terça-feira, 9 de agosto de 2011

Devido a onda de criminalidade, milhares de pessoas se juntam para orar por Londres


No último final de semana uma série de saques e atos violentos tem aterrorizado a capital inglesa
Devido a onda de criminalidade, milhares de pessoas se juntam para orar por Londres
Nos últimos três dias uma onda de ataques tem horrorizado moradores de Londres, na Inglaterra, e também de todo o mundo. Grupos de jovens mascarados destruíram lojas e restaurantes e atearam fogo a carros, prédios, pontos de ônibus e até delegacias.
Diante desse cenário, milhares de pessoas resolveram se juntar para limpar a cidade. No Twitter chegaram a criar uma conta chamada @riotcleanup (ou limpeza depois do distúrbio, em tradução livre), que já atraiu mais de 18 mil seguidores em poucas horas. Eles se organizarão em equipes para reorganizar os bairros que foram atingidos.
Quem não pode ajudar pessoalmente está colaborando intercedendo pelos moradores e pelas autoridades para que elas consigam conter o distúrbio. No microblog milhares de mensagens com a hashtag #prayforlondon foram postadas, fazendo com o tema entrasse para os mais comentados em todo o mundo. Inclusive brasileiros estão participando desta campanha.

Entenda

Os primeiros confrontos entre jovens e policiais ocorreram no sábado, 6, em Tottenham, no norte de Londres. Mas no fim de semana os ataques começaram a acontecer também em outros bairros e até mesmo outras cidades.
Alguns desses bairros atingidos pelos tumultos são de minorias étnicas, com alto índice de criminalidade e desemprego. Mas também houve ocorrências em bairros com moradores de maior poder aquisitivo, regiões onde diversos saques foram registrados.
Alguns moradores de regiões atingidas afirmam que o clima de frustração e desemprego pode ter passado a ser o principal motivo dos vandalismos, saques e conflitos que se reproduziram ainda em outras cidades inglesas.
O governo está organizando operações para conter os distúrbios, prender os culpados e tentar reorganizar as cidades.


Fonte: Gritos de Alerta
Com informações G1

Marta em seu inferno astral

 

A senadora Marta Suplicy (PT-SP) vive uma espécie de inferno astral. Assiste à investida organizada de Lula contra a sua pré-candidatura à Prefeitura de São Paulo. Setores da imprensa paulistana, de um modo que beira o descaramento, adotaram o nome de Fernando Haddad - o preferido de Lula - a céu aberto. Acham que o leninista engomadinho é uma “novidade” - para o fim do século 19, quem sabe…
Nesta terça, Marta viu-se em palpos de aranha. Um dos presos pela Polícia Federal (ver posts abaixo) é Mário Moysés, que foi seu braço-direito e é seu aliado. Leiam o que informa Rosa Costa no Estadão Online. Volto em seguida:
A senadora Marta Suplicy (PT-SP) se recusou nesta terça-feira, 9, a comentar a prisão de seu ex-chefe de gabinete e assessor de campanha Mário Moysés, juntamente com 37 outros servidores do Ministério do Turismo, acusados de envolvimento num esquema de desvio de verbas públicas. A senadora tentou se proteger do assédio de jornalistas durante toda a tarde. Ela chegou a assumir o comando da Mesa no plenário e dali só se retirou para ceder o lugar ao presidente José Sarney (PMDB-AP). Sem dar tempo de ser abordada, Marta dirigiu-se ao banheiro, onde ficou por vários minutos. Quando saiu, abordada pelos repórteres, nada respondeu, dirigindo-se à mesa do plenário, como se não tivesse ouvido as perguntas sobre o seu relacionamento com Mário Moysés, tido como homem da sua confiança.
Os assessores da senadora chegaram a procurar uma alternativa para Marta deixar o plenário sem ser vista. Eles queriam que ela utilizasse o chamado “buraco da taquigrafia”, mas como o local está em obras, a ideia foi vetada pela Polícia do Senado. Marta ocupou as horas que passou no plenário navegando no computador e procurando ignorar o discurso provocativo do senador Mário Couto (PSDB-PA). Da tribuna, ele acusou o PT de ter piorado a corrupção no País. “Este País não era tão corrupto antes do PT, essa é a grande realidade”, afirmou o tucano.
Comento
O principal argumento dos que bombardeiam a candidatura de Marta no PT é o seu passivo, vamos dizer, relacional! Lula está entre aqueles que acreditam que a rejeição acaba inviabilizando-a. A esse fator, soma-se agora o risco de um passivo ético que estará fresquinho na memória do eleitor.
Por Reinaldo Azevedo

Fé em Deus pode melhorar a qualidade de vida, diz pesquisa


Fé em Deus pode melhorar a qualidade de vida, diz pesquisa
Estudo mostra ainda que 93% dos americanos acreditam em Deus

No último fim de semana a pesquisa do Hospital McLean foi publicada no "Journal of Clinical Psychology" e apresentada no encontro anual da Associação Americana de Psicologia. O estudo mostra que “quem acredita em um Deus benevolente se preocupa menos com as incertezas da vida do que aqueles que creem em uma religião cheia de punições”.

Os médicos responsáveis pela pesquisa acreditam que a crença dos pacientes deve ser mais considerada em seus regimes de tratamento e pedem que os profissionais de saúde as integrem para acelerar a recuperação.

"Muitos não estão preparados para perceber como a fé pode contribuir para os estados afetivos e integrar estes temas ao tratamento de forma sensível", diz o coordenador do estudo, David H. Rosmarin.

A pesquisa tem dados de dois estudos: um deles questionou 332 indivíduos, incluindo cristãos, a partir de sites e organizações ligadas ao cristianismo. O outro pesquisou 125 pessoas em organizações judaicas, mostrando um programa de áudio e vídeo concebido para aumentar a confiança em Deus.

Os pesquisadores constataram que aqueles que acreditavam em um Deus protetor eram mais confiantes. Enquanto a confiança aumentava, clínica e estatisticamente diminuíam as incertezas, preocupações e estresse.

O estudo mostra ainda que 93% dos americanos acreditam em Deus e que 50% deles consideram a religião muito importante em suas vidas.

"Existem evidências que indicam que muitas áreas da espiritualidade e da religião podem prever o funcionamento psicológico, mas os profissionais de saúde sequer perguntam sobre as crenças das pessoas. É uma loucura, nem perguntamos, não somos treinados para isso. Mas é importante", destaca o pesquisador.


Fonte: O Globo / Redação CPAD News

O QUE FAZER PARA QUE MINHA ORAÇÃO SEJA OUVIDA


Blog de estudosbiblicos :Estudos Bíblicos, O QUE FAZER PARA QUE MINHA ORAÇÃO SEJA OUVIDA
(4 PASSOS PARA ATINGIR O CORAÇÃO DE DEUS)
Lc. 1:13 a
Mas o Anjo lhe disse: Zacarias, não temas porque tua oração foi ouvida.
2 Crônicas 7:14
A Bíblia diz sabiamente que os ouvidos de Deus não estão agravados para que não possa nos ouvir (Is 59:1b), sim é verdade, Ele está pronto para nos ouvir a qualquer momento que clamarmos por Ele, porém Ele nos fala em um sentido mais intimo: Eu ouvirei dos céus! Quando Deus fala que ouvirá a nossa oração, não se refere apenas de ouvir o som das nossas palavras, mas fala de senti-las, de tomar parte do nosso sofrimento, de dividir conosco as nossas dores e aflições e principalmente de responder em tempo oportuno e de maneira eficaz tudo que pedimos.
Sua mão está sempre pronta para nos salvar, mesmo nos piores momentos da nossa vida. (Is 59:1ª).
No entanto precisamos ter alguns requisitos para que nossa oração chegue até o coração
De Deus e no texto destacado podemos conferir quais são esses requisitos:
1- Humilhação. Precisamos nos humilhar diante de Deus, reconhecendo que Ele é senhor e nós servos e que dependemos dEle em tudo, como fez aquele publicano (Lucas 18:13) - O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador!
2- Oração. A oração sempre vem depois da humilhação, antes é necessário estarmos quebrantados diante de Deus, como fez Ana, mãe de Samuel: (I Samuel 1:10) -Ela, pois, com amargura de alma, orou ao SENHOR, e chorou abundantemente.
3- Buscar a face do senhor. Precisamos buscar a Deus com todas as nossas forças, chegar próximo dEle, para podermos receber a Sua graça. (Jeremias 29:13) - E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração.
4-Arrependimento. Quando nos arrependemos diante do Senhor ele imediatamente nos atende, pois Deus jamais despresará um coração arrependido. (Salmos 51:17) - Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.
Deus ouviu a oração de Zacarias, ouviu a oração de Daniel. (Dn. 10:12), ouviu a oração de Ana! Ele também ouvirá a tua oração, quando orares obedecendo a esses requisitos. (Jó 22:27a) - Orarás a ele, e ele te ouvirá.

PREPARANDO-SE PARA O GRANDE ENCONTRO


(MT. 25. 1-13)1Então, o Reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo. 2E cinco delas eram prudentes, e cinco, loucas. 3As loucas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo. 4Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas. 5E, tardando o esposo, tosquenejaram todas e adormeceram. 6Mas, à meia-noite, ouviu-se um clamor: Aí vem o esposo! Saí-lhe ao encontro! 7Então, todas aquelas virgens se levantaram e prepararam as suas lâmpadas. 8E as loucas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam. 9Mas as prudentes responderam, dizendo: Não seja caso que nos falte a nós e a vós; ide, antes, aos que o vendem e comprai-o para vós. 10E, tendo elas ido comprá-lo, chegou o esposo, e as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas, e fechou-se a porta. 11E, depois, chegaram também as outras virgens, dizendo: Senhor, senhor, abre-nos a porta! 12E ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo que vos não conheço. 13Vigiai, pois, porque não sabeis o Dia nem a hora em que o Filho do Homem há de vir.
INTRODUÇÃO:
Jesus compara o evento da sua segunda vinda a uma alegre procissão de casamento, exemplificando a necessidade do preparo para a sua volta, em ambos os eventos os não preparados não podem entrar.
CONTEXTO:
Um casamento Judeu era sempre precedido de um ritual, isso gerava uma certa expectativa nos participantes que tinham que se preparar com antecedência, todos os passos eram ensaiados várias vezes para que nada desse errado, pois o casamento em si dependia muito desse ritual. Algumas virgens eram selecionadas para serem acompanhantes da noiva, geralmente eram suas amigas, enquanto que alguns amigos do noivo também eram convidados para acompanhá-lo. No dia do casamento a noiva ficava em uma casa com as virgens, suas amigas, preparadas e adornadas, munidas de lâmpadas e azeite. O noivo ficava em outro lugar com os seus amigos e em um certo momento saiam para buscar a noiva com as suas acompanhantes. Todos levavam lâmpada e azeite, era parte do ritual durante todo o percurso as lâmpadas permanecerem acesas, em nenhum momento poderiam apagar-se, e muitas vezes o percurso era longo e para manter as lâmpadas acesas era necessário azeite de reserva. Depois de andar por todo o percurso de ida com as lâmpadas acesas o noivo com os seus amigos chegavam ao lugar onde a noiva com as suas amigas estavam a esperar, então se dava o encontro só que quando o percurso era longo os homens gastavam uma grande parte do seu azeite, então era responsabilidade das mulheres iluminarem o caminho de volta. Após o encontro, o noivo levava a noiva e todos os seus amigos juntos para o evento principal que era a cerimônia de casamento. Porém quando eles entravam na casa para festejarem as portas se fechavam e depois disso qualquer outro que chegasse seria considerado indigno ou não convidado.
ALGUMAS COMPARAÇÕES QUE PODEMOS FAZER:
  • A quem se comparam as virgens? São comparadas com os crentes de hoje. (ALGUNS PRUDENTES, ALGUNS NEGLIGENTES)


  • A quem se compara o noivo? O noivo é Cristo que vem buscar a sua noiva, a igreja, e aqueles que acompanharão deverão estar preparados.


  • O que é o azeite? O azeite é a reserva do crente, assim como as virgens precisavam de azeite além das lâmpadas acesas, o crente precisa ter algo a mais. Não basta apenas ser crente, tem que estar preparado. É o agir do espírito Santo, não a manifestação, como muitos dizem, mas as obras que realizamos através dEle.
QUAIS AS LIÇÕES QUE APRENDEMOS?
1º lugar- Todos teremos um encontro com Jesus: (II Corintios 5:10) Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal. A maneira se Dará o encontro é nisso que devemos pensar.
2ºlugar- Não devemos apenas esperar o dia do encontro, mas prepararmo-nos para esse dia. V. 4. (II Corintios 11:2,3) Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo. Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo.
3ºlugar- O fato de parecer tardia a vinda de cristo, não quer dizer que ele não venha mais, assim como o noivo ele virá numa hora em que ninguém estará esperando, por isso não devemos ficar descuidados, devemos ter sempre a expectativa que ele breve virá! V. 5 – 10. (Apocalipse 16:15) Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas.
4ºlugar- Estar preparado para o encontro com Jesus implicará em subir com ele na sua vinda e entrar pela porta antes que ela se feche. Não estar preparado implicará em ficar de fora, não subir com ele e ter que bater na porta depois.V.11.( Lucas 13:25-27) Quando o pai de família se levantar e cerrar a porta, e começardes, de fora, a bater à porta, dizendo: Senhor, SENHOR, abre-nos; e, respondendo ele, vos disser: Não sei de onde vós sois; Então começareis a dizer: Temos comido e bebido na tua presença, e tu tens ensinado nas nossas ruas. E ele vos responderá: Digo-vos que não sei de onde vós sois; apartai-vos de mim, vós todos os que praticais a iniqüidade.
CONCLUSÃO:
É fato sim que todos um dia hão de encontrar-se com Jesus, mas em que ordem se dará esse encontro? Como você quer se encontrar com Ele? Nas nuvens ou mediante o Seu tribunal para ser julgado? Para receber galardão ou punição? Para festejar ou lamentar?... Hoje você pode começar a definir a como se dará o seu encontro com Jesus! (Mateus 10:32-33)Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus.Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus.

Amigo homossexual Vereador Môa defende evangélico Magno Malta que afirma: “Banalizaram o termo homofobia”

Amigo homossexual Vereador Môa defende evangélico Magno Malta que afirma: “Banalizaram o termo homofobia”O verador transexual Môa saiu mais uma vez em defesa dos ideais do senador Magno Malta, presidente da Frente Parlamentar Mista Permanente em Defesa da Família Brasileira, com relação ao tema da homofobia.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelColegas de partido, Môa afirmou durante a apresentação da nova executiva regional do PR (Partido da República), realizada nesta segunda-feira (01), em Vitória, Espírito Santo, que o Brasil não é um país homofóbico e que os casos de violência física contra homossexuais são isolados.
“Já passamos da fase da violência física contra os homossexuais, existem casos isolados, mas a comunidade, mesmo com intolerância e discriminação, tem tratado o movimento LGBT dentro do debate político democrático”, esclareceu o vereador transexual.
A reunião que apresentou a nova executiva regional do PR foi presidida pelo senador evangélico Magno Malta, que aproveitou para falar contra o Projeto de Lei 122, denominada ‘Lei Alexandre Ivo’ e que está com os dias contados e deve ter o texto mudado mais uma vez, segundo o senador.
Segundo Malta a nova lei “vai tratar a intolerância e o preconceito no mais amplo sentido como crime. Pobre não pode ser discriminado pelo rico, o obeso não pode ser objeto de deboche, basta de atitude machista contra a mulher e temos que abolir de vez todo preconceito racial, religioso e de classe social do dia-a-dia do brasileiro”.
O senador evangélico comparou o respeito com o amor colocando-os como sinônimos e disse estar convencido de que o termo “homofobia” foi banalizado.
“Respeito e amor são sinônimos. Só podemos amar o próximo como a si mesmo respeitando o livre arbítrio de cada cidadão. Assim, estou convencido que banalizaram o termo homofobia e deixaram de foco a verdadeira raíz da discriminação e do preconceito. Respeito Môa como um irmão, do jeito que ele é, mesmo tendo opinião pessoal sobre o tema polêmico”, afirmou Magno Malta.
O senador criticou também a decisão do Supremo Tribunal Federal, apontando para os índices de pesquisa obtidos pelo Ibope, que apontou que 55% dos brasileiros não aceitam a união estável de casais do mesmo sexo.
Para Magno, houve um desrespeito com a família, ao se aprovar um texto polêmico sem antes consultar a opinião pública.
Fonte: The Christian Post

Justiça nega ação contra sino da Igreja Luterana

Na cidade turística de Nova Petrópolis (RS), improcedência da ação movida por morador. Sinos liberados para badalar durante as madrugadas na serra gaúcha.

Proposta de decisão do juiz leigo Josué Drechsler, homologada pela juíza (substituta) Marisa Gatelli pôs fim, em primeiro grau de jurisdição, a uma ação movida pelo técnico em manutenção Walter Ricardo da Cunha Freese, que pretendia o silêncio noturno dos sinos do relógio da Igreja Luterana de Confissão Luterana do Brasil, estabelecida na cidade de Nova Petrópolis (RS), na serra gaúcha.

A demanda tramita desde o dia 7 de fevereiro deste ano.

A conclusão do julgado foi pela improcedência dos pedidos. Cabe recurso às Câmaras Recursais Cíveis dos JECs do RS.

No mês passado, a Câmara de Vereadores do município havia aprovado por unanimidade um manifesto que declara o autor da ação como "persona non grata" - algo inédito ali na acolhedora cidade turística gaúcha.

Walter quer acabar, diminuir ou regrar os sons dos sinos e do relógio da Igreja Luterana de Nova Petrópolis e pede uma reparação financeira pelo dano extrapatrimonial que vem sofrendo.

O manifesto da Câmara de Vereadores apresentou "votos de repúdio pela atitude de ofensa aos princípios históricos e culturais do povo de Nova Petrópolis, ao tentar, através (sic) de uma ação movida contra a IECLB, cobrar indenização por danos morais devido ao som emitido pelo sino e pelo relógio da igreja, atentando assim contra a liberdade de manifestação religiosa".

Na ação cível, o autor Walter Freese ressaltou que a Patrulha Ambiental da Brigada Militar confirmou a irregularidade no volume dos sons emitidos pelos sinos e relógio, e afirmou que os vereadores estavam indo contra a polícia. "Político fica do lado da maioria, do lado de quem vai lhe eleger", salienta.

O cidadão referiu estar orgulhoso pela iniciativa, pois cerca de 200 pessoas são prejudicadas com o volume e frequência dos sinos e relógio. "Quero ajudar a manter o silêncio e a tranquilidade da cidade", diz.

O autor da ação - que não está assistido por advogado - sustentou que o som dos sinos ultrapassa o limite permitido - a lei estadual n° 13.085 estabelece que a propagação sonora de templos não pode ultrapassar 80 decibéis em zona comercial e 75 em zona residencial, e à noite (entre 22 e 6 horas), no máximo 70 e 65 decibéis para cada uma das respectivas áreas.

Se a ação fosse julgada procedente, o valor indenizatório seria doado ao Corpo de Bombeiros Comunitários. O valor pedido na inicial foi de R$ 10.800. A decisão ainda não foi publicada.

Fonte: OBV

DIGA NÃO AO ABORTO!!

Não aceite o Plano de Direitos Humanos do PT. Não vote no PT.
Diga NÃO ao aborto no Brasil.
NÃO , ABORTO NÃO

 



A nomeação da professora Flávia Piovesan

para o Supremo Tribunal
Federal, além de contribuir notavelmente para a promoção do aborto
como direito humano, contribuirá principalmente para o agravamento do
ativismo jurídico por parte do STF.

Entende-se por ATIVISMO JUDICIAL a tendência, cada
vez mais institucionalizada e instrumentalizada, para que o Poder
Judiciário interfira nas atribuições do Poder Legislativo e, sem
nenhum controle por parte do povo, legisle como um poder superior ao
próprio Legislativo. Nos últimos dez anos os juristas brasileiros
tem sido doutrinados para considerar o ativismo judicial como um
aperfeiçoamento das instituições democráticas, mas na verdade
trata-se de uma nova forma de ditadura exercida, desta vez, por parte
do judiciário, já em estado adiantado de implantação na União
Européia.

Se o ativismo judicial é confundido com um progresso para as
instituições democráticas é porque as ditaduras, de modo geral, em
seus inícios, são formas de governo mais eficientes do que as
democracias, e nisto são muitos os que tem razão quando defendem o
ativismo judicial, mas estes mesmos esquecem-se que posteriormente a
conta que deverá ser paga pelo povo revelar-se-á excessivamente
alta. É lição conhecida por todos como Hitler e Mussolini foram,
em suas épocas, entusiasticamente aplaudidos por terem sabido tirar a
Alemanha e a Itália da miséria, para em seguida submergiram o mundo
na mais sangrenta de todas as guerras.

A Fundação Ford, a ONU e o CLADEM, contra todas as
evidências mais claras da ciência e do senso comum, consideram que o
aborto é um direito humano das mulheres, que os que defendem a vida
humana antes do nascimento devem ser acusados de violadores dos direitos
humanos e de uma legislação internacional inexistente, e que a
prática do aborto deve ser imposta a todo o mundo.

A Fundação sabe que o aborto não pode ser imposto, pelo menos no
mundo ocidental, pela simples força bruta. Mas não é necessário
impô-lo pela força bruta, inclusive porque há meios muito mais
eficientes, que já estão sendo amplamente utilizados. De fato,
estimava-se que, durante os anos 70, o planejamento familiar, a
esterilização e o aborto impediram o nascimento de um bilhão de
pessoas. Verificou-se que as taxas de natalidade haviam diminuído,
mas descobriu-se também que estas haviam-se nivelado em um patamar
que ainda favoreciam um rápido e contínuo crescimento populacional
mundial. Diante destes dados, segundo pode-se constatar pela leitura
do relatório programático intitulado "SAÚDE
REPRODUTIVA, UMA ESTRATÉGIA PARA OS
ANOS 90", a Fundação Ford estimou que para alcançar-se o
crescimento zero seria necessária uma redução da natalidade para a
qual a oferta de serviços médicos poderia contribuir no máximo com
40%, enquanto que os restantes 60% somente poderiam ser
alcançados mediante alterações sociais: as pessoas deveriam ser
motivadas a não desejar ter filhos, e este não era um problema que
pudesse ser resolvido pela classe médica, mas pelos cientistas
sociais. O relatório apresentado pela Fundação em 1990
propunha, por este motivo,

1. RECONCEITUALIZAR A SAÚDE E A DOENÇA
NÃO APENAS COMO ESTADOS BIOLÓGICOS,
MAS COMO PROCESSOS RELACIONADOS AOS
MODOS COMO AS PESSOAS VIVEM.

2. INTRODUZIR OS CONCEITOS DE SAÚDE E
DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS.

3. EMPODERAR AS ORGANIZAÇÕES DE
MULHERES PARA PROMOVER A SAÚDE
REPRODUTIVA.

4. FINANCIAR A PROMOÇÃO DE DEBATES E A
DISSEMINAÇÃO DE INFORMAÇÃO PARA
DEFINIR ÁREAS DE CONSENSO SOBRE
POLÍTICAS DE SAÚDE REPRODUTIVA.

O enfoque dado para o aborto deveria ser transplantado do esquema
conceitual das leis costumeiras para o novo paradigma da saúde
reprodutiva das mulheres. Conforme afirmava o relatório,

"O RECONHECIMENTO E O RESPEITO POR
ESTES DIREITOS, COM OS QUAIS O ABORTO
TEM RELAÇÃO DIRETA, É UM OBJETIVO DE
LONGO PRAZO ESTABELECIDO PELA FUNDAÇÃO
FORD".

http://www.votopelavida.com/fordfoundation1990.pdf

MAS ESTE NÃO É DECIDIDAMENTE O
PENSAMENTO DO POVO BRASILEIRO. Para a
crescente e esmagadora maioria dos brasileiros, o aborto é o
assassinato de um ser humano e uma agressão à natureza da mulher.

O Ministro Marco Aurélio de Melo do STF, ignorando a posição
do povo brasileiro, seguindo a linha das grandes organizações
internacionais, defendendo o mais prepotente ativismo judicial e
usurpando abertamente as funções do legislativo, já declarou para
todo o Brasil, diante das câmaras de televisão, que não deseja
aposentar-se antes que possa ver o aborto totalmente liberado pela
Corte Suprema.

A nomeação da professora Flávia Piovesan para o STF
representará o agravamento destas lamentáveis posições e uma nova
tentativa, por parte do governo federal, de legalizar o aborto,
através da via judiciária, por meios ditatoriais.

============================================

2. COMO MANIFESTAR-SE
DEMOCRATICAMENTE

============================================

Esta mensagem detalha e contextualiza estes e outros pontos sobre a
atuação da professora Flávia Piovesan a favor da promoção da
legalização do aborto no Brasil.

Venho pedir a todos os que entendem a importância do valor da vida e
da preservação da democracia que escrevam, telefonem e enviem faxes
à Casa Civil da presidência da República, pedindo, em nome do
povo brasileiro, que a presidente Dilma Rousseff não nomeie como
ministro do STF a professora Flávia Piovesan.

Nossa presidente comprometeu-se, durante as eleições de 2010,
a não promover a legalização do aborto no Brasil. Espera-se que
ela cumpra as promessas realizadas.

Peço também a todos os que escreverem e se manifestarem, que o
façam sem faltar com a clareza, MAS SEM FALTAR COM O
RESPEITO DEVIDO A QUEM É A PRINCIPAL
AUTORIDADE EM EXERCÍCIO NO PAÍS.

Lembro o quanto é mais importante enviar um FAX ou fazer um
telefonema do que apenas enviar um e-mail, que pode ser facilmente
deletado dos computadores.

Agradeço a todos pelo grandíssimo bem que estão ajudando a fazer.
O EXTRAORDINÁRIO TRABALHO DE CADA UM
TEM IMPEDIDO EFETIVAMENTE QUE UM
GENOCÍDIO INTERNACIONALMENTE
PLANEJADO SE ESTENDA PARA TODA A
AMÉRICA LATINA.

Continuaremos informando a todos o desenrolar dos acontecimentos. Em
seguida encontram-se os mails e telefones da Presidência da
República

Alberto R. S. Monteiro

============================================

3. MAILS E TELEFONES DA PRESIDÊNCIA DA
REPÚBLICA

============================================

CASA CIVIL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Ministra da Casa Civil: Gleisi Helena Hoffmann

Telefone: 0 xx 61 3411-1221

E-mail da Casa Civil: casacivil@planalto.gov.br
____________________________________________

GABINETE PESSOAL DA PRESIDENTE DA
REPÚBLICA

0 xx 61 3411.1200

0 xx 61 3411.1201

Fax: 0 xx 61 3411.2222

Para enviar um E-mail à Presidente da República:

https://sistema.planalto.gov.br/falepr2/index.php

____________________________________________

SECRETARIA GERAL DA PRESIDENCIA DA
REPÚBLICA

Ministro-Chefe: Gilberto Carvalho

0 xx 61 3411.1224

0 xx 61 3321.1994

0 xx 61 3411-1407

E-mail da Secretaria Geral: sg@planalto.gov.br

DENUNCIA GRAVE -. DEFENSORA DO ABORTO COMO DIREITO HUMANO PODERÁ ASSUMIR VAGA DE MINISTRO DO STF.

============================================

No dia 8 de agosto de 2011 a ministra Ellen Gracie,
primeira mulher a assumir a presidência do Supremo Tribunal Federal
no Brasil,  apresenta sua renúncia ao cargo. A Casa Civil
da Presidência da República já recebeu a informação e trabalha na
indicação de sua sucessora, entre as quais figura em destaque o nome
de Flávia Piovesan, professora de Direito na Pontifícia
Universidade Católica de São Paulo e uma das principais promotoras
da legalização do aborto no Brasil e do reconhecimento desta prática
como um direito humano.

A professora Flávia Piovesan já se pronunciou publicamente
inúmeras vezes nos últimos 20 anos a favor da completa legalização
do aborto no Brasil, e é membro destacado do CLADEM (Comitê
Latino Americano e Caribenho para a Defesa dos Direitos da
Mulher), uma organização que trabalha para promover o aborto como
direito humano em todos os países da América Latina.

É o CLADEM quem criou e promove todos os anos, no dia 28 de
setembro, simultaneamente em todos os países da América Latina, o
Dia Internacional da Luta pela Descriminalização do Aborto.

As atividades do CLADEM são financiadas, entre outras
organizações, pela Fundação Ford, que foi a criadora, em
1990, através do famoso relatório "SAÚDE
REPRODUTIVA: UMA ESTRATÉGIA PARA OS
ANOS 90", do conceito de "direitos sexuais e reprodutivos",
que representou uma nova estratégia para promover em todo o mundo a
prática do aborto.

O relatório da Fundação Ford, que antes de ficar famoso, já
esteve por muitos anos no site da organização, pode hoje ser
encontrado em outros endereços da internet. O texto completo em
inglês pode ser baixado do site

http://www.votopelavida.com/fordfoundation1990.pdf

e uma versão resumida em português pode ser encontrada no endereço:

http://www.votopelavida.com/fundacaoford1990.pdf

DENÚNCIA: A VERDADE SOBRE A MENINA DE
ALAGOINHA E O SILÊNCIO SOBRE O ABORTO
"LEGAL"

http://www.votopelavida.com/silencioabortolegal.pdf

Em 2003, Flávia Piovesan, assinando novamente como membro do
CLADEM, escreve outro artigo na Folha de São Paulo advogando
a plena legalização do aborto no Brasil. A tônica do artigo tenta
passar ao leitor que o Brasil está obrigado a legalizar o aborto
porque a ONU assim o exige. As resoluções dos Comitês da ONU
mencionados no artigo abaixo pela professora não são obrigatórias e
constituem interpretações abusivas dos tratados em que não se
encontra nenhuma obrigatoriedade de despenalizar o aborto nem de
considerar o aborto como direito humano:

"NO DIA 28 DE SETEMBRO FOI CELEBRADO O
DIA INTERNACIONAL DA LUTA PELA
DESCRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO. É
SOBRETUDO O GRAU DE INSTRUÇÃO QUE
DEFINE A OPINIÃO DA POPULAÇÃO
BRASILEIRA QUANTO AO ABORTO. HÁ,
TAMBÉM, QUE ENFOCAR O ALCANCE DOS
CHAMADOS DIREITOS SEXUAIS E
REPRODUTIVOS.

EM 1994, NA CONFERÊNCIA INTERNACIONAL
SOBRE POPULAÇÃO E DESENVOLVIMENTO, NO
CAIRO, 184 ESTADOS INEDITAMENTE
RECONHECERAM OS DIREITOS SEXUAIS E OS
DIREITOS REPRODUTIVOS COMO DIREITOS
HUMANOS. TRATA-SE DE DIREITO DE
AUTODETERMINAÇÃO, PRIVACIDADE,
INTIMIDADE, LIBERDADE E AUTONOMIA
INDIVIDUAL, EM QUE SE CLAMA PELA
NÃO-INTERFERÊNCIA DO ESTADO.

IMPORTA REALÇAR QUE A COMUNIDADE
INTERNACIONAL, POR MEIO DOS COMITÊS DA
ONU SOBRE OS DIREITOS ECONÔMICOS,
SOCIAIS E CULTURAIS (PIDESC) E SOBRE A
ELIMINAÇÃO DA DISCRIMINAÇÃO CONTRA A
MULHER (CEDAW), RECOMENDOU AO ESTADO
BRASILEIRO, APÓS AS REUNIÕES DE MAIO
DESTE ANO, EM GENEBRA, E DE JULHO, EM
NOVA YORK, A ADOÇÃO DE MEDIDAS QUE
GARANTAM O PLENO EXERCÍCIO DOS
DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS. AMBOS
ENFATIZARAM A NECESSIDADE DE REVISÃO
DE LEGISLAÇÃO PUNITIVA COM RELAÇÃO AO
ABORTO.

O PIDESC LITERALMENTE RECOMENDA QUE A
LEI SEJA REVISTA, PARA PROTEGER AS
MULHERES DOS EFEITOS DO ABORTO
CLANDESTINO E INSEGURO E GARANTIR QUE
AS MULHERES NÃO SE VEJAM CONSTRANGIDAS
A RECORRER A TAIS PROCEDIMENTOS
NOCIVOS".

[Aborto, Estado de Direito e religião Folha de São Paulo 06
de outubro 2003
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz0610200310.htm]

COMENTÁRIO: Para saber a verdade sobre como a ONU está
forçando os países latino americanos a legalizar o aborto, LEIA
E DIVULGUE SEGUINTE RELATÓRIO, JAMAIS
PUBLICADO PELA IMPRENSA:

ASSALTO E DESTRUIÇÃO: A APOSTA DA ONU
NA PROMOÇÃO DO ABORTO NA AMÉRICA LATINA

http://www.votopelavida.com/assaltodestruicao.pdf

No final do ano seguinte de 2004, quando o presidente Lula já se
preparava para constituir a Comissão Tripartite que iria apresentar o
projeto de lei que teria legalizado o aborto durante os nove meses da
gravidez, Flávia Piovesan assinava, em nome do CLADEM, outro
artigo em que defendia a completa despenalização do aborto no
Brasil:

"A LEGISLAÇÃO PENAL ESTARIA EM
CONSONÂNCIA COM A CONSTITUIÇÃO
BRASILEIRA DE 1988 E COM OS PARÂMETROS
INTERNACIONAIS CONTEMPORÂNEOS ACERCA
DO TEMA, RESPEITANDO AS MULHERES
ENQUANTO CIDADÃS?

O CÓDIGO PENAL CRIMINALIZA O ABORTO
PROVOCADO PELA GESTANTE OU POR
TERCEIRO COM SEU CONSENTIMENTO.
DEFENDEMOS A URGENTE E NECESSÁRIA
REVISÃO DESSA LEGISLAÇÃO PUNITIVA.

A CRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO VIOLA OS
DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS DAS
MULHERES, RECONHECIDOS COMO DIREITOS
HUMANOS NAS CONFERÊNCIAS
INTERNACIONAIS DO CAIRO E COPENHAGUE,
EM 1994, E DE PEQUIM, EM 1995.

IMPORTA REALÇAR QUE OS COMITÊS DA ONU
SOBRE OS DIREITOS ECONÔMICOS, SOCIAIS
E CULTURAIS (PIDESC) E SOBRE A
ELIMINAÇÃO DA DISCRIMINAÇÃO CONTRA A
MULHER (CEDAW) RECOMENDARAM AO ESTADO
BRASILEIRO, EM 2003, A ADOÇÃO DE
MEDIDAS QUE GARANTAM O PLENO EXERCÍCIO
DOS DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS.
AMBOS ENFATIZARAM A NECESSIDADE DA
REVISÃO DA LEGISLAÇÃO PUNITIVA COM
RELAÇÃO AO ABORTO".

[A Lei do Aborto deve ser revista? Sim. Folha de São Paulo
18/12/04:
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz1812200409.htm]

Para entender como o governo do presidente Lula, apesar da grande
rejeição ao aborto no Brasil, conseguiu apresentar um projeto de lei
que deveria ter legalizado totalmente esta prática durante TODOS
OS NOVE MESES DE GRAVIDEZ, LEIA E
DIVULGUE SEGUINTE RELATÓRIO, JAMAIS
PUBLICADO PELA IMPRENSA:

CONTEXTUALIZAÇÃO DA DEFESA DA VIDA:
COMO FOI INTRODUZIDA A CULTURA DA MORTE
NO BRASIL

http://www.votopelavida.com/defesavidabrasil.pdf

============================================

6. PARTICIPAÇÃO DE FLÁVIA PIOVESAN NO
CLADEM

============================================

O nome da professora Flávia Piovesan não consta do site oficial do
CLADEM. Não foram também encontrados trabalhos mais recentes
da professora assinados em nome do CLADEM. Talvez,
coincidência ou não, porque pelo menos desde 2009 já se cogita o
seu nome para a sucessão da ministra Ellen Gracie.

Em 2009 a revista Consultor Jurídico, apresentando a professora
Piovesan como

"UMA ESTUDIOSA QUE TEM DEDICADO A VIDA
A PESQUISAR OS DIREITOS HUMANOS",

afirmava que

"O TRABALHO DE FLÁVIA PIOVESAN FOI
RECONHECIDO ESTE ANO PELA COMUNIDADE
JURÍDICA, QUE COGITA SEU NOME PARA
OCUPAR UMA POSSÍVEL VAGA A SER DEIXADA
PELA MINISTRA ELLEN GRACIE NO SUPREMO
TRIBUNAL FEDERAL".

http://www.conjur.com.br/2009-abr-05/entrevista-flavia-piovesan-procuradora-estado-sao-paulo

Mas alguns sites internacionais ainda mencionam Flávia Piovesan como
membro do CLADEM. Entre eles estão:

- TORONTO INICIATIVES FOR ECONOMICS
AND SOCIAL RIGHTS, ADVISORY BOARD:
"Professor Flavia Piovesan is a Member of the Latin American and
Caribbean Committee for the Defence of Women's Rights".

http://tiesr.org/b_piovesan.html

- UNITED NATIONS OFFICE OF THE HIGHER
COMISSIONER FOR HUMAN RIGHS: OHCHR
1996-2011: "Professor Flavia Piovesan (Brazil)
currently is also a Member of the Latin American and Caribbean
Committee for the Defence of Women's Rights".

http://www.ohchr.org/EN/Issues/Development/Pages/FlaviaPiovesan.aspx

Cristão Acusado de Blasfêmia é Libertado sob Fiança

PAQUISTãO (11º) - Em uma rara decisão do tribunal paquistanês da província de Punjab, na terça-feira (2 de agosto), um jovem cristão acusado de blasfêmia contra o Islã foi libertado sob fiança.
O Tribunal de Chichawatni concedeu fiança a Babar Masih, que sofre de distúrbios psiquiátricos que o fazem gritar e ter acessos de raiva de repente, sem saber o que está fazendo ou dizendo.
O autor da denúncia, Zeeshan Arshad, afirmou ao Relatório de Informações Primordiais (FIR) que Masih fez declarações alegadamente consideradas blasfêmias contra o Islã. A FIR afirma que Masih nunca teria a intenção de ferir os sentimentos religiosos do Islã ou de desrespeitar Arshad. Também disseram que nenhuma pessoa em sã consciência iria querer provocar a ira dos muçulmanos locais.
No dia em que Masih foi acusado (2 de maio), uma multidão de muçulmanos se reuniu em frente à casa dele, recusando-se a ouvir que Masih é uma pessoa com distúrbios mentais. Exigiram que ele lhes fosse entregue, para que pudessem matá-lo publicamente. A polícia, então, veio e o levou sob custódia.
No dia 2 de agosto, o tribunal estava cheio de muçulmanos extremistas e a tensão prevaleceu, segundo Niaz Aamer, um advogado do Centro de Lei e Justiça do Paquistão (CLJP), que está representando Masih nesse caso. Aamer ainda disse que o juiz lhe pediu para ler a sentença, mas silenciosamente, devido à situação delicada em que estavam envolvidos. Depois de ouvir os argumentos, o juiz concedeu a fiança.
Durante seu tempo na prisão, Masih foi atacado, disse Aamer. Em 26 de maio, quando Masih foi levado ao tribunal em uma van da polícia, um policial perguntou em voz alta quem era o acusado de blasfêmia. Assim que Masih foi identificado, um homem de barba que estava entre os acusados o agrediu e tentou enforcá-lo com a corrente de sua algema, até que o policial interveio.
“Babar Masih, que é doente mental, foi acusado de blasfêmia em 2 de maio de 2011 e só foi liberado sob fiança depois de três meses. Enquanto isso, existem centenas de cristãos nas prisões há anos por acusações semelhantes”, disse Aamer.
Os cristãos representam apenas 2,45% da população do Paquistão, que tem mais de 95% de muçulmanos, de acordo com dados da Operation World.

AS RUINAS POLÍTICAS E A TRISTE POLITICAGEM DO VEXAME CRISTÃO







Mensalões, CPIs, acariações...mentiras, “semi-verdades”, “meias verdades”...verdades que parecem mentiras e mentiras que transvertem-se de verdades. Cuecas cheias de dinheiro e malas recheadas de cédulas de alto valor que cruzam o Brasil e não apenas refletem o crítico e delicado momento que vive o Brasil, mas também envolvem o nome de Deus, ironizam a fé e satirizam uma das maiores ordenanças bíblicas : a do dízimo.

É impressionante...de uma hora para outra deixamos de viver em um país com crescente criação de postos de trabalho, melhorias na área de infra-estrutura, educação, saúde, habitação. Deixamos de viver um momento de otimismo, estabilidade econômica e financeira. Perdemos a expressão maior de um governo que veio das massas e pelo menos em tese buscava o bem estar da população. Passamos,então, a assistir boquiabertos a escândalos sucessivos, até então incalculáveis, impraticáveis, intermináveis...inacreditáveis!...basta ligar a tv, ouvir rádio, ler jornais, revistas, sentar em uma roda de conversa...tudo, hoje, no Brasil gira em torno da corrupção que ronda a presidência da república.

E, o problema não poderia ser pior. Após atormentar a moral e descredibilizar a equipe que governa o país, os escandalosos desvios de dinheiro acabou por envolver o povo evangélico. A situação vexatória começou quando volumosos R$10 milhões foram encontrados em posse de um deputado paulista. Ele tentava transportar o “troco” através de malas que seriam embarcadas de Brasília, atual capital dos mensalões, das chantagens e do lodo que se tornou a política nacional.

Mas, o vexame veio em seguida, com a explicação dada por ele sobre a origem de tanto dinheiro, sendo transportado como roupa. “O dinheiro tem origem e destino. É dízimo de oferta de membros da Igreja...Preferi levar eu mesmo o dinheiro. Não como parlamentar, mas como cidadão e bispo". Bastaram estas frases para pelo menos oito em cada dez âncoras de telejornais brasileiros debaterem, questionarem e, em alguns casos, até apedrejarem, a ordenança da entrega voluntária de parte dos rendimentos que ganhamos.

Programas de auditório passaram a colocar o “dízimo” na mesa redonda, com debatedores especialistas em assuntos como culinária e política internacional, mas sem nenhuma intimidade com a palavra de Deus. Então, o que inicialmente não passava de uma explicação descabida, ganhou proporções midiáticas sem precedentes e tudo de forma muito negativa para a moral do povo cristão. Afinal, por um, infelizmente, como sempre continuam pagando todos...é a lei do mundo!...

Com o aparecimento de sucessivos outros vexames envolvendo líderes, presidentes de bancadas, com a participação de prostitutas e cafetões, assessoras gastadoras do dinheiro público e todo tipo de manobra para a captação de recursos ilícitos que financiam de campanhas a orgias, o “cuecão do bispão” como alguns periódicos se referiram foi esquecido, bem como a idéia de que nossas contribuições bancam mordomias pastorais...mas até quando?...pois é isto nos faz lembrar do “No mundo tereis aflições”...E em tempos de apedrejamentos morais, de éticas decadentes e de caráteres questionáveis, a saída é firmarmos mais nossa fé e confiança no : ”Mas, tende bom ânimo, eu venci o mundo”.



“Você um dia imaginou a política brasileira envolvida em tatos escândalos? Porque você acha que chegamos a este ponto? E sobre o dízimo, porque você acha que ele é tão banalizado e criticado nos dias de hoje? Você realmente acredita que o dinheiro transportado pelo deputado vinha da contribuição salarial mensal de fiéis?”


VINHO NOVO (Jo 2:1-11)

 


 

Deus sempre deixa o melhor para o final. Nas bodas de Cana da Galiléia, Jesus operou seu primeiro milagre; e isso tem muito a nos dizer:

1. Era uma festa de casamento e, como em toda festa de casamento, não podia faltar o noivo, a noiva, os pais dos noivos, as testemunhas, enfim, os convidados - Jesus era um dos convidados. Também não podia faltar o que, popularmente, chamamos de comes e bebes. Tudo estava muito bem, por isso é que Jesus era apenas um convidado. Você pode perceber isso na vida de muitas pessoas: quando tudo está indo muito bem, Jesus é apenas mais um entre tantos a se lembrar.

Seria bom se cada um de nós fizéssemos uma análise em nossas vidas para nos certificarmos de que Jesus é convidado e está presente em cada área. Pense no seu casamento, negócios, vida social, vida espiritual, etc. Como podemos observar em Jo 2:3, havia acabado o vinho da festa; e isto significava que havia acabado a alegria, já que o vinho é o símbolo da alegria. Talvez, na sua vida, ou em alguma área da sua vida, tenha acabado o vinho, ou seja, a alegria. Se isto aconteceu, não se desespere, pois é no momento que o vinho acaba que Jesus deixa de ser um convidado e passa a ser o convidado especial ou até mais do que um convidado. Ele passa a ser o motivo da festa.

Quando Maria, a mãe de Jesus, disse para o Senhor que o vinho havia acabado, Ele simplesmente ignorou. Isso aconteceu porque o Senhor sabia que todos iriam tentar outras maneiras de resolver o problema. É bom notar que, ilustrativamente, Jesus espera não apenas ser convidado a estar presente, mas convidado a fazer a diferença.

Muitos estão achando que já fizeram tudo o que podiam quando convidaram o Senhor a entrar em sua vida, mas isso não é tudo. Jesus respeita a liberdade do homem, Ele está esperando a Sua vez de agir.

Imaginemos, agora, uma mesa posta contendo o melhor vinho já visto, um vinho feito pelas mãos do Senhor, e eu gostaria que você visualizasse esta cena que passo a expressar:

1. Há, ao lado da mesa, pessoas que já estão embriagadas com o velho vinho, e por isso não perceberam que o melhor vinho era servido por último (Deus sempre deixa o melhor para o final).
2. Há, também, um grupo que já tinha ido embora, pois pensavam que não haveria mais alegria naquela festa. Quantas pessoas já foram embora de nossas Igrejas, pensando que já não havia mais graça? Elas se esqueceram que o Senhor continuava presente e pode derramar graça sobre todos.
3. Há, ainda, um grupo de pessoas que, de terem bebido o vinho velho, puderam perceber que o último vinho era o melhor; e este é o grupo dos sóbrios e equilibrados.

Quero crer que estou falando com pessoas deste grupo, pessoas que não se precipitam, mas esperam a hora em que o Senhor entra em ação para mudar a situação. Este é o grupo mais feliz e abençoado. Lembrando que o Senhor sempre deixa o melhor para o final e que este grupo sempre experimenta o melhor de Deus.

O final é agora, pois o amanhã não nos pertence saber. Deus está nos convidando a viver em intensidade cada momento de nossas vidas. Nós ocupamos:

- o lugar do esposo quando reunimos pessoas para verem o milagre de Jesus;
- o lugar dos apressados quando vamos embora e não ficamos sabendo do final;
- o lugar dos embriagados quando não percebemos que Deus está agindo em nosso meio; e
- o lugar do mestre-sala quando equilibradamente sentimos as diferentes formas de Deus agir em nosso meio.

Hoje queremos que todos se sintam como o mestre-sala, e vivam este momento saboreando o melhor do Senhor. Na festa da Igreja Jesus Cristo é o noivo e o nosso noivo vai derramar o melhor vinho jamais bebido pelos homens. Recebamos a presença majestosa do Senhor em nosso meio.

SBT diz não, Band fecha e Malafaia saí

Depois de ouvir mais um não do SBT, o apóstolo Valdomiro Santiago fechou um contrato com a Band pelo qual pagará o dobro do valor que vinha sendo pago pelo pastor Silas Malafaia para transmitir o programa Espaço Vida Vitoriosa.
Com isso a emissora paulista passará a transmitir, de domingo a domingo, das 2 às 6h45min os cultos da Igreja Mundial do Poder de Deus.
O apóstolo vinha negociando com o SBT, mas a emissora negava-se a lhe vender as sextas, sábados e domingos.
Por isso ele preferiu ir para a Band
Fonte: Gospel Prime e coluna Zapeando.

Entre pastores e tosquiadores

 

"Precisamos de pastores comprometidos em conduzir seus seguidores à imagem de Cristo."

Alguns dos personagens principais do Novo Testamento são aqueles chamados de pastores ou presbíteros. A eles cabia a responsabilidade de cuidar, orientar e capacitar o rebanho de Deus. No processo de formação espiritual de homens e mulheres comprometidos com o discipulado de Jesus Cristo, eles funcionavam mesmo como pais espirituais, zelando pelo desenvolvimento saudável dos crentes. Neste sentido, é interessante lembrar que, na tradição católica romana, o responsável pela comunidade é chamado de padre, ou seja, “pai”. O termo pressupõe maturidade emocional e espiritual condizente ao fato de estes religiosos terem, sob seus cuidados, filhos e filhas. Além disso, espera-se de um bom e verdadeiro pai amor altruísta, capaz até mesmo de sacrificar-se para prover o necessário ao desenvolvimento dos que estão sob sua responsabilidade.
Tamanha era a importância dos pastores no processo de formação espiritual na Antiguidade que o autor do livro dos Hebreus escreve em tom imperativo: “Obedecei aos vossos guias, e sede submissos para com eles; pois velam por vossas almas” (Hebreus 13.17). Tal exortação, juntamente com outros textos das Escrituras, deixa claro que, no processo de formação espiritual, é fundamental haver pastores comprometidos em conduzir seus seguidores à imagem de Cristo. Numa cultura superficial como a nossa, essa relação de submissão à orientação e ao cuidado de outros tornou-se muito rara. O caráter individualista de nossa fé não nos permite sermos guiados por ninguém, e o perfil consumista de nossa cultura faz de cada crente um cliente, que determina o que deseja e como o quer. Assim, a formação espiritual se torna cada dia menos viável em nossas comunidades.
Por outro lado, não são apenas as chamadas ovelhas que mudaram ao longo dos últimos séculos. Aqueles que se intitulam de pastores também não deixaram por menos. Em meio às pressões pelo sucesso e pela prosperidade – próprias dessa mesma sociedade ocidental capitalista –, a figura do pastor ganhou traços de oportunismo, ganância, manipulação, ostentação e abuso de poder. Não é difícil encontrarmos pastores nos púlpitos, nas rádios e nas emissoras de TV gastando mais tempo falando de suas realizações pessoais e das instituições que dirigem do que da centralidade da obra de Jesus na vida cristã. Isso, quando tais espaços não são destinados inteiramente ao comércio de produtos e serviços que carregam a marca do ministério do líder. Sim, os pastores do século 21 têm usado seu poder de influência para induzir as pessoas a fazer aquilo que lhes beneficia.
Os profetas bíblicos Jeremias e Ezequiel falaram da ira de Deus contra aqueles que transformaram o rebanho em fonte do próprio alimento. Aqueles que deveriam ser pastores haviam se transformado em tosquiadores, vivendo da lã produzida pelas ovelhas. A consequência disso está relatada nas Escrituras: “Meu povo tem sido ovelhas perdidas; seus pastores as desencaminharam e as fizeram perambular pelos montes. Elas vaguearam por montanhas e colinas e se esqueceram de seu próprio curral” (Jeremias 50.6); e “As minhas ovelhas vaguearam por todos os montes e por todas as altas colinas. Foram dispersas por toda a terra, e ninguém se preocupou com elas, nem as procurou” (Ezequiel 34.6).
A cada dia aumenta o número daqueles que, vítimas de abusos ou tomados por decepções, deixam suas igrejas e se tornam como ovelhas perdidas que vivem perambulando de grupo em grupo. Elas vagueiam longe de um contexto comunitário, sem receber o devido cuidado pastoral – e, de tão machucadas pelos líderes, fecham seus corações para o pastoreio. E, se há gente que diante disso recusa qualquer orientação, na outra ponta temos líderes que justificam tal atitude, agindo como predadores do rebanho pelo qual deveriam zelar. Qual o caminho a tomar? Pode existir esperança?
Aqueles que realmente estão empenhados com a formação espiritual consistente – aquela que conduz homens e mulheres à imagem de Cristo – precisam se empenhar na restauração desta relação. Os crentes precisam avaliar com maior profundidade as motivações que os levam a romper tão facilmente com as comunidades locais e a resistir tão intensamente ao processo de se deixarem guiar por pastores.
Finalmente, precisamos de pastores. Precisamos orar pedindo a Deus que levante homens e mulheres realmente comprometidos com o cuidado, orientação e capacitação de seu povo. Paralelamente, aqueles que remam contra a maré, insistindo em simplesmente serem pastores, precisam ser valorizados e encorajados diante da sociedade que os pressiona, demandando que se transformem em provedores espirituais dos sonhos de consumo de suas ovelhas – ou mais apropriado seria dizer clientes?


via Gritos de Alerta

Pastor evangélico agride mulher em casa - Homem foi preso hoje; casal tem 4 filhos sob custódia de parentes

Um pastor evangélico, 31 anos, agrediu a esposa, 36 anos, com socos ,  dentro do apartamento do casal, localizado na avenida João Pessoa, bairro Bom Jesus, região central de Uberlândia. A mulher chamou a Polícia Militar e o homem foi preso, enquadrado na lei Maria da Penha.

Segundo informações dos policiais que atenderam a ocorrência, uma discussão entre eles levou o pastor a perder a cabeça e agredir a mulher com murros na cabeça, no estômago e na boca dela, onde houve um pequeno corte. O casal tem quatro filhos sob custódia de parentes.

O pastor não quis dar declarações à reportagem do CORREIO de Uberlândia, mas disse que nunca havia sido preso antes. O delegado de plantão arbitrou fiança de R$ 1 mil para liberá-lo.

SINAIS DO FINAL DOS TEMPOS - Gays cheios de Espírito Santo - SERIA POSSIVEL O SANTO E O PROFANO JUNTOS ?

VEJA ESSA MATÉRIA POSTADA NA INTERNET .
Vestido de forma sóbria, um grupo de homossexuais vai participar da 4ª Parada da Diversidade de Bauru sem carregar os tradicionais adereços coloridos. Nas mãos, estarão panfletos religiosos que têm o objetivo de evangelizar os participantes do evento.
Eles formam a primeira comunidade religiosa gay da cidade. Organizam o que pode se transformar numa inovadora igreja aberta aos homens e mulheres homoafetivos, hoje discriminados por católicos e evangélicos conservadores. “Não acreditamos que o homossexualismo seja pecado e afirmamos que a ‘Bíblia’ não o condena”, afirma o Missionário Junior, um dos líderes do grupo. “A presença dos gays é o próximo paradigma a ser quebrado.”
Ex-seminarista, Junior, 27 anos, tem uma história de 15 anos dedicados à Igreja Católica. A religiosidade foi despertada justamente porque, na adolescência, numa época em que confundia sua sexualidade com uma doença, chegou a acreditar que poderia ser “curado” na igreja. Depois, percebeu que não era nada disso. E descobriu a teologia inclusiva, um segmento em crescimento no mundo todo.
Agora, o missionário juntou seu projeto Presença de Deus à comunidade Deus é Mais, criada a partir de conversas entre amigos religiosos e gays. Eles se sentiam excluídos nas igrejas que frequentavam e começaram a se reunir para orar. Evangélico desde os 11 anos, Alexandre, 36, é o fundador da comunidade, ao lado do namorado, Renato, 22.
Frequentador de igrejas evangélicas tradicionais, Alexandre já sofreu bastante por se sentir pressionado a esconder sua condição. Quando estavam perto de descobrir que era gay, não voltava mais aos cultos e reuniões. “Sempre fui meio quiabo”, brinca, sobre essa fase. Na comunidade que criou, a liberdade de expressão é a maior conquista.
As reuniões são realizadas numa antiga loja, ainda a portas fechadas. Os interessados em frequentá-las precisam antes entrar em contato com os organizadores. A futura igreja deverá seguir os princípios pentecostais – crença na presença do Espírito Santo por meio de dons como o da cura, visões e línguas.
Alguns heterossexuais também frequentam o grupo, que tem a intenção de promover a restauração de vidas e prega relacionamentos sérios, distantes da promiscuidade, das bebidas e das drogas.

Por saber que Deus fez homem e mulher , todo esse movimento vai contra a palavra de Deus e contra o próprio Deus.

VIA Gritos de Alerta.

Garota cristã sequestrada consegue fugir do cativeiro


Garota cristã sequestrada consegue fugir do cativeiro
Sequestrada em 17 de junho de 2010, ela se reencontrou com sua família em 10 de julho

Hiba Abdelfadil Anglo, 16 anos, escapou de uma quadrilha de muçulmanos que a sequestrou no ano passado, mas é provável que ela precise de um longo tempo para se recuperar dos traumas vivenciados.

Como ela disse à Compass, os sequestradores a agrediram, estupraram e tentaram forçá-la a se converter do cristianismo ao islamismo. “Eles fizeram muitas coisas ruins comigo”, disse ela, com lágrimas escorrendo de seus olhos.

Sequestrada em 17 de junho de 2010, ela se reencontrou com sua família em 10 de julho. “Várias vezes fui avisada de que, se não me convertesse ao Islã, estaria correndo o risco de perder minha vida”, disse ela.

“O homem que me colocou em sua casa, em várias ocasiões me torturou e ameaçou me matar. Ele não me permitia fazer as minhas orações cristãs, ofendendo inclusive minha família, chamando-a de família de infiéis”, disse Hiba.

Hiba disse que o homem que a mantinha presa em sua casa só a libertou, deixando-a sair do cativeiro, porque ela aparentou estar convertida ao islã. Ela conseguiu fugir da casa e pediu a um motorista de táxi para levá-la à sua casa, que ficava a duas horas de distância do local.

“Eu tinha tentado escapar três vezes antes dessa última, mas eles me capturaram em todas as oportunidades e me bateram muito”, disse ela, soluçando.

Sua mãe, a viúva Ikhlas Omer Anglo, disse à Compass que sua filha se tornou um alvo para os sequestradores por ser cristã e membro da Igreja Evangélica Presbiteriana do Sudão, em Cartum. A mãe da menina disse ainda que, quando foi à polícia para que eles investigassem o caso, os policiais lhe disseram que ela deveria primeiro deixar o cristianismo.

“Logo após minha filha ter sido sequestrada, um oficial me disse: “Se você quer sua filha de volta, você deve se tornar muçulmana”, disse a ela. “Agradeço a Deus por permitir que a minha filha escapasse antes do início do Ramadã, embora ela esteja bastante traumatizada.”

“Além de abusarem sexualmente de mim, ele tentou me forçar a mudar minha fé e me lembrava que eu tinha de me preparar para o Ramadã”, disse Hiba. “Eu não consigo esquecer esse terrível incidente. Eu sempre oro, mas é muito difícil esquecer. Peço que orem por mim, para que Deus cure meu interior.”

"É bom falar àqueles que oraram por nós, para saberem que suas orações foram atendidas e minha filha está de volta", disse Anglo. "Eu também preciso de orações, pois estou desempregada desde o tempo em que minha filha foi sequestrada."


Fonte: Portas Abertas

Ativista cristão é encontrado morto em aldeia, na Índia


Ativista cristão é encontrado morto em aldeia, na Índia
Segundo o Conselho Global de Cristãos Indianos, polícia encobre assassinatos de cristãos no local

Após dias de busca, o corpo do ativista cristão Micael Digal foi encontrado na última semana perto da aldeia de Midkia, em Kandhamal. Depois da autópsia, a polícia chegou à conclusão de que a morte do ativista foi “acidental”.

No entanto, Sajan George, presidente do Conselho Global de Cristãos Indianos (GCIC), acredita que Micael Digal foi surpreendido em uma emboscada e morto por extremistas hindus, devido ao trabalho social que fazia na comunidade, organizado pela Christian Dalits.

“Mesmo que a polícia tenha encerrado o caso”, disse George, “o GCIC vai continuar a pressionar até que as mortes de Mical e de outros cristãos brutalmente assassinados por extremistas hindus obtenham justiça”.

Semelhante ao caso de Micael Digal foi a suspeita morte do pastor Saul Pradhan, líder protestante que desapareceu em 10 de janeiro e dias depois foi encontrado morto a poucos quilômetros de sua casa. Apesar das muitas contusões e outras lesões visíveis em seu corpo, o caso foi dado como encerrado, mesmo sem haver nenhuma ação oficial vinda das autoridades indianas.

Em Kandhamal, os cristãos continuam sendo atacados e ameaçados por grupos extremistas hindus, operando em cumplicidade com as autoridades estaduais e locais, que não realizam investigações que protejam a comunidade cristã no país.


Fonte: Worthy Christian News

Cristãos são libertados de prisão e voltam para sua terra natal

Louve ao Senhor pela libertação de dois irmãos que estavam presos em uma prisão na Arábia Saudita.

Yohan (31) e Vasantha (28) estavam presos na Arábia Saudita desde 21 de janeiro e foram libertados recentemente. Os dois cristãos foram presos depois de participar de uma reunião de oração junto com outros cristãos locais, quando o apartamento onde estavam foi invadido pelo Mutaween, polícia religiosa da Arábia Saudita.

Depois que os dois cristãos foram presos, eles foram interrogados e surrados até sofrerem graves lesões. No dia seguinte as autoridades os levaram até a Corte Religiosa em Riad. Eles foram sentenciados a 45 dias de prisão, sob a acusação de converterem muçulmanos ao cristianismo.

No final, eles ficaram presos por muito mais tempo, sem nenhuma condenação ou acusação adicional. No dia 30 de maio, Vasantha foi libertado, após 160 dias de detenção, e recentemente, no dia 12 de julho, Yohan foi libertado, após 203 dias de aprisionamento.

A situação na prisão era horrível, não somente pelo fato de estarem entre criminosos extremistas islâmicos, mas por causa dos ferimentos decorrentes dos interrogatórios. Eles foram muito maltratados, chegando a apanhar na sola dos pés, recebendo golpes com bastões de madeira.

Depois disso, eles estavam apertados em uma cela que tinha um total de 700 prisioneiros, embora sua capacidade máxima fosse para somente 300. Devido à falta de espaço, os presos tinham que se revezar e dormir em turnos, enquanto os outros não tinham espaço suficiente nem para ficar em pé.

Depois dos dois cristãos terem sido libertados da prisão, eles deixaram a Arábia Saudita e retornaram à Índia: Vasantha em junho e Yohan no meio de julho.

- Agradeça ao Senhor pela libertação de Vasantha e Yohan, mas ore para que eles tenham restauração espiritual, após terem sofridos tantos traumas.

- Agradeça ao Senhor por ter fortalecido e mantido os dois firmes durante esse período que eles passaram na prisão saudita.


Fonte: Portas Abertas

SINAIS DO FINAL DOS TEMPOS. Onda de pânico com economia global preocupa França e Alemanha

Está todo mundo preocupado. É crise nas maiores economias do mundo, nas bolsas de valores, nas empresas e na vida de muita gente. O que vai acontecer com o Brasil e o mundo? As bolsas de valores voltaram a derreter nesta terça-feira (9). O pânico tomou conta dos investidores na segunda-feira (8). Foi o pior dia para os mercados desde a crise de 2008.

Os mercados continuam mal na Europa. Abriram em forte queda, mas já deram uma melhorada. A Bolsa de Frankfurt estava em -5,7% e fechou em -3%. Paris opera com -1% e hoje pode ser o 12º dia de baixa. Itália fechou em -1,5%, também um recorde negativo se continuar assim.

São números muito melhores do que ontem, mas os mercados ficam abertos até o final da tarde. A única coisa boa é que o Banco Central europeu continua comprando os papéis dos governos da Itália e da Espanha. Esse fator de pânico está, por enquanto, controlado.

A Itália e a Espanha têm dívidas públicas enormes e que precisam de ajuda financeira da União Europeia e do Banco Central europeu. Mas a Alemanha e a França também têm razoes para se preocupar. Esses dois países comandam a União Europeia nas decisões de Angela Merkel e Nicolas Sarkozy, que defendem a possibilidade de uma luz no fim do túnel.

Como se fosse um tsunami, essa onda de pânico pode chegar até eles. Os bancos da Alemanha e da França têm muito a perder com essa crise, com um eventual não pagamento. Da Grécia, seria grave. Se fosse da Itália, seria uma catástrofe. Em termos domésticos, é Angela Merkel que tem uma missão mais difícil: convencer o eleitorado a pagar uma conta que não é dele.

FONTE . G1

ISRAEL SE PREPARA PARA A GUERRA NA PALESTINA: 'NOSSA RESPOSTA SERÁ DURA'

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, responsabilizará o Hamas em caso de um ataque vindo da Faixa de Gaza. Neste domingo, ...