segunda-feira, 29 de agosto de 2011

EU CONCORDO QUE O BRASIL SERÁ UMA POTÊNCIA DO EVANGELISMO MUNDIAL - MAS POR FAVOR , OLHEM MAIS PELOS CARENTES DE SALVAÇÃO QUE VIVEM AQUI NO BRASIL , QUER SALVAR O MUNDO E PERDER SUA CASA ?

VOCÊ QUER ISSO AQUI NO BRASIL ? Prefeito muçulmano proibe construção de igreja porque rua tem nome islâmico

Prefeito muçulmano proibe construção de igreja porque rua tem nome islâmico
O prefeito de Bogor disse que tem uma nova razão para não permitir que a igreja de Yasmin, na Indonésia, reabra as portas. Segundo o prefeito, a igreja não pode ser construída no local, porque a rua em que o templo está tem um nome islâmico.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
O prefeito de Bogor, Diani Budiarto, continua a desafiar as decisões do Supremo Tribunal da Indonésia e da Comissão de Justiça para a reabertura da igreja, disse o ministro dos Assuntos Internos do país, Gamawan Fauzi.
Segundo o ministro, não existem impedimentos para a construção da igreja, mesmo que a rua tenha nome islâmico.
Muhammad Mustofa, um clérigo muçulmano local, cujo pai é homônimo nas ruas, disse que não faz nenhuma objeção quanto à construção da igreja no local. Ele disse que as diferenças entre as religiões não são problemas novos e coisas semelhantes acontecem desde os tempos do profeta Maomé.
O porta-voz da igreja, Bona Sigalingging, disse que o raciocínio do prefeito de Bogor está mais uma vez errado, já que algumas igrejas estão em ruas com nomes islâmicos e mesquitas foram construídas em ruas com nomes cristãos.
Sigalingging disse que a igreja de Yasmin irá recusar utilizar qualquer espaço alternativo. A igreja quer continuar com a construção de seu templo.
“O problema é que o prefeito está indo contra a lei, contra a decisão do tribunal e contra a recomendação da Justiça. Ele também está violando normas da segurança jurídica. Nós, da igreja, queremos somente nosso templo.”
Fonte: Portas Abertas

Brasil: Potência do Evangelismo Mundial? Alcance aos Muçulmanos

evangélicosO acelerado crescimento numérico dos evangélicos no Brasil que já alcança 20,23% da população poderia ser um indício de que o País pode se tornar uma potência nas obras missionárias em todo o mundo, mas a realidade é que a obra missionária segue de forma bem mais lenta do que deveria.
(Foto: Divulgação)
Comemorações do Dia do Evangélico Acontecem em Diversos Lugares do País, agosto 2011.
Apesar do conhecimento cada vez mais difundido das demandas missionárias levando à comoção e decisões pessoais, o trabalho é deixado em mãos de missionários de carreira e agências especializadas.
 
De acordo com o pastor José Crispim Santos, promotor setorial da Junta de Missões Mundiais da Convenção Batista Brasileira (CBB), a igreja brasileira está bem inteirada acerca dos desafios missionários da atualidade, mas as ações ainda não são suficientes para o tamanho deles.
“Há muitas agências missionárias divulgando o tempo todo, além da mídia que noticia fatos que demonstram o sofrimento humano, físico e espiritual ao redor do planeta. Nossa avaliação é que, diante deste cenário de grande carência espiritual, a Igreja tem dado sua contribuição – entretanto, isso é insuficiente, quando a missão é, de fato, tornar Cristo conhecido em toda a Terra”, disse Santos à revista Cristianismo Hoje.
Mas a s lideranças cristãs continuam apostando no potencial do povo brasileiro. Devido à boa receptividade em todos os países, particularmente de religião islâmica e hindu. A análise é do diretor executivo das Missões Mundiais (JMM), pastor João Marcos Barreto Soares.
Simpatia e espontaneidade são as características apontadas que fazem os brasileiros serem bem recebidos em várias partes do mundo, e o crescimento numérico acelerado dos evangélicos não é tão relevante diante desse aspecto.
O pastor Soares também questiona o potencial dos brasileiros: “estamos preparados para isso? Temos feito tudo que podemos?” Ele lembra, fazendo alguns cálculos de acordo com o número oficial de evangélicos batistas, de que as ofertas destinadas a missões mundiais e nacionais alcançaram um montante considerável, mas se dividido pelo número de crentes, o resultado é desanimador. São 66 centavos por semana destinados à obra missionária,
Outro aspecto destacado pelo diretor executivo da JMM é o número de missionários “per capta” – cerca de uma para cada 10 mil batistas brasileiros. E questiona: “Será que temos nos esquecido de que há mais de 4 bilhões de pessoas que nunca ouviram falar de Cristo, que há pelo menos 2.200 povos que não conhecem a Palavra de Deus?”
A responsabilidade dos brasileiros também é lembrada pelo missionário da JMM no sul da Asia Gabriel Azam, que administra uma agência missionária com cerca de 100 obreiros. Ele cita o crescimento do islamismo no mundo e diz que os brasileiros tem a responsabilidade de alcançar os adeptos do Islã. “Para esse grupo Deus separou o Brasil. Os muçulmanos não são receptivos aos americanos e aos ingleses, mas com relação aos brasileiros, todas as nações são amistosas. Isso não é um acidente. Deus preparou tudo isso”, conclui.
O missionário conclama para que a igreja brasileira assuma a responsabilidade de levar o Evangelho. “Precisamos admitir que é um pecado não levar o Evangelho aos muçulmanos – pelo uma vez na vida eles precisam ouvir”.
A presença missionária brasileira atualmente chega a 2300 missionários no exterior atuando em 50 países. Só a Junta de Missões Mundiais enviou 612 obreiros, distribuídos entre Europa, áfrica ocidental e sul, norte da áfrica, ásia e Oriente Médio a América Latina.

FONTE . CRISTIAN POST
VIA GRITOS DE ALERTA

Igreja líbia: perseverança em meio à adversidade


Igreja líbia: perseverança em meio à adversidade
Situação da igreja é estável, apesar dos constantes combates em Trípoli

Há quarenta e dois anos (1969) um grupo de militares nacionalistas da Líbia se levantavam para derrubar a monarquia e estabelecer a república. Entre eles havia um jovem chamado Muammar al-Khadafi que comandaria a revolução e se tornaria chefe de estado no ano seguinte. Com um discurso apoiado no nacionalismo religioso, estes homens conseguiram estabelecer no país um governo que tinha como objetivo devolver a Líbia aos princípios do Islamismo e se livrar de vez do julgo econômico imposto pelo imperialismo do ocidente.

A Líbia é um país composto por diversos clãs de tribos que desempenham um papel muito importante na política interna do país. O golpe militar de Khadafi em 1969 derrubou o domínio tradicional das tribos costeiras orientais em Cirenaica em favor daquelas provenientes do oeste e do interior do país. Embora o regime Khadafi foi, pelo menos em teoria, em oposição à identidade tribal e favorável à unidade nacional, sua longevidade dependeu em grande medida, de uma coalizão instável entre as três tribos principais: a al-Qaddadfa, al-Magariha, e al-Warfalla, esta ultima conta com mais de um milhão de pessoas. Portanto, para se manter no poder é fundamental que o governante tenham o apoio maciço dessas tribos, caso contrário é bom que se prepare para as oposições e conflitos. As revoltas iniciadas no país em fevereiro de 2011 tem tido a participação maciça dessas tribos que atuam em oposição à política de Khadafi. Segundo as últimas notícias os rebeldes líbios estão em Trípoli (Capital do país) e prestes a capturar Khadafi.

À margem desses conflitos existe um povo que persevera firme no propósito de glorificar a Deus no país. Esse povo não está dividido por questões étnicas, políticas e sociais, mas procura demonstrar que sua luta não é para manter a tribo A ou B no poder para fazer o nome de Jesus conhecido entre os líbios. Segundo o coordenador da Portas Abertas na Líbia, que pediu para permanecer no anonimato, “todos os dias, ao meio-dia parte da pequena comunidade cristã em Trípoli se reúne para orar pelo país, pelo futuro da igreja e para encorajar uns aos outros”. Ele diz ainda: “a situação da igreja em Trípoli é estável, os cristãos estão em boas condições, apesar dos constantes combates na cidade”.

Sobre o futuro da igreja na Líbia um colaborador da Portas Abertas Internacional diz: “a situação da igreja certamente irá mudar após os conflitos, mas será que os cristãos vão ganhar com essas mudanças? Haverá mais liberdade religiosa sob o novo governo pós Khadafi? Ninguém sabe”!

Caso após a queda do regime de Khadafi não haja uma rápida restituição e reorganização do poder, é possível que as tribos entrem em guerra civil e o país seja dividido, para que isso não aconteça alguns países do ocidente tentam intermediar a transição de poder. Diversas agências de noticias divulgaram esta semana que o presidente da França, Nicolas Sarkozy, afirmou que os países do chamado BRIC (Brasil, Russia, Índia e China) serão convidados para discutir a crise na Líbia. Esses países têm investimentos na Líbia, o Brasil, por exemplo, conta com quatro empresas no país, entre elas a Odebrecht e a Petrobras.

O Brasil pode ter uma participação efetiva no estabelecimento da democracia e estabilidade política na Líbia. A igreja brasileira pode ter uma participação efetiva para que a haja paz no país e para que seus irmãos na fé continuem sendo sal e luz ali. Como? Ore pela Líbia!


Fonte: Portas Abertas

Dois assassinatos horrendos, um assassino e nenhum homossexual

Nesta semana, dois homens foram encontrados mortos a facadas num apartamento de São Paulo. Não, não foi um crime “homofóbico”. Aliás, a imprensa diz que a motivação do crime é “incerta”.


Quando um homossexual é assassinado às altas horas da madrugada numa zona de drogas, prostituição e violência, salve-se quem puder: ninguém está a salvo de ataques da imprensa, que não tem nenhuma incerteza sobre a “motivação” do crime. Pastores, padres e membros de igrejas cristãs viram automaticamente alvos de acusações impiedosas de jornalistas que sem nenhum escrúpulo os chamam de “homofóbicos” e incitadores de ódio e violência.

Mas quando o homossexual é autor de crimes, a imprensa varre sua identidade homossexual para debaixo do tapete.

Quando o praticante de sodomia é vitima, a imprensa faz questão de destacá-lo abundantemente como “homossexual”. Quando ele é o criminoso, a imprensa faz questão de apresentá-lo apenas como homem ou mulher.

A imprensa dá ampla cobertura aos seus favorecidos homossexuais em seus crimes, protegendo-os de constrangimentos provocados por seu estilo de vida. Mas não há proteção alguma para quem está fora dos favores da mídia descaradamente parcial.

Os homossexuais, pois, não podem reclamar de que não têm nenhuma proteção, que é por eles recebida em excesso por uma mídia tão disposta a favorecê-los que acoberta seus pecados e crimes. Os exemplos são abundantes, mas vou citar apenas o caso desta semana:

SUSPEITO DOPOU VÍTIMAS ANTES DE MATÁ-LAS NA RUA OSCAR FREIRE


O suspeito de assassinar duas pessoas em um apartamento da rua Oscar Freire, área nobre da zona oeste de São Paulo, dopou as vítimas antes de cometer o crime.

Segundo a polícia, Lucas Cintra Zanetti Rosseti, 21, misturou medicamentos tarja preta (de uso controlado) nas bebidas do analista de sistemas Eugênio Bozola, 52, e do modelo Murilo Rezende da Silva.

"O suspeito era mais fraco que os dois. Para matá-los a facadas tinha que fazer com que eles, de alguma forma, ficassem mais vulneráveis", disse o delegado Mauro Dias, do DHPP (departamento de homicídios).

Rosseti, segundo a polícia, matou Bozola e Rezende a facadas. Antes de fugir do prédio com o carro do analista de sistemas, deixou suas roupas, seu tênis e as facas usados no crime espalhadas pela casa.

Nas paredes do apartamento, deixou inscrições como CV, ZO e viado. Todas feitas com o sangue das vítimas.

"Ele tentou dissimular o crime. Queria passar a falsa impressão de que o crime teria sido cometido pelo Comando Vermelho ou por alguém da zona oeste de São Paulo", afirmou Dias.

Natural de Igarapava (446 km de São Paulo) Rossetti estava hospedado na casa de Bozola desde o dia 14 de agosto.

"Eles se conheciam de Igarapava. O Eugênio [Bozola] costumava trazer amigos de lá para passar uma temporada em São Paulo", contou o delegado.

Confesso que quando li essa “reportagem”, não vi nada homossexual, pois o texto não faz a mínima referência à homossexual ou homossexualidade — apesar de que a polícia percebeu que o assassino colocou propositadamente as palavras “CV, ZO e viado” para disfarçar o crime e desviar a atenção de alguma questão importante, dando a aparência de que os assassinatos haviam sido cometidos por um homem do Comando Vermelho ou até mesmo por um homem que odiava “viados”. Por alguma razão, o assassino procurou induzir a polícia a interpretar o crime como de motivação “homofóbica” e cometido por criminosos profissionais.

Depois, acabei lendo outro jornal:

HÓSPEDE É APONTADO COMO SUSPEITO POR ASSASSINATOS NA OSCAR FREIRE


SÃO PAULO — Um jovem de 21 anos é apontado pela polícia como principal suspeito pela morte do analista de sistemas Eugênio Bozola, de 52, e do modelo Murilo Rezende da Silva, de 21, em um apartamento na Rua Oscar Freire, na zona oeste da capital paulista. Segundo os investigadores, o suspeito é Lucas Zannetti. Natural de Igarapava, no interior de São Paulo, mesma cidade de Eugênio, ele estaria como hóspede no apartamento do analista desde o Dia dos Pais.

A polícia chegou ao rapaz por relatos de amigos das vítimas. No fim de semana anterior ao assassinato, Lucas teria ido com Eugênio e outro colega a uma boate gay na zona oeste da cidade, e depois a uma pizzaria. A identificação foi feita através de imagens de câmeras de segurança dos locais. De acordo com a polícia, um tênis encontrado no apartamento era o mesmo que ele usava naquele dia. Havia marcas de sangue, que chegaram a ser lavadas.

Ainda segundo a polícia, o carro do analista com que Lucas fugiu foi visto pela última vez no pedágio do município de São Simão, no interior paulista. A motivação do crime, ocorrido na madrugada da última terça-feira, continua incerta

É verdade que o Estadão também não disse que o assassino é homossexual, mas sem querer ou não, deixou uma pista de fora:

No fim de semana anterior ao assassinato, [o assassino] Lucas teria ido com Eugênio e outro colega a uma boate gay na zona oeste da cidade.

Apesar disso, ambos os jornais não ousam identificar o assassino como homossexual. A Folha de S. Paulo nem quis citar que eles estiveram numa boate gay — uma informação altamente comprometedora. Qualquer identificação homossexual foi varrida diretamente para debaixo do tapete. Quanto mais clara é a motivação homossexual de um crime, mais a imprensa esquerdista trabalha para maquiá-la e acobertá-la.

O grande problema é que acobertar o pecado gera injustiças e crimes. Por isso, se as leis começarem a proteger os homossexuais do jeito que a imprensa esquerdista já faz há muito tempo, a sociedade verá mais injustiças e crimes violentos. Só não verá a motivação deles, pois tudo estará escondido debaixo do tapete. Com a ajuda da Folha de S. Paulo e outros jornais, tudo o que a sociedade verá são crimes com “motivação incerta”.

Atualizado em 28 de agosto de 2011.

VIA GRITOS DE ALERTA

Viagem de bispo Macedo e vice da Record inquieta emissora

Especula-se que a viagem teria como objetivo definir mudanças na Record, tanto na programação quanto em seu organograma.

São mais que comuns as viagens ao exterior do bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal. No entanto, a semana passada tem alimentado rumores e inquietações entre funcionários da segunda emissora aberta do país. Com Macedo estão Honorilton Gonçalves, vice-presidente artístico da Record, além de outros bispos e obreiros graduados da Universal.

O local da viagem não foi revelado. Especula-se que ela teria como objetivo definir mudanças na Record, tanto na programação quanto em seu organograma. A viagem foi marcada logo após Macedo encerrar o seu "jejum de informação". O religioso instou os fieis a ficar entre os dias 1º e 21 de agosto sem ter nenhum contato com mídia: jornal, rádios, TVs e internet.

Logo depois ocorreu a viagem, o que fez com que surgissem rumores logo publicados na internet. Na semana passada, por exemplo, um blog chegou a cravar a queda de Gonçalves da Record.

Procurada, a assessoria da Universal não foi localizada. Um obreiro da igreja no Rio, que não se identificou, confirmou a viagem, mas disse não saber quando Macedo retornaria. A Record, também por meio de sua assessoria, não comentou o assunto.

Histórico de um cargo
Gonçalves, bispo licenciado da Universal, vem sofrendo pressão nos últimos meses, pelo fato de a Record ter interrompido sua ascensão no ibope.

Foi ele quem comandou o plano 'A Caminho da Liderança', lançado no biênio 2005/2006, e que se baseou numa política de maciço investimento em infraestrutura, dramaturgia e programação. Desde 2006, a estimativa é que a Record e a Universal, somadas, tenham gasto quase R$ 3 bilhões, no total (contratações, pessoal técnico, equipamentos de última geração, além da construção do RecNov e de investimentos em São Paulo etc)

De 2006 a 2008 o investimento resultou em grandes resultados: a Record multiplicou seu ibope e tomou a histórica vice-liderança do SBT, se tornando a segunda rede do país.

Há também descontentamento entre pastores e bispos mais conservadores a respeito da qualidade da programação da Record, e de programas como 'A Fazenda'

Fonte: F5 - Folha.com

Mulher degola filho de 5 anos após falar com Deus e pedir força ao diabo


Elizete Feitosa de Sousa, 27 anos, foi presa suspeita de matar o filho de 5 anos.
Mulher degola filho de 5 anos após falar com Deus e pedir força ao diabo
Policiais militares da cidade de Açailândia prenderam em flagrante delito, no domingo (21), Elizete Feitosa de Sousa, 27 anos, suspeita de matar o filho de 5 anos.
De acordo com informações policiais, o crime ocorreu por volta das 23hs do domingo, na residência de Elizete, localizada em um assentamento chamado Califórnia, nas proximidades da BR-222, entre Açailândia e Imperatriz.
Segundo o delegado de Polícia Civil, Sidney Oliveira, o crime foi denunciado por um agente funerário local, após receber uma encomenda de um caixão para criança. o delegado informou que a mãe do menor estaria em depressão e por isso teria pegado uma faca de cabo branco, tipo peixeira, e feito um corte no pescoço da vítima, enquanto o mesmo dormia.
Após a ação, ainda teria ido à casa de parentes informar o ato. “Os vizinhos e parentes de Elizete afirmaram que ela já vinha apresentando vários sinais de depressão, e por isso teria tentado se suicidar inúmeras vezes”, afirmou o delegado.
Elizete Feitosa de Sousa foi autuada por homicídio doloso e se encontra na Delegacia Regional e lá ficará à disposição da justiça para prestar maiores esclarecimentos.
Assista à reportagem da TV Mirante;
Fonte: Imirante

Padre se converte e leva pastor para pregar dentro de Igreja Católica na Itália


Luca De Pero se converteu em 2010 e, desde então, tem sido discipulado semanalmente pelo Pr. Nicodemo.
Padre se converte e leva pastor para pregar dentro de Igreja Católica na Itália
O Pr. Fabiano Nicodemo (à direita na foto ao lado), missionário em Cesena/Itália, pede aos irmãos em Cristo que orem pelo ex-padre Luca De Pero (na foto com o pastor). Ele foi afastado esta semana pela Igreja Católica de suas funções em uma igreja próxima a Cesena, na região Centro-Norte da Itália, sob a acusação de heresia por ter se convertido ao Evangelho e pregado e distribuído bíblias. Ele também foi reprimido por ter levado o pastor para pregar em sua igreja durante a chamada Sexta-Feira Santa.
O ex-padre celebrará sua última missa neste domingo (28). “Ore para que Deus dê-lhe ousadia para falar de seu amor por Jesus e sobre o real motivo de ter sido afastado da igreja; não por questões de saúde como foi alegado. Interceda também por seu futuro e o apoio como possível obreiro da terra dos batistas brasileiros aqui em Cesena”, pede o pastor.
Luca De Pero se converteu em 2010 e, desde então, tem sido discipulado semanalmente pelo Pr. Nicodemo. Seus testemunhos foram responsáveis pela conversão de vários outros católicos.
O Projeto “Tu Me Amas?” teve no ex-padre seu primeiro fruto entre os catequistas.
Ore para que o ex-padre seja fortalecido pelo Senhor e continue levando a verdadeira Palavra de salvação aos italianos.


Fonte: JMM

“Aqui se prega contra o pecado, não contra o sabonete”, diz pastor da Deus é Amor em resposta à Lanna Holder


Lourival deixou claro que eles não pregam contra o sabonete e sim contra o pecado
“Aqui se prega contra o pecado, não contra o sabonete”, diz pastor da Deus é Amor em resposta à Lanna Holder
O pastor Lourival Almeida resolveu responder aos deboches de Lanna Holder que durante uma pregação na igreja inclusiva Cidade Refúgio falou contra os usos e costumes das igrejas Assembleia de Deus e Deus é Amor.
Lourival é pastor da IPDA e genro do fundador, David Miranda, e na resposta falou em nome não só da denominação que pertence como também em nome dos assembleiano que se sentiram ofendidos pelas palavras da missionária.
“Tem igreja que não serve pra nada a não ser para criar confusão”, disse o pastor durante um culto de terça-feira, 16, que foi transmitido pela rádio da IPDA.
Ele questiona os presentes sobre o porquê que falam que na Deus é Amor não pode tomar banho com sabonete. “Eu simplesmente acho que por alguma razão algumas pessoas não gostam que as pessoas venham na Deus é Amor porque se vierem vão gostar”, disse ele que também chamou a atenção para o fato das pessoas “que parecem ser povo de Deus” que ficam atacando o povo de Deus.
“Aqui na nossa igreja a gente prega contra o pecado, a gente não prega contra o sabonete”, respondeu o pastor que resolveu contar sobre a vida da missionária, dizendo que por muito tempo ela “enganou” os assembleianos.
Lourival também resolveu se pronunciar sobre o homossexualismo, dizendo que a homofobia sempre foi crime, mas que na Deus é Amor não é a favor da violência contra ninguém, e foi enfático ao dizer não haverá um culto só para os gays. “Aqui na igreja Deus é amor nunca vai ter isso [culto gay]“.
“Se biblicamente nós entendemos que uma coisa é pecado, não significa que ela seja crime”, disse o genro de David Miranda que exemplificou falando sobre a traição que deixou de ser crime no Brasil.
“Nós não temos do que nos envergonhar, se você não usava sabonete porque a mulher lésbica falou, pode usar”, disse o pastor encerrando o assunto.
Ouça:

Fonte: Gospel Prime

Cirurgia em Ricardo Gomes é um sucesso, mas técnico segue em estado grave

RIO - Foi um sucesso a cirurgia de aproximadamente três horas realizada no técnico do Vasco, Ricardo Gomes, na noite deste domingo para drenar o sangue derramado e controlar a pressão sanguínea no cérebro. O treinador passou mal durante o segundo tempo do clássico entre Vasco e Flamengo, deixou o gramado em uma ambulância e foi atendido no centro médico do Engenhão, antes de ser transferido para o Hospital Pasteur, no Méier, em estado gravíssimo. Ricardo Gomes sofreu um acidente vascular encefálico hemorrágico.
O hematoma foi drenado, mas o treinador continua entubado, em estado grave, no Centro de Tratamento Intensivo. De acordo com o médico do Vasco, Clovis Munhoz, as próximas 72 horas determinarão se o técnico ficará com sequelas.

Fonte . Agência O Globo
Via Gritos de Alerta

Marcha para Jesus Atrai Cerca de 5 Mil em Bauru

Marcha para Jesus em sua 17.ª edição que ocorreu em Bauru atraiu cerca de 5 mil fiéis, neste sábado.
A marcha teve início na Praça Rui Barbosa e seguiu o trajeto pela avenida Nações Unidas profetizando as mensagens de fé pela cidade.
A marcha aconteceu na véspera da Parada da Diversidade que ocorre neste domingo (28) à tarde, na Nações Unidas.
Para o presidente do Conselho de Pastores de Bauru, Ubiratan Cássio Sanches, a realização da marcha ocorrendo no mesmo fim de semana da Parada da Diversidade, não é competição, o interesse é abençoar a cidade.
“São eventos diferentes”, disse. “A competição não faz parte do nosso interesse. Queremos abençoar a cidade”, pregou ele no início da passeata.
Segundo o pastor Bira, como é conhecido, a orações dos fiéis abençoariam a cidade.
Os participantes da marcha caminharam com as mãos ao som de música gospel.
O prefeito da cidade, Rodrigo Agostinho (PMDB) esteve presente na passeata e também ergueu seus braços para orar junto com os pastores.
Os pastores abençoaram o prefeito e desejaram que a “chave” de Bauru seja entregue a Jesus.
“é o ano do crescimento”, anunciava um líder evangélico durante a marcha.
Outros presentes na Marcha incluíram os vereadores Roberval Sakai (PP), que também é pastor evangélico, e o católico Fernando Mantovani (PSDB).

Exposição que mostra pedofilia e zoofilia provoca bate boca entre deputados

Não foi só nas redes sociais que a mostra “QueerMuseu” gerou debates e bate boca. Na noite desta terça-feira (12) o assunto foi amplam...