quinta-feira, 21 de julho de 2011

"Abraão Creu em Deus"



Ser justificado é ser declarado "isento de culpa", e esse estado pode ser obtido diante de Deus somente de duas formas:  obedecer à lei tão à risca que nunca pequemos (Romanos 2:13; Galátas 3:10-14) ou, havendo pecado, receber o perdão de Deus.  Visto que "todos pecaram" (Romanos 3:23), buscar justificação por meio de um sistema de lei é se pôr debaixo da maldição (da perfeição exigida).  A salvação deve ser encontrada em Cristo, que nos redimiu da maldição da lei, "fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar" (Galátas 3:13).  Mas isso exige "fé" em Cristo (Romanos 3:24-26).  É nesse contexto que Paulo conclui:  "o homem é justificado pela fé, independentemente das obras da lei" (Romanos 3:28).  Ele nos afirma que isso não anula a lei, mas a confirma  (Romanos 3:31, o texto grego, de fato, não tem artigos antes da palavra lei).

Quando Paulo apresenta Abraão como exemplo de alguém justificado pela fé (Romanos 4:1-5), ele está contrapondo a confiança humilde na misericórdia de Deus (para o perdão, Romanos 4:6-8) com a confiança arrogante em si mesmo (para obedecer à lei à risca, Romanos 4:4).  Atenção:  "se Abrão foi justificado por obras, tem de que se gloriar" e "o salário . . .é considerado . . . como dívida" (Romanos 4:2, 4).  Nesse contexto, quem "não trabalha" se refere àquele que reconhece suas falhas, não reivindica justiça baseando-se na "lei", mas "crê naquele que justifica o ímpio" (Romanos 4:5).  Tudo se esclarece quando se leva em conta o contexto. Mas para os que acreditam que o homem é totalmente depravado e tem que ter alguma regeneração miraculosa, a "fé" de Abraão se torna uma "experiência" ou "fé somente", e pensa-se "não pelas obras" nega a relação entre a obediência da fé e a justiça.  Se quisermos ter fé como Abraão, precisamos entender a qualidade e o caráter desta fé.

Antes de Abraão deixar a Mesopotâmia, Deus apareceu-lhe com um chamado e uma promessa (Atos 7:2-4).  Abraão "obedeceu" e "partiu" pela fé (Hebreus 11:8-10).  Mais tarde, aos 75 anos de idade, saiu de Harã para Canaã (Gênesis 12:4).  Deus apareceu para ele em Siquém, e somos informados de que construiu altares para o Senhor e "invocou o nome do Senhor" (12:7-8; 13:4, 18).  Quando irrompeu a guerra e Abraão resgatou a Ló, ele pagou o dízimo a Melquisedeque, o sacerdote de Deus; e Melquisedeque, tipo de Cristo, abençoou "a Abrão e disse:  Bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo" (14:18-19).  Tudo isso antes de se dizer a respeito de Abraão:  "Ele creu no Senhor, e isso foi lhe imputado para justiça" (Gênesis 15:6).  Claramente, esse testemunho específico não caracteriza uma "experiência de fé" inicial.

Aliás, a declaração "ele creu . . . e isso foi lhe imputado para justiça" se faz em três períodos completamente diferentes da vida de Abraão.  1) Em Gênesis 15:6, quando foi informado de que teria inúmeros descendentes, ele demonstrou a continuidade da fé que havia muito se tinha firmado (acima).  2) Romanos 4:19-22 nos conta que, por volta dos 100 anos, ele creu em Deus com respeito ao fato de Sara ter um bebê, "e isso foi lhe imputado para justiça".  Novamente, 3) quando Isaque era "rapaz" (crescido o bastante para levar lenha para o monte com seu pai S Gênesis 22:6), a fé de Abraão foi provada, e conta-se que ele "creu em Deus, e isso lhe foi imputado para justiça" (Tiago 2:23).  A "fé" de Abraão não era nenhuma experiência miraculosa.  Era uma vida de obediência e serviço humildes de acordo com a vontade revelada de Deus.  A justificação não era um acontecimento isolado no tempo, mas acompanhou a fé de Abraão por toda a vida.

Abraão não mereceu nem ganhou como salário a justificação, tampouco a vida perfeita de Cristo foi "imputada a ele". Romanos 4:3 afirma: "isso [a fé dele] foi lhe foi imputado para justiça". Essa "bênção" é então definida como o perdão dos pecados (4:6-8). O meio de obtermos a salvação é Jesus Cristo, a operação é o perdão, e a condição é a , conforme determinado e exemplificado na vida de Abraão. Nós nos aproximamos de Cristo "mediante a fé . . . porque todos quantos fostes batizados em Cristo de Cristo vos revestistes" e nos tornarmos descendentes de Abraão (Gálatas 3:26-29).  Quando a nossa fé é bastante parecida com a de Abraão para fazermos o que ele mandar, recebemos o perdão dos pecados passados. À medida que continuamos a caminhar na vereda da fé, confessando os pecados e pedindo perdão, temos Cristo como advogado e veículo de misericórdia no futuro (1 João 1:5-2:2).

Observe em Hebreus 11 as características da fé de Abraão.
Era centrada em Deus, não nele mesmo. Levava-o a obedecer, "sem saber aonde ia".  Pela fé, ele buscou uma cidade celeste e tinha alvos eternos.  Sua fé foi tal, que ele não vacilou, nem olhou para trás.  Ela permitia que ele enfrentasse a dura prova de oferecer o filho.  Não admira que a afirmação foi repetida várias vezes de que sua fé lhe foi imputada por justiça.  E Paulo disse aos romanos:  "E não somente por causa dele está escrito que lhe foi levado em conta, mas também por nossa causa, posto que a nós igualmente nos será imputado, a saber, a nós que cremos naquele que ressuscitou dentre os mortos a Jesus, nosso Senhor" (Romanos 4:23-24).



- por Robert F. Turner

Série Bizarrice Gospel: Pastor nos EUA veste boneco de diabo durante o culto e manda membros o atacarem com objetos


O pastor Anthony G. Maclin da igreja Sanctuary at Kingdom Square, localizada em Maryland – Estados Unidos, resolveu fazer um culto diferente, colocando um manequim vestido de diabo e outro representando demônios.

Durante determinado momento do culto o pastor começou a dar ordens de condenação para o diabo e lançou um de seus sapatos no boneco. Seguindo seu exemplo, os fiéis também começaram a jogar sapatos no manequim determinando sua derrota.

Enquanto o grupo de louvor tocava uma música e o pastor orava em alta voz alguns membros se dirigiam até os manequins para atacar sapatos. O vídeo postado no Youtube mostra uma fiel que usou sua muleta para acertar o “inimigo”e outros em seguida vieram para dar golpes e até mesmo uma bolsa foi usada para derrubar os bonecos.



Fonte: Gospelprime

O casamento é uma benção na vida do ser humano estabelecido por Deus!


 
 
 
 
 
 
Alguém já contou isso para estes cidadãos?

SINAIS DE UM FINAL DOS TEMPOS APOCALIPTICO


Lázaro Ramos… galã.

Sandy… devassa.

Faustão… magro.

Silvio Santos… pobre.

Dilma… fazendo omelete na Ana Maria Braga.

Tiririca… na Comissão de Educação.

Maluf e Collor… na Comissão da Reforma Política…


Pô… NÃO ERA PRA ACABAR SÓ EM 2012?


Via Gritos de Alerta.

Se Jesus fosse neopentecostal


Se Jesus fosse neopentecostal, não venceria satanás pela palavra, mas teria o repreendido, o amarrado, mandado ajoelhar, dito que é derrotado, feito uma sessão de descarrego durante 7 terças-feiras, aí sim ele sairia. (Mt 4:1-11)

Se Jesus fosse neopentecostal, não teria feito simplesmente o “sermão da montanha”, mas teria realizado o Grande Congresso Galileu de Avivamento Fogo no Monte, cuja entrada seria apenas 250 Dracmas divididas em 4 vezes sem juros. (Mt 5:1-11)

Se Jesus fosse neopentecostal, jamais teria dito, no caso de alguém bater em uma de nossa face, para darmos a outra; Ele certamente teria mandado que pedíssemos fogo consumidor do céu sobre quem tivesse batido pois “ai daquele que tocar no ungido do senhor” (MT 5 :38-42)

Se Jesus fosse neopentecostal, não teria curado o servo do centurião de cafarnaum à distância, mas o mandaria levar o tal servo em uma de suas reuniões de milagres e lhe daria uma toalhinha ungida para colocar sobre o seu servo durante 7 semanas, aí sim, ele seria curado. (Mt 8: 5-13)

Se Jesus fosse neopentecostal, não teria multiplicado pães e peixes e distribuído de graça para o povo, de jeito nenhum!! Na verdade o pão ou o peixe seriam “adquiridos” através de uma pequena oferta de no mínimo 50 dracmas e quem comesse o tal pão ou peixe milagrosos seria curado de suas enfermidades. (Jo 6:1-15)

Se Jesus fosse neopentecostal, ele até teria expulsado os cambistas e os que vendiam pombas no templo, mas permaneceria com o comercio, desta vez sob sua gerência. (MT 21:12-13)

Se Jesus fosse neopentecostal, nunca teria tido para carregarmos nossa cruz, perdermos nossa vida para ganhá-la, mas teria dito que nascemos para vencer e que fazemos parte da geração de conquistadores, e que todos somos predestinados para o sucesso. E no final gritaria: receeeeeeebaaaaaa! (Lc 9:23)

Se Jesus fosse neopentecostal, não teria curado a mulher encurvada imediatamente, mas teria a convidado para a Escola de Cura para o aprender os 7… veja bem, os 7 passos para receber a cura divina. (LC 13:10-17)

Se Jesus fosse neopentecostal, de forma alguma teria entrado em Jerusalém montado num jumento, mas teria entrado numa carruagem real toda trabalhada em pedras preciosas, com Poncio Pilatos, Herodes e a cantora Maria Madalena cantando hinos de vitória “liberando” a benção sobre Jerusalém. E o povo não o receberia declarando Hosana! Mas marchariam atrás da carruagem enquanto os apóstolos contaariam quantos milhões de pessoas estavam na primeira marcha pra Jesus. (MT 21:1-15)

Se Jesus fosse neopentecostal, ao curar o leproso (Mc 1:40-45), este não ficaria curado imediatamente, mas durante a semana enquanto ele continuasse crendo. Pois se parasse de crer.. aiaiaiaia

Se Jesus fosse neopentecostal, não teria expulsado o demônio do geraseno com tanta facilidade, Ele teria realizado um seminário de batalha espiritual para, a partir daí se iniciar o processo de libertação daquele jovem. (Mc 5:1-20)

Se Jesus fosse neopentecostal, o texto seria assim: “ Mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um pobre entrar no reio dos céus” (Mt 19:22-24)

Se Jesus fosse neopentecostal, não teria transformado água em vinho, mas em Guaraná Dolly. (Jo 2:1-12)

Se Jesus fosse neopentecostal, ele teria sim onde recostar sua cabeça e moraria no bairro onde estavam localizados os palácios mais chiques e teria um castelo de verão no Egito. (Mt 8:20)

Se Jesus fosse neopentecostal, Zaqueu não teria devolvido o que roubou, mas teria doado seu ao ministério. (Lc 19:1-10)

Se Jesus fosse neopentecostal, não pregaria nas sinagogas, mas na recém fundada Igreja de Cristo, e Judas ao traí-lo não se mataria, mas abriria a Igreja de Cristo Renovada.

Se Jesus fosse neopentecostal, não diria que no mundo teríamos aflições, mas diria que teríamos sucesso, honra, vitória, sucesso, riquezas, sucesso, prosperidade, honra…. (Jo 16:33)

Se Jesus fosse neopentecostal, ele seria amigo de Pôncio Pilatos, apoiaria Herodes e só falaria o que os fariseus quisessem ouvir.

Certamente, Se Jesus fosse neopentecostal, não sofreria tanto nem morreria por mim nem por você… Ele estaria preocupado com outras coisas. Ainda bem que não era.

Fonte: Felipe Almada em seu Blog

Satanás: seu Passado, Presente e Futuro


 
Amigos e leitores quem nunca ouviu falar na expressão "Batalha Espiritual" ? Essa expressão, atualmente, tem arrastado inúmeras pessoas à uma falsa concepção da realidade acerca do mundo espiritual, além de trazer a inversão de alguns papéis. O nome em si já sugere do que se trata: é um movimento cuja ênfase maior é na luta da Igreja de Cristo contra Satanás

Hoje iremos abordar um assunto extremamente polêmico: "Satanás: Seu passado, presente e futuro." O objetivo desse estudo é evidenciar que nosso inimigo já está vencido por Cristo Jesus, no entanto seu trabalho é dificultar a Sua obra e levar consigo, o máximo de pessoas para o lago de fogo. A Palavra de Deus nos alerta: "Sede sóbrios e vigilantes. O diabo vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar. " ( I Pedro 5.8)

A origem de Satanás - Ninguém sabe com certeza quando fora criado, mas de uma coisa podemos ter certeza: ele é um ser criado por Deus. Ele pode pensar que é deus, mas somente Deus pode criar. Alguns estudiosos acreditam que ele foi criado antes da terra em eras passadas, contudo outros acreditam que ele fora criado durante os dias da criação do mundo.

Evidentemente Satanás era a mais bela das criaturas do céu. Foi colocado no jardim de Deus e sua atribuição era o "querubim da guarda ungido". Muitos acreditam que ele comandava os anjos ante o trono de Deus e outros ainda que ele recebera domínio sobre toda terra. Ele tinha livre arbítrio, beleza e sabedoria, mas de alguma forma o mal surgiu em seu coração (Ezeq. 28.14 em diante). Em vez de adorar a Deus, ele almejou ser adorado como Deus e isso o levou à queda: "Como caíste, ó estrela da manhã, filho da alva! Como foste lançado por terra, tu que debilitavas as nações! Tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono e no monte da congregação, me assentarei, nas extremidades do Norte; subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo" (Is 14.12-14)

Desse tempo em diante, tem perdurado o conflito das eras entre Deus e Satanás, pelas almas dos homens. Embora não saibamos exatamente porque Deus permitiu esse conflito, sabemos como ele irá terminar. Cristo virá novamente para estabelecer Seu reino e Satanás será peso no profundo abismo, por mil anos e depois derrotado para sempre (Apoc 19 e 20).

A obra de Satanás no presente - O desejo de Satanás é fazer que as pessoas sigam a ele e não a Deus. Assim como ele levou uma terça parte dos anjos dos céus a segui-lo em rebelião, ele tem levado bilhões de pessoas na terra a fazerem o mesmo. Foi assim no Jardim do Éden quando leva o homem a cair comendo o fruto da árvore proibida e introduzindo o pecado no mundo; Foi assim nos dias de Adão até o Dilúvio quando tentou corromper a linhagem pura dos filhos de Deus; Foi assim na Torre de Babel quando inspirou o homem a estabelecer uma religião idólatra universal e impedir a humanidade de adorar a Deus; Foi assim com a tentativa de eliminar a raça hebraica, quando reconheceu que o Messias viria por meio dessa raça, decidiu destruir todos os judeus enquanto estavam confinados no Egito; Foi assim com a tentativa de matar o Messias, quando lançou um ataque contra o menino Jesus quando Herodes mandou matar todos os bebês em Belém. E é assim até os dias de hoje, onde tenta destruir a Igreja de Cristo, através da perseguição e falsos ensinamentos. Nenhuma organização religiosa tem sido tão atacada quanto a Igreja. Há uma estimativa de que 500 milhões de cristãos foram martirizados durante os últimos 2000 anos, entretanto a Igreja ainda é a maior instituição religiosa do mundo. Quanto aos falsos ensinamentos, Satanás tenta enganar os seres humanos para que não creiam em Deus e venham a agir à sua própria maneira. (tomem cuidado com esses novos ensinamentos e doutrinas, certamente não são de Deus, pois o tudo já fora revelado e ensinado).

O futuro de Satanás - Durante os sete anos da Tribulação, Satanás irá perseguir toda a humanidade não arrebatada impiedosamente por meio de muitos falsos mestres. Satanás conhece e compreende a profecia, portanto sabe que Cristo virá novamente, mas seu egoísmo extremo o leva pensar que pode impedir a vinda de Cristo. No final da Tribulação, Satanás reunirá os exércitos do mundo para batalhar contra Cristo - na que promete ser a maior batalha da história da humanidade. Depois da batalha, na qual será derrotado, Satanás será lançado no profundo abismo onde estará preso por mil anos, assim não poderá enganar as nações até se completarem os mil anos. No final do reino milenar, Satanás será solto pela última vez para enganar a humanidade e liderar uma última rebelião contra Deus, porém desta vez será lançado para dentro do lago de fogo e enxofre e para sempre estará derrotado.

Meu querido irmão se mantenha firme na Palavra de Deus e quando Satanás lançar setas em sua mente fazendo você olhar para o seu passado...Diga à ele o que o espera no futuro! Em Cristo somos vencedores
 


Por Elder Cunha

Satanás pode ouvir nossos pensamentos?


 
Satanás pode ouvir o que nós dizemos e conhece os nossos pensamentos? Deveríamos evitar orar em voz alta porque Satanás poderia nos ouvir?
Não há nada na Bíblia que indique que Satanás é onisciente. Não há nenhum versículo que diga que ele sabe tudo ou que ele pode ler nossos pensamentos. Mas ele é perito em predizer o comportamento humano porque ele o viu em operação por tanto tempo. Ele pode antecipar o que você fará em uma determinada situação sem conhecer seus pensamentos por causa do conhecimento que ele tem da humanidade e porque ele tem uma mente sobrenatural.

Mas em termos de ser onisciente e poder ler seus pensamentos (como Deus pode fazer), a Bíblia não apóia essa idéia de forma alguma. Ela nunca nos diz que anjos são oniscientes. E se um anjo santo não é onisciente, um caído também não é. Portanto, Satanás não pode ler nossos pensamentos, mesmo que ele seja bom em predizer o comportamento humano porque ele já viu tanto dele.

Veja que, em Efésios 6, diz assim: " a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades", certo? Nós estamos lutando contra demônios e contra Satanás.

"O que ele diz é: "Vista a armadura de Deus" e aquilo de que aquela armadura realmente consiste é a justiça."

Portanto, não há nada na Bíblia que diga que Satanás pode ler nossos pensamentos. Certamente demônios podem ouvir o que dizemos. Eles podem entender o que nós dizemos. E, como eu disse antes, eles são muito bons em predizer as respostas comuns do homem porque eles praticam isso há muito tempo.

Mas não se preocupe com isso! Uma senhora me disse uma vez: "Nós sussurramos", porque ela tinha medo de que demônios ouvissem as orações dela. Minha resposta foi: "Bem, isso é tolo!". Você pode ir confiantemente diante do trono da graça. No Antigo Testamento, não diz: "E Davi sussurrou ao Senhor"; o que diz é: "E Davi disse ao Senhor" - e ele pôs para fora o que tinha para dizer. Você nunca ouviu falar de qualquer momento no ensino do apóstolo Paulo sobre oração em que ele diz: "Não fale alto". Quando ele desejava orar, ele simplesmente orava e não se preocupava se Satanás o ouvia porque ele estava vivendo de tal modo que Satanás não podia fazer nada a respeito de qualquer forma. Essa é a questão.

Fonte: Adaptado de um texto de John MacArthur

VOCÊ QUER ISSO AQUI NO BRASIL ? Missões : Igrejas são fechadas em razão do aumento do terrorismo

Cristãos que moram no estado de Borno, no norte da Nigéria, foram obrigados a não frequentar mais os cultos nas igrejas locais, devidos aos ataques realizados pelo grupo extremista islâmico Boko Haram, que está preparando ataques maciços para lembrar a morte do líder do grupo extremista no final do mês.

Cristãos estão fugindo para cidades distantes da capital do país, Abuja, onde estão localizadas as igrejas mais atingidas. Os templos estão sendo fechados, pois os ataques contra eles não cessam e muitas pessoas já morreram, mesmo após tropas de segurança serem chamadas para enfrentar os agressores.

A Compass testemunhou que muitas igrejas estavam fechadas e vigiadas por soldados e policiais na área de Maiduguri. Algumas que ousaram abrir os templos foram obrigadas a remarcar seus cultos, para enganar os militantes, cientes de que a maioria dos cultos começa às 10 horas.

“Como você pode ver, a cidade não está segura e é pouco seguro ser um líder de uma igreja aqui”, disse um pastor que pediu anonimato, com medo de ataques. “Nós tomamos a decisão de celebrar o culto uma hora mais cedo do que o habitual, para que todos pudessem voltar para casa sem correr riscos.”

No início de junho, a seita islâmica atacou duas vezes a igreja católica de St. Patrick, em Maiduguri, matando dez pessoas no total. “Os bombardeios aconteceram quando um carro invadiu a igreja durante a tarde, jogando bombas nas instalações da igreja”, disse o porta-voz da polícia, Abdulahi Lawal.

Membros do Boko Haram, seita islâmica extremista, assumiram a responsabilidade pelos ataques contra as igrejas e vários outros. Além disso, a seita islâmica declarou uma jihad contra o governo nigeriano e já declarou abertamente que promoverá novos ataques no final deste mês, quando fará dois anos que o fundador do Boko Haram, Mohammed Yusuf, morreu.

Fonte: Missão Portas Abertas

Irlanda lança ataque sem precedentes contra o Vaticano

Vaticano está sendo acusado de colocar entraves às investigações sobre os abusos sexuais cometidos por membros do clero.

O “relatório Cloyne”, afirma que a Santa Sé tentou abafar as violações de menores cometidas por sacerdotes em Cork, a segunda maior cidade da Irlanda.

O primeiro-ministro denunciou no parlamento de Dublin o que disse ser “a atitude disfuncional, o autismo, o elitismo e o narcisismo que até hoje dominam a cultura do Vaticano”.

“A violação e tortura de crianças foi desdramatizada ou “manipulada”, de forma a preservar em primeiro lugar o primado da instituição, o seu poder, posição e reputação” afirmou Enda Kenny.

O Governo e a oposição irlandesa aprovaram por unanimidade uma moção de condenação à Santa Sé, acusando-a de ter “sabotado” uma decisão de 1996 dos bispos irlandeses, que tencionavam, a partir daí, passar a denunciar às autoridades os acusados de abusos.

Carta do Vaticano desencorajava bispos irlandeses
Uma carta confidencial do Vaticano, datada de 1997 e publicada em janeiro pela Associated Press, instruía os bispos da Irlanda, para que tratassem dos casos de abuso sexual de crianças, “estritamente em termos da lei canónica”.

Na missiva, o Vaticano avisava os prelados de que a política de proteção de menores por eles aprovada em 1996, e em particular a ênfase em denunciar os culpados de abusos à justiça civil, “violava a lei canónica”.

“As revelações do relatório Cloyne levaram o Governo, os católicos irlandeses e o Vaticano a uma encruzilhada sem precedentes”, disse o primeiro-ministro aos parlamentares, avisando que as relações entre a Igreja e o Estado irlandês nunca mais poderão voltar a ser as mesmas.

"Isto não é Roma"
“Isto não é Roma. Isto é a República da Irlanda em 2011, uma república de direito", disse Enda Kenny, sublinhando que o cânone católico “não tem legitimidade nem lugar nos assuntos deste país”.

O líder da oposição, Micheál Martin, que foi membro do anterior Governo, relatou ao parlamento que, em 2009, tinha informado o núncio papal de que “o Governo esperava toda a colaboração do Vaticano no relatório Coyne”.

Segundo Martin, o Vaticano preferiu, em vez disso, focar-se sobre os interesses da Igreja, em detrimento dos das crianças que tinham sido vítimas de abusos por parte do clero a ela pertencente e sob a proteção dos seus líderes.

O encontro entre Micheál Martin, então ministro dos Negócios Estrangeiros, e o núncio papal ocorreu em 2009 na sequência da publicação do relatório Murphy que detalhava os esforços das autoridades eclesiásticas para abafar os abusos sexuais na diocese de Dublin.

Parlamento "deplora" intervenção do Vaticano
A moção hoje aprovada diz que o parlamento irlandês “deplora a intervenção do Vaticano, que contribuiu para minar as regras de proteção de menores do Estado irlandês e dos bispos do país”.

A única critica à moção por parte dos deputados irlandeses foi de que não era suficientemente dura, tendo alguns sugerido que a palavra “condena” fosse utilizada em vez de “deplora”.

Durante o debate de hoje alguns parlamentares apelaram mesmo à expulsão do embaixador da Santa Sé e ao corte de relações diplomáticas, mas o ministro dos Negócios Estrangeiros irlandês Eamon Gilmore disse que tal ação seria contraproducente.

Na semana passada, o responsável pela diplomacia irlandesa convocou o embaixador do papa, e exigiu uma explicação oficial por parte do Vaticano.

Igreja justifica-se
Numa carta pessoal, publicada antes do debate de hoje, o porta-voz da santa Sé, padre Frederico Lombardi, fez saber que a igreja ainda está a preparar uma resposta oficial ao relatório publicado na semana passada.

A título pessoal, Lombardi disse que o que é relatado na carta de 1997 representa “um passado distante” e que nem antes, nem agora se pretendia minar a atitude de denúncia dos crimes por parte da igreja irlandesa .

“Não há absolutamente nada na carta que seja um convite à desobediência para com as leis do país”, afirmou.

Esta foi a primeira vez que o parlamento irlandês criticou diretamente a Igreja de Roma em vez dos líderes eclesiásticos locais, no contexto dos últimos 17 anos de escândalos de abusos sexuais cometidos por padres na Irlanda.

As revelações vieram contribuir para enfraquecer a autoridade do Vaticano, num país em que a igreja católica ainda é proprietária da maioria das escolas e de vários hospitais, e onde os meios de difusão estatais ainda emitem duas vezes ao dia um apelo à oração católica.

Fonte: RTP - Portugal

Eu Sou o que Dou


Tudo o que existe no Céu e na Terra, tudo que se vê ou se pode tocar, foi criado por Deus. Ele criou todas as coisas, usando somente o poder da Palavra.
http://t0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRbfljoOb2CXvmTFyryrv09Q2sLS6sY0gkn_H8GYUQeArXPM8H4&t=1 Esta Palavra está ultrapassada? Não, claro que não! Porque hoje, em nossos dias, Deus faz tudo novo, na vida dos que crêem. Deus iniciou a criação de tudo pelo Poder da Sua Palavra e quem Nele crê, recebe uma vida nova.
Quando vamos à igreja, não é somente para participar de uma reunião. Vamos em busca de uma resposta, da solução para um problema. Este problema e todos os demais serão resolvidos pelo Poder da Palavra de Deus. Mas, como Deus pode fazer nova todas as coisas? Só existe uma maneira. Temos que  depositar toda a vida no altar de Dele.
Para alcançar esta vida nova, é preciso que a fé seja manifestada de uma maneira prática, e se não for assim, a fé não traz nenhum resultado. O que faz com que aconteça uma transformação de vida é a prática da fé na Palavra de Deus. A pessoa crê em Deus, mas não crê em si mesma, porque é insegura e não tem a certeza de que Ele está com ela.
A fé que agrada a Deus, e que funciona, é a fé assumida, é a fé onde existe uma entrega verdadeira. Não basta ter um sentimento de fé, é preciso materializá-la. No momento da oferta, demonstramos quem somos diante de Deus.
Se a pessoa é avarenta, mesquinha, tacanha, nunca poderá experimentar a transformação de vida. Nem com orações, unções ou súplicas, porque a Bíblia diz que: “onde está o tesouro aí, está o coração”. E muitas são as pessoas que têm o coração em outras ou nas coisas materiais. Exemplos: “quando tem o coração no cônjuge,  e esta relação se acaba, a pessoa se vê perdida, muitos se matam, porque tinham o coração na outra ”, “os que confiam em suas economias, e surge um percalço econômico, se desesperam e cometem loucuras”. Como analisar a sua vida diante de Deus? Através da oferta! Porque a oferta mede o grau da espiritualidade.
Isto se aplica a todos: pastores, obreiros, membros, etc., porque o que ofertamos demonstra o que existe no nosso interior. O que somos capazes de fazer por amor a um filho? Podemos concluir que, se a pessoa quer uma vida nova, quer ter intimidade com Deus, Sua benção em todos os aspectos, vai depender do que ofereça a Ele.
Jesus observava como as pessoas traziam suas ofertas, claro que cada um dava segundo sua condição, mas entre elas havia uma viúva que pegou suas duas últimas moedas e depositou no gasofilácio. A importância não está no valor, e sim na qualidade.
Exemplo: uma pessoa tem R$10.000 e da R$1.000, é uma boa oferta. Se outra pessoa tem 10 e dá integralmente, diante de Deus, deu mais que a que deu os 1.000, porque agora está na dependência de Deus, seu coração não está preso a nada.
Quando a pessoa não vê a mudança em sua vida, o certo é que está falhando em suas ofertas, não falamos em termos econômicos, e sim de entregar a própria vida.
Isto pode acontecer com qualquer um: pastor, membros, obreiros, tudo depende da oferta de cada um. Quando o pastor não dá sua vida, as pessoas sofrem, porque entram e saem “famintas” da igreja, a obrigação do pastor é abençoar as pessoas, mas para isso, ele deve se entregar de corpo, alma e espírito. Ele tem que falar o que Deus manda, e não o que agrada a ele. Não estamos aqui para beneficiar a ninguém, e quem quer ser favorecido por Deus, que viva pela fé.
Hebreus 11:4 “Pela fé Abel ofereceu a Deus mais excelente sacrifício que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho das suas ofertas, e por meio dela depois de morto, ainda fala.”Pela oferta apresentada, Abel alcançou a justificação diante de Deus. Mas, Deus necessita de oferta? Não! As ofertas servem para revelar quem você é diante de Deus -  é como estar diante de um espelho. Nossa oferta confirma dentro de nós quem somos diante Dele.Deus não espera que sejamos perfeitos, sem nenhum pecado. A pessoa pode ser a mais pecadora do mundo, mas pode agradar a Deus através da sua oferta, porque a esta representará se a entrega é sincera ou não. A oferta é o que possibilita a pessoa alcançar uma nova vida, basta observar a vida de quem se entregou totalmente a Deus.
Ninguém pode viver sem fé, até os mais céticos, ainda que seja uma fé natural -  todos necessitamos ter fé para viver. É crer que pode-se fazer algo e fazer. Exemplos: “Nós ficamos de pé, porque cremos que os pés sustentarão o peso do corpo”, “Quando entramos em um avião, cremos que o piloto está devidamente capacitado a levar-nos ao destino”…
No tocante a Deus, damos porque sabemos que Ele nos devolverá multiplicado. Quando damos nossa oferta, é para ajudar a nós mesmos.
Deus não instituiu a oferta para abençoar a igreja. Fez isso para abençoar a quem oferta. Se a pessoa sente-se bem fazendo uma caridade, imagine os benefícios ao dar toda a vida a Deus.
Deus quer fazer coisas grandiosas entre nós, mas não podemos ser “avarentos” na fé. Enquanto a pessoa se recusa a entregar-se verdadeiramente, será infeliz. Quando ofertamos, estamos olhando no “espelho” de Deus, estamos vendo quem realmente somos. Em relação a Deus é TUDO ou NADA, ou a pessoa É ou nÃo É de Deus. Quem não é de Deus deve tratar de ser, porque ninguém sabe o dia de amanhã.
Quem crê não teme dar toda sua vida a Deus, simplesmente dá tudo, incondicionalmente. Presente, passado e futuro, é dar tudo. Ninguém engana a Deus!. A pessoa tem que ser sincera, e estar disposta a entregar tudo.
A oração não pode ajudar a quem não é sincero.

NÃO COMPRE PRODUTOS DE MARCAS QUE RIDICULARIZEM OS CRISTÃOS - BOICOTE TOTAL A GLOBO E SEUS PATROCINADORES .

Diga não a maior promotora de ocultismo, feitiçaria, satanismo, adultério, promiscuidade e violência da América Latina.



Essa organização manipuladora de massas. Chegou a hora de promovermos um grande boicote dizendo um "BASTA" a Rede Globo de Comunicações.



Não somos contra a Televisão, apenas somos contra a organização que promove a Nova Era em todos, ou quase* (para não sermos tão radicais), os seus programas. Se você prestar atenção no que anda assistindo através desta emissora, perceberá quanto lixo espiritual passa despercebido e entra em seu lares através de cada plim-plim






No Brasil, Insensato Coração é a novela com maior número de homossexuais até o momento.
Segundo o jornal O Dia, a parceria Gilberto Braga e Ricardo Linhares, os autores, escreveram cenas de selvageria contra casais gays que irá ao ar nas próximas semanas.

Na segunda-feira, dia 18, uma cena causou protestos contra a Rede Globo. O personagem Chicão (Wendell Bendelack) tem uma fala em que ridiculariza os pais evangélicos, afirmando que eles são idiotas manipulados por um pastor evangélico, e por este motivo os tratam mal.

­A tentativa de ridicularizar líderes e cristãos evangélicos em geral gerou reações contra a emissora. O Pastor Silas Malafaia , o Bispo Roberto Torrecilhas e outros já se manifestaram contra.
 
Faça o mesmo, mostre sua insatisfação:

Atendimento da Rede Globo:

Telefone: 400 22 884 (custo de uma ligação local)

E mail: http://falecomaredeglobo.globo.com/
Mas, não fique apenas nisso, faça levantamento das centrais de atendimento dos patrocinadores  , e proteste contra eles por apoiarem enredo folhetinesco anticristão. Diga-lhes que como consumir você merece respeito e não aceita comprar marcas que se associem contra o cristianismo.


Abaixo vai uma pequena parte de uma extensa lista de exemplos dos lixos promovidos pela Rede Globo (Somente algumas novelas):



Ø O Profeta: Doutrinas espíritas que vão diretamente contra a Palavra de Deus. Uso de necromancia (Consulta aos mortos), que é algo que a palavra de Deus condena. Contato com entidades demoníacas que se dizem espíritos. A pessoa que assiste é como se estivesse participando de uma sessão espírita, pois em uma ponta da mesa se encontra a sua televisão.

Ø Alma Gêmea: Fala sobre reencarnação, que é uma doutrina totalmente contrária a Palavra de Deus. Cobiça, inveja, Morte.

Ø Chocolate com Pimenta: Vários personagens são personificações demoníacas. Rancor, Vingança.

Ø Páginas da Vida: Apresenta sério desarranjo familiar, laços de alma entre parentes, traição, violência, vícios, além de aparição de mortos, que é contrário à Palavra de Deus.

Ø Porto dos Milagres: Novela altamente ligada a demônios do candomblé, morte, roubo, vingança, prostituição, adultério, feitiçaria, idolatria.

Ø Laços de Família: Pornografia familiar pura e explícita, imoralidade sexual, homossexualismo, vícios. Macumbaria e encantamentos.

Ø Celebridade: Roubo, morte, mentira, prostituição, engano, sedução com o poder.

Ø Um anjo caiu do Céu: A Bíblia já nos fala qual foi o anjo que caiu do céu. Satanás. Sendo essa novela uma atração para que as atenções se voltem para o diabo.

Ø Eterna Magia: Feitiçaria pura, conceitos sobre Wicca (Bruxaria Moderna), Libera encantamentos para as pessoas que assistem (rebeldia para os filhos, doenças, insucesso profissional). Adultério, Rancor, ódio, Amargura.

Ø Paraíso Tropical: Libertinagem, adultério, prostituição, promiscuidade moral e sexual, vaidade, futilidade, sede pelo poder, conspiração, vícios, rejeição (protagonista) e fracassos amorosos (protagonista).

Ø Sete Pecados: Não precisa nem dizer nada.

Ø Da cor do pecado: O nome já diz muita coisa. Rejeição, violência. Prática de feitiçaria (Quando a família Sardinha usa sua poção mágica: Demônios que atuam por trás disso).

Ø Senhora do Destino: Idolatria, roubo, morte, violência, prostituição, engano.

O interessante é que para olhos desatentos e destreinados todo esse lixo se instala em seu cotidiano e seus lares. A estratégia é simples: Fazer com que toda essa liturgia infernal seja ministrada às pessoas com disfarces, fazendo-se aparentemente inocente e engraçado.

As mensagens subliminares e sub-entendidas são ministradas a nós quando nos focamos em apenas um aspecto do que nos está sendo passado, desprezando assim outras áreas que ficaram desguarnecidas para as mensagens entrarem.

É a estratégia: "Nós destraímos eles enquanto vocês entram e arrebentam."

O interessante é que hoje as mensagens ocultistas pregadas pela Globo não têm sido mais subliminares, elas estão descaradamente estampadas em toda a sua progração.

E para concluirmos esta postagem gostaríamos de dizer para você que ao lê-la, deve ter ficado cético e pensando: "Esse povo está ficando muito radical, não é por aí..."

Essa organização tem levado cativa toda a mente do povo de Cristo... escravizando-a e contaminando toda uma geração:

"Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo" *II Co 10:5

Os nossos pensamentos ao expectarmos essa programação são levados inversamente aonde deveriam ir que à pessoa de Cristo. Em uma só voz, devemos alertar a Igreja do Senhor:

"ACORDAI FILHOS DO SENHOR... O POVO PERECE POR FALTA DE CONHECIMENTO..." *

Coração Insensato de novelistas da Globo pisa em cristãos outra vez

A novela Insensato Coração é patricinada pela empresa Natura, que faz publicidade do perfume Kaiak.






No Brasil, Insensato Coração é a novela com maior número de homossexuais até o momento.
Segundo o jornal O Dia, a parceria Gilberto Braga e Ricardo Linhares, os autores, escreveram cenas de selvageria contra casais gays que irá ao ar nas próximas semanas.

Na segunda-feira, dia 18, uma cena causou protestos contra a Rede Globo. O personagem Chicão (Wendell Bendelack) tem uma fala em que ridiculariza os pais evangélicos, afirmando que eles são idiotas manipulados por um pastor evangélico, e por este motivo os tratam mal.

­A tentativa de ridicularizar líderes e cristãos evangélicos em geral gerou reações contra a emissora. O Pastor Silas Malafaia enviou carta de protesto à alta cúpula da emissora.

Faça o mesmo, mostre sua insatisfação:

Atendimento da Rede Globo:

Telefone: 400 22 884 (custo de uma ligação local)

E mail: http://falecomaredeglobo.globo.com/
Mas, não fique apenas nisso, faça levantamento das centrais de atendimento dos patrocinadores de Insensato Coração, e proteste contra eles por apoiarem enredo folhetinesco anticristão. Diga-lhes que como consumir você merece respeito e não aceita comprar marcas que se associem contra o cristianismo.

O personagem Chicão tem o destino traçado, será vítima de violência por causa de sua opção sexual nos próximos capítulos. Sugiro que os cristãos evangélicos acompanhem a trama e anotem os patrocinadores dessa novela. E se por acaso o roteiro colocar evangélicos como homofóbicos, espancadores de homossexuais, então usemos o telefone e o e-mail para reclamar a quem paga os salários desses autores, atores, atrizes e, por conseguinte gera lucros para a Rede Globo.

Façamos a cúpula da emissora, agências de propagandas e os detentores de marcas de patrocínios, constatarem que audiência alta nem sempre é sinal de aprovação do telespectador. Reaja. Proteste. Vá às compras e boicote marcas de produtos que não respeitam a sua fé e faça os fabricantes saberem que está comprando produtos da concorrência.

E.A.G.


O artigo está liberado para cópias, para uso em todos os meios possíveis, desde que não seja com objetivo comercial, seja informado o nome do autor e também fonte de coleta. Eliseu Antonio Gomes; www.ubeblogs.net

Desmaios em cadeia interrompem culto em igreja

O culto  alusivo ao 113º aniversário da fundação da Igreja Evangélica de Angola (IEA)  na Angola, foi interrompido devido quando 18 pessoas cairam desmaiadas por causas ainda desconhecidas.
Segundo apurou a Angop, eram cerca de 10h20 quando o culto, acontecia foi interrompido devido a desmaios em cadeia de 18 dos mais de mil fiéis presentes no evento, que marcou o ato central das comemorações do aniversário daquela igreja.
O acontecimento gerou pânico que obrigou a saída desordenada dos fiéis do local, interropendo o culto.
As 18 vítimas receberam os primeiros socorros no Hospital Municipal de Buco Zau, de onde as 11 mais graves foram levadas à cidade de Cabinda para cuidados intensivos no hospital local.
Em declarações à Angop, o secretário-geral da IEA, reverendo Filómeno Buza, disse que nunca tinha assistido algo similar.
Para o comandante da Polícia Nacional no município de Buco Zau,  foram criados todos os mecanismos de segurança para que nada de anormal acontecesse, manifestando-se surpreso pelo acontecido.
Por sua vez, o médico Isidoro Buela, ao serviço do Hospital Municipal de Buco Zau, afirmou que do diagnóstico feito às vítimas nada indicia presença de nenhuma substância tóxica, garantindo contudo aprofundar nas investigações para determinar as causas.
Estavam presentes no ato, delegações provenientes de todas as regiões eclesiásticas da Igreja Evangélica de Angola e de outros países, bem como representantes dos órgãos de soberania e de outras igrejas.


Fonte: Portal Angop

Você conhece ou já viu alguém se converter após o “apelo” do Pastor no culto? Conheça a história dessa prática

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Este método evangelístico bem comum, conhecido como sistema de apelo, não foi sempre assim. Evangelistas bem-sucedidos como George Whitefield, Jonathan Edwards e John Wesley nunca fizeram um chamado ao altar. De fato, eles nem sequer sabiam o que era isso. Eles convidavam seus ouvintes apaixonadamente para vir a Cristo pela fé e aconselhavam regularmente os pecadores ansiosos depois dos cultos. Mas não lhes pediam para dar uma resposta pública ou física após os sermões evangelísticos. Então, de onde vem esta prática?
Inicialmente, o apelo era usado como um meio eficiente de reunir pessoas espiritualmente interessadas em se juntarem para aconselhamento após um sermão. Em vez de procurar os penitentes um a um, o pregador os chama à frente, ou a outra sala, para conversar e orar. Alguns pastores usaram este recurso no fim da primeira década do século 18, mas apenas durante os encontros campais do segundo grande despertamento da América foi que eles realmente ganharam espaço.
Os encontros campais eram comuns em Estados de fronteiras, como Kentucky e Tennessee, por volta do começo do século 19. Estas reuniões que duravam alguns dias eram um meio de os ministros (a maioria metodista, batista, presbiteriana e discípulos) introduzirem o evangelho aos colonos rurais. As primeiras reuniões campais foram feitas com pregações apaixonadas e respostas extremas. Centenas de ouvintes gritavam, gemiam, desmaiavam, contorciam-se e choravam desesperadamente. Os pregadores geralmente viam estas respostas como evidência da obra do Espírito Santo.
Por volta de 1805, estes movimentos corporais espontâneos eram menos comuns. Os ministros faziam um “apelo” como um meio visível de medir a resposta das pessoas às suas mensagens. Os “altares” eram áreas cercadas perto do lugar principal de pregação no campo onde os pregadores desafiavam os pecadores a buscar a salvação. O pregador metodista Peter Cartwright descreveu um encontro campal em 1806: “O altar estava cheio de gente transbordando em lamentos”. Outro pregador metodista contou detalhadamente o momento em que “o cercado estava tão cheio de gente que as pessoas não tinham a possibilidade de fazer qualquer movimento lateral, mas estavam literalmente cambaleando em massa”. Os metodistas experimentaram um crescimento exponencial durante os primeiros do século 19, em parte por causa de seus métodos evangelísticos, incluindo os encontros campais e os apelos públicos.
Muitas pessoas consideram Charles Grandison Finney (1792-1875) o “pai do apelo”. Ordenado ministro presbiteriano em 1823, Finney começou a fazer os convites públicos muito tempo depois de os metodistas já terem feito desse método parte regular de seus encontros campais. Finney, entretanto, fez mais que qualquer outro para estabelecer os apelos como uma prática aceitável e popular no evangelismo americano. Ele normalmente chamava os pecadores ansiosos até a frente da congregação para se sentarem no “banco dos ansiosos”. Ali, eles recebiam oração e geralmente ouviam um sermão individual. O apelo também foi uma das famosas “novas medidas” de Finney. Ele estava convencido de que os pastores poderiam produzir avivamento usando os métodos corretos e que, chamar pecadores arrependidos à frente “era necessário para tirar [os pecadores] do meio da massa de ímpios para levá-los a uma renúncia pública de seus caminhos pecaminosos”.
Enquanto muitos abraçaram as “novas medidas” de Finney, outros estavam desconfiados da teologia que sustentava a prática. Finney acreditava que a morte de Cristo tinha tornado a salvação possível para todos. A depravação humana era “uma atitude voluntária da mente”, e não algo que tinha nascido conosco. A conversão, portanto, dependia da vontade humana ser convencida a se arrepender e confiar em Cristo. De acordo com Finney, o apelo era uma ferramenta muito persuasiva para mudar a vontade humana. Ministros calvinistas, como Asahel Nettleton, rejeitaram a confiança que Finney tinha na capacidade humana e sua dependência no sistema de apelo. Eles acreditavam que o ser humano nasceu com uma natureza pecaminosa. Os pecadores eram incapazes de confiar em Cristo até que Deus mudasse seus corações. O historiador Iain Murray aponta que muitos oponentes ao apelo “alegavam que o chamado para uma ‘resposta’ pública confundia um ato externo com uma mudança espiritual interna”. Além disso, diz Murray, o apelo efetivamente “instituiu uma condição de salvação que nunca apontava para Cristo”. Os críticos argumentam que o evangelismo dessa forma resultou em uma falsa segurança, já que uma grande parcela daqueles que iam à frente para “receber a Cristo” logo apostatavam.
A despeito das críticas, o sistema de apelo continua com força. Tornou-se um artefato permanente no evangelismo americano. Só é preciso assistir a alguns poucos minutos de uma cruzada de Billy Graham na televisão para reconhecer que aquilo que um dia foi uma “nova medida” se tornou uma tendência dominante. A voz distinta de Graham chama em alto som: “Suba ali, desça aqui, eu quero que você venha. Se você estiver com parentes e amigos, eles vão esperar por você. Os ônibus vão esperar por você. Cristo percorreu todo o caminho da cruz porque Ele o amava. Certamente você pode dar alguns passos e dar sua vida a Ele”. Enquanto o local deixou de ser a remota Kentucky e se transferiu para os modernos estádios de futebol, e o meio de transporte evoluiu de carroças cobertas para ônibus fretados, o sistema de apelo resistiu. É caracterizado até hoje nas histórias de incontáveis cristãos que contam ter encontrado Cristo quando ficaram em pé, ergueram suas mãos, deram passos até a frente e chegaram ao altar, respondendo ao apelo.

Fonte . G+  via Gritos de Alerta

Pastor Silas Malafaia fala sobre a Missionária Lanna Holder e sua igreja: “Teologicamente errada e confusa”

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Lanna desistiu de lutar contra os seus desejos e sentimentos e fundou uma igreja que ela chama de inclusiva, e não de “gays”. Trata-se da Comunidade Cidade de Refúgio, inaugurada em junho em um bairro central de São Paulo. Lá a pregação é bem diferente daquelas que Lanna fazia quando era membro da Assembleia de Deus. Ele fala de libertação para prostitutas, drogados, alcoólatras, mas não para os homossexuais: “Com uma prostituta, alcoólatra ou drogado, iremos acolhê-lo, mas vamos tentar ajudá-lo a mudar a sua conduta de vida. Com o homossexual, entendemos que não é uma opção, mas sim uma orientação, que, na maioria dos casos, é irreversível, principalmente se for de nascença. Se eu pudesse escolher, jamais seria lésbica”.
Os defensores do Evangelho consideram essa posição uma heresia. Já para a ciência, ainda não há consenso sobre os fatores específicos que levam um indivíduo a tornar-se heterossexual, homossexual ou bissexual, incluindo possíveis efeitos biológicos, psicológicos ou sociais da orientação sexual dos pais. Ao lado da companheira, Lanna mostra firmeza ao defender a nova doutrina, alegando que está pregando o amor e que Deus não faz acepção de pessoas.
Ao referir a inexperiência de muitos ministérios ao tratar de sexualidade, ela acrescenta que o homossexual se diz discriminado pelos evangélicos e que eles se tornaram resistentes à Palavra de Deus. “Eles pensam: ‘Se Deus não me aceita, se vou para o inferno, então vou ‘zuar’ de vez’. É aí que se lançam na promiscuidade, nas drogas e na prostituição”, explica. No meio das discussões acaloradas sobre a PL 122 e kit gay, Lanna virou alvo da mídia como caso inusitado. Muito bem articulada, ela cita versículos bíblicos de Gênesis a Apocalipse que apontam a homossexualidade como pecado e faz uma interpretação diferente, buscando referências nos textos originais, escritos em grego, nas quais as palavras teriam um sentido diferente dos descritoshoje. Com base nessa releitura, ela argumenta que não há na Bíblia condenação para a homossexualidade: “Existe um contexto em que não posso retirar um texto para fazer um pretexto”.

“Homossexualidade na Bíblia é pecado, pode tentar, forçar, mas é pecado”

Um dos maiores articuladores dos protestos contra a PL 122, o pastor Silas Malafaia falou à reportagem da revista Exibir Gospel a respeito da iniciativa de igrejas que se dizem evangélicas, mas defendem que a homossexualidade não é pecado. Em São Paulo, a novidade é a Igreja Comunidade de Refúgio, de Lanna Holder. No Rio de Janeiro, contudo, já existe a Igreja Contemporânea, que tem até filiais pelo Brasil. Tais instituições estão na contramão dos movimentos evangélicos, que pregam o que está escrito na Bíblia: que os homossexuais não herdarão o Reino dos Céus. “O apóstolo Paulo diz em I Co 6-9: ‘Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas’. Sodomitas, aqui, refere-se a homens que se envolvem em atos sexuais com outros homens ”, observou Malafaia, nos bastidores da Marcha para Jesus de São Paulo.
A nova doutrina das igrejas voltadas para homossexuais também ignora o Evangelho que liberta e transforma o homem, conforme aponta o pastor, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo. Apesar de seu discurso, ele enfatiza que os evangélicos não são homofóbicos, apenas defendem a Palavra de Deus: “Como qualquer organização, a igreja tem regras. O homossexual é bem recebido, mas ele não será membro, porque está no pecado”. Ainda em I Co 6, no versículo 11 o pastor cita: ‘E é o que alguns de vós têm sido (referência aos impuros, idólatras, sodomitas); mas haveis sido lavados, santificados, justificados em nome do Senhor Jesus pelo Espírito do nosso Deus`. Então como é que a pessoa vem para a igreja e continua homossexual?”, questiona.
Sobre os argumentos de Lanna Holder, Malafaia diz que ela está “teologicamente errada e confusa”, porque Jesus ama todos, mas não consente que se continue no pecado. “À mulher adúltera ele disse ‘Vem, mas, agora, não peque mais’. O texto áureo da Bíblia fala do amor (João 3-16), mas os versículos 17 e 18 dizem: ‘Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele’”, acrescenta.
O pastor acrescenta que a Bíblia fala de salvação e de condenação, de amor, misericórdia, mas também de justiça e juízo: “Homossexualidade na Bíblia é pecado, pode tentar, forçar, mas é pecado”. A respeito da afirmação de que se nasce homossexual, Malafaia fala como psicólogo clínico, uma de suas formações: “Não existe ordem cromossômica homossexual. O cromossomo de um homem hetero é igual ao de um homem homossexual, assim como o cromossomo da mulher hetero é como o da mulher homossexual. Homossexualidade é preferência, aprendida ou imposta, é comportamental”. O pastor reconhece, porém, que é necessário que as igrejas tenham uma atenção especial com os homossexuais. “Tem que ajudar, amar e integrá-lo. Muita gente não entende isso. No entanto, se quer ser membro, tem de se submeter às regras. Há salvação para o homossexual, bandido e até para os que se acham politicamente correto. Mas se não aceitar a Cristo, não será transformado, não será perdoado e vai para o inferno. Isso vale para mim e para qualquer um”, conclui.



Fonte: Exibir Gospel

Manuscrito bíblico recebe milhões de visitas na internet

Em uma semana, desde que foi inserido na rede mundial de computadores, no dia 6 de julho, o manuscrito de parte da Bíblia conhecido como Codex Sinaiticus, com cerca de 1.600 anos, recebeu mais de 100 milhões de visitas, informou a Biblioteca da Universidade de Leipzig, na Alemanha.

A digitalização do Codex Sinaiticus teve início em 2005. O texto, escrito em grego, aparece em quatro colunas. Em 1844, o teólogo alemão Constantin von Tischendorf trouxe do Monastério de Santa Catalina, no Egito, 43 das 129 folhas do Codex em pergaminho, de 33,5 por 37,5 centímetros, que ele encontrou em cesta de lixo do centro religioso e que foram guardadas na Biblioteca de Leipzig.

Outras partes do original encontram-se na Biblioteca Nacional Russa, em São Petesburgo, na Livraria Britânica, no Monastério egípcio, além da Biblioteca de Leipzig. Ao lado do Codex Vaticanus, o Codex Sinaiticus é tido como o mais antigo manuscrito do Novo Testamento.

O manuscrito pode ser acessado em www.codex-sinaiticus.net

Fonte: ALC via GRITOS DE ALERTA

Marcha para Jesus em Guarulhos terá sorteio de carro 0 km

Em 2010, foi uma moto, agora, na oitava edição da Marcha para Jesus de Guarulhos, a organização do evento irá sortear um veículo zero-quilômetro, modelo Celta. O sorteio ocorrerá no dia da Marcha, 27 de agosto (sábado), e para concorrer os interessados devem preencher o cupom que está disponível nos postos da promoção ou no site da Marcha (www.marchaparajesusguarulhos.com.br) e depositá-lo na urna, mediante a doação de um quilo de alimento não perecível ou um brinquedo. O regulamento e as informações sobre os locais para adquirir os cupons podem ser conferidas no portal.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Guarulhos tem a segunda maior Marcha para Jesus do Estado de São Paulo e a expectativa para este ano é reunir cerca de 120 mil fiéis. O início da caminhada está marcado para as 13h na Avenida Paulo Faccini, s/ n°. Serão quatro quilômetros até a Avenida Transguarulhense, no Parque Continental, onde estará o palco central para os shows com grandes nomes da música gospel, como Renascer Praise, André Valadão, Fernandinho, Lázaro, Cassiane, Pregador Luo, Thalles Roberto, Ao Cubo, dentre outros.
A Marcha tem o apoio da Prefeitura de Guarulhos, que participará do evento com um mutirão da saúde, cidadania e da solidariedade. Haverá vários serviços gratuitos para o público, como corte de cabelo, teste de glicemia, teste de diabetes, aferição de pressão arterial, atendimento do Procon, assistência jurídica, atendimento psicológico, recolhimento de agasalhos, Espaço Kids – Recreação para as crianças etc: “A igreja tem feito um trabalho importante em resgatar pessoas que perderam o sentido da vida e a Marcha é uma mensagem de Deus para a cidade e um momento de evangelização”, afirmou o prefeito de Guarulhos, Sebastião Almeida.

Grupo cristão internacional de cura ao homossexualismo chega ao Brasil

Homossexuais dentro das igrejas. O que fazer? Muitos líderes evangélicos ainda não têm a resposta! O assunto suscita a polêmica, por vezes é ignorado, mas existe e está desafiando os evangelistas pregadores da libertação em Cristo. Diante dessa dificuldade, surgiu, há cerca de dez anos, a Exodus Brasil, representante do Exodus Global Alliance, uma organização cristã interdenominacional, sem fins lucrativos, com mais de 35 anos, que tem como propósito unificar e equipar cristãos para ministrar o poder transformador de Jesus Cristo àqueles, de alguma maneira, envolvidos na homossexualidade. “É um trabalho mais complexo do que se imagina, e é lamentável que as igrejas tenham errado mais do que acertado nesse sentido, expondo de maneira grotesca a vida dessas pessoas”, observa o diretor do núcleo de São Paulo da Exodus Brasil, Denis Ferreira.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel O grupo reconhece a pecaminosidade dos atos homossexuais em quaisquer de suas formas, de acordo com as Escrituras, e crê na redenção e libertação oferecidas por Jesus Cristo a todos os que O buscam. Existem oito diretores em todo o País, que se dedicam na difícil missão de dar apoio aos que desejam deixar a homossexualidade. “São poucos os casos de pessoas que abandonaram o comportamento homossexual, mas é possível e já aconteceu. Elas frequentam igrejas normalmente. A maior dificuldade, no início, é o preconceito da própria igreja e a rejeição que elas têm de si mesmas”, destaca Ferreira.
Essa dificuldade de aceitação tem tirado muitos homossexuais de dentro das denominações tradicionais, observa o diretor. Geralmente, os líderes preocupam-se mais em apontar o seu pecado, para fortalecer a ideia de que não são coniventes com a situação, em vez de aceitá-lo e trabalhar no sentido de que o Espírito Santo de Deus o convença. “Nenhum discurso humano é capaz de converter um homossexual, alguém pode falar por horas, por mais bonito que seja, mas não vai resolver. Precisa acolhê-lo, para que Deus faça a obra de conversão em seu coração. O discurso de Jesus para o homossexual é o do amor. Se o amor de Deus não puder convencer o homem de seus erros, ninguém maispode fazê-lo”, pontua Ferreira. Na prática, a organização é um ministério que prepara a igreja para trabalhar com a questão da homossexualidade, oferecendo treinamento e orientação, com bases bíblicas, para a formação de ministérios que orientam pessoas que querem deixar esse tipo de prática. Além dos seminários, com mais ou menos três dias, a organização promove um congresso anual no Brasil. Neste ano, o evento será em Curitiba.
Saiba mais no site www.exodus.org.br.
“Não é uma questão meramente espiritual”
Um dos maiores erros das igrejas é tratar a questão da homossexualidade apenas sob a ótica da espiritualidade, afirma, com propriedade, a missionária Maria Domingos, membro da Exodus Brasil e que há 8 anos trabalha na linha de frente com orientação para homossexuais: “Não é uma questão meramente espiritual. Se fosse assim oraríamos e tudo estaria resolvido. Também não se pode dizer que é apenas psicológica. Se assim fosse, bons psicólogos tratariam da questão sem dificuldades”.
Maria explica que a psicologia entende que a homossexualidade é uma orientação sexual tal como é a heterossexualidade. Um tratado do ConselhoFederal de Psicologia orienta que os profissionais desta área devem aceitar o comportamento dos homossexuais.
Mas, como conselheira cristã, seu trabalho tem um sentido diferente. “Pelo que temos presenciado nas experiências como orientadoras, a homossexualidade é um processo de construção, que tem as suas bases na infância. Segundo alguns psicólogos, trata-se de uma reparação afetiva perdida nessa época. Não há nenhuma comprovação de relação genética”, explica. Aos que falam com pouco conhecimento de causa, ela esclarece: “As pessoas erram quando dizem que o problema é sem vergonhice ou demoníaco. O demônio se submete ao nome de Jesus, mas o comportamento não. E, como já foi dito, homossexualidade é um comportamento aprendido durante toda a vida”.

Evento Geração Radical: Deputado e Pastores Discutirão PL 122

rede-jovemAcontece nos próximos dias o Geração Radical, na Comunidade Cristã de Curitiba. O tema deste ano é “Venha o Teu Reino”. O evento faz parte da Rede Jovem e podem participar jovens a partir de 14 anos. Já estão inscritas 350 pessoas.
(Foto: Rede Jovem)
Acontece nos próximos dias o Geração Radical, na Comunidade Cristã de Curitiba.
O Geração será de 21 a 24 de julho. A abertura será amanhã às 19h30. Na sexta haverá reuniões às 9h30 e 19h30. Sábado nos mesmos horários e ainda à tarde haverá o Interação Radical, às 14h30, uma espécie de mesa redonda.
Participarão o deputado federal Fernando Francischini, pastor Marcos, pastor André Queiroz e pastor Thiago Ferro, que irão discutir alguns temas presentes na mídia, incluindo o PL 122.
Na ministração dos cultos estarão presentes os pastores Claudia e Cesar Fajardo, do Ministério Internacional Sin Muros em Bogotá, na Colômbia; Fred Arrais, ministro de louvor em São Luis, no Maranhão, e pastor da Igreja Batista do Angelim; e o pastor André de Queiroz, de São Paulo.
O evento é aberto a outras Igrejas e já estão confirmadas muitas vindas de fora como do Uruguai, Cacoal (Rondônia), Birigui (São Paulo), São José dos Campos (São Paulo), Campinas (São Paulo) e Rondonópolis (Mato Grosso).
A preparação espiritual para o GR se intensificou desde o dia 4 de julho. Foi dado início ao Jejum Radical, todos se propuseram a jejuar durante dez dias da hora que acordar até às 18h. Também foi preparado um devocional diário, os Minutos Radicais e a Vigília Radical, que aconteceu de sábado (16) para domingo (17).
O pastor da Rede Jovem, Flavius Garcia, está muito empolgado com o Geração deste ano. “Minha expectativa está muito grande. Nosso foco é santidade e expansão da Igreja. Creio que será o melhor Geração Radical de todos os tempos. Será um tempo de muita inspiração para jovens, líderes e pastores. O ambiente da Rede, que já é muito bom, ficará ainda melhor, pois sinto que Deus nos levará para um novo nível como Igreja. Serão dias inesquecíveis.”
Essa é a nona edição do evento, que acontece anualmente. Ano passado o tema foi “Cheios de Poder” e a ênfase era nos cinco Ministérios. Pregaram os pastores Luciano Subira, Luiz Herminio, Miguel Piper e Samuel de Souza.
Para mais informações basta entrar no site www.redejovem.com, enviar um e-mail para eventos@redejovem.com ou seguir a @Rede_Jovem no Twitter.

Organização cristã leva ajuda a refugiados da Somália e Etiópia


Organização cristã leva ajuda a refugiados da Somália e Etiópia A ajuda tem aberto as portas para a ministração do Evangelho aos feridos e perdidos
A crise nos campos de refugiados africanos continua a crescer à medida que chegam pessoas da Etiópia e da Somália através das fronteiras ao norte de Moçambique.

Cristãos somalis e etíopes têm enfrentado secas, guerras e perseguições, por isso fogem à procura de segurança. Os barcos que chegam nas praias de Moçambique estão repletos de refugiados que muitas vezes não vêm com nada, apenas com as suas roupas.

A missão Food for the Hungry (FFH), Alimento para os Famintos (livre tradução) tem intensificado a ajuda a esses refugiados em Moçambique. Eles trabalham com o governo do país e com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR). Juntos, eles estão construindo um campo de refugiados na cidade costeira de Palma através da criação de uma estação de cozinha e limpeza da terra.

Este acampamento é muito necessário, já que o campo de refugiados em Nampula já detém o dobro da capacidade permitida. Passou de 5,5 mil refugiados em 2010 para mais de 10 mil hoje.

Alimento para a fome existe para acabar com fome física e espiritual em algumas das áreas mais empobrecidas e crítica do mundo. Esta ajuda humanitária com o evangelismo incentiva refugiados cristãos que deixaram tudo que tinham. E isso abre portas para ministrar o Evangelho aos feridos e perdidos. “Aqui é onde a comunidade cristã pode intensificar e juntar-se a missão”, relato um membro da Food for the Hungry.
 
 
Fonte: Mission Network News/Redação CPADNews / VIA GRITOS DE ALERTA

Pastores são presos e interrogados em Cuba


Pastores são 
presos e interrogados em Cuba Outro pastor, em liberdade condicional, fala que pressão sobre as igrejas tem aumentado no país
A Christian Solidarity Worldwide (CSW) tem manifestado preocupação com interrogatório dos três pastores que foram detidos por autoridades cubanas, no fim de semana.

Os pastores são afiliados ao Movimento Apostólico, uma rede de igrejas que tem enfrentado a interferência das autoridades e do governo cubano nos últimos anos. De acordo com a CSW, agentes de segurança do Estado e funcionários do partido comunista levaram detidos os pastores Benito Rodríguez e Bárbara Guzman para interrogatório.

Os pastores foram levados para a Rua Palma Esquadra, em Camaguey, onde foram mantidos por duas horas. Eles alegam que as autoridades os interrogaram e tentaram persuadi-los a parar de realizar cultos domésticos em suas casas.

No domingo, o chefe do escritório de assuntos religiosos interrompeu um culto que estava sendo dirigido pelos dois pastores e emitiu uma intimação, exigindo que eles apresentassem a prova de que a propriedade pertencia a eles.

Outro pastor, Bernardo de Quesada Salomon, foi detido no mesmo dia, depois de deixar a sua casa. Ele disse que os interrogadores o pressionaram muito e o ameaçaram, para que ele desistisse de seu ministério pastoral.

Um líder do Movimento Apostólico, pastor Omar Gude Pérez, está cumprindo pena de seis anos e meio sob liberdade condicional. Ele disse à CSW que a pressão sobre as redes de igrejas tem se intensificado.

O pastor Bernardo disse que vários pastores, inclusive a sua esposa, Kenia Denis, foram recentemente impedidos de sair do país a fim de participar de conferências religiosas no exterior.

Andrew Johnston, diretor de advocacia da CSW, disse: “Estamos profundamente preocupados com as detenções arbitrárias e intimidação dos pastores. Pedimos ao governo cubano para cessar com a perseguição a esses homens e mulheres, e que dê o registros para essas igrejas, para que atuem livremente.


Fonte: Missão Portas Abertas

Chupar laranja é melhor que tomar cápsula de vitamina C

SXC
clique para ver a foto em tamanho real
Cientistas defendem que consumir laranja é mais benéfico do que tomar vitamina C e outras pílulas
Os antioxidantes retardam o envelhecimento das células, protegem contra o câncer e ajudam a prevenir doenças do coração, embora a última evidência seja contestada.
Cientistas do setor alimentício identificaram que chupar uma laranja é muito melhor do que simplesmente tomar vitamina C e outras pílulas. A informação foi publicada no site do jornal britânico "The Telegraph".
A combinação única de antioxidantes da fruta trabalham com mais eficiência juntas do que separadamente, segundo os pesquisadores da Universidade Brigham Young, em Utah. 
Os antioxidantes retardam o envelhecimento das células, protegem contra o câncer e ajudam a prevenir doenças do coração, embora a última evidência seja contestada. 
De acordo com Tory Parker, professor de nutrição e ciência dos alimentos, "há algo relacionado à ingestão de uma laranja que é melhor do que tomar uma cápsula de vitamina C, e é isso que estamos tentando descobrir. Nós pensamos que é a mistura de antioxidantes exclusiva da fruta que a torna tão boa."

Apocalipse 13. O Plano Mundial para Prender e Assassinar Cristãos em todo o Planeta.


Saiba o que a instalação de câmeras e de radares por todos os lados, mecanismo de escutas, controle da Internet, o rápido aumento do uso dos cartões de débito e o rígido controle dos impostos têm a ver com o plano de Satanás para prender e assassinar o maior número de cristãos possível, e isto em todo o mundo.
“Vi emergir do mar uma besta que tinha dez chifres e sete cabeças e, sobre os chifres, dez diademas e, sobre as cabeças, nomes de blasfêmia. A besta que vi era semelhante a leopardo, com pés como de urso e boca como de leão. E deu-lhe o dragão o seu poder, o seu trono e grande autoridade. Então, vi uma de suas cabeças como golpeada de morte, mas essa ferida mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou, seguindo a besta; e adoraram o dragão porque deu a sua autoridade à besta; também adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem pode pelejar contra ela? Foi-lhe dada uma boca que proferia arrogâncias e blasfêmias e autoridade para agir quarenta e dois meses; e abriu a boca em blasfêmias contra Deus, para lhe difamar o nome e difamar o tabernáculo, a saber, os que habitam no céu. Foi-lhe dado, também, que pelejasse contra os santos e os vencesse. Deu-se-lhe ainda autoridade sobre cada tribo, povo, língua e nação; e adorá-la-ão todos os que habitam sobre a terra, aqueles cujos nomes não foram escritos no Livro da Vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. Se alguém tem ouvidos, ouça. Se alguém leva para cativeiro, para cativeiro vai. Se alguém matar à espada, necessário é que seja morto à espada. Aqui está a perseverança e a fidelidade dos santos.” Apocalipse 13:1-10
Por onde quer que se vá nos dias de hoje, e em praticamente qualquer lugar em que se entra, lá estão câmeras de vigilância por todos os lados. Nas ruas os radares são cada vez mais numerosos e o monitoramento da Internet está cada vez mais opressivo.
Todas as vezes que você utiliza seu cartão de débito, ou cartão de crédito, o chip contido nestes cartões (chamados de smart cards - cartões inteligentes) registram não somente o quanto e onde você gastou o seu dinheiro, mas também traçam rotas precisas de sua movimentação física, ou seja, onde você está e por onde você tem andado. Os cartões enviam estas informações a gigantescos bancos de dados que estão sendo alimentados com o maior número possível de dados sobre a sua vida.
Também os celulares não somente informam a esse sistema de controle onde você está, bem como todas as suas conversas são rigorosamente gravadas e armazenadas nesses bancos de dados.
Todo o uso da chamada “rede de mídia social” (Orkut, Facebook, Twitter, Messenger, dentre outros),  mecanismos de buscas, é todo registrado e monitorado. E se você acha que seus emails estão sendo trocados em sigilo com seus amigos e parentes, saiba que também os seus emails são gravados nesses bancos de dados e se encontram à disposição dos agentes deste sistema de controle global.
E perceba também que cada vez mais acontece que ao ligar para determinado banco, empresa ou órgão do governo, você ouve a irônica frase: “Para sua segurança, esta ligação está sendo gravada”.
Um dos seus maiores instrumentos de controle, e que permite que grande parte de toda essa parafernália de controle funcione são os satélites que orbitam em torno da terra.
A desculpa para a instalação desse colossal mecanismo de controle em massa é pueril: afirmam que é para sua segurança. Porém, sob a perspectiva bíblica, podemos entender que a situação é bem diferente do que nos é apresentada.
 
O Grande Objetivo de Satanás
Se você observar a realidade à sua volta sem confrontá-la com o que diz a Bíblia, você simplesmente não entenderá nada do que está acontecendo. Poderá até chegar a pensar que este monumental sistema de controle é, de fato, para a sua segurança e que trata-se, simplesmente, de um grande avanço da tecnologia. Mas não é bem assim.
Após ser expulso do céu e ter caído sobre a Terra, Satanás não tem nada mais obstinado em seu coração pervertido do que a execução de uma vingança contra Deus. E embora seja verdade que o Diabo odeia profundamente os seres humanos, com um ódio ainda mais feroz contra os cristãos, seu maior rancor e ódio são focados em Deus.
Todavia, Satanás bem sabe que não há nada, absolutamente, que ele possa fazer contra o Todo-Poderoso Senhor, e assim lança toda a sua raiva contra as criaturas que Deus mais ama, a saber seus filhos em Cristo, nós os Cristãos.
A atitude de arrogância, altivez e atrevimento de Satanás diante de Deus, foi um literal enlouquecimento do diabo. Seu estado tornou-se irremediavelmente doentio e sem cura.
Satanás passou a odiar a Deus, de todo o seu coração, não lhe restando lugar ou qualquer possibilidade para arrependimento. Foi uma atitude deliberada, premeditada, dolosa e criminosa e que trouxe sobre ele a condenação eterna.
O ódio passou a ser a força motriz para Satanás. Todos os seus atos são motivados pelo ódio que sente por Deus e por uma espécie de desejo de vingança que ele nutre contra o Senhor Todo-Poderoso. Satanás e seus anjos (os demônios) tornaram-se seres completamente loucos, implacavelmente agressivos, violentos e ferozes.
Quando surgir a besta de que fala a Bíblia em Daniel e no Apocalipse, este ser será um exemplo de ódio, rancor e cólera contra Deus e contra os seus servos. Ao examinarmos as Escrituras quando falam a respeito da besta (anti-Cristo), podemos ver, na figura da besta, através de seu comportamento, como é a personalidade de Satanás.
Ao surgir, sua primeira atitude será abrir a sua boca em blasfêmias e difamações contra Deus e contra os cristãos:
"Foi lhe dada uma boca que proferia arrogâncias e blasfêmias, e autoridade para agir quarenta e dois meses; e abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para lhe difamar o nome e difamar o tabernáculo, a saber, os que habitam no céu. Foi lhe dado também que pelejasse contra os santos e os vencesse..." Apocalipse 13: 5-7
A Besta
Ao escrever o capítulo 13 do Apocalipse, João relata e narra que viu emergir do mar uma besta. O mar, aqui e em outros trechos das Escrituras, simboliza o mundo, assim entendido como todo o universo visível no qual vive e atua o ser humano. Besta (do grego therion) significa um animal feroz, uma fera, um ser indomável e implacável. No Apocalipse há três Bestas descritas:
1-O Líder Mundial Blasfemo (1)
2-A Aliança de Dez Nações (2) 
3-O Falso Profeta (3)
A Besta (2) será uma Aliança de Dez Nações, a qual será liderada por sete cabeças (sete reis) que ocuparão a liderança da confederação, um após o outro, e que oferecem todo seu poder a essa confederação (os dez chifres). O último desses reis, o oitavo, e que procede dos sete, será o Anticristo, o Líder Mundial Blasfemo (1). E hoje já podemos saber que a Nova Ordem Mundial se refere à Besta (2), a Aliança de Dez Nações. E repare bem o G8, que é um prenúncio para o surgimento de um G10, que será a Besta (2). A letra G, dizem eles, se refere a Grupo (Grupo das oito nações mais poderosas do planeta), enquanto, na realidade este G está evidentemente relacionado aos arquitetos da Nova Ordem Mundial, aos serviçais do Diabo: a Maçonaria Internacional, o Braço Direito do Diabo.
 
Todo este sistema de controle de massas, que mencionamos acima, é destinado a servir aos propósitos de Satanás através da Besta. E quando for revelado quem é o anticristo de que fala a Bíblia, então terá chegado o momento culminante do controle mundial e que será caracterizado pela marca da Besta.
“A todos, os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhes seja dada certa marca sobre a mão direita ou sobre a fronte, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca, o nome da besta ou o número do seu nome. Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é número de homem. Ora, esse número é seiscentos e sessenta e seis.” Apocalipse 13:16-18
Nesse momento começará a mais feroz perseguição contra os cristãos de que jamais se teve notícia, e não haverá nada parecido no futuro, pois que logo após este período, que a Bíblia afirma durará três anos e meio, chegará o fim. Será a hora do Juízo de Deus.
E se algum cristão ainda pensa que não passará por este período, este sofrerá grandes dores, pois o Senhor Jesus só retornará após estes três anos e meio, o período que a Bíblia chama de a Grande Tribulação.
Tanto é assim que na grande tribulação muitos cristãos serão presos e mortos, e a Bíblia já nos adverte sobre isto:
“Se alguém leva para cativeiro, para cativeiro vai. Se alguém matar à espada, necessário é que seja morto à espada. Aqui está a perseverança e a fidelidade dos santos.”  Apocalipse 13:10 
Ora, se já não houvesse mais cristãos sobre a terra, não haveria sentido prático algum nessa advertência de Deus.
A Perseguição já começou
Por todos os lados já estão sendo aprovadas leis completamente anti-Deus, leis que proíbem pregações em locais públicos, leis que exigem cada vez mais e mais licenças governamentais para a abertura de novas Igrejas, e também as leis que proíbem que se fale contra o homossexualismo e também as leis pró-aborto.
Todas estas coisas visam enquadrar os cristãos em “crimes” a fim de nos fazer calar, seja pela ameaça de prisão, pagamento de pesadas multas e por uma série de outros modos violentos que Satanás está pondo em prática pelo mundo todo.
 
Em 2010, o jornal americano The Wall Street Journal noticiou que na Índia já está sendo posto em prática um projeto de identificação nacional controlado pelo governo com a colocação de uma marca numérica em 1,2 bilhões de pessoas, juntamente com coletas de impressões digitais e leitura da íris (a parte colorida dos nossos olhos), como mostra a foto ao lado. E todas estas informações estão sendo colhidas em um gigantesco banco de dados, apenas para citar um exemplo. E tudo isto para CONTROLE E POSTERIOR PERSEGUIÇÃO AOS CRISTÃOS.
E além dos registros dos dados biométricos das pessoas (impressões digitais, mãos e olhos), os cidadãos são obrigados a fornecer ao governo todos os seus dados pessoais, números de celulares, situação social e RELIGIÃO!
O que você pode fazer
Primeiramente, depositar toda a sua confiança em Deus, nunca e jamais deixar de confessar o nome do Senhor Jesus e de pregar a Palavra de Deus, pois esta é a nossa missão. E mesmo que as leis mais ameaçadoras surjam a fim de calar a boca dos cristãos, lembrem-se das palavras do Grande Rei:
“Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus; mas aquele que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus.” Senhor Jesus Cristo, Mateus 10:32,33
E veja o que o apóstolo Pedro e os demais apóstolos disseram quando lhes proibiram de anunciar o Evangelho do Senhor Jesus Cristo:
“Trouxeram-nos, apresentando-os ao Sinédrio. E o sumo sacerdote interrogou-os, dizendo: Expressamente vos ordenamos que não ensinásseis nesse nome; contudo, enchestes Jerusalém de vossa doutrina; e quereis lançar sobre nós o sangue desse homem. Então, Pedro e os demais apóstolos afirmaram: Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens. O Deus de nossos pais ressuscitou a Jesus, a quem vós matastes, pendurando-o num madeiro. Deus, porém, com a sua destra, o exaltou a Príncipe e Salvador, a fim de conceder a Israel o arrependimento e a remissão de pecados. Ora, nós somos testemunhas destes fatos, e bem assim o Espírito Santo, que Deus outorgou aos que lhe obedecem. Eles, porém, ouvindo, se enfureceram e queriam matá-los.” Atos 5:27-33
Também não nos esqueçamos a quem, de fato, devemos temer, e como Deus cuida de nós e nos protege:
“Digo-vos, pois, amigos meus: não temais os que matam o corpo e, depois disso, nada mais podem fazer. Eu, porém, vos mostrarei a quem deveis temer: temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno. Sim, digo-vos, a esse deveis temer. Não se vendem cinco pardais por dois asses? Entretanto, nenhum deles está em esquecimento diante de Deus. Até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais! Bem mais valeis do que muitos pardais. Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus; mas aquele que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus.” Mateus 10:28-33


 

ISRAEL SE PREPARA PARA A GUERRA NA PALESTINA: 'NOSSA RESPOSTA SERÁ DURA'

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, responsabilizará o Hamas em caso de um ataque vindo da Faixa de Gaza. Neste domingo, ...