sábado, 13 de agosto de 2011

Jesus Vida Verão 2012 em Itapetinga - Bahia


A edição do Jesus Vida Verão 2012 em Itapetinga tem tudo pra ser a melhor de todos os tempos, os organizadores pretendem bater o record de públicos das edições anteriores e trazer 3 atrações de renome nacional.

1 - Quase tudo certo com o baiano cantor Lázaro, já bem conhecido dos itapetinguenses, pois já esteve cantando no mesmo evento nas edições anteriores

2 - Em negociação com a principal cantora gospel do momento à Aline Barros. (orem por esse propósito)

3 - Já confirmado a Banda Som & Louvor com o Forró da cidade de Fortaleza - CE-
Irá se apresentar no dia 28/01 às 20h00







Sociedade está endeusando os homossexuais, afirma Apolinario


Carlos Apolinário para Folha
Em Paulo Lopes

Não é verdade que a criação do Dia do Orgulho Hétero incentiva a homofobia. Com a aprovação da lei, meu objetivo foi debater o que é direito e o que é privilégio.

Muitos discordam do casamento gay e da adoção de crianças por homossexuais, mas lutar por isso é direito dos gays. Porém, ao manterem apenas a Parada Gay na avenida Paulista, estamos diante de um privilégio. Com privilégios desse tipo, a sociedade caminha para o endeusamento dos homossexuais.

Parece exagero, mas é disso que se trata quando a militância gay tenta aprovar no Congresso o projeto de lei nº 122, que ameaça a liberdade de imprensa. Se essa lei for aprovada, caso um jornal entreviste alguém que fale contra o casamento gay, poderá ser processado.

Os líderes do movimento gay querem colocar o homossexualismo acima do bem e do mal. E mais: se colocam como vítimas de tudo.

Dá até a impressão de que, em todas as ruas do Brasil, tem alguém querendo matar um gay. Dizem que a cada 36 horas um gay é assassinado no país apenas por ser gay.

De onde vem essa estatística? De algum órgão público? Com certeza, não. Os números apresentados não têm comprovação; por isso, desconfio de sua veracidade.

O que vem acontecendo é que, quando matam ou agridem um heterossexual, não se faz nenhuma menção sobre a sua condição sexual. Se for um gay, a própria mídia diz: mais um gay foi assassinado, independentemente dos motivos e das circunstâncias do crime.

Em fevereiro, seis jovens espancaram um homem perto da Paulista. Na mesma época e na mesma região, quatro jovens agrediram outros três. A repercussão dos casos foi diferente. O primeiro teve pouco destaque. Já a agressão aos jovens é até hoje noticiada como exemplo de intolerância. No primeiro caso, a vítima apanhou por ser nordestina.

No segundo, porque foram consideradas homossexuais. São dois pesos e duas medidas.

Quase todos os dias, ouço os representantes dos gays dizerem que são discriminados. Confesso que não tenho visto por parte da sociedade essa discriminação contra a figura humana do gay. Pelo contrário.

Vejo nas novelas e na imprensa um tratamento especial dos gays.

Na verdade, o que eles chamam de discriminação é a reprovação da sociedade contra os excessos cometidos em público. Alguns se acham no direito de se excederem em público, e ninguém pode falar nada.

É o caso de dois gays que se beijaram num restaurante de forma ostensiva: o garçom pediu moderação e, depois, 20 casais gays entraram no estabelecimento e fizeram um "beijaço" em protesto.

Isso deixa claro que os movimentos gays querem impedir qualquer manifestação contrária a seu comportamento. Podemos, democraticamente, falar mal do casamento hétero e criticar políticos, padres, pastores e igrejas, só não podemos dar opinião sobre o homossexualismo e o comportamento dos gays.

O fato é que a sociedade está acuada diante do ativismo gay. Devemos combater a homofobia, mas não podemos esquecer que tão grave quanto a homofobia é a heterofobia. Esse é o debate que levantei ao aprovar o Dia do Orgulho Hétero, pois meu objetivo foi protestar contra privilégios e excessos praticados pelos gays.

Sempre respeitarei a figura humana do gay, pois, como cristão, respeito o livre-arbítrio. Mas a sociedade precisa acordar, e não pode aceitar calada que, sob pretexto de buscar direitos, seja criada uma classe especial de pessoas, os intocáveis que hasteiam a bandeira gay e que quebram o mastro da bandeira da democracia.




Carlos Apolinario é vereador em São Paulo pelo DEM e autor da lei que cria o Dia do Orgulho Heterossexual.

1º CONGRESSO DE LOUVOR E DANÇAS

Congresso de Adoração


 

Endereço: Av. Paris 1061, Praia do Morro, Guarapari/ ES
Hospedagem e valor: Pousada Shalom no Bairro Santa Mônica. Serão R$20,00 o pacote de 03 diárias (sexta à domingo). Não Inclui alimentação.
Reservas de hospedagem e informações: (27) 3262-2587 / 9771-5393 - Falar com Kensley ou Lígi

Restaurando a unção de Deus em sua vida

 A crise da sociedade atual é querer ter êxito através de seus recursos, sem Deus. Elias mostra-nos através do seu exemplo como devemos agir.

1 - V. 30 - Elias tinha uma unção especial de restauração - ele chamou o povo a si e somente quando o povo se achegou a ele, o altar do Senhor foi restaurado.
- Sem comunhão não há restauração.
- Precisamos juntamente com a nossa família restaurar o altar na nossa casa, através da adoração e vida em santidade.
- A visão celular tem uma unção específica de restauração.

2 - V. 31 - Elias tomou doze pedras, conforme o número das tribos de Israel.
- As pedras representam o trabalho celular.
- As doze pedras representam a visão celular no governo dos doze.
- A restauração somente veio através da representação do governo.
- Elias não tomou um número aleatório de pedras. “Tomou doze pedras”.

3 - V. 33 - Elias preparou a lenha.
- Lenha fala acerca da cruz de Cristo.
- O Encontro com Deus fala da cruz.
- Todos os nossos problemas foram resolvidos na Cruz do calvário.
- As enfermidades, tristezas, derrotas, divisões, separações, misérias, vícios e toda escravidão o messias já levou sobre si no Calvário.

4 - V. 34 - Enchei de água quatro cântaros.
- Fala da restauração da Escada de Sucesso.
- Quatro cântaros - quatro degraus (ganhar, consolidar, discipular e enviar).
- A Igreja Celular é um projeto organizado.
- A água fala da Palavra de Deus.
- A Igreja Celular é caracterizada pelo ensino da palavra (é uma igreja bíblica).
- Por três vezes derramaram a água - fala do Pai, Filho e Espírito Santo.

5 - V. 38 - À volta da Unção - presença do Espírito Santo.
- A unção de Elias flui em cada Encontro, que faz parte da consolidação.
- Quando cumprimos os passos da Visão Celular, a Unção se faz presente.
- Elias tinha um objetivo, fazer o povo voltar a Deus (v. 21).
- Ele sabia que precisava do Espírito Santo para restaurar a nação.
- A Visão Celular não é baseada em técnicas e sim na Unção.
- Somente o Espírito Santo convence o povo do pecado da justiça e do juízo (Jo 16.8).
- Podemos ter profundo conhecimento da visão. Porém, sem a Unção e o governo estabelecido não teremos a multiplicação.

Conclusão: V. 39 - “O que vendo todo o povo, caiu sobre os seus rostos e disse:” só o Senhor é Deus!

ja Católica da Colômbia é condenada a pagar US$ 240 mil por pedofilia

Um tribunal colombiano condenou a Igreja Católica desse país a pagar 430 milhões de pesos (240.000 dólares) aos pais de dois menores abusados por um sacerdote condenado e preso por esse caso, em uma sentença sem antecedentes, informou um líder católico à AFP nesta quarta-feira.
A sentença foi proferida pelo tribunal superior da cidade de Ibagué contra a diocese das cidades de Líbano e Honda, departamento de Tolima (centro), lideradas pelo sacerdote Luis Enrique Duque Valencia, de 65 anos, que cumpre pena de 18 anos de prisão.
O sacerdote foi condenado pelo crime de abuso sexual contra duas crianças que tinham 7 e 9 anos em 2007, quando ocorreram os crimes.
As crianças são filhos de uma família deslocada pela violência no país, e que foram acolhidos pelo sacerdote por conta da pobreza dos pais.
A sentença foi apelada diante da Corte Suprema de Justiça porque a Igreja Católica colombiana considera que o caso já foi judicializado com a condenação contra o sacerdote, e a Igreja como instituição não poderia responder pelo caso particular de um de seus membros, disse o monsenhor Juan Vicente Córdoba.
“O padre já foi castigado e não há uma relação contratual entre ele e a Igreja. A relação não é trabalhista e sim espiritual. É um caso privado pela conduta pessoal”, afirmou o secretário-geral da Conferência Episcopal da Colômbia em suas declarações à AFP.
Apesar de a Justiça da Colômbia já ter condenado diversos sacerdotes por diferentes casos de pedofilia, esta é a primeira vez que a Justiça colombiana profere uma decisão contra a Igreja Católica como instituição.
Fonte: D24am

Deputados evangélicos criam projeto para proibir governo de financiar propostas pró-gays


Deputados evangélicos criam projeto para proibir governo de financiar propostas pró-gays
Objetivo é evitar que o Governo brasileiro ´seja controlado por grupos minoritários que queiram impor a sua visão de mundo`

A Câmara analisa o Projeto de Lei 733/11, dos deputados Marcelo Aguiar (PSC-SP), Lauriete (PSC-ES) e Acelino Popó Freitas (PRB-BA), que proíbe o poder público de apoiar segmentos sociais específicos por meio de conteúdo de ensino que afronte valores familiares.

O projeto também proíbe o governo de veicular publicidade oficial e promover ações culturais com conteúdo discriminatório (que resulte em distinção entre brasileiros ou preferências entre si), assim como a concessão de auxílio a entidade que queira promover ações discriminatórias.

O deputado Marcelo Aguiar afirma que o projeto busca evitar que o Governo brasileiro “seja controlado por grupos minoritários que queiram impor a sua
visão de mundo que não se coaduna com a preservação da família e com a tolerância para quem quer exercer a sua integral individualidade nos limites traçados pela Constituição”. Ele critica, por exemplo, a “exaltação de comportamento sexual contrário aos bons costumes” em escolas frequentadas por crianças.

Pela proposta, o descumprimento da lei enquadrará o agente público em ato de improbidade administrativa (Lei 8.429/92), com penas que vão de multa a perda da função pública

Falsos Mestres


No fim do capítulo um, Pedro disse que os profetas do Velho Testamento foram movidos (guiados) pelo Espírito Santo. Contudo, ele observa no capítulo 2 que havia falsos profetas (homens declarando falsamente estarem falando por Deus) no meio do povo de Israel e haverá falsos mestres entre os cristãos. É claro que estes falsos mestres são cristãos que decaíram do Senhor. Eles negam que o Senhor os resgatou do pecado (2:1). Infelizmente, outros discípulos serão enganados por eles e os seguirão (2:2-3). Pedro escreve que estes faltos mestres certamente serão punidos pelo Senhor (2:1,3,9-10,12,17).

Para que ninguém pense que estes falsos mestres podem per-manecer escondidos no meio da igreja, Pedro afirma a capaci-dade do Senhor para separar os justos dos injustos, punindo os injustos e preservando os retos (2:4-9). Para ilustrar este ponto, Pedro cita os exemplos de anjos que pecaram (2:4; veja também Judas 6), Noé e sua família (2:5) e Ló (2:6-8). Os anjos rebeldes estão reservados para o julgamento. Noé e sua família foram salvos do dilúvio enquanto o resto da humanidade foi afogada. Ló foi resgatado de Sodoma, mas a cidade inteira foi completamente destruída. Pedro é cuidadoso ao notar a retidão de Noé e Ló.

Pedro descreve o caráter destes falsos mestres. Eles são arrogantes e não têm respeito pela autoridade (2:10,18). Eles são indivíduos gananciosos, tirando lucro financeiro dos seus "discípulos" (2-3S "movidos por avareza, farão comércio de vós"; 2:14S "tendo coração exercitado na avareza"; 2:15S seguiram no erro de Balaão que queria lucrar amaldiçoando Israel). Além disso, eles são culpados de imoralidade (2:10S "imundas paixões"; 2:13S "sua luxúria carnal"; 2:14S "tendo os olhos cheios de adultério").

Pedro descreve vivamente a situação daqueles que deixam Cristo e retornam ao mundo. Eles se tornam escravos da corrupção (2:19). O último estado destas pessoas (mais uma vez enredados no pecado) é pior do que o primeiro. Tendo sido libertados da corrup-ção do mundo através do seu conhecimento de Cristo, se retornam a estas contami-nações, eles são com-paráveis ao cão que retorna para comer seu próprio vômito e o porco lavado que retorna ao lamaçal (2:20-22). Que mais tem o evangelho para oferecer àqueles que rejeitaram Jesus Cristo? Absolutamente nada!

Exposição que mostra pedofilia e zoofilia provoca bate boca entre deputados

Não foi só nas redes sociais que a mostra “QueerMuseu” gerou debates e bate boca. Na noite desta terça-feira (12) o assunto foi amplam...