se identificou mais como ovelha ou bode?
 Crente ou cristão? Um canal de Deus um balde de benção? Porque você é abençoado, sua casa,
 família, igreja está abençoada, mas você não é um abençoador porque ainda não vive o
 Reino de Deus! Viver o Reino é ser servo, cristão imitador de Cristo.
Em breve vídeo mensagem dessa reflexão!

"Na verdade, entre os perfeitos falamos sabedoria, não porém a sabedoria deste
mundo, nem dos príncipes deste mundo, que estão sendo reduzidos a nada; mas falamos
a sabedoria de Deus em mistério, que esteve oculta, a qual Deus preordenou antes dos
 séculos para nossa glória; a qual nenhum dos príncipes deste mundo compreendeu;
 porque se a tivessem compreendido, não teriam crucificado o Senhor da glória.
Mas, como está escrito: As coisas que olhos não viram, nem ouvidos ouviram,
nem penetraram o coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.
 Porque Deus no-las revelou pelo seu Espírito; pois o Espírito esquadrinha todas as coisas,
 mesmos as profundezas de Deus." 1 Coríntios 2:6-10


VIA GRITOS DE ALERTA

OVELHA BODE OU LOBO ?

Mateus 25:33-46

"E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda.
Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;
Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me;
Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me.
Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?
E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos?
E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te?
E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.
Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;
Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber;
Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes.
Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos?
Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim.
E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna."

Então, ovelha ou bode, o você tem sido?
Sobre a ovelha:
"Basicamente, a ovelha é um animal dócil, e sem nenhum mecanismo natural de defesa; o que deve ter influenciado para, na cultura popular, estar associada à ideia de inocência."

Sobre o bode:
"Repentino e traiçoeiro", "se torna agressivo" "marrento".

Muitos têm ido à igreja, louva, ora, ouve a Palavra, mas na verdade não passam de bodes. Não aceitam repreensão, não aceitam autoridade eclesiástica, são desobedientes, intratávéis. Não permitem que o Espírito Santo os trate.

A ovelha, mansa/tratável, vai pro céu.
O bode, rebelde/desobediente, para o tormento eterno.


Então, ovelha ou bode, o que você quer ser?

GRITOS DE ALERTA

CUIDADO , UM SATÉLITE PODE CAIR EM SUA CABEÇA .

Satélite americano cairá na Terra nesta sexta, prevê a Nasa

Agência Espacial dos EUA ainda não sabe onde equipamento irá cair.
Satélite pesa 5,675 toneladas e tem o tamanho de um ônibus.



A Nasa prevê para esta sexta-feira (23) a queda na Terra de um satélite retirado de funcionamento em 2005 que tem o tamanho de um ônibus. A agência espacial americana informa que o risco para as pessoas é “pequeno”.
Embora ainda não possa precisar o lugar do impacto, a Nasa descartou que o satélite artificial vá cair sobre a América do Norte.
“O reingresso deverá acontecer durante a tarde no leste dos Estados Unidos”, indicou um comunicado da agência. “O satélite não estará em trajetória sobre a América do Norte nesse período”, acrescentou.
Satélite UARS, levado ao céu em 1991, foi desativado em 2005 pela Nasa. (Foto: Nasa / via AP Photo)Satélite UARS, levado ao céu em 1991, foi desativado em 2005 pela Nasa. (Foto: Nasa / via AP Photo)
Segundo a Nasa, “ainda é muito cedo para prever a hora e o local de reingresso”.
A probabilidade de algum dos restos do Satélite de Pesquisa da Alta Atmosfera (UARS, na sigla em inglês) atingir uma pessoa é de uma em 3.200, segundo a Nasa.
O aparelho pesa 5,675 toneladas e tem o tamanho de um ônibus.
A previsão inicial era que o satélite cairia no final de setembro ou no início de outubro, mas sua queda foi antecipada pelo forte aumento da atividade solar na semana passada.
Os cientistas da Nasa calculam que o satélite se despedaçará ao entrar na atmosfera e que pelo menos 26 grandes peças sobreviverão às altas temperaturas do reingresso e cairão sobre a superfície da Terra.

FONTE . G1
VIA GRITOS DE ALERTA

ESSE POVO DO PALÁCIO DO PLANALTO SÃO BEM ESQUISITOS , FALAR EM ESTADO LAICO , BANDO DE DESINFORMADOS .

Bispo Roberto Torrecilhas.

Ministério leva ajuda ao Haiti e implanta projeto para difundir o Evangelho


Ministério leva ajuda ao Haiti e implanta projeto para difundir o Evangelho
Eles estão levando mais do que água limpa, eles estão levando também a Água Viva

Quase dois anos após um terremoto no Haiti, o país continua frágil. Doadores internacionais não continuaram a cumprir suas promessas de ajuda, o que ameaça minar a estabilidade e os esforços da lenta recuperação.

Há muitos pontos positivos, no entanto. No norte do país, os engenheiros civis César Cortez e Alfredo León estão trabalhando para restaurar a esperança em uma comunidade do país. “Existem cerca de 100 poços nessa área", explicou Cortez. "A primeira opção é para reconstruir um dos projetos de água que a Cruz Vermelha havia construído 50 anos atrás. De acordo com a informação que recebi do povo, agora está completamente destruída."

Cortez, um parceiro de longa data da HCJB Global, está no Haiti para o levantamento da situação.

Eles estão colaborando com a Lifewater do Canadá e com uma Sociedade de Missões. "A equipe de projetos está com dois propósitos", disse Martin Harrison, diretor da equipe de Projetos do Água Limpa que teve contato por telefone com os engenheiros que estão no Haiti por 10 dias”.

Primeiro, Cortez explica: "As relações com os líderes da igreja e as pessoas nessas comunidades é que vai contribuir para elas terem um relacionamento com Deus. A melhor maneira de orar é pedir a Deus que nos ajude nessas relações entre as organizações missionárias e essas pessoas”.

Harrison tem realizado no local a coleta de informações e levantamentos topográficos, com o objetivo de produzir uma solução de longo prazo à aquisição de água na comunidade e às necessidades de saneamento.

A viagem tem objetivos semelhantes aos de Cortez em janeiro, quando ele inspecionou poços da área e documentou suas descobertas. Assim como os esforços da equipe de desenvolvimento comunitário enfatizam o envolvimento da comunidade e a capacitação no Equador, Cortez e Leão também tentam guiar um esforço com intervenção estrangeira.

Eles estão levando mais do que água limpa, eles estão levando também a Água Viva. Durante três semanas no Haiti no início deste ano, Cortez foi capaz de ensinar em um seminário e nas igrejas locais ao redor de Cap-Haitien.

Fonte: Charisma News/Redação CPADNews

CULTO NÃO PODE , E SE FOSSE UMA MACUMBINHA ,PODIA ?

A Secretaria-Geral do Palácio do Planalto anunciou em comunicado interno, a realização de um culto no dia 23 de setembro, entre as 12h e 14h.
O “Culto de Glória a Deus” que será realizado no Anexo I do Palácio causou controvérsia entre os servidores dos diferentes órgãos ligados à Presidência, de acordo com a coluna Radar Online, de Lauro Jardim.
A mensagem da Secretaria-Geral e divulgada na rede interna do Planalto dizia: - “Serão compartilhados a palavra de Deus e orações pelo nosso país e governantes”.
O comunicado gerou o disparo de centenas de mensagens na rede interna entre aqueles que defendiam a realização do culto com base no direito Constitucional de livre pensamento e os que se diziam contra, avaliando que o Palácio do Planalto não seria o local apropriado para o evento.
Alguns chegaram a usar o argumento de que a Constituição garante que o Estado é laico, e portanto, não deve ser ligado a uma religião, e com isso várias pessoas questionaram sobre o culto dizendo que era inconstitucional realizá-lo dentro de um espaço como o Planalto.
Para conter os ânimos, foi necessário o envio de outro comunicado, onde a Secretaria-Geral lembrava que era proibido o envio de mensagens na rede interna sobre raça, orientação sexual, religião e convicção política.
O culto segue confirmado, apesar da polêmica.

VIA GRITOS DE ALERTA

SINAL DO FIM DO MUNDO -PAI É PROCURADO PELA POLICIA POR TER MATADO O PRÓPRIO FILHO QUE TEVE COM SUA FILHA.

A polícia procura por um lavrador de 50 anos acusado de um crime bárbaro em Patrocínio, na Região do Alto Paranaíba. Ele é suspeito de matar um bebê que teve com a própria filha, após vários anos de estupro. A mãe do homem foi presa por participação no crime. Ela teria feito o parto da criança e ajudado a esconder o corpo em uma cova rasa.
De acordo com o Delegado Sérgio Elias Dias, a adolescente de 19 anos vinha sendo estuprada desde os 12 anos. Ela já tinha ficado grávida quando tinha 14 anos e foi obrigada a fazer um aborto. Desta vez, ela conseguiu esconder a gravidez do pai por um tempo, mas acabou descoberta.
Segundo a polícia, ao saber sobre a gravidez, o lavrador contou com a ajuda da mãe, de 76 anos, para fazer o parto, que aconteceu no dia 29 de agosto. A adolescente contou à polícia que, após o nascimento, o pai dela afirmou que o filho havia nascido morto. Mas a jovem afirma que ouviu o choro do bebê.
A vítima afirma que a criança foi morta após o parto. Depois disso, os acusados teriam colocado o corpo em uma caixa de sapato e enterrado em um buraco. O local fica a 300 metros de onde a família morava.
Em 6 de setembro, cachorros dos vizinhos foram atraídos pelo cheiro forte e desenterraram o corpo. O dono dos animais percebeu a movimentação e constatou que eram restos da criança em avançado estado de decomposição.
A polícia foi acionada e começou a investigar qual mulher estava grávida na região. Após denúncias de vizinhos, os agentes chegaram até a adolescente. Primeiramente, a jovem negou qualquer envolvimento do pai e disse ter sofrido aborto de um filho que havia tido com um ex-namorado. Após entrar em contradição, ela acabou confessando que se tratava de um filho que tinha tido com o pai e que ele e sua avó teriam sumido com o bebê.
A suspeita da polícia é que o lavrador fugiu para Penedo, em Alagoas, onde a família dele mora. Um mandado de prisão foi expedido contra ele e as autoridades daquele Estado já foram informadas sobre o caso.
Medo da família
A adolescente morava em uma casa junto com a mãe, a avó, o pai e mais três irmãos, um menino de 15, e duas meninas, de 14 e 10 anos. As duas meninas foram ouvidas pela polícia, mas negaram que tenham sido estupradas. A mãe da jovem informou em depoimento que não suspeitava do homem e que ficou revoltada ao saber dos abusos.
Segundo a polícia, a família tinha medo do lavrador, por ser uma pessoa agressiva.

FONTE . GRITOS DE ALERTA .
INFORMAÇÕES FOLHA DA MANHA.

Informativo produzido pela AMME Evangelizar, missão que existe para ajudar as igrejas evangélicas brasileiras a cumprir sua missão bíblica de evangelizar todo mundo

AMME infor+
Casa da Palavra, 23 de setembro de 2011
+ AcordaAdolescentes e jovens que desejam participar da escola PACIFICADORES tem até o dia 30/09 para se inscrever com desconto: visite www.pacificadores.org copie, responda e envie o questionário de pré-inscrição para euvou@pacificadores.org.

www.pacificadores.org
+ Divulgue
Ajude a divulgar PACIFICADORES. Copie e envie o cartão acima para seus conhecidos. Converse com um adolescente ou jovem e incentive a participar. Ajude financeiramente a alguém que deseja vir e não tem condições. [infor+]

+ Campanha #END
Continuamos trabalhando no enfrentamento do desvio, principalmente dos filhos de crentes. Estamos orando por adolescentes e jovens desviados. Apresente seu pedido de oração [infor+]. Copie os pedidos de oração da Campanha [infor+].

+ Usina 21

O pastor José Bernardo será um dos palestrantes do evento Usina21. Ele falará sobre bullying (Violência Repetida entre Colegas) e o programa Caminho da Paz - nas dependências do Mackenzie em São Paulo, na sala 206, no período da tarde [infor+]

Saudações em Cristo.

Vários irmãos nos pediram descontos para a inscrição de grupos em PACIFICADORES. Embora tenhamos poucas vagas, lançamos um desconto para atender esses irmãos. Se é de seu interesse, escreva para euvou@pacificadores.org.

Corpo de aluno que morreu em escola do ABC é velado

 

David Mota Nogueira tinha 10 anos e atirou na própria cabeça.
Antes, ele feriu uma professora; crime foi em escola de São Caetano do Sul.



Alunos da escola, acompanhados dos pais, foram ao velório (Foto: Carolina Iskandarian/G1)Alunos da escola, acompanhados dos pais, foram
ao velório. (Foto: Carolina Iskandarian/G1)
O corpo do estudante David Mota Nogueira, de 10 anos, que atirou contra uma professora e se matou em seguida, começou a ser velado às 23h30 desta quinta-feira (22), no Velório Municipal do Cemitério das Lágrimas, em São Caetano do Sul, no ABC paulista. O crime ocorreu dentro da Escola Municipal Alcina Dantas Feijão, em uma sala de aula onde havia outras 25 crianças do 4º ano. O motivo do crime é desconhecido.
Ainda sem entender o que tinha acontecido com um menino que não tinha histórico de violência e era considerado tranquilo, a família do garoto não quis dar entrevistas.
Na porta do velório, a todo momento chegavam amigos do irmão mais velho de David, um adolescente que teria 17 anos. Alguns pais de alunos da escola também foram velar o corpo da criança.
O administrador do Cemitério das Lágrimas, Roberto Morales, contou que só na manhã desta sexta (23) o local e o horário do enterro serão definidos.
O estudante Lucas Fernando Alves Rocha de Souza, de 15 anos, contou que viu o corpo de David no chão logo após o menino disparar contra a própria cabeça. “Subimos para a sala (depois do intervalo) e logo ouvimos o barulho do disparo. Ele caiu na escada, ficou tremendo.”
Brenda Tayná Souza, de 16 anos, e aluna do 9º ano, contou que houve pânico e correria nos corredores da escola. “Pensamos que era uma bomba. Foi horrível”, disse ela sobre o barulho dos disparos.
A professora ferida por David, identificada como Rosileide Queiros de Oliveira, de 38 anos, deixou a escola consciente, por volta de 16h30. Atingida na região lombar, ela foi encaminhada ao Hospital das Clínicas, Zona Oeste de São Paulo.
Em coletiva mais cedo, o secretário da Segurança Pública do município, Moacyr Rodrigues, disse que o revólver usado por David era do pai dele, um guarda-civil municipal. No entanto, a arma era particular, e não da corporação. Guardas-civis, colegas de trabalho do pai do menino, faziam a segurança da sala do velório.


G1 / VIA GRITOS DE ALERTA

MEDITAÇÃO DO DIA

Firmados na Rocha

Eu lhes mostrarei com quem se compara aquele que vem a Mim, ouve as Minhas palavras e as pratica. É como um homem que, ao construir uma casa, cavou fundo e colocou os alicerces na rocha. Lucas 6:47, 48


A história não trata do clima, nem de frentes frias ou de zonas de convergência do Atlântico Sul, nem de rajadas de vento, mas Jesus falou de chuva e do transbordamento de rios. A tempestade veio e atingiu duas casas. A diferença entre as casas não era percebida exteriormente. De longe, pareciam iguais, mas somente aquela que estava construída sobre a rocha é que permaneceu. Era a casa do homem prudente. Ele a construiu levando em conta uma futura tempestade. E quando a tempestade se abateu sobre a casa do insensato, ela se desintegrou. Foi levada pela enxurrada.


Dois homens, duas casas. Há somente duas maneiras de lidar com a vida e construir o caráter: podemos construir sobre a areia ou sobre a rocha.


Podemos ter duas pessoas que frequentam a igreja, chegam pontualmente aos cultos, levam a Bíblia, cantam os mesmos hinos. A diferença está entre quem ouve e internaliza o que ouviu, e quem ouve, mas não reconhece nada que seja útil para si.


A tempestade é um teste que cada ser humano tem que enfrentar na vida. Ela provará com absoluta fidelidade quem é trigo e quem é joio, e sobre que solo edificou. É ela que vai fazer a diferença. Usamos a expressão “tempestades da vida” para tentações, sofrimento, dificuldades financeiras, problemas matrimoniais.


Não podemos escolher se vamos enfrentar ou não a tempestade, mas podemos escolher os fundamentos sobre os quais colocaremos nossa fé. Você está colocando seu fundamento sobre o frágil chão arenoso ou cavando fundo para ter certeza de que seu fundamento está sobre a Rocha? Onde você está construindo?


“Contudo, veja cada um como constrói. Porque ninguém pode colocar outro alicerce além do que já está posto, que é Jesus Cristo” (1Co 3:10, 11).


“Deus espera que edifiquemos o caráter de acordo com a norma que pôs diante de nós. Devemos colocar um tijolo após o outro, acrescentando graça a graça, descobrindo nossos pontos fracos, e corrigindo-os de acordo com as orientações dadas. Quando se vê uma fenda nas paredes de uma mansão, sabemos que algo está errado no edifício. Na edificação de nosso caráter, frequentemente veem-se fendas. A não ser que tais defeitos sejam remediados, a casa ruirá quando a tempestade da prova a atingir” (Ellen G. White, Orientação da Criança, p. 165).

Exposição que mostra pedofilia e zoofilia provoca bate boca entre deputados

Não foi só nas redes sociais que a mostra “QueerMuseu” gerou debates e bate boca. Na noite desta terça-feira (12) o assunto foi amplam...